Você está na página 1de 6

SISTEMA DE LGE

• Proporcionador entrelinhas
Descritivo técnico
• Equipamento colocado numa linha de mangueira para adicionar o L.G.E. à água para o combate a incêndio.
• O proporcionador “entrelinhas” de espuma dispõe de dispositivo “venturi”, que faz a sucção do o LGE e possui
válvula dosadora, com graduação variando de 1 a 6%, para ser usada conforme o tipo de LGE.
• O proporcionador pode ser usado entre dois lances de mangueiras, diretamente da expedição da bomba ou
junto ao esguicho.
• Na utilização do proporcionador, deve-se observar a diferença de altura e a distância entre ele e o equipamento
formador de espuma. Os equipamentos não devem estar em desnível superior a 4,5 m e a uma distância
superior a 45 m. Sob pena de prejudicar a formação da espuma, a pressão de entrada no proporcionador deve
atender a recomendação do fabricante,
• Esguichos lançadores de espuma
Descritivo técnico

Os esguichos lançadores de espuma trabalham em conjunto com o


proporcionador entre linha, realizando a aeração da mistura de água
e o líquido gerador de espuma (LGE) para formação de espuma
através de orifícios estrategicamente projetados para maior eficiência
do equipamento e do sistema, podendo ser utilizados em sistemas
fixos ou portáteis.

Sua aplicação é recomendada em qualquer indústria que possua tanques


de armazenagem de combustível, como refinarias de petróleo, usinas
alcooleiras, destilarias, industrias químicas e petroquímicas, etc.
• LGE – Liquido Gerador de Espumas
Descritivo técnico

A espuma de combate a incêndio é uma massa estável que conta com pequenas bolhas de ar, com densidade mais
baixa do que gasolina, óleo ou até mesmo a água. Essa espuma é formada por: LGE (líquido gerador de espuma),
ar e água. A solução de espuma é formada pela água e LGE proporcionado normalmente nas taxas
de 1%,3% ou 6%. Está solução quando misturada com o ar aspirado produz a espuma que flui sobre as superfícies
dos combustíveis.

A espuma permite o combate a incêndios de líquidos


inflamáveis ou combustíveis de 4 maneiras:
1.Exclui o ar dos vapores inflamáveis;
2.Elimina os vapores da superfície do combustível;
3.Separa a chama das superfícies combustíveis;
4.Resfria a superfície combustível e as superfícies em volta.
Dos vários tipos de LGEs já desenvolvidos, o considerado mais versátil é feito a partir de surfactantes
fluorados sintéticos. Os seus concentrados são chamados de AFFF (‘aqueous film-forming foam’) e conseguem
produzir filme aquoso sobre o material que está queimando, controlando o fogo, ao impedir o contato do
material com o oxigênio e ao resfriar o líquido.
“ Nós bombeiros, socorristas ,emergencista e professores,
ensinamos e prevenimos para não precisar salvar , mas se uma
hora precisar estaremos preparados”.

Nara Araújo

SISTEMA DE LGE
Fernando Ramos dos Santos - Coordenador de Bombeiros Civis
Elaborado em: 20/04/2021

Você também pode gostar