Calorimetria 01. (FUVEST) Um ser humano adulto e saudável consome, em média, uma potência de 120J/s.

Uma ³caloria alimentar´ (1kcal) corresponde, aproximadamente, a 4,0 x 103J. Para nos mantermos saudáveis, quantas ³calorias alimentares´ devemos utilizar, por dia, a partir dos alimentos que ingerimos? a) 33 b) 120 c) 2,6x103 d) 4,0 x103 e) 4,8 x105

O objeto que tem maior capacidade térmica é o de: a) alumínio b) ferro c) chumbo d) prata e) cobre

05. (MACKENZIE) Um bloco de cobre (c = 0,094 cal/gºC) de 1,2kg é colocado num forno até atingir o equilíbrio térmico. Nessa situação, o bloco recebeu 12 972 cal. A variação da temperatura sofrida, na escala Fahrenheit, é de: a) 60ºF b) 115ºF c) 207ºF d) 239ºF e) 347ºF

02. (MACKENZIE) Uma fonte calorífica fornece calor continuamente, à razão de 150 cal/s, a uma determinada massa de água. Se a temperatura da água aumenta de 20ºC para 60ºC em 4 minutos, sendo o calor especifico sensível da água 1,0 cal/gºC, pode-se concluir que a massa de água aquecida, em gramas, é: a) 500 b) 600 c) 700 d) 800 e) 900

03. (UFPR) Durante o eclipse, em uma das cidades na zona de totalidade, Criciúma-SC, ocorreu uma queda de temperatura de 8,0ºC. (Zero Horas ± 04/11/1994) Sabendo que o calor específico sensível da água é 1,0 cal/gºC, a quantidade de calor liberada por 1000g de água, ao reduzir sua temperatura de 8,0ºC, em cal, é: a) 8,0 b) 125 c) 4000 d) 8000 e) 64000

06. (MACKENZIE) Quando misturamos 1,0kg de água de água (calor específico sensível = 1,0cal/g°C) a 70° com 2,0kg de água a 10°C, obtemos 3,0kg de água a: a) 10°C b) 20°C c) 30°C d) 40°C e) 50°C

04. (UFSE) A tabela abaixo apresenta a massa m de cinco objetos de metal, com seus respectivos calores específicos sensíveis c. METAL Alumínio Ferro Cobre Prata Chumbo c(cal/gºC) 0,217 0,113 0,093 0,056 0,031 m(g) 100 200 300 400 500

07. (UFSM - RS) Um corpo de 400g e calor específico sensível de 0,20cal/g°C, a uma temperatura de 10°C, é colocado em contato térmico com outro corpo de 200g e calor específico sensível de 0,10cal/g°C, a uma temperatura de 60°C. A temperatura final, uma vez estabelecido o equilíbrio térmico entre os dois corpos, será de: a) 14°C b) 15°C c) 20°C d) 30°C e) 40°C

Qual a indicação que na escala E corresponde a 30ºC? a) 55ºE b) 65ºE c) 66ºE d) 54ºE e) 38ºE 05 . d) Rankine e Reaumur.RIO . Para obter a água na temperatura de que precisa.E 09 . no recipiente. A diferença entre a máxima temperatura do verão e a mínima do inverno anterior foi de 60ºC.C 06 . (ITA) O verão de 1994 foi particularmente quente nos Estados Unidos da América.D 10 . (PUCCAMP) Uma barra de cobre de massa 200g é retirada do interior de um forno. A temperatura final de equilíbrio é de 25°C. (FUVEST) Num calorímetro contendo 200g de água a 20°C coloca-se uma amostra de 50g de um metal a 125°C. (FIA-SP) Um termômetro foi graduado segundo uma escala arbitrária X. A temperatura do forno. a água fervia e atingia o nível 8 do recipiente. 09.D 03.80 e) 1. (VEST . em °C. (FAFIPAR) Existem duas escalas termométricas que só admitem temperaturas positivas.RJ) Um confeiteiro. e) Reaumur e Celsius. preparando um certo tipo de massa.08.03 cal/g°C a) 140 b) 180 c) 230 d) 280 e) 300 Resolução: 01 .20 c) 0. vale: a) 0. (UF-Londrina) Uma escala termométrica E adota os valores ±10ºE para o ponto de gelo e 240ºE para o ponto de vapor. A temperatura em X que corresponde a 50ºC é: a) 40ºX b) 45ºX c) 50ºX d) 55ºX e) 60ºX 04. Verifica-se que a temperatura de equilíbrio é de 25°C. deve acrescentar.0 01.50 d) 0. em cal/g°C.B 04 .E 07 . respectivamente. Qual o valor desta diferença na escala Fahrenheit? a) 33ºF b) 60ºF c) 92ºF d) 108ºF e) 140ºF 10. de tal forma que as temperaturas 10ºX e 80ºX correspondem a 0ºC e 100ºC. onde estava em equilíbrio térmico. c) Kelvin e Rankine. Desprezando o calor absorvido pelo calorímetro. Seu ajudante pegou água da torneira a 25°C e colocou-a para aquecer num recipiente graduado de capacidade térmica desprezível. Quando percebeu. é aproximadamente igual a: Dado: CCu = 0.C 02 . precisa de água a 40°C para obter melhor fermentação. São elas: a) Celsius e Fahrenheit.C 03 . o calor específico sensível desse metal. b) Fahrenheit e Kelvin.10 b) 0. e colocada dentro de um recipiente de capacidade térmica 46cal/°C que contém 200g de água a 20°C.C Termologia . água da torneira até o seguinte nível: a) 18 b) 25 c) 32 d) 40 e) 56 02.D 08 .

0cm. Desta forma.1736). medida na escala Kelvin. (MACKENZIE) Um turista brasileiro sente se mal durante a viagem e é levado inconsciente a um hospital.B 10 . a temperatura não atingiu marcas inferiores a -10°C. A escala de temperatura Fahrenheit foi inventada pelo cientista alemão Daniel Gabriel Fahrenheit (1686 . é de: a) 50K b) 223K c) 273K d) 300K e) 323K 07. a sua esposa estava com febre. um viajante verificou que a temperatura local acusava X°F. Para saber a temperatura do paciente. Essa temperatura é: a) agradável b) 50°C c) 84°C d) 100°C e) acima de 100°C 10. e) é impossível. na escala Celsius. Esta temperatura. na Islândia.5cm. (MACKENZIE) Ao nível do mar. num determinado dia.05. determinamos a temperatura de certa massa de água líquida.B 09 .D 07 . a leitura seria 52 unidades mais baixa.0ºC e) 10.A 05 . encontrando 1.4ºC d) 6. (FATEC .8ºC e outro na escala Fahrenheit.8ºC b) 3. então: a) no ano de 1727.B 08 .C 03 . Se isso é verdade. Qual a temperatura determinada pelo médico? a) 18ºC b) 26ºC c) 24ºC d) 30ºC e) 38ºC 09.E 08. A temperatura dessa massa de água na escala Kelvin é: a) 85K b) 108K c) 273K d) 358K e) 438K 06. pois 100°F corresponde a uma temperatura superior à máxima possível para o ser humano. A diferença entre as leituras dos dois termômetros é 100. um médico percebeu que a escala do instrumento estava apagada entre os valores 36. Após recuperar os sentidos. na Islândia. b) no ano de 1727. um graduado da escala Celsius . Se a escala utilizada tivesse sido a Celsius. a queda de temperatura de seu corpo foi de: a) 1. é informado de que a temperatura de seu corpo atingira 104 graus.0ºC c) 5. sem saber em que local estava. d) nesse dia. mediante os termômetros. o medico mediu o comprimento da escala do instrumento (de 35ºC a 45°C).D 04 . Resolução: 01 . percebeu que a escala termométrica utilizada era a Fahrenheit. a sua esposa estava com a temperatura inferior à normal (37°C). na Islândia. Passado o susto. Ele teria usado para 0°F a temperatura do dia mais frio de 1727. (MACLENZIE) O quíntuplo de uma certa indicação de temperatura registrada num termômetro graduado na escala Celsius excede em 6 unidades o dobro da correspondente indicação na escala Fahrenheit.E 02 .C 06 .5ºC 40ºC. Em seguida mediu a altura da coluna de mercúrio correspondente à temperatura da pessoa. mas que já ³caíra´ de 5. a temperatura atingiu marcas inferiores a -20°C.SP) Certo dia.4 graus. encontrando 5. c) nesse dia. marcada por um amigo e para 100°F a temperatura do corpo da sua esposa. (UNIBAN-SP) Ao utilizar um termômetro de mercúrio para medir a temperatura de uma pessoa.

durante esse processo. e) somente com uma fonte fria. 02) A energia interna permaneceu constante. 03. 16) O produto nR tem um valor constante de 50atm.050atm . esse princípio nos leva a concluir que: a) sempre se pode construir máquinas térmicas cujo rendimento seja 100%.082 atm. c) calor e trabalho não são grandezas homogêneas. (UFBA) Tendo em vista a transformação gasosa acima descrita. passa de 10 para 20 litros. 08) O produto nR tem um valor constante de 0. c) não houve troca de calor entre o gás e o ambiente. é. inicialmente sob pressão de 2. em percentual.0atm. Certamente: 07. (ACAFE-SC) Um gás ideal recebe calor e fornece trabalho após uma das transformações: a) adiabática e isobárica. mantida sempre a 0°C. 16) A energia interna aumentou. e) não houve troca de trabalho entre o gás e o meio. o volume de certa quantidade de gás. 64) A quantidade de calor trocado e o trabalho realizado são ambos nulos. (UFPF . R/K. c) isotérmica e adiabática. Sobre um sistema. igual a 0. b) a transformação isométrica.Termodinâmica Em uma transformação isotérmica. a densidade do gás é diretamente proporcional à pressão. 04) A densidade do gás permaneceu constante. e) isométrica e adiabática. 08) Como a temperatura permaneceu constante. 05. o sistema não trocou calor com o meio ambiente.PR) O 2° princípio da Termodinâmica pode ser enunciado da seguinte forma: "É impossível construir uma máquina térmica operando em ciclos. a) a transformação foi cíclica. 02) A pressão final do gás foi de 1. K. O rendimento desta máquina.10atm .0J) a) ±1000J b) +2000J c) ±4000J d) +4000J e) +7000J 02. 32) A quantidade de calor recebida é igual ao trabalho realizado pelo gás na expansão. cujo único efeito seja retirar calor de uma fonte e convertê-lo integralmente em trabalho. assinale o que for correto: 01) O produto nR varia entre 0. d) qualquer máquina térmica retira calor de uma fonte quente e rejeita parte desse calor para uma fonte fria. realiza-se um trabalho de 3000 J e. 04.R/mol .cm3/K.RS) Um ciclo de Carnot trabalha entre duas fontes térmicas: uma quente em temperatura de 227°C e uma fria em temperatura -73°C. (UFBA) Tendo em vista a transformação gasosa acima descrita. 04) O sistema trocou calor com o meio ambiente.050atm . os estados final e inicial acusaram a mesma energia interna. (FEI) Numa transformação de um gás perfeito. (CEFET . ele fornece 1000cal de calor durante o mesmo intervalo de tempo.0 atm. R/K. A variação de energia interna do sistema. mantida a 127°C. d) são iguais as temperaturas dos estados inicial e final. b) isométrica e isotérmica. 06. R/K e 0. em resposta." Por extensão. 01. é de: a) 10 b) 25 c) 35 d) 50 e) 60 . assinale o que for correto: 01) Na transformação. d) isobárica e isotérmica.0 cal = 4. 32) A densidade final do gás foi de 50% do valor inicial. b) qualquer máquina térmica necessita apenas de uma fonte quente. Considere a constante dos gases R. aproximadamente: (considere 1. seria possível a uma certa máquina térmica converter integralmente calor em trabalho.

SC) Uma máquina térmica opera segundo o ciclo de Carnot entre as temperaturas de 500K e 300K.04 e 32) 03 . em calorias.D 07 .A 05 .d.02. respectivamente: a) 500 e 1 500 b) 700 e 1 300 c) 1 000 e 1 000 d) 1 200 e 800 . (UNAMA) Um motor de Carnot cujo reservatório à baixa temperatura está a 7.D 06 . Qual o trabalho máximo.E 04 .D 10 . será de: a) 400 b) 280 c) 160 d) 560 Resolução: 01 . 10.0°C apresenta um rendimento de 30%.D 08 . (EN . em Kelvin. A variação de temperatura.34 pontos (corretas 02 e 32) 02 . são. o calor rejeitado para a fonte fria e o trabalho realizado pela máquina. em joules.a.39 (corretas 01.RJ) Um motor térmico recebe 1 200 calorias de uma fonte quente mantida a 227°C e transfere parte dessa energia para o meio ambiente a 24°C. recebendo 2 000J de calor da fonte quente. (UNIVALI . da fonte quente a fim de aumentarmos seu rendimento para 50%.C 09. que se pode esperar desse motor? a) 552 b) 681 c) 722 d) 987 e) n.e) 1 400 e 600 08.A 09 .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful