Você está na página 1de 22

WBA0120_v2_0

Gestão por Processos


e Qualidade
Tema 03 – BPM: Business
Process Management
Bloco 1

Prof. Claudio Zanutim


Objetivos

• Conhecer a metodologia de BPM, bem


como sua aplicação na Gestão de
Processos, em particular o mapeamento,
implantação, monitoramento e melhoria
dos processos de negócio.
• Adquirir habilidades para lidar com essa
metodologia para melhor gerenciar os
processos de negócio.
Objetivos

• Desenvolver atitudes e comportamentos.


Adquirir competência para ter um olhar
sistêmico sobre a empresa, de forma a
melhorar o processo de decisão em
gestão de processos de negócio.
Gestão de Processos de negócio ou
BPM – Business Process Modeling...
...é uma abordagem disciplinada para
identificar, desenhar (ou projetar), executar,
medir, monitorar e controlar processos de
negócio, automatizados ou não, para alcançar
consistência e resultados alinhados aos
objetivos estratégicos da organização,...

(continua)
Gestão de Processos de negócio ou
BPM – Business Process Modeling...
...envolvendo, ainda, com ajuda de
tecnologia, formas de agregar valor,
melhorias, inovações e o gerenciamento
dos processos ponta a ponta, levando a
uma melhoria do desempenho
organizacional e dos resultados de
negócios (ABPMP BRASIL, 2013).
BPM: Envolve a descoberta, projeto e entrega
de processos de negócio. Adicionalmente, o
BPM inclui o controle executivo, administrativo
e supervisório desses processos.
Atividade: Um termo genérico para o trabalho
que uma companhia ou organização executa
via processo de negócio. Pode ser atômica
(pouca abrangência) ou não atômica. Os tipos
de atividades que fazem parte de um processo
são: processos, subprocessos ou tarefas.
Processo: Um encadeamento de atividades
executadas dentro de uma companhia ou
organização, que transformam entradas em
saídas (adaptação dos autores).
Subprocesso: Um processo que está
incluído em outro processo.
Tarefa: Uma atividade atômica que é
incluída em um processo. É usada quando a
atividade no processo não será mais refinada
em subprocessos dentro do modelo de
processo. Geralmente executada por um
único usuário final, equipamento ou sistema.
Fornecedores Clientes
Processos Primários Externos

Processos Processos
de de Gestão
Apoio

Os três tipos de processos em uma empresa


Fonte: O autor.
Os processos também podem ser
classificados em:
• Processos Primários: são aqueles que
tocam diretamente o cliente e demais
partes interessadas. Se houver falha num
processo primário, o cliente saberá
imediatamente. Os processos primários
são aqueles que são logo identificados
partindo-se do cliente. Por exemplo,
vendas e assistência técnica.
• Processos de Apoio: são aqueles que
suportam os processos primários e que são
necessários para a execução destes. Se
houver uma falha num processo de apoio,
os clientes não a perceberão de imediato.
Eventualmente a falha se tornará óbvia
porque ela deteriorará processos primários.
Por exemplo, finanças e RH.
• Processos de Gestão - são aqueles
necessários para coordenar as atividades
de apoio e os processos primários.
Exemplos típicos são o sistema da
qualidade, planejamento estratégico e
informações para a administração.
Gestão por Processos
e Qualidade
Tema 03 – BPM: Business
Process Management
Bloco 2

Prof. Claudio Zanutim


Arquitetura

A arquitetura de processos de negócio


consiste na elaboração do macro fluxo dos
processos que serão atendidos pela
ferramenta BPM e visa, também, garantir a
automatização dos processos.
Conforme Veyrat (2016), o ciclo de processos
pode ser subdividido em etapas e são
atendidas pela arquitetura BPM:
• Modelar processos, diagramar o fluxo do
processo, utilizando ferramentas de
elaboração de fluxos;
• Modelar dados é uma técnica utilizada em
BPM para a especificação das regras de
negócios, portanto, modelar dados e
desenhar o fluxo do processo de negócio,
concentrando-se nas entidades lógicas e nas
dependências lógicas entre essas entidades;
• Definir formulário significa definir que
ferramentas usará para fazer o
mapeamento dos processos e como
esses serão documentados;
• Definir regras de negócio significa tecer o
escopo do negócio cujos processos serão
mapeados;
• Definir participantes, a equipe que atuará
em todas as etapas do ciclo dos processos;
• Definir integrações e pontos de intersecção
dos fluxos dos processos mapeados;
• Simular processos, fazer simulações para
averiguar funcionamento do processo em
condições controladas;
• Executar processos, implantar os
processos no contexto da empresa;
• Monitorar processos, acompanhar o
desempenho em tempo real.
Modelo de check-list apoiado em VEYRAT, P.
2016:
• Todos na empresa sabem o que são
processos de negócio?
• Existem donos de processos formais?
• Os processos são documentados?
• A cadeia de valor está claramente
definida?
• Todos têm consciência que a execução
de um processo interfere na realização
de outros?
• As habilidades necessárias para a
execução de cada processo estão
definidas?
• Existe a percepção da qualidade em
cada processo?
• A medição dos resultados de cada
processo está sendo executada?
Ciclo de vida dos processos

O ciclo de vida dos processos de negócio no


BPM segue a estrutura de um método, com
etapas sequenciadas.
Planejame Análise Desenho Implantação Monitoramento Refinamento
nto e
Alinhamento
estratégico
Identificação Levantament Com base nas Implantar o novo Monitorar a implantação Proposição de
dos processos e seu o da situação atual: - conclusões da etapa fluxo aprovado. Pode-se e o desempenho, por meio de ajustes e melhorias no
alinhamento no Entrevista com anterior, propõe-se um utilizar as ferramentas da indicadores. “Os indicadores de processo de negócio.
planejamento pessoas chave - novo desenho ao BPMS (Sistemas) ou não. desempenho mais empregados
estratégico: Análise da processo. costumam envolver 4
Emoldurar a documentação dos dimensões: Tempo de duração
organização. processos. do processo, Custo monetário
Identificar os Documentaç despendido com o processo,
processos primários, ão da análise Capacidade: quanto o processo
de gestão e de apoio. efetivamente produz? E
Identificar indi Qualidade, que analisa se há
muitos erros e variações que
cadores de
afetam uma entrega satisfatória
desempenho.
aos clientes do processo. ”
Preparar para
(VEYRAT, P. 2016).
análise de processos.

Fonte: Adaptado de (VEYRAT, P. 2016).

Você também pode gostar