Você está na página 1de 5

Faculdade Master de Parauapebas

Disciplina de Bromatologia Análises Bromatológicas


Curso de Graduação em Farmácia

ALINE PASSOS DE SOUZA


BEATRIZ MIRANDA
LENILDA DA CRUZ DOS SANTOS
RUANNA THAYNE
THAIS LIMA DE CARVALHO
8º PERIODO DE FARMÁCIA

PARAUAPEBAS
2021
INTRODUÇÃO

1. Qual foi a sequência lógica de ideias que o(s) autor(es) abordou(aram) nos
parágrafos até chegar ao objetivo do trabalho?

A sequência seguida foi sobre as analises comparativas entre a composição


físico-química de amostras de mel de abelhas africanizadas (Apis mellifera L.) e amostras
de mel de abelhas sem ferrão (Scaptotrigona bipunctata H.).

2. Essa sequência foi coerente com o objetivo do trabalho? Você modificaria


(incluiria ou retiraria) as informações, ou o modo como elas foram apresentadas?

Sim, ela foi coerente ao objetivo do trabalho. Não modificaria nada, pois as
ideias apresentadas nos artigos foram claras e objetivas.

3. Qual foi o objetivo do trabalho?

O objetivo do trabalho é apresentar as características físico-químicas de mel de


abelhas africanizadas (Apis mellifera L.) e amostras de mel de abelhas sem ferrão
(Scaptotrigona bipunctata H.). As características físico-químicas analisadas foram:
hidroximetilfurfural, sólidos insolúveis em água, açúcares redutores, sacarose aparente,
cinzas, acidez livre, umidade, Brix e pH.

MATERIAL E MÉTODOS

1. Onde foi realizado o trabalho?

A seleção do artigo baseou-se em artigo brasileiro que responderam às buscas


avançadas, com o intuito de compreender a qualidade das pesquisas sobre a temática. A
pesquisa foi realizada nas cidades de Mauriti e Limoeiro do Norte-CE no primeiro
semestre de 2007.

Foram analisadas 16 amostras de méis das duas espécies de abelha, onde 8


amostras correspondiam a méis de A. mellifera e 8 amostras correspondiam a méis de S.
bipunctata.
Os méis de abelha sem ferrão foram conduzidos ao Laboratório de Química de
Alimentos da FATEC/ Cariri-CE e os méis de abelha africanizada foram direcionados ao
Laboratório de Bromatologia da FATEC/ Limoeiro do Norte-CE, para análises.

2. Que métodos o(s) autor(es) empregou(aram) para avaliar o objetivo proposto no


trabalho?

Os autores utilizaram métodos naturais, fatores químicos e qualidade físico-


química para obter uma avaliação objetiva.

Os méis de Scaptotrigona bipunctata foram coletados em Mauriti/CE,


diretamente dos potes de alimento presentes no interior das colônias, por meio de
seringas, para que não ocorressem prejuízos às abelhas e aos próprios potes de alimento.
As amostras foram acondicionadas em frascos de vidro esterilizados e mantidas sob
refrigeração para a posterior realização das análises físico-químicas.

Os méis de Apis mellifera utilizados nos ensaios foram coletados em Limoeiro


do Norte/CE, de pontos que comercializam produtos apícolas, como lojas de produtos
naturais, farmácias e supermercados.

Os resultados foram submetidos à análise de variância (ANOVA) e a


comparação de médias foi feita pelo teste de Tukey em nível de 5% de probabilidade.

3. A metodologia está adequadamente descrita? Seria facilmente passível de


repetição por outro(s) autor(es)?

Sim, a metodologia está adequadamente descrita. Sim, pois por mais que as
amostras se diferenciem um pouco um do outro seria facilmente passível de repetição.

4. Na sua opinião, os métodos empregados foram adequados? Você sugeriria alguma


modificação?

Sim, os métodos foram adequados para os tipos de amostra utilizada. Sim, uma
pesquisa de satisfação ao consumidor em ambientes diferentes.
RESULTADOS

1. Quais foram os principais resultados obtidos no trabalho?

Os méis de abelhas africanizada e nativa apresentaram diferença significativa


em alguns parâmetros analisados, destacando-se a umidade, onde os méis de S. bipunctata
revelaram maiores teores que os méis de A. mellifera. Os maiores teores de açúcares
redutores, sólidos insolúveis, acidez e HMF foram encontradas em méis de A. mellifera,
em contrapartida os maiores teores de cinzas e sacarose aparente foram verificados nos
méis de S. bipunctata.

Todas as amostras de méis analisadas apresentaram valores superiores ao


especificado pela legislação vigente, que estabelece 0,10 g de insolúveis/100 g de mel.

2. Quais as principais formas que o(s) autor(es) utilizou(aram) para mostrar os


resultados (Tabelas, gráficos, etc)?

Fizeram a utilização de tabelas.

3. Os resultados expostos responderam satisfatoriamente os objetivos do trabalho?


Sim, todos fizeram a análise físico-química utilizando as amostras tendo um
resultado satisfatório.

4. Você como leitor conseguiu entender claramente as explicações do(s) autor(es)


para os resultados obtidos? A discussão foi concisa?

Sim, o artigo é bem claro e especifico. A discussão trouxe tabela e a comparação


de todos os dados obtidos.

CONCLUSÃO
1. As conclusões foram pertinentes com os resultados e discussão apresentados?

A conclusão estar de acordo com os dados coletados, analisados e expostos na


discussão, assim fazendo com que nos leitores entendesse bem melhor os dados colhidos
e seus resultados. Assim vindo a se concluir que devido algumas diferenças físico-
químicos entre os dois méis ressaltam a necessidade de implementação de uma legislação
específica que trate da qualidade dos méis de abelhas nativas naquela região.

2. Em geral a partir do título infere-se sobre o resultado final do trabalho. Você acha
que o título escolhido está coerente com a conclusão do trabalho?

Sim. O titulo vem nos dizer de forma bem clara sobre uma possível diferença de
resultados em relação aos dois tipos de méis analisados. Na conclusão está bem claro que
foram verificadas diferenças significativas em alguns parâmetros físico-químicos entre
os méis analisados.

Você também pode gostar