Você está na página 1de 7

Crédito Consolidado

A consolidação de créditos pode ser a solução ideal para quem pretende aliviar
as despesas mensais e poupar algum dinheiro principalmente nos dias que
correm, pois com este tipo de crédito, todos os seus créditos são deduzidos e é
criado um único com uma mensalidade mais baixa.
 Crédito consolidado o que é?

O crédito consolidado consiste em juntar todos os créditos num único


financiamento, com uma única prestação e num único dia do mês. É um
produto abrangente, para além de situações de sobre endividamento, mas
também para os que pretendem sistematizar e organizar as suas finanças.

 A quem se destina esta opção de crédito?

Esta opção de crédito destina-se a todas as pessoas que tenham um ou mais


créditos a decorrer, que estejam numa situação já acima das suas
possibilidades de pagamento e que pretendam reduzir os seus encargos
mensais.
Este tipo de financiamento deve ser solicitado, o quanto antes para entrar em
incumprimento.

 Como sei se posso ou não consolidar os meus créditos?

Embora cada caso seja um caso, e deva ser analisado isoladamente,


existem vários fatores que deve ponderar antes de consolidar os seus créditos.
Por exemplo, deve considerar em consolidar os seus créditos, se:  
 Contraiu vários créditos e paga um total de mensalidades elevado;
 Precisa de crédito adicional devido a uma situação excecional (doença,
imprevisto, obras, automóvel, etc.…);
 Quer simplificar e pagar apenas uma prestação, reduzindo a dispersão
de crédito;
 Pretende pagar os cartões de crédito, por norma têm uma taxa muito
elevada.
 Quais são
meu

processo?

Para dar início ao seu processo de consolidação de créditos, precisa dos


seguintes documentos: 
 Documento de identificação
 Comprovativo de morada
 Comprovativo IBAN nominativo de um dos titulares do contrato 
 Os 3 últimos recibos de vencimento/ Comprovativo de pensão 
 Última declaração IRS (modelo 3)
 Nota de liquidação do IRS
 Mapa de responsabilidades do Banco de Portugal  

 Quais as várias etapas do processo de crédito


consolidado?

Pedir um crédito consolidado é um processo muito simples.


As várias etapas do processo são:  
 Recolha e análise da documentação;
 Preparação do processo e definição de argumentos de defesa do
cliente;
 Contacto com os vários parceiros para submeter o processo; 
 Aprovação do crédito, num ou em vários parceiros;
 Liquidação dos vários créditos pela instituição financeira e transferência
da liquidez adicional, caso exista.

 Que
cuidados
devo ter ao consolidar os meus créditos?

Apesar das inúmeras vantagens do crédito consolidado, convém não esquecer


alguns riscos e inconvenientes que deve pesar, tais como:  
 Apesar das prestações mais baixas, o prazo do crédito consolidado é
geralmente mais alargado;
 A nova folga orçamental deverá ser bem gerida e não utilizada para
novos créditos e despesas desnecessárias

Tal como na maioria das situações, existem sempre prós e contras que devem
ser pesados e avaliados. Primeiro tente perceber se o crédito consolidado vai
ser uma maneira de restabelecer o seu equilíbrio financeiro e um passo
importante para ter uma vida mais desafogada.

 É possível fazer um crédito consolidado se estiver


desempregado?

Quem estiver em situação de desemprego pode solicitar a consolidação dos


seus créditos, no entanto, como este é um perfil de risco, é recusado pelos
bancos e pelas financeiras, a não ser que apresente um segundo titular com
garantias reais de pagamento, nomeadamente rendimentos através de uma
situação profissional estável.

 É
possível poupar com um crédito consolidado?

O crédito consolidado permite poupar até 60%. A sua nova prestação será
inferior ao somatório do valor de todas as prestações individuais, com uma taxa
de juro inferior e um prazo de pagamento mais alargado, caso pretenda.

Quando falamos de vários créditos podem ser: crédito pessoal, crédito


automóvel, cartão de crédito, etc. 

Fazendo assim com que no fim do mês não têm uma grande taxa de esforço.

 Quais são as principais vantagens de um crédito


consolidado?

 Permite aumentar o nível de poupança familiar


 Reequilíbrio do orçamento e uma melhor gestão das dívidas
 Maior flexibilidade financeira
 Redução da mensalidade
 Facilidade e comodidade
 Prazos mais alargados
 Segurança
 Quais são as principais desvantagens de um crédito
consolidado?

 Duração do período da divida


 Pagamento de juros por mais tempo
 Comissão de amortização
 Tentação para abrir os cordões à bolsa

 Objetivos de consolidar créditos

Um dos grandes objetivos de consolidar créditos passa por reduzir a exposição


ao risco, reduzindo a mensalidade, taxa de juro em muitos casos, de forma a
ser possível ter novamente um equilíbrio nas finanças e conseguir gerir da
melhor forma a vida financeira com apenas uma única prestação.

A poupança que conseguir da consolidação dos créditos, deve juntar esse


dinheiro e acumular numa poupança programada por exemplo, com um
objetivo de, no final de cada ano liquidar parcialmente o crédito consolidado e
desta forma vai continuando a reduzir juros e abatendo ao capital em dívida,
permitindo ao longo do tempo reduzir significativamente a sua responsabilidade
nesta matéria.
Ana Silva

Você também pode gostar