Você está na página 1de 98

Petrologia Metamórfica

Os Processos Metamórficos
desde os Primórdios Tempos aos
dias atuais
Via Lactea
Via Lactea
Mercúrio- estrutura
Mercúrio-atmosfera
Venus- Atmosfera
Venus
Terra
A Formação do Planeta Terra
Composição Quimica Inicial
Estrutura da Terra
Zonas de Expansão do Assoalho Oceânico
Marte-superfície
Cinturão de Asteróides
Jupiter-estrutura
Terra
Estrutura da Terra
Fluxo Térmico da Terra
Fluxo de Calor
Rochas Igneas ou Magmáticas
• Rochas Igneas ou Magmáticas proveêm
do resultado da consolidação devido ao
resfriamento do magma fundido ou
parcialmente fundido.
• Podem ser
• a) Intrusivas
• b) extrusivas
• c) sub-intrusivas
Processos Sedimentares
Rochas Sedimentares
• pela deposição (sedimentação) das partículas originadas pela
erosão de outras rochas (conhecidas como rochas sedimentares
clásticas);
• pela precipitação de substâncias em solução.
• pela deposição dos materiais de origem biogénica; e
• As rochas sedimentares podem ser divididas em:
• Clásticas - Formadas a partir da desagregação de rochas
pré-existentes. A composição destes sedimentos reflete os
processos de intemperismo e a geologia da área da fonte. ex.
arenitos.
• Orgânicas - Formadas pela acumulação de restos derivados de
animais ou vegetais, como o carvão mineral.
• Químicas - Formadas através da precipitação de substâncias que
se encontram em dissolução nas águas. ex. calcáreos (CaCO3)
• Residuais - Resultantes de solos endurecidos por precipitação de
hidróxidos de ferro e alumínio ou outros compostos.
Rochas Sedimentares
ROCHAS
METAMÓRFICAS
Metamorfismo – é a soma de
processos que, atuando sob a zona
de intemperismo causa a
recristalização do material rochoso
(rochas silicáticas e carbonáticas)
Exceção » formação de antracito e
recristalização de depósitos salinos
Tipos de Metamorfismo

Regional:
• Dinamotermal
• Carga (confinamento ou burial)
• Oceânico
•Local:
• Contato
• Cataclástico
• Impacto
Tipos – Regional Dinamotermal
• Amplas áreas de rochas metamórficas com
centenas até milhares de km de extensão.
• O aquecimento ocorre sem associação estreita
com intrusões ígneas. O gradiente geotermal
pode atingir valores de até 60ºC/km.
• É acompanhado por deformação e dobramento,
com desenvolvimento de xistosidade ou
clivagem, resultante da deformação
Dinamotermal
CARGA (Burial ou confinamento)
• É uma forma de metamorfismo regional
que pode ocorrer quando uma sucessão
sedimentar ou vulcano-sedimentar muito
espessa se desenvolve em uma bacia em
subsidência, de modo que as condições
metamórficas são atingidas na base da
pilha, mesmo que não tenha havido
deformação e dobramento típicos de
metamorfismo regional.
Tipos – Regional (carga ou
confinamento = Burial)
Tipos – Regional (Oceânico) restrito à crosta oceânica e
zona de expansão do assoalho oceânico
Tipos - Local (Contato)
• Resulta da elevação de T nas rochas
encaixantes próximas de intrusões igneas,
formando auréolas de recristalização.
Pode ocorrer também, associada a
extrusões magmáticas (blocos de rocha
encaixante envolvidos por lavas). As
rochas então formadas são denominadas
hornfels, tactitos ou skarnitos.
Metamorfismo de Contato
Tipos – Local (Cataclástico)
– Ocorre ao longo de planos de falha ou
zonas de cizalhamento, como resultado da
deformação intensa de rochas na zona
imediata de movimento. Freqüentemente, a
cominuição mecânica é acompanhada por
recristalização ou por crescimento de
minerais hidratados em razão dos fluidos
circulantes. Cataclasitos e Milonitos são as
rochas produzidas por este metamorfismo.
Metamorfismo de Impacto =
Astroblemas
• Produzido pelo impacto de grandes meteoritos de alta
velocidade em superfícies planetárias. Em alguns corpos
do sistema solar (Eg. Mercúrio e a Lua) o metamorfismo
de impacto é talvez o processo geológico mais
importante. A onda de choque gerada pelo impacto
passa através das rochas circundantes, sujeitando-as a
pressões extremamente elevadas por uma fração de
segundo. O relaxamento das redes cristalinas dos
minerais após a passagem da onda de choque causa
uma elevação de T que pode levar à fusão ou mesmo à
vaporização do mineral.
• A recristalização da sílica se dá como STISHOVITA
• Produção de cones de estilhaçamento (shatter cones)

Você também pode gostar