Você está na página 1de 4

Universidade Ibirapuera - Unib

Disciplina de Desenvolvimento Infantil


Ministrado por Profº. Ana Maria
Aluna: Deborah S. Laganaro R.A
Aluna: Janicy Gonçalves R.A 0744989
Aluna: Márcia M. Marinho R.A
Aluna: Viviane Da Silva Dias R.A 0745136

Sigmund Freud

Sigmund Freud (1856-1939), nasceu em 6 de maio de 1856 em Freiberg na


Morávia (República Tcheca). Seu pai, 20 anos mais velho que a mãe, era severo e
autoritário. Quando garoto, Freud sentia medo e amor pelo pai, a mãe era protetora e
carinhosa por qual tinha uma ligação de paixão. Esse medo pelo pai e a atração
sexual pela mãe foi que ele chamou mais tarde de Complexo de Édipo. Freud quando
adulto era autoconfiante, ambicioso com desejos de grandes realizações com sonhos
de fama e glória. Dentre os oito filhos, Freud demonstrava habilidade intelectual que
era reforçada pela sua família incentivando nos estudos. Freud ingressou no ensino
médio um ano antes do usual, era considerado um aluno brilhante. Formou-se aos
dezessete anos, falava hebraico, alemão estudava latim, grego, francês e inglês e,
ainda estudava em casa sozinho, italiano e espanhol. Iniciou a formação em medicina
devido ao interesse de freqüentar cursos de filosofia, levou oito anos para se formar.
Especializou-se em biologia, mudou para fisiologia, realizou estudos sobre os efeitos
terapêuticos da cocaína. Ele próprio fez uso da droga e fornecia a noiva, as irmãs e
aos amigos. Relatava que a droga fazia efeitos no cérebro amenizando a depressão e
a indigestão crônica que sofria. Carl Koller, seu colega, pesquisou o uso da cocaína
como anestésico para o olho humano, nos procedimentos cirúrgicos. Os estudos da
cocaína de Freud foram criticados, repudiados e não aceitos pela sociedade. Recebeu
o título de doutor em medicina em 1881 e começou a clinicar como neurologista.
Casou-se com Martha Bernays com quem teve seis filhos e como sua esposa era
muito ocupada, saia sozinho de férias com a cunhada Minna. O médico Joseph Breuer
(1842-1925) auxiliou o jovem Freud em seus estudos, para Freud, Breuer tinha a
figura de um pai. Ambos discutiam a respeito dos pacientes de Breuer, o caso da Anna
O. foi fundamental para o desenvolvimento da psicanálise. Anna O. (Bertha
Pappenheim) apresentava quadros de histeria incluindo paralisia, perda de memória,
deterioração mental, náuseas e distúrbios visuais e orais, sintomas que apareceram
enquanto cuidava de seu pai doente, muito bonita, inteligente e atraente despertou
ciúmes na esposa de Breuer, pois ambos tinham uma relação emocional, que ficou
conhecido como transferência positiva. Anna O., transferiu o amor que tinha por seu
pai para o terapeuta. Breuer utilizou a hipnose como tratamento, todavia ela não dói
curada com os tratamentos catárticos de Breuer. Ela viciou em morfina por prescrição
de Breuer para aliviar dores faciais. Para ele Bertha enlouquecera, e acreditava que
ela sofreria até a morte, porém Bertha recuperou-se dos problemas emocionais, não
foi devido ao tratamento de Breuer, tornando-se assistente social e feminista, publicou
vários contos, escreveu sobre os direitos das mulheres, e foi homenageada com um
selo postal alemão.
Em 1885, Freud recebeu uma bolsa de pós-graduação para ir estudar em paris
com Charcot, ambos relatavam as dificuldades sexuais como causa de histerias,
Freud adotou o método hipnótico e catártico para tratar seus pacientes. Abandonou a
hipnose e utilizou a técnica de livre associação. Nesta técnica o paciente fica deitado
no divã, o terapeuta encoraja-o a falar livremente qualquer coisa que venha a sua
mente. Objetivo da técnica é trazer para a mente consciente as memórias ou
pensamentos reprimidos causadores do comportamento anormal do paciente. Freud
descobriu com essa técnica que muitos de seus pacientes remetiam a infância muitas
de suas experiências reprimidas (dolorosas) que estavam relacionadas às questões
sexuais. Freud atribuiu papel determinante do sexo como causa da neurose, que se
inicia ainda na infância por membros da própria família, muitas vezes o pai. Esse fator
fez com que Freud relatasse a respeito da teoria da sedução. Em 1930, Sandor
Ferenczi identificou em seus pacientes sintomas do complexo de Édipo com atos de
abusos sexuais e não apenas fantasias, porém com uma analise mais aprofundada
verificou-se que eram apenas fantasias e não abusos em si. Assim, a teoria da
sedução foi reelaborada e passou a ter outra denominação. Freud considerava o ato
sexual degradante, contaminador da mente e do corpo e aos 41 anos abdicou do
sexo, pois acreditava que esse não tinha utilidade para sua vida, sofria de impotência
ou quando não muito se abstinha do sexo, pois não gostava de preservativos e dos
coitos interrompidos. Ele atribuiu a responsabilidade a sua esposa pelo fim da sua vida
sexual, pois ela engravidava facilmente. As suas dificuldades sexuais fizeram com que
ele tivesse sonhos sobre sua vida sexual. Desta forma, ele começou a analisar a si
mesmo através da análise de seus sonhos. Esta técnica analise de sonhos envolve a
interpretação de sonhos para revelar os conflitos inconscientes, que foi muito criticado
por estudiosos da época, em 1899 publicou a Interpretação dos Sonhos. Segundo
Livro, Furtado e Teixeira, no livro A interpretação dos sonhos, “Freud, apresenta a
primeira concepção sobre a estrutura e o funcionamento da personalidade, qual se
refere a três sistemas psíquicos: o inconsciente, pré-consciente e consciente”.
O “Inconsciente exprime o conjunto dos conteúdos não presentes no campo
atual da consciência. É constituído por conteúdos reprimidos, que não tem acesso aos
sistemas pré-consciente/consciente, pela ação de censuras internas”. O inconsciente é
um sistema do aparelho psíquico regido por leis próprias de funcionamento. O Pré-
consciente “refere-se ao sistema onde permanecem aqueles conteúdos acessíveis a
consciência. É aquilo que não está na consciência, neste momento, e no momento
seguinte pode estar”. “O Consciente é o sistema do aparelho psíquico que recebe ao
mesmo tempo as informações do mundo exterior e as do mundo interior. Na
consciência, destaca-se o fenômeno da percepção, como a atenção e o raciocínio”.
Em 1900 publicou The psychopathology of everyday life, (Psicopatologia da Vida
Cotidiana) apresentando o famoso ato falho, são atos de esquecimento ou lapsos de
fala que refletem os motivos inconscientes ou a ansiedades. Em 1905 ele publica o
Three essays on the theory of sexuality (Três ensaios sobre sexualidade). Freud em
1908 criou um grupo de estudiosos, dentre eles estava Jung, Adler, Herbert Nunberg,
que se chamou Sociedade de Psicoanalítica de Viena. Em 1923, no auge de sua fama
foi diagnosticado com câncer na boca e por dezesseis anos sofreu com dores, passou
por 33 cirurgias para remover partes do céu da boca e da mandíbula superior.
Submeteu-se a radioterapia, raios X, fez vasectomia por que os médicos acreditavam
que seria capaz de reverter o tumor e mesmo com o câncer não parou de fumar 20
charutos por dia. Perseguido pelos nazistas se refugiou em Londres. No dia 23 de
setembro de 1939, Freud faleceu após receber três doses de morfina de seu amigo
médico Max Schur, o qual atendeu seu pedido, dando fim aos anos de sofrimento com
o câncer. A psicanálise freudiana é referência na psicologia moderna, nos dias de hoje
(2011) é referência em trabalhos científicos, todavia como técnica terapêutica clínica,
esta defasada, pois é uma terapia cara e prolongada que foi substituída por
psicoterapias mais curtas e baratas. Mesmo nos dias de hoje, não se produziu mais
conhecimento científico a exemplo da psicanálise, apenas técnicas modificadas da
própria psicanálise.
Levantamento de Questões:

Marcia
Na teoria freudiana sobre o Complexo de Édipo, Freud afirma que esse complexo era
universal. Mas com que base ele chegou a essa conclusão? Na epoca da formulação
da psicanálise, a maior parte de sua experiencia era subjetiva ( a auto análise e da sua
pratica clínica, uma amostra retida muitas vezes de pacientes do mesmo lugar, com
uma forte repressão moral) e isso não fundamenta a universalidade dita por ele.

Janicy
Abandonou a hipnose e utilizou a técnica de livre associação. Nesta técnica o paciente
fica deitado no divã, o terapeuta encoraja-o a falar livremente qualquer coisa que
venha a sua mente. Qual era o objetivo da técnica de livre associação?
É trazer para a mente consciente as memórias ou pensamentos reprimidos
causadores do comportamento anormal do paciente. Freud descobriu com essa
técnica que muitos de seus pacientes remetiam a infância muitas de suas experiências
reprimidas (dolorosas) que estavam relacionadas às questões sexuais.

Deborah
Os metodos utilizados por Freud foram a hipnose, sugestão, acatace e livre
associação, quais eram os objetivos de utilizar tantos metodos? Freud utilizou
primeiramento a hipnose, pois achava que com ela o pasciente iria conseguir expor
seus problemas e ele conseguiria ajudar, mas ele viu no caso da Anna O. Que a
hipnose nao estava ajudando muito, entao começou a colocar outros metodos ate
chegar a acatace que é parecida com a livre associação utilizada atualmente, estes
metodos utilizados por Freud foram exatamente para conseguir fazer com que o
pasciente colocase seus medos e problemas mais abertamente.

Análise Pessoal:

Marcia

Freud uma grande mente, ainda mais pela epoca que viveu, onde havia um regime
político rígido e mesmo perseguido e censurado, ele brilhantemente formulou a
Psicanálise, inovou com seus conseitos sobre o inconsciente, pulsões de vida e
morte, libido, descobrindo o próprio Complexo de Édipo em si mesmo, descobrindo
suas próprias patologias. Apesar de muito criticado, provou com o tempo que suas
teorias estavam certas e certamente se ele vivesse nos dias atuais, haveria grandes
novos avanços.

Janicy

Freud sempre foi muito inteligente, autoconfiante, ambicioso, sempre adiantado na


escola, sabia falar algumas línguas como hebraico, alemão e outras. De um grande
desenvolvimento intelectual, seus pais sempre ao seu lado em relação a os estudo.
Ele casou com Marta deu inicio a Psicanálise com o Dr° Breuer com a técnica da
hipnose, que mais adiante percebeu que a melhora era temporária, dando inicio a
técnica de Livre Associação na qual a pessoa não precisava esta hipnotizada para se
recorda de suas lembranças, Com alguns casos de pacientes e o seus
sonhos(inconsciente) desenvolveu o complexo de Édipo, que embora na época não
aceito pelo fato da sexualidade hoje muito usa e bem conceituada. Morreu com
Câncer, e hoje considerado o pai da Psicanálise “Odiada por uns e Amada por outros”.
Deborah

Freud não era Psicólogo, mas influenciou muito na psicologia com o inicio que deu
com a psicanálise, ele era neurologista e muito inteligente. Descobriu vários métodos
em si próprio que um deles é o complexo de Édipo, e ate mesmo alguns métodos
utilizados para descobrir ou desvendar os sonhos onde ele descobriu através de sues
sonhos. Freud deu inicio a hipnose, com o seu primeiro caso que foi em parceria com
o Dr. Breuer, com a paciente Anna O. que tinha sintomas de histeria, foi com ela que
começou a colocar seus métodos em ação, e onde deu inicio ao método de livre
associação que é utilizado atualmente. Influenciou muito para o avanço da Psicologia
com a Psicanálise e é considerado o pai da Psicanálise, Freud morreu de câncer na
boca.