Você está na página 1de 2

AV – AVALIAÇÃO DE TREINAMENTO

Emitido por: Aprovado por:


Renata Alcantara Melo HILDEMBERG BASTOS
Título: Codificação:
CURSO DE TREINAMENTO PARA TRABALHO A
QUENTE – NR 34
PROV-NR-34

Nome: _____________________________________________________
Data:__________________________ Nota

Avaliação NR-34

1. Sabemos que o desenvolvimento de estratégias de prevenção é importante para a


elaboração de itens essenciais para a manutenção da segurança e da saúde do trabalhador.
Esses dados devem:
2.

a) Ser divulgados antes do início das atividades laborais e intensificados nos treinamentos.
b) Ser arquivados e nunca divulgados para não expor a empresa.
c) Ser entregues ao Ministério do Trabalho e Emprego.
d) Ser divulgados, porém, somente para os trabalhados internos.
e) Todas as afirmativas anteriores

3. Os protetores para pontos de operação são de fundamental importância quando podem ser
instalados. Qual das características abaixo caracteriza como desvantagem na utilização dessa
proteção?
a) Não impede o uso de matéria prima de dimensões e formas variadas.
b) Fácil instalação.
c) Requer manutenção intensiva e ajuste para cada operador.
d) Bom rendimento através de alimentação manual.
e) Todas as afirmativas anteriores

5. Protetores de transmissão de força são do tipo anteparo (telas, perfis metálicos na


construção de guardas protetores e etc), que isola os pontos perigosos de maneira a impedir
que pessoas tenham contato com elas. Podem ser classificados como:

a) Equipamento de Proteção Individual (EPI)


b) Equipamento de Proteção Competitiva (EPC)
c) Equipamento de Proteção Coletiva (EPC)
d) Indústria de Proteção Individual (IPI)
e) Partes móveis

6. Em tratando do conceito “Perigo e Risco”, podemos afirmar que:


a) O perigo é desencadeado no momento de recreação na folga, e risco é no ambiente de
trabalho.
b) Perigo é a fonte geradora, e o Risco é a exposição a esta fonte.
c) Perigo é a exposição à fonte geradora, e Risco é o perigo da caldeira.
d) Risco é tudo que vemos, e Perigo é aquilo que não percebemos.
e) Perigo deve ser eliminado, o risco deve ser tolerado e permitido

7. Entende-se como todo aparelhamento que transmite movimento, a partir de um motor ou


outra fonte primária de movimento até o ponto de operação (eixos, polias, correias,
engrenagens, volantes, correntes e etc). Estamos falando de:
a) Transmissão de força
b) Transmissão de fonia
c) Ponto de operação
d) Partes móveis
e) EPI

8. As técnicas de Análise de Risco visam apresentar os resultados de:


a) Probabilidade x Gravidade = Risco.
b) Risco + Probabilidade = Gravidade.
c) Gravidade – Risco = Probabilidade.
d) Probabilidade / Gravidade = Risco.
e) Perigo e risco.

9. O equipamento de proteção coletiva – EPC é definido como recursos nas medidas de ordem
geral existentes no estabelecimento. Essas medidas:
a) Poderão ser de complexidades e incompatíveis com graus de riscos de exposição.
b) São padronizadas e possuem incompatibilidade de critérios globalizados.
c) Poderão variar conforme as atividades e graus de riscos de exposição.
d) São frágeis e geram insegurança.
e) Não é necessários se existir o EPI.

10. É um documento por escrito, que autoriza o início do serviço, tendo sido avaliados os riscos
de Segurança, Meio Ambiente e Saúde, com a devida proposição de medidas de segurança
aplicáveis. Estamos falando de:
a) PT (Permissão de Trabalho)
b) ASO (Atestado de Saúde Ocupacional)
c) PT (Petrobras e Transpetro)
d) CAT (Comunicado de Acidente do Trabalho)
e) OS (Ordem de serviço)

Você também pode gostar