Você está na página 1de 42

Aula 02 (Prof.

Otávio)
SEEDUC-RJ (Professor - Todas
Especialidades) Conhecimentos
Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)

Autor:
Carla Abreu, Otávio Augusto
Moser Prado

15 de Novembro de 2021

14941803752 - nathalia masson bastos


Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

Sumário

1 – Formação de Professores ............................................................................................................................. 2

1.1 - Conceitos, princípios e definições gerais ................................................................................................ 2

1.2 - Funções, saberes e identidade profissional .......................................................................................... 11

1.3 - Competências e habilidades dos professores ...................................................................................... 17

2 – Relação Professor-Aluno............................................................................................................................. 21

2.1 – Dignidade nas Relações Professor/Aluno ............................................................................................ 21

2.2 – Afetividade nas Relações Professor/Aluno ......................................................................................... 24

Questões Comentadas ...................................................................................................................................... 25

Lista de Questões .............................................................................................................................................. 35

Gabarito da Lista de Questões ........................................................................................................................ 39

Resumo ......................................................................................................................................................... 40

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

1 – FORMAÇÃO DE PROFESSORES
A formação de professores é um tema muito importante na educação brasileira. É um tema muito antigo,
pois já em muitas gestões no MEC (Ministério da Educação). Vamos agora explicar o porquê é tão importante
e tão antigo.

A importância da formação de professores é relatada em muitas pesquisas educacionais nacionais. Na


verdade, esse tema é um dos poucos na educação que há um consenso entre os pesquisadores. O acordo
que se tem é que somente é possível melhorar a didática dentro de sala de aula com formação de professor.

Isso quer dizer que para atingir o aluno que está dentro da sala de aula, é preciso que se mude a cabeça do
professor.

Vamos dar um exemplo. Se os alunos de determinada sala de aula não estão conseguindo ser
alfabetizados pelos métodos tradicionais, então é preciso dar uma outra formação ao professor
deles.

O exemplo acima nos leva a antiguidade do tema. Desde o início dos anos 80, após a redemocratização do
Brasil, há um discurso sobre melhorar a formação de professores.

No início do século XXI, o curso PROFA (Programa de Formação de Professores Alfabetizadores)


foi um grande sucesso na educação brasileira. Tanto pela escala que atingiu milhares de
professores pelo uso das teleaulas, assim como pela qualidade do conteúdo que mudou
consideravelmente a forma como os professores trabalhavam com os alunos em sala de aula.

Tendo em vista os aspectos acima, deu para notar que a formação de professores é um tema sempre
presente nas discussões sobre educação no Brasil. É por esse mesmo motivo, que sempre nas provas de
concurso caem questões. Portanto, muita atenção e bons estudos.

1.1 - Conceitos, princípios e definições gerais

Os conceitos, princípios e definições gerais podem ser resumidos no esquema depois dessa breve explicação
geral. Para efeito de prova, são os temas que mais caem. No entanto, vamos aprofundar cada item logo
abaixo para que você consiga entender bem as características gerais de formação de professores no Brasil.
Fique atendo ao esquema geral para facilitar a memorização.
2

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

Formação em nível superior: A Lei de Diretrizes e Base da Educação nacional (LDB/96) colocou nos seus
artigos 61 e 62 a importância da formação do professor ao nível superior. Isso ocorreu porque durante
muito tempo os docentes eram formados ao nível médio chamado popularmente de magistério ou normal.
Além disso, o Plano Nacional de Educação na sua meta 15 também coloca o ensino superior como caminho
para formar o professor.

Formação teórico-científica: A teoria fundamentada na ciência é muito importante para a formação dos
professores, pois garante que os educadores terão instrumentos intelectuais para planejar melhor suas
aulas. Dentro dessa perspectiva, as disciplinas de filosofia da educação, sociologia da educação e história da
educação são especialmente singulares no desenvolvimento do pensamento crítico.

Formação teórico-prática: Há uma especial atenção para as disciplinas de metodologias de ensino e


didática.

Intervenção dos professores em sala de aula: Muitas formações abordam a mudança de sala de aula de
modo concomitante com o curso de formação. São os casos de programas de formação consolidados ao
longo da história da educação brasileira. A título de exemplo podemos citar: PROFA (Programa de Formação
de Professores Alfabetizadores) e PNAIC (Programa Nacional Alfabetização na Idade Certa).

Observe que os programa de formação para professores ligado à alfabetização são em sua maioria processo
que tendem ao professor mudar a sua didática em sala de aula. Isso ocorre em primeiro lugar porque esses
cursos são práticos e teóricos. Em segundo lugar, os índices de alfabetização adequada em crianças ainda
são pouco adequados, tendo em vista outros países desenvolvidos.

Abaixo o esquema resumo sobre esse assunto.

Os artigos 61 e 62 da LDB dizem que o professor tem que ser formado


Formação em nível
em nível superior. A meta 15 preve a colocaboração entre entes
superior
federativos para formação dos professores em nível superior.

Formação teórico- Formação teórica fundamentada na ciência e de discussão intelectual


científica com base na pedagogia e outras ciências.

Formação teórico- Pensar a prática de sala de aula com base em teorias educacionais
prática científicas.

Intervenção dos
Atualmente, há formações que dão ênfase na mudança da prática
professores em sala
pedagógica realizada pelo professor em sala de aula.
de aula

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

Vamos fazer duas questões?

CPCON UEPB - Inspetor de Alunos (Pref Itaporanga)/2019 - De acordo com Libâneo (2013), “a formação do
educador é um processo pedagógico, intencional e organizado de preparação do professor para dirigir
competentemente o processo de ensino.” Analise as proposições e coloque V para as verdadeiras e F para
as falsas, tendo como orientação à formação do educador.
( ) A formação do educador envolve uma dimensão teórico-científica e uma técnico-prática.
( ) A dimensão teórico-científica inclui a formação acadêmica específica nas disciplinas em que o docente
vai especializar-se .
( ) A dimensão técnico-prática envolve os conhecimentos da Filosofia, Sociologia e da História da
Educação.
Marque a alternativa que contém a sequência CORRETA de preenchimento dos parênteses.
a) F, V e F.
b) V, V e F.
c) F, V e V.
d) V, V e F.
e) V, F e F.
Comentários:
Analisaremos as afirmativas pela ordem e colocaremos a alternativa correta ao final do comentário.
Afirmativa I está correta. O educador desenvolver sua intelectualidade e saber-fazer na sala de aula.
Afirmativa II está correta. Exatamente. São disciplinas que vão formar a intelectualidade docentes.
Afirmativa III está incorreta. Essas áreas são próprias da dimensão teórico-científica.
Alternativa correta letra D.

IDECAN - Professor Efetivo de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (IF PB)/Didática Pedagogia/2019 - Em
relação ao papel dos profissionais do magistério na organização do sistema de ensino, analise as
afirmativas abaixo:
I. Há duas maneiras de formar professores: o magistério em nível médio e atual licenciatura no curso
superior.
4

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

II. As reformas educacionais trouxeram muitas mudanças para a vida dos docentes, bem como para sua
formação. Podemos afirmar que as mudanças socioeconômicas apresentam novas exigências. Por um
lado, têm suas tarefas ampliadas, mas, por outro, pouco lhes é oferecido em troca.
III. Também implica reconhecer que os professores podem ser verdadeiros agentes sociais, capazes de
planejar e gerir o processo de ensino-aprendizagem, além de intervir nos complexos sistemas que
constituem a estrutura social e profissional.
Assinale
a) se todas as afirmativas estiverem corretas.
b) se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
c) se somente as afirmativas I e III estiverem corretas.
d) se somente as afirmativas II e III estiverem corretas.
e) se somente a afirmativa II estiver correta.
Comentários:
Analisaremos as afirmativas pela ordem e colocaremos a alternativa correta ao final do comentário.
Afirmativa I está incorreta. Professor deve ter ensino superior.
Afirmativa II está correta. A formação docente acompanha as reformas educacionais, pois a política de
formação de professores segue política pública do poder executivo.
Afirmativa III está correta. A formação de professores tem o aspecto de mudar a sala de aula do professor
cursista.
Alternativa correta letra D.

Há duas outras diretrizes na formação de professores que não dizem respeito propriamente a curso
oferecidos para os docentes. São formações em serviço que podem ser realizadas durante a formação inicial
ou após o término do ensino superior e no ingresso no serviço público municipal, estadual ou federal.

As duas diretrizes são: o estágio docente e a formação do professor pesquisador.

O estágio docente é a oportunidade do estudante de pedagogia refletir sobre a prática através de um


professor mais experiente. É por isso que muitos professores de escolas públicas recebem estagiários para
compartilhar seus saberes.

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

Podemos dar um exemplo do estudante de pedagogia que não acredita que é possível alfabetizar
sem o ba-be-bi-bo-bu. Então, ele vai até uma escola que há uma professora que alfabetiza as
crianças a partir de textos significativos para elas. O estudante muda a forma como ele vê a
própria educação e sua formação.

O professor pesquisador é uma ideia muito interessante que sintetiza a busca por novos caminhos da
educação. Isso implica em dizer que se o professor encontra problemas didáticos com a turma de alunos,
ele vai buscar e pesquisar possíveis saídas na literatura pedagógica-científica.

Um exemplo é o professor que não sabe ensinar adequadamente o Sistema de Numeração


Decimal (SND). Então, ele vai pesquisar em diferentes livros como outros professores e
pesquisadores conseguiram ensinar este conteúdo de matemática.

Vamos fazer três questões?

Instituto AOCP - Técnico (UFPB)/Assuntos Educacionais/2019 - O estágio é imprescindível para o


desenvolvimento profissional, pois assim o profissional terá clareza do que ele poderá enfrentar em seu
cotidiano. A respeito do estágio, assinale a alternativa INCORRETA.
a) O estágio na vida profissional contribui para que o profissional observe a realidade de seu trabalho,
especialmente em contextos que confrontem situações que ele não espera.
b) O estudante, em seu primeiro momento de estágio, sente solidão e isolamento. Isso ocorre pela falta de
trabalho coletivo.
c) O profissional em processo de formação encontra diversos conflitos em seu caminho, e o estágio é um
deles, principalmente para harmonizar o campo com o professor experiente.
d) O estágio nada mais é que um conjunto de representações da realidade, mas é por meio do estágio que
as teorias de ensino podem ser comprovadas.
e) O estágio é o meio de articular o trabalho, o conhecimento e o desenvolvimento profissional, como uma
atitude reflexiva e dinâmica no cotidiano da carreira.
Comentários:

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

A questão pede a alternativa incorreta.


A alternativa A está correta. O estágio serve para observar a realidade e aprender com ela.
A alternativa B está correta. O trabalho coletivo tem sua preponderância nos estágios.
A alternativa C está correta. O professor mais experiente pode trazer novos saberes ao estagiário.
A alternativa D está incorreta. O estágio não serve para comprovar teorias educacionais, mas para
compartilhar experiências e vivências.
A alternativa E está correta. O estágio serve colocar o estudante em processo de reflexão e criticidade.

VUNESP - Pedagogo (Pref Valinhos)/SAS/2019 - Ao tratar da formação docente e profissional, Imbernón


(2002) afirma que a formação docente e profissional deve ser realizada para compreender as mudanças e
incertezas implicadas no exercício da profissão. O autor sustenta que os professores devem analisar e
interiorizar a situação de incerteza e complexidade que caracteriza sua profissão e devem renunciar a
qualquer forma de dogmatismo e de síntese pré-fabricada. Desse modo, para o autor, a ferramenta de
formação do professor que o ajudará a desvendar e resolver problemas ligados ao processo de ensino-
aprendizagem é
a) a redefinição da docência como profissão.
b) o uso da inovação tecnológica.
c) o emprego de metodologias de ensino mais eficientes.
d) o aperfeiçoamento dos estágios na formação inicial.
e) o modelo indagativo ou de pesquisa.
Comentários:
A alternativa A está incorreta. A redefinição do papel do professor não é defendida por Imbenón
A alternativa B está incorreta. Somente inovação tecnológica não favorece a docência.
A alternativa C está incorreta. Somente metodologias inovadoras ou eficientes não muda a ação pedagógica,
pois o professor é um intelectual.
A alternativa D está incorreta. Imbernón não trabalha especificamente com estágios.
A alternativa E está correta. Imbernón pensa a importância da pesquisa e da reflexão no papel docente.

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

FUNDATEC - Professor (Pref Ronda Alta)/Séries Iniciais/2019 - A prática reflexiva é o “pensar sobre fazer”
antes, durante e depois de uma aula e tem implicações diferentes para cada profissional. Em relação à
prática reflexiva no processo de ensino e na aprendizagem dos alunos, assinale V, se verdadeiras, ou F, se
falsas, nas assertivas abaixo.
( ) A reflexão na ação é caracterizada como pensar na hora, enquanto você está participando da ação, ou
seja, pausar durante uma aula para verificar a compreensão e a aprendizagem dos alunos, o método
utilizado e a necessidade de tentar algo diferente ou não.
( ) A prática reflexiva docente é um ciclo de gestão linear e não recursivo do planejamento, do
monitoramento e da avaliação de desempenho.
( ) O professor reflexivo sintetiza o pensar e o fazer durante uma aula.
( ) Uma prática de ensino reflexivo deve ajudar os alunos a se tornarem mais responsáveis pela própria
aprendizagem e, também, ajudá-los a gerenciar seu próprio desempenho na escola e fora da escola.
( ) A reflexão sobre a ação geralmente se refere a pensar em como será e como foi seu desempenho.
A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:
a) F – V – V – F – F.
b) V – F – V – V – V.
c) V – V – F – F – F.
d) V – V – F – V – V.
e) F – F – V – V – V.
Comentários:
Analisaremos as afirmativas pela ordem e colocaremos a alternativa correta ao final do comentário.
Afirmativa I está correta. A reflexão é realmente sair do automático e buscar saídas.
Afirmativa II está incorreta. Pelo contrário, a prática reflexiva ou de pesquisa docente envolve planejamento
das ações em sala de aula.
Afirmativa III está correta. Para a prática flexiva é preciso pensar o que fazer em sala de aula.
Afirmativa IV está correta. Isso significa dar protagonismo ao aluno. Faz parte de mudanças a serem
realizadas pelo professor.
Afirmativa V está correta. A reflexão sobre a ação é uma atitude do professor pesquisador ou reflexivo.
Alternativa correta letra B.

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

Para finalizar esse primeiro tópico de formação de professores, vamos abordar dois assuntos muito
importantes que caem em questões: mudanças pedagógicas e didáticas e ética na prática docente.

No século XXI, a sala de aula não pode ser como foi no século anterior que o livro didático ou a cartilha tinha
precedência sobre as atividades realizadas pelos alunos.

Essa mudança ocorreu porque hoje em dia o fluxo de informações é tão intenso que os estudantes possuem
diversas fontes para consegui-las. Esse acontecimento só foi possível com a internet e redes sociais. Não é
mais possível o professor basear o ensino no livro didático ou na cartilha de alfabetização.

Diante desse aspecto, é preciso reinventar o currículo e as formas de aprendizagem. O uso da tecnologia e
da internet possibilitaram novas formas de interação do aluno com o conhecimento. Assim, o professor
não tem mais a centralidade no processo de ensino-aprendizagem do estudante.

Na formação do professor deve ser trabalhado a consciência que o aluno não tem somente o docente como
fonte de informação e conhecimento. O uso da tecnologia propiciou que o estudante buscasse em
diferentes fontes o seu aprendizado.

Ainda tem mais. O aprendizado do aluno não se esgota somente na educação escolar. O estudante tem o
aprendizado ao longo da vida pela educação não-formal. Sendo assim, o professor não pode ter a pretensão
de pensar que somente ele ensina saberes relevantes ao aluno. As crianças e jovens possuem diferentes
fontes de informação pela internet e diferentes espaços educativos que frequentam. (clube, ONG, ações
educativas, movimentos sociais).

O outro assunto é a ética na prática docente. Primeiro temos que entender o que é ética. É o campo da
filosofia que discute a relação entre os seres humanos e destes com o meio ambiente e o mundo em geral.
A ética entra no campo da educação com a relação professor-aluno-conhecimento. De que forma?

Vamos lá.

O professor deve ter coerência entre suas ações. Ele tem que ter atenção entre aquilo que faz e aquilo que
fala. Dessa forma, o aluno pode ter ele como um exemplo a ser seguido. Além disso, o docente deve dominar
os conteúdos de sua área. Não é mais possível "fingir" que sabe determinado conteúdo. O aluno pode buscar
na internet e dizer que o professor não sabe direito a matéria. Portanto, o professor deve dominar o
conteúdo que está ensinando.

Vamos fazer duas questões?

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

FUNDATEC - Professor (Pref Ronda Alta)/Séries Iniciais/2019 - Percebe-se claramente como, nos últimos
anos, o panorama do trabalho do professor e da escola mudou. É possível ver estas transformações e fazer
um paralelo dessa trajetória no campo educacional, por meio de pesquisas que foram realizadas junto aos
professores. Assim, constatou-se que:
I. O sistema escolar do século XX estava focado em uma visão estreita da alfabetização, em que o texto
escrito era fonte central da representação do conhecimento.
II. A sala de aula do século XXI enfrenta a necessidade de mudar e de reinventar a si mesma em termos
de currículo e de pedagogia para que a aprendizagem seja eficaz, transferível e sustentável e para que não
seja esquecida.
III. No século XXI, considera-se que a aprendizagem ocorre em todos os ambientes formais e informais
pelos quais as pessoas passam e nos quais estão envolvidas em diferentes momentos e estágios da vida.
Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas I e II.
c) Apenas I e III.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.
Comentários:
Analisaremos as afirmativas pela ordem e colocaremos a alternativa correta ao final do comentário.
Afirmativa I está correta. O livro texto não pode ser a única fonte de informação do século XXI. O livro texto
ser a única fonte de informação faz parte do passado.
Afirmativa II está correta. Por conta do acesso à informação e da tecnologia a forma de aprender e ensinar
devem ser mudadas.
Afirmativa III está correta. A educação não-formal faz parte de uma nova forma de educação ao longo da
vida.
Alternativa correta letra E.

VUNESP - Diretor de Escola (Pref Peruíbe)/2019 - Leia o trecho de Freire (2011): “E a melhor maneira de
por ela lutar é vivê-la em nossa prática, testemunhá-la, vivaz aos educandos em nossas relações com eles.
10

10

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

Na maneira como lidamos com os conteúdos que ensinamos, no modo como citamos autores de cuja obra
discordamos ou com cuja obra concordamos. Não podemos basear nossa crítica a um autor na leitura, por
cima, de uma ou outra de suas obras”. O autor refere-se à
a) formação em serviço do docente.
b) didática do professor.
c) ética da prática docente.
d) gestão democrática da escola.
e) relação entre teoria e prática na escola.
Comentários:
A alternativa A está incorreta. O enunciado da questão não tem relação com esta alternativa.
A alternativa B está incorreta. A questão é mais profunda. Não é didática. É a própria relação do professor
com o conhecimento.
A alternativa C está correta. A ética envolve a relação professor-aluno-conhecimento. O enunciado da
questão evidencia bem esta tríade.
A alternativa D está incorreta. O enunciado da questão não tem relação com esta alternativa.
A alternativa E está incorreta. A descrição da alternativa passa a ideia de um professor que não domina o
conteúdo. Então, não é questão de teoria e prática, mas de ética.

1.2 - Funções, saberes e identidade profissional

A profissionalização docente está dentro do contexto do processo de industrialização no século XX, assim
como a aceleração do processo denominado de economia do conhecimento. Vamos verificar esses dois
contextos para explicarmos as mudanças ocorridas no trabalho do professor.

O século XX foi conhecido por ser um século breve. Isso ocorreu por conta das duas guerras mundiais que o
mundo esteve imerso. As guerras também evidenciaram o desenvolvimento industrial dos países europeus
e dos EUA. Esse fato também mostrou a necessidade de ampliação da educação para a população, pois para
operar os processos de mecanização era preciso o mínimo de instrução.

Nesse contexto, a profissão docente estava associada ao ensino da leitura e da escrita, mediante ao acesso
a livros de texto ou livros didáticos tidos como os paladinos da boa educação. Por isso, nesse mesmo século,
ficaram muito famosos os "manuais escolares" que bastava o professor aplicar que os alunos conheceriam
os saberes verdadeiros.

Atualmente, no século XXI, a profissão docente está inserida na economia do conhecimento. O que é isso?
O processo de mecanização da produção foi tão intensificado que a economia deixou de ter lastro material
para alcançar o mundo virtual. Implica em dizer que o conhecimento atrelado a processos tecnológicos tem
muito mais validade do que a fabricação de um produto em si.

11

11

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

O quadro acima coloca o professor em outra posição. Ele é alçado a pensar a formação dos estudantes com
base no conhecimento e não apenas a seguirem instruções para operarem uma máquina. O aluno tem que
pensar formas de soluções de problemas para problemas concretos da realidade. Esse fato exige o uso de
tecnologia materiais e virtuais para pensar estas saídas.

Esse processo de mudança da industrialização para a economia do conhecimento ocorreu pela intensificação
do uso da tecnologia na sociedade. Esse processo coloca o professor em transição de uma pedagogia pensada
para o processo industrial, para uma outra forma de pensar a educação que dialoga com soluções de
problemas e os meios tecnológicos.

Vamos ver abaixo um esquema resumo sobre o que dissemos até aqui.

Intensificação do uso
da tecnologia na
sociedade

formação
Mudança da docente
industrialização para
economia do Necessidade de
conhecimento mudanças na sala
de aula

Vamos fazer duas questões?

VUNESP - Supervisor de Ensino do Quadro do Magistério (SEDUC SP)/2019 - Considere o texto a seguir
para responder a questão.
Como analisam Libâneo, Oliveira e Toschi (2012), nas sociedades urbano-industriais contemporâneas, a
globalização do capitalismo industrial e das comunicações moldou um contexto socioeconômico e político-
cultural, umbilicalmente ligado ao conhecimento sistematizado, o qual passou a exigir a educação escolar
e sua crescente ampliação para promover o acesso a esse conhecimento, pois ele constitui condição de
inserção social, tornando-se, por isso mesmo, um direito de todos, nos países que pertencem a esse
contexto. Pela mesma razão, o Brasil, assim como outros países em desenvolvimento e também marcados
pela desigualdade social, é signatário de acordos internacionais no sentido de garantir educação para
todos, sem exceção alguma, como um dos direitos fundamentais, importante para dar acesso aos demais
direitos da cidadania.
A Constituição Federal de 1988, em seu art. 205, estabelece a educação escolar como um direito de todos
e, no art. 208, estabelece sua garantia em todos os níveis, etapas e modalidades, como dever do Estado.

12

12

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

No Parágrafo 1º do art. 208, afirma que “o acesso ao ensino obrigatório e gratuito é direito público
subjetivo”.
Com o objetivo de participar ativa e criticamente da elaboração do Plano de Trabalho da Diretoria de
Ensino, com vistas a uma escola pública de qualidade, em tempos de reformas dos sistemas de ensino, o
grupo de supervisores de uma das Diretorias Regionais de Ensino da capital apoiou suas análises em dados
de acompanhamento das escolas e na obra de Libâneo, Oliveira e Toschi (2012), os quais argumentam que
“as atuais políticas educacionais e organizativas devem ser compreendidas no quadro mais amplo das
transformações econômicas, políticas, culturais e geográficas que caracterizam o mundo contemporâneo”.
Esses autores apontam que, nas últimas décadas, os processos de recomposição do sistema capitalista
mundial e de reestruturação global da economia empreenderam mudanças nos processos de produção
associadas a avanços científicos e tecnológicos que afetam o desenvolvimento econômico e fazem com
que, nesse contexto, a reforma dos sistemas de ensino passe a ser prioridade, começando pelos países
industrializados e girando, na maioria dos casos, em torno de quatro pontos: o currículo nacional, a
avaliação institucional,
a) a profissionalização dos professores e a gestão educacional.
b) a troca da seriação anual pelos ciclos trienais e o ensino híbrido.
c) a substituição de notas por conceitos e a ênfase nas habilidades.
d) a adoção da tecnologia da informação e o aumento da carga horária anual.
e) o ensino a distância para formar professores e a educação profissionalizante.
Comentários:
A alternativa A está correta. No contexto relatado na alternativa só pode estar vinculado ao tema da
profissionalização docente e gestão escolar.
A alternativa B está incorreta. O enunciado da questão não trata de ciclos ou seriação.
A alternativa C está incorreta. O enunciado da questão não trata de avaliação tradicional ou avaliação
formativa.
A alternativa D está incorreta. O enunciado da questão não leva a esta especificidade de carga anual de
trabalho.
A alternativa E está incorreta. O enunciado da questão não trata de EaD.

FUNDATEC - Professor (Pref Gramado)/Atendimento Educacional Especializado/2019 - Analise as


assertivas abaixo sobre os elementos que influenciam a educação na contemporaneidade e que
repercutem no trabalho escolar e na formação dos professores, assinalando V, se verdadeiras, ou F, se
falsas, segundo os estudos de Imbernón (2009).

13

13

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

( ) Uma mudança acelerada da sociedade e nas estruturas materiais, institucionais e na organização da


convivência entre as pessoas, das famílias, da produção e da distribuição de bens, que influenciam as
formas de viver, pensar e agir.
( ) As vertiginosas mudanças dos meios de comunicação de massa, que, associadas às transformações da
vida pessoal e institucional, provocaram uma crise nas formas tradicionais de transmitir o conhecimento,
por meio de leituras, textos etc., afetando também as instituições que se dedicam a isso.
( ) O reconhecimento de que a educação é um patrimônio exclusivo dos professores, tendo em vista que
a comunidade e os seus diversos meios são parceiros utópicos e distantes.
( ) A instituição de novas instâncias socializadoras, como a televisão, os meios de comunicação de topo,
redes de informática etc., que partilham com o professorado o poder da transmissão do conhecimento,
entre tantas outras.
A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:
a) V – V – V – V.
b) V – F – V – V.
c) V – V – F – V.
d) F – V – V – F.
e) F – F – F – F.
Comentários:
Analisaremos as afirmativas pela ordem e colocaremos a alternativa correta ao final do comentário.
Afirmativa I está correta. São as mudanças ocorridas pelo processo de industrialização, bem como o uso de
tecnologia no cotidiano.
Afirmativa II está correta. O uso da internet e redes sociais mudaram a forma de comunicação. Assim como
a televisão também.
Afirmativa III está incorreta. A educação não é exclusiva dos professores. Os alunos podem ter outras
formas de aprender.
Afirmativa IV está correta. Exatamente. A educação pode ser feita por outros meios de comunicação além
do professor em sala de aula.
Alternativa correta letra B.

Para finalizar, vamos falar um pouco sobre identidade docente.

A identidade docente é formada pelo conjunto de experiências que envolve o professor ao longo de sua
experiência profissional. Essas experiências são um conjunto muito diverso de situações que envolvem
alunos, colegas de escola e pais de alunos. Os professores foram sua identidade a partir delas.
14

14

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

Ao longo desse processo, o professor fomenta sua motivação e consegue perceber sua eficiência no
aprendizado dos alunos a partir desse conjunto de experiências. São pequenas identidades que vão se
construindo dia-a-dia até fomentar uma identidade profissional mais sólida.

Vamos dar um exemplo.

Um professor de alfabetização tem no seu cotidiano profissional uma experiência muito variada
com pais, colegas de trabalho e alunos. Com os pais ele aprende a se comunicar melhor para que
eles não fiquem tão ansiosos com o processo de alfabetização dos alunos.

Com os colegas esse mesmo docente aprende que é preciso uma abordagem eclética na
alfabetização que se consiga bons resultados. E com os alunos, ele entende que é preciso manter
a calma em momentos que a turma está indisciplinada.

Vamos fazer três questões?

FUNDATEC - Professor (Pref Gramado)/Atendimento Educacional Especializado/2019 - O conceito de


identidade docente embute uma realidade que evolui e se desenvolve, tanto pessoal como coletivamente.
Segundo Carlos Marcelo, a identidade profissional apresenta as seguintes características:
I. É um processo evolutivo de interpretação e reinterpretação de experiências, coincidindo com a ideia de
que o desenvolvimento dos professores é visto como aprendizagem ao longo da vida.
II. Constitui uma experiência única, envolve somente a pessoa do professor e responde à pergunta: Quem
sou eu?
III. Composto por sub identidades mais ou menos relacionadas entre si, possuindo relação com os
diferentes contextos nos quais os professores se movimentam.
IV. Envolve percepção de autoeficácia, motivação, compromisso e satisfação no trabalho, fatores
importantes para que os docentes se tornem bons professores.
Quais estão corretas?
a) Apenas I e II.
b) Apenas I e III.
c) Apenas III e IV.
d) Apenas I, III e IV.

15

15

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

e) I, II, III e IV.


Comentários:
Analisaremos as afirmativas pela ordem e colocaremos a alternativa correta ao final do comentário.
Afirmativa I está correta. O processo de interpretação das experiências constitui o motor da formação da
identidade.
Afirmativa II está incorreta. A pergunta "quem sou eu" não revela uma identidade profissional mas pessoal.
Afirmativa III está correta. As pequenas identidades são formadas no dia-a-dia do professor.
Afirmativa IV está correta. Autoeficácia, motivação, compromisso, satisfação são forjados na lida do
trabalho docente.
Alternativa correta letra D.

FUNDEP - Supervisor Pedagógico (Pref Ervália)/2019 - Tardif (2002) demonstra que os saberes docentes
são temporais, plurais e heterogêneos, personalizados e situados, carregando consigo as marcas do seu
objeto (o ser humano). De acordo com as reflexões do autor sobre a formação dos professores, é correto
afirmar:
a) Em suas atividades profissionais, os professores se apoiam em várias formas de saberes: o curricular, o
disciplinar, o profissional, o experiencial e o cultural.
b) Tradicionalmente, os saberes dos professores são legitimados, em sua totalidade, nos conhecimentos
teóricos que são ministrados nos cursos de formação para o ensino.
c) O modelo aplicacionista do conhecimento dos cursos de formação para o magistério é idealizado de
acordo com uma lógica disciplinar centrada no estudo das tarefas e realidade do trabalho dos professores.
d) A maioria dos dispositivos de formação inicial de professores provoca um grande impacto nos
conhecimentos anteriores trazidos pelos alunos – de crenças, de representações e de certezas sobre a prática
docente
Comentários:
A alternativa A está correta. Todas estas esferas são construídas na experiência do cotidiano escolar.
A alternativa B está incorreta. Os saberes docentes são legitimados também pela prática.
A alternativa C está incorreta. O modelo de aplicação não é disciplinar, mas envolve diferentes
procedimento de prática de ensino.
A alternativa D está incorreta. Nem sempre. Os cursos de formação têm que ser práticos e teóricos com
aplicação em sala de aula para que causem um impacto nos alunos. Ao longo da história da formação docente
no Brasil foram poucos esses cursos como PROFA e PNAIC.

16

16

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

FUNDATEC - Psicopedagogo (Pref Seberi)/2019 - A identidade dos professores é construída nas interações
com os distintos contextos de cada instituição, em cada ambiente, em um processo dialético contínuo,
histórico e social. Dessa forma, é correto afirmar que:
a) A identidade docente é determinada pela instituição escolar.
b) A escola e seu público delimitam a identidade docente.
c) O professor deve obedecer à identidade docente proposta pelo sistema educativo.
d) A escola determina a identidade do professor.
e) A identidade profissional é constantemente revisitada pelo professor.
Comentários:
A alternativa A está incorreta. Não. É forma pela experiência docente.
A alternativa B está incorreta. Não somente. O professor também interage com essas experiências. Não são
deterministas.
A alternativa C está incorreta. Se só o sistema educativo formasse a identidade, todos os professores seriam
iguais.
A alternativa D está incorreta. Não. A escola não é a única que forma a identidade docente.
A alternativa E está correta. Através de suas experiências profissionais e do processo de reflexão e pesquisa.

1.3 - Competências e habilidades dos professores

Já estudamos em outras aulas sobre as competências. Vamos relembrar o conceito de competências. Uma
competência é um conjunto de habilidades que são mobilizadas em um esquema de ação para resolver uma
determinada situação problema.

Muito bem. Como esse conceito é aplicado na formação de professores?

O professor para assumir sua sala de aula deve possuir algumas competências para resolver situações em
sala de aula. A primeira delas é ter uma boa interação professor-aluno. Essa qualidade na relação gerará
mais motivação dos alunos, assim como um clima melhor em sala de aula com menos indisciplina.

A segunda competência é relacionada a ética em sala de aula. O professor deve ter coerência entre aquilo
que fala e faz. É o que Paulo Freire dizia sobre o professor dar o exemplo. Somente é possível construir uma
educação verdadeiramente libertadora se o professor assumir a coerência das ações com seu discurso.

17

17

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

Um exemplo desse falto é o professor que grita em sala de aula para os alunos ficarem quietos e pararem de
gritar uns com os outros. A ação do professor não tem coerência com sua própria atitude. Ele pede para os
alunos não gritarem, mas ele próprio grita.

Para encerra esse subtópico, a terceira competência é a qualidade da mediação realizada pelo professor
em sala de aula. Já estudamos em aulas anteriores que mediação é um conceito da psicologia sócio-histórica
que é caracterizado pelo contato do ser humano com a realidade intermediado por um terceiro elemento.
No caso da sala de aula, o professor é o elemento mediador entre o aluno e o conhecimento.

Podemos dar o exemplo do professor que ensina matemática com auxílio de material concreto. Essa
atividade que ele propõe é uma mediação entre o aluno e o conhecimento matemático. O professor faz esse
papel de mediador através da proposição de atividades didáticas como essa.

Abaixo colocamos um resumo dessas três competências essenciais para os professores. Mostra uma
engrenagem para um bom desenvolvimento profissional do professor.

ética e
coerência

boa interação
professor-aluno

professor mediar o
conhecimento para
o aluno

18

18

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

Vamos fazer quatro questões?

CEBRASPE (CESPE) - Analista Judiciário (TJ PA)/Pedagogia/2020 - No que se refere ao processo de ensino-
aprendizagem e à relação entre professor e aluno, assinale a opção correta.
a) Um bom plano de aula e objetivos claros são suficientes para que se alcance satisfatoriamente uma boa
interação nos aspectos socioemocionais.
b) O processo cognoscitivo se refere aos vínculos afetivos entre professor e aluno.
c) A autoridade docente deve cercear a relação educativa, de modo que os alunos se tornem dependentes
do professor. 1
d) A interação professor-aluno é fundamental para a organização da situação didática e para que se atinjam
os objetivos do processo de ensino-aprendizagem.
e) O trabalho docente deve ser unidirecional, pois, dessa forma, são reduzidas as dificuldades que os alunos
encontram para assimilar os conhecimentos.
Comentários:
A alternativa A está incorreta. Só um plano de aula garante o ensino e não necessariamente a aprendizagem.
A alternativa B está incorreta. Essa descrição da alternativa é incoerente. Se é um processo cognoscitivo não
pode ter relação com o afetivo.
A alternativa C está incorreta. Pelo contrário, o aluno deve ter autonomia.
A alternativa D está correta. A boa interação professor-aluno favorece uma melhor aprendizagem.
A alternativa E está incorreta. Se for um trabalho unidirecional é só ensino e não tem aprendizagem.

CEBRASPE (CESPE) - Analista Judiciário (TJ PA)/Pedagogia/2020 - O ofício do educador envolve diversas
competências, entre elas a que trata dos valores morais da cultura com a qual esse profissional lida. Essa
é a competência
a) política.
b) tecnológica.
c) didática.
d) ética.
e) midiática.
19

19

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

Comentários:
A alternativa A está incorreta. Política não está entre as competências essenciais.
A alternativa B está incorreta. Tecnológica não está entre as competências essenciais.
A alternativa C está incorreta. Até poderia ser. Mas pelo o enunciado pede-se competências essenciais.
A alternativa D está correta. A coerência entre falar e fazer do professor.
A alternativa E está incorreta. Midiática não está entre as competências essenciais.

Unifil - Professor (Pref Ângulo)/"Sem Área"/2020 0- O professor no intuito de transmitir o conhecimento


aos alunos utiliza-se de vários métodos, instrumentos e muita pesquisa. No entanto, quando se depara
com alunos com maiores dificuldades precisa de maior empenho e uma ___________ constante, para que
esse aluno avance e alcance os objetivos esperados.
Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna.
a) mecanização
b) medição
c) meditação
d) mediação
Comentários:
A alternativa A está incorreta. Não existe este termo na pedagogia.
A alternativa B está incorreta. Estaria associado a psicometria e não é o caso do enunciado da questão.
A alternativa C está incorreta. Não existe este termo na pedagogia.
A alternativa D está correta. A mediação é uma competência do professor de ser um elemento importante

Instituto AOCP - Professor (Pref Betim)/PI-L/2020 - No processo de ensino-aprendizagem, estão envolvidos


diversos sujeitos responsáveis pela sua existência, tendo-se como figura de destaque a relação professor-
aluno. Dentro desse contexto, o educador se encontra no papel de mediador. Nesse sentido, assinale a
alternativa correta sobre o mediador.
a) O processo de ensino e aprendizagem envolve a influência contínua da afetividade entre professor-aluno-
conhecimento-ambiente, mediada pelo professor para a interação das relações que se estabelecem entre os

20

20

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

sujeitos (alunos) e os diversos objetos do conhecimento, bem como na disposição dos alunos diante das
atividades propostas e desenvolvidas.
b) No processo de ensino e aprendizagem, a dimensão afetiva ocupa lugar secundário tanto do ponto de
vista da construção da pessoa quanto na construção do conhecimento pelo mediador.
c) O ambiente de ensino e aprendizagem deve ser objetivo e rígido, de forma que o professor mediador
busque conhecer seus alunos, o meio em que vivem, as relações que estabelecem nesse meio e padronizar
as turmas por níveis de conhecimentos prévios.
d) O ambiente escolar é formado para que o professor mediador alfabetize de modo funcional, ou seja,
ensinando a ler e a escrever de forma que o aluno se comunique.
e) O processo de ensino e aprendizagem deve desenvolver, por meio do professor mediador, uma pedagogia
diretiva e autoritária, pois a intervenção no desenvolvimento da criança tem maior preocupação com o
aprendizado.
Comentários: f
A alternativa A está correta. A descrição da alternativa descreve a competência mediadora do professor que
é essencial.
A alternativa B está incorreta. Pelo contrário, a dimensão afetiva ocupa um papel essencial junto com o
aspecto cognitivo. Não é possível dissociar afeto e cognição.
A alternativa C está incorreta. Querer que a aprendizagem seja objetiva é negar o papel da mediação.
A alternativa D está incorreta. Não é apenas alfabetizar de forma funcional, é alfabetizar e letrar para poder
o aluno se comunicar melhor.
A alternativa E está incorreta. A mediação não coaduna com diretividade e autoritarismo.

2 – RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO

2.1 – Dignidade nas Relações Professor/Aluno

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA/1990) prevê vários direitos que devem ser respeitados pelos
professores dentro das escolas. Iremos elencar apenas alguns mais importantes que são relacionados com a
relação professor/aluno. Temos que ter em mente que estas relações são construídas negativamente ou
positivamente dependendo se esses direitos são respeitados ou não. Muitas situações de piora das relações
professor/aluno poderiam ser evitadas tendo em vista alguns artigos desta lei.

Art. 3º A criança e o adolescente gozam de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa


humana, sem prejuízo da proteção integral de que trata esta Lei, assegurando-selhes, por lei ou

21

21

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

por outros meios, todas as oportunidades e facilidades, a fim de lhes facultar o desenvolvimento
físico, mental, moral, espiritual e social, em condições de liberdade e de dignidade.

Percebemos que os alunos possuem uma atenção ampla e integral. Envolve aspectos intelectuais, sociais e
religiosos/espirituais. Além disso, as palavras liberdade e dignidade sempre devem estar em vista, pois as
questões sempre pedem um posicionamento frente a esses conceitos.

A liberdade aqui deve ser entendida como possibilidade de frequentar os espaços da escola sem nenhum
constrangimento. A criança ou adolescente pode professar sua fé sem nenhuma restrição. Além disso, pode
entrar em todos os espaços da escola que são permitidos a todos os alunos. Neste caso, não deve existir
restrições à liberdade individual dentro do espaço da escola.

A dignidade é entendida como a criança ou adolescente devem ser tratados com respeito. Não deve sofrer
coerção com base em nenhuma característica física, familiar, intelectual ou étnica. Deve ser respeitada sua
condição peculiar de desenvolvimento como criança ou adolescente. Isso quer dizer que a criança ou
d
adolescente devem ter o mesmo respeito deferidos a uma pessoa adulta, respeitando suas peculiaridades.

Outros dois artigos que tratam sobre a dignidade na relação professor/aluno são estes:

Art. 17. O direito ao respeito consiste na inviolabilidade da integridade física, psíquica e moral da
criança e do adolescente, abrangendo a preservação da imagem, da identidade, da autonomia,
dos valores, ideias e crenças, dos espaços e objetos pessoais.

Art. 18. É dever de todos velar pela dignidade da criança e do adolescente, pondo-os a salvo de
qualquer tratamento desumano, violento, aterrorizante, vexatório ou constrangedor.

É interessante notar que a lei veda qualquer forma de tratamento constrangedor à criança e ao adolescente.
Infelizmente em algumas escolas no Brasil ainda é possível ver crianças sendo constrangidas com sanções
exageradas. Por exemplo, crianças sendo colocadas na frente da turma para serem ridicularizadas. Ou então
professores humilhando adolescentes por sua condição étnica ou social. Há casos até de castigos vexatórios
realizados por professores que já foram veiculados na mídia tradicional no nosso país. Isso vai contra que
está previsto no ECA e prejudica a relação professor/aluno.

Todos estes aspectos são para deixar claro a importância do termo DIGNIDADE

22

22

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

FUNRIO - Professor (Pref Alta Floresta)/Anos Iniciais/2019 - É improcedente afirmar quanto ao


relacionamento ideal com a criança:
a) A criança é sempre ouvida.
b) Sempre procuramos saber o motivo da tristeza ou do choro das crianças.
c) Saudamos e nos despedimos sempre exclusivamente coletivamente das crianças para não
particularizarmos o afeto.
d) Conversamos e somos carinhosos com as crianças no momento da troca de fraldas e do banho.
e) Comemoramos os aniversários de nossas crianças.
Comentários:
A questão pede a alternativa improcedente.
A alternativa A está incorreta. Esta alternativa não é improcedente. Faz parte de uma atitude digna ouvir as
crianças. 4
A alternativa B está incorreta. Esta alternativa não é improcedente. Faz parte de uma atitude digna tentar
entender os sentimentos das crianças.
A alternativa C está correta. Esta alternativa é improcedente. Não individualizar o afeto é uma atitude pouco
digna. Toda criança tem direito de receber o afeto individualmente.
A alternativa D está incorreta. Esta alternativa não é improcedente. Faz parte de uma atitude digna dar
carinho às crianças na hora do banho.
A alternativa E está incorreta. Esta alternativa não é improcedente. Faz parte de uma atitude digna
comemorar o aniversário das crianças.

A alternativa “E” da questão acima trata de uma questão Interessante: o tema da comemoração
de aniversário das crianças na escola.

Há crianças que por motivos religiosos não comemoram o aniversário. Dessa forma, é
interessante que os professores estabeleçam um diálogo com a família sobre essa comemoração
feita na escola. Caso não seja feito este diálogo com a família, há a possibilidade de constranger
as crianças já que elas serão impelidas a fazer algo que não faz parte de seus valores familiares.
Em geral, sempre há uma saída para comemorar o aniversário dessas crianças no diálogo com
a família.

23

23

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

2.2 – Afetividade nas Relações Professor/Aluno1

O afeto é um sentimento construído na relação professor/aluno ao longo do tempo. É indispensável para


que os alunos consigam construir uma boa relação com o professor. A afetividade propõe sentido nas
relações construídas dentro da sala de aula. Dessa forma, ela é muito importante para que os alunos
construam boas aprendizagens.

Os alunos conseguem aprender melhor se possuem boas relações com os professores. Algumas pesquisas já
demonstraram que o afeto exerce influência de modo muito particular o desenvolvimento dos alunos em
sala de aula.

As crianças de educação infantil e anos iniciais constroem melhor a afetividade com o professor quando
sente que ele está disponível para com suas demandas. Já com adolescentes a construção da afetividade
tem relação do vínculo do professor com a disciplina de sua área de conhecimento. Os alunos constroem um
bom afeto com o professor que em geral é apaixonado8 pela disciplina que ministra.

Para finalizar, podemos conceituar afetividade da seguinte forma:

Afetividade é um sentimento humano construído dentro de relações sociais estabelecidas por


sujeitos que compartilham uma mesma atividade ou ambiente. Esse sentimento pode estabelecer
melhores vínculos entre o professor, aluno e família. Dessa forma, há a possibilidade de melhor
aprendizado, pois estas relações ganham compartilhamento de significados.

Vamos fazer uma questão sobre este tema.

FUNRIO - Professor (Pref Alta Floresta)/Anos Iniciais/2019 - Leia com atenção:


I- Os vínculos afetivos fazem parte do desenvolvimento do ser humano;
II- A busca de uma relação de confiança e segurança, entre adultos e crianças, passa pela construção de
vínculos que se estabelecem na interação e na permanência do educador junto ao grupo;

1
Baseado em : LEITE, Sérgio Antônio da Silva e TAGLIAFERRO, Ariane Roberta. A afetividade na sala de aula: um professor
inesquecível. Psicol. Esc. Educ. 2005. Também em LEITE, Sergio Antônio da Silva. Afetividade nas práticas
pedagógicas.Temas em Psicologia, volume 20, 2012.
24

24

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

III- É contraproducente buscar oportunizar momentos de trocas entre família e escola.


Dos itens acima:
a) Apenas o item II está correto.
b) Apenas os itens I e II estão corretos.
c) Apenas os itens I e III estão corretos.
d) Apenas os itens II e III estão corretos.
e) Todos os itens estão corretos.
Comentários:
Analisaremos as afirmativas pela ordem e colocaremos a alternativa correta ao final do comentário.
Afirmativa I está correta. O item I está correto porque o afeto faz parte o desenvolvimento humano. O item
II está correto porque segurança e confiança são construídas através do sentimento de pertencimento que
o afeto proporciona.
Afirmativa II está correta. O item II está correto porque segurança e confiança são construídas através do
sentimento de pertencimento que o afeto proporciona
Afirmativa III está incorreta. O item III está incorreto. Pelo contrário, é muito produtivo estabelecer trocas
entre família e escola.
Alternativa correta letra B.

QUESTÕES COMENTADAS

1. FUNDATEC - Professor (Pref N Horizonte)/Educação Básica II/Ciências/2019 - De acordo com Demo,


a competência humana atual, diante dos desafios da inovação e da cidadania, lança pretensões específicas,
que supõem sempre atitude reconstrutiva diante da vida, sem necessariamente ser construtivista. No lado
formal, são alguns critérios de qualidade da educação, EXCETO:
a) Capacidade de pesquisa, para ler criticamente a realidade.
b) Elaboração própria, para saber reconstruir projeto próprio.
c) Atualização facultativa, uma vez que as teorias educacionais não mudam.
d) Teorização das práticas, para saber intervir criativamente.
e) Saber pensar, argumentar, fundamentar e aprender.
25

25

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

Comentários:

A questão pede a alternativa incorreta.

A alternativa A está correta. O professor pesquisador faz parte da formação de professores.

A alternativa B está correta. O professor dá significado próprio as suas experiências na escola.

A alternativa C está incorreta. A atualização do docente tem que ser obrigatória.

A alternativa D está correta. A teoria e prática fazem parte das intervenções do professor em sala de aula.

A alternativa E está correta. São ações próprias do professor pesquisador e crítico.

2. CEFETMINAS - Assistente (IF Baiano)/Aluno/2017 - O trabalho pedagógico deve ser orientado e


apresentar um bom projeto. A sua execução acontece com a intenção e a certeza de que a escola e seus
profissionais realizem um trabalho de qualidade. Ele será o resultado de reflexões e de questionamentos
de seus profissionais sobre o que é a escola hoje e o que poderá vir a ser no futuro, visando a inovação da
prática pedagógica escolar para elevar a qualidade do ensino. Os assistentes de alunos NÃO devem
a) atender os professores individualmente, dando suporte nas demandas de materialidade.
b) auxiliar na organização dos encontros de docentes por área e por ano.
c) conhecer o desempenho da escola em avaliações externas.
d) garantir a realização semanal do horário de trabalho pedagógico coletivo.
e) visitar empresas do entorno da escola para fechar parcerias em busca de inserção dos alunos como jovens
aprendizes.

Comentários:

A questão pede a alternativa incorreta.

A alternativa A está correta. Faz parte da ação do gestor auxiliar os professores e ajudar no materialismo
pedagógico.

A alternativa B está correta. Faz parte da ação do gestor ajudar os professores trabalharem em equipe.

A alternativa C está correta. Faz parte da ação do gestor conhecer os índices de desempenho da escola.

A alternativa D está correta. Faz parte da ação do gestor garantir as reuniões pedagógicas.

A alternativa E está incorreta. A escola de educação básica não deve encaminhar os alunos para serem
jovens aprendizes. Deve apenas focar na qualidade do ensino.

26

26

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

3. FUNDATEC - Professor (Pref Sapucaia do Sul)/Área I/2019 - Segundo Libâneo, o trabalho docente é
uma atividade:

I. Intencional.

II. Planejada conscientemente, visando a atingir objetivos de aprendizagem.

III. Estruturada e ordenada.

Quais estão corretas?


a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e III.
e) I, II e III.

Comentários:

Analisaremos as afirmativas pela ordem e colocaremos a alternativa correta ao final do comentário.

Afirmativa I está correta. O trabalho dos professores deve ter intencionalidade pedagógica.

Afirmativa II está correta. A ação docente deve ser planejada, pois é pedagógica.

Afirmativa III está correta. Deve ser estruturada em princípios pedagógicos e organizada.

Alternativa correta letra E.

4. IDECAN - Professor Efetivo de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (IF PB)/Matemática Perfil
01/2019 - A formação inicial de professores de Matemática deve favorecer que eles elaborem saberes
relacionados à sua autonomia profissional. Para tanto, os Estágios Supervisionados são importantes
aliados, pois representam o momento de inserção no campo da prática profissional. Assinale a alternativa
que não corresponde a uma característica dos estágios.
a) O estágio oportuniza o licenciando a questionar sobre como e por que ensiná-la, permitindo a superação
de mitos e crenças que envolvem o ensino e a aprendizagem dessa disciplina.
b) Possibilita que os futuros docentes construam saberes indispensáveis à sua identidade profissional, tendo
como referencial a realidade social.
c) O estágio é um espaço de conhecimento que abrange: estudos, análise, problematização, reflexão e
proposição de soluções para o ensinar e o aprender, e que compreende a reflexão sobre práticas
pedagógicas.

27

27

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

d) Possibilita a percepção do trabalho do professor como algo individualizado, que se constitui no singular,
como dinâmica político-pedagógica que requer planejamento sistemático e integrado, aprimoramento
profissional e prática educativa, que se constitui no contexto histórico, social, cultural e educacional.
e) A aproximação com a escola, futuro campo de atuação profissional do licenciando, pressupõe atitude
investigativa, levantamento de dados, observação da prática de profissionais mais experientes, reflexão,
análise e articulação entre as teorias estudadas com as situações práticas, de modo que contribuam para seu
desenvolvimento pessoal e profissional.

Comentários:

A questão pede a alternativa incorreta.

A alternativa A está correta. O estágio serve para eliminar mitos e crenças sobre a docência.

A alternativa B está correta. O estágio faz parte da construção da identidade do futuro professor, pois faz
ele refletir sobre a prática profissional.

A alternativa C está correta. O estágio é uma oportunidade muito boa de reflexão.

A alternativa D está incorreta. Pelo contrário, o trabalho do professor é coletivo.

A alternativa E está correta. O estágio pode favorecer que o professor seja um pesquisador de sua prática
também.

5. IDECAN - Professor Efetivo de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (IF PB)/Matemática Perfil
01/2019 - Sobre as concepções e práticas de Estágio Supervisionado como pesquisa e a pesquisa no
estágio, assinale a alternativa correta.
a) Essa concepção trata a prática como instrumentalização técnica, sendo necessária a utilização de técnicas
para executar operações de pesquisa e interpretação da realidade.
b) Essa concepção considera a pesquisa como verdade absoluta, em que o professor fica restrito ao prático,
ao como fazer.
c) Essa concepção retrata a pesquisa como método de formação do futuro professor por meio da
problematização das situações, visando compreendê-las fora de seu contexto.
d) Essa concepção aborda a pesquisa como fundamental no processo de compreensão da realidade com
enfoque na ampliação e análise dos contextos como métodos indispensáveis a formação do futuro professor.
e) Essa concepção utiliza a prática como imitação de modelos em que o futuro professor aprende com a
observação, imitação e reelaboração dos modelos existentes.

Comentários:

A alternativa A está incorreta. A alternativa não traz o componente principal do estágio que é a reflexão.

A alternativa B está incorreta. A pesquisa não é absoluta, assim como a ciência é relativa no tempo.
28

28

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

A alternativa C está incorreta. O uso do termo "fora de seu contexto" inviabilizou a alternativa. É dentro do
contexto.

A alternativa D está correta. Coloca a pesquisa como uma atitude reflexiva em relação à realidade.

A alternativa E está incorreta. O uso do termo "imitação" inviabilizou a alternativa.

6. VUNESP - Pedagogo (Pref Valinhos)/SAS/2019a) Na concepção de Rios (2011), os educadores não


têm clareza da dimensão política de seu trabalho. Ao interpretarem política como envolvimento
partidário, ou mesmo sindical, alguns até negam que tenham algo a ver com isso. Não podem se recusar a
admitir a presença da moralidade em sua ação. Essa moralidade aparece de forma extremada – o
moralismo. A ideia de responsabilidade que se encontra articulada com a de liberdade, conceito que
representa o eixo central da reflexão ética está ligada à noção de compromisso político e moral. Os
professores não têm clareza quanto a implicação política de seu comprometimento, veem como parte de
uma essência do educador. Para a autora, o sentido político da prática docente se realiza
a) pelo envolvimento partidário.
b) pela participação em causas sociais.
c) pela aprovação dos alunos nas avaliações.
d) pela estética metodológica das aulas.
e) pela mediação da competência técnica.

Comentários:

A alternativa A está incorreta. Pelo contrário, não se pode ter envolvimento político-partidário nas ações da
escola.

A alternativa B está incorreta. A autora vai além de causas sociais.

A alternativa C está incorreta. A autora pensa de modo mais amplo do que só o aluno ir bem na prova.

A alternativa D está incorreta. A autora vai além de apenas uma aula esteticamente agradável.

A alternativa E está correta. A competência técnica anda junto com as ações políticas.

7. FUNDATEC - Professor (Pref Tapejara)/Língua Inglesa/2019 - Mittler afirma que o ato de educar
depende do trabalho diário dos professores em sala de aula, ou seja, depende de:

I. Professores conscientes de suas ações.

II. Escolas planejadas de acordo com linhas inclusivas.

29

29

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

III. Escolas que sejam apoiadas pelos governantes, pela comunidade local, pelas autoridades educacionais
locais e, acima de tudo, pelos pais.

Quais estão corretas?


a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e III.
e) I, II e III

Comentários:

Analisaremos as afirmativas pela ordem e colocaremos a alternativa correta ao final do comentário.

Afirmativa I está correta. O professor reflexivo ou pesquisador é consciente de suas ações.

Afirmativa II está incorreta. Essa é uma ação da escola e não do professor propriamente dito.

Afirmativa III está incorreta. Essa é uma ação da escola e não do professor propriamente dito.

Alternativa correta letra A.

8. FUNDATEC - Professor (Pref Salto do Jacuí)/Anos Iniciais/2019 - Para Tardif (2002), o professor ideal
é alguém que deve conhecer sua matéria, sua disciplina, seu programa, além de possuir conhecimentos
relativos às ciências da educação e à pedagogia e desenvolver um saber prático. Dessa forma, entende-se
que a prática docente deve ser baseada em:
a) Teorias estudadas durante sua formação.
b) Sua experiência cotidiana com os alunos.
c) Evidências dos indicativos socioeconômicos.
d) Pesquisas políticas atuais.
e) Legislações vigentes

Comentários:

A alternativa A está incorreta. O enunciado da questão pede um saber prático.

A alternativa B está correta. A experiência cotidiana desde de que refletiva pode ser uma saber prático.

A alternativa C está incorreta. O enunciado da questão pede um saber prático.

A alternativa D está incorreta. O enunciado da questão pede um saber prático.

30

30

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

A alternativa E está incorreta. O enunciado da questão pede um saber prático.

9. FUNDATEC - Professor (Pref Paraí)/Ciências/2019 - De acordo com Vasconcellos, as primeiras aulas


devem ser planejadas com mais cuidado. Não basta determinar os conteúdos a serem abordados, os
objetivos a serem atingidos e a metodologia mais adequada, é necessário, sobretudo:

I. Tornar-se disponível para aqueles alunos.

II. Acreditar na possibilidade do ensino e da aprendizagem.

III. Estar inteiramente presente naquela sala de aula, naquele momento.

Quais estão corretas?


a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e III.
e) I, II e III.

Comentários:

Analisaremos as afirmativas pela ordem e colocaremos a alternativa correta ao final do comentário.

Afirmativa I está correta. Investir na relação professor-aluno é um aspecto importante da formação.

Afirmativa II está correta. Acreditar que todo aluno pode aprender é um produto de boa formação.

Afirmativa III está correta. Isso é um saber prático advindo da experiência docente.

Alternativa correta letra E.

10. VUNESP - Supervisor de Ensino (Pref Peruíbe)/2019 - No entendimento de Nóvoa (1992), o trabalho
centrado na pessoa do professor e na sua experiência é particularmente relevante nos períodos de crise e
de mudança, pois uma das fontes mais importantes de “stress” é o sentimento de que não se dominam as
situações e os contextos de intervenção profissional. É preciso um tempo para acomodar as inovações e
as mudanças, para refazer as identidades. Entretanto, a organização das escolas parece desencorajar um
conhecimento profissional partilhado dos professores, dificultando o investimento das experiências
significativas nos percursos de formação e a sua formulação teórica. Para o autor, o desenvolvimento de
uma nova cultura profissional dos professores passa pela
a) mobilização da experiência numa dimensão pedagógica e não em um quadro conceitual de produção de
saberes.

31

31

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

b) dissociação das dimensões pessoais e profissionais, permitindo aos professores apropriar-se dos seus
processos de formação.
c) superação dos momentos de balanço retrospectivo sobre os percursos pessoais como meio de produzir a
profissão.
d) produção de saberes e de valores que deem corpo a um exercício autônomo da profissão docente.
e) institucionalização de dispositivos de avaliação dos professores que contribuam para a emergência de
uma verdadeira cultura profissional.

Comentários:

A alternativa A está incorreta. Para o autor, o professor também produz saberes próprios no campo da
profissão.

A alternativa B está incorreta. As dimensões pessoais e profissionais não podem ser dissociadas.

A alternativa C está incorreta. A descrição da alternativa não falou do percurso profissional que é o mais
importante.

A alternativa D está correta. O professor produz saberes e a intelectualidade docente é autonomia.

A alternativa E está incorreta. O autor não defende a institucionalização de avaliação de professores como
cultura profissional.

11. FUNDATEC - Professor (Pref Água Santa)/Pedagogia/2019 - O erro e o fracasso escolar geralmente
são ligados à reprovação do aluno, mas o erro faz parte do aprendizado e possibilita uma melhor
oportunidade de crescimento diante das situações no cotidiano escolar. É ideal que o professor não tenha
a visão do erro como indício do fracasso, mas, sim, uma postura comprometida com a concepção do erro
construtivo, o que significa encarar o conhecimento produzido pelo educando em processo de construção.
Nesse sentido, faz parte da tarefa docente não apenas ensinar conteúdos, mas:

I. Ensinar a refletir.

II. Compreender a realidade.

III. Participar das suas mudanças.

Quais estão corretas?


a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e II.
e) I, II e III.

32

32

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

Comentários:

Analisaremos as afirmativas pela ordem e colocaremos a alternativa correta ao final do comentário.

Afirmativa I está correta. Esse é o papel do professor como mediador do conhecimento.

Afirmativa II está correta. Esse é o papel do professor pesquisador.

Afirmativa III está correta. Esse é o papel do professor reflexivo e pesquisador.

Alternativa correta letra E.

12. FUNDATEC - Monitor (Pref Água Santa)/Educação Básica/2019 - Vasconcellos afirma que, em uma
atividade por projeto, cabe ao professor:

I. Mediar o processo de ensino-aprendizagem.

II. Assegurar o acesso a boas fontes de informação.


III. Fiscalizar o trabalho individual dos alunos.

Quais estão corretas?


a) Apenas I.
b) Apenas I e II.
c) Apenas I e III.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.

Comentários:

Analisaremos as afirmativas pela ordem e colocaremos a alternativa correta ao final do comentário.

Afirmativa I está correta. Esse é o papel do professor que faz a mediação do aluno ao conhecimento.

Afirmativa II está correta. Esse é o papel do professor defendido pelo viés construtivista de Vasconcellos.

Afirmativa III está correta. Esse papel do professor disciplinador não é defendido por Vasconcellos.

Alternativa correta letra B.

13. CS UFG - Pedagogo (IF GOIANO)/2019 - A compreensão da relação entre teoria e prática tem
iluminado perspectivas para uma nova concepção de estágio. Pimenta (1994) introduz, nesse contexto, a
discussão da práxis, na tentativa de superar a dicotomia entre teoria e prática. Nessa perspectiva, o estágio
se constitui como uma atividade
33

33

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

a) teórica, instrumentalizadora da práxis docente.


b) prática, de conhecimento e intervenção na realidade, objeto da práxis.
c) teórica e prática de intervenção na realidade social, ou seja, na práxis.
d) técnica, que aproxima a vida e o trabalho concreto que ocorre nas escolas, na práxis docente.

Comentários:

A alternativa A está correta. O estágio como forma teórica e instrumentalizadora (práxis) está contemplado
na descrição dessa alternativa.

A alternativa B está incorreta. Práxis não é só prática.

A alternativa C está incorreta. Práxis é instrumentalizadora da ação docente.


==10fd48==

A alternativa D está incorreta. Não é só uma dimensão técnica. É reflexiva também.

14. FUNDATEC - Professor (Pref Santa Cecília do Sul)/Pedagogia/2019 - Para Martha Gabriel, o
professor exerce um papel essencial nesse novo mundo digital, não mais como um “provedor de
conteúdos”, mas funcionando como um:
a) Catalisador de reflexões e conexões para seus alunos nesse ambiente mais complexo.
b) Promotor de uma formação puramente moral e intelectual.
c) Transmissor de conteúdos de forma global sem se preocupar com as individualidades.
d) Elo entre a verdade científica e o aluno como um ser fragmentado.
e) Especialista do conhecimento para repassar e aplicar ao aluno.

Comentários:

A alternativa A está correta. O papel descrito nessa alternativa condiz com um professor mediador do
conhecimento e não aplicador de conteúdos.

A alternativa B está incorreta. O professor é muito mais que um doutrinador e formador do cognitivo dos
alunos.

A alternativa C está incorreta. A alternativa está incoerente com a descrição do enunciado.

A alternativa D está incorreta. Não existe verdade científica e nem é possível ter um aluno fragmentado.

A alternativa E está incorreta. A alternativa está incoerente com a descrição do enunciado.

34

34

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

LISTA DE QUESTÕES
1. COVEST-COPSET - Pedagogo (UFPE)/2017 - A qualidade de uma prática pedagógica é assegurada
por três grandes momentos, que são:
a) burocraticamente.”
b) sistematicamente.”
c) camufladamente.”
d) pedagogicamente.”

2. FAUEL - Professor (Pref Honório Serpa)/Língua Moderna/2019 - A___________________defende a


aprendizagem centrada no aluno não apenas em termos de conteúdo, mas também em relação às técnicas
usadas na sala de aula. Nesse contexto, o professor atua de acordo com as necessidades de aprendizagem
dos alunos, mostrando sensibilidade aos seus interesses, levando-os a participar mais e aceitando
sugestões. O termo que preenche CORRETAMENTE a lacuna acima é:
a) Abordagem tradicional.
b) Abordagem histórica.
c) Abordagem comunicativa.
d) Abordagem psicológica.

3. FUNDATEC - Professor (Pref P das Missões)/Anos Iniciais Ensino Fundamental/2019 - O trabalho


docente é uma atividade:
a) Assistemática e espontânea.
b) Intencional e planejada.
c) Previsível e esporádica.
d) Personalizada e metódica.
e) Seletiva e indireta.

4. FUNDATEC - Professor (Pref N Horizonte)/Educação Básica I/2019 - De acordo com Demo, no espaço
educativo podemos compreender qualidade como a_________________da formação humana, para fazer
da vida e da realidade oportunidade de desenvolvimento individual e coletivo.

Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna do trecho acima.


a) inércia
b) competitividade
c) intensidade
d) redução
35

35

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

e) atenuação

5. FUNDATEC - Monitor (Pref Água Santa)/Educação Básica/2019 - Segundo Coll, os professores


colaboradores
a) estão sempre centrados na disciplina e no controle sobre o comportamento dos alunos.
b) trabalham com os alunos que apresentam diagnósticos de transtornos de aprendizagem.
c) apresentam-se como estimuladores da realização das tarefas ao mesmo tempo em que promovem a
participação de seus alunos na tomada de decisões com relação a elas.
d) estão unicamente preocupados em criar um ambiente de indulgência e evitam “influir” sobre seus alunos.
e) focam somente na aprendizagem da matemática e raciocínio lógico, incentivando os campeonatos de
cálculos mentais.

6. CEFETMINAS - Professor (Pref Guarani)/Ensino Fundamental/Anos Iniciais Educação Infantil/2019


- O registro das atividades da classe, avaliativas ou não, é muito importante tanto do ponto de vista da
aprendizagem quanto da comunicação dos resultados. Por este motivo, cabe ao professor manter registro
das atividades da classe e apresentá-lo quando solicitado, como em reuniões, por exemplo. Em reuniões
de Pais e Mestres, após entrega do registro das atividades da classe, o professor deve, EXCETO
a) ouvir os pais com relação às suas preocupações.
b) ajudar os pais a compreender o progresso de seus filhos na escola.
c) falar do comportamento em sala de aula de cada criança, detalhando suas dificuldades.
d) responder as perguntas mais gerais sobre o que os alunos estão aprendendo em sala de aula.

7. FUNDATEC - Professor (Pref Pinheiro Preto)/Licenciatura 20 Horas/2019 - Para Tardif (2002), o


saber docente vai para além dos conhecimentos técnicos, exige do professor um conhecimento sobre si
mesmo e um reconhecimento por parte dos outros. Sendo assim, o saber do professor é um saber
experiencial, pois é:
a) Prático e complexo.
b) Teórico.
c) Pragmático.
d) Complexo e emocional.
e) Teórico e complexo.

8. FUNDATEC - Educador Infantil(Pref Gramado)/2019 - De acordo com Perrenoud, instituir um


conselho de alunos e negociar com eles diversos tipos de regras e de contratos, oferecer atividades
opcionais de formação e favorecer a definição de um projeto pessoal do aluno fazem parte da competência
de referência:
a) Envolver os alunos em suas aprendizagens e em seu trabalho.
b) Conceber e fazer evoluir os dispositivos de diferenciação.
36

36

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

c) Participar da administração da escola.


d) Informar e envolver os pais.
e) Utilizar novas tecnologias.

9. FUNDEP - Educador em Saúde (Pref Lagoa Santa)/2019 - De acordo com Libâneo (2013), o ensino
requer disposições e condições da parte dos professores para propiciar a aprendizagem dos alunos. São
ações que professores podem realizar para desenvolver a aprendizagem:
a) Promover materiais e assistência social aos alunos menos favorecidos economicamente.
b) Promover competições entre os alunos para motivar os menos favorecidos culturalmente para o estudo.
c) Propiciar investimento mais incisivo nos alunos que demonstram maior facilidade no processo de
aprendizagem.
d) Propiciar desenvolvimento de sólidos conhecimentos e capacidades cognitivas para todos os alunos.

10. FUNDATEC - Professor (Pref Seberi)/Área 2/Geografia/2019 - Segundo Demo, educar pela pesquisa
é também:

I. Estimular no aluno a curiosidade pelo desconhecido.

II. Incitar o aluno a procurar respostas, a ter iniciativa.

III. Iniciar a elaboração de ideias próprias.

Quais estão corretas?


a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.

11. FEPESE - VUNESP - Diretor de Escola (Pref Peruíbe)/2019 - Cortella (2011) faz a discussão dos
fundamentos epistemológicos e políticos da relação entre escola e conhecimento.
Assinale a afirmação correta com base nas contribuições do autor.
a) No processo de ensino, é fundamental que o professor garanta aos alunos a compreensão das condições
culturais, históricas e sociais de produção do conhecimento.
b) Na escola, o conhecimento deve ser transmitido, produzido e reproduzido na forma neutra e objetiva,
uma vez que as relações de poder e a mudança cultural não interferem no cotidiano escolar.
c) O ensino do conhecimento científico deve valorizar o processo linear e sem equívocos de sua construção.
O erro e a ciência são dimensões opostas do conhecimento.
d) O conhecimento na escola precisa referir-se a coisas prazerosas da realidade em que o aluno está inserido,
sem que necessariamente seja uma temática apreciada pelo professor.
37

37

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

e) Os conhecimentos refletem uma convenção, ou seja, acordos que representam a única possibilidade de
interpretação e atuação social, na escola e na vida.

12. FUNDATEC - Professor (Pref Tapejara)/Pedagogia Anos Iniciais/2019 - De acordo com Perrenoud,
em relação à pesquisa e à prática reflexiva, assinale a alternativa INCORRETA.
a) Têm o mesmo objeto e a mesma função, pois se trata de um trabalho que, para se tornar regular, exige
uma postura e uma identidade particulares.
b) A pesquisa em educação interessa-se por todos os fatos, processos e sistemas educativos e por todos os
aspectos das práticas pedagógicas. O professor reflexivo dirige, prioritariamente, um olhar sobre seu próprio
trabalho e seu contexto imediato, no dia a dia, nas condições concretas e locais de seu exercício.
c) A pesquisa exige um método e um controle intersubjetivo; o valor da prática reflexiva se julga pela
qualidade das regulações que ela permite operar e pela sua eficácia na identificação e resolução de
problemas profissionais.
d) A pesquisa visa a saberes de caráter geral, duráveis, integráveis a teorias. A prática reflexiva contenta-se
com conscientizações e saberes da experiência úteis localmente.
e) A pesquisa quer descrever e explicar, exibindo a sua exterioridade. A prática reflexiva quer compreender
para regular, otimizar, ordenar, fazer evoluir uma prática particular a partir do seu interior.

13. FUNDATEC - Professor (Pref Santa Cecília do Sul)/Pedagogia/2019 - Para Moran, alguns
componentes são fundamentais para o sucesso da aprendizagem – a criação de desafios, atividades, jogos,
que realmente tragam as competências necessárias para cada etapa –, EXCETO aqueles que
a) Solicitem informações irrelevantes.
b) Ofereçam recompensas estimulantes.
c) Combinem percursos pessoais com participação significativa em grupos.
d) Se insiram em plataformas adaptativas.
e) Reconheçam cada aluno e ao mesmo tempo aprendem com a interação.

38

38

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

GABARITO DA LISTA DE QUESTÕES

1. B 10. E
2. C 11. A
3. B 12. A
4. C 13. A
5. C
6. C
7. A
8. A
9. D

39

39

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos
Carla Abreu, Otávio Augusto Moser Prado
Aula 02 (Prof. Otávio)

RESUMO
 Vamos fazer um resumo apenas dos aspectos que mais caem nas provas.

Formação de professores

Teoria e prática: o processo de reflexão ocorre com o conhecimento teórico e com a experiência em sala
de aula.

Intervenção na sala de aula: a formação de professores com intervenção em sala de aula é uma tendência
principalmente com professores alfabetizadores.

Formação em nível superior: já é colocada como uma meta do PNE (Plano Nacional de Educação)

 Interações Professor-Aluno

 Dignidade: tratar o aluno com respeito na sua condição de criança.

Afetividade: é construída nas relações humanas dentro da sala de aula.

40

40

SEEDUC-RJ (Professor - Todas Especialidades) Conhecimentos Pedagógicos - 2022 (Pré-Edital)


www.estrategiaconcursos.com.br

14941803752 - 1113416
nathalia masson bastos

Você também pode gostar