Você está na página 1de 70

VALORES POLICIAIS MILITARES E

ÉTICA PROFISSIONAL
O presente estudo ressalta, de forma abrangente e simples, as
principais "idéias-força" referentes aos VALORES, DEVERES E
ÉTICA MILITARES, visando a contribuir para o con nuado
aprimoramento das virtudes militares.
Vade-Mécum de Cerimonial Militar do Exército
Valores, Deveres e É ca Militares (VM 10)
1ª Edição 2002
Portaria 156/2002
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CARREIRA MILITAR
A carreira militar não é uma a vidade inespecífica e descartável, um
simples emprego, uma ocupação, mas um o cio absorvente e
exclusivista, que nos condiciona e autolimita até o fim. Ela não nos exige
as horas de trabalho da lei, mas todas as horas da vida, nos impondo
também nossos des nos. A farda não é uma veste, que se despe com
facilidade e até com indiferença, mas uma outra pele, que adere à
própria alma, irreversivelmente para sempre.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
VALORES MILITARES
As Instituições Militares possuem
referenciais fixos, fundamentos
imutáveis e universais. São os
valores militares.
Esses valores influenciam, de forma
consciente ou inconsciente, o
comportamento e, em particular, a
conduta pessoal de cada integrante
da Instituição.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
PATRIOTISMO
- Amar a Pátria e defender a sua:
. soberania;
. paz social.
- Cumprir, com vontade inabalável:
. o dever policial militar;
. o solene juramento com o "sacri cio da própria vida".
- Ter um ideal no coração:
“Servir e Proteger à Pátria".
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CIVISMO
- Cultuar:
. os Símbolos Nacionais;
. os valores e tradições históricas;
. a História-Pátria, em especial a militar;
. os heróis nacionais e os chefes militares do passado.
- Exteriorizar esse sen mento: par cipando, com entusiasmo, das solenidades
cívico-militares; comemorando as datas históricas; cultuando os nossos
patronos e heróis; preservando a memória militar e, sempre que oportuno,
fazendo apologia aos valores cívicos.
- Os militares devem cons tuir um importante fator para a disseminação do
civismo no seio da sociedade brasileira.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
FÉ NA MISSÃO
- Amar a ins tuição.
- Ter fé na sua nobre missão de:
. Exercer o policiamento ostensivo;
. Manutenção da ordem pública.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
AMOR A PROFISSÃO
- "Vibrar" com as missões.
- Exteriorizar esse valor, permanentemente, pelo:
. entusiasmo;
. mo vação profissional;
. dedicação integral ao serviço;
. trabalho por prazer;
. irretocável apresentação individual;
. consciência profissional;
. espírito de sacri cio;
. gosto pelo trabalho bem-feito;
. prá ca consciente dos deveres e da é ca militares;
. sa sfação do dever cumprido.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
ESPÍRITO DE CORPO
É orgulhar-se:
. da PMDF;
. do Batalhão ao qual você pertence;
. da sua profissão;
. da sua função ou especialidade;
. de seus companheiros.
- Deve ser entendido como um "orgulho cole vo", uma "vontade cole va."
- O espírito de corpo reflete o grau de coesão da tropa e de camaradagem entre
seus integrantes.
- Exteriorizar esse valor por meio de: canções militares, gritos de guerra e lemas
evoca vos; uso de dis n vos e condecorações regulamentares; irretocável
apresentação e, em especial, do culto aos valores e às tradições de sua
Organização.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
APRIMORAMENTO TÉCNICO-PROFISSIONAL
- O militar, por inicia va própria ou cumprindo programas ins tucionais, deve
buscar seu con nuado aprimoramento técnico-profissional.
- Esse aprimoramento é ob do mediante:
. grande dedicação pessoal nos cursos, estágios e instruções (vontade de aprender);
. estudos e leituras diárias sobre assuntos diversos de interesse profissional (auto-
aperfeiçoamento);
. manutenção da capacitação sica;
. empenho no exercício diário de sua função (desempenho funcional).
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
DEVERES MILITARES
Os deveres militares emanam de
um conjunto de vínculos morais e
jurídicos que ligam o militar à
Pátria e à Ins tuição.
Existem os deveres morais e
jurídicos.
Dever moral é o que se caracteriza
por ser voluntariamente assumido,
havendo ou não imposição legal
para o seu cumprimento.
Dever jurídico é o imposto por leis,
regulamentos, normas, manuais,
diretrizes, ordens, etc.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
DEDICAÇÃO E FIDELIDADE À PÁTRIA
- Dedicar-se prioritariamente ao serviço policial militar.
- Defender a sua honra, integridade e ins tuições.
- Priorizar o interesse da Pátria sobre os interesses pessoais ou de grupos
sociais.
- Exteriorizar esse sen mento demonstrando, em todas as situações:
. o orgulho de ser brasileiro;
. a fé no des no do país;
. o culto ao patrio smo e ao civismo.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
RESPEITO AOS SÍMBOLOS NACIONAIS
- O respeito aos Símbolos Nacionais, em especial à Bandeira e ao Hino, é
expressão básica de civismo e dever de todos os militares.
- O culto à Bandeira Nacional é exteriorizado, normalmente, mediante: honras e
sinais de respeito a ela prestados nas solenidades; o tradicional cerimonial de
Guarda-Bandeira; a sua posição de destaque nos desfiles; o seu hasteamento
diário nas nossas Organizações Militares e, também, o modo de guardá-la quando
não es ver em uso.
- O respeito ao Hino Nacional é traduzido: pelas honras que lhe são prestadas nas
solenidades militares; pelo seu canto, com grande entusiasmo e também pela
postura que o militar toma quando ouve os seus acordes.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
PROBIDADE E LEALDADE
- Probidade, entendida como:
. integridade de caráter;
. honradez;
. hones dade;
. senso de jus ça.
- Lealdade, traduzida pela:
. sinceridade;
. franqueza;
. culto à verdade;
. fidelidade aos compromissos;
Ou seja: a intenção de não enganar seus superiores, pares ou subordinados.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
DISCIPLINA E RESPEITO À HIERARQUIA
- Cons tuem a base ins tucional das ins tuições militares.
- Disciplina, entendida como:
. rigorosa obediência às leis, aos regulamentos, normas e disposições;
. correção de a tudes na vida pessoal e profissional;
. pronta obediência às ordens dos superiores;
. fiel cumprimento do dever.
- A disciplina deve ser consciente e não imposta.
- Hierarquia, traduzida como a ordenação da autoridade em diferentes níveis . É
alicerçada:
. no culto à lealdade, à confiança e ao respeito entre chefes e subordinados;
. na compreensão recíproca de seus direitos e deveres;
. na liderança em todos os níveis.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
RIGOROSO CUMPRIMENTO DOS DEVERES E ORDENS
- Tem como fundamentos a disciplina e a hierarquia.
- É honrar o solene juramento de cumprir rigorosamente as ordens das
autoridades a que es ver subordinado.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
TRATO DO SUBORDINADO COM DIGNIDADE
- Trato do subordinado com bondade, dignidade, urbanidade, jus ça e
educação, sem comprometer a disciplina e a hierarquia .
- Incen vo ao exercício da liderança autên ca que privilegie a persuasão
em lugar da coação e que seja conquistada não pelo paternalismo, mas
pela competência profissional, aliada à firmeza de propósitos e à
serenidade nas a tudes .
- Importância do exemplo pessoal, do desprendimento e do respeito ao
próximo, demonstrados pelos chefes em todos os escalões, como
incen vo à prá ca de a tudes corretas por parte de cada um.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
ÉTICA MILITAR
É o conjunto de regras ou
padrões que levam o
militar a agir de acordo
com o sen mento do
dever, a honra pessoal, o
pundonor militar e o
decoro da classe.
Ela impõe, a cada militar,
conduta moral
irrepreensível.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CONCEITUAÇÕES
Sen mento do dever – refere-se ao exercício, com autoridade e eficiência, das funções
que lhe couberem em decorrência do cargo, ao cumprimento das leis, regulamentos e
ordens e à dedicação integral ao serviço.
Honra Pessoal – refere-se à conduta como pessoa, à sua boa reputação e ao respeito de
que é merecedor no seio da comunidade.
É o sen mento de dignidade própria, como o apreço e o respeito que o militar se torna
merecedor perante seus superiores, pares e subordinados.
Pundonor Militar – refere-se ao indivíduo como militar e está in mamente relacionado à
honra pessoal.
É o esforço do militar para pautar sua conduta como a de um profissional correto, em
serviço ou fora dele.
O militar deve manter alto padrão de comportamento é co, que se refle rá no seu
desempenho perante a Ins tuição a que serve e no grau de respeito que lhe é devido .
Decoro da Classe – refere-se aos valores moral e social da Ins tuição (PMDF) e à sua
imagem ante a sociedade. Representa o conceito social dos militares.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
PRECEITOS DA ÉTICA MILITAR
I – Cultuar a verdade, a lealdade, a probidade e a responsabilidade como fundamentos de
dignidade pessoal.
II – Exercer, com autoridade e eficiência, as funções que lhe couberem em decorrência do
cargo.
III – Respeitar a dignidade da pessoa humana.
IV – Cumprir e fazer cumprir as leis, os regulamentos, as instruções e as ordens das
autoridades a que es ver subordinado.
V – Ser justo e imparcial no julgamento dos atos e na apreciação do mérito dos
subordinados.
VI – Zelar pelo preparo próprio, moral, intelectual e sico e, também, pelo dos
subordinados, tendo em vista o cumprimento da missão comum.
VII – Dedicar-se integralmente ao cumprimento do dever.
VIII – Pra car a camaradagem e desenvolver, permanentemente, o espírito de
cooperação.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
PRECEITOS DA ÉTICA MILITAR
IX – Ser discreto em suas a tudes, maneiras e em sua linguagem escrita e falada.
X – Abster-se de tratar, fora do âmbito apropriado, de matéria sigilosa de qualquer
natureza.
XI – Cumprir seus deveres de cidadão.
XII – Proceder de maneira ilibada em todas as situações.
XIII – Observar as normas da boa educação.
XIV – Garan r assistência moral e material aos seus dependentes legais.
XV – Conduzir-se, mesmo fora do serviço ou quando já na ina vidade, de modo que não
sejam prejudicados os princípios da disciplina, do respeito e do decoro militar.
XVI – Abster-se de fazer uso do grau hierárquico para obter facilidades pessoais de
qualquer natureza ou para encaminhar negócios par culares ou de terceiros.
XVII – Abster-se do uso das designações hierárquicas em a vidades que venham a
comprometer o bom nome das Polícia Militar; e
XVIII – Zelar pela observância dos preceitos da é ca militar.
A violação dos Deveres, Valores e É ca Militares cons tui, normalmente, crime ou
transgressão disciplinar
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
O ARQUÉTIPO DO HERÓI - ELEMENTOS
ADEQUAÇÃO
RUSTICIDADE
PADRONIZAÇÃO
HABILIDADES
CORAGEM
RACIOCÍNIO
HONESTIDADE
VALORES
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
O ARQUÉTIPO DO HERÓI
⮚ O guardião reúne em si as qualidades opostas da mansidão e
impetuosidade.
⮚ Impetuosidade – enfrentar o perigo sem medo. Estar
preparado. Alerta mental acionado, preparado de imediato
para o combate – Isto é contra a natureza humana.
⮚ Mansidão – distinguir o certo e o errado, e agir de forma
tranqüila.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
O ARQUÉTIPO DO HERÓI
⮚ Leitura, cultura (desenvolvimento mental);
⮚ Educação física (o hábito de manter o corpo são, forte).
⮚ O guerreiro treina (habilidades e técnicas) e estuda (para
tomar decisões corretas). Toma decisões a todo momento.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
Valores – São conjuntos de padrões éticos que norteiam a vida
cotidiana da organização e a dos seus integrantes.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
ESTATUTO DOS POLICIAIS MILITAR - LEI Nº 7289/84
Do Valor Policial-Militar
Art 28 - São manifestações essenciais do valor policial-
militar:
I - o patriotismo, traduzido pela vontade inabalável de
cumprir o dever policial-militar e pelo solene juramento
de fidelidade à Pátria, até com o sacrifício da própria vida;
II - o civismo e o culto das tradições históricas;
III - a fé na missão elevada da Polícia Militar;
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
ESTATUTO DOS POLICIAIS MILITAR - LEI Nº 7289/84
Do valor Policial-Militar
Art 28 - São manifestações essenciais do valor policial-
militar:
IV - o amor à profissão e o entusiasmo com que a
exerce;
V - o aprimoramento técnico-profissional;
VI - o espírito de corpo e o orgulho pela Corporação; e
VII - a dedicação na defesa da sociedade.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
ESTATUTO DOS POLICIAIS MILITARES - LEI Nº 7289/84
Da Ética Policial Militar
1) Sentimento do dever – refere-se ao exercício, com
autoridade e eficiência, das funções que lhe couberem em
decorrência do cargo, ao cumprimento das leis, regulamentos e
ordens e à dedicação integral ao serviço.
2) Honra Pessoal – refere-se à conduta como pessoa, à sua boa
reputação e ao respeito de que é merecedor no seio da
comunidade. É o sentimento de dignidade própria, como o
apreço e o respeito que o militar se torna merecedor perante
seus superiores, pares e subordinados.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
ESTATUTO DOS POLICIAIS MILITARES - LEI Nº 7289/84
Da Ética Policial Militar
3) Pundonor Militar – refere-se ao indivíduo como militar e
está intimamente relacionado à honra pessoal. É o esforço do
militar para pautar sua conduta como a de um profissional
correto, em serviço ou fora dele. O militar deve manter alto
padrão de comportamento ético, que se refletirá no seu
desempenho perante a Instituição a que serve e no grau de
respeito que lhe é devido.
4) Decoro da Classe – refere-se aos valores morais e sociais da
Instituição e à sua imagem ante a sociedade. Representa o
conceito social dos militares.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
ESTATUTO DOS POLICIAIS MILITAR - LEI Nº 7289/84
Da Ética Policial Militar
Art 29 - O sentimento do dever, o pundonor policial-militar e o
decoro da classe impõem, a cada um dos integrantes da Polícia
Militar, conduta moral e profissional irrepreensíveis, com
observância dos seguintes preceitos da ética policial-militar:
I - amar a verdade e a responsabilidade, como fundamentos da
dignidade pessoal;
II - exercer, com autoridade, eficiência e probidade, as funções
que lhe couberem em decorrência do cargo;
III - respeitar a dignidade da pessoa humana;
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
ESTATUTO DOS POLICIAIS MILITAR - LEI Nº 7289/84
Da Ética Policial Militar
Art 29
IV - cumprir e fazer cumprir as leis, os regulamentos, as
instruções e as ordens das autoridades competentes;
V - ser justo e imparcial nos julgamentos dos atos e na
apreciação do mérito dos subordinados;
VI - zelar pelo preparo próprio, moral, intelectual e físico e,
também, pelo dos subordinados, tendo em vista o cumprimento
da missão comum;
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
ESTATUTO DOS POLICIAIS MILITAR - LEI Nº 7289/84
Da Ética Policial Militar
Art. 29
VII - praticar a camaradagem e desenvolver, permanentemente,
o espírito de cooperação;
VIII - empregar todas as suas energias em benefício do serviço;
IX - ser discreto em suas atitudes e maneiras e em sua
linguagem escrita e falada;
X - abster-se de tratar, fora do âmbito apropriado, de matéria
sigilosa de qualquer natureza;
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
ESTATUTO DOS POLICIAIS MILITAR - LEI Nº 7289/84
Da Ética Policial Militar
Art 29
XI - acatar as autoridades civis;
XII - cumprir seus deveres de cidadão;
Xlll - proceder de maneira ilibada na vida pública, e particular;
XIV - garantir a assistência moral e material ao seu lar e
conduzir-se como chefe de família modelar;
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
ESTATUTO DOS POLICIAIS MILITAR - LEI Nº 7289/84
Da Ética Policial Militar
Art 29
XV - comportar-se mesmo fora do serviço ou na inatividade,
de modo que não sejam prejudicados os princípios da
disciplina, do respeito e do decoro policial-militar;
XVI - observar as normas de boa educação;
XVII - abster-se de fazer uso do posto ou graduação para obter
facilidades pessoais de qualquer natureza ou para encaminhar
negócios particulares ou de terceiros;
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
ESTATUTO DOS POLICIAIS MILITAR - LEI Nº 7289/84
Da Ética Policial Militar
XVIII - abster-se, na inatividade, do uso das designações hierárquicas quando:
a) em atividades político-partidárias;
b) em atividades comerciais;
c) em atividades industriais;
d) para discutir ou provocar discussões pela imprensa a respeito de assuntos
políticos ou policiais-militares, excetuando-se os de natureza exclusivamente
técnica, se devidamente autorizado; e
e) no exercício de cargo ou função de natureza civil, mesmo que seja da
administração pública.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
ESTATUTO DOS POLICIAIS MILITAR - LEI Nº 7289/84
Da Ética Policial Militar
Art 29
XIX - zelar pelo bom nome da Polícia Militar e de cada
um de seus integrantes, obedecendo e fazendo obedecer
aos preceitos da ética policial-militar.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
PORTARIA PMDF Nº 718 DE 05 DE AGOSTO DE 2010
Art. 1º Esta portaria estabelece a forma pela qual os Policiais Militares do
Distrito Federal devem se portar em sua vida profissional, a fim de
resguardar a imagem da Instituição Policial, bem como atender aos
preceitos da ética e da moralidade pública.
Art. 2º O exercício do serviço policial militar exige conduta compatível com
os preceitos deste Código, bem como com o Estatuto dos Policiais Militares,
Lei Federal de nº 7289, de 18 de dezembro de 1984, norteando-se pelos
princípios da imparcialidade, do conhecimento e capacitação, da cortesia,
da transparência, da prudência, da diligência, da integridade profissional e
pessoal, da dignidade, da honra, do decoro e do pundonor militar.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DISPOSIÇÕES GERAIS
Art. 3º Ao policial militar impõe-se primar pelo respeito à
Constituição da República e às leis do país, buscando o
fortalecimento da Instituição e a plena realização dos valores
democráticos.
Art. 4º A atividade policial militar deve desenvolver-se de modo a
garantir e fomentar a dignidade da pessoa humana, objetivando
assegurar e promover a solidariedade e a justiça na relação entre as
pessoas.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA FINALIDADE
Art. 5º Este Código de Conduta Profissional tem por finalidades:
I - traçar orientações em matéria de ética profissional para todos os
policiais militares, ativos e inativos da Polícia Militar do Distrito
Federal;
II - promover ampla discussão a respeito do padrão ético a ser
observado na Polícia Militar do Distrito Federal, sem prejuízo da
aplicação do disposto no regulamento disciplinar aplicado na
Corporação;
III - prevenir situações que possam suscitar conflitos entre o
interesse público e o interesse privado;
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA FINALIDADE
Art. 5º Este Código de Conduta Profissional tem por finalidades:
IV - resguardar a imagem institucional e a reputação dos
policiais militares, como meio de fortalecer a governança
corporativa;
V - servir de balizador para a tomada de decisão em situações de
conflito de natureza ética;
VI - prover mecanismo de consulta destinado a possibilitar o
esclarecimento de dúvidas quanto à correção ética de condutas
específicas; e
VII - disseminar conceitos sobre ética pública, princípios e normas
de conduta.
https://www.youtube.com/watch?v=Tu2M2ZsHp5k
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DOS PRINCÍPIOS GERAIS
Art. 6º No exercício de suas atribuições, o policial militar deve pautar sua
conduta por elevados padrões de ética, com lealdade à Instituição Policial
Militar, mediante a estrita observância dos seguintes princípios:
I - legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência;
II - honestidade, discrição, transparência, decoro e boa-fé, com vistas a garantir
o atendimento do interesse público e a motivar o respeito e a confiança do
cidadão;
III - zelo permanente pela reputação e integridade da Polícia Militar,
identificando e contribuindo para corrigir tempestivamente, quando for o caso,
erros e omissões, próprios ou de terceiros, que possam comprometer a
imagem pública e o patrimônio da instituição.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DAS REGRAS DEONTOLÓGICAS
Art. 7º A dignidade, o decoro, o zelo, a eficácia e a consciência dos
princípios morais são primados maiores que devem nortear o policial
militar, seja no exercício do cargo ou função, ou fora dele, já que
refletirá o exercício da vocação do próprio poder estatal, cujos
comportamentos e atitudes serão direcionados para a preservação da
honra e da tradição do serviço policial militar.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DAS REGRAS DEONTOLÓGICAS
Art. 8º O policial militar não poderá jamais desprezar o elemento é co de sua
conduta, devendo portar-se não somente entre o legal e o ilegal, o justo e o
injusto, o conveniente e o inconveniente, o oportuno e o inoportuno, mas
principalmente entre o honesto e o desonesto, consoante as regras con das
no art. 37, caput e parágrafo 4°, da Cons tuição Federal.
Art. 9º A moralidade da Administração Pública não se limita à dis nção entre
o bem e o mal, devendo ser acrescida da ideia de que o fim é sempre o
interesse público, pois o equilíbrio entre a legalidade e a finalidade, na
conduta do policial militar, é que poderá consolidar a moralidade do ato
administra vo.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DAS REGRAS DEONTOLÓGICAS
Art. 10. O trabalho desenvolvido pelo policial militar perante a comunidade deve ser
entendido como acréscimo ao seu próprio bem-estar, já que, como cidadão, integrante
da sociedade, o êxito desse trabalho pode ser considerado como seu maior patrimônio.
Art. 11. A função pública deve ser tida como exercício profissional e, portanto, se
integra à vida particular de cada policial militar, desse modo os fatos e atos verificados
na conduta do dia-a-dia em sua vida privada poderão acrescer ou diminuir o seu bom
conceito na vida funcional.
Art. 12. O policial militar deve prestar toda sua atenção às ordens legais de seus
superiores, velando atentamente por seu cumprimento e evitando qualquer conduta
negligente no desempenho da função pública.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DO VALOR POLICIAL MILITAR
Art. 13. São manifestações essenciais do valor policial-militar:
I- o patriotismo, traduzido pela vontade inabalável de cumprir o dever policial-militar e
pelo solene juramento de fidelidade à Pátria;
II- o civismo e o culto aos Símbolos Nacionais e das tradições históricas da
Corporação e das Polícias Militares do Brasil;
III- a fé na missão elevada da Corporação;
IV- o amor à profissão e o entusiasmo com que a exerce;
V- o aprimoramento técnico-profissional;
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA INTEGRIDADE PESSOAL E PROFISSIONAL
Art. 14. A integridade de conduta do policial militar fora do âmbito estrito da
atividade policial contribui para uma fundada confiança dos cidadãos na Polícia
Militar do Distrito Federal.
Art. 15. O policial militar deve comportar-se na vida privada de modo a dignificar a
função, cônscio de que o exercício da atividade policial impõe restrições e exigências
pessoais distintas das acometidas aos cidadãos em geral.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA INTEGRIDADE PESSOAL E PROFISSIONAL
Art. 16. Ao policial militar é vedado usar, para fins privados, os bens públicos ou os
meios disponibilizados para o exercício de suas funções.
Art. 17. Cabe ao policial militar adotar as medidas necessárias para evitar que
possa surgir qualquer dúvida razoável sobre a legitimidade de suas atitudes e de
sua situação econômico patrimonial.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA INTEGRIDADE PESSOAL E PROFISSIONAL
Art. 18. Ao policial militar no exercício de suas funções é vedado:
I – concorrer para a realização de ato contrário à disciplina, à legislação ou de
caráter político partidário;
II – denigrir o nome da Corporação com atitudes, gestos e palavras que são
contrárias aos princípios da doutrina policial militar.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA INTEGRIDADE PESSOAL E PROFISSIONAL
Art. 19. Ao policial militar inativo é vedado o uso das designações hierárquicas
quando em atividades político partidárias, em atividades comerciais, industriais,
para discutir ou provocar discussões pela imprensa a respeito de assuntos
políticos ou referente à função policial militar, limitando-se exclusivamente aos
assuntos de natureza técnica devidamente autorizados.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA CONDUTA ENTRE POLICIAIS MILITARES
Art. 20. A conduta entre os policiais militares deve ser pautada sob os preceitos
éticos constantes neste Código em todos os níveis da hierarquia, observando
ainda:
I – abster-se de fazer referências prejudiciais, depreciativas ou desabonadoras
da classe, de seus superiores, iguais ou subordinados;
II – evitar desentendimentos com os superiores, iguais e subordinados,
praticando a camaradagem e o permanente espírito de cooperação;
III – ser justo e impessoal nos julgamentos dos atos e na apreciação do mérito
dos subordinados;
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA CONDUTA ENTRE POLICIAIS MILITARES
Art. 20.
IV – zelar pelo prestígio e pela dignidade policial militar;
V – ser discreto em suas ações e linguagem;
VI – ser diligente no trato de matéria sigilosa de qualquer natureza;
VII – exercer com autoridade, eficiência e probidade as funções que lhe
couberem em decorrência do cargo ou função.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA IMPARCIALIDADE E TRANSPARÊNCIA
Art. 21. O policial militar imparcial é aquele que evita todo e qualquer tipo de
comportamento que reflita em favoritismo, predisposição ou preconceito
durante as atividades executadas no serviço policial-militar.
“OUVIR TODAS AS VERSÕES ANTES DE DECIDIR, E NÃO SE
POSICIONAR A FAVOR DE NENHUMA PARTE DURANTE ATENDIMENTO”
“EVITAR EXPRESSÕES QUE DEMONSTRAM PRECONCEITO”
“NUNCA SE EMOCIONAR COM UMA OCORRÊNCIA”
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA IMPARCIALIDADE E TRANSPARÊNCIA
Art. 22. É dever do policial militar, estando ou não no exercício de suas
atividades, recusar benefícios ou vantagens de ente público, de empresa
privada ou de pessoa física que possam comprometer sua imparcialidade
funcional.
CULTURA DO QRU
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA IMPARCIALIDADE E TRANSPARÊNCIA
Art. 23. Ao policial militar, no exercício de sua atividade, cumpre dispensar ao
seu público alvo igualdade de tratamento, sendo vedada qualquer espécie de
discriminação.
Art. 24. A atuação do policial militar deve ser transparente, sempre que
possível documentando seus atos, de modo a favorecer a publicidade, exceto
nos casos de sigilo previsto no ordenamento jurídico da Corporação.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA IMPARCIALIDADE E TRANSPARÊNCIA
Art. 25. Cumpre ainda ao policial militar no exercício de suas atividades e, em
especial, na sua relação com os meios de comunicação social, comportar-se
de forma prudente e equitativa, e cuidar especialmente:
I- para que não sejam prejudicados direitos e interesses legítimos de seu
público alvo;
II- abster-se de emitir opinião pessoal, juízo depreciativo sobre pessoas ou
procedimentos de outras autoridades policiais, ressalvado posicionamento
técnico ou doutrinário no exercício da atividade policial;
III – abster-se de emitir opinião técnica ou doutrinária sem estar
suficientemente informado e munido de documentos.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA IMPARCIALIDADE E TRANSPARÊNCIA
Art. 26. O policial militar deve evitar comportamentos que impliquem a busca
injustificada e desmesurada por reconhecimento social, mormente a
autopromoção em publicação de qualquer natureza.
Art. 27. A publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas da Polícia
Militar do Distrito Federal, deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação
social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem
promoção pessoal de quaisquer policiais militares ou autoridades públicas civis.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA CONHECIMENTO E CAPACITAÇÃO
Art. 28. A exigência de conhecimento e de capacitação permanente dos policiais militares
tem como fundamento o direito dos cidadãos em geral à obtenção de um serviço policial de
qualidade.
Art. 29. O policial militar bem formado é o que conhece as suas funções legais e desenvolve
as capacidades técnicas e as atitudes éticas adequadas para aplicá-las corretamente.
Art. 30. A obrigação de formação contínua dos policiais militares estende-se tanto às
matérias especificamente policiais, quanto as que se referem aos conhecimentos e
técnicas que possam favorecer o melhor cumprimento das funções legais, visando à
máxima proteção dos direitos humanos e ao desenvolvimento dos valores constitucionais.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA CONHECIMENTO E CAPACITAÇÃO
Art. 31. O policial militar deve esforçar-se para contribuir com os seus
conhecimentos teóricos e práticos para melhor desenvolvimento da
Instituição Policial Militar.
Art. 32. É dever do policial militar atuar no sentido de que a Instituição
de que faz parte ofereça os meios para que sua formação seja
permanente.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DAS PUBLICAÇÕES, ATIVIDADES ACADÊMICAS E PESQUISA
Art. 33. O policial militar deve assegurar-se de que a publicação de estudos, pareceres, pesquisas e
demais trabalhos de sua autoria não exponham informações sigilosas ou opiniões que possam ser
interpretadas como posicionamento institucional e/ou comprometer a reputação da Polícia Militar
junto ao público.
Parágrafo único. Em qualquer situação, o policial militar deve deixar claro que as contribuições
científicas ou acadêmicas são realizadas em seu próprio nome e não representam posicionamento
institucional.
Art. 34. O policial militar não pode receber qualquer tipo de compensação pecuniária por escrever,
ensinar ou apresentar palestra fora do âmbito da Polícia Militar, sempre que essa atividade decorrer
do desempenho direto de suas atribuições legais.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DAS PUBLICAÇÕES, ATIVIDADES ACADÊMICAS E PESQUISA
Art. 35. Qualquer publicação de autoria do policial militar que incorpore
informação por ele obtida no exercício de suas atribuições deve ser prévia e
expressamente autorizada pelo Comandante Geral ou pelo Comandante,
Chefe ou Diretor da respectiva unidade policial, à exceção dos documentos
públicos.
Art. 36. Ao policial militar é vedado publicar ou distribuir, em seu nome, trabalho
técnico ou certificado do qual não tenha participado.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DAS INFORMAÇÕES PRIVILEGIADAS
Art. 37. É vedado ao policial militar fazer uso de informações privilegiadas,
adquiridas no exercício do cargo, em benefício próprio, de parentes, de amigos ou
de terceiros.
§ 1º Para os efeitos deste Código, informação privilegiada é aquela que diga
respeito a assuntos sigilosos ou que tenha relevância ao serviço policial, com
repercussão social ou política, e que não seja de conhecimento público.
§ 2º Sem prejuízo de sua aplicação a todos os policiais militares, o disposto no
caput deve merecer especial atenção do policial lotado em áreas sensíveis ou no
exercício de funções que possibilitem o acesso à informação privilegiada.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DAS INFORMAÇÕES PRIVILEGIADAS
Art. 38. O policial militar que, direta ou indiretamente, tenha acesso a dados ou
informações sigilosas deverá firmar compromisso de manutenção de sigilo, nos
termos da legislação e da regulamentação federal de regência, bem como das
regulações internas, o qual será mantido mesmo após o término da relação
funcional com a Instituição.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DAS ATIVIDADES EXTERNAS A CORPORAÇÃO
Art. 39. Sem prejuízo de outros regramentos afetos à espécie, o policial militar
da ativa deve abster-se de exercer atividade externa a corporação, com ou
sem contrato de trabalho, que gere descrédito à reputação da Polícia Militar
do Distrito Federal, que seja incompatível com suas atribuições legais ou que,
ainda, interfira em suas atividades e responsabilidades, não podendo exercer
atividade empresarial, exceto na condição de acionista ou cotista e desde que
não exerça o controle ou gerência.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DA PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS EXTERNOS
Art. 40. A participação do policial militar em cursos, seminários, congressos ou eventos
semelhantes deve ser custeada pela Polícia Militar, na forma da legislação vigente, quando
se tratar de evento de interesse institucional, devendo ser custeada pelo próprio policial
militar quando se tratar de evento de interesse particular.
Parágrafo único. No caso de interesse do policial militar, pode ser admitido o custeio pelo
patrocinador do evento, desde que não haja conflito de interesses com o exercício do cargo
ou da função pública e não se trate de instituição vinculada direta ou indiretamente à Polícia
Militar do Distrito Federal.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DO RECEBIMENTO DE PRESENTES
Art. 41. O policial militar deve abster-se, no exercício de sua atividade ou em
razão dela, de aceitar presentes, refeições, transporte, hospedagem, serviços,
diversões, compensação ou quaisquer favores em caráter pessoal, salvo em
situações protocolares, quando esteja representando a Polícia Militar do
Distrito Federal.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DO RECEBIMENTO DE PRESENTES
§ 1º Os presentes recebidos em situações protocolares deverão ser incorporados
ao acervo da Polícia Militar.
§ 2º Não se consideram presentes para os efeitos deste Código os brindes que, por
sua natureza:
I - sejam desprovidos de valor comercial;
II - sejam distribuídos a título de cortesia, propaganda, divulgação habitual ou por
ocasião de eventos especiais ou datas comemorativas, desde que não ultrapassem
o valor de R$ 100,00 (cem reais).
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DAS SANÇÕES
Art. 42. A inobservância das normas estipuladas neste Código poderá
acarretar ao policial militar, sem prejuízo de outras sanções legais, a
aplicação das penalidades administrativas previstas no regulamento
disciplinar em vigor na Corporação.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CONDUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DISPOSIÇÕES FINAIS
Art. 43. Os preceitos do presente Código complementam os deveres funcionais
dos policiais militares que emanam da Constituição Federal, do Estatuto dos
Policiais Militares e das demais disposições legais.
Art. 44. A Polícia Militar, por meio do Departamento de Educação e Cultura –
DEC, fará constar este Código de Conduta na grade curricular dos cursos de
formação e aperfeiçoamento, bem como sua disponibilização na
intranet/PMDF, para fiel observância durante todo o tempo de exercício da
atividade policial.
VALORES POLICIAIS MILITARES E
ÉTICA PROFISSIONAL
CÓDIGO DE CODUTA PROFISSIONAL PARA O POLICIAL MILITAR
DISPOSIÇÕES FINAIS
Art. 45. Todo policial militar, no ato de admissão, deve prestar compromisso formal de
acatamento e observância das regras estabelecidas neste Código e na legislação
atinente à PMDF.
Art. 46. Este Código de Conduta Profissional integrará o conteúdo programático nos
editais de concurso público destinados à seleção de policiais militares.
Art. 47. A responsabilidade por supervisionar a observância e a aplicação das
disposições deste Código é inerente a todos os policiais militares que exercem
precedência hierárquica ou funcional na Polícia Militar do Distrito Federal.

Você também pode gostar