Você está na página 1de 16

L.T.C.A.

T
LAUDO TÉCNICO DAS CONDIÇÕES AMBIENTAIS DO
TRABALHO

2021/2022

E CASTILHO

E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

Elaboração: 27de Janeiro de 2021

Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA


LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

SUMÁRIO

LTCAT - Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho

1- INFORMAÇÕES GERAIS DA EMPRESA 3


2- CARACTERÍSTICAS GERAIS DA EMPRESA 3
3- OBJETIVO 3
4- LEGISLAÇÃO APLICAVEL 4
5- METODOLOGIA E CRITÉRIOS USADOS NAS AVALIAÇÕES DOS RISCOS 4
AMBIENTAIS
6- EQUIPAMENTOS UTILIZADOS NA AVALIAÇÃO DOS RISCOS 4
7- DA ELABORAÇÃO E EMISSÃO DO LTCAT 4
8- RECONHECIMENTO E AVALIAÇÃO DOS RISCOS PRESENTES NO 8
AMBIENTE DE TRABALHO
9- NEUTRALIZAÇÃO DO RISCO PELO USO DE EQUIPAMENTOS DE 8
PROTEÇÃO INDIVIDUAL
10 - ENCERRAMENTO 9
ANEXO I - Planilha de Reconhecimento, Avaliação e Medidas de Controle 10
dos Riscos Ambientais
ANEXO II – Certificado de Calibração dos Equipamento de Higiene 11
Ocupacional
ANEXO III – CRM da Médica Coordenadora 12

SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA.


segurancaocupacional@setrab.com.br – www.setrab.com.br
LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

LTCAT
Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho

1. INFORMAÇÕES GERAIS DA EMPRESA

1.1. Razão Social, Atividade e Endereço

Razão Social: E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

CNPJ: 13.960.061/0001-42
Inscrição Estadual: 146.280.559.117
Endereço: Rua Arctotes, 271 - Casa 01 - Jardim Guairaca – São Paulo - SP
CEP: 03.244-050
CNAE: 43.30-4-04 - Serviços de pintura de edifícios em geral
Grau de Risco: 03

Posto de Trabalho:

Razão Social: HTB Engenharia e Construção S.A

CNPJ: 61.037.537/0001-10
Inscrição Estadual: 105.947.790-110
CNAE: 41.20-4 – Constraução de Edificios
Grau de risco: 03
Unidade de Negócio: 0375 CD Pânia – Pânia Empreendimentos Comerciais LTDA
Endereço: Avenida Guapé, 9791 Portão 1 – Jardim Belval – Baurueri – S.P.
CEP: 06422-120
Endereço do Escritorio Central: Avenida Alfredo Egídio de Souza Aranha, 145 – Chácara Santo
Antonio, São Paulo – S.P – HTB Engenharia e Construção S.A
Telefone: (11) 5643-0100

1.2. Total de Colaboradores:

Número de Funcionários Masculinos: 06


Número de Funcionários Femininos: 00

2. CARACTERÍSTICAS GERAIS DA EMPRESA

A empresa E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA encontra-se em


edificação de alvenaria dividido em atividades administrativas e operacionais.

SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA. 3


segurancaocupacional@setrab.com.br – www.setrab.com.br
LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

3. OBJETIVO

Este laudo tem o objetivo de analisar as atividades e operações desenvolvidas pelos


colaboradores da E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA, para
determinar as condições previstas Anexo IV do Regulamento da Previdência Social - RPS.
A exposição a agentes nocivos químicos, físicos, biológicos ou à associação de agentes, em
concentração ou intensidade e tempo de exposição que ultrapasse os limites de tolerância
ou que, dependendo do agente, torne a simples exposição em condição especial prejudicial
à saúde e direito à aposentadoria especial.

O Laudo Técnico de Condições Ambientais do Trabalho - LTCAT e demais demonstrações


ambientais também tem como objetivo fundamentar tecnicamente o preenchimento dos
formulários de reconhecimento de períodos laborados em condições especiais,
denominado PPP– Perfil Profissiográfico Previdenciário (§1º do artigo 58 da Lei nº
8.213/1991 e §2º e §7º do artigo 68 do Decreto nº 3.048/1999), além de subsidiar o
enquadramento das atividades laborais, no que se refere ao recolhimento das denominadas
Alíquotas Suplementares do Seguro de Acidentes do Trabalho (SAT) criadas pelo texto da
Lei n° 9.732 de 11.12.98. Este laudo atende também às exigências contidas na Instrução
Normativa IN INSS/DC n° 99 de 05.12.2003 e outras publicadas posteriormente.

Com o objetivo de facilitar a aplicação dos conceitos para elaboração desse laudo no que
tange às diferentes atividades existentes nos diferentes ambientes avaliados, os
levantamentos e conclusão serão realizados por ambiente/atividade que poderão conter
um único cargo ou mais de um dentro de um mesmo grupo de risco. Assim sendo, fica
como responsabilidade da unidade administrativa do órgão relacionar os servidores
inseridos dentro dos ambientes e atividades relacionados.

4. LEGISLAÇÃO APLICÁVEL

Esse documento visa atender os seguintes diplomas legais:

Decreto 3048 de 06/05/1999, Subseção IV - Da Aposentadoria Especial, Anexo IV


Classificação dos Agentes Nocivos e suas alterações dadas pelo Decreto 4032 de
26/11/2001, Instrução Normativa INSS/PRES Nº 77, de 21 de janeiro de 2015 - DOU de
22/01/2015 - Atualizada em 13/06/2017.

Norma Regulamentadora NR-15- "Atividades e Operações Insalubres", do Ministério do


Trabalho e Emprego, aprovada pela Portaria nº 3.214 de 08 de junho de 1978, com a
alteração havida no Anexo 8 - Vibração, que passou a vigorar com a redação constante no
Anexo II da Portaria MTE Nº 1297 DE 13/08/2014.

5. METODOLOGIA E CRITÉRIOS USADOS NAS AVALIAÇÕES DOS RISCOS


AMBIENTAIS

Para a elaboração deste documento, foram consideradas as metodologias previstas no


Manual de Aposentadoria Especial - Atualizado pelo Despacho Decisório nº
479/DIRSAT/INSS, de 25 de setembro de 2018 – Anexo VI.

5.1. Avaliações dos Agentes Ambientais:

As condições especiais que prejudicam a saúde ou integridade física conforme definido no


Anexo IV do Decreto nº 3.048/1999, com exposição a agentes nocivos em concentração
ou intensidade e tempo de exposição que ultrapassa os limites de tolerância ou que,
dependendo do agente, torne a simples exposição em condições especial prejudicial à
saúde.

Art. 277 (IN 77/2015): São consideradas condições especiais que prejudicam a saúde ou
a integridade física, conforme definido no Anexo IV do RPS (Decreto 3.048/1999), a
exposição a agentes nocivos químicos, físicos, biológicos ou à associação de agentes, em
concentração ou intensidade e tempo de exposição que ultrapasse os limites de tolerância
SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA. 4
segurancaocupacional@setrab.com.br – www.setrab.com.br
LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

estabelecidos segundo critérios quantitativos, ou que, dependendo do agente, torne a


simples exposição em condição especial prejudicial à saúde, segundo critérios de avaliação
qualitativa.

O rol de agentes nocivos objetos de análise no presente laudo, são aqueles constantes dos
decretos regulamentadores da legislação previdenciária especial, Anexo IV do Dec.
3.048/1999 e posteriores alterações.

 Avaliação Qualitativa: quando a nocividade ocorrer pela simples presença do


agente no ambiente de trabalho, descrito no Anexo IV do Decreto nº 3.048/1999 e
nos Anexos VI, XIII, XIII-A e XIV da NR-15 do MTE.

 Avaliação Quantitativa: será baseada na nocividade que ocorre pela


ultrapassagem dos limites de tolerância ou doses previstos no Anexo IV do Decreto
nº 3.048/1999 e nos Anexos I, II, III, V, VIII, XI e XII da NR-15 do MTE.

5.1.1 Riscos Fisicos

a) Agente Ruído

Metodologia adotada: A avaliação dos níveis de ruídos contínuos ou


intermitentes foi efetuada de acordo com a a NHO-01 da FUNDACENTRO e os
Limites de Tolerância previstos no Anexo 1 da NR 15.

b) Agente Calor

A exposição ao calor foi avaliada durante a jornada diária de trabalho, nos locais
onde havia fonte de calor e onde o empregado exposto permanece no período
de descanso. Utilizou-se o medidor de estresse térmico, composto por
termômetro de bulbo úmido, termômetro de bulbo seco e termômetro de globo,
conforme Metodologia da NHO-06 da FUNDACENTRO e os Limites de Tolerância
previstos no Anexo 3 da NR 15. A exposição ao calor foi avaliada através do
"Índice de Bulbo Úmido Termômetro de Globo" - IBUTG definido pelas equações
que se seguem:

Ambientes internos ou externos sem carga solar: IBUTG = 0,7 tbn + 0,3 tg
Ambientes externos com carga solar: IBUTG = 0,7 tbn + 0,1 tbs + 0,2 tg

onde:

tbn = temperatura de bulbo úmido natural;


tg = temperatura de globo;
tbs = temperatura de bulbo seco.

c) Agente Vibração

A exposição à vibração foi avaliada segundo a metodologia prevista na NHO 09


- "Avaliação da Exposição Ocupacional a Vibrações de Corpo Inteiro” - conforme
estabelecido no anexo II da Portaria MTE Nº 1297 de 13/08/2014.

d) Agente Radiações Ionizantes

A exposição a radiações não ionizantes deverá ser avaliada conforme


metodologia prevista no Anexo nº 5 da NR-15.

e) Pressões Sob Condições Hiperbáricas

Quando se tratar de exposição a pressões hiperbáricas, deverá ser observado


o disposto no anexo nº 7 da NR-15.
SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA. 5
segurancaocupacional@setrab.com.br – www.setrab.com.br
LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

5.1.2 Riscos Químicos

A exposição ao risco químico é avaliado tendo como parâmetro os anexos Anexos


11, 12, 13 e 13A da NR -15. Não havendo na NR-15 o estabelecimento de limite de
tolerância para determinada substância serão usados como parâmetros os
estabelecidos pela Norma americana ACGIH. As metodologias e procedimentos
adotados são os constantes nas NHO-02, NHO-03, NHO-04 e NHO-07 da
FUNDACENTRO.
Sempre que o limite de tolerância usado neste laudo tenha sido determinado pela
ACGIH, que considera para os seus cálculos a jornada de trabalho semanal de 40h,
foi feita a devida correção para a jornada de 44h semanais. Para tanto, foi usado o
modelo “Brief&Scala”, que neste caso determina um fator multiplicador de redução
de 0,88. O LT do Anexo 11 da NR15 prevê jornada semanal de 48 horas.

5.1.3 Riscos Biológicos

A exposição a riscos biológicos é determinada de forma qualitativa, baseado nos


parâmetros estabelecidos pelo Anexo 14 da NR-15.

6. EQUIPAMENTOS UTILIZADOS NA AVALIAÇÃO DOS RISCOS

6.1. Avaliações de Ruído

Equipamento: Dosimetro de Ruído Digital


Fabricação: MINIPA – Modelo: MSL-1301 – Número de Série: 806952
Procedimento de Calibração: de acordo com o MT 001 ed.01, rev. 01.

7. DA ELABORAÇÃO E EMISSÃO DO LTCAT

Para a elaboração e emissão deste laudo foi considerado:

 Efetiva Exposição: exposição a risco ocupacional ou agente ambiental do trabalho


que cumpre a exigência de nocividade e de permanência, caracterizando, então, a
efetiva exposição a agente nocivo em atividades exercidas em condições especiais
que prejudiquem a saúde ou a integridade física.

 Nocividade: situação combinada ou não de substância, energias e demais fatores


de riscos reconhecidos no ambiente de trabalho, capazes de trazer ou ocasionar
danos à saúde ou à integridade física do trabalhador, previstos nos diversos anexos
dos decretos previdenciários.

 Permanência: trabalho não ocasional nem intermitente, na qual a exposição do


trabalhador/ servidor ao agente nocivo seja indissociável da produção do bem ou
da prestação de serviços.

7.1. Temporalidade:

 LTCAT Contemporâneo: O LTCAT ou Demonstração Ambiental serão considerados


contemporâneos quando o levantamento foi realizado durante o período em que o
segurado laborou na empresa/ órgão.

 LTCAT Extemporâneo: O LTCAT ou Demonstração Ambiental serão considerados


extemporâneos quando o levantamento for realizado em data anterior ou posterior
SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA. 6
segurancaocupacional@setrab.com.br – www.setrab.com.br
LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

ao período laborado. Estes serão válidos para a análise quando estiver


expressamente indicado que não houve, entre o período trabalhado até a confecção
do laudo, ou vice-versa.

7.2. Tipologia:

 LTCAT Individual: Refere-se ao indivíduo.

 LTCAT Coletivo: Refere-se a empresa.

7.3. Tecnologia de Proteção:

 A partir de 14/10/1996, necessidade de informação de EPC.

 A partir de 03/12/1998, necessidade de informação de EPC e EPI.

7.4. Atualização e Validade do LTCAT:

7.4.1 Atualização:

O § 3° do Art. 58 da lei n° 8213/91 com o texto dado pela Lei n° 9.528/97 determina:

“A empresa que não mantiver laudo técnico atualizado com referência aos agentes
nocivos existentes no ambiente de trabalho de seus trabalhadores ou que emitir
documento de comprovação de efetiva exposição em desacordo com o respectivo
laudo estará sujeita à penalidade prevista no art. 133 desta lei.” (MP 1523/96
reeditada até a MP n° 1523-13 de 23.10.97, republicado na MP n° 1596-14 de
10.11.97 e convertida na lei n° 9528 de 10.12.97).

7.4.2 Validade do LTCAT:

O LTCAT tem validade indefinida, atemporal, ficando atualizado permanentemente,


enquanto o ambiente de trabalho não sofrer alterações.

Art. 261, § 4º da IN/PRES Nº 77, de 21/01/2015: São consideradas alterações no


ambiente de trabalho ou em sua organização, entre outras, aquelas decorrentes de:

I. mudança de layout;

II. substituição de máquinas ou de equipamentos;

III. adoção ou alteração de tecnologia de proteção coletiva; e

IV. alcance dos níveis de ação estabelecidos nos subitens do item 9.3.6 da NR-09,
aprovadas pela Portaria nº 3.214, de 8 de junho de 1978, do MTE, se aplicável.

SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA. 7


segurancaocupacional@setrab.com.br – www.setrab.com.br
LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

7.5. Códigos usados na conclusão para subsidiar a elaboração do PPP:

TABELA I - Códigos para Exposição a Agentes Nocivos (GFIP para o PPP)

Para os trabalhadores com apenas um vínculo empregatício (ou uma fonte pagadora):

Código GFIP Descrição


Sem exposição a agente nocivo. Trabalhador nunca esteve
(em branco)
exposto
01 Não exposição a agente nocivo. Trabalhador já esteve exposto.
Exposição a agente nocivo (aposentadoria especial aos 15 anos
02
de trabalho)
Exposição a agente nocivo (aposentadoria especial aos 20 anos
03
de trabalho)
Exposição a agente nocivo (aposentadoria especial aos 25 anos
04
de trabalho)

TABELA II - Códigos para Exposição a Agentes Nocivos (GFIP para o PPP)

Para os trabalhadores com apenas um vínculo empregatício (ou uma fonte pagadora):

Código GFIP Descrição


Sem exposição a agente nocivo. Trabalhador nunca esteve
(em branco)
exposto
05 Sem exposição a agente nocivo. Trabalhador já esteve exposto.
Exposição a agente nocivo (aposentadoria especial aos 15 anos
06
de trabalho)
Exposição a agente nocivo (aposentadoria especial aos 20 anos
07
de trabalho)
Exposição a agente nocivo (aposentadoria especial aos 25 anos
08
de trabalho)

8. RECONHECIMENTO E AVALIAÇÃO DOS RISCOS PRESENTES NO AMBIENTE DE


TRABALHO

8.1. Organização por Grupo Homogeneo de Exposição - GHE:

GHE DESCRIÇÃO DO GHE CARGO


Preparar o canteiro de obras, instalando andaimes, equipamentos de
01 cobertura etc. Preparar paredes e outras superfícies para pintura Pintor
raspando, usando lixa, removendo tinta velha etc.

SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA. 8


segurancaocupacional@setrab.com.br – www.setrab.com.br
LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

9. NEUTRALIZAÇÃO DO RISCO PELO USO DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO


INDIVIDUAL

Atendendo a Norma Regulamentadora NR-6, a empresa E CASTILHO SERVIÇOS


DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA fornece, gratuitamente, os EPI’s necessários à
proteção dos colaboradores, preenchendo uma ficha denominada de Ficha de
Recebimento de EPI’s, que é assinada pelo colaborador no ato do recebimento.
Verificou-se que todos equipamentos possuiam os respectivos certificados de
aprovação – CA.
A referida empresa faz a reposição do EPI que, por desgaste ou danificação tenha
perdido sua capacidade de efetiva proteção e oriente/treina sobre o uso obrigatório
para todos os colaboradores expostos a riscos ocupacionais.

Nota:

Por tratar-se de propriedade de direito intelectual, é vedada a cópia e utilização


total ou parcial deste documento incluindo texto e layout criados pela SETRAB
Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho, CNPJ 03.979.726/0001-06, se
não para o LTCAT 2020 da E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

Lei Federal nº 9.610, de 19/02/1998

SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA. 9


segurancaocupacional@setrab.com.br – www.setrab.com.br
LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

10. ENCERRAMENTO

Este laudo foi elaborado e redigido de forma a expressar a verdade, em relação às


condições de trabalho em cada uma das áreas e funções relacionadas, com base nas
informações prestadas pela empresa E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL
LTDA e nas situações em que os levantamentos foram efetuados.

__________________________________________
Dra. Vladia Juozepavicius Gonçalves Matioli
Médica Coordenador a
CR M: 1 1 2 79 0/ S P
Responsável pela Elaboração do LTCAT

Assinatura do Responsável pelo Desenvolvimento e Implementação do LTCAT

______________________________
E CASTILHO SERVIÇOS DE
CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA
Responsável Legal

São Bernardo do Campo, 27de Janeiro de 2021.

SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA. 10


segurancaocupacional@setrab.com.br – www.setrab.com.br
LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

ANEXO I
Reconhecimento, Avaliação e Medidas de
Controle dos Riscos Ambientais

SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA. 11


segurancaocupacional@setrab.com.br – www.setrab.com.br
LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

ANEXO II
Certificado de Calibração dos Equipamento
de Higiene Ocupacional

SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA. 12


segurancaocupacional@setrab.com.br – www.setrab.com.br
LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais do Trabalho E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

ANEXO III
CRM da Médica Coordenadora

SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA. 13


segurancaocupacional@setrab.com.br – www.setrab.com.br
LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho Elaboração:
Reconhecimento, Avaliação e Medidas de Controle dos Riscos Ambientais Janeiro / 2021
E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

Natureza do GHE 01: ADMINISTRATIVO / OPERACIONAL

FUNÇÕES / CARGOS COD. CARGO C.B.O BREVE DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES

Coordenar as atividades dos serviços de pintura e isolamento, distribuindo e acompanhando o desenvolvimento das tarefas dos subordinados, desde a implantação física até a retirada do
Encarregado de Pintura - 7201-35
canteiro de obras.

Pintor - 7166-10 Preparar o canteiro de obras, instalando andaimes, equipamentos de cobertura etc. Preparar paredes e outras superfícies para pintura raspando, usando lixa, removendo tinta velha etc.

CARACTERIZAÇÃO DE RISCOS OCUPACIONAIS


Há exp. Ocup
Tipo Avaliação Quantitativa Limite de Tolerância Nível Resultado Controles Existentes
Meios de Meio de Metodologia acima do LT?
Agentes Físicos Identificados Tempo de GFIP
Propagação Contato Utilizada >NA
P I E Data Resultado Referência Valor Ação <NA >LT Sim Não EPI CA EPI EPC
e ≤LT
Ausência de Fator de Risco - - - - - - - - Qualitativo - - - - - - - - - - - -

Conclusão: Quanto ao agente físico ruído o resultado da medição não ultrapassou o limite de tolerância estabelecido no item 2.0.1 do quadro que constitui o Anexo IV - Classificação dos Agentes Nocivos do Regulamento da Previdência Social (RPS) para enquadramento como
agente nocivo, que dá direito à aposentadoria especial. 2. Não existem no ambiente de trabalho fontes geradoras dos demais agentes físicos constantes no Anexo IV do RPS ou previstos na NR-15.

Possível via Exposição Há exposição


Avaliação Quantitativa Limite de Tolerância Nível Resultado Controles Existentes
absorção Tipo Ocupacional?
Forma

Agentes Químicos Metodologia


de GFIP
Identificados Tempo Utilizada >NA e
Inal Pele P I E Data Resultado Referência Valor Ação <NA >LT Sim Não EPI EPC Org. Trab.
≤LT

Acetona L X - - - X - 11/02/2021 <0,01404 ppm Quantitativa NR 15 780 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Metil isobutil cetona L X - - - X - 11/02/2021 <0,00427 ppm Quantitativa ACGIH 20 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Metil etil cetona L X - - - X - 11/02/2021 <0,010173 ppm Quantitativa NR 15 155 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

2-Butóxi etanol (EGBE) L X - - - X - 11/02/2021 <0,275874 ppm Quantitativa NR 15 39 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Ciclohexano L X - - - X - 11/02/2021 <0,010071 ppm Quantitativa NR 15 235 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Benzeno L X - - - X - 11/02/2021 <0,006991 ppm Quantitativa ACGIH 0,5 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Tolueno L X - - - X - 11/02/2021 <0,00464 ppm Quantitativa NR 15 78 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Etilbenzeno L X - - - X - 11/02/2021 <0,005182 ppm Quantitativa NR 15 78 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Cumeno L X - - - X - 11/02/2021 <0,006684 ppm Quantitativa NR 15 39 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Xileno (o, m e p isômeros) L X - - - X - 11/02/2021 <0,00659 ppm Quantitativa NR 15 78 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Estireno, monômero L X - - - X - 11/02/2021 <0,00468 ppm Quantitativa NR 15 78 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Acetato de etila L X - - - X - 11/02/2021 <0,026365 ppm Quantitativa NR 15 310 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA.


www.setrab.com.br
LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho Elaboração:
Reconhecimento, Avaliação e Medidas de Controle dos Riscos Ambientais Janeiro / 2021
E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

n-Hexano L X - - - X - 11/02/2021 <0,010403 ppm Quantitativa ACGIH 50 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Acetato de 2-butoxietila L X - - - X - 11/02/2021 <0,076306 ppm Quantitativa ACGIH 20 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Ciclohexanona L X - - - X - 11/02/2021 <0,007639 ppm Quantitativa ACGIH 20 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Diacetona álcool L X - - - X - 11/02/2021 <0,280647 ppm Quantitativa ACGIH 50 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Etanol L X - - - X - 11/02/2021 <0,051302 ppm Quantitativa NR 15 780 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Heptano, todos os isômeros L X - - - X - 11/02/2021 <0,004067 ppm Quantitativa ACGIH 400 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Álcool isobutílico L X - - - X - 11/02/2021 <0,439827 ppm Quantitativa NR 15 40 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

2-Propanol L X - - - X - 11/02/2021 <0,174963 ppm Quantitativa NR 15 310 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Álcool n-butílico L X - - - X - 11/02/2021 <0,439827 ppm Quantitativa NR 15 40 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Pentano, todos os isômeros L X - - - X - 11/02/2021 <0,006773 ppm Quantitativa NR 15 470 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Tricloroetileno L X - - - X - 11/02/2021 <0,033586 ppm Quantitativa NR 15 78 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Percloroetileno
L X - - - X - 11/02/2021 <0,047681 ppm Quantitativa NR 15 78 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -
(Tetracloroetileno)
Trimetil benzeno (mistura de
L X - - - X - 11/02/2021 <0,101714 ppm Quantitativa ACGIH 25 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -
isômeros)

Metilciclohexano L X - - - X - 11/02/2021 <0,009544 ppm Quantitativa ACGIH 400 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Octano, todos os isômeros L X - - - X - 11/02/2021 <0,003211 ppm Quantitativa ACGIH 300 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Acetato de propila isômeros L X - - - X - 11/02/2021 <0,359101 ppm Quantitativa ACGIH 100 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Álcool sec-butílico L X - - - X - 11/02/2021 <0,494806 ppm Quantitativa NR 15 115 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Acetato de metila L X - - - X - 11/02/2021 <0,550081 ppm Quantitativa ACGIH 200 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Ciclohexeno L X - - - X - 11/02/2021 <0,009128 ppm Quantitativa ACGIH 20 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -

Acetato de butila, todos os


L X - - - X - 11/02/2021 <0,1084 ppm Quantitativa ACGIH 50 ppm - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -
isômeros
0,25245 2,69281
Poeira Respirável L X - - - X - 11/02/2021 Quantitativa NR 15 - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -
mg/m³ (R) mg/m³ (R)

SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA.


www.setrab.com.br
LTCAT – Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho Elaboração:
Reconhecimento, Avaliação e Medidas de Controle dos Riscos Ambientais Janeiro / 2021
E CASTILHO SERVIÇOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA

Sílica Livre Cristalizada « <0,002451 0,025


L X - - - X - 11/02/2021 Quantitativa ACGIH - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -
mg/m³ mg/m³
% Sílica Livre Cristalizada <LQ
L X - - - X - 11/02/2021 Quantitativa - - - X - - - X EPI: Respirador PFF2 - - -
%
Conclusão: Não existem no ambiente de trabalho fontes geradoras dos demais agentes químicos constantes no Anexo IV do RPS ou previstos na NR-15.

Exposição
Agentes Biológicos
Tipo Controles Existentes Eficácia dos controles CONCLUSÃO
Identificados Tempo
P I E
Não existem no ambiente de trabalho fontes geradoras dos demais agentes biológicos constantes no Anexo IV do RPS ou previstos
Ausência de Fator de Risco - - - - - -
na NR-15.

Tipos de Exposição Trajetórias e Meios de Propagação Forma do Agente OBSERVAÇÕES GERAIS


P = Permanente A = Atmosfera G = Gás AF = Aerodispersóide Fumaça
I = Intermitente L = Líquidos L = Líquido AS = Aerodispersóide Sólido -//-
E = Eventual S = Sólidos V = Vapor AL = Aerodispersóide Líquido

SETRAB - Assessoria em Segurança e Medicina do Trabalho LTDA.


www.setrab.com.br

Você também pode gostar