Você está na página 1de 50

Centro De Educação Profissional / Escola

Técnica De Saúde De Planaltina - CEP-ETSP

Metodologia da Pesquisa e do Ensino

Professor: Felipe Da Silva Costa Feitosa


Centro De Educação Profissional de Saúde /
Escola Técnica De Planaltina - CEP-Saúde/ETP

Conteúdo Programático

1. Estrutura Do Trabalho Monográfico


2. Metodologia: Método Científico
3. Estrutura Do Projeto De Pesquisa
4. Apresentação De Trabalho Acadêmico
O QUE É PESQUISA?

Para Demo (2000, p. 20), “Pesquisa é entendida


tanto como procedimento de fabricação do
conhecimento, quanto como procedimento de
aprendizagem (princípio científico e educativo),
sendo parte integrante de todo processo
reconstrutivo de conhecimento.”
O QUE É PESQUISA?

A finalidade da pesquisa é “resolver problemas e


solucionar dúvidas, mediante a utilização de
procedimentos científicos” (BARROS; LEHFELD,
2000a, p. 14).
O QUE É PESQUISA?

Baseadas na vontade de ampliar o saber sobre o


assunto escolhido.
A pesquisa sempre parte de um problema, de
uma interrogação, uma situação para a qual o
repertório de conhecimento disponível não gera
resposta adequada. Para solucionar esse
problema, são levantadas hipóteses que podem
ser confirmadas ou refutadas pela pesquisa.
Portanto, toda pesquisa se baseia em uma teoria
que serve como ponto de partida para a
investigação.
O QUE É PESQUISA?

O que é pesquisa?
• Pesquisar significa, procurar respostas
para indagações propostas.
• pesquisar é buscar conhecimento.
• Pesquisar é procurar uma informação
que não sabemos e que precisamos
saber.
O QUE É PESQUISA?

Para os iniciantes em pesquisa, o mais


importante deve ser a ênfase, a
preocupação na aplicação do método
científico do que propriamente a ênfase
nos resultados obtidos. O objetivo dos
principiantes deve ser a aprendizagem
quanto à forma de percorrer as fases do
método científico e à operacionalização
de técnicas de investigação.
O QUE É PESQUISA?

Todo trabalho de pesquisa requer:

Imaginação criadora, iniciativa,


persistência, originalidade e dedicação
do pesquisador.
CARACTERÍSTICAS DA PESQUISA CIENTÍFICA

Sequência de fases:
a) preparação da pesquisa: seleção, definição e
delimitação do tópico ou problema a ser
investigado; planejamento de aspectos logísticos
para a realização da pesquisa; formulação de
hipóteses e construção de variáveis;
b) trabalho de campo (coleta de dados);
c) processamento dos dados (sistematização e
classificação dos dados);
d) análise e interpretação dos dados;
e) elaboração do relatório da pesquisa.
CLASSIFICAÇÃO DAS PESQUISAS

De acordo com Demo (2000), as pesquisas variam


conforme seus gêneros.
Assim, a pesquisa pode ser:
a) teórica, dedicada a estudar teorias;
b) metodológica, que se ocupa dos modos de se
fazer ciência;
c) empírica, dedicada a codificar a face mensurável
da realidade social;
d) prática ou pesquisa-ação, voltada para intervir
na realidade social.
TIPOS DE PESQUISA CIENTÍFICA
TIPOS DE PESQUISA CIENTÍFICA

• Do ponto de vista da sua natureza;


• Do ponto de vista de seus objetivos;
• Do ponto de vista dos procedimentos técnicos;
• Do ponto de vista da forma de abordagem do
problema.
FASES DA PESQUISA

• Formulação e planejamento da pesquisa.


Essa etapa é composta pela escolha do assunto,
pelo levantamento do material bibliográfico, pela
elaboração do problema de investigação e pela
delimitação das questões que determinam os
objetos de estudo.
FASES DA PESQUISA

• A escolha do assunto e a delimitação do tema.


Um assunto de pesquisa é a escolha de uma área
geral de interesse. É mais abrangente que um
tema, que, por sua vez, é mais abrangente do que
um problema de pesquisa. Nessa etapa, você deve
responder à pergunta: “O que pretendo abordar?”.
Tema é a especificação do assunto sobre o qual
versará o estudo a ser desenvolvido;
Versar: dedicar-se ao estudo; compulsar.
Compulsar: analisar.
FASES DA PESQUISA

A importância do tema deve ser explicitada pelo


pesquisador. É ele quem decide por que vai
conduzir o trabalho a um rumo e não a outro. O
pesquisador deverá explicitar por que o fez e por
que foi importante fazê-lo. Ele é o autor e, portanto,
deve saber defendê-lo.

A escolha do tema é a primeira etapa de um


trabalho monográfico.
DEFINIÇÃO DO TEMA E DO TÍTULO

O tema é o que desejamos provar ou


desenvolver.
O título, acompanhado ou não por subtítulo ,
difere do tema. Enquanto o tema sofre um
processo de delimitação e especificação, para
torná-lo viável à realização da pesquisa, o título
sintetiza o seu conteúdo.
Sintetizar: abreviar, reduzir, resumir, sumariar
FASES DA PESQUISA
FASES DA PESQUISA
INTRODUÇÃO

Delimitar o tema no contexto a ser pesquisado.


Quando transcrever trechos de outros autores,
atribuir autoria e fazer referência da obra.
•Desenvolver genericamente o tema;
•Anunciar a ideia básica;
•Delimitar o foco da pesquisa;
•Situar o tema dentro do contexto geral da sua área
de trabalho;
•Descrever as motivações que levaram à escolha do
tema;
•Definir o objeto de análise: O QUÊ SERÁ
ESTUDADO?
JUSTIFICATIVA

Nessa etapa, refletimos sobre “o porquê” da


realização da pesquisa, procurando identificar as
razões da preferência pelo tema escolhido e sua
importância em relação a outros temas.
Perguntamos: o tema é relevante e, se é, por quê?
Quais os pontos positivos que você percebe na
abordagem proposta? Que vantagens e benefícios
você pressupõe que sua pesquisa irá proporcionar?
A justificativa deverá convencer quem for ler o
projeto, com relação à importância e à relevância da
pesquisa proposta.
JUSTIFICATIVA
Justificativa: por quê?
- Razões de ordem teórica e os motivos de ordem prática que
tornaram importante a realização da pesquisa.
- Mostrar a originalidade de sua proposta.
- Escrever:
- importância da temática;
- importância da pesquisa.
- Observar alguns itens importantes, como:
a) atualidade do tema: inserção do tema no contexto atual;
b) ineditismo do trabalho: proporcionará mais importância ao
assunto;
c) interesse do autor: vínculo do autor com o tema;
d) relevância do tema: importância social, econômica, política etc.;
e) pertinência do tema: contribuição do tema para o debate
científico.
PROBLEMA DA PESQUISA

Essa etapa prevê a reflexão sobre o problema que


você pretende resolver na pesquisa, se é realmente
um problema e se vale a pena tentar encontrar uma
solução para ele. A pesquisa científica depende da
formulação adequada do problema, isso porque
objetiva buscar sua solução.
O problema da pesquisa é explicitar, em uma frase
objetiva, compreensível e operacional, a dúvida com
a qual nos deparamos e que planejamos resolver.
PROBLEMA DA PESQUISA

O problema é a mola propulsora de todo o trabalho


de pesquisa. Depois de definido o tema, levantamos
uma questão para ser respondida através de uma
hipótese, que será confirmada ou negada através
do trabalho de pesquisa.
O autor, criará um questionamento para definir a
abrangência de sua pesquisa. Não há regras para
redigir um Problema, pode ser expresso em forma
de pergunta ou enunciando-o através de uma
afirmação, no caso de questão norteadora.
PROBLEMA DA PESQUISA

A escolha do problema de pesquisa: muitos fatores


determinam a escolha de um problema de pesquisa. O
pesquisador, nesse momento, deve fazer as seguintes
perguntas:
- O problema é original?
- O problema é relevante?
- Ainda que seja “interessante”, é adequado para mim?
- Tenho possibilidades reais para executar tal pesquisa?
- Existem recursos financeiros que viabilizarão a
execução do projeto?
- Terei tempo suficiente para investigar tal questão?
PROBLEMA DA PESQUISA
PROBLEMA DA PESQUISA
PROBLEMA DA PESQUISA

Tema Problema
Educação brasileira em nível superior Como foram implementados os
(3º grau) sob o enfoque da qualidade conceitos de qualidade de ensino nas
de ensino. Universidades Particulares da Região
Sul do Brasil nos anos 90?

A educação da mulher: a perpetuação A mulher é tratada com submissão pela


da injustiça. sociedade?

O perfil da mãe que deixa o filho Quais as condições que exercem mais
recém-nascido para adoção. influência na decisão das mães em dar
o filho recém-nascido para adoção?

A família carente e sua influência na O grau de organização interna da


origem da marginalização social. família carente influi na conduta
(marginalização) do menor?
PROBLEMA DA PESQUISA
PROBLEMA DA PESQUISA
HIPÓTESE

Hipótese de um trabalho científico é a suposição


que fazemos, na tentativa de explicar o que
desconhecemos e o que pretendemos demonstrar,
testando variáveis que poderão legitimar ou não o
que queremos explicar ou descobrir.
Essa suposição tem por característica o fato de ser
provisória, devendo ser testada para verificarmos
sua validade. Exatamente por tratar-se de uma
explicação, a hipótese é sempre enunciada na
forma afirmativa.
HIPÓTESE

Um mesmo problema pode ter várias hipóteses, que


são soluções possíveis para a sua resolução. Além
disso, à medida que verificarmos uma hipótese e
não pudermos comprová-la, isto é, a explicação não
se ajustar ao problema, automaticamente
poderemos criar outra, agora com maior grau de
informação do que antes.
HIPÓTESE
Hipóteses
- Entendemos como uma declaração que antecipa a
relação entre duas ou mais variáveis.
- Problema, pesquisa e hipóteses estão intimamente
ligados.
- A hipótese é uma resposta antecipada do pesquisador,
que a deduziu da revisão bibliográfica.
- Nos estudos quantitativos, pode ser colocada à prova
para determinar sua validade. A hipótese conduz a uma
verificação empírica e torna-se importante para que a
pesquisa apresente resultados úteis.
- A formulação de hipóteses deriva necessariamente do
problema de pesquisa.
HIPÓTESE
Hipóteses
- Hipótese é uma aposta que o pesquisador faz sobre os
resultados prováveis de pesquisa.
- A elaboração do problema de pesquisa e o enunciado de
hipótese parecem próximos, mas a hipótese caracteriza-
se por apresentar uma força explicativa provisória, que
será verificada no trabalho de campo.
- Quando se tratar de estudos quantitativos, o pesquisador
deve formular hipóteses a serem comprovadas via testes
estatísticos.
- Nos estudos qualitativos, a explicação da hipótese,
segundo a compreensão de alguns autores, não é
obrigatória. Contudo, uma hipótese de pesquisa pode
orientar a estrutura do trabalho.
HIPÓTESE

Como formular hipóteses:


A hipótese é uma possível resposta ao problema
da pesquisa e orienta a busca de outras
informações. A hipótese pode ser definida como
uma suposição que antecede a constatação dos
fatos. Sua função é proporcionar explicações
para certos fatos e, ao mesmo tempo, orientar a
busca de outras informações em relação à área
temática estudada.
HIPÓTESE
Tema O artesanato na Região de Gramado
Problema Continua o artesanato uma atividade
tradicional, transmitida de geração para
geração, ou se configura como uma opção
para a mão-de-obra ociosa?
Hipótese O artesanato é uma atividade complementar
que tende a uma diminuição frente à
concorrência dos produtos industrializados.

X (variável Concorrência dos produtos.


independente)
Y1 (primeira Diminuição da atividade de artesanato.
Variável

variável
dependente)
Y2 (segunda Transformação do artesanato em atividade
variável complementar.
dependente)
HIPÓTESE
OBJETIVOS

A definição do objeto de estudo pode ser


caracterizada como um desdobramento da pergunta
básica do estudo, ou seja, os itens que serão
pesquisados para solucionar o problema de
pesquisa.
Esse é o momento de definir com precisão o que
pretendemos com o trabalho. O objetivo do estudo
vincula-se diretamente à própria significação da
tese proposta pelo pesquisador e à colocação de
propósitos que estão diretamente relacionados com
o problema de pesquisa.
OBJETIVOS

O pesquisador precisa estar atento para verificar se,


ao concluir seu trabalho, conseguirá atingir o
objetivo indicado. Importante registrar que objetivos
se constituem em declarações claras e explícitas do
“para que desejamos estudar o fenômeno ou
assunto”, ou seja, o que pretendemos alcançar com
a realização da pesquisa.
OBJETIVOS

É preciso pensar a respeito da intenção ao


propor a pesquisa, sintetizar o que
pretendemos alcançar com ela. Os
objetivos devem estar coerentes com a
justificativa e o problema proposto.
OBJETIVOS

É importante que os objetivos sejam


claramente estabelecidos, a fim de que as
fases posteriores da pesquisa se
processem de maneira satisfatória.
OBJETIVOS

Os objetivos informarão para que estamos


propondo a pesquisa, isto é, quais os resultados
que pretendemos alcançar ou qual a contribuição
que a pesquisa irá efetivamente proporcionar.
OBJETIVO GERAL

O objetivo geral será a síntese do que pretendemos


alcançar
Objetivo Geral: está ligado a uma visão global e
abrangente do tema. Vincula-se diretamente à
própria significação da tese proposta pelo projeto.
OBJETIVO ESPECÍFICO

Objetivos específicos explicitarão os detalhes e


serão um desdobramento do objetivo geral.
Os objetivos específicos devem começar com um
verbo no infinitivo e esse verbo deve indicar uma
ação possível de mensuração, como diagnosticar,
verificar, observar, analisar, examinar, identificar,
distinguir, constatar, comprovar, comparar, entre
outros.
OBJETIVO ESPECÍFICO

Específicos: apresentam caráter mais concreto.


Têm função intermediária e instrumental,
permitindo, de um lado, atingir o objetivo geral e, de
outro, aplicar este a situações particulares.
OBJETIVO ESPECÍFICO

-Determinar estágio cognitivo de conhecimento:


apontar, arrolar, definir, enunciar, inscrever, registrar,
relatar, repetir, sublinhar e nomear;
-Determinar estágio cognitivo de compreensão:
descrever, discutir, esclarecer, examinar, explicar,
expressar, identificar, localizar, traduzir e
transcrever;
-Determinar estágio cognitivo de aplicação:
aplicar, demonstrar, empregar, ilustrar, interpretar,
inventariar, manipular, praticar, traçar e usar;
OBJETIVO ESPECÍFICO

-Determinar estágio cognitivo de análise:


analisar, classificar, comparar, constatar, criticar,
debater, diferenciar, distinguir, examinar, provar,
investigar e experimentar;
-Determinar estágio cognitivo de síntese:
articular, compor, constituir, coordenar, reunir,
organizar e esquematizar;
-Determinar estágio cognitivo de avaliação:
apreciar, avaliar, eliminar, escolher, estimar, julgar,
preferir, selecionar, validar e valorizar.
OBJETIVOS
OBJETIVOS
OBJETIVOS
OBJETIVOS

Você também pode gostar