Você está na página 1de 4

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

CENTRO DE HUMANIDADES
DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO
COMPONENTE CURRCULAR: EDUCAÇÃO MATEMÁTICA
DOCENTE: VITAL ARAÚJO
DISCENTE: SAMIRA GOMES DO NASCIMENTO

RESUMO REFLEXIVO SOBRE A METODOLOGIA PEDAGÓGICA NA


ESCOLA MUNICIPAL MARIA LEITE DE ARAÚJO EM BREJO SANTO,
SERTÃO DO CEARÁ

Esse resumo trata-se da prática eficaz de ensino-aprendizagem em uma escola


rural do sertão que foi uma reportagem apresentada no programa Globo Rural
da Rede Globo de Televisão. A matéria destaca o Índice de Desenvolvimento
da Educação Básica (Ideb), apurado pelo Ministério da Educação (MEC), quem
constata o fato. Na época a escola Maria Leite de Araújo possui a maior nota
do Brasil, 9,6, para o primeiro ciclo do fundamental. A média para o país,
inclusive, era quase a metade (5,2). O indicador mede o desempenho em
português e matemática dos alunos da rede pública. A escola Maria Leite de
Araújo fica a aproximadamente 25 quilômetros do centro do município Brejo
Santo. A maior parte dos estudantes usa o transporte escolar para frequentar
as aulas.
Os professores falam com orgulho e muita satisfação das técnicas usadas por
eles em sala de aula e destacam a interação dos pais em conjunto com a
escola como um diferencial no projeto. Dados comprovam a evolução do
município após a reestruturação, rede de ensino que já esteve entre as piores
do país. O Ideb médio de Brejo Santo passou de 3 em 2007 para 7,2 em 2013.
A escola levanta uma bandeira de muita importância em sua metodologia de
ensino: “aprender brincando”, e mostra que é possível, sim, desenvolver um
projeto e um trabalho sério com benéficos múltiplos em conjunto com toda
comunidade escolar. A relação estreita com a comunidade é um dos fatores de
maior relevância e contribuição para que tudo saia dentro do proposto, pois,
por ser uma cidade pequena os professores moram perto das famílias dos
alunos e os pais acompanham, incentivam e participam do desenvolvimento e
comportamento das crianças. Sendo assim, a formação continua dos
professores, as avaliações frequentes e a proximidade com a comunidade
estão entre os segredos para o sucesso do ensino nessa unidade escolar.
O piso salarial é superior ao nacional. Os magistrados também recebem bônus
de final de ano, um 14 salário que acompanha o desempenho da sua escola no
Ideb e outro órgão estadual. Maria das Graças Bezerra, diretora da escola
Maria Leite, destaca "Fazemos tudo de forma muito simples, e o simples dá
trabalho". Segundo a secretária de educação, Ana Jacqueline Braga “não é
preciso muito dinheiro. Basta fazer um feijão com arroz bem feito. Se tiver um
recurso sobrando, faz também um bifinho à milanesa, claro. Mas é o básico
que precisa ser feito.
Em suma, esse exemplo apresentado na reportagem e em algumas revistas
eletrônicas só mostra que a educação em nosso país tem solução. A escola
rural de Brejo Santo é para mim, como futura educadora, uma inspiração que
me enche de entusiasmo a fazer a diferença na vida de uma comunidade
escolar. É muito gratificante, encantador e estimulante comprovar que a
educação pode e deve ser uma aliada na formação de pessoas e na
construção de uma sociedade melhor, uma sociedade capacitada e igualitária
para todos.

Por meio desta pesquisa, pudemos confirmar a importância em se utilizar, de maneira

adequada, os jogos como recurso pedagógico. A observação e a aplicação de jogos, em sala

de aula, foram fundamentais para a comprovação do aperfeiçoamento das habilidades

educacionais nos alunos. A atenção, o raciocínio- lógico, a percepção, o sentimento foram

características marcantes nesse processo, enriquecendo ainda mais o trabalho.

Durante todo o processo da pesquisa, os alunos demonstraram bastante interesse em

participar das atividades. Constatamos que houve uma melhora significativa quanto à

facilidade em aprender determinado conteúdo nas aulas ministradas. Os jogos construídos

com a ajuda dos próprios alunos estimularam a criatividade e o raciocínio durante as

aplicações dos jogos. Segundo Kamii (1984, p.23) ―Quando as crianças colocam todos os

tipos de conteúdos em relações, seu pensamento se torna mais móvel.‖ As relações dos jogos

com as disciplinas tanto de matemática, como de português aumentaram a capacidade de

raciocínio do aluno, ampliando cada vez mais as variedades de como se resolver determinado

problema.

Pôde-se perceber também através desta pesquisa, a importância dos jogos como

prática educativa. Os primeiros jogos realizados foram os mais difíceis de serem executados,

pois os alunos não tinham a noção das regras e dos objetivos de se fazer um jogo em sala de
aula. Na medida em que os jogos eram construídos e aplicados, possibilitava a formação de

novos conceitos e habilidades dos alunos. Ou seja, a vivência de situações e a repetição das

mesmas criaram uma relação entre o já conhecido e o imaginado, facilitando o entendimento


e

propiciando novas soluções.

Além da construção dos jogos, a relação entre os alunos tanto com a professora,como

entre si foram vitais para os resultados obtidos. O auxilio e incentivo, da professora como dos

próprios alunos, foram importantes nesse trajeto. As experiências foram compartilhadas de

modo satisfatório, pudemos observar a cooperação entre eles. Os alunos mais experientes

acabaram por oferecer condições da assimilação dos conteúdos para os menos experientes, já

que a atenção estava voltada para o grupo e não para o individual.

49

Esperamos que este trabalho possa estimular o educador na utilização dos jogos

educativos como uma ferramenta de auxílio na elaboração de suas atividades. Deste modo é

importante que cada educador procure em outras pesquisas e livros, conteúdos que abordam
o

tema, para que haja um melhor entendimento sobre a importância do lúdico na vida

educacional do aluno

Portanto as discussões apresentadas nessa pesquisa visam refletir a respeito

apresentada buscou destacar a importância do uso da ludicidade como ferramenta de

aprendizagem, o direito da criança brincar e desenvolver suas habilidades motoras e cognitivas

de forma prazerosa principalmente nos anos iniciais do ensino fundamental. Fazendo com que

os professores reflitam sobre o impacto que a falta do lúdico pode trazer para os alunos,

causando muitos prejuízos. Com base nos conceitos dos teóricos citados na pesquisa, fica bem

claro que o desenvolvimento da criança, onde é utilizado a ludicidade através de atividades

diversas, contribui como um instrumento facilitador no processo de ensino aprendizagem.

Em relação a prática pedagógica, as educadoras de ambas as redes demonstram

compreender a importância da utilização da ludicidade ligada as atividades desenvolvida para

o desenvolvimento dos seus alunos. Apesar disto, a dificuldade de concretização destas


atividades no cotidiano docente é nítida em algumas falas, ora por falta de acesso aos

materiais, ora por falta de autonomia e a grande quantidade de conteúdos curriculares a


serem

trabalhados.

Os dados analisados na investigação focando a importância da ludicidade foram

discutidos entre 19 (dezenove) educadoras de cidades, séries e escolas diferentes. Dessa forma

podendo compreender as estratégias de cada uma para utilizar o lúdico na sala de aula.

A escola espaço favorecido de aprendizagem tem o dever de criar condições para que

a mesma possa realizar atividades lúdicas sendo relacionadas aos jogos e brincadeiras.

Portanto, cabem aos educadores utiliza-los com o objetivo de desenvolver para obter
resultado

18

satisfatório. Por fim, essa pesquisa teve o intuito de mostrar que é possível trabalhar de forma

lúdica com os alunos dos anos iniciais do ensino fundamental.

Você também pode gostar