Você está na página 1de 34

Quarta-feira, 13 de Março de 2019 III SÉRIE —

­ Número 50

IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P. Studio S – Sociedade Unipessoal, Limitada.


Samuel Prinsloo – Consultoria – Sociedade Unipessoal, Limitada.
AVISO Empresa de Comercialização Agrícola, Limitada.

A matéria a publicar no «Boletim da República» deve ser Empresa de Comercialização Agrícola, Limitada.
remetida em cópia devidamente autenticada, uma por cada Empresa de Comercialização Agrícola, Limitada.
assunto, donde conste, além das indicações necessárias para CBM-Projectos e Serviços.
esse efeito, o averbamento seguinte, assinado e autenticado:
Para publicação no «Boletim da República». Aqua Load Testing Mozambique, Limitada.
ISC Mozambique, Limitada.
Grande Supermercado, Limitada.
SUMÁRIO Socoal Sociedade Por Quotas, Limitada.
Ministério da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos: Kame – Sociedade Unipessoal, Limitada.
Despachos. Xiandlale Agro-Pecuária, Limitada.
Anúncios Judiciais e Outros: Só Soja, Limitada.
Network Solutions Services – Sociedade Unipessoal, Limitada. Cooperativa dos Transportadores Rodoviários de Maputo e Manhiça,
Malelo Express – Sociedade Unipessoal, Limitada. Limitada.
Galaxy Moçambique Investimentos, Limitada.
Telecomputer & Serviços, Limitada.
Filtros de Msele – Sociedade Unipessoal, Limitada. MINISTÉRIO DA JUSTIÇA, ASSUNTOS
Perfume Box – Sociedade Unipessoal, Limitada. CONSTITUCIONAIS E RELIGIOSOS
Hypos, S.A. Direcção Nacional dos Registos e Notariado
Warya Consulting & Services – Sociedade Unipessoal, Limitada.
Leonel Investments, Limitada.
DESPACHO
Elite Hosting Marketing and Events – Sociedade Unipessoal,
Limitada. Nos termos do artigo 362 do Código do Registo Civil, é concedida
M.L.M-Prestação de Serviços de Contabilidade – Sociedade autorização á senhora Adácia Gabriel Machava, a efectuar a mudança
Unipessoal, Limitada. do seu nome para passar a usar o nome completo de Regina Adácia
Gabriel Machava.
Carpitek – Soluções de Carpintaria, Limitada.
Khateta – Sociedade Unipessoal, Limitada. Direcção Nacional dos Registos e Notariado em Maputo,
28 de Fevereiro de 2019. — O Director Nacional, Jaime Bulande Guta.
Serlimpes, Limitada.
Kwe Kwe Graphite, Limitada.
Salão de Cabeleireiro Boutique & Boutique Beauty Lody – Sociedade
Unipessoal.
Serrelharia HL Metalomecânica, Limitada.
Kalemba Trading – Sociedade Unipessoal, Limitada. DESPACHO
Disk Gás – Sociedade Unipessoal, Limitada.
Nos termos do artigo 362 do Código do Registo Civil, é concedida
Lei Investimento, Limitada. autorização à senhora Flora Belle Sarea, a efectuar a mudança do seu
Nkandeni Multiservices – Sociedade Unipessoal, Limitada. nome para passar a usar o nome completo de Ayla Belle Sarea.
CSEI – Consultoria e Serviços de Engenharia Industrial – Sociedade Direcção Nacional dos Registos e Notariado em Maputo,
Unipessoal, Limitada. 28 de Fevereiro de 2019. — O Director Nacional, Jaime Bulande Guta.
1546 III SÉRIE — NÚMERO 50

ANÚNCIOS JUDICIAIS E OUTROS

Network Solutions Services sócio que fica desde já nomeado administrador, para qualquer destino e vice-versa, a comer-
– Sociedade Unipessoal, bastando a sua assinatura, para a validamente cialização de produtos alimentares, importação
Limitada obrigar a sociedade em todos os seus actos e exportação de bens e serviços, poderá ainda
e contratos. exercer outras actividades similares desde que
Certifico, para efeitos de publicação, que para o efeito esteja devidamente autorizado nos
no dia 19 de Janeiro de 2019, foi matriculada ARTIGO SEXTO
termos da legislação em vigor.
na Conservatória do Registo das Entidades (Dissolução)
Legais sob NUEL 10118937, uma entidade ARTIGO QUARTO
denominada, Network Solutions Services A sociedade só dissolve-se com base nos
termos fixados na lei. (Capital social)
– Sociedade Unipessoal, Limitada.
Belgrado Salomão Madede, solteiro, natural Maputo, 4 de Março de 2019. — O Técnico, O capital social, integralmente subscrito e
de Gaza, portador de Bilhete de Identi- Ilegível. realizado em dinheiro, é de dez mil meticais
dade n.º 090101299279F, emitido em correspondente a 100% do capital social
22 de Fevereiro de 2016, pelo Arquivo pertencente à sócia Cabur Celeste Albano
de Identificação Civil de Xai-Xai. Castro.
Pelo presente escrito particular , constitui-
ARTIGO QUINTO
-se uma sociedade industrial e comercial Malelo Express – Sociedade
unipessoal, que irá reger-se pelos artigos Unipessoal, Limitada (Administração e representação)
seguintes:
Certifico, para efeitos de publicação, que no A administração e representação da socie-
ARTIGO PRIMEIRO dade serão exercidas pela sócia Cabur Celeste
dia 28 de Fevereiro de 2019, foi matriculada
Albano Castro.
(Denominação da sede) na Conservatória do Registo das Entidades
Legais sob NUEL 101116794, uma entidade ARTIGO SEXTO
A sociedade adptada a denominação de denominada, Malelo Express – Sociedade
Network Solutions Services, Limitada, tem a Unipessoal, Limitada, entre: (Formas de obrigar a sociedade)
sua sede no bairro de T3 rua do trasformador
Cabur Celeste Albano Castro, solteira, natural Para que a sociedade fique validamente
em frente a Escola Primária de T3.
e residente em Maputo, titular do Bilhete obrigada nos seus actos e contratos, é bastante
A sociedade poderá, mediante da decisão
do sócio , tranferir a sua sede para outro ponto de Identidade n.º 110100368002J, aos a assinatura da sócia Cabur Celeste Albano
do país, bem como as suas surcusais, filiais, 22 de Julho de 2015 pela pela Direcção Castro com plenos poderes para nomear manda-
agências, delegações ou outras formas de de Identificação Civil de Maputo. tário (s) à sociedade.
representação em Moçambique. Constitui uma sociedade comercial por
ARTIGO SÉTIMO
quotas de responsabilidade limitada do tipo
ARTIGO SEGUNDO unipessoal nos termos constantes dos artigos Em tudo quanto fica omisso, regularão as
(Duração) seguintes: disposições do Código Comercial, aprovado
pelo Decreto-Lei n.º 2/2005, de 27 de Dezembro,
A duração da sociedade é por tempo inde- ARTIGO PRIMEIRO e demais legislação aplicável.
terminado, contando-se o seu início apartir da
(Denominação e sede) Maputo, 4 de Março de 2019. — O Técnico,
data do seu registo nas entidades competentes.
Ilegível.
A sociedade é comercial, adoptando o tipo
ARTIGO TERCEIRO unipessoal por quotas e a firma de Malelo
(Objecto) Express – Sociedade Unipessoal, Limitada,
com sede social na Avenida Eduardo Mondlane,
A sociedade tem como objecto a prestação
n.º 2496, cidade da Maputo.
de serviços e instalação manutenção de redes
de fibra óptica, informática e assistência técnica;
serviços de gráfica e serigrafia.
ARTIGO SEGUNDO Galaxy Moçambique
(Duração) Investimentos, Limitada
ARTIGO QUARTO
A sociedade é constituída por tempo indeter- Certifico, para efeitos de publicação, que
(Capital social) minado, contando-se o seu início a partir da data no dia 1 de Março de 2019, foi matriculada
O capital inicial, integralmente subscrito do presente contrato. na Conservatória do Registo das Entidades
e realazado em dinheiro é de 20.000,00MT Legais sob NUEL 101116685, uma enti-
ARTIGO TERCEIRO
pertencente a Belgrado Salomão Madede. dade denominada, Galaxy Moçambique
(Objecto) Investimentos, Limitada, entre:
ARTIGO QUINTO
A sociedade tem por objeto: prestação de Francisco Victor Betrufh Mourana, casado,
(Gerência e representação da sociedade) de nacionalidade moçambicana, titular do
serviços de entrega de encomendas, incluindo
A administração e gerência da sociedade encomendas postais e afins, transporte de Bilhete de Identidade n.º 110100348070Q,
e a sua representação em juízo e fora dele , trabalhadores, transporte de passageiros emitido pela Direcção Nacional de Identi-
activa e passivamente, exercida pelo único incluindo o serviço de transporte de aeroportos ficação Civil em Maputo, aos 8 de Outubro
13 DE MARÇO DE 2019 1547
de 2015, neste acto devidamente represen- ARTIGO SEGUNDO ARTIGO SEXTO
tado por Vânia Michela Guivala Sitoe,
(Sede) (Prestações suplementares)
nos termos da Procuração que junto se
anexa; e Um) A sede da sociedade é na Avenida Por deliberação da assembleia geral, pode
Fuchang Yu, de nacionalidade chinesa, portador Emília Daússe, 957, 3.º andar, flat 7, Maputo, ser exigido aos sócios que efectuem presta-
do Passaporte n.º E77629527, emitido Moçambique. ções suplementares de capital na proporção
pelo MPS Exit & Entry Administration na Dois) O conselho de administração pode, a das respectivas quotas.
República da China, aos 30 de Março de qualquer momento, deliberar transferir a sede
da sociedade para qualquer outro local em ARTIGO SÉTIMO
2016, neste acto devidamente representado
por Vânia Michela Guivala Sitoe, nos termos Moçambique. (Aumento do capital social)
da Procuração que junto se anexa. Três) Por deliberação do conselho de admi-
Um) O capital social da sociedade poderá ser
nistração, a sociedade pode criar e encerrar,
Considerando que: aumentado por recurso a novas entradas ou por
em Moçambique ou no estrangeiro, sucursais,
a) As partes acima identificadas incorporação de reservas disponíveis, mediante
filiais, agências, delegações ou qualquer outro
acordam em constituir e registar deliberação da assembleia geral.
tipo de representação social.
Dois) Em cada aumento de capital social os
uma sociedade sob a forma de
ARTIGO TERCEIRO sócios terão direito de preferência na subscrição
sociedade comercial por quotas de
do novo capital, na proporção das respectivas
responsabilidade limitada deno- (Duração) quotas à data da deliberação do aumento de
minada Galaxy Moçambique
A sociedade durará por tempo indetermi- capital.
Investimentos, Limitada, cuja Três) O presidente da mesa da assembleia
actividade principal é a prestação nado.
geral deve notificar os sócios, no prazo de 30
de negócios na base do comércio ARTIGO QUARTO dias a contar da data da respectiva deliberação,
electrónico (E-Commerce) através para exercerem o seu direito de preferência.
(Objecto social)
da internet, que incluem sites de Os sócios dispõem de um prazo não inferior
business-to-business, vendas à Um) A sociedade tem por objecto prestação a 15 dias após a data de tal notificação para
retalho e pagamentos online; de negócios na base do comércio electrónico exercerem o seu direito.
b) A sociedade é constituída por tempo (E-Commerce) através da internet, que incluem Quatro) Qualquer sócio que não exerça o seu
indeterminado e tem a sua sede sites de business-to-business, vendas à retalho direito de preferência nos termos do disposto
na na Avenida Emília Daússe, e pagamentos online. no número anterior perde a possibilidade
957, 3.º andar, flat 7, Maputo, Dois) Compete ao conselho de adminis- de subscrição.
Moçambique; tração determinar, de entre as actividades
referidas no número anterior, aquelas que a ARTIGO OITAVO
c) O capital social da sociedade, total-
mente subscrito e realizado em sociedade deve efectivamente exercer a cada (Transmissão de quotas)
dinheiro, é de 100.000,00MT (cem momento.
Três) Por deliberação do conselho de admi- Um) A transmissão de quotas entre os sócios
mil meticais), correspondente à é livre.
soma de duas quotas uma quota nistração e dentro dos limites estabelecidos por
Dois) A sociedade e os sócios, na proporção
no valor nominal de 51.000,00MT lei, a sociedade pode participar em consórcios
da respectiva participação, terão direito de
(cinquenta e um mil meticais), ou outras formas de associação, temporárias
preferência na transmissão de quotas a terceiros,
representativa de 51% (cinquenta ou permanentes, e, bem assim, subscrever
o qual deverá ser exercido em conformidade
e um por cento) do capital social ou adquirir participações no capital de outras
com as disposições legais aplicáveis.
sociedades moçambicanas ou estrangeiras,
da sociedade, pertencente ao Três) O Presidente da mesa da assembleia
qualquer que seja o respectivo objecto.
sócio Francisco Victor Betrufh geral deve notificar a sociedade e os sócios, no
Mourana e outra no valor nominal CAPÍTULO II prazo de 5 dias a contar da data da respectiva
de 49.000,00MT (quarenta e nove deliberação, para exercerem o seu direito de
mil meticais), correspondente a Do capital social preferência, dispondo a sociedade de um prazo
49% (quarenta e nove por cento) do não inferior a 45 dias para o efeito após a data
ARTIGO QUINTO
capital social, pertencente ao sócio de tal notificação e os sócios de um prazo não
(Capital social) inferior a 15 dias.
Fuchang Yu.
Quatro) Se a sociedade e os sócios não exer-
As partes decidiram constituir a sociedade O capital social da sociedade, integral-
cerem o seu direito de preferência nos termos do
Galaxy Moçambique Investimentos, Limitada, a mente subscrito e realizado em dinheiro,
disposto no número anterior, as quotas podem
qual se regerá pelos estatutos em anexo e pelas é de 100.000,00MT (cem mil meticais), encon-
ser livremente transmitidas nos termos e nas
disposições legais a cada momento em vigor na trando-se dividido e representado por duas
condições comunicadas.
República de Moçambique. quotas distribuídas da seguinte forma:
a) Uma quota de 51.000,00MT (cin- CAPÍTULO III
CAPÍTULO I quenta e um mil meticais), repre-
Dos órgãos sociais
Da denominação, forma, sede, duração sentativa de 51% do capital social
da sociedade, pertencente ao SECÇÃO I
e objecto social
sócio Francisco Victor Betrufh Da assembleia geral
ARTIGO PRIMEIRO Mourana; e
(Forma e denominação)
b) Uma quota de 49.000,00MT (quarenta ARTIGO NONO
e nove mil meticais), representativa
(Constituição e composição)
A sociedade adopta a forma de sociedade de 49% do capital social da socie-
por quotas e a denominação social de Galaxy dade, pertencente ao sócio Fuchang Um) A assembleia geral é constituída por
Moçambique Investimentos, Limitada. Yu. todos os sócios da sociedade.
1548 III SÉRIE — NÚMERO 50
Dois) A mesa da assembleia geral será d) A nomeação, demissão e remuneração Cinco) O conselho de administração poderá
constituída por um presidente e um secretário. de qualquer administrador; deliberar validamente quando pelo menos o seu
Três) O presidente e o secretário da assem- e) A redução ou aumento do capital da presidente e um dos administradores estejam
bleia geral devem exercer os respectivos cargos sociedade; presentes ou representados.
até renunciarem ou serem substituídos, por f) A aprovação do relatório anual da Seis) As deliberações do conselho de admi-
meio de deliberação da assembleia geral. administração e das contas do exer- nistração serão tomadas por maioria simples
cício anterior; dos votos.
ARTIGO DÉCIMO
g) Quaisquer matérias submetidas pelo ARTIGO DÉCIMO QUINTO
(Convocação e funcionamento) conselho de administração.
(Director-geral)
Um) A assembleia geral reúne-se ordina- Dois) Salvo nos casos previstos na lei, as
riamente pelo menos uma vez por ano, nos deliberações da assembleia geral devem ser Um) O conselho de administração poderá
primeiros três meses depois de findo o exercício aprovadas por maioria dos votos. nomear um director-geral, o qual será respon-
do ano anterior. sável pela gestão ordinária da sociedade. o
Dois) A assembleia geral reúne-se extra- SECÇÃO II director-geral terá os poderes e autoridade que
ordinariamente sempre que devidamente convo- forem determinados pelo conselho de admi-
Conselho de administração
nistração a qualquer momento.
cada pelo presidente da mesa ou a solicitação
Dois) O director-geral poderá auferir hono-
do conselho de administração ou dos sócios que ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
rários ou uma remuneração, conforme for
representem pelo menos 10% do capital social
(Administração da sociedade) deliberado pelo conselho de administração.
da sociedade.
Três) As reuniões da assembleia geral devem Um) A sociedade será gerida e administrada ARTIGO DÉCIMO SEXTO
ser convocadas pelo presidente da mesa ou, por um conselho de administração composto
no caso deste não o fazer, por qualquer admi- (Forma de obrigar)
por 3 membros.
nistrador, mediante carta registada enviada com Dois) Os administradores serão nomeados A sociedade obriga-se:
uma antecedência mínima de 15 dias, a qual por períodos renováveis de 4 anos e devem a) Pela assinatura do director-geral, nos
deverá indicar a data, hora e ordem de trabalhos permanecer no cargo até que renunciem ou termos e no âmbito dos poderes que
da reunião. a assembleia geral, por meio de deliberação, lhe forem conferidos;
Quatro) As reuniões da assembleia geral decida destituí-los. b) Pela assinatura de qualquer admi-
podem ter lugar sem qualquer formalidade Três) Os administradores não serão remu- nistrador, para quaisquer actos,
prévia de convocação, desde que todos os sócios nerados, salvo deliberação em contrário da negócios até ao montante equi-
estejam presentes ou devidamente represen- assembleia geral. valente a USD 30.000,00 (trinta
tados e acordem na realização da reunião para mil dólares norte americanos);
deliberação sobre um determinado assunto. ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO c) Pela assinatura de dois administradores,
Cinco) As reuniões devem realizar-se na para quaisquer actos, negócios
(Poderes do conselho de administração)
sede da sociedade, excepto quando todas os acima do montante equivalente a
sócios acordem num local diferente. O conselho de administração terá os poderes USD 30.000,00 (trinta mil dólares
Seis) A assembleia geral só pode valida- necessários à gestão da sociedade e à realização norte americanos);
mente deliberar se estiverem presentes ou do objecto social, exceptuados aqueles que d) Pela assinatura de um ou mais procu-
representadas todos os sócios. O sócio que estejam reservados por lei ou pelos presentes radores, nos termos dos respectivos
não possa participar numa reunião poderá estatutos à assembleia geral. mandatos.
fazer-se representar por qualquer pessoa, desde
que, para o efeito, envie carta ao presidente CAPÍTULO IV
ARTIGO DÉCIMO QUARTO
da mesa da assembleia geral a identificar o Da aplicação de resultados
(Funcionamento do conselho
seu representante e os poderes que lhe foram e demonstrações contabilísticas
de administração)
conferidos para o efeito.
ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
Sete) As deliberações dos sócios podem Um) O conselho de administração reunirá
ainda ser tomadas com dispensa de reunião sempre que convocado por qualquer admi- (Aplicação de resultados)
quando os sócios aprovarem deliberações nistrador. Um) O ano social coincide com o ano civil.
unânimes por escrito ou deliberações por Dois) As reuniões do conselho de adminis- Dois) O lucro líquido, legal e contratualmente
votos escrito em conformidade com o disposto tração deverão ter lugar na sede da sociedade, distribuível, terá a aplicação que, sob proposta
na lei. excepto quando os administradores acordem do órgão de administração, a assembleia geral
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO num local diferente. determinar.
Três) As reuniões do conselho de adminis-
(Deliberações da assembleia geral) ARTIGO DÉCIMO OITAVO
tração são convocadas pelo seu presidente,
Um) A assembleia geral é competente por meio de carta, correio electrónico ou fax (Demonstrações contabilísticas e relatório
para deliberar sobre as matérias que lhe sejam dirigido aos administradores com 15 dias de anual da gerência)
legalmente atribuídas e aquelas que sejam antecedência. A convocatória deverá indicar
Um) O conselho de administração deve
submetidas à sua apreciação pelo conselho a data, hora, local e ordem de trabalhos da elaborar e submeter à aprovação da assembleia
de administração, designadamente: reunião. geral o relatório de gerência e as demonstrações
a) Fusão, cisão, transformação, dissolução Quatro) As reuniões do conselho de admi- contabilísticas relativas a cada exercício.
ou liquidação da sociedade; nistração podem ser realizadas sem aviso Dois) As demonstrações contabilísticas
b) Qualquer alteração aos estatutos; prévio desde que todos os administradores devem ser submetidas à aprovação da assem-
c) Distribuição de lucros e dividendos estejam presentes ou representados, nos termos bleia geral no prazo de três (3) meses do termo
às sócias; permitidos por lei. de cada exercício.
13 DE MARÇO DE 2019 1549
CAPÍTULO V sede no Bairro Central, na Avenida Eduardo ARTIGO SÉTIMO
Mondlane, n.º 1919, rés-do-chão, na cidade
Das disposições finais (Dissolução)
de Maputo.
ARTIGO DÉCIMO NONO A sociedade só se dissolve nos termos fixa-
ARTIGO SEGUNDO dos pela lei ou por comum acordo dos sócios
(Dissolução e liquidação)
(Duração) quando assim o entenderem.
Um) A sociedade dissolve-se nos casos pre-
vistos na lei ou mediante deliberação aprovada A sua duração será por tempo indetermi- ARTIGO OITAVO
em assembleia geral. nado, contando-se o seu início a partir da data
(Casos omissos)
Dois) A liquidação é efetuada nos termos da da celebração do presente contrato.
lei e das condições aprovadas em assembleia Os casos omissos, serão regulados pela lei
ARIGO TERCEIRO e em demais legislação aplicável na República
geral.
(Objecto social) de Moçambique.
ARTIGO VIGÉSIMO
Maputo, 4 de Março de 2019. — O Técnico,
(Auditoria e informação) Um) A sociedade tem por objecto: Ilegível.
a) Reparação e manutenção de televisão
Um) Os sócios ou os seus representantes
e computadores;
podem examinar e copiar, assistidos ou não por
b) Prestação de services diversos;
um contabilista certificado, os livros de actas,
c) Comércio geral, fornecimentos de bens
os arquivos e as contas da sociedade.
e serviços.
Dois) Os sócios devem notificar a sociedade
com 2 dias de antecedência relativamente ao Dois) A sociedade poderá exercer outras Filtros de Msele – Sociedade
dia em que se realiza a auditoria ou o exame. actividades subsidiárias ou complementares do Unipessoal, Limitada
seu objecto principal, desde que, devidamente
ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO Certifico, para efeitos de publicação, que
autorizadas.
no dia 15 de Abril de 2006, foi matriculada
(Lei aplicável) Três) A sociedade poderá adquirir partici-
na Conservatória do Registo das Entidades
pações financeiras em sociedades a constituir Legais sob NUEL 100012626 uma entidade
Os presentes estatutos regem-se pela lei ou já constituídas ainda que tenha como objecto
moçambicana. denominada, Filtros de Msele – Sociedade
social diferente do da sociedade. Unipessoal, Limitada.
Maputo, 4 de Março 2019. — O Técnico,
ARTIGO QUARTO Único. José António da Silva Santiago
Ilegível.
Voabil, solteiro, maior, natural de Macuse,
(Capital social) de nacionalidade moçambicana, residente
na cidade de Tete, portador do Bilhete
O capital social, integralmente realizado
de Indentidade n.º 050100074831B, emitido
subscrito em dinheiro, é de 10.000,00MT (dez
a 8 de Fervereiro de 2010, pelo Arquivo de
mil meticais), correspondente à soma de duas
Telecomputer & Serviços, quotas dispostas da seguinte maneira:
Identificação Civil de Tete, que se regerá pelas
Limitada seguintes cláusulas:
a) Uma quota no valor de cinco mil
Certifico, para efeitos de publicação, que meticais, pertencente ao sócio ARTIGO PRIMEIRO
no dia 16 de Março de 2018, foi matriculada Wilson Benjamim Manhique, (Denominação e sede)
na Conservatória do Registo das Entidades equivalente a 50% (cinquenta por-
Legais sob NUEL 100971704, uma entidade cento) do capital; e Um) A sociedade adopta a denominação
b) Uma quota no valor de cinco mil de Filtros de Msele – Sociedade Unipessoal,
denominada, Telecomputer & Serviços,
meticais, pertencente ao sócio Limitada, uma sociedade por quotas unipessoal
Limitada, entre:
Manuel dos Santos Soares, de responsabilidade limitada, com sede na
Wilson Benjamin Manhique, solteiro, de Avenida 24 de Julho, n.º 4334/2, Bairro da
equivalente a 50% (cinquenta por-
nacionalidade moçambicana, natural de Malanga-Nlhamankulo, na cidade de Maputo.
cento) do capital social.
Maputo, residente no Bairro Central, Dois) A sociedade poderá por deliberação do
portador do Bilhete de Identidade ARTIGO QUINTO sócio, abrir filiais, agências ou outras formas de
n.º 110100134634B, emitido ao nove de representação social no país ou no estrangeiro,
Setembro de dois mil e quinze, pelo Arquivo (Gerência) transferir a sua sede para qualquer outro local
de Identificação Civil de Maputo; dentro do território nacional de acordo com
A administração gestão da sociedade e a sua
Manuel dos Santos Soares, solteiro, de nacio- a legislação vigente.
representação em juízo ou fora dela, activa e
nalidade moçambicana, natural de Maputo, passivamente, será exercida de forma rotativa ARTIGO SEGUNDO
residente no Bairro Central, portador do pelos sócios por um período a definir em
Bilhete de Identidade n.º 110104088336B, assembleia geral. O sócio Wilson Benjamim (Duração)
emitido ao vinte e sete de Junho de dois mil Manhique, desde já fica nomeada gerente, com A sociedade constitui-se por tempo indeter-
e treze, pelo Arquivo de Identificação Civil dispensa de caução, bastando a sua Assinatura, minado, contando-se o seu início a partir da sua
de Maputo. para obrigar a sociedade e com todos plenos constituição.
Constituem entre si uma sociedade de res- poderes para nomear mandatário/s a sociedade.
ponsabilidade limitada que reger-se-á pelos ARTIGO TERCEIRO
seguintes artigos: ARTIGO SEXTO
(Objecto social)
(Assembleia geral)
ARTIGO PRIMEIRO Um) A sociedade tem por objecto social
A assembleia geral reúne-se ordinariamente o exercício das seguintes actividades:
(Denominação e sede)
uma vez por ano para apreciação e aprovação do a) Venda de peças e acessórios para
A sociedade adapta a denominação de balanço e contas do exercício findo e repartição veículos automóveis, óleo, lubrifi-
Telecomputer & Serviços, Limitada, tem a sua de lucros e perdas. cantes e afins;
1550 III SÉRIE — NÚMERO 50
b) Prestação de serviços de mecânica ARTIGO OITAVO c) Emitir parecer sobre o balanço do
geral; relatório anual de prestação de
(Administração, representação, contas;
c) Exportação e importação de diverso
competência e vinculação) d) Cumprir com as demais obrigações
material para veículos automóveis;
d) A sociedade tem ainda por objecto constantes da lei e dos estatutos que
Um) A sociedade será administrada e repre-
regem a sociedade.
a prestação de quaisquer serviços sentada pelo seu único socio José António
conexos com o seu objecto principal da Silva Santiago Voabil, que fica desde já ARTIGO DÉCIMO
ou que lhe convenha. nomeado Administrador com dispensa de (Direitos e obrigações)
Dois) A sociedade poderá por deliberação caução, competindo ao administrador exercer os
do sócio, exercer outras actividades industriais mais amplos poderes, representando a sociedade Constituem direitos do sócio:
ou comerciais conexas ao seu objecto principal, em juízo e fora dele, activa ou passivamente, a) Quinhoar nos lucros;
ou, ainda associar-se ou participar no capital na ordem jurídica interna ou internacional, e b) Informar-se sobre a vida da sociedade.
social de outras sociedades, desde que para tal São obrigações do sócio:
praticando todos os atos tendentes a realização
obtenha a necessária autorização para o efeito. a) Participar em todas as actividades em
do seu objecto social. que a sociedade esteja envolvida
Dois) Ao administrador poderá fazer-se sempre que seja necessário;
ARTIGO QUARTO
representar no exercício da sua função podendo b) Contribuir para a realização dos fins
(Capital social) para tal constituir procuradores da sociedade e progressos da sociedade;
delegando nele todo ou em parte os seus poderes c) Definir e valorizar o património da
Um) O capital socia, integralmente subscrito
para a prática de determinados actos e negócios sociedade.
é realizado em dinheiro, é de 20.000,00MT
(vinte mil meticais) e corresponde a uma única jurídicos. ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
quota, equivalente a 100% (cem por cento) do Três) A sociedade fica obrigada nos seus actos
(Balanço e prestação de contas)
capital social e pertencente ao único sócio José e contratos pela assinatura do administrador, ou
António da Silva Santiago Voabil. pela assinatura da pessoa ou pessoas a quem O exercício social coincide com o ano civil
Dois) O capital social poderá ser aumentado serão delegados poderes para o efeito. e o balanço será apresentado e as contas serão
uma ou mais vezes mediante subscrição de Quatro) Em caso algum a sociedade poderá encerradas com referência até 31 de Dezembro
novas entradas pelo sócio, em dinheiro ou em de cada ano, e serão submetidos a apreciação
ser obrigada em actos ou documentos que
do sócio.
outros valores, por incorporação de reservas ou não digam respeito ao seu objecto social,
por conversão de créditos que ao sócio tenha designadamente em letras de favor, fianças e ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
sobre a sociedade, bem como pela subscrição abonações. (Resultado e sua aplicação)
de novas quotas por terceiros. Cinco) Compete ao administrador:
Um) Dos lucros que o balanço registar,
ARTIGO QUINTO a) Propor a criação de representações líquidos de todas as despesas e encargos deduzir-
da empresa; -se-á a percentagem legalmente requerida
(Suprimentos)
b) Admitir e contratar o pessoal necessário para constituição da reserva legal enquanto
Não são exigíveis prestações suplementares para o bom funcionamento dos esta não estiver realizada ou sempre que seja
de capital, mas ao socio poderá fazer suprimentos serviços e actividades promovidas; necessário reintegrá-la.
de que a sociedade carecer de acordo com as Dois) Deduzidos da parte destinada a
c) Administrar os meios financeiros e
condições que por ele forem estipuladas. reserva legal estabelecida e outras reservas
humanos da empresa;
que a sociedade cabem, o resto dos lucros
d) Elaborar e submeter a aprovação serão distribuídos para o sócio na proporção
ARTIGO SEXTO
do sócio o relatório de contas da da sua quota.
(Divisão e cessão de quota) sua gerência bem como o plano
orçamental para o ano seguinte; ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
Um) A divisão e cessão total de quota
dentro da sociedade é livre, não carecendo de e) Apreciar, aprovar, corrigir e rejeitar (Morte ou incapacidade)
consentimento da sociedade ou do sócio. o balanço e contas do exercício; Em caso da morte, inabilitação ou interdição
Dois) A cessão de quota à favor de terceiros f) Alterar os estatutos; do sócio a sua parte social continuará com
depende do consentimento da sociedade g) Deliberar a fusão, cisão, transformação os seus herdeiros ou representantes legais,
mediante deliberação do sócio, reservando -se e dissolução da sociedade. nomeando de entre eles um representante
o direito de preferência a sociedade em primeiro comum enquanto a quota permanecer indivisa.
Seis) Para obrigar validamente a sociedade
lugar e ao sócio em segundo lugar, sendo o valor é bastante a assinatura do seu único sócio, em ARTIGO DÉCIMO QUARTO
da mesma apurado em auditoria processada todos os seus actos, documentos e contratos.
para o efeito. (Dissolução e liquidação)
ARTIGO NONO Um) A sociedade dissolve-se nos seguintes
ARTIGO SÉTIMO
casos:
(Fiscalização)
(Amortização de quota) a) Por deliberação do sócio ou seus
A fiscalização da sociedade será exercida representantes;
A sociedade, mediante prévia deliberação b) Nos demais casos previstos na lei
por um auditor de contas ou por uma sociedade
do sócio, fica reservado o direito de amortizar vigente.
de auditoria de contas, a quem compete:
a quota do sócio no prazo de noventa dias a Dois) Declarada a dissolução da sociedade
contar da data de conhecimento dos seguintes a) Examinar a escritura contabilística proceder-se-á a sua liquidação gozando o
factos: se a quota for penhorada, empenhada, sempre que julgue conveniente e liquidatário dos mais amplos poderes para o
arrestada, apreendida ou sujeita a qualquer acto se necessário solicitar auditorias; efeito.
judicial ou administrativo que possa obrigar a b) Controlar a utilização e conservação Três) Dissolvendo-se a sociedade por delibe-
sua transferência para terceiros. do património da sociedade; ração do sócio será ele o liquidatário.
13 DE MARÇO DE 2019 1551
ARTIGO DÉCIMO QUINTO ARTIGO QUINTO d) Comercialização, representação e
certificação de produtos e equipa-
(Disposições finais) Disposição transitória
mentos das áreas de exploração,
Em tudo o que estiver omisso nos presentes O gerente fica, desde já, autorizado a efectuar processamento, transporte, comer-
estatutos aplicar-se-ão as disposições legais levantamentos, depósitos e pagamentos na cialização e distribuição de hidro-
vigentes na República de Moçambique. conta onde se encontra depositado o capital carbonetos;
E não havendo outro assunto a tratar, foi dada social da sociedade ora constituída para fazer e) Formação profissional e certificação
por encerrada a presente sessão, dela se lavrando face às despesas de constituição, instalação e de técnicos das áreas de explo-
a presente acta, que depois de lida e aprovada, operacionalidade da sociedade. ração, processamento, transporte,
foi assinada pelo seu único sócio. Maputo, 4 de Março de 2019. — O Técnico, comercialização e distribuição
Ilegível. de hidrocarbonetos;
Maputo, 4 de Março de 2019. — O Técnico, f) Elaboração e avaliação económica de
Ilegível. projectos das áreas de exploração,
processamento, transporte, comer-
cialização e distribuição de hidro-
Hypos, S.A. carbonetos;
g) Representação de marcas e patentes;
Perfume Box – Sociedade Certifico, para efeitos de publicação, que
h) Administração e gestão de partici-
Unipessoal, Limitada no dia 4 de Março de 2019, foi matriculada
pações no capital social de outras
na Conservatória do Registo das Entidades
sociedades;
Certifico, para efeitos de publicação, que Legais sob NUEL 101117111, uma entidade
i) Importação de produtos, incluindo
no dia 4 de Março de 2019, foi matriculada denominada, Hypos, S.A.
equipamentos e materiais neces-
na Conservatória do Registo das Entidades sários para as actividades de explo-
CAPÍTULO I
Legais sob NUEL 101080021, uma entidade ração, processamento, transporte,
denominada, Perfume Box – Sociedade Da denominação, duração, sede comercialização e distribuição
Unipessoal, Limitada. e objecto de hidrocarbonetos;
j) Publicação de boletins e revistas
Nuno Alexandre Vaz da Conceição Fonseca, ARTIGO PRIMEIRO
científicas e publicitárias das áreas
solteiro, natural e residente em Maputo, Denominação e sede de exploração, processamento,
portadora do Bilhete de Identidade transporte, comercialização e distri-
n.º 110102263324B, emitido aos 28 de Um) A sociedade adopta a denominação
buição de hidrocarbonetos;
Hypos, S.A.. e constitui-se sob a forma de
Outubro de 2018 em Maputo, que pelo k) A sociedade, poderá ainda, observando
sociedade anónima.
presente escrito particular, constitui uma o respectivo regime geral, exercer
Dois) A sociedade tem a sua sede na cidade
sociedade unipessoal que irá reger-se pelos qualquer outra actividade comercial,
da Maputo, bairro Central, Rua do Bagamoyo,
seguintes artigos: industrial ou financeira relacionada
n.º190, 1.º andar, porta 1 e 2, na República
directa ou indirectamente, no todo
de Moçambique, podendo abrir sucursais,
ARTIGO PRIMEIRO ou em parte, com a sua actividade,
delegações, agências ou qualquer outra forma
bem como deter participações
A sociedade adopta a denominação de de representação social, no território nacional sociais em outras sociedades inde-
ou no estrangeiro. pendentemente do seu objecto
Perfume Box – Sociedade Unipessoal, Limitada,
Três) Mediante simples deliberação, pode social, ou filiar-se a qualquer
tem a sua sede na Avenida da Marginal, n.º 34, direcção em coordenação com os accionistas
Gloria Mall. associação ou organização, nacio-
transferir a sede para qualquer outro local nal ou internacional, com vista a
A sociedade poderá deslocar livremente a sua no território nacional. prossecução do seu objecto social.
sede social na mesma cidade ou noutras cidades,
e bem assim criar sucursais, agências, filiais, ARTIGO SEGUNDO CAPÍTULO II
delegações ou outras formas de representação Duração Do capital social
em Moçambique ou no estrangeiro.
A duração da sociedade é por tempo inde- ARTIGO QUARTO
ARTIGO SEGUNDO terminado.
Capital social
O objecto da sociedade consiste na venda ARTIGO TERCEIRO Um) O capital social, integralmente subscrito
de cosméticos. Objecto e realizado em dinheiro, é de cem mil meticais.
A sociedade poderá participar noutras Dois) O capital social está dividido em mil
sociedades existentes ou a constituir, nacionais A sociedade tem por objecto principal o acções com o valor nominal de cem meticais
exercício de actividades nas seguintes áreas: cada uma acção.
ou estrangeiras, ainda que com objecto diferente
do referido no número anterior. a) Prestação de serviços de acessoria Três) A Assembleia Geral poderá decidir
técnica na área de exploração, sobre o aumento do capital social, definindo
ARTIGO TERCEIRO processamento, transporte, comer- as modalidades, termos e condições da sua
cialização e distribuição de hidro- realização.
O capital social, integralmente realizado é de carbonetos; Quatro) Em todos os aumentos do capital,
(30.000,00MT) trinta mil meticais, encontrando- b) Serviços de auditoria e consultoria os accionistas têm direito de preferência na
se subscrito totalmente em dinheiro. para as áreas de exploração, pro- subscrição das novas acções, na proporção das
cessamento, transporte, comer- acções que, então, possuírem.
ARTIGO QUARTO cialização e distribuição de hidro- Cinco) O Conselho de Administração fica
carbonetos; desde já autorizado a elevar o capital social
A gerência e a representação da sociedade c) Promoção e captação de investimento por uma única vez cujo limite será indicado em
pertencem ao sócio único Nuno Alexandre para a realização de empreendi- reunião de Assembleia Geral.
Vaz da Conceição Fonseca, ficando desde já mentos exploração, processamento, Seis) São accionistas fundadores aqueles que
nomeado gerente, com ou sem remuneração transporte, comercialização e distri- outorgarem a escritura pública de constituição
conforme ele decidir. buição de hidrocarbonetos; da sociedade, aos quais estão reservados direitos
1552 III SÉRIE — NÚMERO 50
especiais, beneficiando de direitos especiais ARTIGO OITAVO ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
em relação aos aumentos de capital e de direito
Acções preferenciais Natureza e direito ao voto
de preferência na subscrição e na aquisição
de acções de outros accionistas. A sociedade poderá emitir acções prefe- Um) A Assembleia Geral, regularmente
renciais com ou sem direito a voto e remíveis, constituída, representa a universalidade
ARTIGO QUINTO desde que aprovado pela Assembleia Geral, dos accionistas, sendo as suas deliberações
Acções nos termos legalmente fixados. vinculativas para todos eles e para os órgãos
Um) As acções serão nominativas, podendo sociais, quando tomadas nos termos da lei e
ARTIGO NONO
os respectivos títulos representar mais de uma dos estatutos.
acção. Obrigações Dois) A cada uma acção corresponde um
Dois) Os títulos provisórios ou definitivos voto.
Um) A sociedade poderá emitir obrigações
serão assinados por dois administradores ou quaisquer outros títulos de crédito, nos Três) Os membros do Conselho de Admi-
executivos, podendo as assinaturas ser postas termos das disposições legais aplicáveis e nas nistração e do Conselho Fiscal deverão
por chancela ou meios tipográficos de emissão. estar fisicamente presentes nas reuniões da
condições fixadas pela Assembleia Geral.
Três) As despesas de substituição de títulos Assembleia Geral e participar nos seus trabalhos
Dois) Os títulos representativos das obriga-
serão por conta dos accionistas que solicitaram quando solicitados para se pronunciarem nessa
ções emitidas, provisórios ou definitivos,
a substituição. qualidade, não tendo, porém, direito a voto.
deverão conter a assinatura de pelo menos dois
Quatro) A sociedade poderá emitir acções ao
dos administradores executivos da sociedade, as
portador, se assim deliberado pela Assembleia ARTIGO DÉCIMO QUARTO
quais podem ser apostas por chancela.
Geral, aplicando-se as regras legais para tal
definidas. Três) Por deliberação da Assembleia Reuniões da assembleia geral
Geral poderá a sociedade, dentro dos limites
ARTIGO SEXTO legais, adquirir obrigações próprias e realizar Um) As reuniões da Assembleia Geral são
sobre elas as operações convenientes aos ordinárias e extraordinárias e serão realizadas
Acções próprias
interesses sociais, nomeadamente proceder nos termos e com a periodicidade prevista na lei
Mediante deliberação da Assembleia Geral, à sua conversão ou amortização. e de acordo com os presentes estatutos.
e nas condições por esta fixadas, a sociedade Dois) Haverá reuniões extraordinárias da
poderá, se a situação económica e financeira ARTIGO DÉCIMO Assembleia Geral por iniciativa do Presidente
o permitir, adquirir, nos termos da lei, acções da Mesa da Assembleia Geral, a pedido do
Prestações suplementares e suprimentos
próprias desde que inteiramente liberadas e Conselho de Administração ou do Conselho
realizar sobre elas, no interesse da sociedade, Não serão exigíveis prestações suplemen- Fiscal ou elemento Fiscal Único, ou quando
quaisquer operações permitidas por lei. tares de capital, podendo os accionistas, porém, a convocação seja requerida por accionistas
conceder à sociedade os suprimentos de que que representem, pelo menos, dez por cento do
ARTIGO SÉTIMO
necessite, nos termos e condições fixados por capital social.
Transmissão de acções deliberação da Assembleia Geral. Três) A Assembleia Geral reúne-se ordina-
Entendem-se por suprimentos o dinheiro ou
Um) O accionista que pretenda alienar as riamente na sede social ou em qualquer outro
outra coisa fungível que os accionistas possam
suas acções, deve comunicar a sociedade e lugar a ser definido pelo presidente, uma
aos outros accionistas, com o mínimo de trinta emprestar à sociedade.
vez por ano, para a apreciação e aprovação
dias de antecedência, através de carta registada do balanço anual de contas eade exercício,
CAPÍTULO III
ou outro meio de comunicação que deixe e extraordinariamente quando convocada
prova escrita, dando a conhecer o projecto de Dos órgãos sociais, administração pelo Conselho de Administração sempre
venda e as respectivas condições contratuais, e representação da sociedade que necessário para deliberar sobre qualquer
nomeadamente, o preço e a forma e prazo de
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO material para a qual tenha sido convocada.
pagamentos.
Quatro) A Assembleia Geral pode reunir-se
Dois) Gozam do direito de preferência na Órgãos sociais
aquisição das acções a serem transmitidas, sem observância de quaisquer formalidades
os accionistas fundadores, os restantes accio- Os órgãos sociais são a Assembleia Geral, o prévias desde que todos os accionistas estejam
nistas e a sociedade, por esta ordem. A prefe- Conselho de Administração e o Conselho Fiscal presentes ou representados e todos expressem
rência deverá ser exercida pelos accionistas ou element Fiscal Único. a vontade de constituição da assembleia e de
fundadadores, seguido dos restantes accionistas que esta delibere sobre determinado assunto,
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
através do rateio com base no número de acções considerando-se válidas, nessas condições, as
de cada preferente, podendo os interessados Eleição e mandato deliberações tomadas, ainda que realizadas fora
agruparem-se entre si para o efeito. da sede social em qualquer ocasião e qualquer
Três) No caso de nem os accionistas funda- Um) Os membros dos órgãos sociais são
que seja o seu objecto.
dores, nem os restantes accionistas, nem a eleitos por Assembleia Geral com observância
Cinco) Exceptuam-se as deliberações
sociedade pretenderem usar o mencionado do disposto na lei e nos presentes estatutos.
Dois) Os membros dos órgãos sociais exer- que importem modificações dos estatutos e
direito de preferência, então o accionista que
cem as suas funções por períodos renováveis de dissolução da sociedade.
desejar vender a sua acção, poderá fazê-lo
quatro anos e serão nomeados por uma maioria Seis) As reuniões da Assembleia Geral
livremente.
de oitenta e cinco por cento dos votos presentes. devem ser convocadas por meio de aviso
Quatro) É nula qualquer transmissão de
acções que não observe o preceituado no Três) Os membros dos órgãos sociais, embora convocatório publicado com pelo menos trinta
presente artigo. designados por prazo certo e determinado, dias de antecedência relativamente à data em
Cinco) Caso sejam emitidas obrigações pela manter-se-ão em exercício, mesmo depois de que a mesma se realizará.
sociedade, a transmissão das acções deverá terminado o mandato para o qual foram eleitos, Sete) Caso todas as acções da sociedade
ocorrer simultaneamente com a transmissão até à nova eleição e tomada de posse, salvo os sejam nominativas, a convocatória poderá ser
das obrigações subscritas pelo accionista. casos de substituição, renúncia ou destituição. efectuada por expedição de cartas registadas
13 DE MARÇO DE 2019 1553
com aviso de recepção ou outro meio de ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO assim como praticar todos os actos tendentes
comunicação que deixe prova escrita, dirigidas à realização do objecto social que a lei e os
Reuniões do Conselho de Administração
aos accionistas com a antecedência mínima de estatutos não reservem à Assembleia Geral
quinze dias, dando-se a conhecer a ordem de Um) O Conselho de Administração reúne porém, competindo-lhe especialmente:
trabalhos e a informação necessária à tomada sempre que necessário para os interesses da a) Orientar superiormente a actividade
de deliberação, quando seja esse o caso. sociedade e, pelo menos, trimestralmente, da sociedade;
Oito) Por acordo expresso dos sócios, podem sendo convocado pelo seu presidente, por b) Aprovar os planos de desenvolvimento
ser dispensados os prazos previstos nos números sua iniciativa ou por solicitação de dois
anteriores. e financiamento, os programas
administradores ou do presidente do Conselho anuais de trabalho e os respectivos
ARTIGO DÉCIMO QUINTO Fiscal ou Fiscal Único. orçamentos, assim como as modi-
Dois) É admitida qualquer forma de ficações que nele seja necessário
Representação em Assembleia Geral convocação das reuniões do Conselho de introduzir, por força da evolução
Um) Qualquer dos accionistas poderá fazer- Administração, pelo respectivo Presidente dos negócios sociais;
-se representar na Assembleia Geral por outro ou quem o substitua, incluindo a convocação c) Constituir ou concorrer para a evolu-
accionista ou por administrador da sociedade, verbal. ção da qualquer sociedade, nacio-
mediante simples carta dirigida ao Conselho Três) As reuniões do Conselho de Admi- nal ou estrangeira, participar no
de Administração e por este recebida até às nistração tem lugar na sede da sociedade, capital social de outras sociedades
dezassete horas do último dia útil anterior à podendo, se o presidente assim decidir, realizar- constituídas ou a constituir, subs-
data da sessão. se em qualquer outro local, por conferência crever, comprar e vender acções,
Dois) O sócio que for pessoa colectiva telefónica, vídeo conferência ou qualquer outro obrigações e participações, obri-
far-se-á representar na Assembleia Geral meio que permita aos presentes se comunicarem. gações e, sempre que o julgue
pela pessoa física para esse efeito designada, Considera-se o local da reunião onde estiver a
mediante comunicação escrita dirigida pela conveniente aos interesses da
maioria dos membros, ou quando tal maioria sociedade, entrar em quaisquer
forma e com a antecedência indicadas no não se verifique, o local onde se encontre o
número anterior. participações e sindicatos;
presidente do Conselho de Administração. d) Deliberar sobre a aquisição, alienação,
Três) Os accionistas, pessoas singulars
Quatro) As deliberações são tomadas por obrigação ou oneração de bens
ou colectivas, podem também fazer-se ainda
maioria simples dos votos dos administradores imóveis, de direitos de concessão,
representar nas reuniões da Assembleia Geral
presentes ou representados. ou outros de natureza semelhante;
por mandatário que seja advogado, constituído
por procuração por escrito outorgada com o Cinco) Os administradores podem fazer-se e) Escolher, de entre os accionistas da
prazo máximo de doze meses e com indicação representar nas reuniões por outro administrador, sociedade, quem deve preencher
dos poderes conferidos. mediante carta dirigida ao presidente para cada até e a primeira reunião da Assem-
reunião. bleia Geral que posteriormente se
ARTIGO DÉCIMO SEXTO Seis) O presidente do Conselho de Adminis- realizar, as vagas que concorrem
Votação
tração tem voto de qualidade. entre os administradores eleitos;
Sete) Os administradores poderão ser ou f) Contrair empréstimos, pactuar com
Um) A Assembleia Geral considera-se regu- não accionistas, nesse caso devem ser pessoas devedores e credores, em juízo e
larmente constituída para deliberar quando, singulares com capacidade jurídica plena.
estejam presentes ou devidamente representados fora dele, desisitir de quaisquer
cinquenta e cinco por cento por cento do capital pleitos, transigir, confessar e assinar
ARTIGO DÉCIMO OITAVO
social, salvo os casos em que a lei exija quórum compromissos árbitros;
maior. Administração e representação g) Assinar, aceitar, sacar, endossar e
Dois) Sem prejuízo do número três seguinte, Um) A administração e representação da receber letras, cheques e livranças
as deliberações da Assembleia Geral serão sociedade são exercidas por um Conselho de e todos os títulos mercantis;
tomadas por maioria simples dos votos presentes Administração composto por três pessoas a h) Prestar caução e aval nos termos
ou representados. serem eleitos pela Assembleia Geral. definidos pela Assembleia Geral sob
Três) As deliberações da Assembleia Geral parecer do órgão de fiscalização;
Dois) Os administradores são eleitos pelo
que importem a modificação dos estatutos ou i) Deliberar sobre a colocação de
período de quatro anos renováveis, salvo
a dissolução da sociedade, serão tomadas por fundos disponíveis e o emprego
deliberação em contrário da Assembleia
maioria qualificada de oitenta e cinco por cento de capitais que constituam o fundo
Geral, podendo ser eleitas pessoas estranhas
dos votos do capital social. de reserva, bem como os fundos
Quatro) Os accionistas podem votar com à sociedade, sendo dispensada a prestação de
qualquer caução para o exercício do cargo. de previdência e amortização, sem
procuração dos outros accionistas ausentes, prejuízo das obrigações contratuais
mas, em relação a deliberações que impliquem Três) Os membros do Conselho de Admi-
nistração poderão ou não receber uma assumidas, das disposições da lei e
a alteração dos estatutos ou a dissolução da
remuneração, conforme for deliberado pela dos estatutos;
sociedade, a procuração que não contenha
Assembleia Geral, a qual cabe também a fixação j) Organizar as contas que devem ser
poderes especiais para o efeito não sera válida.
Cinco) Quando a Assembleia Geral não da remuneração, quando aplicável. submetidas a Assembleia Geral
possa realizar-se por insuficiente quórum, os e apresentar ao Conselho Fiscal
accionistas ficam imediatamente convocados ARTIGO DÉCIMO NONO osocumentos a que legalmente
para uma nova reunião, que se efectuará dentro esteja obrigado;
Competências
de trinta dias, mas não antes de quinze dias, k) Designar os representantes das socie-
considerando-se como válidas as deliberações Compete ao Conselho de Administração dades na empresa participadas;
tomadas nesta segunda reunião, qualquer que exercer os mais amplos poderes para dirigir l) Exercer todas as demais que lhe
seja o número de accionistas presentes e o as actividades da sociedade e representá-la sejam atribuídas por lei ou pela
quantitativo do capital representado. em juízo e fora dele, activa e passivamente, Assembleia Geral;
1554 III SÉRIE — NÚMERO 50
m) Elaborar e submeter a Assembleia Dois) Cabe ao Conselho De Administração CAPÍTULO VI
Geral o relatório e contas e a pro- propor à Assembleia Geral a designação dos Das disposições finais
posta de distribuição de resultados; membros do Conselho Fiscal que, sendo órgão
n) O Conselho de Administração poderá ARTIGO VIGÉSIMO QUINTO
colectivo, será composto por três membros,
criar uma comissão técnica para ou Fiscal Único, negociando previamente os Disposições finais
assessoria de questões específicas, termos e as condições dos respectivos contratos.
sempre e quando se revelar neces- As omissões aos presentes estatutos serão
Três) O órgão de fiscalização terá as compe- reguladas e resolvidas de acordo com o
sário;
tências previstas na lei. Código Comercial, aprovado pelo Decreto-Lei
o) É ainda da competência e respon-
n.º 2/2005, de 27 de Dezembro, e demais
sabilidade do Conselho de Admi- CAPÍTULO IV legislação aplicável.
nistração estabelecer as condições
Do exercício e aplicação de resultados Está conforme.
contratuais dos trabalhadores;
p) O Conselho de Administração poderá Maputo, 4 de Março 2019. — O Técnico,
ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO Ilegível.
delegar a dois dos seus membros
ou a dois administradores, a gestão Balanço e prestação de contas
diária da sociedade, a ser designado
Um) O exercício social coincide com o ano
pelo Conselho de Administração,
civil.
que também determinará as suas
Dois) O balanço e a conta de resultados
funções e fixará as respectivas
fecham a 31 de Dezembro de cada ano e
Warya Consulting & Services
competências e a quem deverá – Sociedade Unipessoal,
prestar contas; carecem de aprovação da Assembleia Geral, Limitada
q) As deliberações do conselho de a realizar-se até ao dia 31 de Março do ano
administração só serão válidas se seguinte. Certifico, para efeitos de publicação, que
estiverem em conformidade com o Três) O Conselho de Administração apre- no dia 1 de Março de 2019, foi matriculada
na Conservatória do Registo das Entidades
estabelecido nos presentes estatutos sentará à aprovação da Assembleia Geral
Legais sob NUEL 101116719, uma entidade
e nas deliberações da Assembleia o balanço de contas de ganhos e perdas, denominada, Warya Consulting & Services
Geral; acompanhados de um relatório da situação – Sociedade Unipessoal, Limitada.
r) O Conselho de Administração ou a comercial, financeira e económica da socie- É celebrado o presente contrato de sociedade
qualquer dos seus membros está dade, bem como a proposta quanto à repartição comercial por quotas, conforme o artigo 91
vedado, em nome da sociedade, do Código Comercial, com sócio único:
de lucros e perdas.
empenhar, hipotecar, doar, alienar,
Afonso Nairo Moniques, maior, solteiro,
dar de garantia ou sob qualquer ARTIGO VIGÉSIMO TERCEIRO de nacionalidade moçambicano, natural
forma onerar o património da de Chíure-Cabo Delgado, portador do
sociedade; Resultados
Bilhete de Identidade n.º 110102502822F,
s) Para que os actos praticados pelo do Um) Dos lucros apurados em cada exercício emitido pelo Arquivo de Identificação Civil
Conselho de Administração sejam deduzir-se-á a percentagem legal estabelecida da Cidade de Maputo, aos 12 de Julho
válidos, requerem duas assinaturas de 2017, regido com as seguintes cláusulas:
para a constituição do fundo de reserva legal,
dos seus membros.
enquanto não se encontrar realizada nos termos ARTIGO PRIMEIRO
ARTIGO VIGÉSIMO da lei, ou sempre que for necessário reintegrá-la.
(Denominação, sede e duração)
Dois) A parte restante dos lucros será apli-
Forma de obrigar a sociedade A sociedade adopta a denominação de Warya
cada nos termos que forem aprovados pela
A sociedade obriga-se: Assembleia Geral. Consulting & Services-Sociedade Unipessoal,
Limitada, com sede social em Maputo, Av. Karl
a) Pela assinatura conjunta de dois Marx, n.º 2061, Prédio Hafegee, 2.º Andar, 1.º
administradores executivos; ou CAPÍTULO V
Bairro Fiscal- Cidade de Maputo, podendo abrir
b) Pela assinatura do mandatário a Da dissolução e liquidação delegações ou representações em todo território
quem dois administradores tenham da sociedade nacional ou no estrangeiro, cuja duração é por
confiado poderes necessários e tempo indeterminado.
bastantes por meio de procuração; ARTIGO VIGÉSIMO QUARTO
c) Nos actos e documentos de mero expe- ARTIGO SEGUNDO
Dissolução e liquidação da sociedade
diente é suficiente a assinatura de (Duração)
qualquer um dos administradores, Um) A sociedade dissolve-se nos casos
A duração da sociedade é por tempo inde-
ou do mandatário da sociedade com expressamente previstos na lei ou por delibe- terminado, contando-se o seu começo a partir
poderes bastantes para o acto. ração unânime dos seus sócios. da data de constituição.
Dois) Declarada a dissolução da sociedade,
ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO ARTIGO TERCEIRO
proceder-se-á à sua liquidação gozando os
Órgão de fiscalização liquidatários, nomeados pela Assembleia Geral, (Objecto)
Um) A fiscalização da sociedade sera exer- dos mais amplos poderes para o efeito.
A sociedade tem por objecto principal
cida por um Conselho Fiscal ou Fiscal Único, Três) Em caso de dissolução por acordo dos a prestação dos seguintes serviços:
ou por uma sociedade de auditores de contas, sócios, todos eles serão os seus liquidatários e a) Acessória jurídica, financeira e repre-
que exercerá o seu mandato de quarto anos, a partilha dos bens sociais e valores apurados sentação;
sem prejuízo da reeleição por igual período proceder-se-á conforme deliberação da As- b) Constituição e modificação de socie-
consecutivo. sembleia Geral. dades;
13 DE MARÇO DE 2019 1555
c) Consultoria de gestão e para negócios; ARTIGO OITAVO É celebrado nos termos do artigo 90
d) Treinamento do pessoal e coating; do Código Comercial, o presente contrato
(Resultados e sua aplicação)
e) Negociação, mediação e gestão de de constituição de sociedade por quota de
conflitos laborais; Um) Dos lucros apurados em cada exercício responsabilidade limitada entre:
f) Gestão de massa falida e negociação deduzir-se-ão em primeiro lugar a percen-
tagem indicada para constituir a reserva legal, Leonel Edson Samuel Langa, solteiro, natural de
de créditos;
enquanto não estiver realizada nos termos da Maputo, nascido aos 16 de Agosto de 1991,
g) Publicidade e marketing; lei ou sempre que for necessário reintegrá-la. filho de Samuel Paulino Langa e de Rabeca
h) Gestão imobiliária e turismo; Dois) A parte restante dos lucros serão apli- Guilaze Mangenge, portador do Bilhete de
i) Realização de inquéritos sociais; cados nos termos que forem aprovados pela
j) Capacitação em legislação nacional assembleia geral. Identidade n.º 110100458026Q, emitido em
diversa e especificada; Maputo pelo Arquivo de Identificação Civil
ARTIGO NONO de Maputo aos 30 de Dezembro de 2015,
k) Prestação de serviços de limpeza e
recrutamento de pessoal; (Assembleia geral) residente no Bairro de Malhazine, Q. 15,
l) Serviços de recursos humanos; casa n.º 125;
A assembleia geral reúne-se ordinariamente,
m) E exercício de mais actividades que uma vez em cada ano, para a apreciação, Rosaly Ilundi Samuel Langa, solteira, natural
não se mostrem contrarias a lei bem aprovação ou modificação do balanço e contas de Maputo, nascida a 4 de Junho de 1996,
como ao escopo desta sociedade. do exercício e, extraordinariamente, sempre que filha de Samuel Paulino Langa e de Rabeca
for necessário para deliberar sobre quaisquer Guilaze Mangenge, portadora do Bilhete
ARTIGO QUARTO outros assuntos para que tenha sido convocada. de Identidade n.º 110100443140J, emitido
(Capital social) ARTIGO DÉCIMO em Maputo pelo Arquivo de Identificação
Civil de Maputo, aos 10 de Julho de 2017,
O capital social, subscrito e realizado em (Dissolução e disposições finais)
residente no Bairro de Malhazine, Q. 15,
dinheiro é de 10.000,00MT (dez mil meticais), Um) A sociedade somente se dissolve nos casa n.º 12.
correspondente a uma quota do sócio único, termos fixados na lei.
Afonso Nairo Moniques, equivalente a cem por Dois) Declarada a dissolução da sociedade Pelo presente contrato de sociedade, outorga
cento do capital social. proceder-se-á sua liquidação gozando o liqui- e constitui uma sociedade por quotas limitada
datário sócio único, exercer os demais amplos que se regerá pelos artigos seguintes e pelos
ARTIGO QUINTO poderes para o efeito. preceitos legais em vigor na República de
(Aumento e redução do capital social) Moçambique.
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
Um) O capital social pode ser aumentado ou (Herdeiros) ARTIGO PRIMEIRO
reduzido mediante decisão do sócio, alterando-
Em caso de morte, interdição ou inabilitação Denominação e sede
se em qualquer dos casos o pacto social para
do sócio único, os seus herdeiros assumem
o que se observarão as formalidades estabele- A sociedade adopta a denominação Leonel
automaticamente a respectiva posição na
cidas por lei. sociedade com dispensa de caução, podendo Investments, Limitada, e tem a sua sede no
Dois) Decidida qualquer varação do capital estes nomear representantes se assim enten- bairro de Malhazine, Rua do Bagamoio, quar-
social, o montante do aumento ou diminuição derem, desde que obedeçam os ditames legais. teirão 15, n.º 125.
será realizado pelo sócio único, competindo a
este, decidir como e em que prazo deverá ser ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
ARTIGO SEGUNDO
feito o seu pagamento quando o respectivo (Disposições transitórias)
capital não seja logo inteiramente realizado. Duração
Os sócios ficam já autorizados movimentarem
o valor do capital social, para fazer face ao A duração da sociedade é por tempo inde-
ARTIGO SEXTO
investimento estratégico para a instalação e terminado, contando-se o seu começo a partir da
(Administração, representação funcionamento da sociedade e da empresa no data de publicação do presente contrato social.
da sociedade) mercado desde que haja pertinência e aprovação
unânime dos sócios. ARTIGO TERCEIRO
Um) A sociedade será gerida e administrada
pelo sócio único Afonso Nairo Moniques, ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO Objecto social
que poderá por deliberação de poderes, ou (Casos omissos) Um) A sociedade tem por objectivo:
por nomeação, indicar outras pessoas para
Os casos omissos serão regulados de acordo a) Prestação de serviços de decoração
assumir cargos ou direcções que se mostrarem
com a legislação aplicável na República de interiores, venda de acessórios
necessários para a prática de demais actos, que
de Moçambique.
por lei, competem à administração da sociedade. diversos;
Maputo, 4 de Março de 2019. — O Técnico, b) A sociedade poderá exercer outras
Dois) A sociedade fica obrigada pela ass-
Ilegível.
inatura do seu sócio único e administrador ou actividades conexas com o objecto
de procurador expressamente nomeado para principal desde que para tal ob-
o efeito. tenha aprovação das entidades
competentes;
ARTIGO SÉTIMO
c) A sociedade pode adquirir participa-
(Balanço e prestação de contas) Leonel Investiments, ções financeiras em sociedades a
Um) O exercício social coincide com o ano Limitada constituir ou construídas, ainda
civil, iniciando a 1 de Janeiro e terminando que com o objecto diferente da
Certifico, para efeitos de publicação, que
a 31 de Dezembro. sociedade, assim como associar-
no dia 4 de Março de 2019, foi matriculada
Dois) O balanço e contas de resultados na Conservatória do Registo das Entidades se com outras sociedades para a
fechar-se-ão com referência a 31 de Dezembro Legais sob NUEL 101116292, uma entidade precursão de objectos comerciais
de cada ano. denominada, Leonel Investiments, Limitada. no âmbito ou não do seu objecto.
1556 III SÉRIE — NÚMERO 50
ARTIGO QUARTO b) Decisão sobre o destino dos lucro; ARTIGO SEGUNDO
c) Remuneração dos gerentes e decisão (Sede)
Capital social
sobre os subsídios.
O capital social, integralmente subscrito A sociedade tem a sua sede na cidade de
Dois) A assembleia geral poderá reunir-se Maputo, Avenida 24 de Julho, n.º 204, Maputo.
e realizado é de 35.000,00MT (trinta e cinco
extraordinariamente sempre que for neces-
mil meticais), correspondente a soma de duas
sário, competindo-lhe deliberar sobre quaisquer ARTIGO TERCEIRO
quotas desiguais distribuídas do seguinte
modo: assuntos relativos a actividades da sociedade (Objecto da sociedade)
que ultrapassem a competência do conselho
a) Uma quota no valor de 25.000,00MT Um) A sociedade tem por objecto marketing
(vinte e cinco mil meticais), corres- de gerência.
e gestão de eventos.
pondente a 70% do capital social, Três) É da exclusiva competência da as- Dois) A sociedade poderá exercer outras
pertencente a Leonel Edson Samuel sembleia geral deliberar sobre a alienação actividades subsidiárias ou complementares do
Langa; dos principais activos da sociedade. seu objecto principal, desde que, devidamente
b) Uma quota no valor de 10.000,00MT autorizadas.
(dez mil meticais), correspondente ARTIGO DÉCIMO
ARTIGO QUARTO
a 30% do capital social, pertencente Dissolução da sociedade
a Rosaly Ilundi Samuel Langa. (Administração, gerência e representação)
A sociedade não se dissolve nos casos A administração e representação da socie-
ARTIGO QUINTO fixados na lei, dissolvendo-se por acordo dos dade, em juízo e fora dele, fica a cargo do sócio
Suprimentos e prestações suplementares sócios, estes serão os liquidatários. Godfrey Brain Mvura desde já nomeado como
administrador.
Um) Depende da deliberação de sócios a ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
celebração de contratos de suprimentos. ARTIGO QUINTO
Dois) Aos sócios poderão ser exigidas pres- Normas subsidiárias
tações suplementares do capital até ao mon- (Duração)
Em todo o omisso regularão as disposições
tante das suas quotas. A duração da sociedade é por tempo inde-
legais em vigor na República de Moçambique.
terminado.
ARTIGO SEXTO Maputo,4 de Março de 2019. — O Técnico,
Ilegível. ARTIGO SEXTO
Administração
(Capital social)
Um) A administração e a gerência da socie-
dade e a sua representação em juízo e fora dela, O capital social da sociedade, integralmente
activa e passivamente, será exercida pelo sócio realizado e subscrito em dinheiro, no valor de
Leonel Edson Samuel Langa, que desde já 10.000,00MT (dez mil meticais), representando
é nomeado administrador. cem por cento do capital, pertencendo ao sócio
Elite Hosting Marketing Godfrey Brain Mvura.
Dois) Os sócios gerentes poderão delegar
entre si poderes de gerência, mas a estranhos
and Events – Sociedade
depende da deliberação da assembleia geral
Unipessoal, Limitada ARTIGO SÉTIMO

e em tal caso deve-se conferir os respectivos O exercício social coincide com o ano civil
Certifico, para efeitos de publicação, que no
mandatos. dia 17 de Dezembro de 2018, foi matriculada ARTIGO OITAVO
ARTIGO SÉTIMO na Conservatória do Registo das Entidades
A sociedade poderá entrar imediatamente
Legais sob NUEL 101085008, uma entidade
Herdeiros em actividade, ficando, desde já, sócio autori-
denominada, Elite Hosting Marketing and
zado a efectuar o levantamento do capital
Em caso de morte do sócio maioritário ou de Events – Sociedade Unipessoal, Limitada. para fazer face as despesas de constituição.
ambos nomeia-se o filho do sócio maioritário Godfrey Brain Mvura de nacionalidade
de nome Weasley Leonel Langa o legítimo zimbabuiana, portador do Passaporte ARTIGO NONO
herdeiro da sociedade em questão. n.º DN295171, emitido aos 19 de Março A dissolução e liquidação da sociedade
de 2013, residente em Maputo. regem-se pelas disposições da lei.
ARTIGO OITAVO
Que, pelo presente instrumento constitui Maputo, 4 de Março de 2019. — O Técnico,
Cessão de quotas
por si uma sociedade por quota de responsabi- Ilegível.
É proibida a cessão de quotas a estranhos lidade limitada que reger-se-á pelos artigos
sem o consentimento da sociedade, mas livre- seguintes:
mente permitida entre os sócios.
CAPÍTULO I
ARTIGO NONO
Da denominação, sede e formas M.L.M-Prestação
Assembleia geral de representação
de Serviços de Contabilidade
Um) A assembleia geral reunirá ordinaria- ARTIGO PRIMEIRO – Sociedade Unipessoal,
mente uma vez por ano, findo exercício anterior
para deliberar o seguinte:
(Denominação) Limitada
a) Apreciação, aprovação, correcção A sociedade adopta a denominação Elite Certifico, para efeitos de publicação, que no
ou rejeição do balanço e contas Hosting Marketing and Events – Sociedade dia 10 de Dezembro de 2017, foi matriculada
do exercício; Unipessoal, Limitada. na Conservatória do Registo das Entidades
13 DE MARÇO DE 2019 1557
Legais sob NUEL 100962691, uma entidade ARTIGO QUINTO Carpitek – Soluções
denominada, M.L.M-Prestação de Serviços
Competências dos administradores
de Carpintaria, Limitada
de Contabilidade – Sociedade Unipessoal,
Limitada. A administração da sociedade, activa ou Certifico, para efeitos de publicação, que
por acta de catorze de Janeiro de dois mil e
É celebrado o presente contrato de sociedade, passiva será exercida pela única sócia Manuela
dezanove, da sociedade Carpitek – Soluções de
nos termos do artigo noventa do Código Luísa Mahumana, e fica desde já nomeada Carpintaria, Limitada, com sede nesta cidade
Comercial, de Manuela Luísa Mahumana, Administradora. de Maputo, com capital social de cinquenta mil
casada de nacionalidade moçambicana, residente meticais, matriculada sobre NUEL 100151286,
a) Aprovar o plano de negócios e orça-
na Matola bairro de Chinonanquila, portadora deliberam a divisão e cessão da quota no valor
mento anual da sociedade;
do Bilhete de Identidade n.º 10010415752F, de vinte e cinco mil meticais que o sócio Pedro
b) Adquirir, alienar e onerar quaisquer David Antunes Pinheiro possuía no capital
Contribuinte Fiscal com o NUIT 105752611,
para constituição de uma sociedade unipessoal, bens ou direitos, móveis e imóveis, social da referida sociedade e que dividiu em
que se regerá pelos seguintes estatutos: da sociedade, sempre que o entenda duas quotas iguais e uma desigual, sendo uma
conveniente; no valor de dez mil meticais, que cedeu ao
ARTIGO PRIMEIRO c) Contrair empréstimos e outros tipos senhor José Azevedo Teixeira, uma no valor
de dez mil meticais que cedeu a Jorge Amadeu
A sociedade adopta a denominação de de financiamento necessários à
Viera Marques que entra para a sociedade e a
M.L.M-Prestação de Serviços de Contabilidade prossecução do objeto da sociedade; outra no valor de cinco mil meticais que cedeu
– Sociedade Unipessoal, Limitada. d) Deliberar sobre a participação no a Aldivina Eunice Fragoso Mandlate Teixeira,
capital social de outras sociedades, que igualmente entra para a sociedade.
ARTIGO SEGUNDO
bem como quaisquer acordos de A cessão da quota no valor de vinte e cinco
Sede associações ou colaboração com mil meticais que o sócio Pedro David Antunes
outras empresas; Pinheiro possuía e que cedeu aos senhores,
Um) A sociedade tem a sua sede na Matola-
e) Delinear a organização e os métodos José Azevedo Teixeira, Jorge Amadeu Viera
distrito, no bairro Campoane, Loja n.º 2, podendo
Marques e Aldivina Eunice Fragoso Mandlate
abrir e encerrar sucursais, delegações, agências de trabalho da sociedade, elaborar
Teixeira.
ou qualquer outra forma de representação social regulamentos e determinar as
Em consequência da cessão e divisão verifi-
onde e quando o sócio o julgarem conveniente. instruções que julgar convenientes; cada, é alterada a redacção do artigos quarto dos
Dois) Mediante simples deliberação, o f) Contratar os funcionários da sociedade, estatutos, o qual passa a ter a seguinte redacção:
sócio pode transferir a sede para qualquer outro fixar as respetivas remunerações e
local do território nacional. ............................................................
regalias e exercer o correspondente
poder diretivo e disciplinar; ARTIGO QUARTO
ARTIGO TERCEIRO
g) Exercer todas as demais funções que O capital social, integralmente reali-
Objecto social lhe sejam atribuídas por lei ou pela zado e subscrito em dinheiro, é de cin-
Um) A sociedade tem por objecto principal assembleia geral. quenta mil meticais, correspondente
o exercer a actividade, prestação de serviços na a três quotas assim distribuídas:
área de contabilidade e outras actividades com ARTIGO SEXTO a) Uma quota, corresponde a setenta e
que esta relacionada, incluindo consultoria e cinco por cento, pertencente ao
Vinculação da sociedade
sócio José Henrique Azevedo
auditoria em contabilidade.
Um) A sociedade ficará obrigada: Teixeira, no valor de trinta e
Dois) A sociedade poderá ainda desen-
cinco mil meticais;
volver outras actividades, subsidiárias ou a) Pela assinatura dos dois adminis- b) Uma quota, correspondente a vinte
complementares do seu objecto principal, tradores, nos termos e limites por cento, pertencente ao sócio
desde que tais actividades sejam devidamente do respectivo mandato; Jorge Amadeu Viera Marques,
autorizadas pelo conselho de administração. b) Pela assinatura de um mandatário no valor de dez mil meticais;
Três) Mediante deliberação do conselho de com poderes para certa ou certas c) Uma quota, correspondente a cinco
administração, pode a sociedade participar ou por cento, pertencente a sócia
espécies de actos, nos termos e
gerir, directa ou indirectamente, em projectos Aldivina Fragoso Mandlate
limites do respectivo mandato. Teixeira, no valor de cinco mil
e empreendimentos que de alguma forma
concorram para o preenchimento do seu Dois) Os actos de mero expediente serão meticais.
objecto social, bem como, com o mesmo assinados por qualquer administrador ou por Maputo, 1 de Março de 2019. — O Técnico,
objectivo, aceitar concessões, adquirir e gerir qualquer pessoa devidamente autorizada. Ilegível.
participações no capital de quaisquer socie-
dades, independentemente do respectivo ARTIGO SÉTIMO
objecto social, ou ainda participar em empresas, Contas e aplicação de resultados
associações empresariais, agrupamentos de
empresas ou outras formas de associação. Um) O ano social coincide com o ano civil.
Dois) O balanço e a conta de resultados Khateta – Sociedade
ARTIGO QUARTO fechar-se-ão com referência a 31 de Dezembro Unipessoal, Limitada
Capital social e distribuição de quotas de cada ano e serão submetidos à apreciação
Certifico, para efeitos de publicação, que
do sócio.
O capital social, integralmente subscrito e no dia vinte do mês de Janeiro do ano de dois
realizado em dinheiro, é de 10.000,00MT (dez Maputo, 4 de Março de 2019. — O Técnico, mil e dezanove, na sede social da sociedade
mil meticais). Ilegível. Khateta – Sociedade Unipessoal, Limitada, com
1558 III SÉRIE — NÚMERO 50
sede na cidade de Maputo, bairro de Mavalane Kwe Kwe Graphite, Limitada c) Exploração de recursos minerais e
A, Q. 58, casa n.º 22, registada na Conserva- operação de minas;
tória de Registo das Entidades Legais, sob Certifico, para efeitos de publicação, que no d) Produção mineira e comercialização de
NUEL 100485680, a sócia única decidiu sobre dia 22 de Fevereiro de 2019, foi matriculada
produtos mineiros extraídos;
a cedência da quota, na totalidade, a favor na Conservatória do Registo das Entidades
Legais sob NUEL 101112802 uma entidade e) Actividades de construção civil;
de Elizabete Francisco Mathule. f) Actividades de consultoria e gestão;
denominada, Kwe Kwe Graphite, Limitada,
Por força desta decisão, o artigo quinto do entre: g) Importação e exportação de pro-
contrato da sociedade Khateta – Sociedade Triton Minerals Management FZE, uma socie- dutos, incluindo os equipamentos
Unipessoal, Limitada, passa a ter o seguinte dade constituída sob as leis de Umm Al e outros materiais necessários
teor: Quwain, Emirados Árabes Unidos, registada para o exercício das actividades;
.............................................................. sob o n.º 5030, neste acto representada h) Prestação de serviços relacionados
por José Durão Gama, com domicílio
ARTIGO QUINTO com qualquer uma das actividades
profissional na Avenida Julius Nyerere,
n.º 3412, em Maputo com poderes bastantes acima mencionadas; e,
(Capital social)
para o efeito conferidos pela Acta da Reunião i) Exercício de outras actividades e
O capital social é de 20.000,00MT do conselho de administração da Triton operações relacionadas com as
(vinte mil meticais), totalmente subscrito Minerals Management FZE, datada de 12 actividades acima mencionadas.
e realizado em dinheiro, correspondente de Fevereiro de 2019, que ora aqui se junta;
Triton United Limited, uma sociedade consti- Dois) A sociedade poderá exercer outras
à uma única quota, pertencentes à sócia
tuída sob as leis de Ras Al Khaimah, actividades subsidiárias ou complementares
Elizabete Francisco Mathule.
Emirados Árabes Unidos registada sob do seu objecto principal, desde que devida-
Maputo, 1 de Março de 2019. — O Técnico, o n.º A038/08/14/9018, neste acto repre- mente autorizadas.
Ilegível. sentada por Victória Rumbidzai Sande, com Três) Mediante deliberação da adminis-
domicílio profissional na Avenida Julius
tração, a sociedade poderá participar, directa
Nyerere, n.º 3412, em Maputo com poderes
bastantes para o efeito conferidos pela Acta ou indirectamente, em projectos de desen-
da reunião do conselho de administração volvimento que de alguma forma concorram
da Triton United Limited, datada de 12 de para o preenchimento do seu objecto social,
Serlimpes, Limitada Fevereiro de 2019, que ora aqui se junta. bem como aceitar concessões, adquirir e gerir
As partes acima identificadas têm, entre si, participações sociais no capital de quaisquer
Certifico, para efeitos de publicação, que justo e acertado o presente contrato de socie- sociedades, independentemente do respectivo
no dia vinte do mês de Janeiro do ano de dois dade, que se regerá pelas disposições legais
objecto social, ou ainda participar em empresas,
aplicáveis e pelos termos e condições seguintes:
mil e dezanove, na sede social da sociedade associações empresariais, agrupamentos de
Serlimpes, Limitada, sita na cidade de Maputo, CAPÍTULO I empresas ou outras formas de associação.
Bairro das FPLM, Q. 9, casa n.º 90, registada na Da denominação, duração, sede
Conservatória de Registo das Entidades Legais, CAPÍTULO II
e objecto
sob NUEL 100169770, os sócios Armindo Do capital social
ARTIGO PRIMEIRO
Alberto Boque, Elizabete Francisco Mathule
Denominação e sede ARTIGO QUARTO
e Edilson Armindo Boque, decidiram pela
cedência da quota, na totalidade, pertencente a Um) A sociedade adopta a denominação Capital social
Elizabete Francisco Mathule, ao sócio Armindo kwe kwe Graphite, Limitada, e constitui-se
sob a forma de sociedade por quotas de respon- Um) O capital social, integralmente subscrito
Alberto Boque. e realizado em dinheiro, é de 20.000,00MT
sabilidade limitada.
Por força desta decisão, o artigo quinto do Dois) A sociedade tem a sua sede na Avenida (vinte mil meticais), encontrando-se dividido
contrato da sociedade Serlimpes, Limitada, da Marginal, n.º 3538, Bairro Wimbe, cidade em duas quotas distribuídas da seguinte forma:
passa a ter o seguinte teor. de Pemba, na República de Moçambique,
podendo abrir sucursais, delegações, agências a) Uma quota com valor nominal de
........................................................ ou qualquer outra forma de representação social, 19.999,00 MT (dezanove mil, nove-
no território nacional ou no estrangeiro. centos e noventa e nove meticais),
ARTIGO QUINTO Três) Mediante simples deliberação, pode correspondente a 99,995% (noventa
a administração transferir a sede para qualquer e nove vírgula nove nove cinco por
(Capital social)
outro local no território nacional.
cento) do capital social, pertencente
O capital social, subscrito integral- à Triton Minerals Management
ARTIGO SEGUNDO
mente é realizado em dinheiro no valor FZE; e;
Duração
de 20.000,00MT (vinte mil meticais), b) Uma quota com valor nominal de
correspondente à soma de duas quotas de A duração da sociedade é por tempo inde- 1,00MT (um metical), corres-
valores desiguais, sendo 16.000,00MT terminado.
pondente a 0,005% (zero vírgula
(dezasseis mil meticais), 80%, pertencentes ARTIGO TERCEIRO zero zero cinco por cento) do capital
ao sócio Armindo Alberto Boque e Objecto social, pertencente à Triton United
4.000,00MT (quatro mil meticais), 20%, Limited.
Um) A sociedade tem por objecto principal
pertencentes ao sócio Edilson Armindo Dois) A assembleia geral poderá decidir
o exercício das seguintes actividades:
Boque. sobre o aumento do capital social, definindo
a) Realização de estudos de viabilidade;
Maputo, 1 de Março de 2019. — O Técnico, b) Aquisição de bens de recursos ou as modalidades, termos e condições da sua
Ilegível. investimentos; realização.
13 DE MARÇO DE 2019 1559
ARTIGO QUINTO CAPÍTULO III tados 75% (setenta e cinco por cento) do capital
social, salvo os casos em que a lei exija quórum
Prestações suplementares, suprimentos Dos órgãos sociais, administração
maior.
e prestações acessórias e representação da sociedade
Dois) As deliberações da assembleia geral
Um) Não serão exigíveis prestações suple- ARTIGO NONO serão tomadas por maioria simples dos votos
mentares de capital, podendo os sócios, porém, Órgãos sociais
presentes ou representados.
Três) Os sócios podem votar com procuração
conceder à sociedade os suprimentos de que
Os órgãos sociais são a assembleia geral dos outros sócios ausentes, e não será válida,
necessite, nos termos e condições fixados por e a administração. quanto às deliberações que importem modi-
deliberação da assembleia geral.
ficação do pacto social ou dissolução da
Dois) Entendem-se por suprimentos o ARTIGO DÉCIMO
sociedade, a procuração que não contenha
dinheiro ou outra coisa fungível, que os sócios Assembleia geral poderes especiais quanto ao objecto da mesma
possam emprestar à sociedade. deliberação.
Um) A assembleia geral reúne-se ordinaria-
Três) Os sócios poderão ser chamados a Quatro) Quando a assembleia geral não
mente na sede social ou em qualquer outro sítio
contribuir na sociedade através de prestações possa realizar-se por insuficiente quórum, os
dentro do território nacional a ser definido pela
acessórias, a título gratuito ou oneroso e nos mesma na sua primeira reunião, uma vez por sócios ficam imediatamente convocados para
demais termos acordados por unanimidade entre ano, para a deliberação do balanço anual de uma nova reunião, que se efectuará dentro de 30
os sócios por meio de deliberação da assembleia contas e do exercício e, extraordinariamente, (trinta) dias, mas não antes de 15 (quinze) dias,
geral, sempre que a sociedade necessite. quando convocada pela administração ou considerando-se como válidas as deliberações
sempre que for necessário, para deliberar sobre tomadas nesta segunda reunião, qualquer que
ARTIGO SEXTO quaisquer outros assuntos para que tenha sido seja o número de sócios presentes e o quan-
convocada. titativo do capital representado.
Divisão, transmissão, oneração
Dois) É dispensada a reunião da assembleia
e alienação de quotas geral e são dispensadas as formalidades ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO

Um) A divisão e a transmissão de quotas da sua convocação quando todos os sócios Administração e representação
concordarem por escrito na deliberação ou
carecem de informação prévia à sociedade. Um) A administração e representação da
concordem que por esta forma se delibere,
Dois) O sócio que pretenda transmitir a sua considerando-se válidas, nessas condições, as sociedade são exercidas por um ou mais admi-
quota informará a sociedade e aos restantes deliberações tomadas, ainda que realizadas fora nistradores a serem eleitos pela assembleia
sócios, com o mínimo de 45 (quarenta e da sede social em qualquer ocasião e qualquer geral.
cinco) dias de antecedência, através de carta que seja o seu objecto, respeitando-se apenas as Dois) Para efeitos de constituição da
registada ou outro meio de comunicação limitações legais obrigatórias. sociedade, ficam desde já nomeados como
que deixe prova escrita, dando a conhecer o Três) A assembleia geral será convocada administradores, os senhores Peter Canterbury
projecto de venda e as respectivas condições pela administração, por carta registada com e Patrick Burke.
aviso de recepção ou outro meio de comunicação Três) Salvo deliberação em contrário da
contratuais, nomeadamente, o preço e a forma
que deixe prova escrita, a todos os sócios da assembleia geral, os administradores são eleitos
de pagamento.
sociedade com a antecedência mínima de 15 pelo período de quatro (4) anos renováveis,
Três) A divisão e oneração de quotas da (quinze) dias, dando-se a conhecer a ordem de salvo deliberação em contrário da assembleia
sociedade como meio de garantia ou outros trabalhos e a informação necessária à tomada de geral, podendo ser eleitas pessoas estranhas
negócios, seja a título oneroso ou gratuito, deliberação, quando seja esse o caso. à sociedade, sendo dispensada a prestação de
carece de prévia autorização da sociedade. Quatro) Por acordo expresso dos sócios, qualquer caução para o exercício do cargo.
Quatro) A transmissão de quotas é livre, pode ser dispensado o prazo previsto no número Quatro) A gestão corrente da sociedade
não existindo nos termos dos presentes estatutos anterior. poderá ser confiada a um director-geral, a ser
qualquer direito de preferência da sociedade ou ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO designado pela assembleia geral, por um período
dos sócios. de dois (2) anos renováveis. A assembleia geral
Cinco) É nula qualquer divisão, transmissão Representação pode a qualquer momento revogar o mandato
em assembleia geral do director-geral. Para o presente mandato fica
ou oneração de quotas que não observe o
preceituado no presente artigo. Um) Qualquer dos sócios poderá fazer- desde já nomeado o senhor David Edwards.
-se representar na assembleia geral por outro Cinco) A gestão poderá ser regulada nos
ARTIGO SÉTIMO sócio ou outro representante permitido por lei, termos de um regulamento interno a ser apro-
mediante simples carta dirigida ao presidente da vado pela administração.
Amortização de quotas Seis) A sociedade obriga-se:
mesa da assembleia geral ou quem o substitua
A sociedade tem a faculdade de amortizar e entregue ao mesmo antes da declaração da a) Pela assinatura de dois administradores;
quotas, nos casos de exclusão ou exoneração abertura da reunião. b) Pela assinatura de um administrador e
Dois) O sócio que for pessoa colectiva far- do director-geral; e,
de sócio.
-se-á representar na assembleia geral pela pessoa c) Pela assinatura do mandatário a quem
ARTIGO OITAVO física para esse efeito designada, mediante um administrador ou o director-
comunicação escrita dirigida pela forma e com geral tenham confiado poderes
Dissolução dos sócios a antecedência indicadas no número anterior. necessários e bastantes por meio
Em caso dissolução de qualquer um dos ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO de procuração.
sócios, os representantes da sociedade dissol- Sete) Nos actos e documentos de mero
vida, exercerão os referidos direitos e deveres Votação
expediente é suficiente a assinatura de qualquer
sociais, devendo mandatar um de entre eles Um) A assembleia geral considera-se regu- um dos administradores, ou dos directores-
que a todos represente na sociedade enquanto larmente constituída para deliberar quando -gerais ou do mandatário da sociedade com
a respectiva quota se mantiver indivisa. estejam presentes ou devidamente represen- poderes bastantes para o acto.
1560 III SÉRIE — NÚMERO 50
CAPÍTULO IV CAPÍTULO VI b) Comercialização de produtos de
Das disposições finais beleza, vestuários, calçados e cos-
Do exercício e aplicação de resultados
méticos diversos a retalho.
ARTIGO DÉCIMO QUARTO ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
Disposições finais
ARTIGO QUARTO
Balanço e prestação de contas
As omissões aos presentes estatutos serão (Capital social)
Um) O exercício social coincide com o ano
reguladas e resolvidas de acordo com o
civil. O capital social, integralmente subscrito e
Código Comercial, aprovado pelo Decreto-Lei
Dois) O balanço e a conta de resultados realizado em dinheiro, é de dez mil meticais,
n.º 2/2005, de 27 de Dezembro, com as alte-
fecham a 31 de Dezembro de cada ano, e rações introduzidas pelo Decreto-Lei n.º 2/2009, correspondente a uma única quota, pertencente a
carecem de aprovação da assembleia geral, a de 24 de Abril e o Decreto-Lei n.º 1/2018, de sócia Lidía Arnaldo Machai Bié, representativa
realizar-se até ao dia trinta e um de Março do 4 de Maio, e conforme venha a ser alterado de cem por cento do capital social.
ano seguinte. de tempos em tempos, e demais legislação
aplicável. ARTIGO QUINTO
Três) A administração apresentará à apro-
vação da assembleia geral o balanço de contas Maputo, 4 de Março de 2019. — O Técnico, (Administração e gerência)
Ilegível.
de ganhos e perdas, acompanhados de um
Um) A administração e gerência da socie-
relatório da situação comercial, financeira e
dade bem como a sua representação em
económica da sociedade, bem como a proposta
juízo e fora dele, activa ou passivamente,
quanto à repartição de lucros e perdas.
será exercida pela única sócia, Lidía Arnaldo
Quatro) A sociedade poderá proceder ao
Salão de Cabeleireiro- Machai Bié que desde já fica nomeada única
balanço semestral sob proposta da administração -Boutique Beauty Lody administradora, com dispensa de caução com
devidamente autorizado pela assembleia geral, – Sociedade Unipessoal ou sem remuneração.
podendo neste caso distribuir dividendos inter-
Certifico, para efeitos de publicação, que Dois) A sociedade obriga-se:
mediários, observadas as disposições legais
aplicáveis. no dia 1 de Março de 2019, foi matriculada a) Pela assinatura da única administra-
na Conservatória do Registo das Entidades dora;
ARTIGO DÉCIMO QUINTO Legais sob NUEL 101116344, uma entidade b) Pela assinatura de procuradores nomea-
denominada, Salão de Cabeleireiro-Boutique
Resultados
dos dentro dos limites dos poderes
Beauty Lody – Sociedade Unipessoal, entre:
das respectivas procurações.
Um) Dos lucros apurados em cada exercício Lidía Arnaldo Machai Bié, casada com António
deduzir-se-á a percentagem legal estabelecida Francisco Manuel Bié, em regime de ARTIGO SEXTO
para a constituição do fundo de reserva legal, comunhão de bens, natural de Chongoene,
Xai-Xai, de nacionalidade moçambi- (Balanço)
enquanto não se encontrar realizada nos termos
cana, portadora do Bilhete de Identidade
da lei, ou sempre que for necessário reintegrá-la. Um) Os exercícios sociais coincidem com
n.º 110100106507S, emitido pela Direcção
Dois) A parte restante dos lucros será apli- os anos civis.
Nacional de Identificação Civil de Maputo,
cada nos termos que forem aprovados pela aos 7 de Dezembro de 2010, residente na Dois) O balanço e contas fechar-se-ão
assembleia geral. Avenida 24 de Julho, n.º 2317, 10.º andar, em 31 de Dezembro de cada ano.
Três) A sociedade poderá proceder com Maputo.
ARTIGO SÉTIMO
adiantamento sobre lucros aos sócios, mediante Pelo presente contrato outorga e constitui,
deliberação da assembleia geral e sujeito a uma sociedade comercial unipessoal por quotas (Disposições finais)
parecer positivo da administração, observadas de responsabilidade limitada, que se regerá
nos termos e nas condições seguintes: Um) A sociedade só se dissolve nos casos
as disposições legais aplicáveis.
fixados por lei, caso a sua dissolução tenha
CAPÍTULO V ARTIGO PRIMEIRO sido decidida por acordo, será liquidada como
(Denominação, forma e sede) a única sócia deliberar.
Da dissolução e liquidação
Dois) Os casos omissos serão regulados
da sociedade A sociedade adopta a denominação de
pelas disposições da lei.
Salão de Cabeleireiro-Boutique Beauty Lody
ARTIGO DÉCIMO SEXTO Maputo, 5 de Março de 2019. — O Técnico,
– Sociedade Unipessoal, de responsabilidade
Dissolução e liquidação da sociedade limitada e tem a sua sede em Maputo e que se Ilegível.
rege pelos presentes estatutos e pelos preceitos
Um) A sociedade dissolve-se nos casos legais em vigor na República de Moçambique.
expressamente previstos na lei ou por delibe-
ração unânime dos seus sócios. ARTIGO SEGUNDO
Dois) Declarada a dissolução da sociedade, (Duração)
Serrelharia HL
proceder-se-á à sua liquidação gozando os
liquidatários, nomeados pela assembleia geral,
A sua duração é por tempo indeterminado. Metalomecânica, Limitada
dos mais amplos poderes para o efeito. ARTIGO TERCEIRO Certifico, para efeitos de publicação, que no
Três) Em caso de dissolução por acordo dos dia 20 de Fevereiro de 2019, foi matriculada
(Objecto)
sócios, todos eles serão os seus liquidatários, na Conservatória do Registo das Entidades
salvo deliberação em contrário, e a partilha dos A sociedade tem como objecto social: Legais sob NUEL 101111385, uma entidade
bens sociais e valores apurados proceder-se-á a) Prestação de serviços de tratamento denominada, Serrelharia HL Metalomecânica,
conforme deliberação da assembleia geral. de beleza e estética; Limitada.
13 DE MARÇO DE 2019 1561
É celebrado nos termos do artigo 90 A sociedade poderá exercer outras activi- ARTIGO SÉTIMO
do Código Comercial, o presente contrato dades subsidiárias ou complementares do seu
(Administração e gerência)
de constituição de sociedade por quota objecto principal, desde que devidamente
de responsabilidade limitada entre: autorizadas. Mediante deliberação do concelho A administração da sociedade será exercida
de administração, a sociedade poderá parti- pelos sócios Hortêncio Salvador Langa que
Primeiro. Hortêncio Salvador Langa,
cipar, directa ou indirectamente, em projectos assume as funções de sócio administrador, com
solteiro, maior, natural de Maputo, de nacio-
de desenvolvimento que de alguma forma a remuneração que vier a ser fixada. Compete
nalidade moçambicana, portador do Bilhete
concorram para o preenchimento do seu objecto ao administrador, a representação da sociedade
de Identidade n.º 110201536312B, emitido em todos os actos, activa ou passivamente em
social, bem como aceitar concessões, adquirir
aos 21 de Março de 2016, pela Direcção de juízo e fora dele, tanto na ordem jurídica interna
e gerir participações sociais no capital de
Identificação Civil da Cidade de Maputo, com na internacional, dispondo de mais amplos
quaisquer sociedades, independentemente do
residente no bairro da Machava-Matola, casa poderes consentidos para a prossecução e a
respectivo objecto social ou ainda participar
n.º 111, quarteirão 6, rés-do-chão, Distrito realização do objecto social, nomeadamente
em empresas, associações empresariais,
Municipal da Matola; quanto ao exercício da gestão corrente dos
agrupamentos de empresas ou outras formas
Segundo. Gilberto Salvador Langa, solteiro, negócios sociais. Para obrigar a sociedade em
de associação.
maior, natural de Maputo, de nacionalidade actos e contractos, basta a assinatura dos sócios-
moçambicana, portador do Bilhete de Identidade ARTIGO TERCEIRO administradores.
n.º 110201115960S, emitido aos 14 de Junho de
2016, pela Direcção de Identificação Civil da (Capital social) ARTIGO OITAVO
Cidade de Maputo, Residente no Bairro de O capital social, inteiramente subscrito (Amortização de quotas)
Chamanculo, Casa n.º 37, quarteirão n.º 15, e realizado é de 50.000,00MT (cinquenta
A sociedade poderá amortizar as quotas dos
rés-do-chão, Distrito Municipal Kalhamankulu. mil meticais), representado por duas quotas
sócios que não queiram continuar associados.
Que, pelo presente contrato, constitui integralmente subscritas pelos sócios nas As condições de amortização das quotas
uma sociedade por quota de responsabilidade seguintes proporções: referidas no número anterior serão fixadas pela
limitada, que reger-se- á pelos seguintes artigos: a) Uma quota no valor de 45.000,00MT, assembleia geral.
correspondente a 90% do capital
ARTIGO PRIMEIRO social, pertencente ao sócio ARTIGO NONO
(Denominação, sede e duração) Hortêncio Salvador Langa; (Assembleia geral)
b) Uma quota no valor de 5.000,00MT,
A sociedade adopta a denominação - correspondente a 10% do capital A assembleia geral é composta por todos
Serrelharia HL Metalomecânica, Limitada, e social, pertencente ao sócio os sócios. Qualquer sócio poderá fazer-se
têm a sua sede no Bairro de NlhamanKulu, na Gilberto Salvador Langa. representar na assembleia por outro sócio,
Rua Marcelino dos Santos, n.º 38, rés-do-chão, sendo suficiente para a representação, uma
Distrito Municipal Kalhamankulu, na cidade ARTIGO QUARTO carta dirigida ao presidente da assembleia
de Maputo, na República de Moçambique, geral, que tem competência para decidir sobre
(Aumento do capital social) a autenticidade da mesma. Os sócios que sejam
podendo mediante simples deliberação da
O capital social poderá ser aumentado pessoas colectivas indicarão ao presidente
administração, transferí-la, abrir, manter,
uma ou mais vezes, mediante entrada em da mesa quem os representará na assembleia
ou encerrar sucursais, filiais, escritórios ou
numerário ou em espécie, pela incorporação geral. As deliberações da assembleia geral
qualquer outra forma de representação onde
de suprimentos feitos à caixa pelos sócios, ou serão tomadas por maioria absoluta dos votos
e quando a administração assim o decidir.
e constituem norma para a sociedade, desde que
A sociedade tem o seu início na data da cele- por capitalização de toda a parte dos lucros ou
não sejam anuláveis nos termos da lei.
bração do contrato de sociedade e a sua duração reservas, devendo se para tal efeito, observar-se
será por tempo indeterminado. as formalidades presentes na lei das sociedades ARTIGO DÉCIMO
por quotas. A assembleia geral poderá decidir
ARTIGO SEGUNDO sobre o aumento do capital social, definindo (Ano social e balanços)
as modalidades, termos e condições da sua O exercício social coincide com ano
(Objecto social)
realização. civil. O primeiro ano financeiro começará
A sociedade tem por objecto principal o excepcionalmente no momento do início das
exercício de prestação de serviços em várias ARTIGO QUINTO actividades da sociedade. O balanço de contas
áreas, comércio geral a grosso e a retalho com (Suprimentos) de resultados fechar-se-á em referência a 31
importação e exportação, venda de consumíveis de Dezembro de cada ano civil e será submetido
informáticos, outras actividades de consultoria Não se poderá exigir dos sócios prestações à aprovação da assembleia geral.
e contabilidade, técnica, científica e similares, suplementares. Os sócios, porém, poderão
emprestar à sociedade, mediante juro, as ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
actividade de limpeza geral em edifícios e em
quantias que para o desenvolvimento da socie-
equipamentos industrias, outras actividades (Fundo de reserva legal)
dade se julgarem indispensáveis.
de serviços de apoio aos negócios, consultoria
Dos lucros de cada exercício, deduzir-se-á
e programação informática, actividade de ARTIGO SEXTO em primeiro lugar a percentagem legalmente
arquitectura, consultoria na área de engenharia fixada para constituir o fundo de reserva
civil e técnica afins, publicidade, design, (Divisão e cessão de quotas)
legal, enquanto este não estiver integralmente
fotografia, organizações de eventos, construção Dependem do consentimento da sociedade realizado ou sempre que seja necessário
de edifícios, manutenção e reparação de obras, as cessões e divisões de quotas. Na cessão de reintegrá-lo. Cumprido o disposto no número
sistemas eléctricos, engenharia e análise de quotas terá direito de preferência a sociedade anterior, a parte restante constituirá dividendos
projectos e sua avaliação, construção e manu- e em seguida os sócios segundo a ordem de aos sócios na proporção das respectivas
tenção de estradas e pontes. grandeza das já detidas. quotas.
1562 III SÉRIE — NÚMERO 50
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO ARTIGO TERCEIRO emitido aos 18 de Setembro de 2015, pela
Direcção Nacional de Identificação Civil, na
(Dissolução) Objecto
cidade de Maputo, residente na Rua Largo do
A sociedade só se dissolve nos casos pre- A sociedade tem por objecto: Minho, n.º 121, Bairro de Malhangalene, na
vistos na lei e por acordo entre os sócios. a) Comércio a grosso e retalho com Cidade de Maputo.
importação e exportação, prestação Pelo presente contrato de sociedade, outorga
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO de serviços; entre si uma sociedade por quotas de respon-
b) A sociedade poderá adquirir parti- sabilidade limitada, que se rege pelas cláusulas
(Liquidação) cipações financeiras em outras seguintes:
Em caso de dissolução da sociedade, todos sociedades.
CLÁUSULA PRIMEIRA
os sócios serão liquidatários procedendo-se á ARTIGO QUARTO (Denominação)
partilha e divisão dos bens sociais de acordo
com o que for deliberado em assembleia geral. Capital social Um) A sociedade adopta a denominação de
O capital social, é integralmente subscrito é Disk Gás – Sociedade Unipessoal, Limitada,
ARTIGO DÉCIMO QUARTO realizado em dinheiro, é de cinco mil meticais, abreviadamente designada Disk Gás, Limitada,
correspondente ao sócio unitário, Winnie e tem a sua Rua Largo do Minho, n.º121, Bairro
(Casos omissos)
Sinjela. de Malhangalene, na Cidade de Maputo.
Em todos casos omisso, a sociedade regular- Dois) A sociedade pode, mediante delibe-
ARTIGO QUINTO ração, deslocar a respectiva sede para qualquer
se-á nos termos da legislação aplicável na
Gerência outro local, dentro do território nacional, pro-
República de Moçambique e dos regulamentos
visória ou definitivamente, podendo criar ou
internos que a assembleia geral vier a aprovar. A administração e representação da socie- encerrar sucursais, filiais, agências ou qualquer
Maputo, 5 de Março de 2019. — O Técnico, dade fica a cargo da Winnie Sinjela. outra forma de representação, onde e quando
Ilegível. for julgado conveniente para a prossecução dos
ARTIGO SEXTO interesses sociais.
Dissolução
ARTIGO SEGUNDO
A sociedade só se dissolve nos termos
(Duração)
fixados pela lei.
Kalemba Trading
A sua duração será por tempo indetermi-
– Sociedade Unipessoal, ARTIGO SÉTIMO nado, contando-se o seu início a partir da data
Limitada Herdeiros do registo junto da Conservatória das Entidades
Legais.
Certifico, para efeitos de publicação, que Em caso de morte, interdição ou inabilitação
no dia 8 de Março de 2016, foi matriculada da sócia da sociedade os seus herdeiros as- ARTIGO TERCEIRO
na Conservatória do Registo das Entidades sumem automaticamente o lugar na sociedade Objecto
Legais sob NUEL 100756218, uma entidade com dispensa de caução.
A sociedade tem por objecto:
denominada, Kalemba Trading – Sociedade ARTIGO OITAVO
Unipessoal, Limitada, entre: a) Venda de botijas de gás;
Casos omissos b) Demais serviços complementares
Winnie Sinjela, casada, natural da África e/ou afins.
do Sul, residente em Maputo, bairro central, Os casos omissos, serão regulados pela lei
e em demais legislação aplicável. Dois) A sociedade pode a qualquer momento,
na rua Carlos Alberes, n.º 19, portadora do por deliberação da assembleia, traduzida em
Passaporte n.º 46628089, emitido ao vinte Maputo, 5 de Março de 2019. — O Técnico, acta com validade legal, registada e publicada
e seis de Março de dois mil e quinze, pela Ilegível. nos termos impostos por lei, explorar outras
República da África de Sul. actividade desde que igualmente licenciada
para efeito.
Constitui entre si uma sociedade unipessoal
de responsabilidade limitada que reger-se-á CLÁUSULA QUARTA
pelos seguintes artigos:
Disk Gás – Sociedade (Exercício de actividades diversas)
ARTIGO PRIMEIRO Unipessoal, Limitada Um) É permitido à sociedade exercer quais-
quer outras actividades directa ou indirec-
Denominação e sede Certifico, para efeitos de publicação, que no tamente relacionadas com o seu objecto social.
A sociedade adopta denominação de dia 22 de Fevereiro de 2019, foi matriculada Dois) A sociedade pode adquirir participação
Kalemba Trading – Sociedade Unipessoal, na Conservatória do Registo das Entidades financeira em outras sociedades a constituir ou
Legais sob NUEL 101113280 uma entidade já constituídas, ainda que tenham objecto social
Limitada, tem a sua sede no Bairro Central,
denominada, Disk Gás – Sociedade Unipessoal, diferente do da sociedade.
Rua. Carlos Alberes n.º19.
Limitada.
Podendo por decisão do sócio, abrir CLÁUSULA QUINTA
ou encerrar sucursais dentro e fora do país. É celebrado o presente contrato de sociedade,
nos termos do regime estabelecido no Código (Capital social)
ARTIGO SEGUNDO Comercial, com as devidas alterações e em Um) O capital social, integralmente subscrito
regime vigente complementar entre os senhores: e realizado em dinheiro, é de 10.000,00MT (dez
Duração
Único. Jessica Dulce de Faria Ferreira Pires, mil meticais), numa única quota, conforme a
A sua duração será por tempo indetermi- solteira, maior, natural da cidade de Quelimane, seguir demonstra-se:
nado, contando-se o seu início a partir da data de nacionalidade moçambicana, titular Uma quota de 10.000,00MT (dez mil
da celebração do presente contrato. do Bilhete de Identidade n.º 110100103017J, meticais), correspondente a cem
13 DE MARÇO DE 2019 1563
por cento do capital social, perten- CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA ARTIGO TERCEIRO
cente a sócia Jessica Dulce de Faria
(Ano financeiro e distribuição Objecto social
Ferreira Pires.
de resultados)
Dois) O capital social pode ser aumentado A sociedade tem por objecto principal
ou diminuído quantas vezes forem necessárias Um) O ano financeiro coincide com o ano investimento no sector imobiliário, gestão
civil. imobiliária, comprar, vender e arrendar imóveis,
desde que os sócios deliberem nesse sentido.
Dois) A distribuição dos lucros ocorre intermediação comercial, incluindo todas as
CLÁUSULA SEXTA sempre de acordo com a deliberação dos sócios. actividades conexas e afins.
(Divisão e cessão de quotas) CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA
CAPÍTULO II
Um) Sem prejuízo das disposições legais (Casos omissos)
Do capital social
em vigor, a cessão ou alienação de toda a Os casos omissos serão regulados pela
parte de quotas deverá ser da ciente vontade e ARTIGO QUARTO
legislação vigente e aplicável na República
conhecimento do sócio gozando este do direito de Moçambique. Capit al social
de preferência.
Maputo, 5 de Março de 2019. — O Técnico,
Dois) Se nem a sociedade, nem o sócio O capital social, integralmente subscrito
Ilegível.
mostrar interesse pela quota cedente, este é de 20.000,00MT (vinte mil meticais), e
decidirá a sua alienação a quem e pelos preços corresponde à soma de duas quotas desiguais,
que melhor entender, gozando o novo sócio dos sendo uma de 12.000,00MT (doze mil meticais),
direitos correspondentes a sua participação na correspondentes a 60%, do capital social
sociedade. pertencentes ao sócio Edson da Silva Milisse
Lei Investimento, Limitada e outra de 8.000,00MT (oito mil meticais)
CLÁUSULA SÉTIMA correspondentes a 40% do capital social
Certifico, para efeitos de publicação, que pertencente ao sócio Lei Yang.
(Administração)
no dia 5 de Março de 2019, foi matriculada
Um) A administração e gestão da sociedade na Conservatória do Registo das Entidades CAPÍTULO III
e sua representação em juízo e fora dele, activa Legais sob NUEL 101117391, uma entidade
denominada, Lei Investimento, Limitada, entre: Da assembleia geral, administração
e passivamente, será exercida pela sócia única
e representação da sociedade
plenos poderes legais para o efeito. Primeiro. Edson da Silva Milisse, solteiro,
Dois) Sempre que necessário, a sócia de nacionalidade moçambicana, natural de ARTIGO QUINTO
pode transmitir parte ou todos os poderes de Maputo, residente nesta cidade, portador do
Assembleia geral
administração a uma terceira pessoa a quem Bilhete de Identidade n.º 110100837189B,
nomeará administrador da sociedade. emitido aos 10 de Janeiro de 2018 pelo Arquivo Um) A assembleia geral é constituída
Três) A sócia tem plenos poderes para de Identificação Civil de Maputo, diante pelos sócios, devendo as suas deliberações
nomear mandatários da sociedade, conferindo designado por primeiro outorgante; respeitarem o estabelecido no presente contrato
os necessários poderes de representação. Segundo. Lei Yang, maior, de nacionalidade e o disposto no Código Comercial.
chinesa, natural de Beijing-China, titular de Dois) A assembleia geral reunir-se-á ordina-
CLÁUSULA OITAVA DIRE n.º 11CN00042266M, emitido aos 20 de riamente uma vez por ano, para apreciação e
(Obrigação da sociedade)
Novembro de 2018, pelos Serviços de Migração aprovação do balanço de contas do exercício
da Cidade de Maputo, diante designado por findo e repartição de lucros e perda, bem como
Um) A sociedade ficará obrigada diante segundo outorgante. para deliberar sobre quaisquer outros assuntos
de terceiros, incluindo instituições bancárias, É celebrado livremente e de boa-fé o pre- que tenha sido convocada.
pela assinatura do sócio, ou por procurador sente contrato de sociedade por quotas de Três) A assembleia geral poderá reunir-
especialmente constituído para efeito, nos responsabilidade limitada que se regerá pelas se extraordinariamente quantas vezes forem
termos e limites específicos do respectivo cláusulas seguintes: necessárias desde que as circunstâncias assim
mandato.
o exijam para deliberar sobre qualquer assunto
Dois) Os actos de mero expediente, poderão CAPÍTULO I
que digam respeito à sociedade.
ser individualmente assinados por empre-
Da denominação, duração, sede Quatro) Os actos de mero expediente
gados da sociedade devidamente autorizados
e objecto poderão ser delegados a quem a sociedade
e credenciados pela administração.
entender, por via de uma autorização.
ARTIGO PRIMEIRO
CLÁUSULA NONA
Denominação e sede ARTIGO SEXTO
(Dissolução)
A sociedade adopta a denominação de Administração e representação
A sociedade só se dissolve nos termos Lei Investimento, Limitada, e tem a sua sede de sociedade
fixados pela lei ou por acordo dos sócios na Rua C, n.º 46, rés-do-chão, bairro da Coop, Um) A gestão e administração da sociedade
quando assim o entenderem e estiver preenchido cidade de Maputo, podendo abrir escritórios
o regime legal para efeito. ficam a cargo do sócio Edson da Silva Milisse,
ou quaisquer outras formas de representação
que desde já fica investido na qualidade de
em qualquer parte do território nacional ou no
CLÁUSULA DÉCIMA administrador.
estrangeiro.
Dois) Compete à administração a represen-
(Herdeiros)
ARTIGO SEGUNDO tação da sociedade em todos seus actos, activa
Em caso de morte, interdição ou inabilitação e passivamente, em juízo e fora dele tanto na
Duração ordem jurídica interna como internacionalmente,
da sócia, os seus herdeiros assumem auto-
maticamente o lugar na sociedade com dis- A sociedade é constituída por tempo inde- dispondo de mais amplos poderes legalmente
pensa de caução, podendo estes nomear seus terminada, contando-se o seu início, para todos consentidos para a prossecução do objecto
representantes se assim o entenderem, desde os efeitos legais, a partir da data da celebração social, designadamente, quanto ao exercício da
que obedeçam o preceituado nos termos da lei. do presente contrato de sociedade. gestão corrente da sociedade.
1564 III SÉRIE — NÚMERO 50
Três) Os sócios, bem como os administradores assembleia geral, criar ou encerrar, sucursais, CSEI – Consultoria
por aqueles nomeados, por ordem ou com delegações, agências ou qualquer outra forma de
e Serviços de Engenharia
autorização dos mesmos, podem constituir um representação social, sempre que se justifique.
ou mais procuradores com poderes gerais ou Industrial – Sociedade
especiais, nos termos e para os efeitos da lei. ARTIGO TERCEIRO Unipessoal, Limitada
Quatro) Os actos de mero expediente (Duração)
poderão ser delegados a quem a sociedade Certifico, para efeitos de publicação, que,
entender, por via de uma autorização. A sua duração é por tempo indeterminado, no dia 8 de Fevereiro de 2019, foi matriculada
contando-se a partir da data da constituição. na Conservatória do Registo das Entidades
ARTIGO SÉTIMO Legais, sob NUEL 101105555, uma entidade
ARTIGO QUARTO
Dissolução e liquidação da sociedade
denominada CSEI – Consultoria e Serviços de
(Objecto) Engenharia Industrial – Sociedade Unipessoal,
Um) Declarada a dissolução da sociedade, Limitada.
proceder-se-á a sua liquidação gozando os Um) A sociedade tem por objecto principal a
prestação de serviços e consultoria nas seguintes É celebrado o presente contrato de sociedade,
liquidatários, nomeados pelos sócios, dos mais nos termos do artigo 90 do Código Comercial,
áreas: hotelaria, turismo, restaurante, estética,
amplos poderes para o efeito. por Bruno M.D.L. Heliotrope Miranda,
catering e bar.
Dois) A sociedade somente se dissolve nos solteiro de 40 anos de idade, de nacionalidade
Dois) Comércio geral, importação e
termos fixados na lei. moçambicana, portador do Bilhete de Identidade
exportação e outras actividades, contanto que
devidamente licenciadas. n.º 110100275548P, emitido a 27 de Outubro
ARTIGO OITAVO
Três) Para a realização do objecto social, de 2015, pela Direcção de Identificação Civil
Disposição final incumbirá à sociedade a prática, em geral, de Maputo.
de todos os actos e operações necessários ou
Tudo o que ficou omisso será regulado ARTIGO PRIMEIRO
convenientes à boa administração, bem como
e resolvido de acordo com a Legislação
quaisquer actividades complementares, desde (Denominação e sede)
Comercial.
que por lei permitidas.
Maputo, 5 de Março de 2019. — O Técnico, A sociedade adopta a denominação de
Ilegível. CAPÍTULO II CSEI – Consultoria e Serviços de Engenharia
ARTIGO QUINTO Industrial – Sociedade Unipessoal, Limitada, e
tem a sua sede nesta cidade de Maputo, Avenida
(Capital social) da OUA número mil e noventa e cinco, rés-do-
Um) O capital social, integralmente subscrito chão, com os números de telefones 847430669
Nkandeni Multiservices e realizado em dinheiro, é de 20.000.00MT e 845503035, podendo, por deliberação da
– Sociedade Unipessoal, (vinte mil meticais), encontrando-se totalmente assembleia geral, abrir ou encerrar sucursais
Limitada subscrito e realizado em dinheiro numa única dentro ou fora do país quando for conveniente.
quota detida pela sócia unitária Rosa Ângelo
Certifico, para efeitos de publicação, que, Nhantumbo. ARTIGO SEGUNDO
no dia 5 de Março de 2019, foi matriculada Dois) O capital social pode ser aumentado por (Duração)
na Conservatória do Registo das Entidades deliberação social, nas condições estabelecidas
Legais, sob NUEL 101091392, uma entidade A sua duração será por tempo indeterminado,
pela assembleia geral.
denominada Nkandeni Multiservices – contando-se o seu início a partir da data de
Sociedade Unipessoal, Limitada. ARTIGO SEXTO celebração da escritura da sua constituição.
Rosa Ângelo Nhantumbo, maior, solteira,
residente na rua dos Anjos, Baixa da (Administração) ARTIGO TERCEIRO
Cidade, Nacala-Porto, titular do Bilhete de A administração da sociedade e sua (Objecto)
Identidade n.º 110200056438Q, emitido no representação em juízo e fora dele, activa
dia 8 de Julho de 2015, válido até 8 de Julho e passivamente, competem à pessoa a ser Um) A sociedade tem por objecto: serviços
de 2020, estabelece o presente contrato de nomeada solenemente pela sócia unitária, e esta de consultoria e assessorias, marketing,
sociedade por quotas unipessoal, regendo- decidirá sobre a sua remuneração. publicidade, procurement, mediações
se o mesmo pela lei moçambicana e pelos
e intermediação comercial, informática e
seguintes artigos: ARTIGO SÉTIMO
actividades relacionadas, consignações,
ARTIGO PRIMEIRO (Forma por que se obriga a sociedade) comércio geral com importação e exportação,
A sociedade obriga-se pela assinatura assistência técnica de redes, transformação
(Denominação, firma e tipo societário)
do gerente nomeado e/ou sócia unitária, ou de metais, produtos desejados (fazer peças
A sociedade, sendo comercial, adopta o tipo ainda pelo mandatário por esta devidamente à medida, usando um torno), produção de
de sociedade por quotas de responsabilidade constituído. bens até intermediários, incluindo máquinas,
limitada com a denominação Nkandeni equipamentos, soldadura, fundição e usinagem,
Multiservices – Sociedade Unipessoal, ARTIGO OITAVO estudos de materiais, estudos de materiais,
Limitada. (Omissões)
selecção, testes fadiga, fluência e atrito. Pintura,
arquitectura, obras e montagens no âmbito de
ARTIGO SEGUNDO Em tudo quanto estiver omisso nestes projectos de engenharia e metalomecânica.
estatutos, regularão as disposições legais Dois) A sociedade poderá adquirir
(Sede)
aplicáveis às sociedades por quotas na República participações financeiras em sociedades a
A sociedade tem a sua sede na rua dos Anjos, de Moçambique. constituir ou já constituídas,. ainda que tenha
Baixa da Cidade, Nacala-Porto, província Nacala-Porto, 30 de Novembro de 2018. — constituída como objecto social diferente do
de Nampula, podendo, por deliberação da O Técnico, Ilegível. da sociedade.
13 DE MARÇO DE 2019 1565
Três) A sociedade poderá exercer quais outras ARTIGO NONO a sua sede nesta cidade de Maputo, na Avenida
actividades, desde que para tal seja devidamente Julius Nyerere, n.º 657, primeiro andar.
(Disposição geral)
autorizada nos termos da legislação em vigor. Dois) A sociedade pode, por simples
O exercício social coincide com o ano civil. deliberação da direcção, mudar a sua sede, abrir
ARTIGO QUARTO Deduzir-se-ão um primeiro lugar a o balanço ou encerrar delegações ou outras formas locais
(Capital social) e contas de resultados fechar-se-ão com a de representação no território nacional ou no
referência de trinta e um de Dezembro de estrangeiro.
O capital social, integralmente subscrito cada ano e serão submetidos à apresiação da
e realizado em dinheiro, é de 20.000.00MT assembleia geral. ARTIGO SEGUNDO
(vinte mil meticais), correspondente a uma
(Objecto)
única quota no valor de vinte mil meticais, ARTIGO DÉCIMO
equivalente a 100% (cem por cento) do capital A sociedade tem por objecto:
(Liquidação)
social, pertencente ao único sócio, o senhor a) Prestação de serviços de actividade
Bruno M.D.L. Heliotrope Miranda. A sociedade só se liquida nos termos fixados física e lazer;
pela lei ou por comum acordo do sócio quando b) Comércio a grosso e a retalho,
ARTIGO QUINTO assim o entender. com importação e exportação de
(Aumento do capital) equipamentos desportivos;
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
c) Participação em capital social de outras
O capital poderá ser aumentado ou diminuído
(Dissolução) empresas;
quantas vezes forem necessárias, desde que a
d) Assessoria e consultoria;
assembleia geral delibere sobre o assunto. Em caso de morte, interdição ou inabilitação
de um doos sócios, os seus herdeiros assumem ARTIGO TERCEIRO
ARTIGO SEXTO automaticamente o lugar na sociedade com
(Capital)
(Divisão e cessão de quotas) dispensa de caução, podendo estes nomear seu
representante se assim o entenderem, desde que O capital social, integralmente subscrito,
Um) Sem prejuízo das disposições legais obedeçam ao preceituado na lei. é de 20.000.00MT (vinte mil meticais),
em vigor, a cessão ou alienação de toda a parte correspondente a uma única quota a favor da
de quotas deverá ser do consenso dos sócios, ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO senhora Sheetal Naguine Trikamlal Godinho.
gozando estes do direito de preferência.
(Casos omissos)
Dois) Se nem a sociedade, nem os sócios ARTIGO QUARTO
mostrarem interesse pela quota do cedente, Os casos omissos serão regulados pelo (Direcção)
este com homologação da sociedade, deverá Código Comercial e demais legislação vigente
a sua alienação a quem pelos preços que na República de Moçambique. Um) A administração e representação da
melhor entender, gozando o novo sócio dos Maputo, 5 de Março 2019. — O Técnico, sociedade ficam a cargo de Sheetal Naguine
direitos correspondentes à sua participação na Ilegível. Trikamlal Godinho.
sociedade. Dois) A sociedade obriga-se com a assinatura
da directora.
ARTIGO SÉTIMO
ARTIGO QUINTO
(Gerência)
(Casos omissos)
Um) A administração, gestão da sociedade Studio S – Sociedade Os casos omissos serão regulados pelo
e sua representação em juízo e fora dele, activa
Unipessoal, Limitada Decreto-Lei n.º 2/2005, de 27 de Dezembro e
e passivamente, passam desde já a cargo do
senhor Bruno M.D.L. Heliotrope Miranda, em demais legislação aplicável na República
Certifico, para efeitos de publicação, que, de Moçambique.
que é nomeado administrador e director geral, no dia 6 de Fevereiro de 2019, foi matriculada
com plenos poderes para obrigar a sociedade Maputo, 5 de Março 2019. — O Técnico,
na Conservatória do Registo das Entidades
em todos os seus actos e contratos, bastando a Ilegível.
Legais, sob NUEL 101104222, uma entidade
assinatura de um deles.
Dois) O administrador tem plenos poderes denominada, Studio S – Sociedade Unipessoal,
para nomear mandatários à sociedade, conferindo Limitada.
os necessários poderes de representação. Sheetal Naguine Trikamlal Godinho, casada,
natural de Maputo, residente em Maputo, de
ARTIGO OITAVO nacionalidade moçambicana, portadora do Samuel Prinsloo –
(Assembleia geral) Bilhete de Identidade n.º 1101002830858, Consultoria – Sociedade
Um) A assembleia geral poderá reunir-se,
emitido pelo Arquivo de Identificação Civil Unipessoal, Limitada
de Maputo, a vinte e seis de Abril de dois
extraordinariamente, quantas vezes forem Certifico, para efeitos de publicação, que
mil e dezasseis.
necessárias, desde que as circunstâncias assim em harmonia com a deliberação tomada em
Que pelo presente instrumento, constitui
o exijam para deliberar sobre qualquer assunto reunião da assembleia geral extraordinária,
uma sociedade unipessoal por quotas de
que diga respeito à sociedade. através da acta avulsa sem número, datada de
responsabilidade limitada, que se rege pelos
Dois) A reuniões da assembleia geral vinte e oito de Fevereiro de dois mil e dezanove,
estatutos abaixo:
poderão ter lugar em qualquer lugar a designar, foi dissolvida a sociedade Samuel Prinsloo –
em qualquer local a designar na República de ARTIGO PRIMEIRO Consultoria – Sociedade Unipessoal, Limitada,
Moçambique. com sede social na Avenida Vladimir Lenine,
Três) Em tudo qanto for omisso nos presentes (Tipo, firma e duração) n.º 174, sexto andar, em Maputo.
estatutos, aplicar-se-ão as disposições do Um) A sociedade Studio S – Sociedade Está conforme.
Código Comercial e demais legislação em vigar Unipessoal, Limitada, é uma sociedade Maputo, 4 de Março de 2018. — O Técnico,
na República de Moçambique. constituída por tempo indeterminado, que tem Ilegível.
1566 III SÉRIE — NÚMERO 50

Empresa de Comercialização Três) A cedente declara que recebeu da Empresa de Comercialização


cessionária, na data da assinatura do presente
Agrícola, Limitada contrato, o preço da aquisição da quota, pelo
Agrícola, Limitada
Certifico, para efeitos de publicação, que que desde já da quitação do mesmo. Certifico, para efeitos de publicação, que
no dia treze de Agosto de dois mil e dezoito, foi no dia treze de Agosto de dois mil e dezoito, foi
CLÁUSULA SEGUNDA
matriculada na Conservatória dos Registos de matriculada na Conservatória dos Registos de
Entidades Legais de Chimoio, a folhas noventa (Comunicação à ECA) Entidades Legais de Chimoio, a folhas noventa
e nove versos do livro C-cinco, sob o número e nove versos do livro C-cinco, sob o número
mil cento e um, a cargo de Nilza José do Rosário As partes acordam que será responsabilidade
mil cento e um, a cargo de Nilza José do Rosário
Fevereiro, conservadora e notária superior, do cedente em comunicar a transmissão da quota
Fevereiro, conservadora e notária superior,
em pleno exercício de funções notariais, uma à ECA por escrito para efeitos de comunicação
em pleno exercício de funções notariais, uma
sociedade por quotas denominada Empresa de bem como o registo da respectiva transmissão
sociedade por quotas denominada Empresa de
Comercialização Agrícola, Limitada com a sua da quota.
Comercialização Agrícola, Limitada, com a sua
sede na cidade de Chimoio. sede na cidade de Chimoio.
Grant Robert Tryston Taylor, titular de uma CLÁUSULA QUARTA
Grant Robert Tryston Taylor, titular de uma
quota no valor nominal de 20.000.00MT (Garantias das partes) quota no valor nominal de 20.000.00MT
(vinte mil meticais), representativa de (vinte mil meticais), representativa de
40% (quarenta por cento) do capital As partes garantem a favor uma da outra,
que na data da assinatura do presente contrato: 40% (quarenta por cento)do capital
social da Empresa de Comercialização
a) O cedente tem plenos poderes, social da Empresa de Comercialização
Agrícola, Limitada, uma sociedade de
autoridade e autorização para Agrícola, Limitada, uma sociedade de
direito moçambicano, com capital social de
transmitir a quota a favor da direito moçambicano, com capital social de
50.000.00MT (cinquenta mil meticais), com
cessionária; 50.000.00MT (cinquenta mil meticais), com
sede sita no talhão Tembwé LXXX111-A,
b) A cessionária tem plenos poderes, sede sita no talhão Tembwé LXXX111-A,
cidade de Chimoio, adiante denominada
cedente; e autoridade e autorização para cidade de Chimoio, adiante denominada por
Alison Taylor, cidadã zimbabueana, portadora adquirir a quota cedida pela cedente; cedente; e
do Passaporte n.º FN383077, emitido a 5 de c) Nem a execução ou entrega deste Moses Muchayaya, titular de uma quota no
Setembro de 2017 e válido até 4 de Setembro contrato, nem a consumação das valor nominal de 1.250.00MT (mil duzentos
de 2027, pelo Registo Central de Harare, transações nele contempladas e cinquenta meticais), representativa de 2,5%
residente no talhão Tembwé LXXX111-A, entrará em conflito com, ou (dois vírgula cinco por cento), do capital social
cidade de Chimoio, adiante designada de constituirá a violação de (i) da Empresa de Comercialização Agrícola,
cessionária. documentos de suporte, ou (ii) Limitada (adiante designada de ECA), uma
Conjuntamente designadas de partes. quaisquer documentos equivalentes sociedade de direito moçambicano, com
Considerando que: pertencentes à cessionária ou (iii) capital social de 50.000.00MT (cinquenta
a) O cedente é titular de uma quota no qualquer lei aplicável ao presente mil meticais), com sede sita no talhão
valor nominal de 20.000.00MT contrato; e Tembwé LXXX111-A, cidade de Chimoio,
(vinte mil meticais), representativa d) Não existem reclamações ou processos adiante designada de cessionário.
de 40% (quarenta por cento) do judiciais pendentes relativas à Conjuntamente designadas de partes.
capital social da ECA; titularidade das participações Considerando que:
b) O cedente pretende ceder a sua quota sociais na sociedade. a) O cedente é titular de uma quota no
de 20% (vinte por cento) à ECA valor nominal de 20.000.00MT
e a cessionária pretende adquirir CLÁUSULA QUINTA (vinte mil meticais), representativa
a quota; de 40% (quarenta por cento) do
(Despesas)
c) A cessão de quotas entre os sócios capital social da ECA;
é livre entre os sócios em Todas as despesas e ou impostos devidos b) O cedente pretende ceder a sua quota
conformidade com o predisposto com a celebração do presente contrato serão de 2,5% (dois vírgula cinco por
no número um do artigo sexto suportados em conformidade com o previsto cento) na ECA e o cessionário
dos estatutos da sociedade, deste na legislação aplicável. pretende adquirir a quota;
modo não estando condicionada ao c) A cessão de quotas entre os sócios
exercício do direito de preferência CLÁUSULA SEXTA é livre entre os sócios em
pelos demais sócios. conformidade com o predisposto
(Casos omissos)
É mutuamente celebrado e reciprocamente no número um do artigo sexto
aceite o presente contrato de cessão de quotas Em tudo que for omisso ao presente contrato dos estatutos da sociedade, deste
(contrato), que se regerá pelos termos e será aplicado o previsto no Código Comercial modo não estando condicionada ao
condições constantes dos considerandos em vigor à data do presente contrato assim como exercício do direito de preferência
antecedentes e das cláusulas seguintes: demais legislação aplicável. pelos demais sócios.
É mutuamente celebrado e reciprocamente
CLÁUSULA PRIMEIRA CLÁUSULA SÉTIMA
aceite o presente contrato de cessão de quota
(Cessão de quotas e preço) (Lei aplicável e resolução de conflitos) (contrato), que se regerá pelos termos e
condições constantes dos considerandos
Um) Pelo presente contrato, a cedente cede Um) O presente contrato é regido e
antecedentes e das cláusulas seguintes:
a quota no valor nominal de 10.000,00MT interpretado pela lei moçambicana.
(dez mil meticais), representativa de 20% Dois) Em caso de conflito emergente do CLÁUSULA PRIMEIRA
(vinte por cento) do capital social da ECA pelo presente contrato, as partes acordam que deverá
ser dirimido pelo Tribunal Judicial da Cidade (Cessão de quotas e preço)
preço nominal de 960.000,00MT (novecentos
e sessenta mil meticais). de Chimoio. Um) Pelo presente contrato a cedente cede
Dois) A cessionária aceita a quota cedida Chimoio, 13 de Fevereiro de 2019. — a quota no valor nominal de 1.250.00MT (mil
nos termos acima. O Conservador, Ilegível. duzentos e cinquenta meticais), representativa
13 DE MARÇO DE 2019 1567
de 2,5% (dois vírgula cinco por cento) do Dois) Em caso de conflito emergente do condições constantes dos considerandos
capital social da ECA pelo preço nominal de presente contrato, as partes acordam que deverá antecedentes e das cláusulas seguintes:
120.000.00MT (cento e vinte mil meticais). ser dirimido pelo Tribunal Judicial da Cidade
Dois) O cessionário aceita a quota cedida de Chimoio. CLÁUSULA PRIMEIRA
nos termos acima. Chimoio, 13 de Fevereiro de 2019. — (Cessão de quotas e preço)
Três) A cedente declara que recebeu do O Conservador, Ilegível. Um) Pelo presente contrato a cedente cede
cessionário, na data da assinatura do presente
a quota no valor nominal de 1.250MT (mil
contrato, o preço da aquisição da quota pelo que
duzentos e cinquenta meticais), representativa
desde já da quitação do mesmo.
de 2,5% (dois vírgula cinco por cento) do
capital social da ECA pelo preço nominal de
CLÁUSULA SEGUNDA Empresa de Comercialização 120.000.00MT (cento e vinte mil meticais).
(Comunicação à ECA) Agrícola, Limitada Dois) O cessionário aceita a quota cedida
As partes acordam que será responsabilidade nos termos acima.
Certifico, para efeitos de publicação, que, no
do cedente em comunicar a transmissão da quota Três) A cedente declara que recebeu do
dia treze de Agosto de dois mil e dezoito, foi
à ECA por escrito para efeitos de comunicação cessionário, na data da assinatura do presente
matriculada na Conservatória dos Registos de
contrato, o preço da aquisição da quota pelo que
bem como o registo da respectiva transmissão Entidades Legais de Chimoio, a folhas noventa
desde já da quitação do mesmo.
da quota. e nove versos do Livro C-cinco, sob o número
mil cento e um, a cargo de Nilza José do Rosário CLÁUSULA SEGUNDA
CLÁUSULA QUARTA Fevereiro, conservadora e notária superior,
em pleno exercício de funções notariais, uma (Comunicação à ECA)
(Garantias das partes)
sociedade por quotas denominada Empresa de
As partes acordam que será responsabilidade
As partes garantem a favor uma da outra, Comercialização Agricola, Limitada, com a sua
do cedente em comunicar a transmissão da quota
que na data da assinatura do presente contrato: sede na cidade de Chimoio.
à ECA por escrito para efeitos de comunicação
a) O cedente tem plenos poderes, Estevão José Kanhandula, titular de uma
bem como o registo da respectiva transmissão
quota no valor nominal de 1.250.00MT
autoridade e autorização para da quota.
(mil duzentos e cinquenta meticais),
transmitir a quota a favor do
representativa de 2,5% (dois vírgula cinco CLÁUSULA QUARTA
cessionário;
por cento) do capital social da Empresa de
b) O cessionário tem plenos poderes, Comercialização Agrícola, Limitada, uma (Garantias das partes)
autoridade e autorização para sociedade de direito moçambicano, com
adquirir a quota cedida pela cedente; As partes garantem a favor uma da outra,
capital social de 50.000.00MT (cinquenta
c) Nem a execução ou entrega deste que na data da assinatura do presente contrato:
mil meticais), com sede sita no talhão
contrato, nem a consumação das Tembwé LXXX111-A, cidade de Chimoio, a) O cedente tem plenos poderes,
transações nele contempladas adiante denominada por cedente; e autoridade e autorização para
entrará em conflito com, ou Grant Robert Tryston Taylor, titular de uma transmitir a quota a favor do
constituirá a violação de (i) quota no valor nominal de 20.000.00MT cessionário;
documentos de suporte, ou (ii) (vinte mil meticais), representativa de 40% b) O cessionário tem plenos poderes,
quaisquer documentos equivalentes (quarenta por cento), do capital social da autoridade e autorização para
pertencentes ao cessionário ou (iii) Empresa de Comercialização Agrícola, adquirir a quota cedida pela cedente;
qualquer lei aplicável ao presente Limitada (adiante designada de ECA), uma c) Nem a execução ou entrega deste
contrato; e sociedade de direito moçambicano, com contrato, nem a consumação das
d) Não existem reclamações ou processos capital social de 50.000.00MT (cinquenta transações nele contempladas
judiciais pendentes relativos à mil meticais), com sede sita no talhão entrará em conflito com, ou
Tembwé LXXX111-A, cidade de Chimoio, constituirá a violação de (i)
titularidade das participações
adiante designada de cessionário. documentos de suporte, ou (ii)
sociais na sociedade.
Conjuntamente designadas de partes. quaisquer documentos equivalentes
CLÁUSULA QUINTA Considerando que: pertencentes ao cessionário ou (iii)
a) O cedente é titular de uma quota no qualquer lei aplicável ao presente
(Despesas) valor nominal de 1.250.00MT (mil contrato; e
Todas as despesas e/ou impostos devidos duzentos e cinquenta meticais), d) Não existem reclamações ou processos
com a celebração do presente contrato serão representativa de 2,5% (dois vírgula judiciais pendentes relativos à
suportados em conformidade com o previsto cinco por cento) do capital social titularidade das participações
na legislação aplicável. da ECA; sociais na sociedade.
b) O cedente pretende ceder a sua quota
CLÁUSULA SEXTA na ECA e o cessionário pretende CLÁUSULA QUINTA
adquirir a quota;
(Casos omissos) c) A cessão de quotas entre os sócios (Despesas)

Em tudo que for omisso ao presente contrato, é livre entre os sócios em Todas as despesas e ou impostos devidos
será aplicado o previsto no Código Comercial conformidade com o predisposto com a celebração do presente contrato serão
em vigor à data do presente contrato assim como no número um do artigo sexto suportados em conformidade com o previsto
demais legislação aplicável. dos estatutos da sociedade, deste na legislação aplicável.
modo não estando condicionada ao
CLÁUSULA SÉTIMA exercício do direito de preferência CLÁUSULA SEXTA
pelos demais sócios.
(Lei aplicável e resolução de confitos) (Casos omissos)
É mutuamente celebrado e reciprocamente
Um) O presente contrato é regido e aceite o presente contrato de cessão de quota Em tudo que for omisso ao presente contrato
interpretado pela lei moçambicana. (contrato), que se regerá pelos termos e será aplicado o previsto no Código Comercial
1568 III SÉRIE — NÚMERO 50
em vigor à data do presente contrato assim como ARTIGO TERCEIRO ARTIGO SÉTIMO
demais legislação aplicável.
(Objecto) O(s) administrador(es) declara(m), sob as
CLÁUSULA SÉTIMA penas da lei e tendo em vista, especialmente,
A sociedade terá como objecto a gestão
o disposto no artigo primeiro, que não está(ão)
(Lei aplicável e resolução de conflitos) integral de projeto e sua comercialização,
impedido(s) de exercer a administração da
o comércio a retalho e atacado de bens e
Um) O presente contrato é regido e sociedade, seja em virtude de condenação
produtos de refrigeração, o comercio a retalho
interpretado pela lei moçambicana. criminal, seja por estar(em) sob os efeitos dela,
e atacado de produtos químicos industriais,
Dois) Em caso de conflito emergente do e que não está (ão) condenado(s) à pena que
material eléctrico, de ferramentas industriais,
presente contrato, as partes acordam que deverá vede, ainda que temporariamente, o acesso a
de construção civil, e de serrelharia industrial.
ser dirimido pelo Tribunal Judicial da Cidade cargos públicos; ou por crime, de prevaricação,
de Chimoio. ARTIGO QUARTO suborno, peculato; ou contra a economia
popular, contra o sistema financeiro nacional,
Chimoio, 13 de Fevereiro de 2019. — (Capital social e responsabilidade dos
contra normas de defesa da concorrência,
O Conservador, Ilegível. sócios)
contra as relações de consumo, fé publica ou
O capital social, subscrito e integralizado a propriedade.
neste acto e em moeda corrente nacional, é de
60.000.00MT (sessenta mil maticais ), dividido ARTIGO SÉTIMO
em 40.000.00MT (quarenta mil meticais)
CBM – Projectos e Serviços, Reunião de quotistas e deliberações
quotas para um, de 10.000.00MT (dez mil sociais
Limitada meticais) para dois sócios prospectivamente
Ao término de cada exercício social, em
Certifico, para efeitos de publicação, que cada, e está assim distribuído entre os sócios:
31 de Dezembro, o(s) administrador(es)
por contrato de sociedade celebrado nos termos a) Eduardo Armando Macereque proceder(á)ão à elaboração do inventário,
do artigo noventa do Código Comercial, foi com uma quota no valor de balanço patrimonial e balanço de resultados
constituída uma sociedade unipessoal por 40.000.00MT, subscrevendo a económico, cabendo aos sócios, na proporção
quotas de responsabilidade limitada, com 66.66% de capital social; de suas quotas, a participação nos lucros ou
NUEL 101105326, entre Eduardo Armando b) Baina Artur Luhela Macereque perdas apurados.
Macereque, moçambiano, casado em comunhão com uma quota no valor de
de bens adquiridos, nascido a 10 de Agosto 10.000.00MT, subscrevendo a ARTIGO OITAVO
de 1972, natural de Maputo, portador do 16.67% de capital social;
Bilhete de Identidade n.º 110100443200C, Até ao último dia do quadrimestre seguinte
c) Cintya Bonguiana Macereque com uma
emitido pela Direção Nacional de Identificação ao término do exercício social, os sócios
quota no valor de 10.000.00MT,
Civil, a 15 de Setembro de 2015; Baina deliberarão, em reunião, sobre quando o(s)
subscrevendo a 16.67% de capital
Artur Lueheia Macereque, moçambicana, sócio(s) administrador(es) prestará(ão) contas
social.
casada em comunhão de bens adquiridos, justificadas de sua administração, que poderão
Primeiro. A responsabilidade de cada sócio
nascida em Nampula, portadora de Bilhete de ser aprovadas ou não pelos demais sócios,
é restrita ao valor das suas cotas, mas todos
Identidade n.º 110100443206N, emitido pela observando-se, sempre.
respondem solidariamente pela integralização
Direcção Nacional de Identificação Civil, a Parágrafo único. Na hipótese de o(s) sócio(s)
do capital social.
15 de Setembro de 2015; e Cintya Bonguiana administrador(es) não convocarem, até ao
Macereque, menor, solteira, de nacionalidade Segundo. As quotas de capital são
último dia do quadrimestre seguinte ao término
moçambicana, portadora de Bilhete de indivisíveis em relação à sociedade.
do exercício social, a reunião mencionada no
Identidade n.º 110100443278B, emitido pela caput, qualquer quotista poderá fazê-lo, fixando
ARTIGO QUINTO
Direcção Nacional de Identificação Civil, a dia e hora para sua realização, num prazo
15 de Setembro de 2015, representada neste (Administração e remuneração dos sócios) máximo de 60 (sessenta) dias.
acto pela Baina Artur Luhelia Macereque na
A administração da sociedade caberá ao
qualidade de mãe, que se regerá pelas cláusulas ARTIGO NONO
sócio Eduardo Armando Macereque, com
constantes dos artigos seguintes:
poderes e atribuições de representar a sociedade As deliberações sociais serão tomadas em
ARTIGO PRIMEIRO em juízo ou fora dele, obrigar a sociedade, reunião convocada pelo(s) administrador(es),
firmar contratos, abrir contas bancárias, e de conformidade, podendo ser dispensada
(Denominação) tudo mais que se fizer necessário à sua gestão. a reunião se todos os sócios decidirem, por
Fica vedada, entretanto, a utilização do nome
A sociedade adotará o nome empresarial escrito, sobre a matéria que seria objecto dela.
empresarial da sociedade de que se trata em
CBM – Projectos e Serviços, Limitada, terá
actividades estranhas aos interesses sociais, ARTIGO DÉCIMO
duração por prazo indeterminado e iniciará
bem como em fianças, avais, endossos e aceites
suas atividades no dia 23 de Fevereiro de 2019. Cessão de quotas e da dissolução da
de todo e qualquer título de favor ou que
sociedade
importem na assunção de obrigações estranhas
ARTIGO SEGUNDO
ao objeto social, seja em favor de qualquer dos As quotas de capital não podem ser alienadas
(Sede) quotistas, seja em favor de terceiros. a terceiros, estranhos à sociedade, sem que seja
A sociedade terá sua sede na Matola e dado o direito de preferência aos sócios que
ARTIGO SEXTO nela permanecerem, sendo-lhes assegurada tal
podendo abrir ou extinguir filiais, agências,
depósitos, sucursais ou escritórios em qualquer preferência em igualdade de condições.
O(s) sócio(s) administrador(es) terá(ão)
parte do território nacional, atribuindo a cada direito, a uma igual retirada mensal, no valor
ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO
dependência, para efeitos fiscais, o capital social que, de comum acordo, for fixado pelos sócios
que julgar útil e necessário ao fim colminado, e que será levado a débito da conta de despesas Em caso de morte, interdição, falência ou
destacando-o de seu próprio capital social. administrativas da sociedade. insolvência de quaisquer dos sócios, a sociedade
13 DE MARÇO DE 2019 1569
não será dissolvida, continuando com os sócios vias da mesma forma e teor, para que produza ARTIGO QUARTO
remanescentes e/ou, se assim eles deliberarem, um só efeito,
(Capital social)
com os herdeiros do sócio falecido, interditado, Matola, 24 de Janeiro de 2019.
falido ou insolvente. Caso não haja acordo Um) O capital integrante realizado em
Está conforme. dinheiro é de 100.000. 00MT, correspondente
nesse sentido e, não sendo possível, assim,
a continuação do empreendimento com os Maputo, 12 de Janeiro de 2018. — à soma de duas quotas iguais, correspondente
herdeiros do sócio falecido, interditado, falido A Notária, Ilegível. a 100% do capital social:
ou insolvente, seus haveres serão apurados a) Uma quota no valor nominal de
em balanço especial, levantado para tal 50.000.00MT (cinquenta mil
fim, e serão pagos aos legítimos herdeiros meticais), pertencente ao senhor
Petrus Jacobus Bouwer, equivalente
em até 12 (doze) parcelas mensais, iguais e
Aqua Load Testing a cinquenta por cento do capital
consecutivas, vencendo-se a primeira parcela
social;
120 (cento e vinte) dias após a ocorrência do Mozambique, Limitada b) Uma quota no valor nominal de
evento (falecimento, interdição, falência ou 50.000.00MT (cinquenta mil
insolvência). Certifico, para efeitos de publicação, que meticais), pertencente à senhora
no dia 23 de Janeiro de 2018, foi matriculada Monique Spencer Bouwer,
Parágrafo único. O pagamento dos haveres
na Conservatória do Registo das Entidades equivalente a cinquenta por cento
devidos ao sócio excluído ou retirante será
efectuado nos mesmos termos do capítulo desta Legais, sob NUEL 100965224, uma entidade do capital social.
cláusula. denominada Aqua Load Testing Mozambique, Dois) O capital social poderá ser aumentado
Limitada. uma ou mais vezes mediante deliberação da
ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO assembleia geral, alterando-se o pacto social
Petrus Jacobus Bouwer, de nacionalidade sul-
em observância das formalidades estabelecidas
Reduzindo-se a sociedade a um único sócio, africana, casado, portador do Passaporte por lei.
a sociedade não se dissolverá, a menos que a n.º A00219904, emitido a 22 de Junho de
pluralidade de sócios não seja reconstituída no 2009, residente no Posto Administrativo de ARTIGO QUINTO
prazo de 180 (cento e oitenta) dias. Matutuine, bairro comunal B, zona do Farol,
(Administração)
n.º 221, Ponta do Ouro.
Parágrafo único. Para efeito do disposto A administração e representação da sociedade
nesta cláusula, são dessa natureza e, portanto, Monique Spencer Bouwer, de nacionalidade
será exercida por dois administradores,
consideradas justa causa, a prática, entre outras sulafricana, casada, portadora do Passaporte obrigando a sociedade mediante assinaturas
similares, dos seguintes actos: n.º A02635281, emitido a 2 de Abril de conjuntas.
2013, residente no Posto Administrativo de
a) Divulgação ou revelação a concorrentes
Matutuine, bairro comunal B, zona do Farol, ARTIGO SEXTO
ou a terceiros de segredos ou
estratégias empresariais da nº 221, Ponta do Ouro. (Vinculação da sociedade)
sociedade, ainda que eles não façam, ARTIGO PRIMEIRO A sociedade obriga-se:
directa ou indirectamente, efectiva
a) Pela assinatura conjunta dos
utilização de tais informações (Denominação, natureza e duração)
administradores devidamente
privilegiadas; indicados;
É constituída nos termos da lei e destes
b) Fornecimento a terceiros, sem b) Para questões de levantamentos de
estatutos uma sociedade por quotas de
real necessidade, a bem do cheques, será bastante a assinatura
responsabilidade limitada, que adopta a
empreendimento, de informação de um dos administradores;
denominação de Aqua Load Testing
sobre a situação econômica c) Pela assinatura de um ou mais
Mozambique, Limitada, e é criado por tempo
financeira da sociedade ou sobre mandatários, nos termos e nos
indeterminado. limites do respectivo mandato.
qualquer outro que não foi objeto de
divulgação, pela sociedade; ARTIGO SEGUNDO ARTIGO SÉTIMO
c) O estabelecimento individual, ou como
sócio de sociedade empresária, (Sede e representação) (Disposições finais)
em atividade idêntica ou similar A sociedade tem a sua sede na Ponta do Ouro, Um) Em tudo que for omisso no presente
ao objeto social desta, ainda que a distrito de Matutuine, posto adiministrativo de estatuto, aplicar-se-ão as disposições legais
atividade seja considerada irregular Zitundo, província de Maputo. em vigor.
ou de facto; Dois) Em caso de litígio, as partes puderam
d) Imposição ao sócio de qualquer de ARTIGO TERCEIRO resolver de forma amigável e à falta de consenso
restrição creditos que impeça ou compete ao Tribunal Judicial de Maputo, com
(Objecto social)
dificulte a obtenção de credito, pela renúcia de qualquer outro.
sociedade. Um) A sociedade tem por objecto: a Maputo, 5 de Março 2019. — O Técnico,
prestação de serviços nas seguintes áreas de Ilegível.
ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO carregamento e testagem de equipamentos de
Disposições finais engenharia e elevação, testagem de guindastes
com sacos de água de carga fabricados na África
Nas omissões deste contrato e em casos
do Sul e aluguer de equipamento.
não previstos na disciplina legal que rege ISC Mozambique, Limitada
as sociedades limitadas, esta sociedade terá Dois) A sociedade poderá adquirir e alienar
regência supletiva pela Lei das Sociedades participações em sociedade, de direito nacional Certifico, para efeitos de publicação, que
Anónimas. ou estrangeiro, com objecto social igual ou por escritura de vinte e sete de Fevereiro de
diferente do referido no número anterior e em dois mil e dezanove, exarada de folhas oitenta
E, por estarem assim justos e contratados,
sociedade reguladas por leis especiais. e nove a folhas noventa verso, do livro de notas
assinam o presente instrumento em 3 (três)
1570 III SÉRIE — NÚMERO 50
para escrituras diversas número cinquenta e seis dois mil e dezanove, pelas nove horas, na sede Quatro) Os sócios gerentes não poderão
da Conservatória dos Registos e Notariado de social sita na bairro Matola Rio, Beleluane, delegar os seus poderes em pessoas estranhas
Vilankulo, a cargo de Fernando António Ngoca, Mozal, quarteirão quatro, casa número treze, à sociedade sem o consentimento de todos os
conservador e notário superior, em pleno rês-de-chão, na cidade da Matola, reuniram-se, sócios, porém poderão nomear procurador com
exercício de funções notariais, procedeu-se na em sessão extraordinária, os sócios da Grande poderes que lhe forem designados e constem do
sociedade em epígrafe à alteração parcial do Supermercado, Limitada, com o capital social
competente instrumento notarial.
pacto social, em que houve a redistribuição de no valor de duzentos mil meticais; Yusafali
quotas entre os sócios e que em consequência Ambattu Paramban, detentor de uma quota Cinco) Em caso algum, os sócios gerentes ou
desta operação fica alterada a redacção dos no valor nominal de quarenta mil meticais, seus mandatários poderão obrigar a sociedade
artigos terceiro e quarto do pacto social para correspondente a vinte por cento do capital em actos e documentos estranhos aos negócios
uma nova e seguinte: social; e Sakkeer Hussain Kandaoadi, detentor sociais, designadamente em letras de favor,
de uma quota no valor nominal de cento e fianças e abonações.
ARTIGO TERCEIRO sessenta mil meticais, correspondente a oitenta
por cento do capital social, registada sob o Sem mais a tratar, foi a assembleia geral
(Capital social) encerrada às dez horas e quarenta e cinco
NUEL 100722844, que está inscrito o pacto
O capital social, subscrito e integralmente social da referida sociedade na Conservatória minutos, na qual resulta esta deliberação que vai
realizado em dinheiro e bens, é de cem mil de Registo das Entidades Legais em assembleia assinada pelos sócios e reconhecida no Cartório
meticais, correspondente à soma de cinco geral extraordinária, tendo deliberado sobre a Notarial para inteira validade.
quotas desiguais, sendo: cedência de quotas, entrada de novos sócios e
alteração do pacto social, onde o sócio Yusafali Está conforme.
a) Uma quota de vinte e cinco por cento
do capital social, equivalente a vinte Ambattu Paramban manifestou o interesse de Maputo, 28 de Janeiro de 2019. —
e cinco mil meticais, pertencente à apartar-se da sociedade e ceder a sua quota que O Técnico, Ilegível.
detém na sociedade favor do senhor Shameer
sócia Antonette Van Jaarsveld;
Ali Haneefa, apartando-se desse modo com
b) Uma quota de vinte e cinco por cento
todos os direitos e obrigações. Alterando-se
do capital social, equivalente a vinte
deste modo os artigos terceiro e sétimo dos
e cinco mil meticais, pertencente ao
estatutos como se segue.
sócio Joachim Torstan Haferung;
c) Uma quota de vinte e cinco por cento Socoal Imobiliária
ARTIGO TERCEIRO
do capital social, equivalente a vinte – Sociedade Por Quotas,
e cinco mil meticais, pertencente ao O capital social, integralmente subscrito Limitada
sócio Jorg Brian Dittmann; e realizado em dinheiro, é de duzentos mil
d) Uma quota de doze vírgula cinco por meticais, dividido nas seguintes formas: Certifico, para efeitos de publicação, que por
cento do capital social, equivalente a) Uma quota no valor nominal de acta de dez de Dezembro de dois mil e dezoito,
a doze mil e quinhentos meticais, cento e sessenta mil meticais, que pelas nove horas, na sede social da empresa,
pertencente ao sócio Moisés Rafael corresponde a oitenta e um por cento Socoal Imobiliária – Sociedade por quotas,
Jossias Vilanculo; do capital social, pertencente ao Limitada, sita na Avenida de Moçambique,
e) Uma quota de doze vírgula cinco por sócio Sakkeer Hussain Kandaoadi;
cento do capital social, equivalente número mil setecentos e dez, rés-do-chão,
b) Uma quota no valor nominal de
a doze mil e quinhentos meticais, quarenta mil meticais, que cidade de Maputo, extraída da escritura lavrada
pertencente ao sócio Sebastião corresponde a vinte por cento do de folhas 109 a folha 117 do livro número L118
Alfredo Macamo. capital social, pertencente ao sócio - A, os sócios Agige Abdala, detentor de uma
Shameer Ali Haneefa. quota no valor nominal de duzentos mil meticais
ARTIGO QUARTO (200.000.00MT), correspondente a quarenta
Administração e gerência ARTIGO SÉTIMO por cento (40%), do capital social; Nurjehan
(Assembleia geral, gerência e representa- Abdul Sattar Abdala, detentora de uma quota
A administração e gerência da sociedade e
sua representação em juízo e fora dele, activa ção da sociedade) no valor nominal de duzentos mil meticais
e passivamente, pertencem ao sócio Sebastião (200.000.00MT), correspondente a quarenta por
Um) A assembleia geral reunir-se-á, cento (40%), do capital social; e Muhammad
Alfredo Macamo, bastando a sua assinatura
ordinariamente, uma vez por ano, de preferência
para obrigar a sociedade em todos os actos ou Arshad Abdala, detentor de uma quota no valor
na sede da sociedade, para a apreciação,
contratos. O gerente poderá delegar todos ou nominal de cem mil meticais (100.000.00MT),
aprovação ou modificação do balanço e
parte dos seus poderes a pessoas estranhas à correspondente a vinte por cento (20%) do
contas do exercício e para deliberar sobre
sociedade, desde que outorgue o respectivo capital social, que manifestou(ram) o interesse
quaisquer outros assuntos para que tenha sido
instrumento legal a este respeito com todos os
convocada e, extraordinariamente, sempre que de aumentar o capital social da empresa no valor
possíveis limites de competências.
for necessário. nominal de quarenta e três milhões novecentos e
Que em tudo o mais não alterado continua trinta e cinco mil setecentos e setenta meticais
Dois) A assembleia geral será sempre
a vigorar o pacto anterior.
convocada por meio de carta registada com (43.935.770.00MT), dos actuais quinhentos
Está conforme. aviso de recepção dirigida aos sócios com a mil meticais (500.000.00MT), que detém
Vilankulo, quatro de Março de dois mil e antecedência mínima de 15 dias e presidida pelo a sociedade, passando a ter o capital social
dezanove. — O Conservador, Ilegível. representante legal da sociedade. nominal de quarenta e três milhões novecentos
Três) A gerência e administração da e trinta e cinco mil setecentos e setenta meticais
sociedade e a sua representação em juízo e fora (43.935.770.00MT).
dele, activa e passivamente, serão exercidas
pelos sócios Shameer Ali Haneefa e Sakkeer ARTIGO QUARTO
Hussain Kandaoadi, nomeados sócios gerentes
Grande Supermercado, com dispensa de caução, bastando as suas (Capital social)
Limitada assinaturas para obrigar a sociedade nos actos,
contratos e bancos, podendo nomear o seu O capital social, integralmente subscrito
Certifico, para efeitos de publicação, que por representante se assim o entender, desde que e realizado em dinheiro, passa dos actuais
acta de vinte e oito dias do mês de Janeiro de preceituado na lei. quinhentos mil meticais (500.000.00MT) para
13 DE MARÇO DE 2019 1571

quarenta e três milhões novecentos e trinta e tem a sede na Avenida Milagre Mabote, ARTIGO PRIMEIRO
e cinco mil setecentos e setenta meticais n.º 664, rés-do-chão, bairro da Malhangalene,
(Denominação e sede)
(43.935.770.00MT), correspondente à soma de cidade de Maputo, podendo abrir escritórios
três quotas assim distribuídas: ou quaisquer outras formas de representação A sociedade adopta a denominação de
a) Uma quota no valor nominal de em qualquer parte do território nacional ou no Xiandlale Agro-Pecuária, e tem a sua sede em
dezoito milhões setecentos e estrageiro, e rege-se pelo presente estatuto e Chicualacuala B, posto administrativo Eduardo
setenta e quatro mil trezentos e Mondlane do Distrito de Chicualacuala,
demais legislação aplicável.
oito meticais (18.774.308.00MT), província de Gaza, podendo abrir sucursais
que corresponde a quarenta por ARTIGO SEGUNDO ou quaisquer outras formas de representação
cento (40%), do capital social, em qualquer parte do território nacional ou no
pertencente ao sócio Agige Abdala; (Objecto social) estrangeiro, e rege-se pelos presentes estatutos
b) Uma quota no valor nominal de A sociedade tem por objecto social: e demais legislação aplicável.
dezoito milhões setecentos e
a) O exercício de consultoria e ARTIGO SEGUNDO
setenta e quatro mil trezentos e
oito meticais (18.774.308.00MT), fornecimento de material de
(Objecto e participação)
que corresponde a quarenta por escritório e escolar;
cento (40%) do capital social, b) Serviços de compra e venda de Um) A sociedade tem por objectivo a criação
pertencente à sócia Nurjehan Abdul lubrificantes e combustíveis de gado bovino, caprino, ovino, suíno e aves,
Sattar Abdala; líquidos; incluindo a venda do animal em peso vivo para
c) Uma quota no valor nominal de c) Serigrafia; o mercado interno e externo.
nove milhões trezentos e oitenta d) Importação de materiais eléctricos, Dois) A sociedade pode adquirir
e sete mil cento e cinquenta e artigos domésticos, mobiliário e participações em sociedades com objectivos
quatro meticais (9.387.154.00MT), artigos diversos. diferentes daquele que exerceu em sociedades
que corresponde a vinte por reguladas por leis especiais.
cento (20%), do capital social, ARTIGO TERCEIRO
pertencente ao sócio Muhammad ARTIGO TERCEIRO
Arshad Abdala; (Capital social)
(Capital social)
Está conforme. O capital social, integralmente realizado
Maputo, 8 de Fevereiro de 2019. — O capital social, integralmente realizado em
em dinheiro, é de quinhentos mil meticais
O Técnico, Ilegível. dinheiro, é de 300.000.00MT, que corresponde a
(500.000.00MT), correspondente a uma única
uma soma de duas quotas desiguais, pertencentes
quota, a favor do único sócio, o senhor Arnaldo
aos sócios Hermenegildo Domingos Chiúre,
Jorge Utui acima descrito.
com 240.000.00MT, equivalente a 80% do
ARTIGO QUARTO capital social e Esselina de Lurdes Afonso
KAME 4 – Sociedade Cossa com 60.000.00MT, equivalente a 20%
Unipessoal, Limitada (Administração da sociedade) do capital social.
Administração da sociedade será exercida ARTIGO QUARTO
Certifico, para efeitos de publicação, que
pelo sócio, Arnaldo Jorge Utui, que fica
por acta de dezoito de Fevereiro de dois mil e (Administração da sociedade)
dezanove, da sociedade KAME 4, Limitada, designado administrador.
matriculada na Conservatória das Entidades Um) A administração e gerência da sociedade
ARTIGO QUINTO ficam a cargo de um ou mais administradores,
Legais, sob o n.º 100856492, com o capital
social de quinhentos mil meticais, deliberaram (Forma de obrigar a sociedade) que ficaram dispensados de prestar caução, a ser
sobre o seguinte: escolhido por deliberação dos sócios, a que se
A sociedade fica obrigada pela assinatura reserva o direito de os dispensar a todo o tempo.
a) A cessão de duas quotas no valor do administrador ou pela do seu procurador
total de quinhentos mil meticais, Dois) Os sócios, bem como os
quando exista ou seja especialmente nomeado
que as sócias Mbumila Feliciano administradores por estes nomeados, por
para o efeito. ordem ou com autorização destes, podem
Vechalange Lukanga e Esperança
Maputo, 5 de Março de 2019. — O Técnico, construir um ou mais procuradores, nos termos
Isaías Nhampa possuíam no capital
Ilegível. e para os efeitos de lei. Os mandatos podem ser
social da referida sociedade e que
gerais ou especiais e tanto os sócios como os
cederam a Arnaldo Jorge Utui;
administradores poderão revogá-los a todo o
b) A transformação da sociedade por
tempo, estes últimos mesmo sem autorização
quotas em sociedade por quotas
previa dos sócios, quando as circunstâncias ou
unipessoal e consequente alteração Xiandlale Agro-Pecuária,
a urgência o justifiquem.
integral dos estatutos, os quais Limitada
passam a ter a seguinte nova Três) Compete à administração a
redacção: Certifico, para efeitos de publicação, que, representação da sociedade em todos os seus
no dia 16 de Janeiro de 2019, foi matriculada actos, activa e passivamente, em juízo e fora
ARTIGO PRIMEIRO na Conservatória do Registo das Entidades dele, tanto na ordem jurídica interna como
Legais, sob NUEL 101094731, uma entidade internacional, dispondo de mais amplos poderes
(Denominação social e sede)
denominada Xiandlale Agro-Pecuária, legalmente consentidos para a prossecução
A sociedade comercial adopta a designação Limitada, que irá reger-se pelos estatutos em do objecto social, designadamente, quanto ao
de KAME 4 – Sociedade Unipessoal, Limitada, anexo. exercício da gestão corrente da sociedade.
1572 III SÉRIE — NÚMERO 50
ARTIGO QUINTO do livro de notas para escrituras diversas, diversas, número setenta e dois traço E, do
número trezentos e dezanove, na Conservatória Terceiro Cartório Notarial de Maputo, perante
(Formas de obrigar a sociedade)
dos Registos e Notariado de Chimoio, com o Elvira Freitas Sumine Gonda, licenciada em
A sociedade fica obrigada pela assinatura capital social realizado em dinheiro de vinte Direito, conservadora e notária superior, em
do sócio maioritário ou pela do seu procurador mil meticais, correspondente à soma de duas exercício no referido cartório, foi constituída
quando exista ou seja especialmente nomeado quotas, assim distribuídas: uma cooperativa que se regerá pelos termos
para o efeito. a) Uma quota de valor nominal de dez mil dos artigos seguintes:
e duzentos meticais, equivalente a
ARTIGO SEXTO CAPÍTULO I
cinquenta e um por cento do capital,
(Disposição final) pertencente ao sócio Lucas Mbuma Da denominação, fins, duração, sede
Tudo o que ficou omisso será regulado Mujuju; e e objecto
e resolvido de acordo com a Lei Comercial b) Uma quota no valor nominal de
nove mil e oitocentos meticais, ARTIGO PRIMEIRO
aprovada pelo Decreto-Lei n.º 2/2009, de 24
de Abril. equivalente a quarenta e nove por (Denominação e sede)
cento do capital, pertencente à sócia
Maputo, 5 de Março 2019. — O Técnico, Um) A cooperativa adopta a denominação
África Agricultural Development
Ilegível. de Cooperativa dos Transportadores Rodoviários
Company Moçambique, Limitada,
de Maputo e Manhiça, Limitada, designada
respectivamente. abreviadamente por COOPTROMAN, Limitada.
Que a sócia África Agricultural Development Dois) A COOPTROMAN, Limitada é
Company Moçambique, Limitada, não estando uma pessoa colectiva de direito privado,
interessada em continuar na referida sociedade, com fins lucrativos, dotada de personalidade
Só Soja, Limitada cede na totalidade a parte da sua quota no valor jurídica, autonomia administrativa, financeira
de nove mil e oitocentos meticais ao sócio e patrimonial.
Certifico, para efeitos de publicação, que,
Lucas Mbuma Mujuju, pela presente escritura Três) A COOPTROMAN, Limitada tem a
por escritura de trinta de Abril de dois mil e
pública e por deliberação dos sócios reunidos sua sede na cidade de Maputo e por meio da
dezoito, lavrada de folhas 119 a 133 e seguintes
em assembleias geral, representado por cem por deliberação da assembleia geral a cooperativa
do livro de notas para escrituras diversas número
cento dos sócios, na sua sessão extraordinaria, poderá abrir delegações ou quaisquer outras
37, a cargo de Abias Armando, conservador e
realizada no dia vinte e seis de Maio do ano formas de representação em qualquer local
notário superior, em pleno exercício de funções do país.
dois mil e dezassete.
notariais, compareceram como outorgantes:
Que em consequência desta operação, os
Primeiro. Lucas Mbuma Mujuju, solteiro, ARTIGO SEGUNDO
sócios alteram a composição do artigo sétimo
maior, natural de Machanga, portador do Bilhete (Duração)
do pacto social que rege a sociedade, passando
de Identidade n.º 060100095975B, emitido
a ter a seguinte nova redacção. A COOPTROMAN, Limitada é constituída
pelo Serviço Provincial de Identificação Civil
de Manica em Chimoio, a vinte e cinco de por tempo indeterminado a partir da data da
ARTIGO SÉTIMO
Fevereiro de dois mil e dez e residente no bairro assinatura do presente contrato de sociedade
(Capital social) inicial.
4, nesta cidade de Chimoio.
Segundo. África Agricultural Development O capital social, subscrito integralmente e
ARTIGO TERCEIRO
Company Moçambique, Limitada, sociedade realizado em dinheiro, é de vinte mil meticais,
por quotas de responsabilidade limitada, correspondente à soma de uma e única quota, de (Objecto)
com a sua sede no bairro, na Rua Desportista valor nominal de vinte mil meticais, equivalente Um) A Cooperativa tem como objecto
n.º 833, prédio Jat IV, primeiro andar, na a cem por cento do capital, pertencente ao único principal, a promoção de actividade de
cidade de Maputo, constituída a vinte e dois sócio Lucas Mbuma Mujuju.
transportes públicos de passageiros,
de Agosto de dois mil e onze, sob NUEL Que em tudo não alterado por esta escritura a cooperativa poderá dedicar-se a outras
100241617, da Conservatória de Registos de pública, continuam em vigor a disposição do actividades de natureza comercial conexas
Entidades Legais de Maputo, representada pacto social anterior. com o seu objecto principal, nos termos da lei
neste acto por Rui Carlos S. Santana Afonso, Está conforme. dos estatutos.
de nacionalidade moçambicana, portador
Chimoio, 5 de Julho de dois mil e dezoito. Dois) A Cooperativa é de âmbito local, tem
do Bilhete de Identidade n.º 110100282479,
— A Notária B, Ilegível. por objecto o estudo e defesa dos interesses
emitido a vinte e um de Junho de dois mil e dez,
relativos aos seus membros, competindo-lhe
com poderes bastantes para o acto, conforme
para o efeito promover e praticar tudo quanto
acta da assembleia geral de onze de Fevereiro de
dois mil e treze, na qualidade de administrador possa contribuir para o seu progresso técnico,
com poderes bastantes para o acto. económico e social, no desenvolvimento
sustentável e mais amplo da sua actividade
Verifiquei a identidade dos outorgantes por
exibição dos documentos acima mencionados.
Cooperativa dos transportadora como sendo:
E por primeiro, segunda outorgantes foi dito Transportadores a) Apresentar e defender junto dos
que são os únicos e actuais sócios da Sociedade Rodoviários de Maputo órgãos do Estado e das autoridades
Comercial por quotas de responsabilidade e Manhiça, Limitada administrativas os pontos de
limitada, denominada Só Soja, Limitada, com vista e dos interesses gerais dos
a sua sede na cidade Chimoio, alterada por Certifico, para efeitos de publicação, que, seus membros, praticar actos e
uma vez por escritura pública do dia vinte e seis por escritura de seis de Agosto de dois mil e celebrar, acordos e convenções e
de Fevereiro de dois mil e treze, lavrada das dezoito, lavrada de folhas oitenta e três a folhas outras matérias em nome dos seus
folhas cento e um a cento e quinze e seguintes, oitenta e seis do livro de notas para escrituras cooperativistas;
13 DE MARÇO DE 2019 1573
b) Dar parecer e praticar o que for Quatro) A assembleia geral poderá deliberar devidamente fundamentadas relativamente
conveniente, políticas de sobre o prazo para a realização do aumento do aos objectivos a alcançar, seu impacto social
desenvolvimento económico, capital social. na cooperativa, as condições de utilização dos
social, no âmbito da concertação, respectivos resultados, nos termos da lei e por
visando promover e previlegiar a ARTIGO SÉTIMO deliberação da assembleia geral, emitir títulos
troca de experiências; (Registo de títulos) de investimento nominativos ao portador
c) Estabelecer e desenvolver mecanismos dentro dos limites e condições legalmente
A COOPTROMAN, Limitada obriga-
de relacionamento e colaboração regulamentados internamente pela cooperativa.
se a manter um livro de registo de títulos
com o Estado e organismos
representativos do capital social próprio, onde se ARTIGO DÉCIMO SEGUNDO
similares nacionais. mencionará por ordem numérica dos membros,
nome, a data da sua admissão, o capital subscrito (Suprimentos)
CAPÍTULO II
e realizado, o título representativo do capital Tudo o que não estiver expressamente
Do capital social social que detenha na cooperativa ou registo de
previsto competirá à assembleia geral deliberar
eventuais transmissões realizadas.
ARTIGO QUARTO em acta que fixará os juros, as condições de
ARTIGO OITAVO reembolsos e outros materiais de importante
(Capital social)
necessidade.
(Transmissão de títulos)
Um) O capital social incicial, subscrito
e totalmente realizado até à celebracão do Um) Sem prejuízo das disposições CAPÍTULO III
presente contrato, é de 1.200.000.00MT (um obrigatórias da lei, na transmissão de títulos, Dos membros
milhão e duzentos mil meticais). os membros em primeiro lugar e a cooperativa
Dois) O capital social é variável, sendo em segundo, estes terão sempre o previlégio ARTIGO DÉCIMO TERCEIRO
considerado automaticamente alterado e de opção. (Requisitos de admissão)
aumentado, nos casos de admissão de novos Dois) O processo e os requisitos de
membros e outras formas preconizadas na lei e transmissão dos títulos devem seguir as Pode ser membro da Cooperativa, Limitada
nos presentes estatutos. disposições regulamentadas internamente e toda a pessoa singular ou colectiva de direito
formalismos estabelecidos para a transmissão privado, desde que preencha os requisitos e
ARTIGO QUINTO de acções, numa sociedade anónima no âmbito condições previstas na lei e nos estatutos da
dos limites e condições impostos na lei das Cooptroman, Limitada.
(Entrada mínima e formas de representação
cooperativas.
do capital social) ARTIGO DÉCIMO QUARTO
Três) Em caso de óbito de um membro
Um) A entrada mínima de capital social a cooperativista, serão tomadas em consideração
(Competência para admissão de membros)
subscrever por cada membro é de 5.000.00MT as disposições da lei das cooperativas, salvo
(cinco mil meticais), cuja representação será deliberação da assembleia geral. Um) O pedido de admissão de membros
feita pela totalidade do valor da entrada dos deverá ser dirigido por estes formalmente ao
membros através de títulos representativos do ARTIGO NONO conselho directivo, desde que tenham todos
capital social a todo o tempo, substituíveis por (Títulos próprios) os requisitos previstos no artigo anterior,
equipamento ou subdivisão que poderá assumir subscrevam e realizem o capital social.
a forma de escritura de títulos nominativos. Um) Nos termos da lei, a cooperativa só Dois) Os pedidos para admissão de novos
Dois) Em caso de destruição, perda, extravio poderá adquirir títulos representativos do membros são submetidos, apreciados e
de qualquer título, o novo título só será emitido próprio capital a título gratuito, desde que estes aprovados pela assembleia geral.
nos termos e condições que forem definidos pelo estejam integralmente realizados, excepto se a
conselho directivo da cooperativa. aquisição for o resultado da falta de realização ARTIGO DÉCIMO QUINTO
Três) Do capital social subscrito em de títulos pelos membros subscritos.
(Registo de membros)
definitivo, os membros fundadores doarão Dois) O processo será feito nos moldes
à cooperativa uma cota em materiais de regulamentados internamente, seguindo-se O registo de membros da COOPTROMAN
construção convencional para construção da as formas estabelecidas para as acções duma Limitada é feito num livro próprio, que poderá
sede da Cooptroman, Limitada. sociedade anónima dentro das condições e por analogia coincidir com o livro de registos
limites plasmados na lei das cooperativas. de títulos previstos, à luz do artigo sétimo dos
ARTIGO SEXTO
presentes estatutos.
(Alteração do capital social) ARTIGO DÉCIMO
ARTIGO DÉCIMO SEXTO
(Prestações suplementares)
Um) O capital social poderá ser alterado uma
(Direitos e deveres)
ou mais vezes conforme o previsto na lei das Aos membros poderão ser exigidas
cooperativas e por deliberação da assembleia prestações adicionais de capital social até ao Os membros da COOPTROMAN, Limitada
geral. montante do capital em cada momento, desde terão direitos e deveres estipulados no âmbito
Dois) A todos os membros da cooperativa é que tal imposição seja deliberada em assembleia da lei das cooperativas.
concedido o direito de opção na subscrição de geral, ficando todos os membros obrigados na
novos títulos, dando prioridade aos membros proporção das respectivas participações no ARTIGO DÉCIMO SÉTIMO
que detenham uma menor participação do capital social. (Deveres especiais de fidelidade e exclu-
capital social. sividade nas operações da Cooptroman,
Três) O processo de subscrição de novos ARTIGO DÉCIMO PRIMEIRO Limitada)
títulos deverá ser feito por anúncio, carta ou
(Títulos de investimento)
outras formalidades legais, referenciando o Um) Aos membros da COOPTROMAN,
período de subscrição de preferência, quinze A Cooptroman, Limitada poderá no âmbito Limitada é devido o dever de ética e de fidelidade
dias nos termos previstos. das suas responsabilidades sociais, desde que para com a Cooperativa, relativamente à troca
1574 III SÉRIE — NÚMERO 50
de informações e de não concorrência com os ARTIGO VIGÉSIMO SEGUNDO ARTIGO VIGÉSIMO OITAVO
objectivos seguidos pela cooperativa.
(Mandato dos órgãos sociais) (Responsabilidade pela prática ou omissão
Dois) A transgressão dos deveres e fidelidade
de actos)
será justa causa para se determinar a exclusão O mandato dos órgãos sociais tem a duração
dos membros infractores no âmbito dos de 4 (quatro) anos, podendo ser renovável por Um) Os membros dos órgãos sociais da
procedimentos legais e do regulamento interno. mais um mandato. cooperativa ou seus representantes estarão
sujeitos para além dos princípios estatutários
ARTIGO DÉCIMO OITAVO ARTIGO VIGÉSIMO TERCEIRO o seguinte:
(Perda de qualidade de membro) a) Responsabilidade solidária pelos actos
(Renúncia de mandatos)
praticados e aprovados pelo órgão
Um) Perdem a qualidade de membro, aqueles Um) A renuncia deverá ser feita de forma em que estes representam;
que voluntariamente decidirem desvincular-se expressa à assembleia geral, ao conselho b) Responsabilidade individual pelos
da cooperativa por livre vontade própria. directivo e ao conselho fiscal, respectivamente, actos praticados ou omitidos
Dois) Os que estiverem abrangidos em invocando motivos relevantes e fundamentos individualmente no exercício de
actos previstos na lei das cooperativas à luz das funções por inerência de cargo.
para renúncia.
respectivas adaptações. Dois) Responsabilidade dos membros dos
Dois) Compete ao conselho directivo e ao
órgãos sociais da COOPTROMAN, Limitada
ARTIGO DÉCIMO NONO conselho fiscal ou fiscal único apresentarem os
cessam quando a assembleia aprovar os seus actos
devidos pareceres. nos termos plasmados na lei das cooperativas.
(Demissão de membros)

Um) A demissão de qualquer membro ARTIGO VIGÉSIMO QUARTO ARTIGO VIGÉSIMO NONO
poderá ocorrer de forma expressa ou tácita. (Vacatura) (Incompatibilidades)
Dois) A demissão de membro de forma
expressa será apresentada por escrito ao Em caso de vacatura de lugar de presidente Os membros dos órgãos sociais da
conselho directivo, independentemente de de qualquer dos órgãos sociais, o mesmo lugar COOPTROMAN, Limitada ficam impedidos
invocar ou não motivos que obriguem a tomada será preenchido pelo vice-presidente respectivo de representar interesses privados na gestão da
da decisão. ou por deliberação de entre os seus elementos a cooperativa, salvo deliberação da assembleia
Três) De forma tácita, as ausências fim de completar o mandato em curso. geral.
consecutivas sem justificação quando
devidamente notificado. ARTIGO VIGÉSIMO QUINTO CAPÍTULO V
Quatro) Quanto às formas e aos Da assembleia geral
(Deliberações)
procedimentos de cálculo de restituição dos
SECÇÃO II
montantes de título do capital social realizado Um) As deliberações dos órgãos sociais
será regulamentado internamente. devem seguir os princípios baseados na lei, ARTIGO TRIGÉSIMO
na democracia interna da cooperativa. As (Assembleia geral)
ARTIGO VIGÉSIMO
deliberações são tomadas por maioria simples
(Procedimentos de sanção e exclusão com presença de mais de metade dos membros A Assembleia Geral é constituída por todos
de membro) efectivos, salvo por: os membros em pleno gozo dos seus direitos
sociais, sendo as suas deliberações quando
Um) A aplicação de medidas sancionatórias, a) Destituição; tomadas nos termos legais são vinculativas a
incluindo as de exclusão, aplicar-se-á no âmbito b) Alteração dos estatutos ou do todos os membros.
das disposições da lei das cooperativas. regulamento eleitoral;
Dois) A perda de mandato de membro c) Dissolução e liquidação; ARTIGO TRIGÉSIMO PRIMEIRO
originado da aplicação de uma ou mais medidas
d) Fusão. Constituição da mesa da assembleia
não dará direito à restituição de qualquer
contribuição que tiver dado entrada para a Dois) A assembleia geral convocará uma
(Assembleia geral)
cooperativa, nem terá carácter de desobrigar reunião extraordinária para o efeito com pelo
os membros o seguimento normal de todas as menos três quartos de votos dos membros A assembleia geral é constituída por:
obrigações anteriormente realizadas. presentes. a) Um presidente;
b) Um vice-presidente;
CAPÍTULO IV ARTIGO VIGÉSIMO SEXTO c) Um secretário;
Dos órgãos sociais (Candidaturas, eleições, tomada de posse) d) Dois vogais.

SECÇÃO I As candidaturas e sua legitimidade para ARTIGO TRIGÉSIMO SEGUNDO


concorrer a determinados lugares dos órgãos (Convocação)
Dos princípios gerais
sociais estarão normadas no regulamento
ARTIGO VIGÉSIMO PRIMEIRO interno da COOPTROMAN, Limitada. Uma) A convocação para qualquer reunião
da assembleia geral será feita pelo presidente da
(Órgãos sociais) ARTIGO VIGÉSIMO SÉTIMO mesa da assembleia geral, verificado o previsto
na lei das cooperativas.
São órgãos sociais da COOPTROMAN, (Remunerações)
Dois) Na ausência ou impossibilidade
Limitada:
Os membros dos órgãos sociais serão deste quando deva legalmente fazê-lo, pode
a) A assembleia geral; remunerados por deliberação da assembleia o conselho directivo, conselho fiscal ou ainda
b) O conselho directivo; geral, que fixará os montantes no regulamento um terço dos membros efectivos da cooperativa
c) O conselho fiscal ou fiscal único. interno da cooperativa. convocarem directamente.
13 DE MARÇO DE 2019 1575
ARTIGO TRIGÉSIMO TERCEIRO f) Tomar medidas convenientes SECÇÃO III
e que se julguem urgentes
(Reunião) Das competências do conselho fiscal
e inadiáveis , s ubmetendo à
Um) A assembleia geral da COOPTROMAN, apreciação, rectificação na sessão ARTIGO QUADRAGÉSIMO
Limitada é o órgão soberano e é constituido imediatamente a seguir do órgão;
por todos os seus membros e reúne-se g) Obrigar, representar a COOPTROMAN Um) O conselho fiscal da COOPTROMAN,
ordinariamente ou extraordinariamente. Limitada em todos os actos e Limitada quanto à observância da lei e em
Dois) A assembleia geral ordinária reúne- contratos nas instituições especial das regras de escrituração compete a
se nos três meses imediatos ao termo de cada governamentais e privadas; este órgão.
exercício e deverá deliberar sobre as matérias h) Elaborar o relatório de contas Dois) Examinar e dar parecer sobre a
agendadas: trimestrais para submeter ao escrituração da Cooperativa, designadamente
conselho fiscal para aprovação e as contas anuais, inventario e balanço.
a) Discutir e aprovar ou modificar o
consulta interna dos membros. Três) Propor ao presidente da mesa da
relatório de gestão das contas do
assembleia geral o que for conveniente para
exercício, incluindo o balanço
ARTIGO TRIGÉSIMO SÉTIMO o aprimoramento dos serviços da Cooperativa
e mapas de demonstração de
resultados, o relatório e parecer do (Composição do conselho directivo)
no sentido de realização dos fins estatutários.
conselho fiscal sobre aplicação dos Quatro) Fiscalizar os actos dos membros
O conselho directivo é composto nos termos e verificar o cumprimento dos seus deveres
resultados do exercício;
previstos no artigo 57 da lei das cooperativas estatutários.
b) Nas reuniões da assembleia geral não
por: Cinco) Fazer cumprir as disposições da lei e
devem ser tomadas deliberações
a) Um presidente; dos regulamentos internos da COOPTROMAN,
sobre matéria estranha à ordem
b) Um vice-presidente; Limitada.
do dia, salvo se por maioria
c) Um secretário; Seis) Opinar e dar parecer sobre as propostas
simples dos membros presentes ou
d) Um tesoureiro; apresentadas pelo conselho directivo, a ser
representados houver concordância
e) Um vogal. apresentado à assembleia geral o que for
com a inclusão da matéria.
conveniente, relativamente à modificação do
ARTIGO TRIGÉSIMO OITAVO
ARTIGO TRIGÉSIMO QUARTO capital social, emissão de obrigações, planos
(Reunião) de investimentos, distribuição dos dividendos,
(Quórum deliberativo)
Um) O conselho directivo reunir-se-á, pelo fusão, extinção e outras materias de importância
A assembleia geral representa a vital para a cooperativa.
menos, duas vezes trimestralmente sempre que
universalidade dos seus membros e considera- for conveniente, convocado pelo seu presidente
se validamente constituída uma primeira ARTIGO QUADRAGÉSIMO PRIMEIRO
ou a pedido dos restantes membros do órgão.
convocação, se estiverem presentes ou Dois) A convocação das reuniões do (Composição)
representados os membros detentores de conselho directivo deve ser feita com 5 dias de
montantes do capital social, e uma segunda antecedência, exceptuando-se casos em que é Um) A composição do conselho fiscal
convocação com qualquer perecentagem dos possível reunir todos os membros do conselho obedece ao previsto na lei das cooperativas.
membros detentores do capital social. directivo sem obedecer a outras formalidades. a) Presidente;
Três) A convocatória deverá indicar a ordem b) Secretário;
ARTIGO TRIGÉSIMO QUINTO de trabalhos, a data, a hora e local da reunião, c) Vogal.
(Votação) reunindo todos os documentos necessários para Dois) Podendo ser pelo menos um dos
a tomada de decisões relevantes sobre a agenda. membros do Conselho Fiscal ser técnico de
Para qualquer acto eleitoral, cada membro Quatro) De cada reunião é lavrada uma contas ou auditor devidamente habilitado, salvo
dispõe de só um voto independentemente do acta no livro respectivo assinado por todos os deliberação da assembleia geral.
capital social subscrito. membros participantes na reunião.
Cinco) A COOPTROMAN, Limitada ARTIGO QUADRAGÉSIMO SEGUNDO
ARTIGO TRIGÉSIMO SEXTO por intermédio do conselho directivo tem a
faculdade de nomear determinados procuradores (Reunião do conselho fiscal)
(Conselho directivo)
para a prática de determinados actos com aval Cabe ao presidente do conselho fiscal
Compete ao conselho directivo, no âmbito dos presidentes de mesa da assembleia e do convocar e presidir às reuniões ordinárias, pelo
das suas atribuições, gerir as actividades da conselho fiscal.
Cooptroman, Limitada. menos, uma vez por trimestre, com antecedência
ARTIGO TRIGÉSIMO NONO de sete dias úteis, com indicação de data, hora
a) Efectuar e realizar todos os actos
e local da reunião, devendo ser acompanhado
inerentes à sua função administrativa (Formas de obrigar a Cooptroman, Limitada) de todos os documentos necessários à tomada
de gestão;
Um) Os membros exercem em conjunto os de deliberções.
b) Examinar, propor o aumento ou
poderes de representação. A cooperativa obriga-
redução do capital social se ARTIGO QUADRAGÉSIMO TERCEIRO
se nos seus actos, para efeitos de validade dos
justificável;
movimentos a débito das contas bancárias e (Auditores externos)
c) Executar e fazer cumprir as deliberações contratos de negócios jurídicos com assinatura
da assembleia geral e do conselho conjunta de 2 assinaturas, sendo uma do Um) A assembleia geral sobre proposta do
fiscal; presidente e indispensável em qualquer caso a conselho directivo poderá contratar auditores
d) Admitir e demitir trabalhadores com do tesoureiro. externos para verificação das contas anuais da
fundamentos legais; Dois) Na ausência ou impedimento do COOPTROMAN, Limitada.
e) Agir em conformidade com as tesoureiro, os movimentos referidos no número Dois) O conselho fiscal no exercício das
disposições legais e do regulamento anterior só serão válidos com assinatura de suas funções deverá pronunciar-se sobre os
interno da cooperativa; qualquer membro do Conselho Fiscal. conteúdos e relatórios da auditoria externa,
1576 III SÉRIE — NÚMERO 50
tendo a responsabilidade solidária com o ARTIGO QUADRAGÉSIMO OITAVO Dois) A assembleia geral poderá deliberar
conselho directivo pelos actos praticados por sobre a retenção de uma parte ou total para a
(Reserva para a formação e educação dos
este e tenha dado o seu parecer favorável. conversão em títulos de capital realizado pelos
membros)
membros na porporção da sua participação para
CAPÍTULO VI
A assembleia geral adoptará formas de autofinanciamento aperacional da cooperativa.
Do sistema financeiro, despesas, aplicação das reservas.
exercício, contas e excedentes CAPÍTULO VII
ARTIGO QUADRAGÉSIMO NONO
ARTIGO QUADRAGÉSIMO QUARTO Da dissolução e liquidação
(Reserva para despesas funerárias)
(Pré e pós pagamento) ARTIGO QUINQUAGÉSIMO TERCEIRO
Serão determinadas, na porporção de 2%
Nos actos cooperativos praticados entre os (Dissolução e liquidação da cooperativa)
dos excedentes anuais líquidos. Dos subsídios
membros e a cooperativa, a COOPTROMAN,
e donativos doados poderão ter a finalidade de A cooperativa dissolve-se e liquida-se nas
Limitada terá um registo de contas de cada
reservas com deliberação da assembleia geral. formas previstas na lei das cooperativas.
membro com todas as operações, transações
efectuadas. Neste contexto, incluirá o pré
ARTIGO QUINQUAGÉSIMO ARTIGO QUINQUAGÉSIMO QUARTO
pagamento que eventualmente for realizado
pela cooperativa ao membro, quer a título de (Ano social) (Disposições finais)
entrega de valores ou outros bens entregues pela
Um) O ano social coincidirá com o ano civil Um) Os direitos e os deveres especiais dos
cooperativa ao respectivo membro.
com referência a um de Janeiro a trinta e um de membros dos órgãos sociais da COOPTROMAN,
ARTIGO QUADRAGÉSIMO QUINTO Dezembro. Limitada, condições e requisitos de elegibilidade
Dois) No âmbito das suas atribuições dos membros dos órgãos sociais, as regras para
(Custeio de despesas)
o conselho directivo da COOPTROMAN, as eleições dos mesmos bem como as regras a
O custo das despesas será feito pelo fundo observar no preenchimento de vagas verificadas
Limitada deverá organizar todo o processo das
social da cooperativa e no âmbito das disposições durante o mandato não previstos pelos presentes
contas anuais e apresentar um relatório alusivo
estabelecidas na lei das cooperativas. estatutos serão fixados no regulamento interno
ao exercício acompanhado de uma proposta de
ARTIGO QUADRAGÉSIMO SEXTO aplicação dos resultados. da cooperativa.
Dois) O regime de contratação de assessores
(Distribuição das despesas)
ARTIGO QUINQUAGÉSIMO PRIMEIRO e demais colaboradores da COOPTROMAN
A distribuição das despesas ocorrerá da Limitada serão estabelecidos em regulamento
(Excedentes líquidos)
responsabilidade dos membros e determinado específico.
em conformidade com o direito de prestação A distribuição de excedentes líquidos anuais
deverá ser apurada pela proporção, ajuste de ARTIGO QUINQUAGÉSIMO QUINTO
de serviço e podendo ser aplicável à luz da lei
das cooperativas. paleio das despesas, incluindo dos passivos e (Casos omissos)
por dedução das reservas em geral nos termos
ARTIGO QUADRAGÉSIMO SÉTIMO Os casos omissos serão resolvidos de
previstos e por deliberação da assembleia geral.
acordo com o disposto na lei das cooperativas
(Reservas)
ARTIGO QUINQUAGÉSIMO SEGUNDO n.º 23/2009 de 28 de Setembro e do Código
Para prevenir eventuais prejuízos que Comercial e demais legislação complementar
(Aplicação de resultados)
eventualmente ocorrer, a cooperativa é obrigada em vigor na República de Moçambique.
a constituir reservas. A assembleia geral poderá Um) Dos excedentes líquidos do exercício Está conforme.
deliberar sobre a constituição de outro tipo de será deduzida uma margem de até 5% do valor Maputo, 7 de Agosto de 2018. — O Notário
reservas, obedecendo aos princípios legais. apurado para o fundo de reserva legal. Técnico, Ilegível.
FAÇA OS SEUS TRABALHOS GRÁFICOS NA INM, E.P.: NOVOS EQUIPAMENTOS,
NOVOS SERVIÇOS e DESIGN GRÁFICO AO SEU DISPOR

NOSSOS SERVIÇOS: Preço da assinatura semestral:


— Maketização, Criação I Série ......................................................... 8.750,00MT
de Layouts e Logotipos;
II Série ......................................................... 4.375,00MT
— Impressão em Off-set
III Série .......................................................... 4.375,00MT
e Digital;
— Encadernação e Restauração Maputo — Rua da Imprensa n.º 283, Caixa postal 275,
de Livros;
Telef.: +258 21 42 70 25/2 – Fax: +258 21 32 48 58
— Pastas de despachos,
impressos e muito mais! Cel.: +258 82 3029 296,
e-mail: imprensanac@minjust.gov.mz
Preço das assinaturas do Boletim da República Web: www.imprensanac.gov.mz
para o território nacional (sem porte):
Delegações:
— As três séries por ano ......................... 35.000,00MT
Beira — Rua Correia de Brito, n.º 1903 – R/C
— As três séries por semestre .................. 17.500,00MT
Tel.: 23 320905 – Fax: 23 320908
Preço da assinatura anual: Quelimane — Av. 7 de Setembro, n.º 1254,
Tel.: 24 218410 – Fax: 24 218409
I Série ...................................................... 17.500,00MT
II Série ....................................................... 8.750,00MT Pemba — Rua Jerónimo Romeiro, Cidade Baixa, n.º 1004,
III Série ....................................................... 8.750,00MT Tel.: 27 220509 – Fax: 27 220510
Preço — 170,00 MT
IMPRENSA NACIONAL DE MOÇAMBIQUE, E.P.

Você também pode gostar