Você está na página 1de 7

O PLANO MESTRE

** Os Estranhos Visitantes**

O PLANO MESTRE

* O OUTRO LADO DA REFORMA **

O Sistema Religioso cristão dominou e oprimiu a sociedade europeia durante toda a idade media. Apenas
mais tarde, surgiram grandes movimentos de oposição impulsionados por um descontentamento coletivo
com as práticas desse sistema.

Nesse ambiente de conflitos, surgiram várias doutrinas que contrariavam o pensamento oficial do sistema
religioso e, por isso, foram classificados como heresias. Portanto, para tentar deter o avanço dos
pensamentos divergentes, a igreja perseguiu, torturou e matou milhões de pessoas por séculos.

A Reforma Protestante, embora tenha surgido em oposição ás práticas do catolicismo, também foi
acompanhada de lutas sangrentas, perseguições e execuções dos que não desejavam se converter. Assim,
os Reformadores acabaram incendiando o surgimento de um novo sistema religioso tão algoz quanto o
primeiro.

Quais outros crimes foram cometidos durante a reforma? O que mais existiu por trás do desenvolvimento
do protestantismo?

Para manter o poder na Idade Media, o sistema religioso acusava todos aqueles que se opunham contra
ele de serem hereges e os eliminava, como forma de garantir que suas ideias contrárias não fossem
disseminadas e provocassem uma cisão no sistema.

Para isso, o cristianismo introduziu a Inquisição para suprimir quaisquer pensamento divergentes, bem
como sectarismo religiosos, que já estavam se acentuando. Em nome de Cristo, aqueles que se opuserem
ao sistema foram cruelmente executados.

"A Inquisição foi a coisa mais infame e diabólica na história humana. Ela foi concebida pelos Papas e
usadas por eles por 500 anos para manterem seu poder (...) Historiadores estimam que, na Idade Média e
início da Era da Reforma, mais de cinqüenta milhões de mártires pereceram nas mãos do Papado"
(Citação: Henry H. Halley, "Halley's Bible Handbook")

Para torturar e aniquilar as pessoas, o sistema religioso utilizavam métodos e instrumentos


extremamente sádicos, que atualmente estão em exibição em museus, como o Museu de Instrumentos de
Tortura em São Marino, Europa.

EXEMPLO -> Instrumento: DAMA DE FERRO OU IRON MAIDEN - É uma cabine ou sarcófago de ferro
com o interior coberto por pregos de cerca de 8 polegadas de comprimento.

Os crimes de tortura não foram exclusivos da Igreja Medieval, mas se estenderam até a Reforma
Protestante.

Embora a Reforma tenha surgido como uma dura oposição ás práticas da Igreja, seus precurssores
acabaram repetindo as mesma ações, executando milhares de pessoas que discordavam de suas
"verdades".

O periodo da Reforma Protestante foi marcado por perseguições, execuções e facções entre os
reformadores.

Além de exigir perseguição aos anabatistas, Lutero propôs guerra contra uma rebelião de camponeses na
Alemanha (Os VALDENSES), para manter seu fiel apoio à nobreza. A repressão ao movimento provocou
a morte de milhares.

"Contras as hordas de Camponeses...[...], quem puder que bata, mate ou fira, secreta ou abertamente,
relembrando que não há nada mais peçonhento, prejudicial e demoníaco que um rebelde". - Martinho
Lutero (Citação: História. G. Campos Azevedo e R. Seriacopi. Editora Ática. p. 143.)

Após a derrota dos camponeses na guerra, os anabatistas continuaram sendo perseguidos e executados
em países protestantes, por exemplo, a Holanda e a Frísia massacraram aproximadamente 30 mil
anabatistas em meados dos anos 1535.

Vários sacerdotes e monges foram executados, mulheres acusados de bruxaria foram para a fogueira e
diversos outro atos de aniquilamento foram perpetrados por igrejas protestantes contra aqueles que não
aceitavam seguis suas ideologias

Existem outras muitas evidencias que demonstram que a Reforma Protestante foi impulsionada
principalmente por razões políticas e sociais e nunca foi pacifista. A violencia e a intolerancia foram parte
integrante dos reformadores, até entre eles mesmos.

Mas os massacres e atrocidades provocadas pela Reforma não terminaram ali. Historiadores acreditam
que o Grande Holocausto de Hitler é, em parte, um "Legado" de Lutero.

A opnião predominante entre os Historiadores é de que a visão antijudaica de Lutero contribuiu


significativamente para o desenvolvimento do antissemitismo na Alemanha no século 20 e auxiliou na
fundamentação do ideal do nazismo de ataques a judeus.

De 1933 a 1945, 6 milhões de judeus, incluindo 1,5 milhões de crianças foram massacradas em 15 países
europeus. Sendo confiscadas todas as propriedades que os judeus tinham na época. As mulheres eram
arrastadas nuas nas ruas. Eles sofriam de fome, doenças infeccioas, confinamento e execução pública. Os
Judeus que sobreviviam enfrentavam uma morte horrível em câmaras de gás nos campos de
concentração construídos pelos Nazistas.

Quando os portões dos campos de concentração dos Judeus foram abertos, no fim da Segunda Guerra, o
mundo ficou chocado. Nos centros de concentrações, havia corpos de judeus que não haviam sido
enterrados ainda, empilhados como uma montanha. Durante a Segunda Guerra Mundial,os lideres
alemães usaram os escritos de Lutero para dar suporte às politicas nazistas e ao nacionalismo alemão.
Na obra "Sobre os Judeus e suas Mentiras", Lutero aconselhou as pessoas a incendiarem as sinagogas,
destruir livros judaicos, tomar seu dinheiro e expulsá-los, alem de insinuar querer matá-los.

"A Alemanha deve ficar livres de Judeus, os quais após serem expulsos, devem ser despojados de todo
dinheiro e jóias, prata e ouro, e que fossem incendiadas suas sinagogas e escolas, suas casas derrubadas e
destruídas [...] É nossa culpa em não matá-los"- (Martinho Lutero, Sobre os Judeus e suas Mentiras.
1543)

Diversos Historiadores, como William L. Shirer e Michael H. Hart, sugerem que a influencia de Lutero
tenha auxiliado a aceitação do Nazismo na Alemanha pelos protestantes no século 20. Embora muitos
protestantes e católicos não tenham sido favoráveis ao Nazismo, o Holocausto teve um vasto apoio desses
religiosos.

"É dificil compreender a conduta da maioria dos protestantes nos primeiros anos do Nazismo, salvo se
estivermos prevenidos de dois fatos: Sua história e a Influencia de Martinho Lutero..." (Citação: William
L. Shirer, "Ascensão e queda do Terceiro Reich Triunfo e Consolidação 1933-1939")

"Adolf Hitler é a conclusão da Reforma" - Citação: Protestantes em Manifestação em 1933 (Buchheim,


Glaubnskrise im 3. Reich, 124-136)

Quando o Holocausto atingiu o seu pico, um rabino pediu ao embaixador do Papa para intervir na
deportação de crianças inocentes judias da Eslováquia para Auschwitz.

"Por favor, salve as crianças e os bebês judeus inocentes" - Disse o Rabino Judeu.

Mas ele recebeu esta resposta:

"Não há sangue inocente de crianças judias no mundo. Todo sangue judeu é culpado. Voces têm que
morrer. Essa é a punição que esteve esperando por vocês" (Citação - Gabriel Wilensky, Six Million
Crucifixions, p. 259)

"Deus nos deu Adolf Hitler"- Arcebispo Stepinac

"Cristo veio a nós por meio de Adolf Hitler"- Pastor Leutheuser

"Por meu intermédio, a igreja protestante poderia tornar-se a igreja oficial" - Adolf Hitler

CURIOSIDADE: Foram encontradas imagens que mostravam padres e estudantes de teologia fazendo
aliança com Hitler com a saudação de Hitler.

A Reforma protestante marcou o inicio de uma era de grandes transformações na Europa. A sociedade
outrora marcada pela religiosidade começa a dar espaço a valores e pensamentos mais humanista e
antropocentricos. Este cenário foi ideal para o crescimento de sociedade secretas, que visaram derrubar e
hegemonia da igreja.

Essas sociedade secretas eram basicamente ordens ocultas, herdeiras dos mistérios egípciose do
sincretismo de diversas correntes filosoficas e religiosas, como o hermetismo, a cabala, a alquimia, o
gnoticismo cristão, entre outros conhecimentos misticos. Entre os grupos que se destacam nessa época
estão a Rosa Cruz e a Maçonaria.

As sociedades secretas encontraram na Reforma Protestante um terreno fertil para que pudessem crescer.
Visto que tinham interesse em comum, uniram-se com fúria a fim de derrubar a hegemonia da Igreja, e
acabaram recebendo influencias mutuas.

Segundo a Lenda, Christiam Rosenkreuz fundou a Ordem Rosa Cruz em 1407 na Alemanha, Seu simbolo
era uma cruz vermelha em cima por uma rosa, daí a desginação de Rosa Cruz. O mesmo simbolo foi
adotado em seguida por Lutero.
No Entanto não existem informações confirmadas de que lutero pertenceu á Ordem Rosa-Cruz. A
Extraordinaria semelhança entre o simbolo rosacruciano e o Selo de Lutero sugere que ele teria sido
influenciado pelo pensamento rosacruciano.

De fato as Sociedades Secretas tiveram grande influencia no desenvolvimento do protestantismo.Vários


membros dessas ordens eram cristãos protestantes. Podemos também encontrar diversos simbolos
maçônicos na iconografia protestante.

EXEMPLO: SIMBOLO "CRUZ E COROA", ASSOCIADO A MAÇONARIA. ESTE MESMO SIMBOLO


ESTAVA PRESENTE NO TUMULO DO FUNDADOR DOS TJs.

O sistema religioso que lutou contra igreja catolica, executou também milhares de pessoas no mundo e
agora esta dividido e infiltrado por forças e doutrinas demoníacas.

Qual seria a relação da maçonaria com o cristianismo de hoje?

O PLANO MESTRE

** A GRANDE IRMANDADE **

A reforma protestante marcou o inicio de uma era de grandes transformações no campo religioso, político
e filosófico. Ela construiu um sistema doutrinal religioso em franca divergência com a tradição da igreja ,
mas logo se fragmentou, fazendo surgir diversas denominações.

Em contrapartida, a igreja católica procurou conter o avanço do movimento de reforma desde o inicio,
espalhando-se pelo mundo a fim de impedir a difusão do protestantismo. as medidas, entretanto, foram
insuficientes para conseguir frear a expansão desse ultimo movimento , que crescia cada vez mais.

Esse cenário foi importante para o crescimento de várias ordens secretas, dentre elas a maçonaria, que se
desenvolveu principalmente em países protestantes.

Mas será que tudo foi exatamente assim? O que são essas sociedades secretas e como elas operam? E qual
sua relação com o cristianismo?

Muito se falou a respeito das sociedades secretas nos últimos tempos, especialmente sobre a maçonaria.
Segundo muitos autores, a antiga ordem secreta estaria por trás de todos os tipos de acontecimentos,
funcionando como uma mão oculta que controla a religião, os meios de comunicação, a economia e os
principais governos do mundo.

No decorrer da história, muitos lideres políticos e religiosos foram assumidamente maçons e, atualmente,
a ordem conta com milhões de integrantes espalhados pelos cinco continentes. A origem da maçonaria é
cercada de muitas contradições e lendas, porem, alguns teóricos estabelecem uma ligação de sua origem
com os templários.

Os templários, por sua vez, seriam uma das muits ramificações subseqüentes da grande Irmandade, ou
seja, do grande grupo oculto que já existe há séculos, o qual seria detentor dos conhecimentos esotéricos,
recebidos através das entidades extradimensionais.
Transcrição do vídeo: “Embora seja difícil apontar quando as primeiras sociedades secretas do mundo
foram formadas, tabuletas cuneifornes da civilização suméria talvez sugerem que elas datam 2500 a.C.
mas nós sabemos que o faraó Tutmés III criou em 1500 a.C. um grupo que segue a definição moderna de
sociedade secreta. Membros de elite que realizavam rituais secretos e possuíam conhecimento secreto que
usavam para influenciar civilizações.”

Davi Icke afirma: “Foram os Egipcios que construíram as fantásticas estruturas como as pirâmides e
outras, com conhecimento que povos primitivos nunca teriam para fazê-las, algumas das pessoas mais
famosas do mundo hoje, você descobre que seus rituais são praticamente imitações daqueles que eram
realizados na babilônia, no Egito e na antiguidade em geral.”

No final do primeiro milênio depois de Cristo, um pequeno grupo de nove cruzados franceses formou-se
sob o nome Cavaleiros Templários.

Sobre os Templários, David Icke afirma: “Eles foram para Jerusalém e ficaram por lá por 9 anos e eles
estavam procurando por algo. E parece que eles encontraram, seja lá o que for. E de repente as coisas
mudaram muito rapidamente. Essa pequena organização de 9 homens começou a se expandir
massivamente.”

Por quase 2 séculos, os Templarios ganharam centenas, senão milhares de membros da mais alta elite
européia. Em 1307 d.C, os Templários são quase dizimados. O rei da França convenceu o Papa Clemente
V de que eles não eram defensores da fé, mas na verdade, estavam querendo destruí-la. Jacques de
Molay, o ultimo grão-mestre dos Templarios, foi queimado na fogueira de Paris em 1314. Acredita-se que
alguns dos sobreviventes do Templarios escaparam da execução. Os Templários foram para o norte,
fugindo da França, para Escócia. E eles ressurgiram sob um novo nome – o Rito Escocês da Maçonaria.
Afirma David Icke.

David Icke, disse mais: “O Rito Escoces da Maçonaria é a maior sociedade secreta do mundo. Eles são os
Templários sob um outro nome.”

Alguns pesquisadores acreditam que os Templarios encontraram “coisas” de grande valor, possivelmente
manuscritos ou grande quantidade de ouro, enquanto escavavam o local onde supostamente ficavam as
ruínas do Templo de Salomão, em Jerusalem.

Foi durante sua estada no Oriente Médio que teriam adquirido conhecimento oculto e levado á Europa.
Os templários se tornaram os grandes banqueiros (Iluminates- Maçon) e construtores de catedrais (nas
quais ele embutiam simbolismo oculto). Eles praticavam a Cabala e outras formas de magia negra. Seus
interesses acabaram entrando em conflito com os interesses da igreja, o que causou a perseguição da
Ordem e a morte de muitos deles.

Embora muitos historiadores discordem da relação direta deles com a Maçonaria, os maçons podem ser,
mesmo assim, considerados descendentes espirituais dos templários, devido a seus estudos das ciências
esotéricas, a sua construção de monumentos e a sua filosofia baseada em princípios gnósticos, entre
outras características.

Foram os Templários, com seus conhecimentos de artes esotéricas, que financiaram as grandes catedrais
da Europa, entre os anos 1130 e 1250. Por isso, muitas delas ainda ostentam os símbolos templários, que
foram absorvidos pela maçonaria. Entre seus vários símbolos está a cruz vermelha fenícia,que pode ser
encontrada atualmente na bandeira da Inglaterra. Há ainda o quadriculado preto e branco, a caveira com
ossos cruzados e a torre de vigia. Todos esses símbolos se espalharam através dos séculos , até serem
incorporados ás sociedades secretas atuais.

O piso preto e branco pode ser encontrado nas lojas maçônicas atuais e catedrais antigas, com a Abadia
de Westminster, em Londres, e a Notre Dame, em Paris. A policia britânicas tem o quadriculado preto e
branco em seu uniforme porque , assim como a política e a religião, ela também é regida por essas “forças
ocultas”.

O “Crânio com ossos cruzados” foi um símbolo adotado pelos Templarios, mas é também um símbolo de
magia negra e o nome da sociedade secreta americana, Skull & Bones, cujo membros foram ou são
figuras proeminentes da política. Se você olhar para insígnia do papado, você verá a tiara papal e as duas
chaves cruzadas formando um simbolismo do crânio com ossos cruzados.

O símbolo da Torre de Vigia também é símbolo da organização das testemunhas de Jeová. Especula-se
que um de seus fundadores, Charles Taze Russel, era um maçon, pois, de fato, ele está enterrado debaixo
de uma pirâmide.

Em suma, criou-se há milênios uma grande rede de sociedades secretas no mundo. Elas estão enraizadas
no conhecimento esotérico e interconectadas entre si para dar cabo a uma Agenda Global. E os
comandantes dessa agenda é denominada de a Grande Irmandade Satânica.

Essa Irmandade tem infinitas facetas interconectadas. Os Templarios, a Maçonaria e outras sociedades
secretas são apenas alguns dos vários ramos existentes dessa Irmandade, mas elas nem sempre estiveram
globalmente interconectadas.

A criação da Maçonaria providenciou uma rede que pudesse agir como uma “coordenadora global” para
que essas milhares de sociedade secretas se comunicassem. Algumas dessas sociedades secretas operam
dentro de um grupo ou are especifica de uma sociedade, mas a maioria, especialmente as maiores,
operam dentro de organizações e/ou grupos que parecem ser opostos uns aos outros. Isso tem sido um
meio de manipular guerras, dirigir a ciência, a política e a religião para avançarem a Agenda Global.

Três das mais significativas sociedades secretas surgiram publicamente no século 12. Elas ainda estão em
existência atualmente sob outro nome e têm membros na política global, nos bancos, nas empresas, no
militarismo, na mídia e na religião.

Os três são: Cavalerios Templarios, os Cavaleiros Hospitalarios de São João de Jerusalem e os Cavaleiros
Teutonicos. Os Hospitalarios mudaram seu nome várias vezes. Eles já foram os Cavaleiros de Rodes e
hoje são os Cavaleiros de Malta na sua “versão católica” e são também conhecidos como os Cavaleiros de
São João de Jerusalem na “versão protestante” – ou seja, os dois lado da mesma moeda.

A Maçonaria hoje seria os Templarios sob outro nome e a Companhia de Jesus, ou os Jesuitas, é baseada
na mesma estrutura que os Templarios. Os Jesuitas e os Cavaleiros de Malta são sociedade secretas que
usam o conhecimento esotérico, enquanto alegam serem “cristãos”, mas juntas, ao lado dos mais altos
níveis da Maçonaria (Incluindo a Opus Dei), controlam o Vaticano, o Papa e o sistema religioso da Igreja
Catolica.

As sociedades secretas como a Maçonaria , os jesuítas e os Cavaleiros de Malta parecem ser organizações
separadas, mas elas estão todas conectadas á Grande Irmandade nos seus mais altos níveis , tornando
todas essas sociedades secretas em uma só organização, ou seja, o mesmo rosto usando diferentes
mascaras.

Existem registros históricos longos e muito bem documentados de embate entre a Maçonaria e os
Jesuitas/Igreja Catolica ao longo dos séculos, mas isso ocorria nos níveis mais baixos. Nos níveis mais
altos, essas sociedade secretas foram se interconectando por meio de infiltração e até hoje parecem ser
opostas umas as outras, porém estão do mesmo lado.

Mas como assim “níveis mais altos” e “níveis mais baixos”?

Grosso modo, todas essas organizações estão estruturadas em membros de níveis mais altos e membros
de níveis mais baixos. Em outras palavras, as Ordens consistem em círculos externos e círculos internos:
aos membros do círculo externo são ensinados os mistérios menores e ao circulo interno são ensinados os
grandes mistérios.

É assim que funciona a Maçonaria e todas a sociedades secretas de hoje. A maior parte dos membros não
sabem o que os níveis mais altos sabem e/ou a Agenda que eles estão avançando. Na igreja católica, por
exemplo, temos o lado esotérico (nível superior) e o lado religioso(nível inferior), que condena essas
sociedade secretas.

Já a relação da Maçonaria com as igrejas protestantes foi mais direta, a ponto de fazer muitas pessoas
especularem que as primeiras igrejas foram criadas por ela.

De fato, a Maçonaria teve uma participação ativa na consolidação do protestantismo no Brasil e no


exterior, assim como na política desses países. Há inúmeros relatos de como ela beneficiou as missões
protestantes no Brasil no final do Imperio e de como clérigos presbiterianos, metodistas e batistas
faziam parte do rol de seus membros.

A primeira igreja batista no Brasil foi fundada no ano de 1871, em santa Barbara, são Paulo, por um grupo
de missionários americanos. Três anos depois, esses pioneiros, entre eles o Pr. Robert Porter Thomas,
fundaram a Loja Maçonica George Washington naquela mesma cidade, comprovando o vinculo com a
fraternidade.

O Livro ‘Centelha em restolho seco: uma contribuição para historia dos primórdios do trabalho batista
no Brasil’ afirma que se não fosse a Maçonaria o trabalho da igreja Batista no Brasil nem teria começado,
pois é fato que a Ordem apoiou e protegeu os missionários protestantes e esteve ao lado dos movimentos
evangélicos no país.

Alem disso, o protestantismo, em muitos momentos, utilizou lojas maçônicas para realizar cultos e
reuniões de estudo bíblico e a maçonaria realmente ajudou a financiar a construção de templos
evangélicos, conforme J. Scott Horrel no livro “Maçonaria e Fé Cristã”. É por isso que alguns são tão
semelhantes a templos maçônicos.

Você também pode gostar