Você está na página 1de 4

Práticas Pedagógicas – Orientações

É assim que venho tentando ser professor, assumindo minhas convicções, disponível ao
saber, sensível à boniteza da prática educativa, instigado por seus desafios que não lhe
permitem burocratizar-se, assumindo minhas limitações, acompanhadas sempre do
esforço por superá-las, limitações que não procuro esconder em nome mesmo do
respeito que me tenho e aos educandos. (Freire, 1996, p.71-72)

INTRODUÇÃO

Obrigatoriedade da Atividade de Prática Profissional

A prática pedagógica é uma das etapas do da formação, tem o objetivo de oportunizar um


aprofundamento teórico e prático mais específico, ao longo da formação do(a)
licenciando(a). Atendendo a Resolução n. 02, de 20 de dezembro de 2019, do CNE/CP, a
carga horária, de 400 horas, deve estar prevista na estrutura curricular de cada curso,
constituindo requisito para integralização do curso.

Objetivo geral:
 Proporcionar aprofundamento teórico e prático, aos licenciandos, de vivências de
práticas pedagógicas em junto à comunidade, estabelecendo ações entre
instituição de ensino superior e comunidade local, no intuito de colaboração
cultural, social e cidadã.

Objetivos específicos:
 Aprimorar o nível de atuação e visão do estagiário, oferecendo-lhe experiências
profissionais e humanas inovadoras.
 Formar um professor técnico e politicamente competente, que integre em sua
atuação os conhecimentos, habilidades, crenças, valores, emoções e compromisso
com a realidade da comunidade local.
 Desenvolver atividades interdisciplinares, práticas, relacionadas com os conteúdos
desenvolvidos durante o período de formação, levando em conta as etapas de
estudo e aplicando-as na sociedade.
 Elaborar relatórios, materiais e ou ações que formalizem as ações desenvolvidas.

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES:

-Faça a sua identificação em todos os campos das fichas e assine nos locais
solicitados;

-Identifique o semestre do curso que você está cursando;

- As atividades que serão desenvolvidas dentro de instituições de ensino e ou


afins, a(o) acadêmica(o) deverá estar devidamente trajada (o) com o uso do
jaleco, evitar o uso do celular e adequar-se as regras da instituição, respeitando
crianças, equipes pedagógicas, professores e funcionários;

-Com exceção da entrevista, todas as atividades devem ser digitadas com a


formatação: Arial ou Times; 12; justificado; entre linhas 1,5, e todas no papel
timbrado da instituição.

-Dúvidas entrar em contato com o tutor via protocolo no ambiente AVA.

-A atividade final, será utilizada para a aferição de notas na disciplina, devendo


ser postada no ambiente, conforme data informadas no calendário acadêmico de
provas.
CURSO: Formação Pedagógica
ACADÊMICO: Viviane Camila Delamico Fernandes
RM:
DISCIPLINA: A organização da educação nacional e os sistemas de ensino
PROF:
Data: 01/12/2021

PRÁTICA PROFISSIONAL

Faça a leitura e reflexão do texto: Gestão Democrática da Escoa Pública: concepções


e implicações legais e operacionais. No capítulo 3. p. 50, contido na revista
disponibilizado pelo MEC, no link abaixo:
http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=585-
gestao-da-educacao-escolar&Itemid=30192

Você, funcionário, participa no cotidiano da escola em que você trabalha? Escreva um


texto apresentando como as pessoas, funcionários e comunidade pode contribuir com a
construção coletiva do Projeto Político-Pedagógico da escola (PPP).

A participação coletiva faz com que este documento seja, de fato, representativo


da escola e de sua comunidade, e promova mudanças necessárias no espaço escolar, a
fim de melhorar a qualidade do ensino e promover a formação para a cidadania.
O Projeto Político Pedagógico é sem dúvida uma ferramenta que tem como
principal objetivo melhor organizar a estrutura interior das escolas, auxiliando o trabalho
da comunidade escolar em relação ao exercício do compromisso de todos, quanto às
questões política e pedagógica.
Partimos do pressuposto de que, enquanto documento, o Projeto Pedagógico da
Escola deve expressar a importância da participação e da autonomia como princípios
legais da Gestão democrática. Neste sentido torna-se relevante apresentar, em linhas
gerais, os pressupostos que norteiam o Projeto Político Pedagógico-PPP enquanto
instrumento ideológico e político, que visa, sobretudo, a gestão dos resultados de
aprendizagem, através da projeção, organização, e acompanhamento de todo o universo
escolar, garantindo a sistematização contínua do planejamento participativo da escola
com vista a organização e integração da prática escolar que deve ser construída no
coletivo articulando a escola com a comunidade.
O Projeto Político pedagógico deve ser idealizado com base nas diferenças
existentes entre os professores, os alunos, os funcionários e a comunidade local, sendo
essa última, o lugar de interações que a escola deve promover. É importante ressaltar que
na construção do PPP a escola considere os ambientes interno e externo no sentido de
não perder de vista a importância do planejamento das ações realizadas pelos sujeitos
envolvidos que devem se originar a partir das necessidades de promover uma prática
social que garanta uma ação consciente. Nessa perspectiva o conhecimento dessa
realidade deverá contribuir no sentido de orientar o organismo escolar a considerar tais
indícios com a devida relevância, transformando-os em currículo, objeto de planejamento
e potencial de aprendizagem. Neste sentido o papel da gestão democrática nas
Instituições Escolares é fundamental no que se refere a organização de encontros e
discussões como espaço aberto, crítico, reflexivo e autônomo que garanta a participação
de todos os segmentos na definição das ideias educativas considerando o caráter
democrático e ético na educação.
A inquietação sobre o estudo da construção coletiva do referido documento é
relevante por oportunizar a reflexão das diferentes realidades encontradas na escola e
fora dela, as diversas práticas pedagógicas e a articulação dos agentes no processo de
busca da identidade da escola, considerando as suas dificuldades na construção e
operacionalização do projeto.
Para que a construção do projeto político-pedagógico seja possível, é
imprescindível propiciar momentos para que professores, equipe pedagógica, funcionários
e a comunidade em geral sintam-se capazes de refletir sobre os problemas e
necessidades que a escola enfrenta, pois assim haverá uma sintonia quanto ao seu papel
na construção de cidadãos críticos e autônomos capazes de interagir em diferentes
contextos sociais.

Você também pode gostar