Você está na página 1de 13

Questão 1/10 - Metodologia do Ensino de História

Atente para a seguinte afirmação:

“A história chamada ‘tradicional’ sofreu diferentes contestações. Suas vertentes historiográficas de apoio, quer sejam
o positivismo, o estruturalismo, o marxismo ortodoxo ou o historicismo, produtoras de grandes sínteses,
constituidoras de [...] estruturas ou modos de produção, foram colocadas sob suspeição”.
Após esta avaliação, caso queira ler integralmente esse texto, ele está disponível
em: http://arquivos.castelobranco.br/data/publico/instrucionais/pedagogia/metodologia_ensino_historia_geografia.pdf. Acesso em 30 jun. 2016.

De acordo com os conteúdos do livro-base Metodologia do Ensino de História, assinale a alternativa que revela a
maior contribuição da História Tradicional:
Nota: 10.0

A A História Tradicional estabeleceu padrões rigorosos para a metodologia da pesquisa histórica.


Você acertou!
A História Tradicional estabeleceu padrões rigorosos para a metodologia da pesquisa histórica
(livro-base p. 51).

B A História Tradicional privilegiou o estudo do cristianismo.

C Sua contribuição se dá devido a ser uma inovação teórica para os historiadores.

D Contribuiu para o desenvolvimento da criticidade dos historiadores.

E A partir dela a escrita foi valorizada e todos os povos foram alfabetizados.

Questão 2/10 - Metodologia do Ensino de História


Leia o seguinte fragmento de texto:
“De maneira geral, o termo avaliação está relacionado aos atos de julgar, de dar valor, de formular concepções a
respeito de atitudes, sujeitos e objetos a partir de critérios particulares e pré-determinados. Somos diariamente
avaliados e avaliadores, o que constrói a ideia de que todas as pessoas estão preparadas para essa ação. Dessa
forma, avaliar faz parte da condição humana e está presente em diversas ocasiões”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: BARBOSA, Flávia Renata Pinto. Avaliação da aprendizagem na formação de professores:
Estão os futuros professores preparados para avaliar? IX ANPED SUl: Seminário de pesquisa e em Educação da Região Sul, 2012. Link:
http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/paper/viewFile/2082/587. Acesso em 03 jun. 2016.

Considerando os conteúdos do livro-base da disciplina, intitulado Metodologia do ensino de História, qual das
afirmações a seguir corresponde à abordagem da pedagogia tradicional das práticas avaliativas de História?
Nota: 10.0

A O aluno é estimulado a responder as avaliações, apresentando um posicionamento crítico dentro da sua


realidade histórica.

B O professor é entendido como um mediador no processo de avaliação da aprendizagem.

C A avaliação é entendida como um processo, portanto, todas as atividades desenvolvidas na escola envolvem
uma forma de avaliação.

D As avaliações são consideradas momentos de reelaboração dos conteúdos e expressão da aprendizagem


conquistada.

E A avaliação limita-se à memorização de datas e nomes, sendo possível medir a quantidade de informações
retidas pelo aluno.
Você acertou!
Durante muito tempo, o conhecimento de História trabalhado em sala de aula esteve atrelado a uma
concepção tradicional, segundo a qual a aprendizagem está ligada à memorização. Com relação às práticas
de avaliação no ensino de História, da mesma forma, estavam também atreladas ao modo tradicional.
Assim sendo, é preciso haver superação de modelo de atividades de memorização por outras, que estimulem
a compreensão e o raciocínio. Além disso, a avaliação deve ser entendida como um processo e não como
um momento isolado na aprendizagem escolar (livro-base, p. 92).

Questão 3/10 - Metodologia do Ensino de História


Considere a seguinte afirmação:
“Brincar é uma das atividades fundamentais para o desenvolvimento da identidade e da autonomia. O fato de a
criança, desde muito cedo poder se comunicar por meio de gestos, sons e, mais tarde, representar determinado
papel na brincadeira, faz com que ela desenvolva sua imaginação, [atenção, criatividade e memória]. Amadurecem
também algumas capacidades de socialização por meio da interação, da utilização e da experimentação de regras e
papéis sociais”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: LOPES, Vanessa Gomes. Linguagem do corpo e do movimento. Curitiba, PR: FAEL,
2006. p. 110.

De acordo com as aulas e com o livro-base da disciplina, intitulado Metodologia do ensino de História, relacione as
seguintes informações aos seus respectivos jogos e brincadeiras:
1. Quebra-cabeça
2. Personagem oculto
3. Jogo de tabuleiro
4. Comércio intercolonial
5. Júri simulado

( ) Essa atividade tem como finalidade estimular o diálogo entre os participantes.


( ) Ao finalizar a montagem, cada participante deverá falar sobre a imagem formada.
( ) Nessa atividade, a resposta só poderá ser sim ou não.
( ) Os alunos serão divididos em dois grupos: um de defesa e um de acusação.
( ) Objetiva oferecer ao aluno maior conhecimento sobre atividades comerciais.
Agora, assinale a sequência correta:
Nota: 10.0

A 3–5–2–4–1

B 2–4–5–1–3

C 3–1–2–5–4
Você acertou!
A finalidade do jogo de tabuleiro é estimular o diálogo. Depois de montado o quebra-cabeça, cada grupo
deverá falar sobre a imagem que montou. Na dinâmica do “Personagem Oculto”, o professor deverá escolher
um personagem estudado e escrever o nome dele num papel. Deverá dividir a turma em dois grupos que
deverá fazer perguntas ao professor que só poderá responder sim ou não. O objetivo é tentar adivinhar o
nome do personagem escrito no papel. Para fazer o júri simulado, deverão ser ofertadas aos alunos as
seguintes funções: juiz, réu, testemunhas, advogado de defesa, advogado de acusação, jurados e policiais.
Os alunos restantes devem se dividir em dois grupos: um para auxiliar o advogado de defesa e outro para
dar assistência ao advogado de acusação, levantando argumentos contrários e favoráveis às ações do réu.
Comércio intercolonial tem como objetivo fornecer aos alunos uma noção mais clara das atividades
comerciais envolvendo Brasil, África e Portugal (livro-base, p. 111- 115 e 122).

D 4–1–2–5–3

E 3–2–1–4–5

Questão 4/10 - Metodologia do Ensino de História


Considere o seguinte fragmento de texto:
“Em 313, o imperador Constantino converteu-se ao cristianismo e permitiu o culto dessa religião em todo o Império.
Oitenta anos mais tarde, a história inverteu-se completamente. Em 391, o cristianismo não só se tornou a religião
oficial de Roma, como todas as outras religiões pagãs passaram a ser perseguidas”.
Após esta avaliação, caso queira ler integralmente esse texto, ele está disponível em: http://educacao.uol.com.br/disciplinas/historia/cristianismo-religiao-passou-de-perseguida-a-
oficial-no-imperio-romano.htm. Acesso em 30 jun. 2016.

De acordo com os conteúdos abordados nas aulas e no livro-base Metodologia do Ensino de História, o
cristianismo contribuiu decisivamente para o modo como entendemos a História da humanidade. Isso se deve ao fato
de se apresentar em uma linha contínua (cujo fato inicial é a criação do mundo e o final, a vinda do Reino de Deus) e
englobar um momento fundamental na História, qual seja:
Nota: 10.0

A a ressurreição de Cristo

B a morte de Cristo

C o surgimento da vida nos planetas

D o nascimento de Cristo
Você acertou!
O cristianismo contribuiu decisivamente para o modo como entendemos a História da humanidade.
Isso se deve ao fato de apresentar-se numa linha contínua, cujo fato inicial é a criação do mundo, e o final,
a vinda do Reino de Deus. E engloba um momento fundamental na História: o nascimento de Cristo
(livro-base p. 46).

E a vinda do Messias

Questão 5/10 - Metodologia do Ensino de História


Considere a seguinte citação:
“Émile Durkheim (1858-1917) foi um sociólogo francês. É considerado o pai da Sociologia moderna e chefe da
chamada Escola Sociológica Francesa. É o criador da teoria da coesão social. Junto com Karl Marx e Max Weber,
forma um dos pilares dos estudos sociológicos”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: E-Biografias. Émile Durkheim. Link: http://www.e-biografias.net/emile_durkheim/. Acesso em 03
jun. 2016.

Considerando os conteúdos do livro-base da disciplina, intitulado Metodologia do ensino de História, assinale a


alternativa que responde à pergunta:
Como o sociólogo Émile Durkheim definia a educação no início do século XX?
Nota: 10.0

A A questão da criatividade e da autonomia do pensamento dos educandos eram fatores a serem considerados.

B A educação deveria incutir nas crianças, nos adolescentes e nos jovens os conhecimentos e valores
necessários para que eles reproduzissem a vida social das gerações maduras.
Você acertou!
No início do século XX, Durkheim definia a educação como sendo a influência exercida pelas gerações
adultas sobre as gerações jovens, que ainda não estavam preparadas para a vida social. Em outras palavras,
a educação deveria incutir nas crianças, nos adolescentes e nos jovens os conhecimentos e valores
necessários para que eles reproduzissem a vida social das gerações maduras. Nesse contexto, a questão
da criatividade e da autonomia do pensamento não era objeto de cogitação (livro-base, p. 72).

C O aluno deveria ser estimulado a aprender a aprender.

D O aluno passa a ser o centro do processo de ensino-aprendizagem, sendo que seus interesses devem ser
considerados.

E O contexto social dos educandos deve ser prioridade e o planejamento educativo deve envolver a realidade
dos envolvidos.

Questão 6/10 - Metodologia do Ensino de História


Leia a seguinte afirmação:
“[Leopold von Ranke, historiador alemão,] pode ser considerado um dos fundadores da história científica na
Alemanha e um dos fundadores do cientificismo”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: BURGUIÉRE, André (Org.). Dicionário das ciências históricas. Tradução de Henrique de
Araújo Mesquita. Rio de Janeiro: Imago, 1993, p. 645.

Ranke exerceu um papel importante para a configuração dos aportes teóricos que possibilitaram fornecer um caráter
científico à História e definiu o que ela poderia ou não estudar.
Assim sendo, assinale a alternativa que indica os limites do estudo da História segundo Ranke:
Nota: 10.0

A mitos e sociedade

B política e religião
Você acertou!
Ranke limitou o domínio do estudo da História à política e à religião (livro-base, p. 49).

C política e fatos documentados

D fatos orais e escritos

E religião e economia
Questão 7/10 - Metodologia do Ensino de História
Leia o seguinte trecho de um texto:
“Com a gritante revolução dos meios tecnológicos, o professor de história está sentindo a necessidade de mudanças
urgentes. Existem causas externas e internas que estimulam a mudança na função do professor. Podemos citar
como causas externas: mudanças na sociedade, revolução científica e mudanças na cultura de uma época. Como
causas internas, podemos citar o esgotamento de teorias e modelos tradicionais, que levam a buscar novas
alternativas, envolvimento dos alunos com os meios de comunicação e a exigência de salas de aulas que venham a
contribuir com essa realidade”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível no artigo: SCHEIMERI, Maria Delfina Teixeira. Ensino de história e a prática educativa: projetos
interdisciplinares. Disponível em:
<http://www.ucs.br/ucs/tplcinfe/eventos/cinfe/artigos/artigos/arquivos/eixo_tematico10/ENSINO%20DE%20HISTORIA%20E%20A%20PRATICA%20EDUCATIVA.pdf>. Acesso em:
31 maio 2015.

De acordo com o livro-base Metodologia do Ensino de História, se quisermos ultrapassar a concepção tradicional,
o ensino de História precisa contribuir para que os alunos pensem historicamente.
Assinale a alternativa que confirma o que isso significa:
Nota: 10.0

A Para pensar historicamente é preciso transformar a sala de aula numa comunidade de investigação histórica.
Você acertou!
Para pensar historicamente é preciso transformar a sala de aula numa comunidade de investigação histórica.
Enfatizar que o educando deve ser capaz de interpretar por si mesmo o significado de uma fonte histórica
(livro-base, p. 122).

B Pensar historicamente significa ter esgotado os conteúdos tratados na disciplina de História.

C Pensar historicamente significa oportunizar um ensino crítico e criativo com o objetivo de inventar fatos
históricos.

D Pensar historicamente significa que o educando é capaz de criar sentido para os contextos históricos.

E A partir de pontos históricos de partida, é possível que o aluno faça interpretações livres e desenvolva o
pensamento histórico.

Questão 8/10 - Metodologia do Ensino de História


Leia a passagem de texto a seguir:
“Podemos observar que a história é uma ciência que estuda o homem, bem como o seu passado, a sua cultura, e
origens de modo a entender o seu presente. Se tornando a grande esclarecedora de perguntas que foram geradas
ao longo dos tempos, investiga os eventos usando o seu próprio método de análise documental”.
Após esta avaliação, caso queira ler integralmente esse texto, ele está disponível em:http://www.colegioweb.com.br/introducao-ao-estudo-da-historia/o-conceito-tradicional-de-
historia.html#ixzz46Z2K6sNv. Acesso em 30 jun. 2016.

De acordo com os conteúdos abordados nas aulas e no livro-base Metodologia do Ensino de História, assinale as
afirmativas corretas que, na perspectiva da abordagem tradicional, representam o que significa aprender História:

I. Memorizar fatos históricos.


II. Compreender, analisar e discutir fatos históricos.
III. Fazer um exercício em tabela relacionando em colunas nomes, datas e locais.
IV. Decorar datas e locais, eventos e nomes.
V. Memorizar conteúdos históricos e repetir a memorização nos anos seguintes.
São verdadeiras as alternativas:
Nota: 10.0
A I, II e IV apenas.

B I, III, IV e V apenas.
Você acertou!
Numa abordagem tradicional, aprender História significa montar uma tabela na qual possamos relacionar
nomes, eventos, datas e locais, além de decorar esses dados para uma eventual aprovação nos exames.
Isso não significa compreender, analisar, comparar ou discutir (livro-base, p. 73 e 74).

C III e V apenas.

D I, II e V apenas.

E I, II, III e IV apenas.

Questão 9/10 - Metodologia do Ensino de História


Leia o fragmento de texto a seguir:

“Retomar as relações entre história e memória no contexto de uma historiografia atual é também [...] a oportunidade
de pensar memórias e histórias nas suas dimensões políticas e afetivas. Memórias individuais e coletivas são em
grande medida espaços de homens e grupos se encontrarem e se portarem como sujeitos da história. Suas ações
definindo o lugar que ocupam no mundo no qual estão e que, a todo o momento, lhes cria demandas políticas.”
Após esta avaliação, caso queira ler integralmente esse texto, ele está disponível em: SANTOS, M. P. dos. História e memória: desafios de uma relação teórica. OPSIS- Curso de
História. Dossiê Teoria da História. Universidade Federal de Goiás - Campus Catalão. Catalão - GO, v. 7, n. 9, p. 81–98, jul./dez. 2007. p. 94,95. Link: Acesso em 30 mar. 2016.

De acordo com o livro-base Metodologia do Ensino de História, a memória pode ser dividida em vários tipos,
podendo ser individual, coletiva ou histórica. Assinale as alternativas que caracterizam a memória histórica:
I. Ela pode ser encontrada em livros, documentos antigos, quadros, monumentos, depoimentos orais que oferecem
às pessoas informações sobre o passado.
II. Ela é também conhecida como fontes históricas.
III. Ela está relacionada às lembranças pessoais da vida dos indivíduos.
IV. Ela pode dizer respeito a experiências de vida que não vivemos, mas foram relatadas por amigos ou parentes.
V. Ao usarmos esse tipo de memória por meio de pesquisas em documentos antigos e vestígios do passado,
estaremos colaborando para a manutenção desse tipo de memória.
Agora, marque a alternativa que apresenta as afirmativas corretas:
Nota: 10.0

A São corretas apenas as alternativas I, II e III.

B São corretas apenas as alternativas III, IV e V.

C São corretas apenas as alternativas II e V.

D São corretas apenas as alternativas I, II e V.


Você acertou!
A alternativa d é a correta, pois podemos saber muita coisa sobre o passado visto que existem livros e
documentos antigos, bem como quadros, monumentos, depoimentos orais etc. Esses materiais são
chamados fontes históricas. Ao lermos livros ou mesmo realizarmos pesquisas por meio de documentos
antigos e outros vestígios do passado, estaremos contribuindo para a construção e manutenção da memória
histórica (livro-base p. 30).

E São corretas apenas as alternativas II e IV.

Questão 10/10 - Metodologia do Ensino de História


Considere a seguinte passagem de texto:
“O processo de avaliação não diz respeito apenas ao ensino e nem pode ser apenas reduzido a técnicas. Fazendo
parte da permanente reflexão sobre a atividade humana, a avaliação constitui um processo intencional, auxiliado por
diversas ciências, e que se aplica a qualquer prática. Podemos falar na avaliação das diversas atividades
profissionais, bem como de uma empresa, de um programa, de uma política”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: GADOTTI, Moacir. Boniteza de um sonho: Ensinar e aprender com sentido. Novo Hamburgo:
Feevale, 2003, p. IX.

Tendo em vista que as práticas avaliativas do ensino tradicional precisam ser superadas e que a avaliação deve ser
entendida como um processo, nesse sentido, analise as asserções abaixo e marque a letra V para as afirmações
verdadeiras, e F para as afirmativas falsas:
I. ( ) Na concepção da avaliação como um processo, a aprendizagem é medida por meio da quantidade de
informações retidas na memória do aluno.
II. ( ) Na concepção da avaliação como um processo, o aluno deve ser estimulado a responder as avaliações,
apresentando um posicionamento crítico dentro da sua realidade histórica.
III. ( ) Na concepção da avaliação como um processo, todas as atividades desenvolvidas na escola envolvem uma
forma de avaliação.
IV. ( ) Na concepção da avaliação como um processo, as avaliações formais são consideradas um reflexo do
processo e não de um momento.
V. ( ) Na concepção da avaliação como um processo, a atenção, o interesse e a participação dos alunos são
avaliados pelo professor.
Agora, marque a alternativa com a sequência correta:
Nota: 0.0

A V–V–V–F–F

B F–V–F–F–V

C V–F–V–F–V

D V–V–F–V–F

E F–V–V–V–V
Com relação às práticas de avaliação no ensino de História, é preciso haver superação de modelo de
atividades de memorização por outras, que estimulem a compreensão e o raciocínio. Além disso, a avaliação
deve ser entendida como um processo e não como um momento isolado na aprendizagem escolar.
É preciso fazer com que as avaliações formais sejam um reflexo do processo, e não de um momento.
Em uma aula expositiva, ao mesmo tempo que o professor apresenta o conteúdo, ele também avalia a
atenção, o interesse e a participação dos alunos (livro-base, p. 87-91).

Questão 1/10 - Metodologia do Ensino de História


Considere a seguinte afirmação:
“Brincar é uma das atividades fundamentais para o desenvolvimento da identidade e da autonomia. O fato de a criança,
desde muito cedo poder se comunicar por meio de gestos, sons e, mais tarde, representar determinado papel na
brincadeira, faz com que ela desenvolva sua imaginação, [atenção, criatividade e memória]. Amadurecem também algumas
capacidades de socialização por meio da interação, da utilização e da experimentação de regras e papéis sociais”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: LOPES, Vanessa Gomes. Linguagem do corpo e do movimento. Curitiba, PR: FAEL, 2006. p. 110.

De acordo com as aulas e com o livro-base da disciplina, intitulado Metodologia do ensino de História, relacione as
seguintes informações aos seus respectivos jogos e brincadeiras:
1. Quebra-cabeça
2. Personagem oculto
3. Jogo de tabuleiro
4. Comércio intercolonial
5. Júri simulado

( ) Essa atividade tem como finalidade estimular o diálogo entre os participantes.


( ) Ao finalizar a montagem, cada participante deverá falar sobre a imagem formada.
( ) Nessa atividade, a resposta só poderá ser sim ou não.
( ) Os alunos serão divididos em dois grupos: um de defesa e um de acusação.
( ) Objetiva oferecer ao aluno maior conhecimento sobre atividades comerciais.
Agora, assinale a sequência correta:
Nota: 10.0

A 3–5–2–4–1

B 2–4–5–1–3

C 3–1–2–5–4
Você acertou!
A finalidade do jogo de tabuleiro é estimular o diálogo. Depois de montado o quebra-cabeça, cada grupo deverá falar sobre a imagem que m
Oculto”, o professor deverá escolher um personagem estudado e escrever o nome dele num papel. Deverá dividir a turma em dois grupos q
poderá responder sim ou não. O objetivo é tentar adivinhar o nome do personagem escrito no papel. Para fazer o júri simulado, deverão ser
juiz, réu, testemunhas, advogado de defesa, advogado de acusação, jurados e policiais. Os alunos restantes devem se dividir em dois grupos
outro para dar assistência ao advogado de acusação, levantando argumentos contrários e favoráveis às ações do réu. Comércio intercolonial
noção mais clara das atividades comerciais envolvendo Brasil, África e Portugal (livro-base, p. 111- 115 e 122).

D 4–1–2–5–3

E 3–2–1–4–5

Questão 2/10 - Metodologia do Ensino de História


Considere a seguinte citação:
“A avaliação é uma tarefa didática necessária e permanente do trabalho docente, que deve acompanhar passo a passo o
processo de ensino e aprendizagem. Através dela, os resultados que vão sendo obtidos no decorrer do trabalho conjunto do
professor e dos alunos são comparados com os objetivos propostos a fim de constatar progressos, dificuldades, e reorientar
o trabalho para as correções necessárias”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: LIBÂNEO, José Carlos. Didática. Coleção Magistério 2° Grau Série Formando Professor. São Paulo:

Cortez, 1994. p. 195.

Tendo em vista os conteúdos do livro-base da disciplina, intitulado Metodologia do ensino de História, sobre a prática da
avaliação no ensino de História, assinale V para as afirmativas verdadeiras, e F para as afirmativas falsas:
I. ( ) Numa concepção tradicional, a avaliação seria uma forma de mensurar a memorização do aluno.
II. ( ) A qualidade da aprendizagem pode ser representada por meio de uma nota.
III. ( ) Para avaliar a aprendizagem do aluno, as questões objetivas são de grande valia para a avaliação no ensino de História.
IV. ( ) Todas as atividades realizadas na escola envolvem algum tipo de avaliação.
V. ( ) As avaliações formais são considerados momentos de reelaboração dos conteúdos.
Agora, assinale a sequência correta:
Nota: 10.0

A V–F–F–V–V
Você acertou!
Numa concepção tradicional, a avaliação seria uma maneira de medir a quantidade de informações retidas na memória do educando. É errô
qualitativo pode ser fielmente representada por nota ou conceito. As questões objetivas exigem precisão de resultados e reforçam essa ideia
modos de entender o processo histórico, levam à superação do anacronismo. Todas as atividades realizadas na escola envolvem uma forma
momentos de construção do conhecimento e de reelaboração dos conteúdos (livro-base, p. 87-91).

B V–V–V–F–F

C F–V–F–F–V

D V–F–V–F–V

E V–V–F–V–F

Questão 3/10 - Metodologia do Ensino de História


Considere a seguinte afirmação:
“Tradicionalmente, o ensino de História e Geografia aparece no contexto escolar como disciplinas autônomas e isoladas.
Essa divisão do conhecimento em áreas bem diferenciadas faz com que o aluno identifique, de forma reducionista, a
História com datas, nomes e fatos históricos, e a Geografia com a extensa lista de nomes de países, rios, planaltos, planícies
etc.”.
Após esta avaliação, caso queira ler integralmente esse texto, ele está disponível

em: http://arquivos.castelobranco.br/data/publico/instrucionais/pedagogia/metodologia_ensino_historia_geografia.pdf. Acesso em 30 jun. 2016.

De acordo com os conteúdos do livro-base Metodologia do Ensino de História, é correto afirmar que a importância do
estudo da História é a de:
Nota: 10.0

A Colaborar para a formação da cidadania do aluno e do professor.

B Estudar o ser humano e suas relações sociais ao longo do tempo.


Você acertou!
A História é uma forma de conhecimento que estuda o ser humano em suas relações sociais ao longo do tempo. Ela visa descobrir como viv
identificar mudanças e permanências nas instituições políticas, na religião, na economia, no campo das ideias, nos costumes etc (livro-base

C Investigar o espaço humano e suas formas de transformação e ocupação.

D Estudar a vida humana.

E Comparar o que fomos com o que pretendemos ser.

Questão 4/10 - Metodologia do Ensino de História


Leia o seguinte trecho de um texto:
“A Teoria da História é um campo de estudo que busca entender as diversas teorias que o conhecimento Histórico envolve.
Justamente por não ter uma concepção única de analisar o passado, todas essas teorias alimentam vários debates entres
várias concepções”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: <http://www.infoescola.com/historia/teoria-da-historia/>. Acesso em: 31 maio 2016.

De acordo com o livro-base Metodologia do Ensino de História, qual história, surgida a partir do século XIX, é considerada
rigorosa ao distinguir o que é fato e o que é ficção, mas, ao mesmo tempo, é despida de qualquer comprometimento com
determinada concepção moral?
Assinale a alternativa correta:
Nota: 10.0

A Pré-História

B História antiga

C História científica
Você acertou!
A história cientifica é rigorosa ao distinguir o que é fato e o que é ficção, mas ao mesmo tempo despida de qualquer comprometimento com
partir do século XIX (livro-base, p. 48).

D História moderna

E História medieval

Questão 5/10 - Metodologia do Ensino de História


Considere a seguinte citação:
“Émile Durkheim (1858-1917) foi um sociólogo francês. É considerado o pai da Sociologia moderna e chefe da chamada
Escola Sociológica Francesa. É o criador da teoria da coesão social. Junto com Karl Marx e Max Weber, forma um dos pilares
dos estudos sociológicos”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: E-Biografias. Émile Durkheim. Link: http://www.e-biografias.net/emile_durkheim/. Acesso em 03 jun.

2016.

Considerando os conteúdos do livro-base da disciplina, intitulado Metodologia do ensino de História, assinale a alternativa
que responde à pergunta:
Como o sociólogo Émile Durkheim definia a educação no início do século XX?
Nota: 10.0

A A questão da criatividade e da autonomia do pensamento dos educandos eram fatores a serem considerados.

B A educação deveria incutir nas crianças, nos adolescentes e nos jovens os conhecimentos e valores necessários para que eles reproduzissem
Você acertou!
No início do século XX, Durkheim definia a educação como sendo a influência exercida pelas gerações adultas sobre as gerações jovens, q
social. Em outras palavras, a educação deveria incutir nas crianças, nos adolescentes e nos jovens os conhecimentos e valores necessários p
gerações maduras. Nesse contexto, a questão da criatividade e da autonomia do pensamento não era objeto de cogitação (livro-base, p. 72).

C O aluno deveria ser estimulado a aprender a aprender.

D O aluno passa a ser o centro do processo de ensino-aprendizagem, sendo que seus interesses devem ser considerados.

E O contexto social dos educandos deve ser prioridade e o planejamento educativo deve envolver a realidade dos envolvidos.
Questão 6/10 - Metodologia do Ensino de História
Leia a seguinte afirmação:
“[Leopold von Ranke, historiador alemão,] pode ser considerado um dos fundadores da história científica na Alemanha e um
dos fundadores do cientificismo”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: BURGUIÉRE, André (Org.). Dicionário das ciências históricas. Tradução de Henrique de Araújo

Mesquita. Rio de Janeiro: Imago, 1993, p. 645.

Ranke exerceu um papel importante para a configuração dos aportes teóricos que possibilitaram fornecer um caráter
científico à História e definiu o que ela poderia ou não estudar.
Assim sendo, assinale a alternativa que indica os limites do estudo da História segundo Ranke:
Nota: 10.0

A mitos e sociedade

B política e religião
Você acertou!
Ranke limitou o domínio do estudo da História à política e à religião (livro-base, p. 49).

C política e fatos documentados

D fatos orais e escritos

E religião e economia

Questão 7/10 - Metodologia do Ensino de História


Leia o seguinte trecho de um texto:
“Com a gritante revolução dos meios tecnológicos, o professor de história está sentindo a necessidade de mudanças
urgentes. Existem causas externas e internas que estimulam a mudança na função do professor. Podemos citar como
causas externas: mudanças na sociedade, revolução científica e mudanças na cultura de uma época. Como causas internas,
podemos citar o esgotamento de teorias e modelos tradicionais, que levam a buscar novas alternativas, envolvimento dos
alunos com os meios de comunicação e a exigência de salas de aulas que venham a contribuir com essa realidade”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível no artigo: SCHEIMERI, Maria Delfina Teixeira. Ensino de história e a prática educativa: projetos

interdisciplinares. Disponível em:

<http://www.ucs.br/ucs/tplcinfe/eventos/cinfe/artigos/artigos/arquivos/eixo_tematico10/ENSINO%20DE%20HISTORIA%20E%20A%20PRATICA%20EDUCATIVA.pdf>. Acesso em: 31 maio

2015.

De acordo com o livro-base Metodologia do Ensino de História, se quisermos ultrapassar a concepção tradicional, o ensino
de História precisa contribuir para que os alunos pensem historicamente.
Assinale a alternativa que confirma o que isso significa:
Nota: 10.0

A Para pensar historicamente é preciso transformar a sala de aula numa comunidade de investigação histórica.
Você acertou!
Para pensar historicamente é preciso transformar a sala de aula numa comunidade de investigação histórica. Enfatizar que o educando deve
significado de uma fonte histórica (livro-base, p. 122).

B Pensar historicamente significa ter esgotado os conteúdos tratados na disciplina de História.

C Pensar historicamente significa oportunizar um ensino crítico e criativo com o objetivo de inventar fatos históricos.

D Pensar historicamente significa que o educando é capaz de criar sentido para os contextos históricos.
E A partir de pontos históricos de partida, é possível que o aluno faça interpretações livres e desenvolva o pensamento histórico.

Questão 8/10 - Metodologia do Ensino de História


Leia o seguinte trecho de texto:

“O conceito de que a História é baseada num amontoado de informações ainda resiste e esteve a serviço da construção de
ideologias atreladas ao poder e à formação de uma formação cívica e moral, fortemente associada à questão da memória
nacional”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível no livro: MENDES, Andréa Ribeiro. Metodologia do Ensino de História e Geografia. Rio de Janeiro: UCB, 2012.

p. 34.

De acordo com o livro-base Metodologia do Ensino de História, o estudo da História desperta diferentes modos de pensar.
Em relação a esse pensamento, analise as afirmativas a seguir:
I. As ações e ideias das pessoas que viveram no passado decorrem dos seus próprios contextos históricos.
II. Podemos aplicar as mesmas ações e ideias dos personagens que viveram há tempos, pois vivemos as mesmas
circunstâncias.
III. Uma ação que produziu determinado resultado no passado pode produzir diferentes resultados no presente.
IV. As pessoas investigam o passado para encontrar caminhos iguais a serem trilhados no presente.
V. Usamos a História para nos localizarmos no tempo e nela buscamos nossa identidade.
Estão corretas as alternativas:
Nota: 10.0

A I, III e V apenas.
Você acertou!
As ações e ideias dos personagens do passado deram origem a determinados resultados em seus próprios contextos históricos. Por isso, não
época, pois vivemos em circunstâncias diferentes. Uma ação que produziu determinado resultado no passado pode produzir resultados difer
investigamos o passado para encontrar nele “receitas” de como agir, mas sim para que possamos ter uma melhor compreensão da ação hum
seríamos capazes de nos localizarmos no tempo e perderíamos, assim, parte de nossa própria identidade (livro-base, p. 26,27).

B I e III apenas.

C III, IV e V apenas.

D I, II, III e IV apenas.

E I e II apenas.

Questão 9/10 - Metodologia do Ensino de História


Leia o seguinte fragmento de texto:
“De maneira geral, o termo avaliação está relacionado aos atos de julgar, de dar valor, de formular concepções a respeito de
atitudes, sujeitos e objetos a partir de critérios particulares e pré-determinados. Somos diariamente avaliados e avaliadores,
o que constrói a ideia de que todas as pessoas estão preparadas para essa ação. Dessa forma, avaliar faz parte da condição
humana e está presente em diversas ocasiões”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: BARBOSA, Flávia Renata Pinto. Avaliação da aprendizagem na formação de professores: Estão os

futuros professores preparados para avaliar? IX ANPED SUl: Seminário de pesquisa e em Educação da Região Sul, 2012. Link:

http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/paper/viewFile/2082/587. Acesso em 03 jun. 2016.

Considerando os conteúdos do livro-base da disciplina, intitulado Metodologia do ensino de História, qual das afirmações
a seguir corresponde à abordagem da pedagogia tradicional das práticas avaliativas de História?
Nota: 10.0
A O aluno é estimulado a responder as avaliações, apresentando um posicionamento crítico dentro da sua realidade histórica.

B O professor é entendido como um mediador no processo de avaliação da aprendizagem.

C A avaliação é entendida como um processo, portanto, todas as atividades desenvolvidas na escola envolvem uma forma de avaliação.

D As avaliações são consideradas momentos de reelaboração dos conteúdos e expressão da aprendizagem conquistada.

E A avaliação limita-se à memorização de datas e nomes, sendo possível medir a quantidade de informações retidas pelo aluno.
Você acertou!
Durante muito tempo, o conhecimento de História trabalhado em sala de aula esteve atrelado a uma concepção tradicional, segundo a qual
Com relação às práticas de avaliação no ensino de História, da mesma forma, estavam também atreladas ao modo tradicional. Assim sendo
atividades de memorização por outras, que estimulem a compreensão e o raciocínio. Além disso, a avaliação deve ser entendida como um p
aprendizagem escolar (livro-base, p. 92).

Questão 10/10 - Metodologia do Ensino de História


Considere o seguinte fragmento de texto:
“Em 313, o imperador Constantino converteu-se ao cristianismo e permitiu o culto dessa religião em todo o Império. Oitenta
anos mais tarde, a história inverteu-se completamente. Em 391, o cristianismo não só se tornou a religião oficial de Roma,
como todas as outras religiões pagãs passaram a ser perseguidas”.
Após esta avaliação, caso queira ler integralmente esse texto, ele está disponível em: http://educacao.uol.com.br/disciplinas/historia/cristianismo-religiao-passou-de-perseguida-a-oficial-

no-imperio-romano.htm. Acesso em 30 jun. 2016.

De acordo com os conteúdos abordados nas aulas e no livro-base Metodologia do Ensino de História, o cristianismo
contribuiu decisivamente para o modo como entendemos a História da humanidade. Isso se deve ao fato de se apresentar
em uma linha contínua (cujo fato inicial é a criação do mundo e o final, a vinda do Reino de Deus) e englobar um momento
fundamental na História, qual seja:
Nota: 10.0

A a ressurreição de Cristo

B a morte de Cristo

C o surgimento da vida nos planetas

D o nascimento de Cristo
Você acertou!
O cristianismo contribuiu decisivamente para o modo como entendemos a História da humanidade. Isso se deve ao fato de apresentar-se nu
criação do mundo, e o final, a vinda do Reino de Deus. E engloba um momento fundamental na História: o nascimento de Cristo (livro-bas

E a vinda do Messias

Você também pode gostar