Você está na página 1de 8

Professor:

Daniel Aspira
1) Escrever os cinco primeiros termos de uma P.G. cujo 1° 11) (EEAR/2003) Na progressão geométrica onde o primeiro
termo é 3 e a razão 1/3.
termo é m3, o último é  m21 e a razão é  m 2  , o número
2) Determine: de termos é:
a) 8. b) 9. c) 11. d) 10.
a) O nono termo da P.G. (1, 2, 4, 8, … ).
b) O primeiro termo da progressão geométrica cujo oitavo 12) (EEAR/2010) Sejam as sequências 𝑆1 =
termo é 729, sabendo-se que a razão é 3. (1, 5, 25, 125, … ) e 𝑆2 = (4, 7, 10, 13, … ). A razâo entre o 6°
c) A razão de uma P.G. com 4 termos cujos extremos são 1 e termo de 𝑆1 e o 8° de 𝑆2 é:
64. a) 150
b) 125
3) Interpole: c) 100
d) 75
a) Três meios geométrico entre 2 e 162.
b) Quatro meios geométricos entre 2 e 486.
13) (EEAR/2004) Na P.G. (𝑦, 2𝑦 + 2, 3𝑦 + 3, . . . ), o 4.º
4) Calcule a soma : termo, que é diferente
de zero, vale
1
a) Dos cinco primeiros termos da P.G. ( , , 1, … ).
1 a) 2.
25 5 3
b)
b) Dos sete primeiros termos da P.G. (4, 4√2, 8, 8√2, … ). 2
1 1 c) – 4.
c) Dos termos da progressão geométricas (2, 1, , , … ) 27
2 4
1 d)−
2
d) Dos termos da progressão geométricas (9, −3, 1, − , … )
3

14) (EEAR/2003) A solução da equação 𝟏 + 𝒙 + 𝒙𝟐 + 𝒙𝟑 +


5) Faça o que se pede
𝒙𝟒 + ⋯ = 𝟐 é
a)Encontre o produto dos termos da P.G. 3
a)
1 1 1
( , , , … , 8, 16, 32). 2
8 4 2 b) 1
1
b)Determine o produto dos 7 primeiros termos da P.G. c)
1 1 2
( , , 1, … )?
81 9 d) indeterminada
6) (EEAR/2012) Se a sequência (𝑥, 3𝑥 + 2, 10𝑥 + 12) é uma
15) (EEAR/2003) A soma 1  2  2 2  2 3  ...  2 999  21000 é igual
P.G. de termos não nulos, então x² é:
a
a) 1 b) 4 c) 9 d) 16 a) 21000  1
b) 21000  1
7) (EEAR/2008) A soma dos n primeiros termos da P.G. c) 21001  1
(1, −2, 4, −8, … ) é – 85. Logo, n é:
d) 21001  1
a) 8 b) 10 c) 12 d) 14
16) (EsPcex/2012)Um fractal é um objeto geométrico que
8) (EEAR/2005) A soma dos infinitos termos da P.G. pode ser dividido em partes, cada uma das quais semelhantes
√3 √3
ao objeto original. Em muitos casos, um fractal é gerado pela
( , , … ) é: repetição indefinida de um padrão. A figura abaixo segue esse
2 3

a)
3 2
b) c)
2√3
d)
3√3 princípio. Para construí-la, inicia-se com uma faixa de
2 3 3 2 comprimento m na primeira linha. Para obter a segunda linha,
uma faixa de comprimento m é dividida em três partes
9) (EEAR/2009) O 4° termo de uma P.G. é – 80 e o 6° termo congruentes, suprimindo-se a parte do meio. Procede-se de
é – 320 . Se essa P.G. é alternante, então sua razão é: maneira análoga para a obtenção das demais linhas, conforme
a) 4 b) 3 c) – 1 d) – 2 indicado na figura.

10) (EEAR/2009) Quatro números naturais formam uma P.G.


crescente. Se a soma dos dois primeiros números é 12, e a dos
dois últimos é 300, a razão da P.G. é:
a) 7 b) 5 c) 4 d) 2

Professor: Daniel Aspira


Professor:
Daniel Aspira

22) Quatro números naturais formam uma PG crescente. Se a


soma dos dois primeiros é 12, e dos dois últimos é 300, então
a razão da PG é:
a) 7 b) 5 c) 4 d) 2

23) Tanto numa P.A. quanto numa P.G., os números 3 e 243


são, respectivamente, a razão e o 6.º termo. O produto do 1.º
termo da P.G. pelo 3.º termo da P.A. é
a)702 b)693 c)234 d)231

24) Atribuindo-se um valor a cada letra da sigla ESPCEX, de


Se, partindo de uma faixa de comprimento m, esse modo que as letras “E” , “S”, “P”,“C” e “X” formem nessa
procedimento for efetuado infinitas vezes, a soma das medidas ordem uma progressão geométrica e que E.P.C + E.S.X = 8,
dos comprimentos de todas as faixas é pode-se afirmar que o produto E.S.P.C.E.X vale:

a) 3m b) 4m c) 5m a) 10
d) 6m e) 7m b) 26
c) 20
d) 24
17) (ESPCEX/2007) O valor de 𝑥 que satisfaz a equação 𝑥 + e) 16
2𝑥 4𝑥 8𝑥
+ + + ⋯ = 243, em que o primeiro membro é uma
3 9 27
P.G. infinita, é 25) Sabe-se que a sequência (1/3, a, 27), na qual a>0, é uma
progressão geométrica e a sequência (x, y, z), na qual
a) 27 b) 30 c)60 d) 81 e)91 x+y+z=15, é uma progressão aritmética. Se as duas
progressões têm razões iguais, então:
18)(ESPCEX/2007) O valor de 𝑥 que satisfaz a equação 𝑥 +
2𝑥 4𝑥 8𝑥 a) x = - 4.
3
+ 9
+ 27 + ⋯ = 243, em que o primeiro membro é uma b) y = 6.
P.G. infinita, é c) z = 12.
d) x = 2y.
a) 27 e) y = 3x.
b) 30
c) 60 26) Se em uma P.G. de três termos reais o produto e a soma
d) 81 dos termos são, respectivamente, 216 e 26, então a soma dos
e) 91 dois primeiros termos dessa P.G., quando decrescente, é

19) (EFOMM/2006) Os 3 primeiros termos de uma progressão a) 24


3 6
geométrica são 𝑎1 = √2, 𝑎2 = √2 𝑒 𝑎3 = √2. O quarto termo b) 20
é: c) 18
1 8 d) 8
a) b) 1 c) √2
√2
27) Sabe-se que a seqüência x ; y ; 10  é uma P.A. e a
9 1
d) √2 e)
2
1 
20) (AFA/2000) Seja (𝑥, 𝑦, 𝑧, 𝑤) uma progressão aritmética seqüência  ; 2 ; 3x  4  é uma P.G. Nessas condições, é
crescente cuja soma é 10 e (𝑎, 𝑏, 𝑐, 𝑑) uma progressão y 
geométrica com 𝑎 + 𝑏 = 1 e 𝑐 + 𝑑 = 9. Se ambas têm a correto afirmar que
mesma razão, então o produto 𝑦. 𝑤 é a) a razão da P.A. é 2.
b) a razão da P.G. é 26.
a) −8 c) x  y  0 .
b) −2 d) x  y  16 .
c) 7
d) 9 28) A raiz da equação 1 + x + x2 + x3 + ... = 4 é igual a:
21) Numa P.G., onde o 1.º termo é 3, a soma dos três
a) – 4/3
primeiros termos é 21. Se a soma dos quatro primeiros termos
b) – 3/4
é 45, o quinto termo é:
c) 3/4
a) 51. b) 50. c) 49. d) 48.

Professor: Daniel Aspira


Professor:
Daniel Aspira
d) 4/3
34) Uma P.A. cujo primeiro termo é zero e uma P.G. cujo
29) O produto dos 15 primeiros termos da progressão primeiro termo é 1 possuem a mesma razão. O nono termo da
geométrica, de primeiro termo 1 e razão 10, vale: P.G. é igual ao quadrado do nono termo da P.A. Então:
a) uma das razões comum é –2.
a) 10105 b) a razão comum é –1.
b) 10115 c) a razão comum é 1.
c) 10125 d) não existem as duas progressões.
d) 10135
35) Sejam as seqüências de números reais (-3, x, y, ...) que é
30) Qual o valor da soma dos 7 primeiros termos da uma progressão aritmética
1 1 de razão r, e (x, y, 24, ...) que é uma progressão geométrica de
Progressão Geométrica (log 1 , log 1 _, … )?
24 24
r
a) 1/4 razão q. O valor de pertence ao intervalo:
b) 1/2 q
c) 128 a) 1,2
d) 254
1 
b)  ,1
31) Quanto devemos adicionar a cada um dos números k + 3, 2 
k, k – 2 para que, nesta ordem, formem uma Progressão c) 2,3
Geométrica?  1
d) 0, 
 2
a) 6 - k
b) 6 + k
36) Sejam a e b números reais tais que:
c) 1 - 6k
(i) a, b e a + b formam, nessa ordem, uma PA;
d) 1 + 6k
(ii) 2a, 16 e 2b formam, nessa ordem, uma PG.
Então o valor de a é:
32) Seja f uma função real que satisfaz as seguintes
propriedades:
a) 2/3 b) 4/3 c) 5/3 d) 7/3 e) 8/3
I) f(0) = 1;
II) 0 < f(1) < 1; e
37) Três números positivos, cuja soma é 30, estão em
III) f(x + y) = f(x)f(y) ∀ x, y  R.
progressão aritmética. Somando-se, respectivamente, 4, - 4 e -
Então, a expressão f(0) + f(1) + f(2) + f(3) +...+ f(9) é
9 aos primeiro, segundo e terceiro termos dessa progressão
equivalente a:
aritmética, obtemos três números em progressão geométrica.
a)
f 19  1 Então, um dos termos da progressão aritmética é
f 1  1
a) 9 b) 11 c) 12 d) 13 e) 15

b)
f 110  1 38) No interior de uma sala, na forma de um paralelepípedo
f 1  1 com altura h, empilham-se cubos com arestas de medidas 1,
1/3, 1/9, 1/27, e assim por diante, conforme mostra a figura

c)
f 19  f (1)
f 1  1

d)
f 110  f (1)
f 1  1

33) Se a sequência de inteiros positivos (2, x, y) é uma


Progressão Geométrica e (x+1, y, 11) uma Progressão O menor valor para a altura h, se o empilhamento pudesse ser
Aritmética, então, o valor de x + y é feito indefinidamente, é:
a) 3 b) 5/2 c) 7/3 d) 2 e) 3/2
a) 11.
b) 12. 39) A sequência (x, 6, y, z, 162) é uma Progressão
c) 13. Geométrica. É correto afirmar que o produto de x por z vale
d) 14.

Professor: Daniel Aspira


Professor:
Daniel Aspira
a) 36. b) 72. c) 108. d) 144. e) 180. d) 𝑥 = 2𝑦
e) 𝑦 = 3𝑥
40) Numa progressão geométrica, o primeiro termo é 5 x e a
razão é 5. Se a soma dos quatro primeiros termos é 3900, 48) (Unitau) O valor da soma:
x 2 3 5 7 9
pode-se afirmar que 5 5 , é igual a: S=4+(1/10)+[36/10 +36/10 +36/10 +36/10 +...] é igual a:

99 91 91 90 81
a) 1/25 b) 1/5 c) 1 d) 5 e) 25. a) b) c) d) e)
22 22 21 21 23

41) Se a soma dos n primeiros termos de uma progressão 49) (Unitau) Achar a soma
1 2 3 4 n
geométrica (P. G.) é dada por Sn=1- n , onde n≥1, então o S=1+2x+3x +4x +5x +......+(n+1)x .
2
nono termo desta P.G. é:
50) (Fuvest) Um país contraiu em 1829 um empréstimo de 1
a) 2-8 b) 2-10 c) 2-9 d) 28 e) 29 milhão de dólares, para pagar em cem anos, à taxa de juros de
9% ao ano. Por problemas de balança comercial, nada foi pago
42) O lado, a diagonal de uma face e o volume de um cubo até hoje, e a dívida foi sendo "rolada", com capitalização anual
são dados, nessa ordem, por três números em progressão dos juros. Qual dos valores a seguir está mais próximo do
geométrica. A área total desse cubo é: 8
valor da dívida em 1989? Para os cálculos adote (1,09) = 2.
a) 20 b) 48 c) 24 d) 18 e) 12 a) 14 milhões de dólares.
b) 500 milhões de dólares.
43) Se numa progressão geométrica de termos positivos o c)1 bilhão de dólares.
terceiro termo é igual à metade da razão, o produto dos três d) 80 bilhões de dólares.
primeiros termos é igual a: e)1 trilhão de dólares.
a) 1/4 b) 4 c) 1/8 d) 8 e) 1/16
51) (UFES) A figura a seguir representa o gráfico da função
x
44) Se log a = 1,7, log b = 2,2 e log c = 2,7, então a, b, c, nesta y=2 , x ≤ 0, e os primeiros elementos de uma sequência
ordem, formam uma infinita de retângulos. A soma das áreas de todos os retângulos
dessa sequência infinita é:
a) progressão geométrica de razão 10. Dado: (ua=unidade de área)
b) progressão geométrica de razão 10 .
c) progressão geométrica de razão 0,5.
d) progressão aritmética de razão 0,5.
e) progressão aritmética de razão 10 .

1 1
45) Na equação 1    ...  2 o 1º membro
1 x 2
1  x 2 2
a) 1/2 ua
é a soma dos termos de uma progressão geométrica infinita. A b) 1 ua
soma das raízes da equação é:
a) 0 b) 1 c) 2 d) 3 e) 4 c) 3/2 ua
d) 2 ua
46) Em uma P.A. não constante de 7 termos, o termo médio é e) maior que 2 ua
igual a 6, os termos 2º, 4º e 7º, nesta ordem formam uma P.G.
Determine esta P.A.
52) (UFPE) Em certa cidade a população de ratos é 20 vezes a
47) (PUC) Sabe-se que a sequência (1/3, a, 27), na qual a>0, é população humana. Supondo que ambas as populações
uma progressão geométrica e a sequência (x, y, z), na qual
crescem em progressão geométrica, onde a população humana
x+y+z=15, é uma progressão aritmética. Se as duas
progressões têm razões iguais, então: dobra a cada 20 anos e a de ratos a cada ano, quantos ratos
haverá por habitante dentro de 20 anos?
a) 𝑥 = −4 20
a) 10 . 2
b) 𝑦 = 6
19
c) 𝑥 = 12 b) 10 . 2

Professor: Daniel Aspira


Professor:
Daniel Aspira

c) 20 . 2
20
 5
c) 1 
6

1  5 
20 12
d) 40 . 2
18 d)
e) 20 . 2 2
53) (Mackenzie) A sequência de números reais (log a, log b, 58) (VUNESP) Considere um triângulo equilátero cuja medida
log c) é uma progressão aritmética. Então é sempre verdadeiro do lado é 4cm. Um segundo triângulo equilátero é construído,
que: unindo-se os pontos médios dos lados do triângulo original.
a) (a, b, c) é uma progressão aritmética. Novamente, unindo-se os pontos médios dos lados do segundo
b) a > b > c. triângulo, obtém-se um terceiro triângulo equilátero, e assim
por diante, infinitas vezes. A soma dos perímetros da infinidade
c) (a, b, c) não é uma progressão aritmética nem geométrica. de triângulos formados na sequencia, incluindo o triângulo
d) (a, b, c) é uma progressão geométrica. original, é igual a:
e) a = b = c.
a) 16cm b) 18cm c) 20cm d) 24cm e) 32cm
54) (Fei) Em relação à sequência: log (1), log (5), log (25), ...
n-1 59) (UFRN) As áreas dos quadrados abaixo estão em
log (5 ) é correto afirmar:
progressão geométrica de razão 2. Podemos afirmar que os
lados dos quadrados estão em:
a) todos os seus termos são maiores que zero
b) é uma progressão geométrica crescente
c) é uma progressão geométrica decrescente
d) é uma progressão aritimética crescente
e) é uma progressão aritimética decrescente

55) (Cesgranrio) Uma bomba de vácuo consegue, em cada


sucção, retirar 2% do gás existente em um recipiente. Quantas
sucções serão necessárias para retirar cerca de 99% do gás
existente no recipiente?
(use log10 2 = 0,30103 e log10 7 = 0,84510) a) progressão aritmética de razão 2.
b) progressão geométrica de razão 2.
a)7 b)49 c) 121 d) 183 e) 228
c) progressão aritmética de razão 2.
56) (UFF) Considere d) progressão geométrica de razão 2.

S  x  1 
2 x  12

x  12

x  12
 ... . 60) (FUVEST) Uma progressão aritmética e uma progressão
2 4 8 geométrica têm, ambas, o primeiro termo igual a 4, sendo que
Determine os valores de x que tornam S = 2. os seus terceiros termos são estritamente positivos e coincidem.
Sabe-se ainda que o segundo termo da progressão aritmética
a) 1 e 0 excede o segundo termo da progressão geométrica em 2
b) 1 e 3 unidades. Então, o terceiro termo das progressões é:
c) 3 e 0
d) 2 e 0 a) 10 b) 12 c) 14
e) 2 e 3 d) 16 e) 18

57) Considere uma progressão geométrica de razão maior que 61) O professor G. Ninho, depois de formar uma progressão
1 em que três de seus termos consecutivos representam as aritmética de 8 termos, começando pelo número 3 e composta
medidas dos lados de um triângulo retângulo. Se o primeiro apenas de números naturais, notou que o 2°, o 4° e o 8° termos
termo dessa progressão geométrica é 64, então seu décimo formavam, nessa ordem, uma progressão geométrica. G. Ninho
terceiro termo vale: observou ainda que a soma dos termos dessa progressão
geométrica era igual a:

 5
a) 2. 1 
6
a) 42 b) 36 c) 32 d) 28 e) 24

b) 2.1  5 
12

Professor: Daniel Aspira


Professor:
Daniel Aspira
62) (UFF) Com o objetivo de criticar os processos infinitos 64) (Escola Nával – 2018) Sejam (an), (bm) e (ck) três
utilizados em demonstrações matemáticas de sua época, o progressões geométricas de razão q e primeiro termo x. (bm)
filósofo Zenão de Eleia (século V a.C.) propôs o paradoxo de tem o dobro de termos de (an), e (ck) tem 3/2 termos de (bm).
Aquiles e a tartaruga, um dos paradoxos mais famosos do Sabendo que a soma dos termos de (an) é igual a 10 e a soma
mundo matemático. dos termos de (ck) é 42/5 , assinale a opção que apresenta a
diferença, em módulo, dos possíveis valores da soma dos
termos de (bm).

a) 6
b) 8
c) 10
d) 12
Existem vários enunciados do paradoxo de Zenão. O escritor e) 14
argentino Jorge Luis Borges o apresenta da seguinte maneira:
65) (ITA – 2016) Sejam a; b; c; d ∈ . Suponha que a; b; c;
“Aquiles, símbolo de rapidez, tem de alcançar a tartaruga, d formem, nesta ordem, uma progressão geométrica e que a;
símbolo de morosidade. Aquiles corre dez vezes mais rápido b/2; c/4; d-140 formem, nesta ordem, uma progressão
aritmética. Então, o valor de d - b é
que a tartaruga e lhe dá dez metros de vantagem. Aquiles corre
esses dez metros, a tartaruga corre um; Aquiles corre esse a) -140.
b) -120.
metro, a tartaruga corre um decímetro; Aquiles corre esse c) 0.
decímetro, a tartaruga corre um centímetro; Aquiles corre esse d) 120.
e) 140.
centímetro, a tartaruga um milímetro; Aquiles corre esse
milímetro, a tartaruga um décimo de milímetro, e assim 66) (Escola Naval – 2016) Seja q = (cos 5°).(cos 20°). (cos
infinitamente, de modo que Aquiles pode correr para sempre, 40°).(cos 85°) a razão de uma progressão geométrica infinita
com termo inicial a0 = 1/4. Sendo assim, é correto afirmar que
sem alcançá-la.”
a soma dos termos dessa progressão vale:
Fazendo a conversão para metros, a distância percorrida por
Aquiles nessa fábula é igual a: a) 1/15
b) 2/15
c) 3/15
d) 4/15
e) 7/15

É correto afirmar que: 67) (EsPCEx – 2016) A sequência (a1, a2, ..., a10),
a) 𝑑 = + ∞
onde é
b) 𝑑 = 11,11
91 de tal forma que n ∈ {1, 2, ..., 10} temos que an = bn + cn, onde
𝑐) 𝑑 = (b1, b2, ..., b10) é uma PG com b1 ≠ 0 e de razão q ≠ ±1 e (c1,
9
c2, ..., c10) é uma PA constante.
𝑑) 𝑑 = 12
100 Podemos afirmar que a1 + a2 + ... + a10 é igual a
𝑒) 𝑑 =
9 a) 98
63) (AFA – 2021) Um professor escreveu uma progressão b) 172
c) 260
aritmética crescente de 8 termos começando pelo número 3 e
d) 516
composta apenas de números naturais.Ele notou, então, que o
e) 1028
segundo, o quarto e o oitavo termos dessa progressão
aritmética formavam, nessa ordem, uma progressão 68) (AFA 2011) Sejam (1, a2 , a3, a4) e (1, b2 , b3 , b4) uma
geométrica. O professor observou também que a soma dos progressão aritmética e uma progressão geométrica,
termos dessa progressão geométrica era igual a respectivamente, ambas com a mesma soma dos termos e
ambas crescentes. Se a razão r da progressão aritmética é o
a) 42 dobro da razão q da progressão geométrica, então, o
b) 36
produto r.q é igual a
c) 18
d) 9
a) 15

Professor: Daniel Aspira


Professor:
Daniel Aspira
b) 18
c) 21
d) 24
c)
69) (Escola Naval - 2014) O quinto termo da progressão
aritmética 3 - x ; -x ; ... , x ∈ ℜ é
d)
a) 7
b) 10
c) -2 e)
d) -√14
e) -√18 73) (Escola Naval – 2015) A soma dos três primeiros termos
de uma P.G. crescente vale 13 e a soma dos seus quadrados
70) (Escola Naval – 2014) Considere a sequência 91. Justapondo-se esses termos, obtém-se um número de três
1 1+2 1+2+3
𝑥1 = , 𝑥2 = , 𝑥3 = algarismos. Pode-se afirmar que o resto da divisão desse
2 1+2 1+2+4 número pelo inteiro 23 vale
(1 + 2 + 3 + 4)
, 𝑥4 =
1+2+4+8 a)1
O valor de xn é b) 4
c) 8
d) 9
e) 11
a)
74) (EFOMM – 2015) Seja um quadrado de lado 2. Unindo os
pontos médios de cada lado, temos um segundo quadrado.
b) Unindo os pontos médios do segundo quadrado, temos um
terceiro quadrado, e assim sucessivamente. O produto das
áreas dos dez primeiros quadrados é
c)
a) 2-9/2
b) 2-25/2
c) 2-45/2
d) d) 2-45
e) 2-25

e) 75) (EFOMM - 2015) Numa progressão geométrica crescente,


o 3º termo é igual à soma do triplo do 1º termo com o dobro
71) (EFOMM – 2010) Se a sequência de inteiros positivos (2, do 2º termo. Sabendo que a soma desses três termos é igual a
x, y) é uma Progressão Geométrica e (x + 1, y, 11) uma 26, determine o valor do 2º termo.
Progressão Aritmética, então, o valor de x + y é
a) 6
a) 11 b) 2
b) 12 c) 3
c) 13 d) 1
d) 14 e) 26/7
e) 15
76) (Escola Naval – 2010) Uma progressão geométrica
72) (EFOMM – 2014) O conjunto de todos os números infinita tem o 4° termo igual a 5. O logaritmo na base 5 do
reais q > 1, para os quais a1, a2 e a3 formam, nessa ordem, produto de seus 10 primeiros termos vale 10 - 15 log5 2. se S é
uma progressão geométrica de razão q , com primeiro termo 2 a soma desta progressão, então o valor de log2 S é
e representam as medidas dos lados de um triângulo, é
a) 2+ 3 log2 5
b) 2 + log2 5
c) 4+ log2 5
a) d) 1+ 2 log2 5
e) 4+ 2 log2 5

b)

Professor: Daniel Aspira


Professor:
Daniel Aspira
77) (EsPCEx – 2010) Um menino, de posse de uma porção de
grãos de arroz, brincando com um tabuleiro de xadrez,
colocou um grão na primeira casa, dois grãos na segunda casa,
quatro grãos na terceira casa, oito grãos na quarta casa e
continuou procedendo desta forma até que os grãos acabaram,
em algum momento, enquanto ele preenchia a décima casa. A
partir dessas informações, podemos afirmar que a quantidade
mínima de grãos de arroz que o menino utilizou na brincadeira
é

a) 480
b) 511
c) 512
d) 1023
e) 1024

78) (IME - 2016) Sejam uma progressão aritmética (a1, a2, a3,
a4, ...) e uma progressão geométrica (b1, b2, b3, b4, …) de termos
inteiros, de razão r e razão q, respectivamente, onde r e q são
inteiros positivos, com q > 2 e b1 > 0. Sabe-se, também,
que a1+b2=3, a4+b3=26. O valor de b1 é:
a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
e) 5

Desafio

1) (ITA) Seja 𝑓: ℝ∗+ → ℝ uma função injetora tal que 𝑓(0) =


1 e 𝑓(𝑥𝑦) = 𝑓(𝑥) + 𝑓(𝑦) para todo 𝑥 > 0 e 𝑦 > 0. Se
𝑥1 , 𝑥2 , 𝑥3 , 𝑥4 e 𝑥5 nesta ordem foram uma progressão
geométrica , onde 𝑥𝑖 > 0 para 𝑖 = 1,2,3,4,5 e sabendo que
𝑥𝑖
∑𝑛1 𝑓(𝑥𝑖 ) = 13𝑓(2) + 2𝑓(𝑥1 )onde n=5 ∑𝑛1 𝑓 ( )=
𝑥𝑖+1
−2𝑓(2𝑥1 ) onde 𝑛 = 4 , então o valor de 𝑥1 é :

“Aquele que se empenha a resolver as dificuldades resolve-as


antes que elas surjam. Aquele que se ultrapassa a vencer os
inimigos triunfa antes que as suas ameaças se concretizem”
Sun Tsu.

Professor: Daniel Aspira

Você também pode gostar