Você está na página 1de 3

10º ano | Física | Ficha de Trabalho nº2

Tema: Energia e movimentos

1. Numa aula laboratorial, um grupo de alunos pretende


dar resposta à seguinte questão:
Como é possível que, nas montanhas-russas dos
parques de diversões, se atinjam alturas superiores à
altura da partida?
Para fazer o estudo do movimento de um carrinho numa montanha-russa, os alunos utilizaram uma calha em
que o atrito não é desprezável e um carrinho com 50g de massa. Abandonaram o carrinho de uma posição
pré-definida e mediram a altura máxima que este atingia.
A figura ao lado representa o perfil de uma calha que simula uma montanha-russa. O carrinho é abandonado
no ponto A, que se encontra à altura de 58 cm do solo.
Passa pelos pontos B, C e D e só consegue chegar até o ponto E, a 50 cm de solo.
1.1) Explica o facto de a altura máxima atingida pelo carrinho ser inferior à altura inicial de abandono.
1.2) Determina a percentagem de energia dissipada neste processo.
1.3) Diz como é possível que, nas “montanhas-russas” dos parques de diversões, se atinjam alturas superiores
à altura da partida.

2. Uma bola, com 600g de massa, encontra-se em repouso sobre uma plataforma a
305 cm do solo. Ao ser retirada a plataforma, a bola cai sem rodar.
Responde às seguintes questões.
2.1) Identifica as transformações de energia que ocorrem durante a queda da bola
se esta apenas interatuar com a Terra.
2.2) Determina o valor da energia potencial gravítica da bola no nível A, admitindo
como nível de referência o solo.
2.3) Calcula a variação de energia potencial gravítica quando a bola tiver
!
percorrido " da altura (posição C).
2.4) Admitindo que a bola fica sujeita à resistência do ar e que 4% da energia inicial da bola se transfere para
a vizinhança, calcula a velocidade da bola quando esta atinge o solo.

3. Um elevador de massa 380 𝑘𝑔 sobe com velocidade constante a uma altura de 40 𝑚 em 40 𝑠. A potência
fornecida pelo motor durante o intervalo de tempo de subida foi de 11 𝑘𝑊 e o rendimento, de 80%.
Determina o número máximo de passageiros, com 70 𝑘𝑔 de massa cada um, que o elevador pode
transportar. Apresenta todas as etapas de resolução.

4. O gráfico da figura seguinte representa a variação da energia potencial


gravítica do sistema “corpo+Terra”, em função da altura de queda, para
um objeto de massa desconhecida (𝑔 = 10 𝑚/𝑠).
Determina, a partir dos resultados representados no gráfico, a massa do
objeto. Apresenta todas as etapas de resolução.
5. Os gráficos da figura representam o valor da componente da força resultante aplicada a um corpo, na direção
do seu deslocamento, em função da distância percorrida.

Indica, justificando, em que a situação, A, B, C ou D, o valor da energia transferida para o sistema é maior.

6. Empurra-se um caixote ao longo de uma rampa, exercendo uma força 𝐹⃗ que


transfere 140 𝐽 de energia.
Determina a massa do caixote, sabendo que a intensidade do peso é 20% do valor
da força aplicada.

7. Um bloco é abandonada da posição A, que se encontra a uma


altura de 12 𝑚, relativamente à base do plano e desliza ao longo
de superfície retilínea até atingir o ponto B, a 6 𝑚 de altura.
Determina o valor da velocidade do bloco ao atingir o ponto B,
admitindo que o atrito é desprezável em todas as superfícies.

8. A figura representa o perfil de uma montanha-russa, onde um


carrinho se encontra em movimento.
O carrinho atinge o topo da primeira rampa na posição A com
velocidade de valor 𝑣# .
Considera o atrito desprezável e como referencial a base da
montanha-russa.
8.1) Estabelece a relação que permite determina a velocidade do carrinho no ponto C.
'"
8.2) Mostra que a altura máxima atingida pelo carrinho, após passar o ponto D é: ℎ$%& = ℎ + ()! .
8.3) Comenta a afirmação seguinte: A energia mecânica do sistema “carrinho+Terra” é igual nas duas
posições, A e D.

9. Uma esfera com 200 𝑔 de massa está presa num ponto por um fio de massa
desprezável, conforme mostra a figura. A esfera oscila entre as posições A e C,
passando pela posição B.
Considera desprezáveis as forças de atrito.
9.1) Seleciona a opção que tem o valor correto do trabalho realizado pelo peso
da esfera quando se desloca da posição B até A.
(A) 0,2 𝐽 (B) −20 𝐽 (C) −0,2 𝐽 (D) 20 𝐽
9.2) Determina o valor da velocidade:
(a) do centro de massa da esfera na posição B, para que esta oscile entre as posições A e C;
(b) no ponto B, quando a esfera oscila entre duas posições a uma altura de 20 𝑐𝑚.
10. A figura mostra o perfil de uma montanha-russa, onde se encontra um
carrinho em movimento. Na figura estão marcadas seis posições A, B,
C, D, E e F, ocupadas pelo carrinho durante o movimento. Considera
o atrito desprezável e como referencial, para a análise energética, a
base da montanha-russa.
Seleciona a opção correta.
(A) Entre as posições A e F, o sistema “carrinho+Terra” experimenta a maior variação da energia potencial.
(B) Entre as posições B e F, o sistema “carrinho+Terra” experimenta a maior variação de energia potencial.
(C) A energia potencial gravítica do sistema “carrinho+Terra” mantém-se constante durante o percurso
efetuado da posição A até F.
(D) Quando o carrinho atinge a posição A, tem energia cinética nula.

11. Um carrinho com 20 kg de massa é abandonado do cimo de uma pista, a uma altura de 20 m relativamente
ao solo. O carrinho passa na posição B a uma altura de 8 m do solo e, nesse instante, a velocidade do centro
de massa do carrinho é 14 𝑚/𝑠.

11.1 Determina a percentagem de energia dissipada pelo sistema no percurso de A até B.


11.2 Determina a velocidade do centro de massa do carrinho quando este chega ao ponto C, admitindo que
a percentagem de energia dissipada no percurso de B a C é igual à anteriormente calculada entre A e B.

Você também pode gostar