Você está na página 1de 3

Lista de Cinética

1) Suponha que estamos estudados a reação 2HI(g) → H2(g) + I2(g) e que, no intervalo
de 100 s, a concentração de HI decresceu 4,00 mmol/L para 3,50 mmol/L. Qual a
velocidade média da reação? [5,0x10-3 (mmolHI).L-1.s-1]

| 3,5 - 4,0 | | -0,5 | 5,0x10-3 mmolHI


Vm = → =
100 - 0 100 L.s

2) A reação 2HI(g) → H2(g) + I2(g) foi conduzida em temperatura elevada e a


concentração de HI decresceu 6,00 mmol/L para 4,20 mmol/L em 200 s. Qual foi a
velocidade? [9,0x10-3 (mmolHI).L-1.s-1]

| 4,2 - 6,0 | | -1,8 | 9,0x10-3 mmolHI


Vm = → =
200 - 0 200 L.s

3) A velocidade média da reação N2(g) + 3H2(g) → 2 NH3(g), durante um certo tempo, é


registrado como sendo 1,15 mmolNH3.L-1. h-1.

Δ[N2] 1 Δ[H2] 1 Δ[NH3]


Vm = - = - . = .
Δt 3 Δt 2 Δt

a) Qual é a velocidade média, no mesmo período de tempo, em termos do


desaparecimento de H2? [1,73x10-3 (mmol H2).L-1.h-1]

Δ[NH3] 1,15 mmolNH3


=
Δt L.h

-1 Δ[H2] 1 Δ[H2] 1 1 1,725 mmol H2


. = . 1,15 → - = . . 1,15 =
3 Δt 2 Δt 2 3 L.h

b) Qual é a velocidade média única? [R: 0,575x10-3 (mmol).L-1.h-1]

1 Δ[H2] 1 0,575 mmol


Vmédia = - . → - . 1,725 =
3 Δt 3 L.h

1 Δ[NH3] 1 0,575 mmol


Vmédia = . → . 1,15 =
2 Δt 2 L.h
4) Quatro experimentos foram realizados para descobrir como a velocidade inicial de
consumo de íon BrO3-(aq) + 5 Br-(aq) + 6 H3O+(aq) → 3 Br2(aq) + 9 H2O(l) varia quando as
concentrações dos reagentes variam.

a) Utilizando valores tabelados, determine a ordem da reação para cada reagente e a


ordem total. [R: a = (log 2,3) / (log1,5) = 2,0]
Primeiramente infere-se uma equação genérica de velocidade para essa reação:
v = K [BrO3¯]x.[Br¯]y.[H+]z.

Pelos dados apresentados observa-se dos exp. 1 e 2 que ao duplicar a [BrO3¯] mantendo-se a
concentração dos demais reagentes constantes a velocidade duplica (2,4 / 1,2 = 2).
Então, tem-se que 2x = 2 = 21, ou seja, x=1.
Observa-se também dos exp. 1 e 3 que ao triplicar a [Br¯] mantendo-se a concentração dos
demais reagentes constantes a velocidade triplica (3,6 / 1,2 = 3).
Então, tem-se que 3y = 3 = 31, ou seja, y=1.
Assim, conclui-se que a reação é de primeira ordem com respeito a Br¯. Observa-se também
dos exp. 2 e 4 que ao duplica a [H+] mantendo-se a concentração dos demais reagentes
constantes a velocidade quadruplica (9,6 / 1,2 = 4). Então, tem-se que 2z = 4 = 22, ou seja, z=2.

Assim, conclui-se que a reação é de segunda ordem com respeito a H+. Desses resultados tem-
se a equação de velocidade dessa reação: v = K [BrO3¯]1.[Br¯]1.[H+]2.

É uma reação de quarta ordem global (x+y+z = 1+1+2 = 4)

b) Escreva a lei de velocidade da reação e determine o valor de k. [k = 12 L3.mol-3.s-1]


R: Para saber o valor e a unidade da constante de velocidade “K” basta substituir os
dados experimentais de qualquer um dos experimentos realizados na equação
genérica.

1,2x10-3 12 L3
1,2.10-3 mol.L-1.s-1 = K x 0,10 mol.L-1 x 0,10 mol.L-1 x (0,10 mol.L-1)2 → K= =
1,0x10-4 mol3.s
5) Calcule a concentração de N2O que permanece em decomposição de primeira
ordem: 2 N2O(g) → 2 NO2(g) + O2(g) velocidade de decomposição de N2O = k[N2O].
Após 100 ms, em 780ºC, sabendo que a concentração inicial de N 2O era 0,20 mol.L-1 e
k = 3,4 s-1. [0,14 mol. L-1]
2 N2O(g) → 2 NO2(g) + O2(g)

OBS: 100ms = 100x(10-3)s = 0,1s


V = k [N2O]
[N2O]t = [N2O]e-Kt
[N2O]t = 0,2 x e-(3,4 x 0,1)
[N2O]t ≅ 0,14 mol/L

6) Calcule a concentração de ciclo-propano, C3H6, que permanece na isomerização de


primeira ordem ao isômero propeno, dada pela equação C3H6(g) → CH3 – CH = CH2(g)
velocidade de decomposição de C3H6 = k[C3H6] após 200 s, em 773K, sabendo que a
concentração inicial de C3H6 era 0,100 mol.L-1 e k = 6,7x10-4s-1.

Você também pode gostar