Você está na página 1de 15

ESCOLA ESTADUAL JOSÉ EZEQUIEL DE QUEIRÓS – 1º GRAU

Decreto 45650 de 15/06/02 - Portaria 1654 de 05/07/02


Rua 5 n.º 247 – Tel.: (34) 3266-1382 – CEP 38380-000 Canápolis – MG.

MAYRA DE FREITAS CARVALHO

PIP- PLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA PARA

ALUNOS DE BAIXO DESEMPENHO

Canápolis/ MG
TÓPICOS: Reconhecimento de convenções do sistema alfabético

CAPACIDADE DESCRITOR SUGESTÃO DE ATIVIDADES

- Conhecer o alfabeto D1- Identificar letras do  Escrever uma frase em uma ficha e perguntar ao aluno que letras foram usadas
-Diferenciar letras de outros alfabeto. para escrevê-la, contar quantas letras tem a frase, identificar o nome delas.
sinais gráficos, como os D2- Diferenciar letras de  Explorar sinais gráficos, possibilitando ao aluno compreender qual não faz parte
números, sinais de outros sinais gráficos. do alfabeto.
pontuação ou de outros D3- Distinguir, como leitor,  Fichas com as letras do alfabeto, escolher uma ficha e falar palavras que iniciem
sistemas de representação diferentes tipos de letras. com tal letra, registrar no caderno ou em folha.
- Reconhecer os usos sociais  Misturar as letras do alfabeto e solicitar que o aluno coloque-as na ordem
da ordem alfabética. alfabética.
 Fichas com palavras, explorando a primeira letra, número de letras, última letra.
 Formar palavras com silabas, colocar palavras em ordem alfabética.
 Promover atividades como o manuseio do dicionário, catálogo telefônico, agenda,
que trabalhe o uso social da ordem alfabética.
 Ditado de letras.
 Confecção do alfabeto individual com os quatro tipos de letras.
 Escrever fichas envolvendo a mesma palavra com vários tipos de letras (letra de
imprensa, maiúscula, minúscula, cursiva maiúscula, minúscula), comparar as
letras, levando o aluno a concluir que é o mesmo nome, porém escrito com outro
tipo de letra, (identificar o tipo de letra).
 Trabalho com gêneros textuais com vários tipos de letras para o aluno examinar e
comparar, fazer leitura, interpretar oralmente.
 Jogos com os quatro tipos de letras: memória, quebra-cabeça, jogo do mico (o qual
os pares formados serão a mesma figura escrita com os dois tipos de letra
diferentes).

- Uso adequado da página D 4 - Conhecer as direções e  Nos livros e nos cadernos, como se faz a sequenciação do texto nas páginas (
o alinhamento da escrita
frente e verso, página da esquerda e página da direita, numeração)
 Como se dispõe o escrito na página ( margens, parágrafos, espaçamentos entre as
partes, títulos, cabeçalhos);
 Atividades que possibilitem ao aluno manusear diferentes gêneros em diferentes
suportes, chamando sua atenção para a disposição da escrita, para que compreenda
e conclua que escrevemos da esquerda para a direita e de cima para baixo. Que a
sequência das letras nas palavras e das palavras nas frases obedecem a uma ordem
de alinhamento e direcionamento que é respeitada como regra geral e que tem
consequências nas formas de distribuição espacial do texto no seu suporte: a
escrita ocupa a frente e o verso da folha, escreve-se dentro das margens, a partir da
margem esquerda.
TÓPICO: Apropriação do sistema alfabético

CAPACIDADE DESCRITOR SUGESTÃO DE ATIVIDADES


-Aquisição de consciência D 5- Identificar nas palavras,  Brincadeira “Dança das palmas”; o professor fala uma palavra e o aluno deve
fonológica. o número de sílabas, repeti-la devagar, sílaba por sílaba, batendo palmas para a esquerda, direita,
-Relação fonema e grafema. relacionando cima, baixo, até falar todas as sílabas.
-Reconhecimento da palavra fonema/grafema.  Brincadeira “O ninho”, o professor faz círculos com números de 1 a 6, fala
como unidade gráfica. D 6- Identificar sílabas ao ler uma palavra e o aluno deverá colocar um “X” de EVA sobre o número do
-Leitura de palavras e uma palavra. ( consciência ninho correspondente ao número de sílabas da palavra.
pequenos textos. silábica).  Trabalhar poesias, parlendas, quadrinhas, identificando as rimas (palavras que
D 7- Identificar sons de terminam com o mesmo som).
sílabas (consciência  Trava-língua identificando sílabas repetidas.
fonológica).  Escrever uma palavra em uma folha branca, o aluno deverá identificar a silaba
D 8- Compreender a função final e falar uma palavra que inicie com essa silaba. Ex: macaco / cola.
da segmentação dos espaços  Fazer listas de palavras que comecem ou terminem com determinada silaba ou
em branco. fonema, que comecem com o mesmo som.
D 9- Identificar quantas  Fichas com silabas para o aluno formar palavras. Ex: Lá vem a barquinha
palavras tem um texto. carregada de... (palavras com a sílaba tal).
D 10- Ler e interpretar
 Escrever frases em uma folha e pedir para o aluno colorir os espaços entre as
frases.
palavras.
D 11- Ler pequenos textos.
 Apresentar pequenos textos como parlendas, piadas, tirinhas, pequenas
histórias em quadrinhos para os alunos decodificarem, com e sem a ajuda do
professor.
 Selecionar rótulos de produtos para que os alunos possam ler.
 Apresentação de palavras chaves, incentivando a leitura desta, tipo de letra,
separação de silaba.
 Leitura é escrita dos nomes dos alunos na sala, de palavras e frases.
 Leitura de textos curtos ou frases e contar quantas palavras há nestes.
 Apresentar um gênero textual, explorar o portador, gênero, finalidade e função.
 Possibilitar aos alunos compreenderem que o texto é formado por um conjunto
de palavras/frases com sentido e que comunicam algo.
 Explorar o texto: formatação, pontuação, quantas palavras, desenhos e
ilustrações, títulos.
 Atividade que possibilite ao aluno concluir, a partir da análise do suporte, do
gênero, das suas funções sociais (informar, divertir) pelos títulos, ilustrações,
se o texto é uma história, ou uma notícia , texto engraçado, enfim, qual será o
assunto do texto.
TÓPICO: Leitura, compreensão, análise e avaliação

CAPACIDADE DESCRITOR SUGESTÃO DE ATIVIDADES


- Localização de D 12- Localizar informações  Apresentar o texto de uma piada;
informações explícitas em explícitas em texto.  Identificar as características: texto narrativo, história geralmente anônima,
textos. D 13- Identificar elementos curta e de final surpreendente, contada para provocar risos.
-Interpretação de que constroem a narrativa  Observar as partes: título, narrativa e diálogo.
informações implícitas em ( causa e consequência).  Leitura da ilustração, procurando pistas que levem a uma maior compreensão.
textos. D 14- Inferir informações em  Trocas de ideias, interpretação oral, questionamentos: O que é engraçado nessa
-Avaliação do leitor em textos não verbais. piada? Por quê?
relação aos textos. D 15- Inferir informações  Propor atividades significativas e desafiadoras que possibilitem ao aluno
implícitas em textos. construir uma visão global do texto de modo que, ao final da leitura, o aluno
D 16- Identificar o assunto saiba do que o texto fala, por onde ele começa, que caminhos ele percorre,
do texto. como ele se conclui, identificando informações que unifica e inter-relaciona os
D 17- Identificar a finalidade conteúdos lidos.
do texto.  Texto narrativo, ao acabar de ler, o aluno deve saber dizer: quem fez o quê,
D 18- Identificar diferentes quando, como, onde e por quê.
gêneros textuais.
 Localizar informações explicitas, identificar assunto do texto, pequenos textos
de interesse do aluno (parlendas, quadrinhas, charadas, piadas).
 Apresentar um texto, pedir que o aluno identifique o gênero, analise suas
características, imagem, antecipando o conteúdo do texto, levantando
hipóteses, ler o texto para o aluno confirmar ou descartar as hipóteses
levantadas.
 Ler uma história, interromper a leitura e questionar com o aluno o que ele acha
que irá acontecer.
 Antes de iniciar a leitura de um texto, questionar este texto trata de qual
assunto? É uma história? É uma notícia? É triste? É engraçado? Para que o
aluno tente adivinhar o que o texto diz, pela suposição de que alguma coisa
está escrita, pelo conhecimento do seu gênero e funções, pelo título,
ilustrações.
 Atividades que possibilitam: atenção e explicação do não dito do texto,
descoberta dos porquês, relacionarem o título com o texto, identificar o assunto
do texto.
 Leitura e identificação de ideias básicas de gêneros textuais como notícias,
propagandas, receitas, anedotas.
 Atividades a partir de diversos portadores de texto, como: jornais, revistas,
gibis, receitas, poesias, musicas o qual o aluno irá levantar e confirmar hipótese
relativa ao conteúdo do texto que está sendo lido.
 Leituras com pontuação e entonação, a fim de dar sentido de acordo com a
pontuação e suas mudanças.
 Textos informativos, manchetes, reportagens, legendas, artigos de divulgação e
outros gêneros textuais.
TÓPICO: Produção escrita

CAPACIDADE DESCRITOR SUGESTÃO DE ATIVIDADES


-Escrita de palavras D 19- Escrever palavras.  Propor escritas espontâneas em que os alunos produzem pequenos textos com
-Escrita de frases/ textos D 20- Escrever frases/ textos temas livres ou sobre algum tema proposto.
 Propor a reestruturação coletiva de texto (transcrever no quadro um texto com
autorização prévia do aluno, e fazer a reescrita do texto utilizando a opinião
dos alunos).
 Escrever uma notícia a partir de um título retirado do jornal.
 Propor atividades em que os alunos escrevam seus próprios textos, seguindo
padrões específicos do gênero e do suporte estudado.
 Escrever uma notícia sobre algo que está acontecendo na escola, bairro, cidade
ou um assunto de interesse, pesquisar sobre o tema e escrever a reportagem e
depois socializar com o grupo.
 Realizar atividades envolvendo o uso do dicionário.
 Incentivar o aluno a desenvolver estratégias de escrita, como planejar o texto,
redigir rascunhos, reler o que foi escrito, fazer os ajustes e correções, passar a
limpo e cuidar da apresentação.
 Fazer a revisão coletiva de um texto, examinando no quadro de giz ou
distribuindo cópias para os alunos, para que eles percebam os erros cometidos
na própria produção.
 Ler em voz alta para os alunos histórias, notícias, propagandas, avisos, cartas,
circulares para os pais.
 Fazer uso da escrita na sala de aula, com diferentes finalidades.

RECURSOS DIDÁTICOS:
 Cartazes
 Data show
 Lousa/giz
 Gravuras
 Jogos
 Recortes e colagens – revistas
 Livros didáticos
 Fichas
 Dicionário
 Material impresso
 Pesquisas
 Gêneros textuais
 Filmes
 CD e som
 Livros literários/gibis
 Jornais
 Livro adotado
 Fichas
AVALIAÇÃO:
A avaliação será contínua e diária através de observação e registro do professor das atividades realizadas em sala de aula:
 Participação e interesse;
 Assiduidade;
 Trabalho em grupo e individual;
 Exercícios e atividades em sala de aula e extraclasse;
 Registro individual sobre os avanços dos alunos;

BIBLIOGRAFIA:
BRASIL. Guia do alfabetizador:. Belo Horizonte: SEEMG, 2008.
UFMG. Faculdade de Educação. Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita. Alfabetizando. Caderno 2 e 3. Belo Horizonte: SEEMG, 2003.
PIP- Programa de Intervenção Pedagógica. 5 eixos da proposta de alfabetização e letramento SEE/CEALE: sugestão de atividades; maio 2011.

Canápolis: _____/______/______
ANEXOS
EIXO 1: Compreensão e valorização da cultura escrita

Capacidades
 Conhecer, utilizar e valorizar os modos de produção e circulação da escrita na sociedade;
 Conhecer os usos e funções sociais da escrita;
 Conhecer os usos da escrita na cultura escolar;
 Desenvolver as capacidades necessárias para o uso da escrita no contexto escolar:
- Saber usar os objetos de escrita presentes na cultura escolar
- Desenvolver capacidades especificas para escrever.

EIXO 2: Apropriação do sistema de escrita

Capacidades
 Compreender diferenças entre a escrita alfabética e outras formas gráficas;
 Dominar convenções gráficas:
- Compreender a orientação e o alinhamento da escrita da língua portuguesa.
- Compreender a função de segmentação dos espaços em branco e da pontuação de final de frase.
 Reconhecer unidades fonológicas como sílabas, rimas, terminações de palavras, etc.
 Conhecer o alfabeto;
- Compreender a categorização gráfica e funcional das letras.
- Conhecer e utilizar diferentes tipos de letras (de fôrma e cursiva).
 Compreender a natureza alfabética do sistema de escrita;
 Dominar as relações entre grafemas e fonemas;
- Dominar regularidades ortográficas.
- Dominar irregularidades ortográficas.

EIXO 3: Leitura

Capacidades
 Desenvolver atitudes e disposições favoráveis à leitura;
 Desenvolver capacidades relativas ao código escrito especificamente necessário à leitura:
- Saber decodificar palavras e textos escritos.
- Saber ler reconhecendo globalmente as palavras.
 Desenvolver capacidades necessárias à leitura com influencia e compreensão;
- identificar as finalidades e funções da leitura em função do reconhecimento do suporte, do gênero e da contextualização do texto;
 Antecipar conteúdos de textos a serem lidos em função do reconhecimento de seu suporte, seu gênero e sua contextualização;
 Levantar e confirmar hipóteses relativas ao conteúdo do texto que está sendo lido;
 Buscar pistas textuais, intertextuais e contextuais para ler nas entrelinhas (fazer inferências), ampliando a compreensão;
 Construir compreensão global do texto lido, unificando e inter-relacionando informações explicitas e implícitas, produzindo inferências;
 Avaliar efetivamente o texto, fazer extrapolações;
 Ler oralmente com influencia e expressividade;
EIXO 4: Produção escrita

Capacidades
 Compreender e valorizar o uso da escrita com diferentes funções, em diferentes gêneros;
 Produzir textos escritos de gêneros diversos, adequados aos objetivos, ao destinatário e ao contexto de circulação;
 Dispor, ordenar e organizar o próprio texto de acordo com as convenções gráficas apropriadas;
 Escrever segundo o principio alfabético e as regras ortográficas;
 Planejar a escrita do texto considerando o tema central e seus desdobramentos;
 Organizar os próprios textos segundo os padrões de composição usuais na sociedade;
 Usar a variedade lingüística apropriada à situação de produção e de circulação, fazendo escolhas adequadas quanto ao vocabulário e à gramática;
 Usar recursos expressivos (estilísticos e literários) adequados ao gênero e aos objetivos do texto;
 Revisar e reelaborar a própria escrita, segundo critérios adequados aos objetivos, ao destinatário e ao contexto de circulação previsto.;

EIXO 5-Desenvolvimento da oralidade

Capacidades
 Participar das interações cotidianas em sala de aula:
- Escutando com atenção e compreensão
- Respondendo às questões propostas pelo professor
- Expondo opiniões nos debates com os colegas e com o professor
 Respeitar a diversidade das formas de expressão oral manifestas por colegas, professores e funcionários da escola, bem como por pessoas da
comunidade extra-escolar;
 Usar a língua falada em diferentes situações escolares, buscando empregar a variedade lingüística adequada;
 Planejar a fala em situações formais;
 Realizar com pertinência tarefas cujo desenvolvimento dependa de escuta atenta e compreensão;

Mayra de Freitas Carvalho

Você também pode gostar