Você está na página 1de 14

ROTEIRO DA APA PARA O DISCENTE

Orientações gerais

1. Todos os campos do Formulário Padrão deverão ser devidamente


preenchidos.
2. O aluno deverá, obrigatoriamente, utilizar este formulário para realizar o
Projeto Integrador.
3. Esta é uma atividade individual. Caso seja identificado plágio, inclusive de
colegas, a atividade será zerada.
4. Cópias de terceiros como livros e internet, sem citar a fonte caracterizam- se
como plágio, sendo o trabalho zerado.
5. Ao utilizar autores para fundamentar seu Projeto Integrador, os mesmos devem
ser referenciados conforme as normas da ABNT.
6. Ao realizar sua atividade, renomeie o arquivo, salve em seu computador, anexe
no campo indicado, clique em responder e finalize a atividade.
7. Procure argumentar de forma clara e objetiva, de acordo com o conteúdo da
disciplina.
8. Formatação exigida: documento Word, Fonte Arial ou Times New Roman
tamanho 12.
9. Em conformidade com o Plano de Ensino da disciplina, a APA (atividade prática
de aprendizagem) assume valor máximo de 1,50 pontos. Esta nota será atribuída, caso o
aluno desenvolva e entregue este relatório com todas as atividades práticas
discriminadas. Os critérios de avaliação do relatório estão apresentados na tabela a seguir.
GENERALIDADES SOBRE O SISTEMA
ESQUELÉTICO

1. Conhecer e aplicar as práticas relacionadas à teoria aprendida.

2. Compreender as generalidades do sistema esquelético e respiratório.

3. Aplicar os conhecimentos obtidos na aula prática demonstrativa através


da realização de atividades teórico-prática e de problematização de
caso.

O estudo da anatomia humana é imprescindível para o conhecimento e


compreensão do corpo humano como um todo, em importância e interação de
todas suas estruturas e características de cada um de seus órgãos.

Caro aluno
A presente atividade prática será realizada através de videoaula
demonstrativa utilizando peças anatômicas sintéticas e o atlas de anatomia
humana 3D (Human Anatomy Atlas – Visible Body).

O esqueleto humano é formado por 206 ossos agrupados em duas


partes funcionais: esqueleto axial que é formado pelos ossos da cabeça,
pescoço, caixa torácica e estão localizados no centro do corpo. Enquanto, o
esqueleto apendicular é formado pelos ossos dos membros superiores e
inferiores, inclusive aqueles que formam os cíngulos dos membros
superiores e dos
membros inferiores. A união do esqueleto axial com o apendicular acontece por
meio das cinturas escapular e pélvica (TORTORA; DERRICKSON, 2016).

1.1. Esqueleto axial

1.1.1. Crânio
Neurocrânio: É o esqueleto que se desenvolve ao redor do encéfalo. É
constituído por 8 ossos.
Identifique:
a) Frontal (1)
b) Occipital (1)
c) Esfenóide (1)
d) Etmóide (1)
e) Parietais (2)
f) Temporais (2)

1.1.2 Víscerocrânio ou crânio facial: Identifique:

a) Nasais (2)
b) Zigomático (2)
c) Maxila (2)
d) Palatino (2)
e) Mandíbula (1)
f) Lacrimais (2)
g) Vômer (1)
h) Conchas nasais média (2)
h) Conchas nasais inferiores (2)

1.2.3 Esqueleto do tórax

a) Esterno: identifique manúbrio, corpo e processo xifóide.

b) Costelas: há 12 pares de costelas, sendo 7 pares de costelas


verdadeiras, 3 pares de costelas falsas e 2 pares de costelas
flutuantes. Elas se articulam, posteriormente, com as vértebras
torácicas. Determine a posição anatômica de uma costela típica
posicionando a cabeça da costela posteriormente, tubérculo da costela
e o sulco costal, inferiormente.

c) Coluna vertebral

A coluna vertebral é formada, em geral, por 33 vértebras, sendo 7 vértebras


cervicais, 12 vértebras torácicas, 5 vértebras lombares, 5 vértebras
sacrais e 4 vértebras coccígeas.

2.1. Esqueleto apendicular


2.2.1. Membro Superior

a) Cintura escapular (ombro)

 Clavícula
 Escápula

b) Braço

 Úmero: é o osso do braço

c) Antebraço

 Rádio: é o osso lateral do antebraço.


 Ulna: é o osso medial do antebraço.

d) Mão

 Ossos do carpo

- Fileira proximal: 1) escafóide, 2) semilunar, 3) piramidal e 4) pisiforme.

- Fileira distal: 1) trapézio, 2) trapezóide, 3) capitato e 4) hamato.

 Metacarpos: I-V.
 Falanges: proximal, média e distal.

2.2.2. Membro Inferior

a) Cintura pélvica (quadril)

 Osso do quadril: Identifique ílio, ísquio e púbis.

b) Coxa

 Fêmur:
c) Joelho

 Patela.

d) Perna

 Tíbia: é o osso medial da perna.


 Fíbula: é o osso lateral da perna.

e) Pé

 Ossos do tarso: tálus, calcâneo, navicular, cubóide e cuneiformes


medial, intermédio e lateral.
 Metatarsos: I-V.
 Falanges: Proximal, média e distal.

Materiais de consumo:
Descrição Observação
Esqueleto humano sintético
Coluna vertebral com pélvis e fêmur
Crânio didático colorido
Cabeça secção mediana
Traqueia, laringe e árvore brônquica

Software/aplicativo/simulador
Sim ( X ) Não ( )

Em caso afirmativo, qual? Human Anatomy Atlas – Visible Body


Pago ( X ) Não Pago ( )
Tipo de Licença: Não se aplica
Descrição do software/aplicativo/simulador:
Caso não seja necessário o uso do recurso, preencher com *Não se aplica
(NSA)

Kit Laboratório individual de atividade prática


Sim ( ) Não ( X )
Em caso afirmativo, qual?
Pago ( ) Não Pago ( )
Tipo de Licença: Não se aplica
Descrição dos materiais do kit:
Caso não seja necessário o uso do recurso, preencher com *Não se aplica
(NSA)

A disciplina de anatomia objetiva reconhecer a constituição, forma e


disposição dos órgãos que compõem os vários sistemas orgânicos, permitindo
assim a compreensão dos processos fisiológicos que ocorrem nos seres
humanos. Além disso, introduz o aluno em uma nova terminologia de ampla
aplicação na área das ciências da saúde. A disciplina de anatomia humana
constará de aulas teórico-práticas desenvolvida por meio de aulas expositivas
através de videoaulas.

Caro aluno

Você deverá assistir a videoaula prática demonstrativa e na sequência realizar a


atividade proposta consultando o material fornecido.

Caro aluno,
Você deverá entregar o Relatório tipo Apresentação Simples. Neste caso,
estruture seu documento conforme apresentado a seguir. Para isso, faça o
download do template, disponibilizado junto a este roteiro, e siga as instruções a
seguir.

Objetivos
 Compreender a anatomia do sistema esquelético.
 Aplicar conceitos anatômicos e conhecimentos básicos
 Desenvolver o senso de investigação no aluno através da
realização da atividade proposta.
Metodologia
Nesta aula você deverá consultar o vídeo da aula prática e a referência
bibliográfica sugerida e responder as questões propostas sobre o sistema
esquelético axial e apendicular.

Atividade Proposta
1) O esqueleto humano adulto é formado por 206 ossos, sendo dividido em
esqueleto axial e apendicular. A imagem abaixo representa em azul alguns
ossos correspondentes ao esqueleto axial e apendicular, a respeito desta
temática nomeie os ossos (ou grupos de ossos) identificados na imagem
através de números.
2) O crânio é dividido em neurocrânio (ossos do crânio) e viscerocrânio (ossos
da face), sendo a estrutura óssea mais complexa do corpo, envolvendo e
protegem o encéfalo, além de fornecerem locais de fixação para alguns
músculos do pescoço e da cabeça. Sobre os ossos dos crânios, observe a
imagem nomeie os 8 ossos do crânio e os 14 ossos da face.
Ossos do crânio Ossos da face
1: 6:
2: 7:
3:
4: 9:
5: 10:
8: 11:
12:
13:

3) Antônio 13 anos foi atingido na face durante uma pratica de beisebol. E


uma radiografia revelou múltiplas fraturas dos ossos ao redor da órbita. Nomeie
os ossos que formam as margens de uma órbita.
R:
Consulta ao material: MARIEB, E. N; WILHELM, P. B; MALLATT. Anatomia
Humana. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2014.

SISTEMA RESPIRATÓRIO 2

As células do corpo humano utilizam oxigênio (O ) para realizar reações


2

metabólicas e produção de ATP que são essenciais para sua sobrevivência.


Em contrapartida, estas reações produzem metabólitos como, o dióxido de
carbono (CO ) que precisam ser eliminados do organismo pois o acúmulo de
2

CO promove a acidez do pH sanguíneo sendo tóxico para as células. É


2

competência do sistema respiratório realizar as seguintes funções:


1.
Promover a troca gasosa promovendo a captação do O do meio externo
2

para dentro do organismo e eliminar o CO do meio interno para o meio


2

atmosférico.
2.
Regular o pH sanguíneo através da eliminação do CO , impedindo a
2

acidificação do pH que é letal para as células.


3.
Promover a filtragem do ar inspirado e produzir sons (laringe).
O sistema respiratório é constituído pelo nariz, faringe, laringe, traqueia,
brônquios e pelos pulmões. Classificamos o sistema respiratório de acordo com
sua estrutura ou função. Estruturalmente, o aparelho respiratório é formado por
duas partes:
1) O sistema respiratório superior que inclui o nariz, a cavidade nasal, a
faringe e laringe;
2) O sistema respiratório inferior inclui a laringe, a traquéia, os brônquios
e os pulmões.
Funcionalmente, dividimos o sistema respiratório em duas partes:
denominadas de 1) Região condutora do ar: cuja função é filtrar, aquecer e
umedecer o ar e conduzi-lo para os pulmões. É composto por várias estruturas
tubulares e incluem: o nariz, a cavidade nasal, a faringe, a laringe, a traqueia,
os brônquios, os bronquíolos e os bronquíolos terminais; cuja função é filtrar,
aquecer e umedecer o ar e conduzi-lo para os pulmões.
2) A zona respiratória é formada por estruturas anatômicas onde ocorrem as
trocas gasosas. Estes incluem os bronquíolos respiratórios, os ductos
alveolares, os sacos alveolares e os alvéolos por executar a troca de gases
entre o ar e o sangue (MARIEB; WILHELM; MALLATT, 2014; TORTORA;
DERRICKSON, 2016).

A prática se baseará na identificação das seguintes estruturas


anatômicas pertencentes ao sistema respiratório:

2.1 Cavidade nasal


Septo nasal
Conchas nasais:
- Superior
- Média
- Inferior

2.2 Seios paranasais


Frontal
Esfenoidal

2.3 Faringe
Parte nasal da faringe (nasofaringe)
Parte oral da faringe (orofaringe)
Parte laríngea da faringe (laringofaringe)

2.4 Laringe
Cartilagens da laringe:
- Epiglótica ou epiglote
- Tireóidea
- Cricóidea

2.5 Traquéia

2.6 Brônquios
- Brônquio principal direito
- Brônquio principal esquerdo
- Brônquios lobares
- Brônquios segmentares

2.7 Pulmões
- Ápice e base
a) Pulmão direito b) Pulmão esquerdo
- Lobos superior, médio e inferior - Lobos superior e inferior
- Fissuras horizontal e oblíqua - Fissura oblíqua

Objetivos

 Identificar as vias de passagem respiratórias em ordem, do nariz até os


alvéolos nos pulmões.
 Distinguir as estruturas da parte de condução das estruturas da parte de
respiração.

Metodologia

Caro aluno
Você deverá após assistir a videoaula demonstrativa mencionar e descrever as
várias estruturas que protegem o sistema respiratório de poeira, bactérias,
partículas de alimento e outros materiais estranhos.

Atividade de Problematização Proposta

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA) em 2020 no Brasil a


estimativa de câncer Neoplasia Maligna da Laringe foi de 6470 novos casos
por 100 mil homens e 1.180 casos para cada 100 mil mulheres.
J. T. S, 63 anos, sexo masculino, fumante, foi diagnóstico com câncer
de laringe, sendo necessário a realização de um procedimento cirúrgico
denominado de laringectomia total que consiste na remoção da laringe
indicado em casos de câncer nesta estrutura, este procedimento altera a
condução do ar, por esta razão posteriormente o paciente é submetido a
uma traqueostomia permanente que consiste em realizar uma abertura
da parede anterior da traqueia, fazendo uma comunicação da mesma
com o meio externo, com o objetivo de proporcionar ao paciente a
possibilidade de respirar. Sobre este caso clínico, responda os seguintes
questionamentos.

A) Descreva a constituição e função da laringe.

B) A traqueostomia é um procedimento caracterizado por uma abertura da


parede anterior da traqueia, fazendo uma comunicação da mesma com
o meio externo. Descreva a constituição da traqueia.

C) A imagem abaixo ilustra as estruturas anatômicas que pertencem ao sistema respiratório.


Consultar a referência bibliográfica proposta.
BRASIL. Instituto Nacional do Câncer. Disponível em:
https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-laringe.

MARIEB, E. N; WILHELM, P. B; MALLATT. Anatomia Humana. São Paulo:


Pearson Education do Brasil, 2014.

Você também pode gostar