Você está na página 1de 10

Formulação

Pó molhável com 80% de mancozebe


Grupo Químico
Ditiocarbamato
APV Nº
3094
Classificação Toxicológica
Xn, N
Intervalo de Segurança
. 56 dias em uva para vinificação
. 42 dias em amendoeira
. 35 dias em alface de estufa
. 28 dias em uva de mesa, alface, cebola, cenoura, couves de folha, ameixeira, damasqueiro, ginjeira, pessegueiro,
cerejeira, tomate para fins industriais
. 21 dias em alho, faveira, ervilheira, bróculos, couve-flor, couve repolho, couve-de-bruxelas.
. 7 dias em batateira, feijoeiro, tabaco
. 3 dias em tomate fresco, pimento, meloeiro, pepino de estufa

Propriedades

◘ Mancozan é um fungicida de superfície (contacto) de excelente acção preventiva e com largo espectro contra
algumas doenças criptogâmicas importantes.
◘ Actua sobre a respiração dos fungos, inibindo a germinação dos esporos.

Condições de Aplicação

Cultura Problema Conc. Modo de Emprego

Realizar os tratamentos em condições de humidade elevada e


Alface Míldio 200g/hl temperaturas favoráveis. Se necessário alternar com Aliette
Flash

Fazer o tratamento quando as condições climáticas


Alho Alternariose 200g/hl
favorecerem o aparecimento da doença.

Alho Ferrugem 200g/hl idem

Alho Míldio 200g/hl idem

Batata Sarna 300- Fazer o tratamento da batata semente antes do seu


semente prateada 100kg/batata armazenamento
Tratar com tempo húmido e chuvoso e quando a temperatura
Batateira Alternariose 200g/hl
mínima for superior a 10ºC

Míldio da
Batateira 200g/hl idem
Batateira

Tratar quando as condições atmosféricas favorecerem a


Bróculos Alternariose 200g/hl doença. A partir das inflorescências não efectuar mais de 2
tratamentos com o Mancozan

Bróculos Antracnose 20g/hl idem

Bróculos Ferrugem 200g/hl idem

Bróculos Míldio 200g/hl idem

As aplicações devem realizar-se quando as plantas atingem


cerca de 15 cm. Ter especial atenção durante a formação do
Cebola Alternariose 200g/hl
bolbo. Nas culturas porta sementes aplicar regularmente até à
colheita.

Cebola Ferrugem 200g/hl idem

Cebola Míldio 200g/hl idem

Realizar aplicações quando as plantas atingem 7-9 cm e


Cenoura Alternariose 200g/hl quando houver coincidência de tempo húmido com
temperaturas entre 20ºC a 30ºC.

Realizar aplicações desde a emergência quando o tempo


Couve de
Alternariose 200g/hl decorra húmido chuvoso. A partir da formação do repolho ou
Bruxelas
dos repolhos efectuar até 2 tratamentos.

Couve de
Antracnose 200g/hl idem
Bruxelas

Couve de
Ferrugem 200g/hl idem
Bruxelas

Couve de
Míldio 200g/hl idem
Bruxelas
Realizar aplicações desde a emergência quando o tempo
Couve
Alternariose 200g/hl decorra húmido chuvoso. A partir da formação do repolho ou
repolho
dos repolhos efectuar até 2 tratamentos

Couve
Antracnose 200g/hl idem
repolho

Couve
Ferrugem 200g/hl idem
repolho

Couve
Míldio 200g/hl idem
repolho

Tratar quando as condições atmosféricas favorecerem a


Couve-flor Alternariose 200g/hl doença. A partir das inflorescências não efectuar mais de 2
tratamentos com o produto.

Couve-flor Antracnose 200g/hl idem

Couve-flor Ferrugem 200g/hl idem

Couve-flor Míldio 200g/hl idem

Realizar aplicações desde a emergência quando o tempo


Couves de
Alternariose 200g/hl decorra húmido ou chuvoso. A partir da transplantação
folha
efectuar até 2 tratamentos.

Couves de
Antracnose 200g/hl idem
folha

Couves de
Ferrugem 200g/hl idem
folha

Couves de
Míldio 200g/hl idem
folha

Realizar as aplicações no fim do Inverno ou no início da


Primavera quando as condições atmosféricas favorecerem a
Ervilheira Ascoquita 200g/hl doença tendo em especial atenção o período da floração. Após
o início da floração deve efectuar até 2 tratamentos alternados
com fungicidas de outros grupos químicos.
Ervilheira Ferrugem 200g/hl idem

Ervilheira Míldio 200g/hl idem

Ervilheira Septoriose 200g/hl idem

Realizar as aplicações no fim do Inverno ou no início da


Faveira Ferrugem 200g/hl Primavera quando as condições atmosféricas favorecerem a
doença tendo em especial atenção o período da floração.

Iniciar o tratamento à formação das primeiras folhas


compostas. Repetir ao aparecimento dos botões florais, em
Feijoeiro Antracnose 200g/hl plena floração e se necessário repetir à formação das vagens.
Após o início da floração deve-se alternar com fungicidas de
outro grupo químico

Feijoeiro Ferrugem 200g/hl idem

Iniciar as aplicações desde a emergência. Deve-se usar


Meloeiro Antracnose 200g/hl
sementes tratadas.

Meloeiro Míldio 200g/hl Idem

Pepino Tratar quando as condições climatéricas favorecerem a


Míldio 200g/hl
(estufa) doença.

Iniciar os tratamentos no viveiro e após transplantação em


condições de humidade elevada. Na utilização para consumo
em fresco: o intervalo entre tratamentos com ditiocarbamatos
Pimenteiro Alternariose 200g/hl
após o início da floração não deve ser inferior a 2 semanas,
alternando-os se necessário com fungicidas de outros
fungicidas de outros grupos químicos

Pimenteiro Antracnose 200g/hl idem

Pimenteiro Míldio 200g/hl idem

Manchas Tratar quando as condições climatéricas favorecerem a


Proteas (*) 200g/hl
foliares doença

Tomateiro Alternariose 200g/hl Iniciar os tratamentos no viveiro e após a transplantação em


condições de húmidade elevada. Na utilização para consumo
em fresco: o intervalo entre tratamentos com ditiocarmatos
após o início da floração não deve ser inferior a 2 semanas,
alternando-os se necessário com fungicidas de outros grupos
químicos.

Míldio do
Tomateiro 200g/hl idem
Tomateiro

Tomateiro Septoriose 200g/hl idem

Volume de Calda Recomendado

◘ As concentrações indicadas referem-se a pulverização em alto volume: 1000 l/ha.


◘ Para aparelhos de médio ou baixo volume (turbinas ou atomizadores) a concentração deve ser aumentada de tal
modo que a dose de produto por hectare seja a mesma que no alto volume.

Prot.Integrada

◘ Mancozan é recomendado em Protecção Integrada

Informações Complementares

◘ Mancozan com certa frequência e em tratamentos sucessivos nas culturas do feijoeiro e tomateiro em estufa,
permite diminuir a infestação da mosca branca das estufas (Trialeurodes vaporariorum) nestas culturas, reforçando a
acção dos insecticidas.
◘ Não utilizar as sementes tratadas ou batata semente tratada com Mancozan na alimentação humana ou animal.
◘ Nº máximo de aplicações: 2 em alface de estufa, couves de repolho, couves de folhas, ervilheira e faveira; 4 em
alface ao ar livre, ameixeira, cenoura, cebola, cerejeira, damasqueiro, feijoeiro, ginjeira e pessegueiro; 5 em meloeiro,
pepino e pimenteiro; 6 em tomateiro.

Embalagens

◘ 250 g e 25 kg

Genapol
Molhante não iónico
Formulação
Solução concentrada com 283 g/l ou 27% (p/p) de lauril éter diglicol sulfato de sódio
APV Nº
3170
Classificação Toxicológica
irritante
Intervalo de Segurança
não tem

Propriedades
◘ Genapol é um produto para ser adicionado às caldas dos produtos fitofarmacêuticos nas condições de
utilização indicadas nos rótulos daqueles produtos

Condições de Aplicação

Cultura Problema Modo de Emprego

Diversos Produto para ser aplicado apenas às caldas dos produtos


Aderência de
(plantas e fitofarmacêuticos nas condições de utilização indicadas nos
calda
parasitas) rótulos daqueles produtos

Informações Complementares
◘ Genapol deve ser misturado com um pouco de água e em seguida deve adicionar-se esta mistura à
calda do produto fitofarmacêutico já preparada.
◘ A calda deve preparar-se de acordo com as indicações constantes no rótulo do respectivo produto
fitofarmacêutico

Decis
Insecticida de contacto e ingestão contra insectos em numerosas culturas
Formulação
Concentrado para emulsão de 25 g/l ou 2,8% (p/p) de deltrametrina
Grupo Químico
Piretróide
APV Nº
3071
Classificação Toxicológica
Xn, N
Intervalo de Segurança
◘ 3 dias em alface, tomateiro
◘ 7 dias em batateira, cerejeira, couves, ervilha, macieira, pereira, pessegueiro, videira
◘ 30 dias em cereais (excepto milho)

Propriedades
◘ O Decis actua por contacto e ingestão sobre larvas e adultos ao nível do sistema nervoso.
◘ Efeito de choque notável
◘ Persistência de acção que pode ir até às 3 semanas.
◘ Decis é o único dos insecticidas piretróides que contém um único isómero activo presente na
formulação, o que lhe confere, a par de maior eficácia a doses mais baixas, também o coeficiente de
segurança favorável.

Condições de Aplicação

Cultura Problema Conc. Modo de Emprego

Afídeos ou
Acelga (*) 30ml/hl Tratar após o aparecimento da praga.
piolhos

Acelga (*) Lagartas 30ml/hl Tratar após o aparecimento da praga.

Afídeos ou Tratar após o aparecimento da praga, repetindo em


Agrião (*) 30ml/hl
piolhos caso de reinfestação (até 6-8 folhas).

Tratar após o aparecimento da praga, repetindo em


Agrião (*) Lagartas 30ml/hl
caso de reinfestação (até 6-8 folhas).

Alface Roscas ou 30ml/hl Tratar após a instalação da cultura, pulverizando o


nóctuas caule da planta junto ao solo e a área do solo que
lhe fica junto

Alface de Tratar após o aparecimento da praga. Aplicar entre


Lagartas 30ml/hl
cordeiro (*) Março - Maio e entre Setembro - Dezembro.

Tratar ao aparecimento da praga. No máximo, 3


Antúrios (*) Lagartas 30ml/hl
aplicações.

Roscas ou Tratar ao aparecimento da praga. No máximo, 3


Antúrios (*) 30ml/hl
nóctuas aplicações

Tratar quando do aparecimento da praga e repetir


Escaravelho da 40-
Batateira sempre que necessário, até ao máximo de 3
batateira 50ml/hl
aplicações

Couves Lagartas da
30ml/hl Tratar após o aparecimento da praga
(geral) couve

Couves Roscas ou
30ml/hl Tratar após o aparecimento
(geral) nóctuas

Tratar de acordo com o Serviço de Avisos. Na sua


30-
Ervilheira Traça da ervilha falta, o 1º tratamento imediatamente após a floração
40ml/hl
e repetir 10-15 dias depois

Afídeos ou Tratar ao aparecimento da praga, repetindo em caso


Ervilheira (*) 30ml/hl de reinfestação (até 6-8 folhas). (*)Autorizado no âmbito
piolhos
de usos menores.

Ervilheira (*) Lagartas 30ml/hl idem

Tratar no início do aparecimento da praga, tendo o


cuidado de molhar bem os orgãos atacados,
Afídeos ou
Faveira 50ml/hl repetindo até ao máximo de 2 repetições. No caso
piolhos
de infestações com enrolamento de folhas, recorrer a
um insecticida sistémico.

Afídeos ou
Feijoeiro 50ml/hl idem
piolhos

Morangueiro Bicho-da-conta 30ml/hl Tratar quando do seu aparecimento e repetir se


necessário.

Afídeos ou Tratar ao aparecimento da praga, repetindo em caso


Mostardas (*) 30g/hl de reinfestação (até 6-8 folhas). (*)Autorizado no âmbito
piolhos
de usos menores.

Mostardas (*) Lagartas 30g/hl idem

Afídeos ou Tratar ao aparecimento da praga, com 7 dias de


Nabiça (*) 30ml/hl intervalo entre aplicações.(*) Autorizado no âmbito de
piolhos
usos menores.

Tratar no início do aparecimento da praga, tendo o


cuidado de molhar bem os orgãos atacados,
Piolho Verde do
Pessegueiro 50ml/hl repetindo até ao máximo de 3 repetições. No caso
Pessegueiro
de infestações com enrolamento de folhas, recorrer a
um insecticida sistémico

Tratar ao aparecimento da praga, à rebentação


Afídeos ou 30- (entre Novembro e Março). Número máximo de
Proteas (*)
piolhos 50ml/hl aplicações: 2 e 3. (*) Autorizado no âmbito de usos
menores.

30-
Proteas (*) Gorgulho idem
50ml/hl

Afídeos ou Tratar ao aparecimento da praga, repetindo em caso


Salsa (*) 30ml/hl de reinfestação (até 6-8 folhas). (*) Autorizado no âmbito
piolhos
de usos menores.

Salsa (*) Lagartas 30ml/hl idem

Tratar logo no início do aparecimento da praga e


Lagarta do 30-
Tomateiro repetir se necessário com intervalos de 3 semanas
tomate 40ml/hl
até ao máximo de 3 aplicações

Tomateiro Mosca Branca Tratar ao aparecimento da praga, até ao máximo de


50ml/hl
(estufa) das Hortícolas 3 aplicações

Prot.Integrada
◘ Decis é recomendado em Protecção Integrada em batateira, tomate, feijoeiro e faveira, ervilha, couve,
alface e morangueiro

Informações Complementares
◘ Evitar aplicar Decis nas horas de maior calor, sob o risco de fitoxicidade.
◘ Utilizar altos volumes de calda.

Embalagens
◘ 30 ml, 60 ml, 500 ml, 5 l