Você está na página 1de 26

FISIOLOGIA RENAL

BALANÇO RENAL
BALANÇO RENAL

Uma das principais funções dos rins é manter o volume e a osmolaridade do líquido
extracelular, independente das variações diárias da ingestão de sal e água

HOMEOSTASE → Entrada + Produção = Utilização + Saída

sede

INGESTÃO PERDA DE
DE ÁGUA ÁGUA (*)

BALANÇO DA ÁGUA

formação
de urina (*) respiração, suor, urina e fezes
A MANUTENÇÃO DO VOLUME E DA COMPOSIÇÃO DOS
LÍQUIDOS CORPORAIS PELOS RINS

sede

PERDA DE
INGESTÃO ÁGUA (*)
DE ÁGUA

BALANÇO DA ÁGUA

formação
de urina (*) respiração, suor, urina e fezes
A MANUTENÇÃO DO VOLUME E DA COMPOSIÇÃO DOS
LÍQUIDOS CORPORAIS PELOS RINS

aumenta
a sede
INGESTÃO
DE ÁGUA
PERDA DE
ÁGUA (*)

BALANÇO DA ÁGUA

diminui a
formação de
urina
(*) respiração, suor, urina e fezes
BALANÇO HIDROELETROLÍTICO
VOLUME E COMPOSIÇÃO DOS LÍQUIDOS CORPORAIS

~60% peso corporal

transcelular:: espaços sinoviais, peritoneal, pericárdio, intra-


Líquido transcelular
ocular, cerebroespinhal, pleural, digestivo
CONSTITUINTES DOS COMPARTIMENTOS LÍQUIDOS
VOLUME E COMPOSIÇÃO DOS LÍQUIDOS CORPORAIS
OSMOLARIDADE DOS LÍQUIDOS CORPORAIS
DESVIOS DA OSMOLARIDADE
BALANÇO DE SÓDIO

Determina o volume do líquido extracelular, do volume sanguíneo e a pressão arterial

Fundamental para a função das células excitáveis

Ingestão
INGESTÃOde Excreção
PERDAdeDE
DE ÁGUA
sódio ÁGUA (*)
sódio

BALANÇO DASÓDIO
BALANÇO DE ÁGUA
BALANÇO DE SÓDIO
PROCESSAMENTO DO SÓDIO AO LONGO DO NÉFRON

Livremente filtrado
Sofre reabsorção mas não é secretado
REGULAÇÃO POR REABSORÇÃO
PROCESSAMENTO DO SÓDIO NO TÚBULO CONTORCIDO PROXIMAL

Início e meio do túbulo contorcido proximal Final do túbulo contorcido proximal


PROCESSAMENTO DO SÓDIO NA ALÇA DE HENLE

Porção ascendente espessa da Alça de Henle

Diuréticos de alça: inibem sítio do Cl-


PROCESSAMENTO DO SÓDIO NO TÚBULO CONTORCIDO DISTAL

Diuréticos tiazídicos: inibem sítio do Cl-


PROCESSAMENTO DO SÓDIO NO DUCTO COLETOR

Diuréticos poupadores de potássio: inibem canal do Na+


ou antagonizam aldosterona
PROCESSAMENTO DO SÓDIO NO DUCTO COLETOR
REGULAÇÃO DO BALANÇO DE SÓDIO

Fator determinante do volume do líquido extracelular é a massa corporal de Na+

PARÂMETRO QUE REGULA O BALANÇO DE SÓDIO É A VOLEMIA

Barorreflexo (sistema autonômico simpático)

Sistemas Antinatriurético (Ang II) e Natriurético (ANP)

SÓDIO EXCRETADO = SÓDIO FILTRADO – SÓDIO REABSORVIDO


REGULAÇÃO DO BALANÇO DE SÓDIO
REGULAÇÃO DO BALANÇO DE SÓDIO

A expansão ou retração do volume do líquido extracelular sinaliza


ao rim que aumente ou diminua a taxa de excreção de sódio
REGULAÇÃO DO BALANÇO DE SÓDIO

Ativação simpática em situação de queda de volume

Efeito importante na modificação do fluxo sanguíneo renal e de excreção de sódio

1. Vasoconstrição da arteríola aferente: ↓ FSR e ↓ TFG


(queda do fluxo intratubular de sódio diminui sua excreção)

2. Estimulação da liberação de renina pelas células justaglomerulares

3. Estimulação da reabsorção de sódio no túbulo contorcido proximal (Na+-H+)


REGULAÇÃO DO BALANÇO DE SÓDIO

A ativação do sistema-renina-angiotensina-aldosterona em situação de queda de


volume depende da liberação de renina pelas células justaglomerulares
REGULAÇÃO DO BALANÇO DE SÓDIO

Estímulos para a secreção de renina

Outros efeitos da Ang II em situação


de queda de volume

* Vasoconstrição -Vasoconstrição da arteríola eferente


Estimulação do tônus simpático
- Estimulação da reabsorção de sódio no
túbulo contorcido proximal (Na+-H+) e em
canais de sódio no ducto coletor
REGULAÇÃO DO BALANÇO DE SÓDIO

Liberação de peptídeo natriurético atrial em situação de expansão de volume

1. Vasodilatação renal: ↑ FSR e ↑ TFG


(aumento do fluxo intratubular de sódio aumenta sua excreção)

2. Inibição da Ang II (via renina), aldosterona e ADH

3. Inibição da reabsorção de sódio no ducto coletor

4. Diminuição da hipertonicidade medular do rim (alto fluxo nos vasos retos)


REGULAÇÃO DO BALANÇO DE SÓDIO

Você também pode gostar