Você está na página 1de 26

PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE

SAÚDE OCUPACIONAL - PCMSO

DU’ TRIGO LTDA.

Outubro/2012

22
01 – DA EMPRESA
EMPRESA: DU’ TRIGO LTDA.
CNPJ: 08.684.252/0001-99 CNAE: 10.92-9-00 GRAU DE RISCO: 03 N.º FUNC.: 43
ENDEREÇO: RODOVIA PB 073, LOTE 8, QUADRA 3 – Guarabira – PB.
ATIVIDADE: Fabricação de biscoitos e bolachas.
FONE / FAX: (83) 3271-0249

02 – DO MÉDICO
02.2 02.1 MÉDICO COORDENADOR / MÉDICO EXAMINADOR
Nome: Jerusa Barreto Dias CRM/PB: 3523
End. Av. Dom Pedro I, 1040 – Centro – João Pessoa/PB - Cep.58.013-021
Telefone: 83-3241-6444 E-mail: jerusabarreto@yahoo.com.br
Horário de Atendimento: Pré-agendado – diariamente nos turnos manhã e tarde.

03 – DOS FUNCIONÁRIOS
DEMONSTRATIVO POR CARGO/FUNÇÃO
Número de Funcionários
FUNÇÃO Masculino Feminino
Forneiro 04 -
Empacotador 10 -
Mestre de Obras 01 -
Promotor de Vendas 07 -
Servente de Obras 02 -
Adm. RH 01 -
Vigia Noturno 01 -
Promotora - 01
Serviços Gerais 03 -
Pedreiro 01 -
Vendedor 03 -
Mestre 03 -
Motorista 03 -
Adm. Gerente 01 -
Aux. Padeiro 01 -
Aux. Produção 01 -
TOTAL = 43

04 – APRESENTAÇÃO E OBJETIVOS DO PCMSO

04.1 APRESENTAÇÃO
De acordo com a Norma Regulamentadora n.º 7 (NR-7), da Portaria 3.214 do
Ministério do Trabalho e Emprego, todos os estabelecimentos e instituições que
1
admitam trabalhadores como empregados, estão obrigados à elaboração e
implementação do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO,
com o objetivo de promover a preservação da saúde do conjunto dos seus empregados.
Já consagrado, tem-se como condição ao cumprimento da lei e o êxito do que
se propõe, que todo e qualquer programa de saúde requer o emprego de linguagem e
métodos da maior simplicidade possível à imprescindível clareza que permita sua
melhor assimilação.
Dessa metodologia, depende um equilíbrio mínimo entre os respectivos
entendimentos dos profissionais da saúde, para os quais está bem claro o que propõe o
programa, e os demais profissionais e trabalhadores da empresa, para os quais deverá
estar bem definido o que se procura atingir com a implantação do programa.

04.2 OBJETIVOS
Objetivando promover a preservação da saúde do conjunto dos empregados, a
Norma Regulamentadora n.º 7 (NR-7), estabelece os parâmetros mínimos e diretrizes
gerais a serem observados na execução do Programa de Controle Médico de Saúde
Ocupacional – PCMSO, restando a todos os envolvidos de sua elaboração a execução:

 instituir cultura prevencionista adequada à responsabilidade social da empresa e de


todos que a integram, intuindo a incorporação dessa cultura às respectivas atividades
econômica e profissional;
 atuar na prevenção, rastreamento e diagnóstico precoce dos agravos à saúde
relacionados ao trabalho;
 padronizar e normatizar as ações voltadas ao Controle Médico de Saúde
Ocupacional;
 atuar na promoção da saúde de todos os colaboradores.

05 – DAS DIRETRIZES

05.1 - O PCMSO é parte integrante do conjunto mais amplo de iniciativas da empresa


no campo da saúde dos trabalhadores, devendo estar articulado com o disposto nas
demais Normas Regulamentadoras - NRs, especialmente a NR 9 – PPRA – Programa
de Prevenção de Riscos ambientais.

2
05.2 O PCMSO deverá considerar as questões incidentes sobre o indivíduo e
coletividade de trabalhadores, privilegiando o instrumental clínico-epidemiológico na
abordagem da relação entre sua saúde e o trabalho.

05.3 O PCMSO deverá ter caráter de prevenção, rastreamento e diagnóstico precoce


dos agravos à saúde relacionados ao trabalho, inclusive de natureza subclínica, além da
constatação da existência de casos de doenças profissionais ou danos irreversíveis à
saúde dos trabalhadores.

05.4 O PCMSO deverá ser planejado e implantado com base nos riscos à saúde dos
trabalhadores, especialmente os identificados nas avaliações previstas nas demais
Normas Regulamentadoras - NRs.

06 – DAS RESPONSABILIDADES

06.1 COMPETE AO EMPREGADOR/EMPRESA


a) garantir a elaboração e efetiva implementação do Programa de Controle Médico
de Saúde Ocupacional – PCMSO, bem como zelar pela sua eficácia;
b) custear, sem ônus para o empregado, todos os procedimentos relacionados ao
Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional;
c) determinar ao departamento de pessoal ou seu representante, obrigação das
providências necessárias ao cumprimento das ações e medidas determinadas
pelo PCMSO, bem como o encaminhamento e a realização dos exames e
procedimentos médicos dos empregados, observando e cumprindo os prazos
estabelecidos;
d) indicar, dentre os médicos dos Serviços Especializados em engenharia de
Segurança e Medicina do Trabalho – SESMT, da empresa, um coordenador
responsável pela execução do PCMSO;
e) no caso de a empresa estar desobrigada de manter médico do trabalho, de
acordo com a Norma Regulamentadora n.º 4 – NR 4, deverá o empregador
indicar médico do trabalho, empregado ou não da empresa, para coordenar o
PCMSO.
06.2 COMPETE AO MÉDICO COORDENADOR
a) elaborar o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional;
b) realizar os exames médicos ou encarregar os mesmos a profissional médico
familiarizado com os princípios da patologia ocupacional e suas causas, bem

3
como com o ambiente, as condições de trabalho e os riscos a que está ou será
exposto cada trabalhador da empresa a ser examinado;
c) indicar e encarregar dos exames complementares previstos nos itens, quadros e
anexos da Norma Regulamentadora, profissionais e/ou entidades devidamente
capacitados, equipados e qualificados;
d) elaborar o relatório anual, o qual deverá ser arquivado e discutido com a
Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA, quando existente na
empresa, ou com a gerencia e o responsável pelo cumprimento das normas de
Segurança e Medicina do Trabalho.

06.3 COMPETE AO MÉDICO EXAMINADOR


a) realizar os exames físico e clínico, avaliar os resultados dos exames
complementares e registrar em prontuário clínico individual;
b) firmar competente atestado do respectivo Exame de Saúde ocupacional
realizado: Admissional; Periódico; de Retorno ao Trabalho; de Mudança de
Função ou; Demissional;
c) dos procedimentos realizados em conformidade com o Médico coordenador,
informar e solicitar a empresa por escrito, o afastamento do empregado da
atividade ou risco, se for detectado qualquer alteração da saúde do trabalhador
através dos exames realizados.

07 – ATIVIDADES

07.1 PREVENÇÃO DA SAÚDE


Promoção e Proteção à Saúde através de Ações e Programas preventivos
específicos na área de saúde ocupacional.

07.1.1 PALESTRAS EDUCATIVAS


São ações desenvolvidas de forma geral ou em áreas específicas da empresa,
no intuito de instituir uma cultura prevencionista adequada às responsabilidades sociais
de todos – empresa, empregados e todos os demais colaboradores.

4
07.1.2 PROGRAMAS PREVENTIVOS
São ações desenvolvidas em áreas específicas, com a finalidade de eliminar ou
diminuir a ocorrência de acidentes ou doenças ocupacionais, através de medidas
preventivas e/ou corretivas.

07.2 MANUTENÇÃO DA SAÚDE


A manutenção da saúde será perseguida mediante monitoramentos ambientais
e biológicos realizados periodicamente (anualmente) pelo Serviço Especializado de
Segurança e Medicina do Trabalho – SESMT da própria empresa ou por profissionais
capacitados e contratados para tanto, desenvolvidos através de procedimentos e exames
clínicos, conforme previsto na Norma Regulamentadora, visando prevenir e identificar
precoce-mente as doenças do trabalho, a fim de bloquear sua evolução e evitar possível
agravamento.

07.3 RECUPERAÇÃO DA SAÚDE


Para a recuperação, readaptação e reabilitação, será realizada pelo Médico
Coordenador do Programa ou pelo médico atendente por ele determinado, avaliação
clínica nos funcionários que apresentem sequelas ou que tenham sua capacidade de
trabalho diminuída, para que possam ser readaptados em função compatível, através de
processos de readaptação ou reabilitação temporária ou definitiva.

08 – EXAMES DE SAÚDE OCUPACIONAIS


A aptidão física e mental para o exercício de função no desenvolvimento das
atividades da empregadora, será atestada pelo Médico Examinador, através de Atestado
de Saúde Ocupacional.
Os exames de saúde ocupacionais compreendem a avaliação clínica,
abrangendo anamnese ocupacional e exame físico e mental, bem como de exames
complementares de acordo com os termos especificados na Norma Regulamentadora n.º
7 e seus anexos, sendo:

 Admissional
 Periódico
 Retorno ao Trabalho
 Mudança de Função
 Demissional

5
Exceto os exames periódicos – de monitoração – todos os demais são de
natureza prévia e, obrigatoriamente, deverão ser realizados de forma a preceder seus
respectivos fins – antes do início; antes do retorno e; antes da mudança do trabalho –
pois para o exercício da função, depende o trabalhador do respectivo atestado de aptidão
e, de igual forma, nos casos de demissão, para os quais dependerá a empresa do
competente atestado de que não tenha o trabalhador, prejudicada ou diminuída sua
saúde em decorrência de trabalho desenvolvido na mesma.

08.1 ADMISSIONAL
Como sugere sua própria denominação, com o objetivo de investigar a
capacidade física e emocional do indivíduo, de acordo com a função pretendida de
modo a adequá-lo o mais racionalmente possível, sem prejuízo do candidato, demais
trabalhadores e da empresa, o exame de saúde admissional deve preceder a efetiva
admissão, realizado antes que o trabalhador assuma a prática de suas funções na
empresa. O exame médico admissional é composto de anamnese ocupacional e geral,
exame físico e mental, além de exames complementares constantes do PCMSO e outros
que, a critério médico, julgar necessários ao atestado que irá considerar o trabalhador
apto ou inapto para o exercício da função.

08.2 PERIÓDICO
O exame de saúde periódico será realizado semestral, anual e bienalmente, de
acordo com as especificações contidas na Norma regulamentadora – NR-7. Tem como
objetivo, promover a investigação clínica e a realização dos exames complementares
disciplinados no PCMSO para a monitoração da saúde ocupacional, podendo ainda, a
critério médico, ser realizado outros exames para detectar possíveis desvios da saúde do
trabalhador, o mais precocemente possível, de acordo com a atividade exercida.

8.3 RETORNO AO TRABALHO


O exame médico de retorno ao trabalho deverá se realizar no primeiro dia do
retorno ao trabalho do trabalhador ausente por período igual ou superior a 30 (trinta)
dias, em razão de doença ou acidente, de natureza ocupacional ou não e, licença
maternidade. Realiza-se por investigação clínica, através da anamnese ocupacional,
exame físico e mental, podendo, a critério médico, ser solicitados outros procedimentos

6
médicos ou exames complementares para a confirmação da necessária aptidão do
trabalhador para o retorno ao exercício de sua respectiva função.

08.4 MUDANÇA DE FUNÇÃO


A exemplo dos exames admissionais, sendo o objetivo, de atestar a necessária
aptidão do trabalhador, obrigatoriamente, o exame médico de mudança de função
deverá ser realizado antes da efetiva mudança. O exame médico de mudança de função
decorrerá de investigação clínica, através de anamnese ocupacional, exame físico e
mental, além de exames complementares constantes do PCMSO e outros que, a critério
médico, julgar necessários ao atestado que irá considerar o trabalhador apto ou inapto
para o exercício da nova função.

08.5 DEMISSIONAL
Realizar-se-ão, obrigatoriamente, os exames de saúde demissionais, desde que:
 decorridos 135 (cento e trinta e cinco) dias da realização do último exame de
saúde ocupacional de trabalhador de empresas de grau de risco 1 e 2, segundo o
Quadro 1 da Norma Regulamentadora – NR-4;

 decorridos 90 (noventa) dias da realização do último exame de saúde


ocupacional de trabalhador de empresas de grau de risco 3 e 4, segundo o
Quadro 1 da Norma Regulamentadora – NR-4.

Observados os respectivos prazos e enquadramentos anteriores, os exames de


saúde demissionais serão realizados, obrigatoriamente, até o último dia da vigência do
respectivo contrato de trabalho, tendo como objetivo a realização de investigação clínica
capaz de avaliar se o trabalho exercido naquela função pelo empregado não produziu
nenhum prejuízo a sua saúde física e mental, emitindo e firmando competente e
obrigatório atestado a ser juntado ao ato homologatório da rescisão contratual.

09 – PERIODICIDADE DOS EXAMES

09.1 SEMESTRAL
Para os trabalhadores expostos a riscos ou situações de trabalho que impliquem
no desencadeamento ou agravamento de doença ocupacional, ou, ainda, para aqueles
que sejam portadores de doenças crônicas. Os exames deverão ser solicitados a critério
do médico encarregado, ou ainda, se notificado pelo médico agente da inspeção do
trabalho.
7
09.2 ANUAL
Para trabalhadores menores de 18 (dezoito) anos e maiores de 45 (quarenta e
cinco) anos.
09.3 BIENAL
Para os trabalhadores de empresas de grau de risco 1 e 2, com idades entre 18
(dezoito) anos e 45 (quarenta e cinco) anos.

OBSERVAÇÕES:
 Além dos exames médicos e laboratoriais previstos pelo presente Programa de
Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO, poderá o médico
examinador solicitar outros exames complementares ao exame clínico,
justificando a solicitação no prontuário do funcionário.
 Será realizado o cálculo do IMC (Índice de massa Corporal) nos exames
admisionais e periódicos para acompanhamento do desgaste físico e
nutricional dos trabalhadores envolvidos na coleta do lixo(agentes de
limpeza)
 Para cada exame médico realizado, o Serviço de Segurança e Medicina do
Trabalho contratado pela empresa, emitirá o ASO – Atestado de Saúde
Ocupacional em 3 (três) vias que, devidamente firmadas pelo médico
examinador, deverá a 1ª via, ser encaminhada para o arquivo no local de
trabalho, onde permanecerá à disposição da Fiscalização. A 2ª via será arquivada
juntamente com os demais documentos que compõem o histórico ocupacional da
empresa junto à prestadora dos serviços e, a 3ª via, obrigatoriamente, será
entregue ao trabalhador, mediante devidas assinaturas de recebimento apostas
nas vias anteriores.
 Os dados obtidos nos exames médicos, incluindo avaliação clínica e exames
complementares, as conclusões e demais medidas aplicadas, deverão ser
registradas em prontuário clínico individual.

10 – EXECUÇÃO DO PROGRAMA

10.1 APLICAÇÃO

O presente Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional aplica-se a


todos os funcionários e colaboradores da firma/empresa qualificada no item 01 deste
PCMSO.

10.2 RECONHECIMENTO DAS ATIVIDADES/RISCOS/AGENTES

O reconhecimento das atividades desenvolvidas nos respectivos setores e


departamentos da empresa, bem como, das atividades específicas dos trabalhadores e
8
exposições a riscos ou agentes nocivos se dará pelo que se encontra devidamente
caracterizado no Programa de Prevenção de Riscos Ambientais.

10.3 DOS EXAMES OCUPACIONAIS

Da realização obrigatória de exames clínicos e exames complementares de


acordo com o disposto pela Norma Regulamentadora n.º 7 – NR-7, item 7.4 e seus
subitens, bem como, procedimentos médicos e exames complementares que se fazem
necessários às corretas avaliações, seguem dispostos, por setores e departamentos da
empresa, de acordo com as atividades específicas dos trabalhadores e exposições a
riscos ou agentes nocivos.

9
ANÁLISE E RECONHECIMENTO DAS FUNÇÕES
Jornada de trabalho: 44 Horas semanais
FUNÇÃO: Forneiro
No de empregados expostos: 04 Masculino
DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE: Verificam porções para determinar quantidades para assar.
Além disso, controlam e regulam a temperatura de fornos.
AGENTES AMBIENTAIS
RISCO FÍSICO: Ruído (Continuo / Intermitente), Calor (Continuo / Intermitente).
RISCO QUÍMICO: Produtos de limpeza.
RISCO BIOLÓGICO: Não identificado.
RISCO DE ACIDENTE: Queda de material, Desnível de piso, Armazenamento inadequado,
Queimaduras, etc.
RISCO ERGONÔMICO: Postura inadequada, Trabalha sentado e/ou em pé, levantamento de
peso, transporte manual de cargas.
FOCOS DO
PROCEDIMENTOS
TIPO DE EXAME EXAME PERIODICIDADE
INCLUSOS
CLÍNICO
Anamnese
Ocupacional Exame Clinico e Audiometria. Antes da Admissão
ADMISSIONAL:
Exame Físico
Exame Mental
Anamnese Exame clínico e exames
Ocupacional complementares que se Anual
PERIÓDICO: Exame Físico fizerem necessários à avaliação
Exame Mental do atual estado de saúde do
trabalhador
Avaliação de Exame clínico e exames Antes do retorno ao
órgão ou complementares que se trabalho (afastamentos por
RETORNO AO
sistemas fizerem necessários à avaliação 30 ou mais dias)
TRABALHO:
envolvidos pela do atual estado de saúde do
patologia causal trabalhador
Avaliação Exame clínico e os exames Quando a mudança implicar
especial de complementares que se na exposição a novos riscos
órgãos ou fizerem necessários – de
MUDANÇA DE
sistemas acordo com as atividades e os
FUNÇÃO:
envolvidos com riscos da nova função
exercício da
nova função
Anamnese Exame clínico e exames Até o último dia de
Ocupacional complementares que se vigência do contrato de
DEMISSIONAL: Exame Físico fizerem necessários à avaliação trabalho
Exame Mental do atual estado de saúde do
trabalhador

10
ANÁLISE E RECONHECIMENTO DAS FUNÇÕES
Jornada de trabalho: 44 Horas semanais
FUNÇÃO: Empacotador
No de empregados expostos: 10 Masculino
DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE: O empacotador é responsável por organizar as mercadorias de
modo a protegê-las e adequar o peso dos produtos à capacidade de carga das sacolas.
AGENTES AMBIENTAIS
RISCO FÍSICO: Ruído (Continuo / Intermitente).
RISCO QUÍMICO: Não identificado.
RISCO BIOLÓGICO: Não identificado.
RISCO DE ACIDENTE: Queda de material, Desnível de piso, Armazenamento inadequado,
Cortes, Acidentes com máquinas e etc.
RISCO ERGONÔMICO: Postura inadequada, Trabalha sentado e/ou em pé, levantamento de
peso, transporte manual de cargas.
FOCOS DO
TIPO DE PROCEDIMENTOS
EXAME PERIODICIDADE
EXAME INCLUSOS
CLÍNICO
Anamnese
Ocupacional Exame Clinico, Hemograma. Antes da Admissão
ADMISSIONAL Exame Físico
Exame Mental

Anamnese Exame clínico e exames


Ocupacional complementares que se fizerem Anual
PERIÓDICO Exame Físico necessários a avaliação do atual
Exame Mental estado de saúde do trabalhador
Antes do retorno ao trabalho
Avaliação de
Exame clínico e exames (afastamentos por 30 ou mais
órgão ou sistemas
RETORNO AO complementares que se fizerem dias)
envolvidos pela
TRABALHO necessários a avaliação do atual
patologia causal
estado de saúde do trabalhador

Avaliação especial Quando a mudança implicar na


de órgãos ou Exame clínico e os exames exposição a novos riscos
MUDANÇA DE sistemas complementares que se fizerem
FUNÇÃO envolvidos com necessários – de acordo com as
exercício da nova atividades e os riscos da nova
função função
Anamnese Exame clínico e exames Até o último dia de vigência do
Ocupacional complementares que se fizerem contrato de trabalho
DEMISSIONAL Exame Físico necessários a avaliação do atual
Exame Mental estado de saúde do trabalhador

11
ANÁLISE E RECONHECIMENTO DAS FUNÇÕES
FUNÇÃO: Mestre de Obras / Pedreiro / Jornada de trabalho: 44 Horas semanais
Servente de Obras. No de empregados expostos: 04 Masculino
DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE: Mestre de Obras: Analisar e discutir com o superior instruções técnicas
do projeto a ser desenvolvido. Interpretar plantas, gráficos e escalas. Orientar e acompanhar a equipe quanto
à execução dos trabalhos cumprindo o cronograma. Coordenar a instalação e utilização de equipamentos e
estruturas construtivas em canteiros de obra. Participar da instalação do canteiro de obras, demarcando a
obra, conforme projeto. Supervisionar o controle do estoque de materiais, equipamentos, ferramentas e
instrumental necessários à realização do trabalho. Controlar a qualidade e quantidade do trabalho realizado.
Controlar resíduos e desperdícios. Examinar segurança dos locais e equipamentos da obra. Monitorar o
cumprimento das normas de segurança do trabalho. Executar tarefas pertinentes à área de atuação,
utilizando-se de equipamentos e programas de informática. Executar outras tarefas para o desenvolvimento
das atividades do setor, inerentes à sua função. Pedreiro: Organizam e preparam o local de trabalho na obra;
constroem fundações e estruturas de alvenaria. Aplicam revestimentos e contrapisos. Servente de Obras:
Demolem edificações de concreto, de alvenaria e outras estruturas; preparam canteiros de obras, limpando a
área e compactando solos. Efetuam manutenção de primeiro nível, limpando máquinas e ferramentas,
verificando condições dos equipamentos e reparando eventuais defeitos mecânicos nos mesmos. Realizam
escavações e preparam massa de concreto e outros materiais.
AGENTES AMBIENTAIS
RISCO FÍSICO: Ruído (Eventual)
RISCO QUÍMICO: Não identificado.
RISCO BIOLÓGICO: Não identificado.
RISCO DE ACIDENTE: Queda de material, Desnível de piso, Armazenamento inadequado, e etc.
RISCO ERGONÔMICO: Postura inadequada, Trabalha sentado e/ou em pé, levantamento de
peso, transporte manual de cargas.
TIPO DE FOCOS DO EXAME
PROCEDIMENTOS INCLUSOS PERIODICIDADE
EXAME CLÍNICO

Anamnese Ocupacional Exame Clinico, Hemograma completo,


Exame Físico Parasitológico de Fezes e Sumario de Antes da Admissão
ADMISSIONAL Exame Mental Urina e Audiometria.
Acuidade Visual

Anamnese Ocupacional Exame clínico e exames complementares


Exame Físico que se fizerem necessários a avaliação do Anual
PERIÓDICO Exame Mental atual estado de saúde do trabalhador
Acuidade Visual
Antes do retorno ao
Avaliação de órgão ou
Exame clínico e exames complementares trabalho (afastamentos
sistemas envolvidos pela
RETORNO AO que se fizerem necessários a avaliação do por 30 ou mais dias)
patologia causal
TRABALHO atual estado de saúde do trabalhador

Avaliação especial de órgãos Quando a mudança


ou sistemas envolvidos com Exame clínico e os exames implicar na exposição a
MUDANÇA DE exercício da nova função complementares que se fizerem novos riscos
FUNÇÃO necessários – de acordo com as atividades
e os riscos da nova função

Anamnese Ocupacional Exame clínico e exames complementares Até o último dia de


Exame Físico que se fizerem necessários a avaliação do vigência do contrato de
DEMISSIONAL Exame Mental atual estado de saúde do trabalhador trabalho
Acuidade Visual

ANÁLISE E RECONHECIMENTO DAS FUNÇÕES


12
Jornada de trabalho: 44 Horas semanais
FUNÇÃO: Promotor de Vendas / Promotora de o
N de empregados expostos: 01 Feminino / 10
Vendas / Vendedor.
Masculino
DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE: Promotor (a) de Vendas: Divulga a linha de produtos de uma
empresa, mantendo contato frequente com os clientes, para aumentar o volume de vendas e
absorver clientela potencialmente ativa. Vendedor: Vendem mercadorias em estabelecimentos do
comércio varejista ou atacadista, auxiliando os clientes na escolha. Registram entrada e saída de
mercadorias. Promovem a venda de mercadorias, demonstrando seu funcionamento, oferecendo-as
para degustação ou distribuindo amostras das mesmas. Informam sobre suas qualidades e vantagens
de aquisição. Expõem mercadorias de forma atrativa, em pontos estratégicos de vendas, com
etiquetas de preço. Prestam serviços aos clientes, tais como: troca de mercadorias; abastecimento de
veículos; aplicação de injeção e outros serviços correlatos. Fazem inventário de mercadorias para
reposição. Elaboram relatórios de vendas, de promoções, de demonstrações e de pesquisa de preços.
AGENTES AMBIENTAIS
RISCO FÍSICO: Ruído (Eventual)
RISCO QUÍMICO: Não identificado.
RISCO BIOLÓGICO: Não identificado.
RISCO DE ACIDENTE: Queda de material, Desnível de piso, Armazenamento inadequado,
Cortes, Acidentes com máquinas, Acidente de Trânsito, e etc.
RISCO ERGONÔMICO: Postura inadequada, Trabalha sentado e/ou em pé, levantamento de
peso, transporte manual de cargas.
FOCOS DO
TIPO DE PROCEDIMENTOS
EXAME PERIODICIDADE
EXAME INCLUSOS
CLÍNICO
Anamnese
Ocupacional Exame Clinico, Hemograma. Antes da Admissão
ADMISSIONAL Exame Físico
Exame Mental

Anamnese Exame clínico e exames


Ocupacional complementares que se fizerem Anual
PERIÓDICO Exame Físico necessários a avaliação do atual
Exame Mental estado de saúde do trabalhador
Antes do retorno ao trabalho
Avaliação de
Exame clínico e exames (afastamentos por 30 ou mais
órgão ou sistemas
RETORNO AO complementares que se fizerem dias)
envolvidos pela
TRABALHO necessários a avaliação do atual
patologia causal
estado de saúde do trabalhador

Avaliação especial Quando a mudança implicar na


de órgãos ou Exame clínico e os exames exposição a novos riscos
MUDANÇA DE sistemas complementares que se fizerem
FUNÇÃO envolvidos com necessários – de acordo com as
exercício da nova atividades e os riscos da nova
função função
Anamnese Exame clínico e exames Até o último dia de vigência do
Ocupacional complementares que se fizerem contrato de trabalho
DEMISSIONAL Exame Físico necessários a avaliação do atual
Exame Mental estado de saúde do trabalhador

13
ANÁLISE E RECONHECIMENTO DAS FUNÇÕES
Jornada de trabalho: 44 Horas semanais
FUNÇÃO: Adm. RH / Adm. Gerente.
No de empregados expostos: 02 Masculino
DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE: Adm. RH: Gerenciam atividades de departamentos ou serviços
de pessoal, recrutamento e seleção, cargos e salários, benefícios, treinamento e desenvolvimento,
liderando e facilitando o desenvolvimento do trabalho das equipes. Assessoram diretoria e setores
da empresa em atividades como planejamento, contratações, negociações de relações humanas e do
trabalho. Atuam em eventos corporativos e da comunidade, representando a empresa. Adm.
Gerente: Exercem a gerência dos serviços administrativos, das operações financeiras e dos riscos
em empresas industriais, comerciais, agrícolas, públicas, de educação e de serviços, incluindo-se as
do setor bancário. Gerenciam recursos humanos, administram recursos materiais e serviços
terceirizados de sua área de competência. Planejam, dirigem e controlam os recursos e as atividades
de uma organização, com o objetivo de minimizar o impacto financeiro da materialização dos
riscos.
AGENTES AMBIENTAIS
RISCO FÍSICO: Ruído (Eventual)
RISCO QUÍMICO: Não identificado.
RISCO BIOLÓGICO: Não identificado.
RISCO DE ACIDENTE: Queda de material, Desnível de piso, Armazenamento inadequado,
Cortes, Acidentes com máquinas e etc.
RISCO ERGONÔMICO: Postura inadequada, Trabalha sentado e/ou em pé, levantamento de
peso, transporte manual de cargas.
FOCOS DO
TIPO DE PROCEDIMENTOS
EXAME PERIODICIDADE
EXAME INCLUSOS
CLÍNICO
Anamnese
Ocupacional Exame Clinico, Hemograma. Antes da Admissão
ADMISSIONAL Exame Físico
Exame Mental

Anamnese Exame clínico e exames


Ocupacional complementares que se fizerem Anual
PERIÓDICO Exame Físico necessários a avaliação do atual
Exame Mental estado de saúde do trabalhador
Antes do retorno ao trabalho
Avaliação de
Exame clínico e exames (afastamentos por 30 ou mais
órgão ou sistemas
RETORNO AO complementares que se fizerem dias)
envolvidos pela
TRABALHO necessários a avaliação do atual
patologia causal
estado de saúde do trabalhador

Avaliação especial Quando a mudança implicar na


de órgãos ou Exame clínico e os exames exposição a novos riscos
MUDANÇA DE sistemas complementares que se fizerem
FUNÇÃO envolvidos com necessários – de acordo com as
exercício da nova atividades e os riscos da nova
função função
Anamnese Exame clínico e exames Até o último dia de vigência do
Ocupacional complementares que se fizerem contrato de trabalho
DEMISSIONAL Exame Físico necessários a avaliação do atual
Exame Mental estado de saúde do trabalhador

14
ANÁLISE E RECONHECIMENTO DAS FUNÇÕES
Jornada de trabalho: 44 Horas semanais
FUNÇÃO: Vigia Noturno
No de empregados expostos: 01 Masculino.
Vigia Noturno: Fiscalizam a guarda do patrimônio e exercem a observação de fábricas, armazéns,
residências, estacionamentos, edifícios públicos, privados e outros estabelecimentos, percorrendo-os
sistematicamente e inspecionando suas dependências, para evitar incêndios, entrada de pessoas
estranhas e outras anormalidades; controlam fluxo de pessoas, identificando, orientando e
encaminhando-as para os lugares desejados; recebem hóspedes em hotéis; acompanham pessoas e
mercadorias; fazem manutenções simples nos locais de trabalho.
AMBIENTE DE TRABALHO
- Local: Externo
- Ruído: vide laudo – item 15
AGENTES AMBIENTAIS
RISCO FÍSICO: Ruído (Eventual)
RISCO QUÍMICO: Não identificado.
RISCO BIOLÓGICO: Não identificado.
RISCO DE ACIDENTE: Queda de material, Desnível de piso, Armazenamento inadequado,
Cortes, Acidentes com máquinas, Assaltos, material perfuro cortante e etc.
RISCO ERGONÔMICO: Postura inadequada, Trabalha sentado e/ou em pé, levantamento de
peso, transporte manual de cargas.
FOCOS DO
PROCEDIMENTOS
TIPO DE EXAME EXAME PERIODICIDADE
INCLUSOS
CLÍNICO
Anamnese
Ocupacional Exame Clínico, Hemograma, Antes da Admissão
ADMISSIONAL: Exame Físico Espirometria e Audiometria.
Exame Mental
Anamnese Exame clínico e exames
Ocupacional complementares que se fizerem Anual
PERIÓDICO: Exame Físico necessários à avaliação do atual
Exame Mental estado de saúde do trabalhador
Avaliação de Exame clínico e exames Antes do retorno ao trabalho
órgão ou sistemas complementares que se fizerem (afastamentos por 30 ou
RETORNO AO envolvidos pela necessários à avaliação do atual mais dias)
TRABALHO: patologia causal estado de saúde do trabalhador

Avaliação especial Exame clínico e os exames Quando a mudança implicar


de órgãos ou complementares que se fizerem na exposição a novos riscos
MUDANÇA DE sistemas necessários – de acordo com as
FUNÇÃO: envolvidos com atividades e os riscos da nova
exercício da nova função
função
Anamnese Exame clínico e exames Até o último dia de vigência
Ocupacional complementares que se fizerem do contrato de trabalho
DEMISSIONAL: Exame Físico necessários à avaliação do atual
Exame Mental estado de saúde do trabalhador

15
ANÁLISE E RECONHECIMENTO DAS FUNÇÕES
Jornada de trabalho: 44 Horas semanais
FUNÇÃO: Serviços Gerais.
No de empregados expostos: 03 Masculino.
Serviços Gerais: Executar trabalhos de limpeza e conservação em geral, bem como serviços de
entrega, recebimento, confecção e atendimento, utilizando os materiais e instrumentos adequados, e
rotinas previamente definidas. Executar outras tarefas correlatas, conforme necessidade ou a
critério de seu superior.
AGENTES AMBIENTAIS
RISCO FÍSICO: Ruído (Continuo/Intermitente)
RISCO QUÍMICO: Não identificado
RISCO BIOLÓGICO: Não identificado.
RISCO DE ACIDENTE: Queda de material, Desnível de piso, Armazenamento inadequado,
Cortes, Acidentes com máquinas, material perfuro cortante e etc.
RISCO ERGONÔMICO: Postura inadequada, Trabalha sentado e/ou em pé, levantamento de
peso, transporte manual de cargas.
FOCOS DO
PROCEDIMENTOS
TIPO DE EXAME EXAME PERIODICIDADE
INCLUSOS
CLÍNICO
Anamnese
Ocupacional Exame Clínico, Hemograma, Antes da Admissão
ADMISSIONAL:
Exame Físico Espirometria e Audiometria.
Exame Mental
Anamnese Exame clínico e exames
Ocupacional complementares que se Anual
PERIÓDICO: Exame Físico fizerem necessários à avaliação
Exame Mental do atual estado de saúde do
trabalhador
Avaliação de Exame clínico e exames Antes do retorno ao
órgão ou complementares que se trabalho (afastamentos por
RETORNO AO
sistemas fizerem necessários à avaliação 30 ou mais dias)
TRABALHO:
envolvidos pela do atual estado de saúde do
patologia causal trabalhador
Avaliação Exame clínico e os exames Quando a mudança implicar
especial de complementares que se na exposição a novos riscos
órgãos ou fizerem necessários – de
MUDANÇA DE
sistemas acordo com as atividades e os
FUNÇÃO:
envolvidos com riscos da nova função
exercício da
nova função
Anamnese Exame clínico e exames Até o último dia de
Ocupacional complementares que se vigência do contrato de
DEMISSIONAL: Exame Físico fizerem necessários à avaliação trabalho
Exame Mental do atual estado de saúde do
trabalhador

16
ANÁLISE E RECONHECIMENTO DAS FUNÇÕES
SETOR ANÁLISADO: Padaria Jornada de trabalho: 44 Horas semanais
FUNÇÃO: Aux. Padeiro / Mestre Padeiro / Aux. o
N de empregados expostos: 05 Masculino
Produção.
Aux. Padeiro: Auxiliar na separação e pesagem de ingredientes necessários ao fabrico de pães.
Auxiliar na preparação da massa, a fim de encaminhá-la para o cozimento. Auxiliar na cilindragem
e corte da massa. para dar-lhe a forma desejada. Auxiliar na colocação dos pães no forno, para
cozimento. Efetuar transporte de materiais e instrumentos necessários ao trabalho. Efetuar a
limpeza, a guarda e conservação de instrumentos após o uso. Executar outras tarefas de mesma
natureza e nível de complexidade associadas ao ambiente organizacional. Mestre Padeiro:
Programar a produção e produzir pães, doces e salgados. Designar as tarefas a serem cumpridas
pelo seu auxiliar. Aux. Produção: Realizar a fabricação de pamonhas e comidas típicas
provenientes de milho para a venda direta ao cliente.
AGENTES AMBIENTAIS
RISCO FÍSICO: Ruído (Continuo/Intermitente), Calor (Continuo/Intermitente)
RISCO QUÍMICO: Não identificado
RISCO BIOLÓGICO: Não identificado.
RISCO DE ACIDENTE: Queda de material, Desnível de piso, Armazenamento inadequado,
Cortes, Acidentes com máquinas, material perfuro cortante e etc.
RISCO ERGONÔMICO: Postura inadequada, Trabalha sentado e/ou em pé, levantamento de
peso, transporte manual de cargas.
FOCOS DO
TIPO DE PROCEDIMENTOS
EXAME PERIODICIDADE
EXAME INCLUSOS
CLÍNICO
Anamnese Exame Clinico, Hemograma
Ocupacional completo, Parasitológico de
ADMISSIONAL
Exame Físico Fezes e Sumario de Urina e Antes da Admissão
Exame Mental Audiometria.
Exame clínico e exames
Anamnese
complementares que se
Ocupacional
PERIÓDICO fizerem necessários a avaliação
Exame Físico Anual
do atual estado de saúde do
Exame Mental
trabalhador

Avaliação de Exame clínico e exames


órgão ou Antes do retorno ao trabalho
RETORNO AO complementares que se
sistemas (afastamentos por 30 ou mais
TRABALHO fizerem necessários a avaliação
envolvidos pela do atual estado de saúde do dias)
patologia causal trabalhador
Avaliação
especial de
Exame clínico e os exames
órgãos ou
MUDANÇA DE complementares que se Quando a mudança implicar
sistemas
FUNÇÃO fizerem necessários – de na exposição a novos riscos
envolvidos com
acordo com as atividades e os
exercício da
riscos da nova função
nova função
Anamnese Exame clínico e exames Até o último dia de vigência
DEMISSIONAL Ocupacional complementares que se do contrato de trabalho
Exame Físico fizerem necessários a avaliação
17
do atual estado de saúde do
Exame Mental
trabalhador
ANÁLISE E RECONHECIMENTO DAS FUNÇÕES
Jornada de trabalho: 44 Horas semanais
FUNÇÃO: Motorista. No de empregados expostos: 03 Masculino / 01
Feminino
Motorista: Transportam, coletam e entregam cargas em geral; guincham, destombam e removem
veículos avariados e prestam socorro mecânico. Movimentam cargas volumosas e pesadas, podem,
também, operar equipamentos, realizar inspeções e reparos em veículos, vistoriar cargas, além de
verificar documentação de veículos e de cargas. Definem rotas e asseguram a regularidade do
transporte. As atividades são desenvolvidas em conformidade com normas e procedimentos
técnicos e de segurança.
AGENTES AMBIENTAIS
RISCO FÍSICO: Ruído (Eventual)
RISCO QUÍMICO: Não identificado
RISCO BIOLÓGICO: Não identificado.
RISCO DE ACIDENTE: Queda de material, Desnível de piso, Armazenamento inadequado,
Cortes, Acidentes com máquinas, material perfuro cortante e etc.
RISCO ERGONÔMICO: Postura inadequada, Trabalha sentado e/ou em pé, levantamento de
peso, transporte manual de cargas.
FOCOS DO
PROCEDIMENTOS
TIPO DE EXAME EXAME PERIODICIDADE
INCLUSOS
CLÍNICO
Anamnese Exame Clínico, Hemograma
Ocupacional completo, Parasitológico de Antes da Admissão
ADMISSIONAL:
Exame Físico Fezes e Sumario de Urina,
Exame Mental audiometria e Rx. De Tórax.
Anamnese Exame clínico e exames
Ocupacional complementares que se Anual
PERIÓDICO: Exame Físico fizerem necessários à avaliação
Exame Mental do atual estado de saúde do
trabalhador
Avaliação de Exame clínico e exames Antes do retorno ao
órgão ou complementares que se trabalho (afastamentos por
RETORNO AO
sistemas fizerem necessários à avaliação 30 ou mais dias)
TRABALHO:
envolvidos pela do atual estado de saúde do
patologia causal trabalhador
Avaliação Exame clínico e os exames Quando a mudança implicar
especial de complementares que se na exposição a novos riscos
órgãos ou fizerem necessários – de
MUDANÇA DE
sistemas acordo com as atividades e os
FUNÇÃO:
envolvidos com riscos da nova função
exercício da
nova função
Anamnese Exame clínico e exames Até o último dia de
Ocupacional complementares que se vigência do contrato de
DEMISSIONAL: Exame Físico fizerem necessários à avaliação trabalho
Exame Mental do atual estado de saúde do
trabalhador

18
11 – ATESTADO DE SAÚDE OCUPACIONAL - ASO
Emitido para todos os eventos da medicina do trabalho. Deverá conter os
seguintes dados:
a) nome completo do trabalhador;
b) número de seu registro de identidade;
c) identificação de sua função ou cargo;
d) os riscos ocupacionais específicos existentes, ou a ausência deles, na atividade
do empregado, conforme instruções técnicas expedidas pela Secretaria de
Segurança e Saúde no Trabalho – SSST;
e) indicação dos procedimentos médicos a que foi submetido o trabalhador,
incluídos os exames complementares e as respectivas datas em que foram
realizados;
f) definição de apto ou inapto para a função específica que o trabalhador vai
exercer, exerce ou exerceu;
g) nome do médico coordenador do Programa de Controle Médico de Saúde
Ocupacional, com seu respectivo número de inscrição no Conselho Regional de
Medicina;
h) nome do médico examinador, endereço e/ou forma de contato;
i) data e assinatura do trabalhador, declarando o recebimento de via do atestado;
j) data prevista para realização do próximo exame periódico;
k) carimbo e assinatura do médico examinador, com respectivo CRM.

12 – FICHA CLÍNICA
É o prontuário clínico individual pelo qual, a partir do preenchimento pessoal e
individual do questionário ocupacional pelo trabalhador, que é parte integrante de sua
respectiva ficha de histórico médico, se registra todas as ocorrências de saúde do
trabalhador, constando:
 antecedentes hereditários;
 antecedentes pessoais;
 antecedentes ocupacionais;
 dados obtidos nas avaliações clínicas quanto a sua saúde física e mental;
 dados dos procedimentos médicos e dos exames complementares adotados para
as avaliações da saúde do trabalhador;
 resultados dos exames de saúde ocupacionais e respectivos exames
complementares, bem como, dos respectivos Atestados de Saúde Ocupacionais
do trabalhador;
 registros de ocorrências de doenças ocupacionais ou de acidentes de trabalho,
com as conclusões e respectivas medidas aplicadas;
 registros das ocorrências clínicas e os dias de afastamentos por doenças ou
acidentes.

12.1 DA RESPONSABILIDADE DOS ARQUIVOS

19
O arquivo e a guarda dos prontuários clínicos individuais são de
responsabilidade do Médico Coordenador do PCMSO, pois, tratando-se de documentos
que contém informações confidenciais da saúde de cada trabalhador, o seu
arquivamento deve ser feito de modo a garantir o sigilo das mesmas.
Desta forma, mantidos junto à centralizadora da prestação dos serviços de
segurança e medicina do trabalho contratados pela empresa, os arquivos poderão ser
guardados em local que o médico coordenador considerar suficiente aos pré-requisitos,
podendo ser a própria empresa.

12.2 DA MANUTENÇÃO DOS ARQUIVOS


Os prontuários clínicos individuais devem ser mantidos em arquivo por 20
(vinte) anos, prazo de prescrição das ações pessoais, de acordo com o art. 177 do
Código Civil Brasileiro.

12.3 DA TRANSFERÊNCIA DOS ARQUIVOS


Havendo substituição do Médico Coordenador, os arquivos deverão ser
transferidos diretamente para seu sucessor, mediante recibo de entrega.

13 – DOS RESULTADOS DAS AVALIAÇÕES

13.1 DO AFASTAMENTO DO TRABALHO


Sendo verificada, através da avaliação clínica do trabalhador e/ou dos exames
constantes do Quadro I da Norma Regulamentadora, apenas exposição excessiva (EE ou
SC) ao risco, mesmo sem qualquer sinal clínico, deverá o trabalhador ser afastado do
local de trabalho, ou do risco, até que esteja normalizado o indicador biológico de
exposição e as medidas de controle nos ambientes de trabalho tenham sido adotadas.

13.2 OCORRÊNCIAS DE DOENÇAS PROFISSIONAIS


Caberá ao Médico Coordenador ou encarregado:
a) solicitar à empresa a emissão da Comunicação de Acidente de Trabalho – CAT;
b) indicar, quando necessário, o afastamento do trabalhador da exposição ao risco,
ou do trabalho;
c) encaminhar o trabalhador à Previdência Social para estabelecimento de nexo
causal, avaliação de incapacidade e definição de conduta previdenciária em
relação ao trabalho;
d) orientar o empregador quanto à necessidade de adoção de medidas de controle
no ambiente de trabalho.
20
14 – PRIMEIROS SOCORROS
Todo estabelecimento deverá estar equipado com material necessário à
prestação de primeiros socorros, considerando-se as características da atividade
desenvolvida, devendo ser mantido guardado esse material, em local adequado e, aos
cuidados de pessoa treinada para esse fim.

14.1 MALETA DE PRIMEIROS SOCORROS


Material e Medicamentos para a Caixa de Primeiros Socorros:
Algodão Esparadrapo (tamanho médio)
Analgésico (paracetamol) Gaze estéril
Antitérmico (paracetamol) Pinça e tesoura
Atadura (20 cm) Sabão líquido neutro ou sabonete
Curativos adesivos (band-aid) Rifocina Spray

14.2 TREINAMENTO EM PRIMEIROS SOCORROS


A empresa deverá providenciar treinamento aos funcionários, para que haja
recursos mínimos, necessários para a prestação de primeiros socorros aos trabalhadores,
acidentados ou com problemas de saúde em caráter de urgência.

15 - PROCEDIMENTOS ADOTADOS PELO DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA


DO TRABALHO PARA EMISSÃO DE CAT.

Emissão da CAT será EM FORMULÁRIO PADRÃO OU PROGRAMA DA


PREVIDENCIA SOCIAL, após feita a Investigação de Acidente do Trabalho efetuada pelo
SESMT da empresa e/ou solicitação do Médico do Trabalho Coordenador.

21
16 – DO CRONOGRAMA DO PCMSO

PCMSO - PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO E SAÚDE OCUPACIONAL

OUT NOV DEZ JAN FEV MAR ABR MAI JUN JUL AGO SET
STATUS
2012 2012 2012 2013 2013 2013 2013 2013 2013 2013 2013 2013

Atividade: Exames Médicos  Processo realizado em todo o período.


 Em andamento
 Manter os exames médicos atualizados,
cumprindo a tabela de periodicidade.

Atividade: Palestra sobre Tabagismo


 Realização da
Atividade fica a
critério empresa.

X X X X X X X X X X X X
Atividade: Primeiros Socorros
 Toda empresa deverá estar equipada
com material necessário à prestação de
primeiros socorros, considerando – se as
características da atividade desenvolvida;  A Realizar
manter esse material guardado em local
adequado, e aos cuidados de pessoa treinada
para esse fim. Conforme item 7.5 da Norma
Regulamentadora 07.
TREINAMENTOS
Abordagem:
 Primeiros Socorros
X

22
Atividade: Análise do PCMSO
 Efetuar análise global do PCMSO para  A Realizar
avaliação do seu desenvolvimento e realização X
dos ajustes necessários e estabelecimento de
novas metas.

Atividade: Palestra de DST/AIDS


 Realização da
Atividade fica a
 Realizar a Critério da empresa, Palestra
critério da
sobre Prevenção a DST/AIDS.
empresa.

Atividade: Relatório Anual do PCMSO


 A Realizar
 Dar início a elaboração do Relatório X
Anual do PCMSO, obedecendo às exigências
da Norma Regulamentadora 07, item 7.4.6.1.

Atividade: Palestra de Alcoolismo


Realização da
Atividade fica a
 Realizar a Critério da empresa, Palestra
critério da
sobre Alcoolismo
empresa.

Atividade: Renovação do PCMSO  A Realizar


 Dar início ao processo de renovação do X
PCMSO, obedecendo ao prazo exigido na
Norma Regulamentadora – 07.

23
17 – CONSIDERAÇÕES FINAIS
Todo e qualquer acontecimento em relação à saúde do trabalhador deverá ser
comunicado ao médico coordenador para orientação a empresa e ao funcionário.
Devem ser observadas todas as recomendações contidas no PPRA, obedecendo
a cronogramas e medidas preventivas para preservar a saúde do trabalhador.
O PCMSO complementa o PPRA, devendo seguir as recomendações nele
contidas.
Deverão ser observadas as datas de realização dos exames periódicos descritas
no cronograma do PCMSO e de seu relatório anual, bem como, dos exames
admissionais, de retorno ao trabalho, mudança de função, exames demissionais e
complementares, de acordo com o disposto no item 10.3 – Exames Ocupacionais,
setores e departamentos da empresa, de acordo com as atividades específicas dos
trabalhadores e exposições a riscos ou agentes nocivos.
As instalações sanitárias e demais instalações devem, permanentemente,
obedecer aos itens contidos na Norma Regulamentadora – NR 24.
O PCMSO deverá permanecer na empresa e à disposição das autoridades
fiscalizadoras, quando solicitado.
Toda e qualquer dúvida em relação à saúde do trabalhador deverão ser
comunicadas a este coordenador, bem como os resultados apresentados após consultas
com especialistas conforme necessidade após avaliação dos exames complementares.
Este Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional apresenta uma
estrutura dinâmica, podendo ser alterado durante sua implementação, visando uma
melhor adequação, sempre que se fizer necessário.
O prazo de vigência do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional é
anual, sendo o início da vigência deste Programa, em fevereiro de 2012 e, seu término,
em fevereiro de 2013, cabendo à empresa a responsabilidade de sua renovação.

Guarabira, 03 de outubro de 2012.

__________________________________
Drª Jerusa Barreto Dias
Médica do Trabalho
CRM/PB 3523

20
22
18 – TERMO DE COMPROMISSO

Eu,__________________________________________________________, Diretor da
______________________________________________________________________,
comprometo-me a cumprir e fazer cumprir todos os procedimentos existentes dentro
desse PCMSO.

____________________________________
Assinatura do Responsável pela empresa

21
1

Você também pode gostar