Você está na página 1de 3

INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P.

CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE CASTELO


BRANCO

Nome / código da ação Técnico Administrativo

Folha de Exercícios

UFCD/Duração 0666 – Noções básicas sobre fiscalidade e impostos sobre o consumo / 50 horas

Tipo de exercício Ficha de trabalho N.º3

Formando Liliane Costa

Formador Dulce Maria de Jesus Pinheiro


Questões:

1 - Distinga Receita Pública Voluntária da Coactiva.


Relativamente à diferença entre Receita Pública Voluntária e Receita Pública
Coactiva pode indicar-se que a primeira resulta da venda ou aluguer voluntário
de património ou prestação de serviços do Estado e a segunda resulta da
imposição de pagamento de um imposto ou taxa determinado por via legistiva.

2 – Refira quais são as fontes do Direito Fiscal


As Fontes do Direito Fiscal são a Lei e os Decretos Lei onde estão
determinados os elementos do imposto ( incidência, taxa, benefícios fiscais e
garantias dos contribuintes) e os Princípios de Aplicação da Lei Fiscal (Princípio
da Igualdade, da Legalidade e da Não Retroatividade da Lei Fiscal), os
Regulamentos criados pelo Governo que promovem a execução conveniente
das leis e os Tratados e Convenções Internacionais que são criados em
conjunto com outros países.

3 - Distinga imposto de taxa.


A diferença entre Taxa e Imposto é que a primeira é um valor pago pelo
contribuinte e que possui um caráter bilateral já que os cidadãos recebem algo
em troca (por exemplo ao fazer o pagamento da Taxa Moderadora de um
Hospital o cidadão recebe uma consulta e tratamento médico) e, no caso do
segundo os contribuintes são obrigados a pagar sem que haja qualquer produto
ou prestação de serviço em troca atribuindo assim ao imposto um caráter
unilateral.

4 - Quais são as finalidades do imposto e explique cada uma delas?


O Imposto tem três funções que permitem ao Estado atingir determinados
fins. Estas funções são:
• Fiscal: esta função do imposto está relacionada com a angariação de
receita para fazer face à despesa pública;
• Social: no caso da função social, o imposto serve como redistribuidor
de riqueza (diminuição das desigualdades sociais);
• Económica: quanto à sua função económica, o imposto funciona
como equilibrador macroeconómico intervindo sobre o Mercado
através da estimulação ou penalização de determinadas situações.

5 – Efetuando uma pequena pesquisa pelo google, quais são os impostos


mais significativos em termos de receita para Portugal?
De acordo com a pesquisa realizada pode difinir-se 2 tipos fundamentais
de impostos: os indiretos que são pagos pelos cidadãos através da compra de
produtos ou serviços e, os diretos que são calculados em proporção direta aos
rendimentos dos contribuintes.
Em relação aos impostos diretos podemos indicar o IVA (Imposto sobre
Valor Acrescentado), o ISV (Imposto Sobre Veículos), o IUC (Imposto Único de
Circulação), o Imposto de Selo e o ISP (Imposto Sobre Produtos Petrolíferos).
Já dentro dos impostos diretos temos o IRS (Imposto Sobre os Rendimentos
Singulares), o IRC (Imposto sobre Rendimentos das Pessoas Coletivas), o IMI
(Imposto Municipal sobre Imóveis) e a TSU (Taxa Social Única) que embora
tenha a denominação de taxa continua considerada um imposto.

6 - Explique de que forma o Estado pode incentivar um comportamento de


interesse público.
O comportamento de interesse público poderá ser incentivado através da
demonstração concreta e adequada do dinheiro da receita pública na satisfação
das necessidades humanas, de uma redução, dentro do possível, da carga fiscal
atribuída aos contribuintes bem como através do cumprimento dos princípios e
valores, direitos e deveres determinados na Constituição da República, sem
exceções.

Você também pode gostar