Você está na página 1de 18

Bioética e Legislação em

Vigilância Sanitária
Material Teórico
Elaboração do Manual de Rotinas

Responsável pelo Conteúdo:


Prof.ª Esp. Milena Vicário Perez

Revisão Textual:
Prof. Esp. Claudio Pereira do Nascimento
Elaboração do Manual de Rotinas

• Introdução;
• Os Principais Passos para Elaborar o POP;
• POP Higienização de Aparelhos de Estética.

OBJETIVOS DE APRENDIZADO
• Criar os procedimentos operacionais padrão diários e padronizar as funções, assim
minimizar a ocorrência de desvios na execução de tarefas fundamentais para o funciona-
mento correto do processo;
• Elaborar o POP com coerência garante ao estabelecimento que os profissionais trabalhem
de forma padronizada para garantir a qualidade entre todos os profissionais envolvidos
no estabelecimento, ou seja, aumenta-se as chances de seus resultados, minimizando as
variações causadas por duvidas ou aplicabilidade diferente.
Orientações de estudo
Para que o conteúdo desta Disciplina seja bem
aproveitado e haja maior aplicabilidade na sua
formação acadêmica e atuação profissional, siga
algumas recomendações básicas:
Conserve seu
material e local de
estudos sempre
organizados.
Aproveite as
Procure manter indicações
contato com seus de Material
colegas e tutores Complementar.
para trocar ideias!
Determine um Isso amplia a
horário fixo aprendizagem.
para estudar.

Mantenha o foco!
Evite se distrair com
as redes sociais.

Seja original!
Nunca plagie
trabalhos.

Não se esqueça
de se alimentar
Assim: e de se manter
Organize seus estudos de maneira que passem a fazer parte hidratado.
da sua rotina. Por exemplo, você poderá determinar um dia e
horário fixos como seu “momento do estudo”;

Procure se alimentar e se hidratar quando for estudar; lembre-se de que uma


alimentação saudável pode proporcionar melhor aproveitamento do estudo;

No material de cada Unidade, há leituras indicadas e, entre elas, artigos científicos, livros, vídeos
e sites para aprofundar os conhecimentos adquiridos ao longo da Unidade. Além disso, você tam-
bém encontrará sugestões de conteúdo extra no item Material Complementar, que ampliarão sua
interpretação e auxiliarão no pleno entendimento dos temas abordados;

Após o contato com o conteúdo proposto, participe dos debates mediados em fóruns de discus-
são, pois irão auxiliar a verificar o quanto você absorveu de conhecimento, além de propiciar o
contato com seus colegas e tutores, o que se apresenta como rico espaço de troca de ideias e de
aprendizagem.
UNIDADE Elaboração do Manual de Rotinas

Introdução
Todo estabelecimento deve elaborar o manual de rotinas e procedimentos opera-
cionais exclusivo, pois cada empresa tem suas rotinas diferentes, então cada estabeleci-
mento deve criar o seu próprio, descrevendo o passo a passo das atividades executadas.

O manual de elaboração é chamado de POP (procedimento operacional padrão).

Os Procedimentos Operacionais Padrão são documentos imprescindíveis para


o exercício de qualquer tarefa realizada com qualidade, eficiência e eficácia, obede-
cendo critérios técnicos e observando normas e legislações das áreas pertinentes.

Os POPs servem de veículo para que as informações acerca dos mais diversos
processos cheguem com segurança ao executor.

Por isso, deve abordar descritivamente as rotinas de trabalho, descrevendo detalha-


damente os procedimentos de atendimento que deverão ser realizados pelo profissio-
nal, como, por exemplo, a conduta da limpeza dos materiais utilizados nos tratamentos;
a conduta de como esses materiais serão limpos e esterilizados; como será realizada a
limpeza do ambiente, aparelhos, macas e acessórios; fazer uma lista de todos os pro-
dutos utilizados nos serviços e a lista dos profissionais que atuam no estabelecimento;
possuir contrato com empresas que prestam serviços para o estabelecimento (exemplo:
empresa que lava os lençóis e toalhas, empresa que realiza desratização).

O POP é um documento da empresa, ele precisa sempre estar atualizado caso


haja mudanças, e quando houver mudanças ou alterações têm que atualizá-lo e
mudar sua edição.

O manual de rotinas e procedimentos deverá ser a reprodução fiel da realidade


do estabelecimento e deverá ser assinado.

NÃO faça CÓPIA de outro POP, pois cada estabelecimento tem procedimentos diferentes.

Também é responsabilidade dos estabelecimentos elaborar e tornar disponíveis


aos funcionários o Manual de Procedimentos Operacionais, contendo rotinas de
procedimentos técnicos, biossegurança e medidas de controle de transmissão de
doenças, devendo ser atualizado anualmente.

Os profissionais dos estabelecimentos devem comprovar conhecimento básico


em controle de infecção, processamento de artigos e superfícies, biossegurança e
gerenciamento de resíduos, com carga horária mínima de 20 horas e realizado por
profissional habilitado.

Deverão ser disponibilizados aos funcionários equipamentos de proteção indivi-


dual (EPI) como óculos, máscaras, luvas e jalecos, de acordo com as funções exer-
cidas e em número suficiente, de modo que seja garantido o imediato fornecimento
ou reposição, entre outros requisitos.

8
O POP é documento que estabelece de forma minuciosa os detalhes de um
processo, elencando aspectos como sequência de procedimentos, materiais uti-
lizados, cuidados a serem observados, responsáveis por cada etapa e quaisquer
outras informações relevantes para que a tarefa seja realizada dentro do padrão
de qualidade esperado.

Os Principais Passos para Elaborar o POP


Nome do POP (exemplos: rotina de limpeza,
desinfecção e esterilização de materiais.
Outro exemplo: higienização das mãos)
Inicialmente o POP deve conter um nome, dado ao procedimento realizado.
O manual traz informações sobre os elementos a serem utilizados, bem como a
estrutura a ser seguida, como: tipo e tamanho de fonte, espaçamento, tabulação,
margens, cabeçalho, rodapé e numeração de páginas, deverá seguir uma norma
para que o protocolo fique organizado e de fácil entendimento.

A formatação dos POPs produzidos tanto na sede quanto nas filiais devem seguir
o mesmo padrão, a partir do que segue.

A fim de facilitar o trabalho, foi escolhido um tipo de formatação simples, de fácil


assimilação e possível de ser feita em todos os computadores da empresa. Para isso,
deverá ser usada a fonte Times New Roman em toda a extensão do arquivo a ser
trabalhado, alterando apenas o tamanho, posição e corpo (normal, itálico, negrito ou
sublinhado), as margens deverão obedecer a seguinte configuração: superior 3,5 cm;
inferior 2 cm; esquerda 3 cm; direita 1,5 cm. O espaçamento entre linhas será de
1,5 cm; já para dar o espaçamento entre parágrafos, deverá ser pulada uma linha.

Como o POP exige um controle de documentação mais rigoroso, é necessário


um rodapé com as informações básicas do documento, neste rodapé, deverá ser
inserido uma tabela com o número de controle do POP, o processo que está sendo
padronizado, a versão do documento e a numeração da página.

Objetivo do POP
O POP tem como objetivo manter o processo em funcionamento por meio da
padronização e minimização de desvios na execução da atividade, ou seja, ele bus-
ca assegurar que as ações tomadas para a garantia da qualidade sejam padroniza-
das e executadas conforme o planejado.

É um documento organizacional que traduz o planejamento do trabalho a ser


executado. É uma descrição detalhada de todas as medidas necessárias para a reali-
zação de uma tarefa, fazendo o profissional entender qual a razão da sua existência
e da sua importância.

9
9
UNIDADE Elaboração do Manual de Rotinas

• Local de aplicação: Será o local de aplicação do POP com a explicação de-


talhada do setor;
• Responsabilidade e execução: Os profissionais que estão envolvidos nas eta-
pas do POP;
• Materiais necessários: Será o material necessário para executar o serviço.
O principal objetivo do POP é padronizar a realização de um processo de
forma a minimizar erros, desvios e variações. Assim fica mais fácil garantir a
qualidade do procedimento.

Como escrever o POP


O primeiro passo consiste em envolver os atuais responsáveis pelo procedi-
mento nessa elaboração, já que são eles que conhecem as tarefas e entendem suas
particularidades.

Para criar um POP, basta  descrever as tarefas que fazem parte da rotina de
trabalho, tomando os seguintes cuidados: não copiar procedimentos de livros ou
de outras organizações, pois cada processo possui suas particularidades, devendo
esses procedimentos serem adequados ao seu tipo de processo, o executor do pro-
cesso deve ser parte integrante da elaboração dos procedimentos, pois ele é o co-
nhecedor do processo e sabe de suas características e deficiências, a aplicabilidade
dos procedimentos deve ser monitorada constantemente para assegurar se estão
sendo seguidos de forma correta, a linguagem utilizada no POP deve ser simples,
clara e objetiva, para que o documento possa ser entendido e aplicado por todos.

Exemplo:

Tabela I – elaboração do POP


ELABORADO POR: REVISADO/APROVADO POR: APROVADO POR: EDIÇÃO
01

Fonte: PIATTI, 2013

Descreva todas as etapas do procedimento, incluindo tempo necessário ou des-


tinado a seu cumprimento, materiais exigidos para sua execução e os respectivos
resultados esperados.

Destaque as etapas críticas, ou seja, aquelas que, se não cumpridas ou cumpridas


de forma insatisfatória, podem comprometer o resultado geral do procedimento.

Imagine como será a rotina diária do estabelecimento, assim fica mais fácil para
descrever os procedimentos.
Para constar se o POP está sendo utilizado, faça uma rotina de checagem, com uma
série de perguntas a serem feitas para verificar se a tarefa ou o procedimento foi
realizado adequadamente.

10
Importante! Importante!

Organize os documentos, de forma que contemple todos os elementos formais, pois caso
haja uma fiscalização no estabelecimento, os documentos estarão em fácil acesso.

A linguagem utilizada deve ser a mais clara e objetiva possível, de forma a ser com-
preensível por todos os profissionais envolvidos na tarefa. Se for necessário, inclua
gráficos ou fluxogramas, desde que seja para tornar o relato ainda mais transparente.

O POP bem elaborado pode ser o diferencial em obter excelentes resultados.


Bem escrito e detalhado garante a segurança e a qualidade dos processos, ajudan-
do a empresa a lidar melhor com qualquer tipo de imprevistos e mudanças.

POP Higienização de Aparelhos de Estética


Esse é um modelo operacional de como executar a higienização dos aparelhos.
Segue exemplo de planejamento do POP:

Tabela 2 – Higienização dos equipamentos


POP 01 – POP HIGIENIZAÇÃO DE APARELHO DE ESTÉTICA – VERSÃO 01
Descrever o objetivo desse POP.

EQUIPE TÉCNICA ENVOLVIDA


Responsável envolvido.

MATERIAIS
Os materiais utilizados no processo.

DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES


Descrever detalhadamente, passo a passo de todo o processo.

Fonte: PIATTI, 2013

Após entender como funciona o processo, deverá ser preenchido todos os itens
e depois ser assinado por quem executou.

Exemplo de registro:
Tabela 3 – protocolo de higienização dos equipamentos
LOGOTIPO DO Registro de Limpeza dos Equipamentos
ESTABELECIMENTO RLE – 01 / VERSÃO – 01
Data Equipamento Responsável pelo procedimento Visto

Fonte: PIATTI, 2013

Esse registro deverá ser preenchido sempre que a atividade for executada, desse
modo, todos saberão quem executou a tarefa.

11
11
UNIDADE Elaboração do Manual de Rotinas

Manutenção preventiva e calibração dos equipamentos


Os equipamentos devem passar por calibração anualmente ou de acordo com
o fabricante.
O responsável pelo equipamento deve exigir da empresa de manutenção o laudo
válido, que conste as alterações que foram feitas e a data.
Tabela 4 – Modelo de POP de limpeza geral do estabelecimento
LOGOTIPO DO POP – Registro de Limpeza Geral
ESTABELECIMENTO RLG - 01 / versão 01
Realizado por: nome dos envolvidos que deverão fazer o serviço.
Aprovado por: nome do responsável técnico do estabelecimento.
Data:
Objetivo: descrever
Materiais utilizados:
Descrição das atividades: descrever detalhadamente como deverá executado – piso / teto /
paredes / filtro de ar / desinfecção das superfícies.
Fonte: PIATTI, 2013

POP de Limpeza, desinfecção e esterilização dos artigos


Tabela 5 – Protocolo de limpeza, desinfecção e esterilização
POP – Registro de Limpeza, Desinfecção
LOGOTIPO DO
e Esterilização de Artigos
ESTABELECIMENTO
RLDEA – 01 / VERSÃO – 01
Realizado por: nome do profissional.
Aprovado por: nome do responsável técnico do estabelecimento.
Objetivo: por qual motivo deverá executar essa tarefa.
Descrição das atividades:
Limpeza:
Secagem:
Acondicionamento:
Esterilização:
Se for por meio químico:
Fonte: PIATTI, 2013

12
Prestação de serviço
No estabelecimento deverá ser descrito passo a passo os tratamentos realizados,
constando o nome do aparelho, materiais utilizados, cosméticos e os EPIs.

Tabela 6 – Modelo POP de serviço de hidratação facial


POP Registro de Hidratação Facial
Insira o logotipo
RHF – 01 / Versão – 01
Realizado por: descrever os profissionais que deverão utilizar.
Aprovado por: nome do responsável técnico do estabelecimento.
Data:
EPIs cliente: touca.
EPIs profissional: touca, máscara e luva.
Objetivo: qual o objetivo desse tratamento.
Descrição das atividades: descrever passo a passo como deverá ser utilizado a técnica.
Demaquilar – aplicar na face o produto ________, remover com gaze embebida em água.
Limpeza – aplicar o produto __________, remover o excesso com gaze.
Tonificar – embeber o produto___________ em algodão e aplicar na face.
Hidratar – aplicar o produto __________ e deixar agir por ___ minutos.
Proteção – aplicar o produto________ e deixar.
Fonte: PIATTI, 2013

Estoque de cosméticos
Os produtos de cosméticos deverão ser relacionados item a item e mensalmente
devem ser conferidos, assim evita-se que o produto tenha a validade vencida e que con-
tinue sendo usado, além de ter o controle do lote caso haja algum defeito no produto.

Esse POP deve ser arquivado por pelo menos até um mês depois de ter acabado o produto.

Tabela 7 – Modelo de listagem de cosméticos e produtos utilizados nos tratamentos


POP Registro de Cosméticos e Produtos Utilizados
Insira o logotipo
RCPU – 01 / Versão – 01
Realizado por:
Aprovado por:
Data:
Nome do produto:
Marca:
Prazo de validade:
Fabricante:
Finalidade de uso:
Lote:
Número de registro na ANVISA:
Fonte: PIATTI, 2013

13
13
UNIDADE Elaboração do Manual de Rotinas

Controle de pragas
O estabelecimento deve instituir o controle de pragas por empresas terceirizadas
e com licença sanitária de funcionamento.

Esse serviço deverá ser realizado a cada seis meses e deverá ser feito o registro
no POP de controle de pragas que consta a data atual da aplicação e a próxima
data que deverá ser feita nova aplicação.

Tabela 8 – Modelo de POP de controle de praga


Registro de Controle de Desinsetização
Inserir logotipo
RCD-01 / VERSÃO – 01
Data Responsável pelo procedimento Data da Próxima Limpeza

Fonte: PIATTI, 2013

Limpeza da caixa d´água


O estabelecimento deve controlar a qualidade da água, realizando periodicamen-
te a limpeza da caixa, devendo deixar visível o certificado de execução do serviço.

Tabela 9 – Modelo de controle de limpeza da caixa d´água


Registro de Controle de Limpeza da Caixa D´água
Inserir logotipo
RCLCD – 01 / VERSÃO – 01
Data Responsável pelo procedimento Data da Próxima Limpeza

Fonte: PIATTI, 2013

Controle de qualidade
É de extrema importância seguir o manual de rotina e procedimentos, cuja sua
principal função é trazer descrição detalhada dos serviços, produtos, limpeza e higiene.

Na atuação prática, os profissionais devem seguir as normas estipuladas pela


ANVISA, a fim de obter o alvará sanitário para funcionamento do estabelecimento.

Como vimos, o POP é uma ferramenta importante para nortear a execução dos
processos. Ele ajuda a garantir a padronização das atividades e pode ser muito útil
na garantia da qualidade. Entretanto, com o alto fluxo de informações dentro das
empresas, é comum que procedimentos desatualizados sejam utilizados nos proces-
sos. Um processo passa por constantes revisões para corrigir falhas e melhorar seu
desempenho. Ao utilizar um procedimento desatualizado, a empresa continua exe-
cutando as falhas que foram encontradas pela qualidade e deixa de aproveitar as
melhorias padronizadas, gerando grandes prejuízos para a organização.

14
Os proprietários dos estabelecimentos devem capacitar e manter registro atua-
lizado de treinamento dos funcionários contendo data, carga horária, nome e assi-
natura do funcionário. Também é responsabilidade dos estabelecimentos elaborar
e tornar disponíveis aos funcionários o Manual de Procedimentos Operacionais,
contendo rotinas de procedimentos técnicos, biossegurança e medidas de controle
de transmissão de doenças, devendo ser atualizado anualmente.

15
15
UNIDADE Elaboração do Manual de Rotinas

Material Complementar
Indicações para saber mais sobre os assuntos abordados nesta Unidade:

 Leitura
Biossegurança – POP (Procedimento Operacional Padrão)
https://goo.gl/NP66cN
Procedimento Operacional Padrão: Higienização das Mãos com Sabão Antisséptico
https://goo.gl/HuVAkS
Higienização Simples das Mãos
https://goo.gl/yKfBcX
Procedimento Operacional Padrão: Utilização na assistência de enfermagem em serviços hospitalares
https://goo.gl/ZX2UgM
A importância dos procedimentos operacionais padrão (POPs) para os centros de pesquisa clínica
https://goo.gl/U5Yygo
Procedimentos operacionais padronizados e o gerenciamento de qualidade em centros de pesquisa
https://goo.gl/zgt8uT

16
Referências
MUNDO DA ESTÉTICA. Portal: Biossegurança em estética. Disponível em: <ht-
tps://www.mundoestetica.com.br/dicas/a-biosseguranca-em-estetica/>. Acesso
em: 19/02/2019.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAUDE. Salve vidas: higienize suas mãos/orga-


nização mundial da saúde. Brasília, 2014.

PIATTI, I. L. Biossegurança estética e imagem pessoal. Curitiba: Ed. Do Au-


tor, 2013.

RAMOS J. Biossegurança em estabelecimento de estética e afins. São Paulo,


Atheneu, 2009.

SANTOS, N. C. M. Legislação profissional em saúde. Érica. São Paulo, 2014.

17
17

Você também pode gostar