Você está na página 1de 46

POLUIÇÃO

Unidade 4
Perturbações no equilíbrio
dos ecossistemas

Prof. Paula Ribeiro


Perturbações no equilíbrio dos
ecossistemas:

POLUIÇÃO
É a introdução no meio (ar, água ou solo)
de substâncias estranhas e, por vezes,
tóxicas para os seres vivos.
Poluição atmosférica

Consequências
da
poluição atmosférica

Aumento Redução Doenças


Chuvas
do da do
ácidas
efeito de estufa camada de ozono sistema respiratório

Destroem as florestas
e o fitoplâncton e Conduz ao Provoca Como asma, bronquites
corroem os aquecimento global cancros de pele e alergias
monumentos calcários
Efeito de estufa
Efeito de estufa

• Deve-se à existência na atmosfera de gases como o dióxido de


carbono, o vapor de água e o metano, os quais impedem a
libertação das radiações infra-vermelhas, de que resulta o
aquecimento da superfície terrestre e das baixas camadas da
atmosfera.

• Se não houvesse efeito de estufa a temperatura média do nosso


planeta seria de cerca de -17 ºC.

• Assim, o problema não é o efeito de estufa, mas sim o seu aumento.


Aumento do efeito de estufa

• O aumento na atmosfera de gases com efeito de estufa (GEE), como o


dióxido de carbono e o metano, tem conduzido ao aquecimento global,
de que resultam:

• alterações climáticas e uma maior incidência das catástrofes


naturais de origem climática;

• degelo das calotes polares e dos glaciares de montanha, com a


consequente subida do nível do mar e subsequente imersão das
zonas litorais.
Redução da camada de ozono
• A camada de ozono protege os seres vivos das radiações
ultravioletas emitidas pelo Sol.

• A sua destruição parcial deve-se aos CFC (clorofluorcarbonetos)


existentes nos aerossóis (sprays) e nos aparelhos de
refrigeração (aparelhos de ar condicionado, frigoríficos, arcas
congeladoras).

• A redução da camada de ozono conduz ao aumento de cancros


de pele, a problemas no sistema imunitário e à destruição do
plâncton.
Redução da camada de ozono

• Os CFC provocam a dissociação do ozono


(O3) em O2 e O.
• Os CFC permanecem na atmosfera por
períodos superiores a 50 anos.
• Os países industrializados comprometeram-se
a reduzir a produção de CFC.

(kg/ano/habitante)
Emissões de SO2 (2004)

(kg/ano/habitante)
Fonte: OCDE)
Chuvas ácidas
Chuvas ácidas
• Resultam das emissões de óxidos de enxofre (SO2) e de óxidos de
azoto (NO2) pelas centrais termoeléctricas e pelos veículos automóveis.

• Estes gases combinam-se com o vapor de água, originando ácido


sulfúrico (H2SO4) e ácido nítrico (HNO3), de que resultam chuvas
ácidas.

• Estas chuvas provocam a morte de seres vivos (florestas, fitoplâncton)


e a corrosão de monumentos calcários.

• No sentido de se evitar a formação de chuvas ácidas, os países da UE


comprometeram-se a reduzir as emissões de SO2 pelas suas centrais
termoeléctricas e a fabricar exclusivamente automóveis com
catalisadores.
Poluição da água
Contaminação de corpos de água por elementos que podem ser nocivos ou
prejudiciais aos organismos e plantas, assim como a atividade humana

• Pode ser:

• Química – se a água contém substâncias químicas que a tornam


imprópria para o consumo.

• Física – se, por exemplo, a água se encontra sobreaquecida por ter


sido usada no arrefecimento da maquinaria industrial.

• Biológica ou Orgânica – se a água possui microorganismos


patogénicos.
Poluição da água
Fontes poluidoras da água
Poluição da água
• São várias as fontes poluidoras da água:

• Esgotos domésticos: poluição química (detergentes) e biológica


(resíduos orgânicos);

• Efluentes industriais: poluição química e física;

• Agricultura: poluição química (fosfatos e nitratos existentes nos


fertilizantes; herbicidas e pesticidas);

• Pecuária (suinicultura, bovinicultura, avicultura): poluição biológica;

• Derrames petrolíferos no mar: poluição química e biológica.


Poluição da água

• Quando os nitratos e fosfatos, que entram na composição dos


fertilizantes químicos usados na agricultura, são arrastados
pelas águas até lagos próximos, vão levar à multiplicação
intensiva de certos microorganismos, fenómeno conhecido por
eutrofização, e à consequente morte dos peixes por asfixia.
Eutrofização
O caso da Lagoa das Sete Cidades
Poluição do solo

• Pode ser devida a:

• Agricultura;

• Pecuária;

• Curtumes;

• Explorações mineiras;

• Indústria química (incluindo a farmacêutica);

• Aterros.
Desflorestação

O solo das florestas , exposto , após o abate das árvores


fica sujeito à erosão o que conduzirá à desertificação das
regiões .
Conclusão

A poluição da atmosfera, das águas, e dos solos, bem


como a ocupação do território pela agricultura e
construção são as principais causas de perturbação do
equilíbrio dos ecossistemas e da diminuição de
biodiversidade.

As catástrofes naturais são outros dos factores


perturbadores do equilíbrio dos ecossistemas.
Estas catástrofes são de dois tipos: Geológicas (vulcões,
sismos-tsunamis) Atmosféricas (furacões, cheias, secas,
incêndios)
.