Você está na página 1de 7

IREE ESCOLA

Feminismo

Aula: Epistemologias feministas

PROFESSOR: Susana de Castro


Epistemologias Feministas

Lista de tópicos
Temas que serão abordados nesta aula

• A geopolítica do conhecimento
• A noção de sujeito do conhecimento
• A Noção de Criticidade
• A epistemologia feminista do ponto de vista
• A razão ocidental e o sistema moderno-colonial de conhecimento
• Epistemologias das fronteiras

IREE ESCOLA
O sujeito do conhecimento

Quem conhece
Epistemologia hegemônica, universalista, o sujeito do conhecimento não tem sexo, nem raça, nem gênero nem
nacionalidade
Conhecer é representar acuradamente o real
Pressuposto desse conhecimento é a visão, a ideia de que conhecer é ver e dizer que S é P, que o caderno é
azul, o problema como mostrava Descartes é como resolver os erros da percepção, quando, por exemplo, se vê
um objeto que está distante.
As epistemologias decoloniais e feministas mostram os vários equívocos dessa visão:
• conhecer não é somente ver, na maioria doas casos o conhecimento envolve a interação com outros seres
humanos, a maioria do nosso conhecimento depende do outro (Code apud Alcoff, 1993 p 5)
•. Teoria da epistemologia do ponto de vista (Standpoint epistemology): o processo do conhecimento não é
universalmente o mesmo e todo conhecimento parte do ponto de vista social e histórico do observador
IREE ESCOLA
O sujeito femininista do conhecimento

Hoje é consensual entre as feministas de que o projeto de libertação das mulheres do


patriarcado deve ser mais inclusivo, para isso é importante deixar de focar apenas na
opressão de gênero e passar a focar nas outras opressão como sexualidade, raça , idade e
classe. Uma garota de classe média alta da zona sul carioca, ou uma idosa moradora da favela
carioca, ou uma trabalhadora lésbica, cada qual está envolvidas em uma rede de opressões
diversificadas . É preciso combater todas as formas de opressão.
A noção de criticidade

1-“A lacuna do discurso revolucionário, a falta de atenção a questão epistemológica da teoria social: quem conhece? (Sylvia Winter
1982)
2- Quem produz conhecimento crítico? para quem ? Com qual propósito? (Catherine Walsh, 2007)
3- conhecimento pós-moderno não leva em, consideração a diferença colonial: Foucault, Rorty
4- teoria crítica da escola de Frankfurt surgiu dentro de um contexto específico

IREE ESCOLA
As diversas epistemologias não eurocêntricas

-Epistemologias de Fronteiras : Gloria Anzaldua

-O potencial epistemológico da história oral : Silvia


IREE ESCOLA

Cusicanqui

-Epistemologia-cosmoloigia amerindia perspectivista:

uma só alma (cultura) e diversas naturezas, unidade

espiritual e diversidade de natureza-corpos - Eduardo

Viveiros de Castro
IREE ESCOLA
BIBLIOGRAFIA DA AULA

Publicação Autor Edição Ano


“When Feminism intersect Linda Alcoff and 1 1993
Epistemology”. In: Feminist Elizabeth Potter
epistemologies
“Uma epistemologia para a Linda Alcoff 1 2016
próxima revolução”. In: Revista
Sociedade e Estado, vol. 31,
n.1
“Racismo e sexismo na cultura Lélia Gonzales 1 1984
brasileira”. In: Revista Ciências
Sociais Hoje

“Shifting the Geopolitics of Catherine Walsh 1 2007


Critical Knowledge”
“Perspectival anthropology Eduardo Viveiros de 1 2004
and the method of controlled Castro
equivocation”
Histórias locais-projetos globais Walter Mignolo 1 2020
IREE ESCOLA

Você também pode gostar