Você está na página 1de 1

PROBLEMA FUVEST 2 FASE 2021

Amiga Lara. Antes de mais nada um maravilhoso 2022 para


você e família. Em segundo lugar, serei eternamente
grato, o seu carinho e ajuda a minha pessoa e aos demais
colegas durante o ano. Você é diferenciada como ser
humano. Continue sempre assim. Sou seu fã e conte
comigo sempre. A vida é difícil, mas com bons amigos
como você ela fica melhor.
SEU PEDIDO
O problema da FUVEST admite várias resoluções. Algumas
usando o determinante da matriz dos coeficientes e , em
seguida, escalonamento. ( que praticamente não fizemos
pela pouca aula que tenho). Existem soluções via
geometria que ficam mais simples e bonitas. Para isso,
basta encarar as equações do sistema como equações de
duas retas, mas é um assunto abordado em aulas de
aprofundamento.
Como a solução por determinante aparece com frequência na resolução dos cursinhos ( anglo resolve
também) e que você pode encontrá-las na internet, escolhi uma solução não usual que acredito ser fácil de
entender, pois é muito familiar a você. Vamos lá!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
PRIMEIRO PASSO: Obter um sistema equivalente ( isto é, sistemas com o mesmo conjunto solução
), obtido com a operações elementares:
1) Multiplicar ambos os membros de uma equação por uma constante k0.
2) Substituir uma das equações do sistema pela adição desta com uma outra equação
previamente multiplicada por uma constante.

Estas operações você está acostumada a usar na resolução de sistemas com o nome : “Método da
ADIÇÃO”. Nesta etapa, construiremos uma sequência de sistemas equivalentes, obtendo o sistema
(S), com aparência mais simples para a resolução do problema:

2x + 3y = 5 2𝑥 + 3𝑦 = 5 … . (× 𝑝) ¬⋮ 2x + 3y = 5.
{ ∴{ ∴ (𝐒) {
𝑝𝑥 + 𝑞𝑦 = 2 … × (−2) – 2𝑝𝑥– 2𝑞𝑦 =– 4 … ← (+) ←⋮ 0 + (3p– 2q)y = 5p – 4 .

SEGUNDO PASSO: Responder os itens a,b e c com o sistema (𝐒) equivalente ao sistema dado.
a) Para que ( S )tenha mais do que uma solução, (SPI), é suficiente que os coeficientes da segunda equação de (S) sejam
iguais a zero, isto é, 3p – 2q = 0 e 5p – 4 = 0
4 3 3 4 6
ou seja, 𝑝= e q = p = × = 5.
5 2 2 5

4 6
RESPOSTA: p = 5 e q = .
5

b) Para que ( S ) tenha solução (x,y) com x = 0, devemos ter:


5
2. 𝟎 + 3y = 5. y = 3.
{ ou seja, {
(3p– 2q)y = 5p – 4 . (3p– 2q)y = 5p – 4 .
𝟓
Consequentemente, para a existência de solução para (S), isto é, que (0, 𝟑 ) seja solução de (S),
5
é necessário e suficiente que : (3p – 2q) 3 = 5p – 4 , o que implica :
∀𝑝 ∈ ℝ
(3p – 2q).5 = 3. (5p – 4)  15p – 10 q = 15 p – 12  0.p –10 q = – 12  { 12 6
q= =5
10
𝟏𝟐 𝟔
RESPOSTA: ∀𝒑 ∈ ℝ e 𝒒 = = 𝟓.
𝟏𝟎

c) Para que ( S ) não tenha solução devemos é necessário e suficiente que na segunda equação de S ,tenhamos:

3p– 2q = 0 e 5p – 4  0

4 3
ou equivalentemente, p≠
𝟓
e q = p.
2

4 3
RESPOSTA: p ≠ e q = 2 p.
𝟓

NOTA: Você poderá encontrar respostas com forma diferente , mas elas são equivalentes a que escrevo acima.

Você também pode gostar