Você está na página 1de 2

e-DOC FE8F89BA-e

Proc 229/2017-e

TRIBUNAL DE CONTAS DO DISTRITO FEDERAL


TCDF/Secretaria das Sessões
Folha:............................
SECRETARIA DAS SESSÕES Processo: 229/2017-e
Rubrica:........................
Sessão Ordinária Nº 4944, de 18/04/2017

PROCESSO Nº 229/2017-e

RELATOR : CONSELHEIRO INÁCIO MAGALHÃES FILHO

EMENTA : Representação formulada pela empresa AJL Engenharia e Construção Ltda.


(2ª colocada no certame), versando sobre possíveis irregularidades cometidas pela
SEMOB/DF na condução dos procedimentos de julgamento da Licitação Pública
Internacional – LPI nº 001/2015, que tem por objeto a contratação de empresa
especializada para execução de obras públicas viárias (passarelas).

O representante do Ministério Público junto à Corte, Procurador-Geral em exercício


DEMÓSTENES TRES ALBUQUERQUE, ratificou o parecer constante dos autos.

Sustentação oral de defesa apresentada, nesta assentada, pelo Dr. JOÃO HENRIQUE
SOARES DE HOLANDA, OAB/DF 36.556, representante legal da empresa Engemil
Engenharia, Empreendimentos, Manutenção e Instalação Ltda.

Antes de proceder à sustentação oral dos fundamentos de mérito das alegações


juntadas aos autos, o Dr. JOÃO HENRIQUE SOARES DE HOLANDA, OAB/DF 36.556,
representante legal da empresa Engemil Engenharia, Empreendimentos, Manutenção
e Instalação Ltda., arguiu questão de ordem, consubstanciada na necessidade de
reinstrução do processo, sob o fundamento de que foram juntados aos autos, pela
empresa AJL Engenharia e Construção Eireli, após a instrução e o parecer do
Ministério Público, novos atestados de capacidade técnica.- O Relator, Conselheiro
INÁCIO MAGALHÃES FILHO, esclareceu que tem conhecimento dos documentos
mencionados pela defesa e que, à vista da flexibilização a que está submetido o
processo administrativo de controle, o que privilegia a busca da verdade material do
processo, negou provimento à citada questão de ordem.

Dr. WILSON SAMPAIO SHADE FILHO, OAB/DF 22.399, representante legal da


empresa AJL Engenharia e Construção Eireli, apresentou, nesta assentada,
sustentação oral de defesa.

DECISÃO Nº 1666/2017

O Tribunal, por unanimidade, de acordo com o voto do Relator, decidiu: I) tomar


conhecimento: a) dos Ofícios n os 46/2017-GAB/SEMOB e 208/2017-GAB/Semob,
remetidos pela Secretaria de Estado de Mobilidade do Distrito Federal – Semob/DF
(e-DOC C8A856FF-c e 0E7FE6BB-c, respectivamente); b) do documento de e-DOC
4B1A7F2A-c, protocolado pela empresa AJL Engenharia e Construção Ltda.; c) dos
documentos de e-DOC A8C43C44-c, E72BA4FF-c e BD844679-c, apresentados pela
empresa Engemil Engenharia, Manutenção e Instalação Ltda.; d) da Nota Técnica n.º
03/2017-NFO (e-DOC 31408DD3-e); e) da Informação n.º 33/2017-3ª Diacomp (e-DOC
3EACF693-e); f) do Parecer n.º 231/2017-CF (e-DOC E7C233A5-e); g) dos demais

Documento assinado digitalmente. Para verificar as assinaturas, acesse www.tc.df.gov.br/autenticidade e informe o edoc FE8F89BA
e-DOC FE8F89BA-e
Proc 229/2017-e

documentos carreados ao feito; II) considerar parcialmente procedente a


Representação formulada pela empresa AJL Engenharia e Construção Ltda., acerca
de irregularidades na condução da Licitação Pública Internacional n.º 001/2015,
lançada pela Semob/DF; III) com espeque no art. 46 da Lei Complementar n.º
01/1994, determinar à Semob/DF que, no prazo de 30 (trinta) dias, adote as medidas
necessárias ao exato cumprimento da lei, no sentido de anular o Contrato n.º
08/2016-Semob/DF, decorrente da Licitação Pública Internacional n.º 001/2015, em
razão das irregularidades e ilegalidades identificadas no mencionado certame, em
ofensa aos princípios da vinculação ao instrumento convocatório e do julgamento
objetivo, expressões do princípio constitucional da isonomia, devendo a
jurisdicionada, no mesmo prazo, informar a esta Corte acerca das providências
adotadas; IV) dar ciência desta decisão aos representantes legais das empresas AJL
Engenharia e Construção Ltda. e Engemil Engenharia, Manutenção e Instalação
Ltda.; V) autorizar: a) o envio de cópia do relatório/voto do Relator e desta decisão à
Semob/DF, para subsidiar o cumprimento do item III; b) o retorno dos autos à
Secretaria de Acompanhamento – Seacomp/TCDF, para os devidos fins.

Presidiu a sessão o Vice-Presidente, Conselheiro PAULO TADEU. Votaram os


Conselheiros RENATO RAINHA, INÁCIO MAGALHÃES FILHO, PAIVA MARTINS e
MÁRCIO MICHEL. Participou o representante do MPjTCDF, Procurador-Geral em
exercício DEMÓSTENES TRES ALBUQUERQUE. Ausentes a Sra. Presidente,
Conselheira ANILCÉIA MACHADO, e o Conselheiro MANOEL DE ANDRADE.

SALA DAS SESSÕES, 18 de Abril de 2017

José Valfrido Da Silva


Secretário das Sessões

Paulo Tadeu Vale Da Silva


Vice Presidente

Documento assinado digitalmente. Para verificar as assinaturas, acesse www.tc.df.gov.br/autenticidade e informe o edoc FE8F89BA

Você também pode gostar