Você está na página 1de 14

Meditação sobre Viver pela 

Graça
POR REGGISBROTHER EM 07/01/2022 • ( 11 )

As maiores bênçãos espirituais que entram em sua experiência não são só provocadas
pelo que você conhece da Verdade, mas sim pelo quanto grau de silêncio que você
pode manter.
O que você sabe da Verdade, isto é, da mensagem da Verdade, age apenas como base
para a demonstração real da Vida Espiritual. Além de algumas simples afirmações da
Verdade que todo estudante da Verdade deve compreender, há pouco de uma natureza
enigmática ou difícil que se deva conhecer até o momento em que se conhece a
Verdade. A parte difícil vem no desenvolvimento de um
Estado de Consciência que o capacite a permanecer quieto interiormente.

Exceto pela realização da Verdadeira Natureza da Oração, que traz consigo o


entendimento de que Deus não precisa ser apelado ou usado, e o entendimento de que
toda a Presença, Substância, Poder e Lei de Deus estão onde você está, o silêncio é
muito mais valioso do que todo o discurso e, todo o ensino que pode ser dado. É por
isso que uma pessoa pode normalmente fazer um trabalho muito maior como praticante
do que como professor, porque um professor é constantemente chamado a falar,
responder perguntas, e o que ele diz às vezes se desvia da percepção interior do que
Deus é.
Ser capaz de permanecer no Ser de Deus é muito melhor do que todos os
ensinamentos ou conversas no mundo.
Não é o que uma pessoa diz que faz as obras maiores: é a realização silenciosa e
pacífica.
A primeira regra, muito simples, não é buscar algo em Deus, ter certeza de que você não
acredita que precisa de um poder divino, e perceber constantemente que sua única
necessidade é a Realização da Graça de Deus. Além disso, quanto menos você falar
sobre o que você sabe, melhor será para você e para aqueles que você está ajudando.
Isto é especialmente verdadeiro para aqueles que são professores, porque é quando eles
não estão ensinando que estão vivendo mais próximos de seu Centro Espiritual. Então,
eles não estão pensando e falando através da mente, dizendo coisas que muitas vezes
soam insensatas. As palavras sempre parecem tolas para o professor da Verdade, porque
qualquer um que tenha avançado até o ponto de ser um professor sabe que Deus não é
alcançado através da fala, ou através do pensamento: Deus só é alcançado através do
silêncio. A única desculpa legítima que existe para expressar a Verdade é ensiná-la, e a
única razão para lembrar um pouco da Verdade é que você pode se estabelecer em
União Consciente com Deus e, assim, em União com o seu Bem.

Onipresença de Deus
A maioria das pessoas acredita que existe um poder do bem e um poder do mal, e elas
estão sempre tentando obter algum poder do bem para fazer algo contra um poder do
mal. Ao entrar na Vida Espiritual, no entanto, você logo se dá conta do fato de que
todos os ensinamentos místicos, e especialmente as revelações de Jesus Cristo, são
baseados no conceito ou ideia de “não resistir ao mal” e “não pensar”.
O ponto principal que todos no Caminho Espiritual devem lembrar constantemente é
que não estamos buscando um poder, nem mesmo um poder divino – para fazer
qualquer coisa por si ou por qualquer outra pessoa. Não é que o estudante não precise
do poder de Deus, porque o Poder de Deus está sempre presente; mas ninguém pode
trazer o Poder de Deus para sua experiência orando por isso, pedindo por isto,
sacrificando-se, sendo bom, ou observando ritos, rituais, jejum ou banquete.
Deus é Onipresença. “O lugar em que tu estás é solo sagrado”, porque a Presença de
Deus está aí. Então você não precisa gastar tempo imaginando como chegar a Deus,
como trazê-lo à sua experiência, ou como se tornar digno dele, mas viver, se mover e ter
seu Ser na percepção de que, onde quer que você esteja, Deus está. Não faz diferença se
você está doente, momentaneamente pecando, temporariamente em falta ou limitação,
ou mesmo se está morrendo. Onde você está, Deus está, e sua função é meramente
continuar lembrando isso, mas não tentar fazer acontecer, porque já é Verdade.
Nunca se esqueça de que você não precisa pedir nada a Deus: Deus já está mais perto de
você do que respirar; Deus já está Onipresente onde você está; e mais do que isso, Deus
é a inteligência que sabe tudo, que já conhece sua necessidade. Portanto, não perca
tempo dizendo a Deus o que você precisa, ou quando você precisa ou o quanto você
precisa, porque é de Seu agrado dar-lhe o Reino.

Por que não experimentamos o Reino?


A questão pode surgir em sua mente: se Deus está presente, se Deus já conhece a
minha necessidade, se é do agrado de Deus dar-me o Reino, então por que não estou
experimentando isso? A única resposta para essa pergunta é que, em vez de reconhecer
que Deus é, que Deus está presente onde você está, que Deus já conhece sua
necessidade e que é um prazer dar-lhe o Reino, talvez você foi embora para algum outro
lugar tentando encontrar Deus, tentando obter algum poder de Deus, tentando descobrir
o que você pode fazer para trazer Deus para a sua experiência. Você tem olhado na
direção errada: você tem buscado Deus onde Ele não está, tão longe quanto sua
demonstração imediata de harmonia está em questão.
Além disso, você talvez esteja esperando que Deus lhe dê saúde, dinheiro, alimentação,
roupas, companheirismo ou lar; e se você está, então você está orando mal. O Mestre é
muito claro sobre esse ponto: “Não vos preocupeis com a vossa vida, com o que
comereis, ou com o que haveis de beber; nem tampouco com o vosso corpo, com o que
vestirdes. Se permanecerdes em mim e as minhas palavras permanecerem em vós,
pedireis o que quiserdes, e ser-vos-á feito”.

Agora permanecer em que palavras?

A Palavra que Deus é que Deus está onde você está, que Deus conhece sua necessidade
e a dá a você livremente, e que sua função é relaxar e ser um observador, deixando a
Graça de Deus se desdobrar.
Sendo infinito, Deus não pode dar nada além de Si Mesmo, e quando você ora por algo
diferente de Deus, você está orando errado. Quando você reza a Deus pela saúde, pela
paz na terra, pelo dinheiro, alimentação, roupas, pelo lar ou pelo companheirismo, você
está orando como os pagãos que começaram toda a prática desse tipo de oração
peticionária, milhares de anos atrás.
Há apenas uma coisa legítima para a qual orar a Deus, que é para a realização da
Presença do Espírito de Deus e do Poder de Deus. É legítimo pedir a Deus que lhe dê
a Si Mesmo, mas nada mais. De fato, não há mais nada que alguém possa precisar ou
desejar.
Quando você tiver atingido a realização do Ser de Deus, reconhecerá quão sábia e
verdadeira foi a declaração do Mestre:  “todas estas coisas vos serão acrescentadas”; só
tenha certeza de que você não está pensando nessas coisas, e que todo o seu desejo é
para a compreensão de Deus:

Onde eu estou, Deus está; e Deus sabe tudo sobre mim. Ele sabe da minha necessidade
antes de eu saber, e é de Seu bom grado dar-me o Reino. Eu relaxarei e descansarei em
Sua Palavra; Eu não procurarei usar um poder de Deus, nem procurarei influenciar
Deus.
Ao longo do dia, as discórdias provavelmente se apresentarão a você e, muitas vezes,
estarão na forma de pessoas erradas. Se assim for, você será chamado a perceber que, na
Presença de Deus, só existe a Pessoa de Deus criando. Em outras ocasiões, o mal pode
se apresentar a você como uma espécie de lei negativa: uma lei da matéria, do tempo ou
do clima, e será necessário que você saiba que, como Deus é Espírito, e é Infinito, a
Única Lei deve ser Lei Espiritual.
Quando a sua oração é um completo descansar na Palavra, você está cumprindo as
exigências da oração, a oração que é uma percepção, uma Realização da Presença e
do Poder de Deus.
Deus é Sua Morada
Muitas pessoas foram ensinadas que, se quisessem algo, deveriam orar por isso. Se elas
precisassem de um novo lar, elas oravam especificamente por um novo lar ou faziam
“trabalho mental” sobre isso. Mas, no Caminho Infinito, ou em qualquer outro
ensinamento místico, ninguém faria “trabalho mental”, pensaria ou oraria para alcançar
ou adquirir um lar. O que ele faria seria se estabelecer em uma meditação, e se ele
achasse difícil ficar quieto, ele poderia começar percebendo:
Só pode haver um lar, porque vivo e habito em Deus. Eu vivo, me movo e tenho meu
Ser em Deus. Quem gostaria de morar em outro lugar? Quem iria querer outra casa?
O céu proíbe que eu queira outra morada que não seja o “abrigo secreto do
Altíssimo”, ou que eu deseje estar em qualquer outro lugar que não “oculto com
Cristo, em Deus”, estabelecido em meu lar espiritual, no seio do Pai. Aquele que
habita no abrigo secreto do Altíssimo” sempre terá uma morada boa.
E assim, à medida que você pondera essa ideia de seu verdadeiro lugar de permanência
por apenas alguns minutos, você então fica muito quieto. Agora você não tem desejos;
agora você não está lutando para conseguir alguma coisa; e quando você liberou seu
desejo por qualquer coisa neste mundo, você automaticamente se encontra em Paz.
Então, na quietude e no silêncio, vem esta convicção:
Onde Deus está, eu estou. Eu estou sempre em Sua Presença, porque Eu e o Pai
Somos Um, e tudo o que o Pai tem é meu.

Isso constituirá sua oração ou meditação e, depois de ter alcançado a compreensão de


sua Unidade com Deus, aparecerá o que você chama de seu lugar físico de habitação,
sua morada ou seu lar humano. Você não terá que perseguir isso. Isso vai perseguir
você. Você não terá que caçá-lo: ele irá correr atrás de você, até encontrá-lo.

Lidando com problemas diários


Se o seu problema fosse encontrar emprego para si ou para um membro da sua família,
a única coisa que você nunca faria seria rezar ou fazer “trabalho mental” para o
emprego. Novamente você se voltaria para o Pai dentro de você:
Deus é infinito e, portanto, Deus deve ser o único empregador; mas como Deus é
infinito, Deus também deve ser o único empregado. Empregador e empregado não são
dois seres separados e à parte um do outro. Deus é empregador e empregado, Um, e
não dois, Inseparável e Indivisível. O Pai diz: “Filho … tudo o que Eu tenho é teu”,
então, qualquer que seja o emprego que o Pai tenha, o Filho tem. E isso não está no
tempo futuro: isso está no tempo presente, Agora. Tudo o que o Pai tem é meu, toda a
atividade, todo o emprego, todo o reconhecimento, toda a recompensa. Tudo o que o
Pai tem é meu, pois “Eu e meu Pai Somos Um”. Nós não somos dois, não estamos
separados um do outro. Nós não somos divisíveis, somos indivisíveis. Nós somos Um: e
então, empregador e empregado são Um. Aqui onde Eu estou, Eu e o Pai Somos Um, e
nesta Unidade está minha completude.

Assim como você não tem que correr atrás de uma casa, então você não terá que correr
atrás do emprego. O emprego vai atrás de você, porque já faz parte de sua Unidade com
Deus. Já que em sua Unidade com Deus você é inseparável de Deus, você também é
inseparável do seu bem, da sua morada, do seu emprego, do seu suprimento.

Deus é meu suprimento: Deus é minha carne, meu vinho, meu pão e minha água. Deus é
tudo isso. Quando Deus me dá, Ele está me dando pão, carne, vinho e água. A
Identidade de Deus é minha comida, minha roupa, minha habitação e meu transporte.
Em outras palavras, quando você tem a percepção consciente de sua Unidade com
Deus, você tem suprimento. Orar pelo suprimento, fazer “trabalho mental” para prover,
ou buscar o poder de Deus para obter suprimento, realmente agiria como uma barreira
para a demonstração de seu suprimento. A única demonstração de suprimento que você
pode fazer é a demonstração da Unidade Consciente com Deus.

Como você pode orar por saúde, quando Deus é a saúde do seu semblante? Deus não
tem saúde para dar: Deus é Ele mesmo saúde, e quando você tem Deus, você tem saúde.
Qualquer oração pela saúde ou qualquer “trabalho mental” para a saúde é uma perda de
tempo, porque a única demonstração real de saúde permanente é a Realização de Deus.
Apenas um desejo é legítimo
Visto que Deus já está, e está mais perto do que respirar, você não pode realmente
alcançar Deus: você só pode alcançar a percepção e a Realização da Presença de Deus,
que já está sempre com você. Quando você para de tentar obter saúde e entende que há
apenas uma coisa a obter, que é uma compreensão de Deus, você fica quieto e algo
maravilhoso acontece interior e externamente, quando você para de desejar algo externo
para si mesmo.

Não busco nada fora de mim: nada e ninguém. Não tenho nenhum desejo por nada
neste mundo, exceto conhecê-Lo, a quem conhecer corretamente é a Vida Eterna. Eu
posso desistir de todos os outros desejos porque, conhecendo-O corretamente, Eu sou
Um com toda a minha demonstração de vida, harmonia, plenitude e perfeição.
Deixe-me dizer a você agora, para vocês, meus alunos, que depois de todo o trabalho
que vem acontecendo com vocês há muitos meses e anos, vocês foram trazidos para este
ponto de percepção e realização, onde vocês agora devem ter a capacidade de abandonar
todos os desejos mundanos.
Tudo o que aconteceu nestes últimos meses e anos elevou você a uma Consciência onde
agora você deve ter a capacidade interior de fechar seus olhos nesta convicção:
Todo o Reino de Deus está dentro de mim. Não tenho que olhar para fora, para o
“homem cuja respiração está em suas narinas”: não preciso olhar para fora, para
“príncipes”: pessoa, lugar, coisa, circunstância ou condição. Não tenho que ir a
montanhas sagradas ou templos sagrados, ou mesmo a livros sagrados. Tudo o que é
necessário agora e tudo o que preciso já está dentro de mim. Tudo o que eu poderia
esperar alcançar pela oração, pelo estudo e pela meditação, tudo isto está agora
dentro de mim, e não busco fora. Não preciso tentar demonstrar nada. Eu não preciso
tentar rezar. Agora posso Comungar com Deus dentro de mim, liberando-me de todo
desejo por qualquer coisa terrena.

Você sempre pode saber se está orando corretamente ou não. Você tem em mente a
realização ou aquisição de alguma coisa terrena?

Se assim for, você não está rezando corretamente. Cada um pode usar isso como um
critério: “O que eu estou desejando? Qual é o objeto da minha oração?”
Se é alguma coisa terrena, se é alguma coisa no reino externo, você está orando mal.
Mas quando você está orando e sabendo que seu desejo é conhecê-Lo corretamente,
para perceber Sua Graça, quando seu desejo é permanecer
para sempre no “abrigo secreto do Altíssimo”, para que você possa conhecer a Sua
Vontade, então você está rezando corretamente .
“Que as palavras da minha boca e a meditação do meu coração sejam aceitáveis aos
Teus olhos”. Que a meditação do meu coração seja uma canção contínua de louvor e
alegria. O Reino de Deus está dentro de mim. Como amo as Tuas Leis – as Tuas Leis
Espirituais! Como amo a Tua Graça! Como eu amo a Comunhão contigo – viver, me
mover e ter meu Ser em uma compreensão interior de que Tu estás sempre comigo.
“Sim, ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum; porque
Tu estás comigo”. Tu me conduzes ao lado das águas tranquilas; Tu me fazes deitar em
prados verdes. Oh, que minha vida possa ser vivida em Ti, por Ti e contigo, e que eu
possa estar sempre satisfeito com Tua grande dádiva da Graça. “A terra é do Senhor e
toda a sua plenitude” e “filho, tu estás sempre comigo, e tudo o que eu tenho é teu”.
Como posso então desejar algo de alguém? Como posso desejar qualquer condição ou
circunstância? Eu só posso permanecer no Centro do meu Ser e perceber com gratidão
que, na quietude e na confiança, está minha Paz: não em pensar, não em buscar um
poder de Deus, mas na quietude e confiança eu encontro minha Paz, meu descanso,
minha abundância, meu companheirismo e minha casa. Somente quando tenho Deus,
meu companheirismo humano aparece harmoniosamente. Somente quando tenho Deus,
tenho suprimento abundante. Somente quando tenho Deus, eu tenho saúde.
Deus está dentro de você Agora, e você está em Deus Agora; você já tem a Presença de
Deus onde você está; mas é a sua lembrança consciente dessa Presença que a traz em
manifestação.
“Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua Justiça; e todas estas coisas vos serão
acrescentadas” – apenas tenha certeza de que não está buscando coisas. Treine-se para
não ter desejos, mas o grande desejo de conhecer a Deus:

Não tenho desejo, senão o desejo de andar com Deus, servir a Deus e amar a Deus. Eu
não tenho nenhum desejo, a não ser que a Graça de Deus possa ser revelada a mim, que
a Lei de Deus possa ser conhecida por mim, e que a Vontade de Deus possa ser expressa
em mim. Todos os meus desejos, tudo isso tem a ver com Deus, não com qualquer
coisa, ou com alguém externo a mim. Eu já tenho o Reino de Deus dentro de mim. O
que mais posso ter? Enquanto eu permaneço nesse Reino e fico quieto, o sentimento da
Presença de Deus ganha vida em mim; há uma Consciência de que Eu sou Um com
Deus e que Deus está em campo. Não há mais nada a fazer: apenas ficar quieto e deixar
meu coração transbordar de gratidão.

O que é Seu virá até Você


A Consciência Iluminada que é alcançada é em si a saúde, o pão, a carne e o vinho. Não
é que você ganha a Iluminação e depois faz algo com ela, mas quando você recebe a
Iluminação, você não tem mais nada a fazer, pois ela está fazendo, e sendo. Você é
apenas o observador do que esta Luz está fazendo.
A Luz é alcançada no momento em que você não tem desejos externos, quando você
tem o conhecimento de que é somente a Graça de Deus, a Vontade de Deus e a Lei de
Deus que você deseja conhecer. Ela funciona como um encanto. No momento em que
você para de perseguir alguma coisa, ela começa a perseguir você; no momento em que
você para de desejar alguma coisa, ela entra em sua experiência. No exato momento em
que você para de correr atrás de algo, ele começa a correr atrás de você. À medida que o
seu desejo por qualquer coisa, alguém ou qualquer condição no mundo externo chega ao
fim, você começa a viver essa Vida Interior de Unidade Consciente com Deus, e então
sua vida externa começa a cuidar de si mesma. Há uma Presença Invisível, Algo que
você não pode ver, ouvir, provar, tocar ou cheirar, indo adiante de você, para endireitar
os caminhos tortos, para preparar mansões para você, e trazer até você o que lhe é de
direito. É muito parecido com o que Burroughs diz em seu poema “Waiting” (A
Espera):
Sereno, eu cruzo minhas mãos e espero
Nem me preocupo com vento, maré ou mar:
Não mais me deixo arrastar pelo tempo ou destino,
Por isso, o que é meu virá até mim.
Quando você não quer mais aquilo que é externo e que você acredita que é para o seu
bem, e quando você está disposto a permitir que Deus se cumpra como você, e
permanece apenas no desejo de Realização Espiritual, você descobre que o que é seu
por vontade própria virá a você, e também a sua morada, o seu transporte, a sua comida,
a sua roupa, o seu alojamento, o seu emprego, os seus investimentos.
O que quer que seja de uma natureza legítima, que deva ser parte de sua experiência
humana, vem a você, porque é uma Lei que o Verbo se torne carne, se torne
experiência, forma e efeito, não em virtude do que você possa fazer, mas meramente por
virtude da sua Vida Interior de contemplação e realização, uma Vida de viver, mover-se
e ter o seu Ser em Deus, e ter Deus vivendo, se movendo e tendo o Seu Ser em você,
para que Deus e você sejam eternamente Um em Realização. Na verdade, você já é Um
no relacionamento, mas, sem a Consciência da Unidade, é como se não houvesse Deus
em sua experiência. Consciência plena, sabedoria consciente, realização consciente:
lembre-se sempre dessas palavras importantes. Você deve estar consciente de algo,
antes que possa se manifestar em sua vida. Portanto, se você quer Deus e a Graça de
Deus em sua vida, você deve estar constantemente consciente da Presença de Deus.

Sem dúvida, existem pessoas no mundo cujo único desejo é dinheiro, reconhecimento e
fama, e se elas estão dispostas a lutar e dedicar suas doze, catorze ou dezesseis horas por
dia à obtenção dessas coisas, elas provavelmente vão conseguir. Mas quantos tiveram
sucesso e descobriram, depois de terem alcançado o sucesso, que era poeira em suas
mãos e que não trazia satisfação, paz ou conforto, às vezes nem mesmo segurança ou
proteção.

Por outro lado, aqueles que passam apenas algumas horas do dia conscientes de uma
Presença Interior, de Deus como a Substância de seu Bem e como a Fonte de Paz,
segurança e proteção, descobrem que Deus é sua torre alta e fortaleza. Deus não pode
dar segurança e proteção, Deus só pode dar a Si Mesmo, mas em Deus há segurança e
proteção. Deus não pode dar Paz a ninguém: Deus só pode dar a Si Mesmo, mas em
Deus há Paz.
Procurem a Mim
“Na tua presença há plenitude de alegria… Onde está o Espírito do Senhor, há
liberdade”. Você não vê que o mundo perdeu o seu caminho em busca de paz,
segurança, lar, dinheiro e companheirismo, quando o tempo todo a grande necessidade
era buscar a Deus, buscar a realização da Presença de Deus, procurar conhecê-lo
corretamente?

Volte-se para dentro novamente, e de novo perceba:

O Reino de Deus está estabelecido dentro de mim. Eu não tenho que ir a lugar nenhum
ou procurar qualquer coisa. Eu só preciso saber: ficar quieto e saber. “Aquieta-te e sabe
que Eu sou Deus”. Fica quieto, e sabe que Eu, que estou falando contigo de dentro, sou
Ele. Fica em paz; não tenhas medo. Eu sou Ele, e estou contigo; Eu estava contigo
desde antes de Abraão. Eu estarei contigo até o fim do mundo. Por que procurar alguma
coisa? Por que desejar alguma coisa? Por que orar por qualquer coisa? Eu estou aqui, no
meio de ti, e te darei todas as coisas: mais do que poderias pedir, conhecer ou querer.
Mas deixa comigo. Eu estou aqui, no meio de ti. Confia em mim; escuta a minha voz.
Fica quieto e sabe que Eu, aqui, no meio de ti, sou Deus. Fica quieto e sabe que estou
mais perto de ti do que respirar – Eu, Deus, estou mais perto de ti do que tua respiração.
Tu não precisas lutar. Não é pelo poder, nem pela força, mas pelo Meu Espírito, pelo Eu
que está dentro de ti. Relaxa, senta-te, fica quieto. Na quietude e na confiança, tudo será
revelado a ti. Na minha Presença, há realização. Onde está a minha Presença, há Paz,
Segurança e Harmonia. Minha Graça está funcionando dentro de ti, a Graça de Deus.
Confia nisso. “Minha Graça é suficiente para ti”. Descansa, permanece nesta Palavra e
deixa esta Palavra habitar em ti. “Eu nunca te deixarei, nem te desampararei”. Descansa.
Eu estarei contigo até o fim do mundo. Não te esforces, não lutes. Eu em ti e tu em
Mim! O que mais existe? Eu sou teu pão, carne, vinho e água. Eu sou a ressurreição do
teu corpo. Eu sou este poder dentro de ti, que é a ressurreição: ele reconstruirá teu
corpo, se os anos dos gafanhotos o comerem. “Destrua este templo e em três dias Eu o
levantarei” – Eu, no meio de ti, não alguém em uma montanha sagrada ou alguém em
um templo sagrado. Não! apenas Eu, no meio de ti, levantarei o templo do teu corpo,
um corpo totalmente novo, se descansares em Mim, na certeza de que Eu estou contigo
desde antes de Abraão, e que nunca te deixarei, nem te abandonarei. Eu sou a
ressurreição do teu corpo, a ressurreição do teu lar, a ressurreição das tuas finanças. Eu
sou a ressurreição de qualquer coisa que você já perdeu. Eu sou a Ressurreição e Eu sou
a Vida, e este Eu que Eu Sou é o Eu que está dentro de ti, mais perto de você do que
respirar e mais perto que tuas mãos e pés. Mas não me busques por pães e peixes,
procura-me por Mim, procura habitar em Mim. Procura Me conhecer, bem no meio de
ti. Procura encontrar tua paz e segurança em Mim. Não busca pães e peixes: busca a
realização do Eu, e Eu serei a Presença que vai adiante de ti, para endireitar os caminhos
tortos. Eu serei o Amor que te cumprimenta em cada Alma.

Render a si mesmo
Agora, em uma meditação completamente relaxada, desista desse mundo, desista de
todo desejo. Você tem a capacidade de desistir Agora de todos os desejos, exceto o
desejo de conhecer a Deus corretamente, de deixar de lado a preocupação com a saúde,
o suprimento ou o lar, de deixar cair toda a ansiedade por amigos ou parentes. Deixe
tudo em Deus, porque se Deus não pode cuidar disso, você certamente não pode; mas
Deus pode, se você estiver disposto a entregar suas preocupações e seus desejos.
Lembre-se, você não pode estar segurando algo e ao mesmo tempo se render.

Você não pode renunciar a algo e se apegar a isso. Ou você vai segurá-lo e aprender, em
última análise, que você não pode fazer isso, ou você vai se render.

Entregue toda a sua preocupação por si mesmo ou por qualquer outra pessoa. Renuncie
a todas as suas angústias por si mesmo ou por qualquer outra pessoa:
Entrego todas as coisas a Ti: não estou escondendo nada. não estou mantendo imagens
mentais para me preocupar em minha mente. Meu único desejo é Te conhecer
corretamente, viver para sempre na lembrança que Tu estás em mim, e que todo o Teu
Reino está dentro de mim. Descanso em Tua Graça; Descanso em Tua Paz. Pai, perdoa-
me, se eu estiver procurado algo que não seja a Tua Paz e a saúde do Teu semblante.
Pai, perdoa-me se alguma vez busquei alguma coisa que não a Tua Graça, ou senti que
alguma vez precisei de algo que não fosse a Tua Graça. Tua Graça é minha suficiência.
Vivo pela Tua Graça; Vivo porque sou herdeiro de Deus, e herdeiro comum com Cristo.
Desgraças terrenas, preocupações terrenas, ansiedades terrenas, tudo isso se afasta,
porque eu estou em casa em Ti, sou Um contigo. Tu estás em mim e eu em Ti, e,
portanto, nós somos Um. Nessa Unidade está minha completude, minha totalidade,
minha perfeição. Ainda que eu tivesse a Ti e ao mundo inteiro, eu não teria nada mais
do que se tivesse somente a Ti. Permaneço constantemente na percepção de que onde
Tu estás onde Eu estou, porque somos inseparáveis, indivisíveis, e Tu sabes a minha
necessidade. É de Teu bom grado dar-me o Reino que já está estabelecido dentro de
mim. Tu nunca me deixarás nem me abandonarás. Se sou bom ou mau, rico ou pobre,
doente ou saudável, nunca me abandonarás. Através da percepção e realização disso, os
anos perdidos para os gafanhotos são restaurados, e sou inteiro novamente: tudo através
da Realização de Tua Presença, através da percepção de inseparabilidade e
indivisibilidade. Deus é o Pai, e Deus é o Filho, e nós somos Um. Nesta Unidade
Consciente está minha Totalidade. O Sol, a Lua e as estrelas lá no céu estão todos sob o
governo de Deus; a maré está enchendo e vazando sob o governo de Deus; árvores,
grama e plantas estão crescendo; as flores estão florescendo; o fruto está amadurecendo
sob a Graça de Deus. O gado está pastando em milhares de colinas sob a Graça de Deus.
Carvão e diamantes estão no chão e pérolas no mar, tudo sob a Graça de Deus.
Substâncias que estamos usando do solo hoje foram colocadas há milhares de anos
atrás; substâncias que serão necessárias daqui a milhares de anos estão se formando na
terra e na água agora. Toda necessidade é provida pela Graça de Deus. A Graça de Deus
é, de fato, minha suficiência. Todas as coisas me foram dadas pela Graça de Deus: não
por força, não pelo poder, não pela oração, mas pela Graça de Deus. Então relaxo em
Deus e recebo o mesmo governo de Deus que dirige a Terra e todas as suas atividades.
Estou em Ti e Tu estás em mim, e nós somos Um.

Não force nenhum pensamento preocupado por nada no reino externo; Nem por
ninguém no mundo. O Reino de Deus está estabelecido dentro de você, e a Graça de
Deus é sua suficiência. Por isso, não pense nisso!

Joel – Capítulo 10 – Meditação sobre Viver pela Graça do Livro Vida Contemplativa.

Você também pode gostar