Você está na página 1de 13

Edição Audiovisual

Aula 2: a prática da montagem


Chico Lacerda
"Muito da montagem é intuição. Não é como a fotografia, onde é
necessário conhecimento técnico profundo. Nós sabemos muito
pouco, vamos pela intuição. Há um senso crítico que se
desenvolve indo ao cinema, lendo livros. A vida tem papel
importante em ser um bom montador".
- Alan Heim (montador de, entre outros, Banzé na Rússia,
Lenny, All That Jazz, Rede de Intrigas, Valmont)
Bibliografia

• Michael Rabiger - Directing: film techiniques and


aesthetics
• Capítulos 38 a 44.
O que é montagem?

• Construir discursos a partir de trechos de imagens


em movimento e sons.
• Ações (ficção, documentário)
• Relatos diretos (documentário, jornalismo, entrevista;
personagem, narrador)
• Discurso simbólico (imagens como símbolos)
• Poesia (qualidades estéticas da imagem)
Fluxo de trabalho

• Baseado em uma produção de grande porte.


• Completamente digital.
• Boa parte serve também para projetos pessoais.
• Bom senso para escolher o que usar.
Fluxo de trabalho
1. Pré-produção: planejamento
2. Produção: dailies
3. Pós-produção:
3.1.Planejamento da edição (roteiro, formato final).
3.2.Organização do material (importação, sync,
decupagem, classificação, ins e outs)
3.3.Edição de imagens (cortar e colar)
3.4.Edição de som
3.5.Cartelas (título, créditos, outros).
3.6.Correção de cor.
3.7.Exportação.
3.8.Arquivamento.
Pré-produção

• Planificação:
• Diretor + fotógrafo + editor.
• Identificar o raccord dos planos.
• Identificar a necessidade de planos de passagem de
tempo.
• Planejar o ritmo do filme.
Dailies
• Trabalho:
• Organização do material.
• Sync.
• Classificação.
• Pré-montagem.
• Exibição.
• Vantagens:
• Identificar erros (imagem e som).
• Planejar correção de erros.
• Planejar mudanças futuras de acordo com erros.
• Identificar a força do filme e replanejá-lo de acordo.
• Porém, muitas vezes não é possível.
Preparação do material

• Como codecs funcionam:


• Codecs (mpeg1, 2, 4, divx, h264) vs. containers (mov,
mp4, avi).
• Compressão espacial (intraframe)
• JPEG
• Compressão temporal (interframe)
• I frame: quadro todo
• P frame: indica o que mudou e o que não mudou
• B frame: previsões entre o I frame e os P frames
Codecs

Nome Compressão Uso Ano

MPEG-1 (part 2) H.261 VHS, VCD 1993

MPEG-2 (part 2) H.262 DVD, broadcast 1999

MPEG-4 (part 3) H.263 Bluray, streaming 2004

MPEG-4 AVC (part 10) H.264 Streaming 2004


Preparação do material
• Ingest:
• Transcoding.
• Copiar vs. linkar
• Edição digital: manter as brutas intactas.
• Rendering.
• Separar por pastas
• Identificar (cena, plano, take)
• Sync
• Automático (áudio da câmera)
• Manual (sincronizando pontos)
• Marcar ins e outs
Decupagem

• Classificar takes
• Anotar características
• Dados da decupagem:
• Cena, plano, take (x de y)
• Classificação: melhor, utilizável, inutilizável
• Pontos positivos na imagem/som
• Pontos negativos na imagem/som
Edição Audiovisual
Aula 1: apresentação
Chico Lacerda

Você também pode gostar