Você está na página 1de 17

MÉTODO DE VENDAS A PONTE

Quer que a sua equipa conheça um método de vendas que garante resultados? Com o método de
vendas A PONTE, os seus vendedores vão aumentar a produtividade e saber o que fazer em todas as
situações.

A nossa metodologia baseia-se em 6 passos:

1. Abordagem Positiva
2. Pesquisar o cliente
3. Oferecer uma demonstração envolvente
4. Negociar e neutralizar as objeções
5. Tomar a iniciativa e fechar a venda
6. Estender o relacionamento

A PONTE - Técnicas de persuasão em vendas


Nesse artigo vou dar umas dicas de como você conseguir melhorar seus resultados em vendas
utilizando uma das maiores técnicas de persuasão para vendas offline. Vou fazer também uma
comparação entre essa técnica e a técnica de “funil de vendas” muito utilizada no mundo online.
Muitas empresas conhecidas no mundo off line como Ponto Frio, Casas Bahia, etc... treinam seus
funcionários com base nessa técnica de abordagem e persuasão que geram grandes resultados em
vendas, vou explicar essa técnica agora.
Um desses treinamentos se chama A PONTE. A PONTE era um conceito de treinamento muito
utilizado no Ponto frio antes da fusão com as Casas Bahia e muito utilizado em várias outras empresas,
consiste em uma metodologia que observa o processo de venda sob o ponto de vista de seis etapas
base. Vamos conhecê-las:
A – Alimente-se de atitudes vencedoras (Abordagem positiva):Consiste em você acordar
motivado e com pensamentos positivos para que tudo dê certo no seu dia. (O mesmo acontece no
mundo online).

P – Pesquise o que motiva o seu cliente a comprar(Pesquisar o cliente): Converse com o cliente
veja as necessidades dele, faça perguntas abertas, aquelas que obrigam o cliente a conversar e não dão
oportunidade de dizer apenas “sim” ou “não”. (No mundo on line essa técnica pode ser comparada ao
envio de uma newsletter para sua lista para saber a real necessidade de seus leads, para que você possa
oferecer a solução correta para eles).
O – Ofereça uma demonstração envolvente: Fale sobre os benefícios de seu produto e mostre ao
cliente como seu produto ajudará ou resolverá o problema dele. (Pode ser comparado a “carta de vendas”
ou “página de vendas”).
N – Negocie e neutralize as objeções: Tenha respostas para as perguntas ou questionamentos do
cliente, focando sobre os benefícios de seu produto e ajudando o cliente a visualizar o produto em seu
lar ou em seu local de trabalho. (Lembra ou não lembra um hangout?).
T – Tome iniciativa e feche a venda: Após ter falado todos os benefícios e características do seu
produto, feche a venda perguntando ao cliente o endereço para entrega, qual a melhor data para
entrega, etc... (Call to Action – chamada para ação).
E – Estenda o relacionamento com o cliente: aproveite esse momento de confiança e peça o
telefone do cliente para que você possa entrar em contato futuramente para oferecer outros produtos e
possivelmente realizar outras vendas. (Lista de e-mails e newsletter).
8 Atitudes vencedoras

Hoje quero falar um pouco sobre ATITUDES, mas especificamente sobre as atitudes que
tomamos em nossa vida. Acredito que tudo que somos é resultado daquilo que decidimos ser e
tomamos atitudes, ou seja colocamos um plano em ação para alcançar determinado resultado.

· Sendo assim a ATITUDE que tomos em relação aos nossos sonhos, objetivos e desejo é de
fundamental importância para sua realização.
· Após algum tempo lendo artigos, revistas e periódicos separei 8 Atitudes Vencedoras Para o
Profissional de Vendas, são 8 tópicos que quando seguidos fielmente trarão resultado vencedores
para qualquer sonho, objetivo e desejo que possamos ter. Veja e reflita sobre cada um deles:

· 1. De Manhã Levante Para Vencer.


“Vocês me perguntam: Qual é a nossa meta? Posso responder com uma única palavra: VITÓRIA!
Vitória a todo custo, Vitória apesar do medo, Vitória por mais longo e difícil que o caminho possa ser,
Pois sem vitória não há sobrevivência.”
Churchill
· Decida que você conseguirá bons resultados
Determine-se mentalmente a acreditar na vitória. Alcançar a vitória começa com uma firme
determinação de vencer. Convença-se de que conseguirá bons resultados.
· Cultive pensamentos vencedores.
A mente é uma terra fértil que tudo produz.
· O que for semeado nela brotará fecundo e viçoso.
· Semeie pensamentos positivos e eles criarão uma atmosfera propícia ao desenvolvimento de
resultados positivos.
· Afaste-se do pessimismo: ele é contagioso.
· Não se deixe influenciar pelo pessimismo.
· Jornais, revistas, rádio e televisão bombardeiam a mente com notícias ruins.
· Cuidado para não contaminar o seu cliente com pessimismo.
· Tome cuidado com as pessoas que só sabem espalhar o pessimismo e o derrotismo.
· Afaste-se dos eternos derrotados, de gente perdedora.
· Vacine-se contra o surto do pessimismo que assola os mais fracos.
· Aprenda a observar o lado bom das coisas, a valorizar os bons acontecimentos.
· Seja um divulgador de boas notícias.

· 2. Seja Movido a Metas e Objetivos.


“O homem que sabe o que quer já percorreu um longo caminho para encontrá-lo.”
Napoleon Hill
· Estabeleça objetivos pessoais altos e ambiciosos.
Tenha sempre um sonho à sua frente para não se acomodar ou se sentir satisfeito com o que já
conseguiu. O que você quer ter, ser ou fazer, até o final do semestre? Até o final do ano? O que você
pretende atingir a curto prazo? Neste mês?
· Pense sempre mais alto e você atingirá objetivos mais elevados. Se você pensar pequeno e estabelecer
objetivos limitados, limitará também seu sucesso.
· É normal pensarmos em objetivos de ter e fazer (uma casa, um carro, uma viagem). É mais raro
estabelecermos objetivos relacionado ao ser. O que você quer ser como pessoa, como pai/mãe, como
esposo/esposa, como profissional? Às vezes objetivos de ser são mais importantes do que os de ter ou
fazer.
· Coloque suas metas e objetivos no papel
Metas e objetivos não registrados são meras intenções. Quando escritos, eles transformam-se em
compromissos que você assume consigo mesmo.
· Leia seus objetivos, regularmente, para reforçá-los na sua mente, para não distanciar suas ações das
suas metas. É mais fácil decidir sobre uma ação que foi pensada e escrita.
· Por isso, metas escritas ajudam você a tomar boas decisões.
· Planeje.
· Faça tudo para chegar lá
Objetivos sem ação não têm valor. Procure caminhos que façam você chegar aos objetivos. Trace
planos de ação. Coloque no papel tudo o que vai fazer para chegar lá. Como? Quanto? Quando?
Quem? Faça as situações acontecerem, não espere que elas aconteçam.
· AJA!
· COMO CHEGAR AOS OBJETIVOS?
Uma vez definido onde você quer chegar, é preciso determinar como chegar lá. É preciso pensar nos
caminhos, definir as estratégias. Para auxiliá-lo nesta tarefa, procure responder às seguintes perguntas
chaves:
· Como pretendo atuar este mês para atingir meus objetivos de vendas?
· Quais são os clientes da minha carteira que devo visitar prioritariamente?
· Como ser mais produtivo com a utilização do tempo que disponho para atender a minha carteira de
clientes?
· Que novos argumentos devo usar para fechar mais vendas?
· O que devo e preciso fazer para melhorar minha capacidade pessoal em vendas?
· Novos canais de vendas?
· Analisar conta a conta, o planejado X realizado, e tomar atitudes corretivas caso necessário (Número
Mágico).
· Meus Objetivos Pessoais.
Poucos são os profissionais que têm objetivos de vida claros e definidos, mas os campeões de vendas
têm. Estabeleça seus objetivos pessoais, pois isto o ajudará a descobrir e esclarecer o que realmente
você deseja alcançar e, ao mesmo tempo, irá oferecer um sentido para viver e utilizar melhor o seu
talento.
· Reflita sobre suas prioridades, pergunte-se sobre seus planos para transformar seus objetivos em
realidade, pensando quais são as opções que existem para realizá-los. Embora a vida seja uma só,
sempre é tempo de recomeçar, desde que comecemos agora!

· 3. Não Desperdiçe Tempo.


“Quando as pessoas percebem que o tempo vale ouro, já é muito tarde para ganhá-lo.”
Autor Desconhecido
· Valorize seu tempo. Quanto vale o seu tempo?
Aprenda a responder a essa pergunta, conscientizando-se da importância do recurso tempo na vida de
um Profissional de vendas.
· Identifique aquilo que representa mais retorno profissional.
· Utilize todo o tempo disponível para pensar e agir visando melhorar seus resultados em vendas.
· Faça uma análise diária de quanto tempo fica sem fazer nada e passe a usar esse período ocioso em
prol do seu auto-desenvolvimento.
· Elimine os desperdiçadores de tempo
Quanto do seu tempo você desperdiça, diariamente, em ações irrelevantes que não se relacionam com o
seu trabalho? Identifique as pequenas coisas que representam perda de tempo para você.
· Administre seus problemas particulares de forma que não interfiram em seu trabalho.
· Seja objetivo durante o contato com o seu cliente. Não perca o seu tempo e o dele com
“papofurado”.
· Os Desperdiçadores De Tempo do Profissional de Vendas.
O tempo em vendas é sem dúvida um recurso não renovável; se você deixou de fazer suas “dez” visitas
hoje, não poderá recuperar este tempo fazendo “vinte” visitas amanhã. O Profissional de Vendas
perdeu para sempre um tempo que não voltará nunca mais.
· O tempo é o recurso mais importante do profissional de vendas. Perder tempo é perder dinheiro, é
perder a oportunidade de realizar seus sonhos mais rapidamente.
· Relacionei a seguir os principais desperdiçadores de tempo que prejudicam o desempenho do
Profissional de Vendas.
· Sempre que você não tiver tempo para fazer seu trabalho como deveria, leia com atenção esta relação,
refletindo sobre seus desperdiçadores e como agilizar para eliminá-los ou minimizá-los.
· Falta de planejamento de cada cliente;
· Falta de planejamento diário e semanal. Sair a campo sem uma idéia clara de onde ir e o que fazer;
· Roteiros mal estudados, proporcionando longos trajetos improdutivos, sem qualquer racionalidade;
· Sair tarde da empresa para iniciar o trabalho;
· Encerrar cedo suas atividades;
· Conversa desnecessária, “papo furado”, com cliente desviando o objetivo da visita;
· Falta ou esquecimento do seu material de trabalho;
· Atividades de lazer durante o horário “nobre” do vendedor, desviando a atenção para outras coisas
que não tenham nada a ver com o seu trabalho;
· Horário de almoço prolongado;
· Não utilização do telefone para marcar ou confirmar visitas, quando isto se faz necessário;
· Falta de planejamento de suas atividades particulares;
· Medo de fechar as vendas, deixando a decisão do cliente para depois, e se obrigando a revisitá-lo;
· Espera demasiada em salas de espera e não utilização desse tempo;
· Não possuir informações precisas sobre os produtos e os serviços desenvolvidos pela empresa e seus
benefícios;
· Deixar muitos assuntos pendentes, sem solução;
· Abandonar o cliente no primeiro indício de dificuldades;
· Falar com pessoas que não decidem ou não influenciam na compra.

· 4. Penso, Logo Vendo.


“Agir e falar sem pensar é atirar sem apontar.”
George Herbert
· Pense em tudo o que você disser ou fizer
Venda é um processo mental, não apenas físico.
· Use a cabeça, em todos os momentos. Não faça da venda uma atividade mecânica e automática.
· Na frente do cliente, você não pode titubiar. Portanto pense antes no que vai dizer. Tenha sempre
uma razão para os seus atos.
· Estimule sua criatividade, procurando soluções para vender mais, respondendo mentalmente à
pergunta: “Como posso melhorar meus resultados em vendas?
· Seja um Profissional de Vendas
Planeje o ano e ações discutidas com clientes estabelecendo a meta e instrumentos para a avaliação de
desempenho.
· Tenha sempre boas idéias e sugestões para oferecer a seu cliente.
· Torne-se especial aos olhos do seu cliente. Vá além das obrigações de um Profissional de Vendas.
Faça algo mais pelo cliente.
· Faça aquilo que os concorrentes não fazem pelo cliente.
· Faça com que seu cliente fique realmente satisfeito com o seu trabalho.
· Ajude o cliente a elaborar promoções inteligentes e criativas, afim de girar mais rapidamente os
produtos de SUCESSO.
· Promova o produto da empresa no ponto de venda.
· Participe de todos os eventos do cliente (Ex.: Inauguração de loja);
· Conheça e seja conhecido na estrutura do cliente: administrativo, financeiro, filiais, Marketing, contas
a pagar, diretoria etc.
· Venda sempre benefícios
Conscientize-se de que as pessoas não compram produtos.
Elas compram aquilo que os produtos da empresa podem fazer por elas.

· 5. O Medo Não Me Domina.


“Pior do que um homem que abandona as suas tarefas é aquele que teme começá-las.”
Autor Desconhecido
O medo é um grande destruidor
Não permita que o medo domine você. Caso contrário não alcançará o sucesso profissional. Muitos
Profissional de Vendas deixam de ter sucesso porque temem enfrentar os desafios da profissão de
vendas.
· O medo é fruto de nossa mente. Para vencer o medo, temos que desenvolver nossa auto-confiança.
· Identifique as causas dos medos
· Questione-se a todo momento: “O que me deixa inseguro? Por que tenho medo?”
· “Faltam-me habilidades ou técnicas de vendas?”
· “Conheço mesmo toda a linha dos produtos da empresa? Ou tenho dúvidas?”
· “Meus conhecimentos sobre os clientes são adequados?”
· Enfrente seus medos
Existe somente uma maneira de superar o medo: enfrente-o diretamente.
· Clientes difíceis precisam ser enfrentados. Não fuja.
· Encare de frente aquilo que teme.
· Caminhe ao encontro do cliente com olhar firme e ombros erguidos.
· Elimine o sentimento de rejeição.
· Reforce o sentimento de auto-estima (goste mais de você) para não ser rejeitado .
· Não leve a rejeição para o lado pessoal.
Ao receber uma possível negativa do cliente, não se sinta discriminado ou infeliz. Em vez disso, tire
lições dessas rejeições com naturalidade.
· Se o cliente nunca dissesse “não”, não haveria a necessidade do vendedor. Bastaria um tirador de
pedidos.

· 6. Nunca Desista.
“O caminho mais curto para o sucesso é sempre tentar mais uma vez”
Autor Desconhecido
· Sempre existe uma saída
Nada é definitivo. Para qualquer problema sempre existe uma solução.
· Há sempre uma maneira de superar os obstáculos da venda
Aprenda a enxergar as oportunidades nas dificuldades.
· Pergunte a si mesmo: “Será que não estou desistindo porque culpo os outros ou a situação, pelos
meus insucessos?” Toda vez que você faz isso, você pára de procurar saída.
· Tente, mas de forma diferente
· Seja persistente, mas com inteligência. Crie novos argumentos, busque outros caminhos, outras
formas de abordagem. Encontre uma maneira diferente a cada tentativa.
· Seja criativo, fuja de abordagens convencionais e chavões comuns.

· 7. Acredite Na Força do Entusiasmo.


“Nada importante jamais foi conseguido sem entusiasmo”
Ralph Emerson
·
Externe o entusiasmo que existe dentro de você.
Entusiasmo é uma energia que vem do seu interior. Ele o motiva e o empurra em direção aos objetivos.
· Para agir com entusiasmo, cultive diariamente em seu interior, esta energia positiva.
· Preocupe-se com a sua apresentação pessoal: ela evidencia a sua auto-estima (você gostando de você
mesmo).
· Olhe seus clientes diretamente nos olhos.
· Lembre-se de que seu corpo também fala: mantenha uma postura ereta (cabeça erguida).
· Não baixe o tom de voz. Mantenha-o sempre firme.
· Lembre-se : Você é um Profissional de Vendas, ou seja, vende saúde, alegria, lazer, economia,
ecologia, etc. Não pode parecer com uns que “ficam dormindo no barranco pra morrer encostado”.
· Vibre com aquilo que faz
· Vendedor de sucesso gosta do que faz e, por isso, faz com paixão. Transmite forte energia e alegria
ao demonstrar os produtos da empresa. Seus clientes acreditam mais nele, sentem-se mais seguros e
confiantes.
· Aprenda a valorizar as coisas boas da sua profissão, como, por exemplo: vender é ajudar o cliente a
tomar uma decisão. Vendendo podemos sempre conhecer novas pessoas.
· Reforce seu entusiasmo, lembrando-se das vitórias e realizações passadas.

· 8. Aprenda Alguma Coisa Todo o Dia.


Sábio é aquele que sabe que não sabe tudo.
Provérbio Oriental
Autor Desconhecido
· Aprenda a ensinar a você mesmo
Não espere que alguém o ensine vender. Você tem que aprender a ensinar-se sozinho. Pense sobre cada
venda.
· Observe os campeões em ação, eles podem ensiná-lo muito.
Após cada venda, pare e pense: se pudesse, o que você faria diferente?
· Participe de cursos com disposição para aprender e não apenas como obrigação.
· Não espere que as informações de que precisa venham até você: procure-as, encontre-as.
· Esteja sempre buscando aprender mais
· Você deve ter disposição para aprender sempre, cada dia mais.
· Deve ser humilde para reconhecer que não sabe tudo e que, talvez, algum concorrente saiba mais do
que você.
· Mantenha-se atualizado: leia mais.
· Alargue seus horizontes: conheça mais o que se passa à sua volta.
· Conheça pessoas interessantes que lhe tragam novos conhecimentos e experiências de vida.
· Não acredite quanto mais experiência você tiver menos precisará aprender.

· Amanhã, terá mais conhecimento do que hoje, se continuar crescendo.

· Discipline-se para fazer uma avaliação diária do seu desempenho. Isso oferece, a cada dia,
oportunidades de aprendizado, pois cada venda é diferente, cada cliente é diferente. Esteja sempre
atento para tirar lições dos seus erros e dos acertos, pensando no que poderia ser feito melhor.

· Essas são as 8 Atitudes Vencedoras, siga-as e verá resultados vencedores em seu projetos.

Fonte: http://www.sucessoemvendas.pt/

1 – Busca por Status


O cliente que possui este perfil é o mais fácil para convencimento, pois estão interessados
na aprovação social e aderem com uma certa facilidade as campanhas de marketing e
vendas. O profissional de vendas atento a este perfil terá sucesso elogiando o cliente,
oferecendo brindes e cortesias e, por consequência e consideração, este cliente se sentira
mais valorizado e se tornará um grande divulgador positivo dos seu produtos ou serviços.

Este cliente procura produtos ou serviços que todos querem.

Também almejam produtos que os formadores de opinião como artistas, jogadores de


futebol, apresentadores ou outros famosos da mídia utilizam.

Eles refletem um sentimento muito primitivo do ser humano, que é o de pertencer a uma tribo,
ou ter mais importância dentro dela.

Quando você assiste uma propaganda na TV em que o fabricante de automóveis coloca o


seguinte slogan “o carro mais vendido do ano”, ou, “o carro preferido pelas estrelas do
cinema”, em ambos os casos a motivação de compra é a aprovação social.

Nestes casos, o departamento de marketing da empresa busca atingir cliente que


visam status.
2 – Sentir Prazer

Sentir prazer é uma motivação difícil de identificar.

Nem todo cliente sente-se confortável em falar de suas intimidares e o que lhe causa prazer.
A motivação também é um fenômeno intangível, e por não ser quantificável, o vendedor
precisa trabalhar com sentimentos e emoções.
Essa motivação é a que tem a pior relação custo X benefício.

Pagamos sempre mais caro quando o assunto é prazer, pois está ligado ao que você mais
gosta de fazer como lazer, hobby, comer pratos mais elaborados, viagens turísticas, ou
mesmo quando o assunto é higiene e beleza.

Outro exemplo é o mercado de cosméticos e estética que cresce muito a cada ano, muitas
empresas investem muito neste mercado para ganhar dinheiro, pois faz parte da natureza
humana a busca constante da eterna juventude e, aqueles que podem, pagam qualquer preço
para alcançá-la.

Quando também compramos um carro cujo principal motivo é o prazer de dirigir, somos
movidos por essa motivação de compra.

3 – Conseguir Lucros

Esta motivação tem dois lados: ou o cliente quer comprar para revender, obtendo lucro – que
é o caso dos comerciantes. Ou o cliente quer comprar algo para diminuir os custos, o que
também não deixa de ser lucro.

No caso do estabelecimento comercial, comprar para revender com alguma margem acima
do preço de custo, é a razão de sua existência.

Geralmente, o cliente que tem essa motivação de compra sempre pede mais descontos ou
mais prazo de pagamento.

Esteja preparado, esta é uma objeção forte para quem tem essa motivação.

Agora, no caso dos clientes que desejam diminuir seus custos como, por exemplo, um
vendedor externo que compra um carro porque vai visitar mais clientes e, visitando mais
clientes ele venderá mais e, vendendo mais obterá mais lucro, sua motivação de compra é
obter lucro.

Quer um outro exemplo? Um taxista que tem a mesma motivação quando instala GNV no
carro, ou seja, terá menos gasto com combustível por quilômetro rodado, sendo assim, terá
mais lucro ao fazer as contas no final do mês.

Compradores motivados a obter lucro, muitas vezes não valorizam a qualidade dos produtos.

Este perfil prioriza preços mais baixos. Ao identificar um caso assim, foque no custo benefício.
4 – Autoconfiança

O cliente que tem a motivação por autoestima é o cliente que sabe o quer, as suas decisões
não são influenciadas por ninguém e nem por campanhas, sendo elas marketing,
propaganda, vendas ou promoções.

Ele compra um produto/serviço no momento dele, escolhendo o melhor dia e local,


e procurando o melhor custo benefício.

Quando o cliente esta com a motivação de compra por autoconfiança ele sempre procura o
que é melhor para ele, sabe ele muito bem o que não quer.

Para lidar com este perfil, o profissional de vendas precisa estar muito bem preparado par
atendê-lo, ter muito conhecimento de seu produto ou serviço, e muita paciência, pois em
casos positivos de satisfação, este cliente tende a ser um grande influenciador, formando
opiniões e divulgando o seu produto ou serviço plenamente.

Agora em casos negativos, com atendimento incorreto e não comprimento do acordado,


tenha certeza você ganhará um inimigo mortal e ele fará de tudo para todos saberem do
pessimismo atendimento e desacordo comercial, portanto tenha cuidado.

Este cliente possui um perfil que você vendedor perceberá na conversa com ele, pois ele
geralmente possui pensamentos positivos, esta aberto a mudanças, aceita desafios, e possui
um autoconhecimento muito bem desenvolvido.

5 – Prevenir Perdas

O cliente que tem esta motivação de compra geralmente procura produtos de alta qualidade
e investem para reduzir as perdas.

Este perfil possivelmente já teve uma experiência negativa, em que comprou algo e não teve
as expectativas atendidas, por isso procuram por datas de validade de perecíveis mais
longas, seguros de vida e bens materiais. Sua prioridade é não perder dinheiro na compra de
produtos/serviços.

Neste caso a qualidade é um argumento forte para o vendedor que queira vender um
produto/serviço, pois somente com qualidade você evitará perdas e terá produto com mais
vida útil.

Quando compramos um móvel de madeira de qualidade procuramos um produto resistente e


durável com vida útil superior a um móvel feito de aglomerado.
Nesse caso, a prioridade é retardar o máximo possível à reposição do produto, ou gastar
menos com este produto no processo de vida útil do mesmo.

Quando compramos um carro cuja prioridade é ter um melhor valor de revenda na hora da
troca, ou seja, baixa depreciação e desvalorização, nossa motivação de compra é evitar
perdas.

Para satisfazer a essa motivação de compra, muitas vezes optamos por pagar mais caro por
produtos superiores, pois neste caso, o mais importante não é o preço, mas a qualidade.

O vendedor precisa deixar claro para o cliente que o produto de qualidade sai mais caro e
através de argumentos e entendendo a necessidade do cliente fica mais fácil convencer.

6 – Impedir a Dor

O cliente que tem esta motivação de compra já teve problemas com compras no passado e,
por sua experiência negativa, não quer correr o risco novamente.

Portanto, quando vai as compras quer que tudo funcione conforme o previsto, que os prazos
sejam cumpridos e até paga mais caro, desde que não tenha “dores de cabeça”.

Quando as empresas abrem as suas portas para os clientes visitarem, como por exemplo
restaurantes exibindo suas cozinhas para os clientes, na realidade querem mostrar a limpeza,
organização e zelo, mostrando aos clientes que eles não terão problemas.

Quando compramos um produto/serviço que tenha abrangência e cobertura nacional,


garantia estendida, assistência técnica e outros serviços que nos dão mais conforto em caso
de um eventual problema, estamos na verdade motivados a evitar ou impedir uma dor.

FECHAMENTOS

Você também pode gostar