Você está na página 1de 3

SHORT PAPER: CARACTERÍSTICAS E OBJETIVOS

Fonte: http://fabraiadm2008.blogspot.com/2008/08/1.html

O SHORT PAPER é um trabalho acadêmico que se limita à discussão de apenas uma


idéia sobre um aspecto da realidade observada. Em outras palavras, neste trabalho,
pede-se ao acadêmico que elabore e desenvolva um argumento, ou seja, que ele, de
maneira crítica e objetiva, posicione-se diante da questão a ser elaborada ao longo do
trabalho.

O trabalho deverá conter os seguintes elementos:


a) dados de identificação nomeando a universidade, curso, período, disciplina,
professor e aluno — todos no cabeçalho da folha (A4);
b) título obrigatório;
c) objetivo destacado no primeiro parágrafo, com a delimitação do corpus de análise,
ou seja, deve ficar claro para o leitor o eixo temático destacado pelo acadêmico;
d) desenvolvimento, discussão, análise ou descrição do assunto em foco. O
acadêmico deve fundamentar seu ponto de vista. O posicionamento não poderá
ficar no achismo;
e) notas conclusivas, isto é, no último parágrafo, o acadêmico deverá apresentar com
concisão as principais posições assumidas no trabalho;
f) bibliografia de todo o suporte teórico utilizado como fonte de pesquisa;
g) todo o trabalho deverá seguir, rigorosamente, as normas da ABNT. Quando o
paper apresentar em seu foco central a interpretação de um componente social ou
empresarial específico, vivenciada pelo acadêmico, será necessário citar o local ou
espaço a que se refere o fenômeno.

O trabalho não pode ultrapassar nem ser menor do que uma lauda, ou seja, uma folha A4.
Nesse espaço, o acadêmico deve ser objetivo e colocar a essência das suas reflexões.
Por esta razão, o SHORT PAPER dispensa elementos usualmente obrigatórios aos
demais trabalhos acadêmicos (capa, sumário, introdução, desenvolvimento, conclusão,
etc.).

Para o nosso espaço acadêmico, somente serão aceitos trabalhos elaborados a partir dos
textos recomendados pelo professor. Caso o acadêmico tenha o interesse em fazer o
trabalho com textos que não foram disponibilizados, o mesmo deverá apresentá-lo
previamente, para que possamos verificar a possibilidade de usá-los.

2. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
A proposta de composição do SHORT PAPER prevê a produção de um texto capaz de
circular com eficiência no meio acadêmico. Desse modo, não basta escrever sobre um
determinado tema na modalidade culta da língua. Antes, é preciso ter em vista todas as
condições contextuais que interferem na situação de produção, circulação e recepção do
texto. Isso significa que o produtor do SHORT PAPER deve levar em conta, entre outros
fatores, os conhecimentos necessários à discussão do assunto a ser tratado, os efeitos de
sentido que pretende provocar e, principalmente, o leitor ao qual o texto se dirige.

No entanto, além da consideração do funcionamento do SHORT PAPER enquanto


produção comunicativa acadêmica, a avaliação dos textos se dará com base na
observação de outros aspectos, a saber: a compreensão da proposta de atividade; a
coerência e relevância dos argumentos e conceitos selecionados; a organização dos
argumentos/conceitos na superfície do texto; e, por fim, a adequação no uso da língua
escrita.

3. COMENTÁRIOS ÚTEIS
3.1. Apresentação
· O cabeçalho dever conter corretamente os dados de identificação da universidade, do
curso, do período, da disciplina, do professor e do aluno.
· Os parágrafos devem ser sinalizados com o recuo a 1,25cm da margem esquerda.
· O texto deverá ser digitado em espaço 1,5 entre linhas, e a fonte recomendada é a
Times New Roman, tamanho 12, em papel A4.
· A referência bibliográfica deve ser identificada e obedecer às normas da ABNT.
· É importante observar o alinhamento do texto, procurando ajustá-lo também na margem
direita (através da ferramenta “justificar” da barra de ferramentas do Windows).

3.2. Conteúdo
· O SHORT PAPER não pretende ser uma paráfrase de um texto original. Trata-se de um
trabalho acadêmico em que se busca discutir uma idéia a partir de um texto proposto pelo
professor. Portanto, a argumentação tem relevância nesse tipo de trabalho. O simples
repasse (ou repetição) de idéias abordadas na referência bibliográfica não corresponde à
proposta da atividade.
· As citações devem obedecer às regras gerais de apresentação de citações da ABNT, do
contrário, tornam-se apropriações indevidas.
· O trabalho acadêmico, em função de sua pretensão científica, preza pela objetividade e
impessoalidade, em detrimento da subjetividade. Dessa forma, é mais apropriado o
emprego da 3ª pessoa na construção do texto, evitando-se a 1ª pessoa, que dá um
caráter mais pessoal — e, portanto, subjetivo — ao texto.
· É importante evitar a repetição excessiva de palavras e/ou expressões, pois isso torna
cansativa a leitura e empobrece o texto.
· As frases curtas facilitam o entendimento do leitor e colaboraram para o emprego
eficiente das pontuações e concordâncias nominais e verbais. Frases muito extensas
demandam, por exemplo, um número maior de vírgulas, que podem dificultar o seu bom
emprego e a própria leitura.
· O emprego do “onde” deve limitar-se a indicar lugares, física e geograficamente falando.
· “A fim de” sinônimo de “com o objetivo/propósito de” deve ser grafado separado (não
“afim”), assim como “a partir de” (não “apartir de”).
· As palavras e expressões estrangeiras devem ser sinalizadas com a fonte em itálico ou
vir entre aspas.

Você também pode gostar