Você está na página 1de 24

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE AMERICANA

TECNOLOGIA TÊXTIL
NOTURNO 5º SEMESTRE
MATÉRIA: SISTEMA DE INFORMAÇÃO APLICADA NA GESTÃO
INDUSTRIAL
PROFESSOR: CLEBER ANDREZ DE SOUZA ROSSI

SISTEMA ERP

ANA BEATRIZ DOS SANTOS RA: 082504


ARILTON GOMES RA: 082440
JOSIANE DE OLIVEIRA DALAFIORI RA: 082523
MARIA PRISCILA DE SOUZA LIMA RA: 071024

Americana
Novembro – 2010
ANA BEATRIZ DOS SANTOS RA: 082504
ARILTON GOMES RA: 082440
JOSIANE DE OLIVEIRA DALAFIORI RA: 082523
MARIA PRISCILA DE SOUZA LIMA RA: 071024

ERP
(Enterprise Resource Planning)

Artigo apresentado ao Curso de Tecnologia Têxtil da


Faculdade Fatec de Americana, como requisito parcial
para apresentação do trabalho.

Área de concentração: Tecnologia Têxtil

Orientador: Professor Cleber Andrez de Souza Rossi

Americana
Novembro – 2010
ANA BEATRIZ DOS SANTOS RA: 082504
ARILTON GOMES RA: 082440
JOSIANE DE OLIVEIRA DALAFIORI RA: 082523
MARIA PRISCILA DE SOUZA RA: 071024

ERP
(Enterprise Resource Planning)

Artigo apresentado ao Curso de Tecnologia Têxtil da


Faculdade Fatec de Americana, como requisito parcial
para apresentação do trabalho.

Área de concentração: Tecnologia Têxtil

Orientador: Professor Cleber Andrez de Souza

___________________________________
Professor Cleber Andrez de Souza

Americana
Novembro - 2010
RESUMO

Os anos 90 assistiram à adoção dos sistemas ERP pelas grandes corporações


industriais. Esses sistemas têm sido utilizados como infra-estrutura tecnológica para
suporte as operações de empresas com vantagens sobre sistemas anteriores
desenvolvidos internamente. As vantagens incluem a possibilidade de integrar os
diversos departamentos da empresa, a atualização permanente da base tecnológica e
benefícios relacionados à terceirização do desenvolvimento de aplicações, como por
exemplo, a redução dos custos de informática.
Este trabalho é um estudo das características dos sistemas ERP, de seus
processos de escolha, implementação e utilização, de seus benefícios, suas
desvantagens e pretende colaborar com o aprofundamento do conhecimento sobre
esses sistemas e para o desenvolvimento de um modelo teórico que permita analisar os
benefícios que esses sistemas podem trazer para as empresas, bem como as
dificuldades a eles relacionadas.
Em seu levantamento bibliográfico, este trabalho apresenta conceitos
relacionados aos sistemas ERP, com a finalidade de estudar suas diferentes etapas na
empresa, procurando estabelecer em cada uma delas quais são os aspectos mais
importantes. São apresentados também um levantamento e sistematização dos
benefícios e possíveis problemas de sistema ERP.

Palavras-chave: Sistema de ERP, sistema integrado, implantação de ERP.


ABSTRACT

Years 90 had attended the adoption of systems ERP for the great industrial
corporations. These systems have been used as technological infrastructure for support
the operations of companies with advantages on systems previous developed internally.
The advantages include the possibility to integrate the diverse departments of the
company, the permanent update of the technological base and benefits related to the
development of applications, as for example, the reduction of the computer science
costs.
This work is a study of the characteristics of systems ERP, its processes of
choice, implementation and use, of its benefits, its disadvantages and intends to
collaborate with for the deepening of the knowledge on these systems and for the
development of a theoretical model that allows to analyze the benefits that these
systems can bring for the companies, as well as the difficulties related they.
In its bibliographical survey, this work presents concepts related to systems
erp, with the purpose to study its different stages in the company, being looked for to
establish in each one of them which is the aspects most important. a survey and
systematization of the benefits and possible problems of systems erp are also
presented.

Keywords: ERP system, integrated system, ERP implantation.


SUMÁRIO

RESUMO.................................................................................................................................................11

ABSTRACT.............................................................................................................................................12

IN ITS BIBLIOGRAPHICAL SURVEY, THIS WORK PRESENTS CONCEPTS RELATED


TO SYSTEMS ERP, WITH THE PURPOSE TO STUDY ITS DIFFERENT STAGES IN THE
COMPANY, BEING LOOKED FOR TO ESTABLISH IN EACH ONE OF THEM WHICH IS
THE ASPECTS MOST IMPORTANT. A SURVEY AND SYSTEMATIZATION OF THE
BENEFITS AND POSSIBLE PROBLEMS OF SYSTEMS ERP ARE ALSO PRESENTED...........12

KEYWORDS: ERP SYSTEM, INTEGRATED SYSTEM, ERP IMPLANTATION........................12

SUMÁRIO................................................................................................................................................13

LISTA DE FIGURAS..............................................................................................................................14

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS.............................................................................................15

INTRODUÇÃO.........................................................................................................................................8

1 OBJETIVO..............................................................................................................................................9

2 CARACTERÍSTICAS...........................................................................................................................10

3 VANTAGENS E DESVANTAGENS...................................................................................................11

4 A IMPORTÂNCIA NOS PROCESSOS DE MANUFATURA..........................................................12

5 A IMPORTÂNCIA NAS INFORMAÇÕES DE RH...........................................................................13

5.1 EXEMPLO - MÓDULO CADASTRO COLABORADOR, FÉRIAS E RESCISÃO. .........................................................13

6 FABRICANTES E CUSTO..................................................................................................................18

7 DIFICULDADES DE IMPLANTAÇÃO DO PROCESSO................................................................19

CONCLUSÃO.........................................................................................................................................21

GLOSSÁRIO...........................................................................................................................................22
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS...................................................................................................23

LISTA DE FIGURAS

FIGURA 1 – OBJETIVO FONTE: LINUXATWORK.COM.BR......................................9

FIGURA 2 - CADASTRO COLABORADORES FONTE: STARSOFT.COM.BR............14

FIGURA 3 – FÉRIAS FONTE: STARSOFT.COM.BR..........................................................15

FIGURA 4 – RESCISÃO FONTE: STARSOFT.COM.BR..........................................................16

FIGURA 5 - FICHA FINANCEIRA FONTE: STARSOFT.COM.BR.........................................17

FIGURA 6 – FABRICANTES FONTE: E-TINET.COM...............................................................18


LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS

EPI’s – Equipamento de Proteção Individual


ERP – Enterprise Resource Planning (Planejamento de Recursos Empresariais)
MRP – Material Resource Planning (Planejamento de Recursos de Manufatura)
RH – Recursos Humanos
8

INTRODUÇÃO

Com o avanço da tecnologia da informação as empresas passaram a utilizar


sistemas computacionais para suportar sua atividades. Geralmente, em cada empresa,
vários sistemas foram desenvolvidos para atender aos requisitos específicos das
diversas unidades de negócio, plantas, departamentos e escritórios. Por exemplo, o
departamento de planejamento da produção utiliza um sistema próprio e o
departamento de vendas utiliza outro. Dessa forma, a informação fica dividida entre
diferentes sistemas.
Os sistemas ERP surgiram a partir da evolução dos sistemas MRP (Material
Resource Planning). Neles, foram agregadas as funções de programação mestre da
produção, cálculos grosseiro de necessidades de capacidade, cálculo detalhado de
necessidade de capacidade, controle do chão de fábrica, controle de compras entre
outros. Dessa forma, os sistemas MRP deixaram de atender apenas as necessidades
de informação referentes ao cálculo da necessidade de materiais, para atender às
necessidades de informação para tomada de decisão gerencial sobre outros recursos
de manufatura. O MRP, então, começou a ser chamado de MRP II, ou seja,
Planejamento de Recursos de Manufatura.
Com o objetivo de ampliar a quantidade de produtos vendidos, os
fornecedores começaram a criar módulos que seriam integrados na manufatura, tais
como Gerenciamento dos Recursos Humanos, Vendas e Distribuição, Finanças e
Controladoria, entre outros. Com a criação desses novos sistemas que eram capazes
de suportar as necessidades de informação para todo o empreendimento, criou-se o
que hoje chamamos de sistemas de ERP.
9

1 OBJETIVO

ERP é uma sigla em inglês para Enterprise Resourse Planning, que em


português significa Planejamento de Recursos Empresariais. Essa plataforma de
software tem o objetivo de integrar todos os dados e processos de uma organização em
um único sistema. Possibilitando assim, uma automação e armazenamento de todas as
informações e negócios.
O ERP é constituído de vários módulos, que suportam todas as áreas de
uma empresa. Por se tratar de um sistema genérico, independe do fato de a empresa
que vai adotá-lo ser de manufatura ou prestadora de serviço. A abrangência do sistema
é limitada pela empresa podendo estar ligada a vários motivos, tais como: custo de
implantação dos módulos, possibilidade de integração de sistemas menores ao ERP,
entre outros.

Figura 1 – Objetivo Fonte: linuxatwork.com.br


10

2 CARACTERÍSTICAS

Conceitos como funcionalidade, módulos, parametrização, configuração,


customização, localização e atualização de versões são muito importante para a
implantação do sistema ERP.

• Funcionalidade – São as funções embutidas, suas características e suas


diferentes possibilidades de uso.
• Módulos – São os menores conjuntos de funções que podem ser
adquiridos e implementados, separadamente.
• Parametrização – É o processo de adequação da funcionalidade de um
sistema ERP a uma determinada empresa através da definição dos valores de
parâmetros já disponibilizados no próprio sistema.
• Configuração – É representada pelo conjunto total de parâmetros do
sistema após a sua definição, englobando o conjunto das opções de funcionamento das
diferentes funções de um sistema ERP.
• Customização – Corresponde à modificação do sistema ERP para
adequá-lo a situação empresarial especifica.
• Localização – Corresponde à adaptação do sistema desenvolvida em
determinado país para utilização em outro, a fim de adequá-lo às leis e procedimentos
comerciais, locais, como leis, moeda, idioma.
• Atualização de versões (upgrade) – Compreende o processo por meio do
qual o fornecedor do software disponibiliza aumentos de funcionalidade do sistema,
correção de bugs, e otimização do sistema.
11

3 VANTAGENS E DESVANTAGENS

Algumas das vantagens da implementação de um ERP numa empresa são:

• Eliminar o uso de interfaces manuais;


• Redução de custos;
• Otimizar o fluxo da informação e a qualidade da mesma dentro da
organização (eficiência)
• Otimizar o processo de tomada de decisão;
• Eliminar a redundância de atividades;
• Reduzir os limites de tempo de resposta ao mercado;
• Reduz as incertezas do lead-time

Muitos gestores acham que a simples implantação de um sistema ERP por si só


integra a organização, o que na prática não acontece, muito pelo contrário, se o sistema
ERP não encontrar um ambiente adequado para seu funcionamento, pode funcionar de
forma inversa ao esperado, desestruturando toda uma organização.
Um sistema ERP deve ser implantado ao longo dos anos, de uma forma
estruturada e cadencia, devido ao seu alto custo e seu grau de complexidade. Somente
desta forma a relação custo/ benefício investida no sistema é justificada.
Outro ponto desfavorável é quando ocorre a compra do sistema, pois a
organização fica dependente do fornecedor do software. Por isso, antes de adquirir um
sistema ERP, devemos analisar o fornecedor para avaliarmos se o mesmo possui uma
estrutura sólida e será capaz de honrar com seus compromissos.
Por fim, podemos falar na resistência do usuário final, pois o mesmo se
sente de certa forma controlado pelo sistema, uma vez que o sistema monitora seu
trabalho. Uma das causas do não funcionamento do sistema ERP é exatamente o não
comprometimento do usuário final com o sistema.
12

4 A IMPORTÂNCIA NOS PROCESSOS DE MANUFATURA

A produção das empresas é o que garante o retorno financeiro para o negócio. É


através dos produtos produzidos que a empresa gera seu capital para a manutenção
das atividades, por isso uma ferramenta de gestão e controle é fundamental para o bom
andamento da empresa.
Com uma maneira fácil de controle e planejamento da produção (MRP), este
software ajuda a reduzir e controlar os custos de produção, melhora a gestão de
materiais com o controle de estoque.
A análise antecipada dos gargalos de produção reduz os custos desnecessários
com processos inadequados. Com isso, há uma redução de produção emergencial,
permitindo o trabalho de forma planejada e ordenada. Com o controle de retrabalhos no
sistema gerencial, verificação da produtividade por funcionários e de todos os
processos, a gestão do departamento de produção torna-se simples, gerando melhorias
em todos os departamentos da empresa.
13

5 A IMPORTÂNCIA NAS INFORMAÇÕES DE RH

O departamento que mais integra funcionários e empresa merece atenção


especial. Desde a contratação até a rescisão de colaboradores, o departamento de
recursos humanos realiza diversas atividades que são fundamentais para o bom
funcionamento da empresa, além de garantir que ela esteja sempre de acordo com as
exigências legais.
Com o software de gestão ERP, todos os procedimentos deste departamento
serão otimizados, gerando economia de tempo e eliminação de trabalhos manuais. O
módulo Recursos Humanos garante a administração estratégica de RH, com o
desenvolvimento e acompanhamento dos colaboradores.
Auxiliam nos processos de admissão, rescisão, treinamentos, adiantamentos de
salários, banco de talentos. Possui, ainda, recursos para gestão de férias, 13º salários,
benefícios, guias de recolhimento, controle de EPIs, segurança e medicina do trabalho.
Com o controle de todas as operações no sistema gerencial, a integração e a
redução de tempo com as atividades manuais, o departamento tem mais tempo
disponível para outras ações relativas à relação de sua empresa com os funcionários.

5.1 Exemplo - Módulo Cadastro Colaborador, Férias e Rescisão.

Cadastro de Colaboradores: Através da tela de colaboradores possibilidade ao


usuário navegar por todos os dados cadastrais, como dados de admissão, informações
complementares, documentos, se o colaborador possui ou não dependentes, períodos
aquisitivos e os últimos empregos.
14

Figura 2 - Cadastro Colaboradores Fonte: Starsoft.com.br

Controle de férias: na tela de férias pode consultar os históricos gozados,


previstos e o saldo em dias e avos adquiridos pelo colaborador, além das provisões
mensais e acumuladas.
15

Figura 3 – Férias Fonte: Starsoft.com.br


16

Rescisão contratual: Informando apenas os parâmetros do desligamento do


trabalhador a rotina de calculo está pronta para execução, com a consulta da ficha
financeira onde é possível visualizar analiticamente os movimentos mensais de
proventos e descontos, gerado na folha de pagamento do colaborador.

Figura 4 – Rescisão Fonte: Starsoft.com.br


17

Figura 5 - Ficha Financeira Fonte: Starsoft.com.br


18

6 FABRICANTES E CUSTO

Fabricantes Solução Preço* Onde encontrar


Datasul Gestão
Datasul Não informado www.datasul.com.br
Empresarial
A partir de R$ 3 mil
Gemco SmartBiz www.gemco.com.br
(5 usuários)
R$ 1 mil por usuário
First (até 10
Microsiga (Firdt), R$ 2,5mil por www.microsiga.com.br
usuários) e Express
usuário (Express)
Navision: R$ 70 mil
Microsoft Solomon e Navision (cinco usuários, com www.microsoft.com.br
implementação)
Corpore RM R$ 20 mil (5 licenças,
RM Sistemas www.rm.com.br
compacto com implementação)
e-Business Suite e
Oracle JD Edwards Não informado 0800-901985
Enterprise One

SAP Business One R$ 4 mil por usuário www.sap.com/brazil

Senior
Senior SMB R$ 4 mil (5 usuários) www.senior.com.br
Sistemas
* Preços indicativos, variando conforme a dimensão e a características dos projetos.

Figura 6 – Fabricantes Fonte: e-tinet.com


19

7 DIFICULDADES DE IMPLANTAÇÃO DO PROCESSO

A etapa de implantação de um sistema ERP apresenta inúmeros e complexos


fatores que podem comprometer o sucesso de todo o projeto, quer seja em termos de
cumprimento de prazos, custos ou resultados. Segue as falhas de implementação de
ERP:
Má liderança da alta administração: Se a alta gerência não está fortemente
comprometida com o sistema, não prever e planejar as profundas mudanças
necessárias em ERP, ou não participar ativamente da implementação, a aplicação tem
uma alta probabilidade de fracasso. As implementações do ERP devem ser encaradas
pela alta gerência como uma transformação na forma como a empresa faz negócios.
As expectativas irrealistas: Muitas empresas subestimam muitas as quantidades
de recursos, tempo e ajuda externa necessária para implementar e executar o novo
sistema. Além disso, os gestores e os trabalhadores assumem que o desempenho vai
começar a melhorar imediatamente porque o novo sistema é complexo e difícil de
dominar, as organizações devem estar preparados para uma queda inicial de
produtividade após o novo software. Com a familiaridade com o novo sistema, as
melhorias esperadas virão. A administração deve estar preparada para as ondas iniciais
de frustração.
Treinamentos Inadequados: A gerência e todos os usuários do sistema devem
ser plenamente instruídos para que eles compreendam como o sistema ERP deve ser
integrado na operação global da empresa. Todos os usuários devem ser treinados para
tirar pleno partido das capacidades do sistema. A incapacidade de educar e treinar todo
o pessoal relevante irá garantir os problemas de execução.
As pessoas têm uma tendência natural a se sentir confortáveis e podem ter
medo de mudanças trazidas por um novo sistema, especialmente um tão difundida
como um sistema de ERP. Eles temem que o novo sistema vai tomar seu trabalho mais
difícil, diminuir sua importância, ou até mesmo custar-lhe os seus empregos.
Um jogo ruim: Algumas das maiores falhas de implementação do sistema ERP
ocorre porque as novas capacidades de software são incompatíveis com a organização,
com os processos de negócios já existentes e procedimentos. Um sistema ERP que
20

não foi projetado para atender ás necessidades específicas de negócios da empresa


pode causar problemas tremendos.
Dados imprecisos: Os dados inseridos em um sistema ERP podem ser utilizados
por toda a organização. Devido à natureza integrada do ERP, se dados imprecisos é
inserido no banco de dados comum, os dados errados podem ter um efeito dominó
negativo em toda a empresa. Dados incorretos podem levar a erros de planejamento de
mercado, planejamento de produção, fornecimento de materiais, e assim por diante. Se
uma empresa trabalha com dados imprecisos e sob a suposição, o ERP perderá
credibilidade e isso incentiva as pessoas a ignorar o novo sistema e continuar a
administrar a empresa sob o sistema antigo.
Dificuldades técnicas significativas: Cada implementação de ERP irá encontrar
um certo número de problemas. Estas dificuldades podem incluir bugs no software,
problemas de interface com os sistemas existentes, e as dificuldades de hardware.
Normalmente, esses problemas simplesmente contribuem para a organização não
atingir suas metas.
21

CONCLUSÃO

Um ERP deve ser criado com o objetivo de descrever um processo geral da


empresa com o intuito de economizar dinheiro, aumentar a eficiência e continuar
competitivo. Os vendedores afirmam que as operações da empresa devem estar em
conformidade com os processos e procedimentos prescritos nos módulos, na intenção
de economizar dinheiro nos custos de produtos e processos, no aumento de eficiência
e na redução de tempo.
Independente do sistema que usa, uma grande empresa possui necessariamente
uma identidade, uma personalidade própria. Os sucessos de uma empresa além de
toda a sua competitividade vêm também de sua personalidade, de sua maneira de
participar do mercado. O sistema existe para incrementar a empresa e a razão de ser
do negocio, jamais será satisfazer os requisitos de um sistema.
A integração da empresa é a arma que garantira sua sobrevivência, mas não
necessariamente o que fará vencedora. A competição entre as empresas que
desenvolveram o ERP com certeza tratara deste assunto, oferecendo maneiras
individualizadas de manter a personalidade e pessoalidade do negocio. A total
integração também é um assunto teórico, pois, por maiores que sejam os esforços
neste sentido, é bem remota a possibilidade de que um sistema consiga suprir 100% as
necessidades de uma empresa. Ainda mais nesses tempos de rápidas mudanças onde
até as necessidades mudam.
22

GLOSSÁRIO

Bugs (Defeitos) – É um erro no funcionamento comum de um software.


Hardware - É a parte física do computador.
Lead-time (Tempo de Ciclo Total) - É o período entre o início de uma atividade,
produtiva ou não, e o seu término.
Software - É uma aplicação, um programa do computador, que permite executar uma
determinada tarefa.
Upgrade (Atualização) - É tornar algo atualizado, acrescentando itens que o façam
melhor.
23

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

DISPONÍVEL EM: <http://www.castelobranco.br/sistema/novoenfoque/file/08/09.pdf>


ACESSO EM: 19 OUT. 2010

DISPONÍVEL EM: <http://itmanagement-adm203.blogspot.com/>. ACESSO EM: 19


OUT. 2010

DISPONÍVEL EM: <http://e-tinet.com/blog/erp/um-sistema-erp-resolve-todos-oshtml/>.


ACESSO EM: 19 OUT. 2010

DISPONÍVEL EM: <http://0fx66.com/blog/outros/o-que-e-erp/>. ACESSO EM: 19 OUT.


2010

DISPONÍVEL EM: <www.pucrs.campus2.br/~jiani/si/trabalhos/ERP.ppt>. ACESSO EM:


19 OUT. 2010

DISPONÍVEL EM: <www.castelobranco.br/sistema/novoenfoque/files/08/09.pdf>.


ACESSO EM: 19 OUT. 2010

DISPONÍVEL EM: <http://www.tecnicon.com.br/nossos-modulos/modulo-de-


manufatura.html >. ACESSO EM: 19 OUT. 2010

DISPONÍVEL EM: <http://www.tecnicon.com.br/nossos-modulos/modulo-de-recursos-


humanos.html>. ACESSO EM: 19 OUT. 2010

DISPONÍVEL EM: <http://web.starsoft.com.br/secao/gestao-inteligente-videos/>.


ACESSO EM: 19 OUT. 2010

DISPONÍVEL EM: <http://web.starsoft.com.br/materiais/>. ACESSO EM: 19 OUT. 2010

DISPONÍVEL EM: < http://www.entrepreneur.com/tradejournals/article/83795906.html>.


ACESSO EM: 19 OUT. 2010

DISPONÍVEL EM: < http://e-tinet.com/blog/erp/um-sistema-erp-resolve-todos-oshtml/>.


ACESSO EM: 19 OUT. 2010