Você está na página 1de 16

x

X
X
G1
Gestão Estratégica

x
G2
Medição e Análise

Gestão de

x
X
X
S1
Recursos

x
x
S2

Compras
PROCESSO

x
x
x
x

X
X
N1

Propostas

Conceção e

x
x
x
x
x
x
X
X
X
X
N2

Desenvolvimento

x
x
x
x
X
X
X
X
N3

Fabrico
x x x

x x

x x x

x x

x x

x x x x x x x

x x x x x x x

x x x x x x x

x x x x x x x

x x x x x x x
Identificação e Avaliação do Risco
PROBABILIDADE IMPACTO

1 2 3 4 1

Oportunidade
Risco
Decrição dos riscos e

Pouco provável
oportunidades

Frequente
Ocasional
Remota

Baixo
Desvio do Orçamento X 1 1

Falta de critérios de orçamentação X 1 1

Redefinições constantes das X 2 2


especificações por parte do cliente

Falta de mão de obra especializada X 2 2

Falta de compreensão das X 2 2


especificações
Recursos insuficientes (software, X 1 2
equipamentos, ferramentas)

Comunicação interna insuficiente X 2 2

Incompatibilidade de Softwares X 1 1

Utilização de versões de ficheiros do X 1 3


cliente desatualizados
Utilização de versões de ficheiros de X 1 2
peças desatualizados (maquinação)
Soluções desadequadas (correção do X 2 2
molde)

Troca de matéria-prima (aço) X 1 2

Peças incompletas (falta de X 2 2


maquinação)
Não cumprimento de especificações X 1 2
dimensionais

Falha no Planeamento X 2 2

Falta de peças (bancada) X 2 2

Não cumprimento do prazo com X 2 3


cliente
Má avaliação / seleção de X 1 2
fornecedores
Má definição de especificações de X 1 2
compra

Avarias nos equipamentos X 2 2

Falta de Energia X 2 2

Férias / imprevistos X 1 2

Alterações no crescimento na empresa X 2 2

Falta de apoio das Direcções X 1 3

Fontes de informação dispersas X 1 2


ão do Risco
IMPACTO
NIVEL DE
2 3 4 RISCO

DECISÃO

PxG
Moderado

Extremo
Elevado

1 1

1 1

2 4

2 4

2 4

2 2

2 4

1 1

3 3

2 2

2 4

2 2

2 4
2 2

2 4

2 4

3 6

2 2

2 2

2 4

2 4

2 2

2 4

3 3

2 2
Ações / Respostas

Ação Nº Responsável Prazo

Criar procedimento para arquivo de modificações LC/ ML 12/30/2017

Recorrer à Subcontratação (LFQ)


FD/ LC/ PM
Inserir no PAF ações formação no contexto do 12/30/2017
ML
trabalho
Inserir no PAF ações formação no contexto do
ML 12/30/2017
trabalho

Rever plataforma ONE NOTE para partilha de


informação técnica a ser usada nas várias fases do ML 12/30/2017
processo produtivo

Criar procedimento para arquivo de ficheiros LC/ ML 12/30/2017

Criar procedimento para arquivo de ficheiros FD/ ML 12/30/2017

--- --- ---

Rever procedimento Auto-Controlo e receção ML 12/30/2017


Aquisição armazem automático específico para
CF 12/30/2019
armazenagem das peças dos moldes

Gestores de
Controlo e seguimento pela Qualidade Total 12/30/2017
Projeto/ Chefias

Registo da Manutenção preventiva FD 30-12-2017


Aquisição novos equipamentos CF 30-12-2019

--- --- ---

Gestores de
Controlo/ seguimento pela Qual. Total
Projeto/ Chefias 12/30/2017
Criação de cargos de chefias intermédias
Gestores de
Controlo/ seguimento pela Qual. Total
Projeto/ Chefias 12/30/2017
Criação de cargos de chefias intermédias
Data:
Versão:
Simulação da Avaliação após a
Implementação
PROBABILIDADE
das Ações
IMPACTO

1 2 3 4 1 2 3 4

OBSERVAÇÕES

Pouco provável

Frequente

Moderado
Ocasional

Extremo
Elevado
Remota

Baixo

Assumimos o risco e mantemos as


práticas habituais.
As situações mais comuns são
micro-paragens. Depois de contacto
com a EDP as despesas não lhes
podem ser imputadas.
ata:
ersão:
ação após a
as Ações
NIVEL DE
RISCO

PxG

0
0

0
PROBABILIDADE GRAVIDADE
QUANTITATIVO PROBALIBILIDADE ESTRATÉGICO OPERACION

Acontecimento que só Afeta a realização dos objetivos da Não põe em causa nem a
1 Remota ocorre 1 unidade organizacional os objetivo
excecionalmente

Interrupção de proces
Acontecimento pouco Pode comprometer o cumprimento de
2 Pouco Provável provável 2 alguns dos objetivos externos. O serviço ao c
afetado

Afeta as relações com te


Pode ocorrer no Pode comprometer o cumprimento dos
3 Ocasional
período em análise 3 objetivos
fornecedores, investidore
a organização o

Ocorre várias vezes no Interrupção prolongada


4 Frequente período em análise 4 Põe em casa a estratégia da organização serviço

NOTA: AQUANDO DA AVALIAÇÃO DOS RISCOS, AO NÍVEL DA GR


PENALIZADORA, ISTO É, POR EXEMPLO, SE EM TERMOS ESTRAT
TERMOS DE NOTORIEDADE, O NÍVE3, ENTÃO O VALOR ATRIBUÍ

NPR - Nº de prioridade de risco


0a2 BAIXO

3a6 MODERADO

7 a 12 ELEVADO

13 a 16 EXTREMO
GRAVIDADE
MATRIZ DE RISCO
OPERACIONAL NOTORIEDADE

Não põe em causa nem a estratégia nem


os objetivos
Sem impacto 1 1 2 3

Interrupção de processos internos e


externos. O serviço ao cliente não fica Impacto negativo a nível interno 2 2 4 6
afetado

Afeta as relações com terceiros (clientes,


Impacto negativo ao nível das
fornecedores, investidores, reguladores) e
partes interessadas 3 3 6 9
a organização o percebe

Interrupção prolongada da prestação de Impacto negativo a nível


serviço nacional/internacional 4 4 8 12

RISCOS, AO NÍVEL DA GRAVIDADE, ESCOLHER A HIPÓTESE MAIS 1 2 3


O, SE EM TERMOS ESTRATÉGICOS FOR IDENTIFICADO O NÍVEL 1 E EM
ENTÃO O VALOR ATRIBUÍDO À GRAVIDADE É 3.
RISCO

12

16

4
Decisão
Assumir o risco
Remover a fonte de risco

Minimizar atuando sobre a probabilidade


Minimizar atuando sobre o impacto
Partilhar o risco
Assumir e Monitorizar
Risco Controlado

Você também pode gostar