Você está na página 1de 22

Introdução às Redes

de Computadores
Protocolos de Serviços da Internet:
HTTP, FTP e DNS
Equipe: Amanda de Albuquerque, Edliano
Valeriano, Etony Monteiro, Thaís Borges

Professor: Gustavo Araujo Cavalcante


O protocolo HTTP
 HTTP (HyperText Transfer Protocol) “Protocolo de
Transferência de Hipertexto”.

 É um protocolo de comunicação entre sistemas de


informação que permite a transferência de dados
entre redes de computadores, principalmente
na World Wide Web (Internet).

 Ele define como os navegadores Web (clientes)


requisitam páginas Web de servidores.
O protocolo HTTP
Quando um usuário requisita
um objeto, por exemplo
clicando em uma referência de
uma página Web, o navegador
envia mensagens de requisição
HTTP para o servidor Web.

O servidor recebe a requisição e


responde com uma mensagem
de resposta HTTP que contém
os objetos solicitados.
O protocolo HTTP
 Para requisitar uma página Web, o cliente HTTP
primeiramente abre uma conexão TCP com o
servidor.
 Uma vez aberta a conexão TCP o cliente e o servidor
podem trocar mensagens através das suas portas de
interface.
 A porta 80 é o padrão para a aplicação WWW.
O protocolo HTTP
 Há duas versões do protocolo HTTP
implementadas pelos navegadores, o HTTP/1.0 e o
HTTP/1.1 e ambas as versões usam como
protocolo de transporte o TCP.

 O HTTP/1.0 usa o que se chama conexões não


persistentes, onde após a requisição de cada objeto,
o servidor responde e encerra a conexão TCP.
O protocolo HTTP
 Por exemplo, para uma página Web composta de um
arquivo base HTML e mais 5 imagens JPEG, após a
recepção de cada arquivo, aconexão TCP é encerrada
e deverá ser reaberta para cada novo objeto
requisitado (isto é feito automaticamente pelo agente
usuário).
 O HTTP/1.1 permitiu melhorar o desempenho dos
navegadores Web através do uso de conexões
persistentes, onde o servidor mantém a conexão TCP
aberta após o envio da resposta.
O protocolo HTTP
 Desta forma, as requisições e as respostas
subsequentes entre o mesmo par cliente/servidor
podem utilizar a mesma conexão já aberta,
eliminando o tempo de abertura de conexão.

 Caso a conexão deixe de ser utilizada por um certo


tempo o servidor se encarrega de liberar a conexão.

 Caso a conexão deixe de ser utilizada por um certo


tempo o servidor se encarrega de liberar a conexão.
O protocolo FTP

 FTP (file transfer protocol) Protocolo para Transferir


Arquivos, como o próprio nome descreve é utilizado
para transferir arquivos de um computador para
outro.
 É por meio dele que um usuário pode transferir
arquivos de um computador remoto para um
computador local e vice-versa (download e upload,
respectivamente).
O protocolo FTP
 O protocolo FTP, assim como o HTTP, roda sobre o
TCP.
 A diferença é que o FTP usa duas conexões paralelas
TCP para transferir arquivos: uma para controle da
conexão e outra para a transferência de dados.
 O controle de conexão é usado para trocar
informações como a identificação do usuário e senha,
para transferir os comandos FTP, para mudar de
diretório, para solicitar arquivos ou enviar arquivos.
Como funciona o protocolo FTP
 O protocolo FTP define a maneira pela qual os dados
devem ser transferidos numa rede TCP/IP.
 Ele tem como objetivos o compartilhamento de
arquivos entre dispositivos remotos, a independência
dos sistemas de arquivos das máquinas dos clientes e
do servidor e a transferência dos dados de maneira
eficaz.
 Cada uma destas duas conexões TCP usa uma porta
específica: a conexão de controle de conexão usa a
porta 21 e a conexão de dados usa a porta 20.
O modelo do serviço FTP
 O protocolo FTP
inscreve-se num modelo
cliente-servidor, ou seja,
uma máquina envia
ordens (o cliente) e a
outra espera pedidos
para efetuar ações (o
servidor).
 Em uma conexão FTP,
dois canais de
transmissão estão
abertos: um canal para
os comandos (canal de
controle) e um canal para
os dados:
O modelo do serviço FTP
 Assim, o cliente, tal como o servidor, possui dois processos
que permitem gerenciar estes dois tipos de informação:

 O DTP (Data Transfer Process) é o processo encarregado de


estabelecer a conexão e gerenciar o canal de dados. O DTP
servidor chama-se SERVER-DTP e o DTP cliente, USER-DTP.

 O PI (Protocol Interpreter) é o intérprete de protocolo que


permite comandar o DTP com a ajuda de comandos
recebidos no canal de controle. Ele é diferente no cliente e no
servidor.
O modelo do serviço FTP
 É importante observar que, como as portas de controle e
de dados são canais separados, é possível enviar os
comandos por uma máquina e receber os dados por outra.

 Por exemplo, é possível transferir dados entre dois


servidores FTP passando por um cliente para enviar as
instruções de controle e transferindo as informações entre
dois processos de servidores conectados na porta certa:
O modelo do serviço FTP

 Nesta configuração, o protocolo determina que os canais


de controle permaneçam abertos durante toda a
transferência de dados.
 Assim, um servidor pode parar uma transmissão se o canal
de controle for cortado durante a transmissão.
Exemplo de FTP
O protocolo DNS
 DNS significa Domain Name System ou Sistema de
Nome de Domínio;

 Em todas as redes, os dispositivos têm atribuída uma


etiqueta numérica, chamada IP;

 Por ser complicado recordar tantas etiquetas


numéricas, foram criados os chamados nomes de
domínio (DNS) que nos associam essas IPs com um
nome simples de recordar pelos humanos;
O protocolo DNS
 É um sistema que faz a ligação entre um domínio (ex.:
google.com) e um número de IP (ex.: 210.128.0.23), que é
a identificação do servidor para o qual o domínio está
apontado;

 A porta oficial é a de número 53/TCP,UDP;


Hierarquia em DNS

 O sistema de nomes de domínio (DNS) utiliza um sistema


hierárquico para criar uma base de dados para
proporcionar uma resolução de nomes otimizada;

 Na parte superior, os servidores raiz têm registros que


lhes indicam como alcançar os servidores de níveis
inferiores e assim sucessivamente;

 Os servidores DNS foram divididos em três tipos: raiz,


domínio de alto nível e com autoridade.
Hierarquia em DNS
‣Os do tipo raiz — no topo da hierarquia — são 13. Sua função é
indicar o servidor de domínio de alto nível correspondente ao
pedido feito pelo usuário.
‣Domínio de alto nível (top-domain-level) é o nome mais à direita
do domínio, como .com, .gov, .edu, .org, .net. Sendo assim, um
servidor responsável pelo domínio de alto nível .gov conhece os
servidores que abrigam os IPs correspondentes aos domínios das
organizações governamentais.
‣Por último, estão os servidores com autoridade. Como o nome
diz, esse tipo de servidor tem autoridade sobre uma série de
domínios. Quando ele é requisitado, devolve a lista de servidores
que hospedam o site. Essa árvore de servidores — com ramos
distribuídos e hierárquicos — evita que uma falha em um servidor
inviabilize a conexão da rede.
Hierarquia em DNS
 Vejamos um exemplo: nós queremos acessar uma pagina
italiana a partir da Espanha;

 Bem, nosso DNS primeiro buscará a URL em listas de IPs


espanholas e não encontrando, passará ao nível seguinte para
buscá-lo dentro de outra lista de IPs e assim sucessivamente
até encontrar a correta.

 Às vezes um DNS não encontra a IP solicitada e se vê


obrigado a pedir ajuda a outros servidores, que atuaram da
mesma forma que o primeiro;

 Isto forma uma grande rede de servidores de DNS que são os


encarregados realmente de que a Internet funcione
corretamente visando aos usuários e suas solicitações;
Hierarquia em DNS
Hierarquia em DNS

Você também pode gostar