Você está na página 1de 25

Gestão do Cronograma em

Projetos
Sequenciamento das atividades e
estimativa do uso de recursos
Bloco 1
Valter Castelhano de Oliveira
Agenda

• Sequenciar atividades.
• Precedências.
• Estimar recurso das atividades.
Sequenciamento das atividades

• O processo de sequenciamento das atividades tem por objetivo organizar a


sequência lógica de atividades, de forma que as precedências sejam observadas.
Essa sequência lógica é chamada de diagrama de rede.
Sequenciar as atividades
Sequenciar as
Atividades

Lista de atividades Diagrama de rede


MDP
do cronograma
Determinação de
Atributos das atividades
Dependências,
antecipações e
Lista de marcos esperas
Atualizações

Especificações do
escopo do projeto

Fonte: elaborado pelo autor.


Precedence Diagramming Method (PDM)

• PDM é um método de elaboração do diagrama de rede do projeto,


que usa retângulos, chamados de nós, para representar atividades e
os conecta por setas que mostram as dependências.
Precedence Diagramming Method (PDM)

Activity on Node (AON)

INÍCIO A B D G H J L TÉRMINO

C E
I

K
F

Fonte: elaborado pelo autor.


Exemplo de DPM

ATIVIDADE ATIVIDADE
REQUISITOS ESPECIFICAÇÃO
ATIVIDADE DA TÉCNICA
APROVAÇÃO FASE 2
DA
FASE 1
DEPENDÊNCIA
ATIVIDADE
PROCESSO
DEPENDÊNCIA DE
COMPRA

Fonte: elaborado pelo autor.


Tipos de dependências no DPM
II TI
Iní cio para Iní cio (Start to Start) Término para Iní cio (Finish to Start)

A lag
A A A
LAG
BB lag
LAG B B

TT IT
Término para Término (Finish to Finish) Iní cio para Término (Start to Finish)

lag
LAG AA
A
A

B BB
B lag
LAG

Fonte: adaptado de Oliveira & Simões (2009).


Gestão do Cronograma em
Projetos
Sequenciamento das atividades e
estimativa do uso de recursos
Bloco 2
Valter Castelhano de Oliveira
Estimativas de recursos

• As estimativas de recursos envolvem estimar a alocação


• de recursos (humanos e materiais), incluindo tipos e quantidades,
para cada atividade do projeto.
Políticas organizacionais devem ser consideradas

• Políticas para contratação de recursos humanos.

• Políticas de remuneração, promoção, premiação de recursos humanos.

• Política de definição quanto a contratar pessoal ou terceirizar.

• Política para decisão de fazer internamente, alugar ou comprar.


O PMO e seus papéis

• Gerenciar e comprometer os recursos necessários para a condução dos projetos.

• Definir e disseminar o modelo metodológico e a cultura de gerenciamento de projetos.


O PMO e seus papéis

Promover as mudanças
organizacionais para
desenvolver as competências
e habilidades necessárias em
gerenciamento de projetos.

Fonte da imagem:Mathisa_s/IStock.com. ID da foto: 1074074546


O PMO e seus papéis

• Definir padrões a serem adotados no gerenciamento dos projetos.

• Garantir um gerenciamento de projetos eficiente e eficaz.


O PMO e gestão de pessoas

• Identificação das habilidades requeridas.

• Aquisição, desenvolvimento e retenção de gerentes de projetos.

• Desenvolvimento de planos para identificação/ utilização de


recursos e capacidades.
O PMO e gestão de pessoas

• Coordenação e/ ou condução de programas de treinamento.

• Atuação na resolução de conflitos.

• Definição clara das funções e responsabilidades do gerente do projeto


com relação ao gerente funcional.
Opinião especializada

• A estimativa de alocação de recursos é feita para cada atividade do projeto


e, geralmente, é suportada por informações históricas obtidas em outros
projetos e pelo apoio de consultores e especialistas.
Análise de alternativas

• A alocação de recursos pode implicar na alteração da duração das atividades, na


qualidade final do produto do projeto e no custo envolvido com o projeto.

Fonte: AJ_Watt/IStock.com. ID da foto: 885378856


Análise de alternativas

• Deve ser dada especial atenção à identificação de possíveis alternativas


diferenciadas, que ofereçam melhor adequação das respostas e resultados do
projeto com a realidade da organização onde o projeto está sendo desenvolvido.
Software de gerenciamento de projetos

• Permite auxiliar na organização do quadro de recursos, incluindo controle


de calendário, disponibilidade, alocação do cronograma de trabalho e
taxas de utilização.

• Exemplos: OpenProj (gratuito) e o MS Project (proprietário).


Alocação de recursos

• Trabalho = Duração x Unidades


ou
Duração = Trabalho/ Unidades

• Exemplo:
• Trabalho = 32 homens x hora.
• Unidade = 2 recursos (ou homens).
• Duração = 32/ 2 = 16 horas.
Dados publicados

• A quantidade de recursos necessários para cada pacote de trabalho


pode ser obtida pela utilização de consultorias externas, consulta a
associações ou publicações técnicas.

• O mal dimensionamento dos recursos representa uma ameaça para


o projeto (XAVIER, 2008).
Estimativas de recursos

• A saída do processo de estimativa de recursos é a descrição dos tipos de recursos


que serão necessários, e em que quantidade, para a obtenção de cada pacote de
trabalho, ou seja, o nível mais baixo da WBS ou as atividades responsáveis em obter
o pacote de trabalho.
Referências
CARVALHO, M. M.; RABECHINI Jr.; R. Fundamentos em gestão de projetos: construindo competências para gerenciar
projetos. 4. ed. São Paulo: Editora Atlas, 2015.
MENEZES, L. C. de M. Gestão de projetos. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2009.
KERZNER, H. Gestão de projetos: as melhores práticas. 3. ed. São Paulo: Bookman, 2016.
MENEZES, L. C. de M. Gestão de projetos. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2009.
MUTO, C. A.; PEREITA, B. T. Exame PMP: a bíblia: manual para certificação. Rio de Janeiro: Brasport, 2008.
OLIVEIRA, V.; Simões, H. Preparação e planejamento do projeto. Material da 2ª Aula da Disciplina Gerenciamento de
Projetos, ministrada no Curso de Pós-Graduação Latu Sensu TeleVirtual MBA em Gestão Educacional – Anhanguera-
UNIDERP | REDE LFG, 2009b.
OLIVEIRA, V.; SIMÕES, H. Custos, riscos e cronograma do projeto. Material da 3ª Aula da Disciplina Gerenciamento de
Projetos, ministrada no Curso de Pós-Graduação Latu Sensu TeleVirtual MBA em Gestão Educacional – Anhanguera-
UNIDERP | REDE LFG, 2009c.
PMI - PROJECT MANAGEMENT INSTITUTE. Um guia do conhecimento em gerenciamento de projetos (Guia PMBOK).
6. ed. Newtown Square, PA: Project Management Institute. 2017.
TRENTIM, M. H. Manual do Ms-Project 2013 e melhores práticas do Pmi. Editora Atlas. 2015.
VALERIANO, D. Moderno gerenciamento de projetos. São Paulo: Prentice Hall, 2005.
XAVIER, C. M. da S.; CHUERI, L. de O. Metodologia de gerenciamento de projetos no terceiro setor: uma estratégia
para a condução de projetos. Rio de Janeiro: Brasport, 2008.

Você também pode gostar