Você está na página 1de 5

Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais

Diretoria Executiva de Engenharia e Gestão Predial


Gerência de Manutenção, Instalações Prediais e Controle do Patrimônio Imobiliário

ANEXO D.1 – MANUTENÇÃO PREVENTIVA ANUAL SUBESTAÇÕES,


QUADROS E PAINÉIS PRINCIPAIS E BARRAMENTOS BLINDADOS

SERVIÇOS MÍNIMOS OBRIGATÓRIOS:

A) SEGURANÇA
• Efetuar procedimentos de segurança conforme NR-10.

B) SERVIÇOS EM TRANSFORMADORES
• Desconectar entrada e saída de energia do transformador.
• Efetuar limpeza completa dos isoladores, suportes físicos, abas, parafusos,
aletas e reentrâncias.
• Coletar previamente o óleo isolante para análise físico-química.
• Inspecionar minuciosamente o exterior do transformador e adjacências.
• Verificar a existência de vazamentos.
• Verificar a existência de trincas e fissuras nas buchas.
• Inspecionar instrumentos e acessórios.
• Reapertar todas as conexões elétricas.
• Ensaiar resistência de isolamento em corrente contínua.
• Ensaiar resistência ôhmica dos enrolamentos.
• Ensaiar a relação de transformação.
• Verificar as conexões de aterramento.
• Reconectar as entradas e saídas de energia do transformador.
• Pratear pontos de contatos elétricos que apresentarem desgastes da
camada prateada.

C) SERVIÇOS NOS DISJUNTORES PVO (PEQUENO VOLUME DE ÓLEO)


• Ensaiar grandezas elétricas características.
• Substituir todo o óleo mineral parafínico com especificações conforme norma
ABNT IEC 60296.
• Inspecionar o mecanismo de comando, limpá-lo e lubrificá-lo.
• Inspecionar o exterior do disjuntor e efetuar a limpeza externa geral.
• Reapertar todas as conexões elétricas, com o torque adequado para evitar
Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais
Diretoria Executiva de Engenharia e Gestão Predial
Gerência de Manutenção, Instalações Prediais e Controle do Patrimônio Imobiliário

quebra de conexões e de equipamentos.


• Ensaiar a resistência de contato.
• Ensaiar a resistência de isolamento em corrente contínua.
• Testar a operação do disjuntor.
• Ajustar os relés primários se necessário.

D) SERVIÇOS NOS DISJUNTORES A VÁCUO


• Ajustar grandezas elétricas com atenção aos dados fornecidos pelo TJMG,
conforme contratado junto à concessionária local, se necessário.
• Inspecionar o mecanismo de comando, limpá-lo e lubrificá-lo.
• Inspecionar o exterior do disjuntor e efetuar a limpeza externa geral.
• Reapertar todas as conexões elétricas, com o torque adequado para evitar
quebra de conexões e de equipamentos.
• Ensaiar a resistência de contato.
• Ensaiar a resistência de isolamento em corrente contínua.
• Testar a operação do disjuntor.
• Ajustar os relés primários se necessário.

E) SERVIÇOS NAS CHAVES SECCIONADORAS


• Inspecionar e efetuar limpeza.
• Desoxidar e polir os contatos.
• Lubrificar as partes articuladas.
• Ensaiar a resistência de contato.
• Reapertar todas as conexões elétricas que estiverem frouxas nas chaves.
• Testar.
• Ajustar a pressão das molas.

F) SERVIÇOS NO ÓLEO ISOLANTE DE TRANSFORMADORES


• Coletar o óleo isolante dos transformadores antes da manutenção.
• Efetuar análise do óleo isolante em laboratório credenciado para tal com
entrega do relatório à Fiscalização em impresso próprio do mesmo.
• Complementar o óleo isolante de cada transformador que o utilize, até
atingir o nível necessário.
Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais
Diretoria Executiva de Engenharia e Gestão Predial
Gerência de Manutenção, Instalações Prediais e Controle do Patrimônio Imobiliário

• Ensaios físico-químicos a serem realizados: rigidez dielétrica, teor de água,


fator de potência, índice de neutralização, tensão interfacial, densidade
relativa e cor.
• Ensaios cromatográficos a serem realizados: Acetileno (C2H2), Etileno (C2H2),
Hidrogênio (H2), Monóxido de Carbono (CO2), Dióxido de Carbono (CO2) e
Metano (C2H6).
• Substituir o óleo isolante de transformadores que comprovadamente
necessitem.

G) MUFLAS
• Inspecionar visualmente todas as muflas.
• Executar medições com termômetro digital e obtenção de imagens térmicas
para localização de possíveis pontos de aquecimento.
• Executar limpeza.
• Realizar testes de isolamento quando necessário.

H) RELÉS SECUNDÁRIOS MICROPROCESSADOS


• Verificar condições operacionais de funcionamento.
• Verificar estado do Nobreak que alimenta o relé secundário. Executar testes
nas baterias e efetuar a substituição destas, se necessário.
• Reconfigurar de acordo com os parâmetros existentes, os relés que sofrerem
perda de configuração.

I) BARRAMENTOS BLINDADOS
• Executar inspeção visual em toda a extensão dos barramentos blindados,
incluindo cofres, pluglins e demais elementos de conexões.
• Executar reaperto com torquímetro e torque adequado em todas as
emendas, cofres, derivações e conexões dos barramentos blindados.
• Executar limpeza com soprador de toda a extensão do barramento blindado
para retirada de poeira.
• Executar medições com termômetro digital e obtenção de imagens térmicas
para localização de possíveis pontos de aquecimento.
Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais
Diretoria Executiva de Engenharia e Gestão Predial
Gerência de Manutenção, Instalações Prediais e Controle do Patrimônio Imobiliário

J) PAINÉIS PRINCIPAIS DE ENERGIA


• Inspecionar e efetuar limpeza geral dos barramentos, cubículos ou celas,
isoladores e painéis.
• Reapertar todas as conexões elétricas, inclusive de aterramento, com o
torque adequado para evitar quebra de conexões e de equipamentos.
• Efetuar limpeza geral das dependências nas quais os painéis estão instalados
• Suprir os parafusos, conectores e terminais eventualmente faltantes nos
quadros.
• Efetuar limpeza interna contra poeira, graxas, óleos, água, ferrugem.
• Tratar corrosões das paredes metálicas, especialmente juntas de chapas e
aplicar uma demão de pintura adequada para proteção nos locais onde isto
for preciso. Preservar e/ou recompor dizeres existentes.
• Executar inspeção com termômetro digital para localização de pontos de
aquecimento.
• Efetuar manutenção nas iluminações internas dos painéis, providenciando a
substituição dos componentes defeituosos e mantendo-as em condições
adequadas de funcionamento.
• Efetuar manutenções nos “Coolers” existentes nos painéis, providenciando a
substituição dos componentes defeituosos e mantendo o sistema de
exaustão/ ventilação em perfeito estado de funcionamento.

K) SALAS DAS SUBESTAÇÕES ABRIGADAS E DE PAINÉIS PRINCIPAIS DE ENERGIA


• Deverá ser executada limpeza das áreas internas das subestações abrigadas,
suas portas e portões de acesso, grades, inclusive pisos, para a remoção de
poeiras e demais materiais que tenham sido depositados naquele local.
• Manutenção nas grades, suportes metálicos, portas e portões existentes nas
subestações, devendo ser executada os reparos necessários à manutenção
da segurança das instalações;
• Inspecionar os cadeados existentes nas portas, portões, chaves
seccionadoras, grades e outros e caso necessário efetuar a reposição dos
mesmos;
• Inspecionar a iluminação geral e de emergência, substituindo sempre que
necessário as lâmpadas, blocos autônomos, por outros de mesmas
Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais
Diretoria Executiva de Engenharia e Gestão Predial
Gerência de Manutenção, Instalações Prediais e Controle do Patrimônio Imobiliário

características;
• Executar limpeza geral das subestações, inclusive da parte superior das
cabines e painéis;
• Executar a reposição de conectores e terminais que eventualmente estejam
faltando nas instalações.

NOTAS

• A Contratada deverá desenergizar, aterrar e reenergizar as instalações,


conforme determinações da NR-10.

• Os serviços de manutenção preventiva deverão ser executados


obrigatoriamente em finais de semana e feriados.
• A contratada será responsável por todos os contatos e agendamentos junto às
concessionárias locais.
• A Contratada acompanhará a equipe da concessionária de energia local
desde o princípio da manobra de desconexão da edificação da rede de
alimentação até o estabelecimento do aterramento temporário. No processo de
religação o mesmo acompanhamento será necessário por parte da Contratada.
• A contratada será responsável pelo desligamento de todas as cargas elétricas
da edificação, antes do desligamento da entrada de energia pela
concessionária.
• A contratada também deverá restabelecer todas as cargas elétricas da
edificação, após a conclusão dos serviços de manutenção e religação da
entrada de energia pela concessionária local.
• Para cada serviço de manutenção preventiva deverão ser emitidos relatórios
técnico e fotográfico, constando as conformidades, os valores obtidos nos
ensaios e os serviços corretivos executados. Tal relatório deverá ser encaminhado
à Fiscalização no máximo 10 (dez) dias úteis após a execução dos serviços.
• Serviços corretivos detectados durante a manutenção preventiva deverão ser
executados na mesma data. Nos casos de comprovada impossibilidade de
execução e sendo serviços que não comprometam a segurança, a Contratada
deverá efetuar novo agendamento para o final de semana subsequente.

Você também pode gostar