Você está na página 1de 8

Linux

Lidando com várias contas de usuários

Criando grupos e delegando privilégios


Só existe uma razão para compartilhar a mesma conta com os demais membros da familia,
compartilhar também os arquivos. Saiba que neste artigo, mostrarei como compartilhar arquivos
de forma bem simples e didática com as demais contas de usuários, notará que é bem mais
simples do que parece e não há razão alguma para compartilhar uma mesma conta com demais
usuários.

Existe um grupo de usuários no seu Linux chamado “Administrador do sistema”, todos os


usuários (ou contas) que pertençam a este grupo podem controlar as funcionalidades do
computador e podem ajustar configurações. Por exemplo, usuário comum não consegue remover
uma impressora, formatar um disco ou apagar uma partição, porém “Administradores” podem. Daí
a necessidade que haja apenas um “Administrador” em seu sistema.

OBSERVANDO MEUS PRIVILÉGIOS


Vamos chamar o programa “Configurador de usuários”, vá no
menu → Sistema → Administração → Usuários e grupos :
Selecione a si mesmo dentro as contas e depois clique em [Configurações Avançadas],
uma senha será requerida, pois o que está prestes a fazer, somente “Administradores” podem.
Uma nova janela aparecerá dando detalhes da conta que foi selecionada, selecione a guia
[Privilégios do Usuário], notou ?

Como você é administrador, pode experimentar dando permissão a você mesmo nos itens
que não estão marcados, mas será que fará a mesma coisa para as outras contas de usuário ?
certamente que não, os demais usuários não podem ser administradores, senão terão o poder de
detonar o sistema. Separando essas contas, você terá a percepção de que cada Desktop revelará
muito sobre as noções que cada membro da família tem sobre o computador. Se uma conta não
for administrador, o máximo que um usuário pode fazer é detonar a configuração do seu próprio
ambiente, porém não muda nada para as outras contas, ninguém será afetado pelos deslizes de
outros. Um usuário comum não pode sequer remover uma impressora, a menos que você marque
a opção “Configurar impressoras” nas propriedades da conta dele.

Não há nada numa configuração do Linux que um usuário comum possa fazer para
detonar o sistema. Se o Linux funciona bem agora, daqui 10 anos vai funcionar do mesmo jeito se
os aspectos de privilégios estiverem restritos a usuário comum. Há diversos privilégios que você
como Administrador pode delegar, por exemplo, “Acessar dispositivos de armazenamento externo
automaticamente” (vulgo pendrives) para que os membros da casa possam plugar pendrives e
observar o conteúdos destes. Agora, você entende melhor o funcionamento das contas no Linux,
vamos ver agora um aspecto que permitiria a criação de um grupo comum a todos os membros da
familia.
CADASTRANDO NOVAS CONTAS DE USUÁRIOS

Vamos aproveitar que estamos no “Configurador de usuários” e vamos cadastrar as contas


dos membros de nossa família. Clique no botão [Adicionar] :

Na janela seguinte você será questionado sobre o nome da conta e o nome completo da pessoa
que irá utilizá-lo :
O Ubuntu tem a mania de sugerir para nomes compostos, o login com o primeiro nome
completo da conta e o primeiro digito do segundo nome, assim “Frederico Chaves” vira
“fredericoc” ou “Marcelo Fernandes” viraria “marcelof”, essa metodologia é muito usada em
ambientes corporativos, mas num ambiente mais familiar, use apenas o primeiro nome como
nome de usuário. Clique em [OK] para prosseguir à janela seguinte. Nela, você fornecerá uma
senha inicial para a conta, espera-se que o membro da família troque-a logo após o login. Pronto,
agora você repete o processo para cada membro da família.
DELEGANDO PRIVILÉGIOS

Invariavelmente precisamos que alguns membros possa ter alguns privilégios, neste
exemplo, vamos delegar ao Frederico Chaves a possibilidade de : “Configurar Impressoras” e
“Usar dispositivos de áudio”. Ainda no “Configurador de usuários”, selecione o usuário “Frederico
Chaves” e clique em [Configurações Avançadas] :

Selecione a guia [Privilégios do usuário] e marque os elementos “Configurar Impressoras”


e “Usar dispositivos de áudio” e depois clique no botão [OK]. Alguns privilégios não são
exatamente como estão traduzidos, por exemplo, “Conectar em redes com fio e sem fio” todos
podem. O que não podem é gerenciá-las, o aspecto de gerenciamento dessa rede está disponível
apenas a quem for delegado essa função. Verifique se os privilégios são suficientes para a conta.
Geralmente marco todas e só deixo de fora “Administrar o sistema”. Repita este processo para
todas as contas que você criou.
CRIANDO UM GRUPO COMUM

Você pode criar um grupo comum a todos os membros da família, assim, um arquivo
criado por um, também poderia ser acessado e modificado por outro que pertencesse ao mesmo
grupo. Você pode usar essa técnica para facilitar a aplicação de permissões. Um exemplo que
faremos a seguir é criar uma pasta chamada /home/familia, e depois dizer ao sistema que essa
pasta só estará acessível aos membros do grupo “familia”. Para criar um grupo comum, chame
novamente o “Configurador de usuários”, clique no botão [Gerenciar Grupos]. Você verá uma
relação de grupos já existentes, mas ignore-os, pois você vai clicar no botão [Adicionar] :
Dê o nome para o grupo como “família”, digite em minusculo para facilitar nos
procedimentos posteriores. Marque as contas, ou membros do grupo “família” como vê na figura
abaixo :

Depois clique no botão [OK] para formalizar a grupo do grupo “família” cujos membros são
“Ambrosina Neves”, “Frederico Chaves” e “hamacker”.