Você está na página 1de 77

SuperMotivado, Histórias Surpreendentes - volume 1

Copyright 2002 © 2012 Todos os direitos reservados por Isaac


Martins

Todos os direitos para língua portuguesa reservados.

Nenhuma parte dessa publicação poderá ser reproduzida, ou


transmitida de qualquer modo ou por qualquer outro meio, seja este
eletrônico, de fotocópia, de gravação ou outros, sem prévia
autorização por escrito.

Digitação: Elaine de Oliveira Martins


Revisão: Josias A. Andrade
Design da Capa: Image: dan / FreeDigitalPhotos.net

ISBN original: 85-85484-90-X


Primeira impressão em 2002

Autor:
Isaac Martins - isaac@institutoim.com.br
Site do professor: www.isaacmartins.com.br
Site do instituto: www.institutoim.com.br

Dados Internacionais de Catalogação de Publicação (CIP)


(Câmara Brasileira de Livro, SP, Brasil)

Martins, Isaac J
Supermotivado Histórias Surpreendentes / Isaac Martins
São Paulo: I. J. Martins, 2002 - 2012

1. Auto-ajuda - técnicas 2. Crônicas brasileiras


3. Realização pessoal

ISBN 85-85484-90-X
INTRODUÇÃO

Quando iniciei este projeto chamado


SuperMotivado, eu e minha equipe tivemos um grande
trabalho de pesquisa. Desta maneira, não quero ter os
créditos destas maravilhosas mensagens; digo e afirmo
que sou apenas um organizador dos melhores contos,
histórias e frases que temos.

Dividir em partes creio ser a melhor forma de você


estar SuperMotivado. Espero que aproveite este material.

Leia todo o livro e depois, todas as manhãs, leia


uma história, pense na palavra, reflita sobre a frase e
memorize a história ou conto. Uma recomendação:
comente o que escutou com alguém, isso o ajudará a não
esquecer, e ao mesmo tempo você estará partilhando o
conhecimento com alguém.
Após fazer isso, com certeza, depois de 31 dias
você será uma pessoa diferente.
Este é o meu voto, desejo contribuir para que você
esteja sempre supermotivado.
O sucesso desse livro foi tanta que lançamos o
SuperMotivado Histórias Surpreendentes volume 2, leia
também.
SuperMotivado - volume 1

Muito obrigado pela confiança,

Prof. Isaac Martins

4
Dedico essa obra à minha amiga e
companheira Elaine Martins e ao meu
filho Leonardo Cauê
Parte I

Você é muito
importante

Por mais que tentam você não


perde seu valor. Às vezes as
adversidades da nossa vida faz
com que sentíssemos sem
importância nenhuma. Semelhante
à um dinheiro amassado, rasgado
ou até mesmo sujo você não perde
seu valor.

As histórias a seguir vão ajudá-lo


a aumentar sua autoestima e
continuar na luta apesar das
dificuldades.
Qual é a definição da palavra sucesso?
Alguns imaginam que é ter dinheiro, fama, bens,
poder, viajar e muito mais. Porém o dicionário da língua
portuguesa define a palavra sucesso como aquilo que
sucede, acontecimento, resultado e conclusão.
Sucesso é isso, um resultado e uma conclusão! Para
que você tenha sucesso é preciso fazer algo, parar de
reclamar e ir à luta.

Uma história ilustra isso:


-Um rapaz estava dirigindo havia horas em um
deserto. De repente, ele se depara com um posto de
gasolina bem simples, com uma bomba de gasolina e
apenas um senhor de aproximadamente uns 70 anos de
idade, sentado em uma cadeira de balanço antiga e ao seu
lado estava um cachorro. O rapaz para o carro e diz:
-Senhor, por favor, encha o tanque para mim.
O senhor levantou e começou a encher o tanque.
Enquanto fazia isso, eis que o jovem motorista
avistava a reação do cachorro que chorava e parava,
chorava e parava. Agoniado com o fato, o motorista,
pergunta ao senhor:
- Este cachorro é do senhor?
- Sim - respondeu o senhor.
- Então, responda-me: por que ele chora e para,
chora e para?
- O senhor responde:
- É porque ele está sentado em um prego.
- Então por que ele não levanta e sai dali?- indaga
o rapaz.
- É porque não está doendo tanto - responde o
senhor.

Esta história nos explica que às vezes estamos


reclamando da vida, da situação, das pessoas, porém
continuamos a ficar sentados no prego. Para você ter
sucesso é preciso ter atitudes vitoriosas, é preciso ir à
luta.

Se você conhece pessoas que insistem em reclamar da


vida, que tal ajudá-las contando esta história?

Agora, se você tem mania de reclamar das coisas, da


vida e das situações adversas, que tal levantar do seu
“prego” e agir?

Tome uma atitude e mude já!


Muitas vezes tentamos e lutamos para ser alguém na
vida. Mas o que significa ser alguém? Muitos imaginam
que é ter bens, dinheiro, fama e uma vida tranquila.
Ficamos a vida inteira buscando tais coisas, que na
verdade de nada valem.

No entanto, para ter valor, a vida necessita de poucas


coisas, por exemplo: pense no nome das cinco pessoas
mais ricas do mundo, diga o nome dos cinco últimos
ganhadores do Oscar, dado para aos melhores atores e
atrizes. Agora diga o nome das cinco últimas misses
Universo. Lembre agora o nome dos dez ganhadores de
medalha de ouro nas olimpíadas.

Como foi? Lembrou de algum? Difícil? E observe que


são pessoas famosas. Mas a verdade é que os aplausos
morrem, prêmios envelhecem, grandes acontecimentos
são esquecidos.
Agora tente isso: escreva o nome dos professores dos
quais você mais gostava.
Lembre-se de três amigos que ajudaram você em
momentos difíceis. Pense em cinco pessoas que lhe
ensinaram alguma coisa valiosa.
Isso demonstra que as pessoas que fazem a diferença
na sua vida não são as mais importantes para os outros,
mas sim aquelas que se importam com você.

Às vezes, diante de dificuldades, achamos que


perdemos o valor, é o mesmo que pegarmos uma nota de
pouco valor e riscarmos, pisarmos ou até sujarmos.
Apesar de tudo isso, ela continua sendo um dinheiro e
não perde o valor.

Mesmo que a vida e algumas pessoas desvalorizem


você, lembre-se: existem pessoas que sempre
reconhecerão o seu valor e é para esses que você deve
lutar!
Imagine um banco que credita em sua conta R$
24.000,00 todo dia e não transporta o saldo para o dia
seguinte. O que você faria?
No começo você iria pagar as suas dívidas, dar entrada
em uma casa, comprar um carro.

Faça esse exercício: escreva em um papel o que você


faria e perceba que após um mês você teria tudo o que
quisesse. Porém, o dinheiro continuaria sendo depositado
todos os dias. Você chegaria a ponto de jogar fora o
dinheiro.

Na verdade, em vez de depositar essa quantia na sua


conta, Deus decidiu creditar na vida de todos os seres
humanos 24 horas, e cada um faz delas o que quiser.

Agora pare e pense: quando você era uma criança e


estava engatinhando, você levantava e caía novamente,
mas não desistia. Você, a cada dia, aproveitava
plenamente as suas 24 horas.
E hoje? Está jogando fora os seus R$ 24.000,00, ou
seja, as suas 24 horas?
Para saber o valor de um ano, pergunte ao aluno que
repetiu na escola.
Para saber o valor de um mês, pergunte a uma mãe que
teve um filho prematuro.
Para saber o valor de uma semana, pergunte ao editor
de uma revista semanal.
Para saber o valor de um dia, pergunte ao jornalista de
um jornal diário.
Para saber o valor de uma hora, pergunte a um casal
que está esperando para encontrar-se.
Para saber o valor de um minuto, pergunte para quem
perdeu o trem;
Para saber o valor de um milésimo de segundo,
pergunte a um corredor que acaba de perder a medalha
olímpica.

Você sabia que passamos 70% do nosso tempo


pensando no passado, 25% pensando no futuro e só 5%
no presente?

Por isso, aprecie o hoje. Ontem foi história, amanhã


uma interrogação. O HOJE é uma dádiva, por isso o
chamamos de “presente”.
Ter garra significa não desistir, mas superar. Já
imaginou se não tivéssemos dificuldades em nossa vida?
Ela seria monótona, sem graça e sem objetivo. É claro
que não queremos ter dificuldades, mas se isto acontece,
levante-se e cresça com elas.
Um fazendeiro possuía alguns cavalos para ajudar nos
trabalhos em sua pequena fazenda. Um dia seu
empregado, avisou-o de que um dos seus cavalos havia
caído num poço abandonado. Como o poço era muito
profundo, seria extremamente difícil tirar o cavalo de lá.
O fazendeiro foi rapidamente até o local do acidente,
avaliou a situação certificando-se de que o animal não
havia se machucado. Mas pela dificuldade e alto custo
para retirá-lo do fundo do poço, achou que não valia a
pena investir na operação de resgate.

Tomou a difícil decisão: determinou ao capataz que


sacrificasse o animal jogando terra no poço até enterrá-lo,
ali mesmo. E assim foi feito.
Os empregados começaram a lançar terra para dentro
do buraco de forma que cobrissem o cavalo. Mas, à
medida que a terra ia caindo em seu dorso, o animal
sacudia de tal forma que ela ia se acumulando no fundo
do poço, possibilitando ao cavalo subir. Logo, os homens
perceberam que o cavalo não se deixava enterrar, mas, ao
contrário, estava subindo à medida que a terra enchia o
poço, até que finalmente conseguiu sair!

Esta história traz grandes lições para nós. Se você


estiver lá embaixo, sentindo-se pouco valorizado ou
sentindo que outros jogam sobre você a terra da
incompreensão, da falta de oportunidade e do apoio,
lembre-se do cavalo da história. Não aceite a terra que
lançam sobre você.

Levante a cabeça e suba com as dificuldades.


Você consegue confiar em alguém?
Pelo que já passamos, às vezes, confiar em alguém
pode ser muito difícil. A confiança é algo muito
individual e desta forma quando a perdemos é
complicado obtê-la novamente.

Nesse dia trabalhe com a confiança, tente confiar nos


seus potenciais, nas pessoas próximas a você, nos amigos,
nos parentes e em tudo.
Mesmo que digam o contrário, continue a confiar.

Observe esta história:


“Existia um lenhador que acordava pela manhã e
trabalhava o dia inteiro no seu ofício. Esse lenhador tinha
um filho lindo, de poucos meses, e uma raposa, sua
amiga, tratada como bicho de estimação e de sua total
confiança. Todos os dias o lenhador ia trabalhar e deixava
a raposa cuidando de seu filho. Todas as noites, ao
retornar, a raposa ficava feliz com sua chegada.
Os vizinhos do lenhador o alertavam que a raposa era
um bicho, um animal selvagem e, portanto, não era
confiável e que quando ela sentisse fome, comeria a
criança.
Sempre contrariando os vizinhos, o lenhador falava que
isso era uma grande bobagem. A raposa era sua amiga e
jamais faria isso.
E os vizinhos sempre diziam:
- Lenhador, abra os olhos, a raposa vai comer seu
filho. É só ela sentir fome.

Um dia, ao chegar em casa, muito exausto e cansado do


trabalho, o lenhador viu a raposa sorrindo como sempre, e
sua boca totalmente ensanguentada.
Ele suou frio e, sem pensar duas vezes, acertou o
machado na cabeça da raposa, matando-a.
Desespearado, ao entrar no quarto, encontrou seu filho
no berço dormindo tranquilamente, e ao lado, uma cobra
morta.

Se você confia em alguém, não importa o que os outros


pensem a respeito. Siga sempre o seu caminho e não se
deixe influenciar e nem tome decisões precipitadas.
Para você, o que é o principal?
Imaginamos que seja ter um bom saldo no banco, um
belo automóvel, status ou um bom emprego.
Na busca destas coisas esquecemos das
verdadeiramente principais.

Conta a lenda que uma mulher pobre com uma criança


no colo, ao passar diante de uma caverna escutou uma
voz misteriosa que lá de dentro lhe dizia:
- Entre e apanhe tudo o que você desejar, mas não se
esqueça do principal. Lembre-se, porém, de uma coisa:
depois que você sair, a porta se fechará para sempre.
Portanto, aproveite a oportunidade, mas não se esqueça
do principal...

A mulher entrou na caverna e encontrou muitas


riquezas. Fascinada pelo ouro e pelas joias, colocou a
criança no chão e começou a juntar, ansiosamente, tudo o
que podia no seu avental.
A voz misteriosa falou novamente:
- Você agora só tem oito minutos.
Esgotados os oito minutos, carregada de ouro e pedras
preciosas, a mulher correu para fora da caverna e a porta
se fechou.
Foi então que ela percebeu que a criança ficara lá e a
porta estava fechada para sempre! A riqueza durou pouco
e o desespero, para sempre.
Às vezes o mesmo acontece conosco.
Temos uns oitenta anos para viver, e uma voz sempre
nos adverte: “Não se esqueça do principal!”
E o que é o principal?
São seus valores, sua espiritualidade, sua família, seus
amigos, sua esposa, seu marido, seus filhos, seus pais!

Que jamais nos esqueçamos de que a vida passa


brevemente e que a morte chega inesperadamente.

Portanto, jamais esqueçamos do principal!


Parte II

Comece a mudar
A nossa vida é feita de
escolhas, seja elas boas ou más
vamos colher o que plantamos. Mas
algo nem você e eu podemos fazer,
parar o tempo. Tudo muda, e as
vezes numa velocidade que não
acreditamos.

Não adianta ficarmos


imaginando que em nossa época as
coisas eram melhores, as pessoas
eram mais solidárias e assim vai. O
fato é que para você ser um
supermotivado você tem que
começar a mudar agora!

As próximas histórias
ajudaram nisso.
Você já notou uma característica comum nos grandes
líderes?
É a coragem. Com ela você segue em frente, não pensa
em desistir, persiste em superar, não pensa em perder, mas
sim em lutar.
Desta maneira, tenha coragem neste dia em tudo que for
fazer. Mesmo que as dívidas estejam altas, não desista!
Levante a cabeça e siga com coragem.

Uma história conta que certa vez a água, o fogo e a


coragem resolveram percorrer uma floresta fechada. Ao
entrar na mata, o fogo disse:
- Meus amigos, estamos entrando nesta grande
floresta e caso eu me perca, por favor, perguntem à fumaça,
e logo vocês me encontrarão.
A água disse então:
- Caso eu me perca, vocês podem perguntar às
nuvens, que elas indicarão onde eu estou.
Em vista disso a coragem disse:
- Pessoal, eu estou entrando nesta mata, e caso
vocês me percam, infelizmente vocês não mais me
encontrarão.
A mesma coisa acontece conosco: todos nós nascemos
com coragem, somos seres únicos e exclusivos, mas se
em algum momento perdemos a coragem, jamais
conseguiremos encontrá-la. Por isso, reacenda a coragem
dentro de você!

A coragem poderá ser reconquistada quando


enfrentamos nossos medos, mudamos nossos conceitos e
principalmente quando agimos com atitude.

Nem sempre é fácil obter coragem, porque gostamos da


segurança, e mudar exige sairmos da zona de conforto. A
verdade é que em nossa vida, nos relacionamentos, no
trabalho e em outras situações ao nosso redor é
fundamental agirmos com coragem.

Pensando nisso: que tal praticá-la hoje?


Você já parou para refletir sobre a palavra
determinação?
Determinação significa “determinar uma ação”.
Para que isso aconteça, você tem que ter objetivos
e metas claras, assim você pode ter determinação.

Objetivo é algo que você pretende conseguir, ou


seja, onde você quer chegar: pode ser um
emprego novo, um carro, uma casa, pagar uma
dívida, passar em um vestibular e muito mais.
Mas para que o objetivo seja alcançado, é
necessário determinar as metas.
Metas são os meios para conseguir os objetivos,
ou melhor, são os caminhos que você terá que
percorrer para alcançar seus objetivos.
Para que você seja uma pessoa determinada,
coloque seus objetivos e metas um papel e escreva
as datas de quando pretende cumpri-los.
Observe um exemplo:
- Objetivo = comprar um carro.
- Metas = obter o dinheiro, a carteira de
motorista, ganhar um salário que dê para pagar as
futuras prestações, entre outras de acordo com a
sua realidade.

Ao fazer isso, medite em seu objetivo e dê


prazos razoáveis para o cumprimento das metas.
Também não se esqueça de divulgar esse
objetivo para as pessoas mais próximas, isso fará
com que você seja cobrado por isso.

Porém, após fazer isso, haja com determinação.


Você já determinou um rumo, agora chegou o
momento da ação! Nem sempre é fácil, porém,
com muita determinação, você verá que os
resultados serão altamente satisfatórios.

A melhor maneira de predizer o futuro é


inventá-lo.
Pense nisso.
Todos nós precisamos e necessitamos de pessoas leais
ao nosso lado, porém encontrar pessoas desse tipo não é
muito fácil.
Às vezes, procuramos muito, muito mesmo, mas na
verdade esquecemos de pessoas bem próximas de nós,
verdadeiros amigos leais: “nossos pais”.
Você já disse à sua mãe e ao seu pai o quanto você os
ama?
Tire esse dia para dizer isso: ligue para eles, visite-os,
aproveite esta oportunidade.

Havia um homem muito rico, possuidor de grandes


fazendas, carros, vários empregados e muito dinheiro.
Tinha um único filho que ao contrário do pai, não gostava
de trabalho nem de compromissos.
O que ele mais gostava era fazer festas e estar com seus
amigos. Seu pai sempre o advertia, falando que esses
amigos só estavam ao seu lado enquanto ele tivesse o que
lhes oferecer e depois o abandonariam. O filho não dava a
mínima atenção aos conselhos de seu pai.
Já avançado na idade, um dia o velho pai disse aos seus
empregados para construírem um pequeno celeiro e
dentro dele mandou fazer uma forca. Junto da forca
mandou colocar uma placa com os dizeres: "Para você
nunca mais desprezar as palavras de seu pai".
Mais tarde chamou o filho e o levou até o celeiro e lhe
disse:
- Meu filho, eu já estou velho e em breve você
assumirá tudo o que é meu, e sei qual será o seu futuro.
Você vai deixar a fazenda nas mãos dos empregados e irá
gastar todo o dinheiro com seus amigos, irá vender os
animais e os bens para se sustentar e quando não tiver
mais nada, vai arrepender-se de não ter me dado ouvidos.
É por isso que eu construí esta forca: ela é para você.
Quero que prometa que caso aconteça o que eu disse,
você se enforcará nela!

O jovem riu e achou um absurdo, mas para não


contrariar o pai, prometeu.
O tempo passou, o pai morreu e o filho tomou conta de
tudo, assim como o patriarca havia previsto. Ele gastou
tudo, vendeu os bens, perdeu seus amigos e a própria
dignidade. Desesperado e aflito, começou a refletir sobre
a sua vida e viu que havia sido um tolo, lembrou-se do pai
e começou a chorar e dizer:
-Ah, meu pai, se eu tivesse ouvido os teus conselhos,
não estaria nesta situação! Pesaroso, o jovem levantou os
olhos, e de longe avistou o pequeno celeiro, era a única
coisa que lhe restava. A passos lentos dirigiu-se até lá, e
entrando viu a forca e a placa empoeirada e disse:
-Eu nunca segui as palavras de meu pai, mas pelo
menos desta vez vou fazer a vontade dele, vou cumprir
minha promessa, não me resta mais nada!

Então subiu nos degraus e colocou a corda no pescoço


e pulou.

Nesse instante o braço da forca, que era oco, quebrou-


se facilmente e o rapaz caiu no chão e sobre ele muitas
joias valiosas e com um bilhete que dizia:

-Filho, essa é a sua nova chance, te amo - seu pai!


Só há um local onde ninguém tem problemas, esse local é
o cemitério. Se estamos vivos, temos problemas! Porém, as
pessoas talentosas possuem dificuldades e não problemas,
que podem ser uma doença, uma dívida ou até mesmo um
amor não correspondido.
Agora a diferença é saber administrar tais dificuldades.
Os medíocres reclamam, os sábios agem, observe:

Uma filha queixou-se ao pai sobre sua vida, dizendo-lhe


como as coisas estavam difíceis para ela. Estava cansada de
lutar e combater. Parecia que assim que um problema era
resolvido, outro surgia. Seu pai, um ótimo cozinheiro,
levou-a até a cozinha. Encheu três panelas com água e
colocou cada uma delas em fogo alto. Em uma ele colocou
cenouras, em outra, ovos e na última, pó de café. Deixou
que tudo fervesse, sem dizer uma palavra.
A filha deu um suspiro e esperou impacientemente,
imaginando o que ele estaria fazendo. Cerca de vinte
minutos depois, ele apagou as bocas de gás. Tirou as
cenouras e as colocou em uma tigela. Retirou os ovos e os
colocou em outra tigela. Então pegou o café com uma
concha e colocou em um copo.
Virando-se para ela, perguntou:
- Querida, o que você está vendo?
- Cenouras, ovos e café - ela respondeu.
Ele a trouxe para mais perto e pediu-lhe para
experimentar as cenouras. Ela obedeceu e notou que as
cenouras estavam macias. Ele, então, pediu-lhe que
pegasse um ovo e o quebrasse. Ela obedeceu, e depois de
retirar a casca verificou que o ovo endurecera.
O pai passou a explicar a ilustração. Ele explicou que
cada um dos ingrediantes havia enfrentado o mesmo
problema: havia passado pela água fervendo, mas que cada
um reagira de maneira diferente.
A cenoura entrara forte, firme e inflexível. Mas depois de
ter sido submetida à água fervendo, amolecera e se tornara
frágil. Os ovos eram frágeis, sua casca fina os protegera,
mas depois de terem sido fervidos na água, seu interior se
tornou mais duro. O pó de café, depois que fora colocado na
água fervente, transformou-se num delicioso café.

Por isso, devemos pensar como nos comportarmos diante


das dificuldades.
Muitas pessoas comportam-se da forma que imaginam
que agradarão a todos.
Esta metáfora nos fala dessa impossibilidade e sobre a
necessidade de confiarmos em nosso julgamento interno.

Em pleno calor do dia um pai andava por ruas poeirentas


com seu filho e um jumento. O pai estava sentado no animal,
enquanto o filho o conduzia, puxando a montaria com uma
corda.
- Pobre criança! Suas perninhas curtas precisam esforçar-
se para não ficarem para trás do jumento. Como pode aquele
homem ficar ali sentado tão calmamente sobre a montaria,
ao ver que o menino está virando um farrapo de tanto correr -
exclamou um passante.
O pai tomou a sério esta observação, desmontou do
jumento na esquina seguinte e colocou o rapaz sobre a sela.
Porém, não passou muito tempo até que outro passante
erguesse a voz para dizer:
- Que desgraça! O pequeno fedelho lá vai sentado como
um sultão, enquanto seu velho pai corre ao lado.
Esse comentário muito magoou o rapaz, e ele pediu ao
pai que montasse também no burro, às suas costas.
- Já viu coisa como essa? Tamanha crueldade para com os
animais. O lombo do pobre jumento está vergado, e aquele
velho que para nada serve e seu filho abancaram-se como se
o animal fosse um divã. Pobre criatura! - resmungou uma
mulher usando véu.
Os dois alvos dessa amarga crítica entreolharam-se e,
sem dizer palavra, desmontaram.
Entretanto, mal tinham andado alguns passos, outro
estranho fez troça deles ao dizer:
- Graças a Deus que eu não sou tão tolo assim! Por que
vocês dois conduzem esse jumento, se ele não lhes presta
serviço algum, se ele nem mesmo serve de montaria para
vocês?

Em nossa, vida independentemente do que fazemos,


sempre há alguém que discorda de nossas ações.
Muitas vezes fugimos de nossas dificuldades, temos
medo de enfrentá-las e preferimos adiar nossas soluções.
Porém, a cada momento que um problema nos atinge
devemos lutar para solucioná-lo. É claro que há situações
que não têm uma solução, como por exemplo uma doença,
uma paralisia e até mesmo a perda de uma pessoa querida.
Mas mesmo nessas situações poderemos encontrar força
para enfrentar tais dificuldades.

Conta uma história que certa vez em um castelo foi


preciso encontrar um substituto do guardião. O chefe dos
guardiões convocou todos os discípulos para saber quem
seria o novo guardião. O chefe disse:
- Assumirá o posto quem resolver o problema primeiro.
Então pegou um vaso de porcelana muito raro, com uma
rosa muito bela e disse:
- Eis o problema.
Todos ficaram olhando e não sabiam o que fazer.
Naquele instante um dos discípulos sacou a espada, olhou
para o mestre e dirigiu-se ao vaso e destruiu tudo com um
só golpe.
Tão logo o discípulo retornou ao seu lugar, o mestre
disse:
- Você será o novo guardião.

O que aprendemos com esta história?


Não importa qual situação tenhamos, a partir do
momento que virou um problema ele necessita ser
eliminado.
Problema é problema, e deve ser resolvido mesmo que
seja ou que tenha sido algo lindo e maravilhoso. Pode ter
sido um grande emprego, uma casa dos sonhos ou até
mesmo um relacionamento de anos. Tornou-se um
problema, você já sabe o que deve ser feito!

Lembre-se: no instante em que se transformou em


problema deve ser superado.
Vivemos uma era em que somos incentivados ao
individualismo.
Primeiro o eu, parece ser a mania do momento. Porém, se
formos unidos uns com os outros, com certeza
enfrentaremos os desafios com mais afinco.
Pare e reflita: você é uma pessoa que estimula a união?
No seu trabalho, você tenta enxergar apenas os defeitos de
seus colegas ou as qualidades? Na sua casa, tem prazer em
ajudar e ser ajudado pelos seus parentes ou prefere ficar
isolado? Antes de agir, pense. Veja o que aconteceu.

Havia um senhor que tinha muitos filhos, os quais eram


homens fortes e inteligentes. Sua casa era repleta de
altercações, brigas e discussões. Presenciando tudo aquilo,
o senhor refletiu:
- Se meus filhos continuarem assim, logo minha
família acabará.
Um dia, no meio de uma discussão de seus filhos, o
senhor começou a pegar alguns gravetos no chão e a formar
um feixe deles, e após dar um nó, disse ao filho mais velho:
- Meu querido filho, se você julga ser o mais forte, tente
quebrar isso.
O filho tentou, tentou, mas não conseguiu. Daí o pai idoso
pegou o feixe e ofereceu ao filho mais novo e disse:
- Meu querido filho, se você se julga mais esperto, tente
agora quebrar.
O filho mais novo tentou, tentou e não conseguiu. Nesse
instante o senhor pegou um tamborete, sentou-se e disse:
- Meus filhos, eu consigo quebrar!
Nesse momento os filhos riram dessa afirmação.
O pai desatou o nó do feixe e quebrou um a um e disse:
- Meus queridos, assim acontece com vocês. Se estiverem
juntos será muito difícil quebrar.

Este conto é pequeno, porém rico, pois nos mostra a


importância da união. Se estivermos unidos nada e ninguém
conseguirá nos destruir.
Ser humilde é uma das qualidades fundamentais em nossa
vida. Muitos até dizem: “eu sou humilde”.
Mas será que o humilde diz mesmo que é? Dificilmente a
pessoa humilde diz, ela mostra a humildade por meio de
suas ações. Alguns gostam de falar. Criticar os gostos e
ações dos outros parece ser o melhor passatempo, mas tais
pessoas esquecem da principal qualidade de nosso mestre
Jesus: a humildade.

Um casal recém-casado mudou-se para um bairro muito


tranquilo. Na primeira manhã que estava na casa, enquanto
tomava café, a mulher reparou através da janela que sua
vizinha pendurava lençóis no varal e comentou com o
marido:
- Que lençóis sujos ela está pendurando no varal! Estão
precisando de um sabão novo. Se eu tivesse intimidade,
perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!
O marido observou, calado.
Alguns dias depois, novamente, durante o café da
manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e a mulher
comentou com o marido:
- Nossa vizinha continua pendurando os lençóis sujos!
Se eu tivesse intimidade, perguntaria se ela quer que eu a
ensine a lavar as roupas!

E assim, a cada dois ou três dias, a mulher repetia seu


discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no
varal.
Passado um mês, a mulher se surpreendeu ao ver os
lençóis muito brancos sendo estendidos, e empolgada foi
dizer ao marido:
- Veja, ela aprendeu a lavar as roupas. Será que a outra
vizinha a ensinou?

O marido calmamente respondeu:


- Não, hoje eu levantei mais cedo e lavei os vidros da
nossa janela!
Tudo depende da janela, através da qual observamos os
fatos.

Antes de criticar, verifique se você fez alguma coisa para


contribuir: verifique seus próprios defeitos e limitações.
Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa,
para dentro de nós mesmos.

Ser humilde é, antes de mais nada, reconhecer que


também somos falhos!
A cada momento tudo muda. Ficamos mais experientes,
nossos filhos, netos e sobrinhos transformam-se em
homens e mulheres, as plantas se modificam e todo o
mundo vive em constante mudança.
Às vezes, tais mudanças ocorrem de repente, e somos
obrigados a mudar nossos conceitos e nosso jeito. Porém,
devemos estar prontos para uma mudança.
Esta história é sobre um soldado que estava voltando para
casa depois de ter lutado na guerra. Ele ligou para seus pais
quando chegou a São Francisco:
- Mãe, pai, estou voltando para casa, mas, tenho um favor
a pedir: eu tenho um amigo e gostaria de levá-lo comigo.
- Claro! Nós adoraríamos conhecê-lo!
- Há algo que vocês precisam saber...- continuou o filho,
ele foi terrivelmente ferido na luta, pisou em uma mina e
perdeu um braço e uma perna. Não tem nenhum lugar para
ir e, por isso, eu quero que ele venha morar conosco.
- Eu sinto muito ouvir isso, filho. Talvez possamos
encontrar um lugar para ele morar.
- Não, eu quero que ele venha morar conosco! -
respondeu o filho.
- Filho, você não sabe o que está pedindo. Alguém com
tanta dificuldade seria um grande fardo para nós. Nós temos
nossas próprias vidas e não podemos deixar que uma coisa
como esta interfira em nosso modo de viver. Acho que você
deveria voltar para casa e esquecer este rapaz. Ele
encontrará uma maneira de viver por si mesmo.
Nesse momento o filho bateu o telefone.
Os pais não ouviram mais nenhuma palavra dele. Alguns
dias depois, eles receberam um telefonema da polícia de
São Francisco. O filho havia morrido, depois de ter caído de
um prédio.
A polícia acreditava em suicídio. Angustiados os pais
pegaram um avião para São Francisco e foram levados para
o necrotério para identificar o corpo do filho. Eles o
reconheceram, mas, para o seu horror, descobriram que o
filho tinha apenas um braço e uma perna.

Achamos fácil amar aqueles que são bonitos ou


divertidos, mas não gostamos das pessoas que nos
incomodam ou nos fazem sentir desconfortáveis. De
preferência, ficamos longe delas e de outras que não são
saudáveis, bonitas ou espertas como nós.

Uma das mudanças que devemos fazer é aceitar as pessoas


como elas são, e ajudar todos a compreender aqueles que
são diferentes de nós.
Parte III

Pensando
Positivo
Você tem duas maneiras de
viver, de bom humor ou de mal
humor. Estudos comprovam que as
pessoas que vivem de bom humor
consegue ter longevidade.

Independentemente de sua
situação, seja positivo. São nos
momentos mais difíceis que você
demonstra se é um guerreiro ou uma
pessoa comum.

Leia as próximas páginas e


SuperMotivado - volume 1

extraia o máximo de seu potencial.

40
Como seres humanos temos o hábito de enxergar as
falhas de pessoas próximas. Às vezes somos muito críticos.
Mas devemos aprender a lidar com os erros dos outros.

Conta uma história que um carregador de água levava


dois potes grandes, ambos pendurados em cada ponta de
uma vara a qual ele carregava atravessada em seu pescoço.
Um dos potes tinha uma rachadura. Enquanto o outro era
perfeito e sempre chegava cheio de água. No fim da longa
jornada entre o poço e a casa do chefe, o pote rachado
chegava apenas com a metade da água. Foi assim por dois
anos diariamente. O carregador entregando um pote e meio
de água na casa do chefe.
Claro que o pote inteiro estava orgulhoso de suas
realizações. Porém, o pote rachado estava envergonhado de
sua imperfeição e sentindo-se miserável por ser incapaz de
realizar apenas metade do que ele havia sido designado a
fazer.
Após perceber que por dois anos havia sido uma falha
amarga, o pote falou para o homem, um dia à beira do poço:
- Estou envergonhado e quero pedir-lhe desculpas.
- Por quê? - perguntou o homem
- De que você está envergonhado?
O pote respondeu:
- Nestes dois anos eu fui capaz de entregar apenas a
metade de minha carga, porque essa rachadura no meu lado
fez com que a água vazasse por todo o caminho da casa de
seu senhor. Por causa do meu defeito, você tem que fazer
todo esse trabalho e não ganha o salário completo pelos seus
esforços - disse o pote.
O homem ficou triste pela situação do velho pote, e com
compaixão, falou:
- Quando retornarmos para a casa do meu senhor, quero
que percebas as flores ao longo do caminho.
De fato, à medida que eles subiam a montanha, o velho
pote rachado notou as flores selvagens ao longo do
caminho, e isto lhe deu certo ânimo. Mas ao final da estrada,
o pote rachado ainda se sentia mal porque tinha metade da
água, e de novo pediu desculpas ao homem por sua falha.
Disse, então, o homem ao pote:
- Você notou que pelo caminho só havia flores do seu
lado? Eu, ao conhecer o seu defeito, tirei vantagem dele e
lancei sementes de flores no seu caminho. E cada dia,
enquanto voltávamos do poço, você as regava. Por dois
anos eu pude colher flores para ornamentar a mesa do meu
senhor.

Temos os nossos defeitos, todos nós somos potes


rachados; porém, se permitirmos, podemos usar os nossos
defeitos para embelezar as nossas vidas. Nunca devemos
ter medo dos nossos defeitos.
De nossas fraquezas podemos tirar forças.
Viver é aproveitar as ocasiões. É acordar pela manhã e
agradecer a Deus o excelente dia. Se estiver chovendo,
agradeça as plantas; se estiver frio, agradeça o calor de sua
casa. Agradeça se estiver sol, porque ele nos ilumina.
Agradeça tudo.
Olhe para o espelho e diga: “eu sou feliz, eu sou capaz, eu
sou o melhor”. Abrace seus filhos, amigos, pais e todos ao
seu redor. Diga o quanto você gosta deles na sua vida!

Conta uma parábola que um pai e seu filho caminhavam


por uma montanha, quando de repente o filho cai, se
machuca e grita:
- Ai!
Para sua surpresa, escuta sua própria voz se repetindo em
algum lugar da montanha:
- Ai!
Curioso, o menino pergunta:
- Quem é você?
E recebe como resposta:
- Quem é você?
Contrariado, grita:
- Seu covarde!
E escuta como resposta:
- Seu covarde!
O menino olha para o pai, e aflito pergunta:
- O que é isso?
O pai sorri e fala:
- Meu filho, preste atenção!
Então o pai grita em direção à montanha:
- Eu admiro você!!!
A voz responde:
- Eu admiro você!
O menino fica espantado. Não entende. E o pai explica:
- As pessoas chamam isso de eco, mas na verdade, isso é a
vida. A vida lhe dá de volta tudo o que você diz, tudo o que
você deseja de bem e mal aos outros. A vida lhe devolverá
toda a blasfêmia, inveja, incompreensão, falta de
honestidade que você desejou, praguejou às pessoas que lhe
cercam.

Nossa vida simplesmente é o reflexo das nossas ações.

Se em sua vida você deseja mais amor, compreensão,


sucesso e harmonia, plante essas virtudes em seu coração.

Se agir assim, a vida lhe dará tudo isso em dobro. Reflita


e melhore sua vida enquanto há tempo!
Você já notou se tem visão?
Isso não significa apenas enxergar, significa ir além do
que você pode ver. Neste dia olhe para as pessoas e veja as
qualidades que elas possuem. Demonstre o quanto elas são
importantes para você.

Saiba que um simples elogio pode causar um grande


impacto. Quando contarem algo para você, um sonho ou
uma ideia, enxergue acima do normal, esqueça as
dificuldades, veja os resultados.

Conta uma história que havia uma corrida de sapinhos.


Eles tinham que subir em uma grande torre, e atrás havia
uma multidão, muita gente para vibrar com eles.

Começou a competição, e a multidão dizia:


- Não vão conseguir! Não vão conseguir!
E os sapinhos iam desistindo um por um. Menos um, que
continuava subindo.
Aí aclamava a multidão:
- Vocês não vão conseguir.
E os sapinhos iam desistindo um por um, menos um que
continuava tranquilo.
Ao final da competição, todos desistiram menos aquele.
Todos ficaram curiosos para saber o que tinha
acontecido.

Quando foram perguntar ao sapinho como ele conseguiu


chegar lá, descobriram que ele era surdo.

Com este conto, aprendemos duas coisas: primeira, não


seja como aqueles que estavam na multidão criticando e
desejando o mal dos outros. Tenha visão!
Segunda: muitas vezes temos que ter visão, olhar além
do que os outros olham, não escutar o pessimismo de
alguns. Devemos ser como o sapinho: para alguns, sermos
surdos e continuar subindo.
Prof. Isaac Martins

47
Você disse hoje à sua família ou aos seus amigos o quanto
eles são importantes para a sua vida?
Se ainda não o fez, ligue para essas pessoas, diga que
você as ama e o quanto elas representam para você.

Conta-se que num bairro pobre morava uma linda


garotinha.
Ela frequentava a escola local, mas sua mãe não tinha
muito zelo com ela, por isso ela sempre ia suja para a escola.
Suas roupas eram velhas e maltratadas.
O professor ficou entristecido ao ver a menina naquele
estado que acabou comprando um vestido novo para ela.
Ela ficou linda no vestido azul.
Quando a mãe viu a filha naquele lindo vestido, sentiu
que era lamentável que a menina, vestindo aquele traje
novo, fosse tão suja para a escola. Por isso passou a dar-lhe
banho todos os dias, pentear seus cabelos e cortar suas
unhas.
Depois de uma semana, o pai da menina disse à mãe:
- Mulher, nossa filha está tão bonita e bem arrumada
e mora em um lugar assim, caindo aos pedaços. Nas horas
vagas eu vou dar uma pintura nas paredes, arrumar o jardim
e consertar algumas coisas.

Depois de algumas semanas essa casa começou a ficar


destacada. Os vizinhos, olhando as mudanças, começaram a
pintar as suas casas também, arrumar o jardim, e depois de
alguns dias a rua estava toda transformada.
Um homem que acompanhava os esforços e as lutas
daquela gente pensou que eles mereciam um auxílio das
autoridades. Conseguiram que a rua fosse asfaltada, os
esgotos fossem canalizados e o bairro ficou muito melhor.

Observou por que tudo isso aconteceu?


Porque uma pessoa, o professor, reconheceu a beleza de
uma criança e com um simples gesto de dar um vestido azul,
modificou a vida de muita gente.

Isso demonstra a importância de reconhecer as pessoas. E


a maneira mais eficaz de fazer isso é por meio de elogios!

Faça isso e você terá grandes benefícios.


Você já perdeu algo por não aproveitar as oportunidades?

Observe esta história:


Era uma vez um garoto que nasceu com uma doença que
não tinha cura e . Tinha 17 anos de idade e podia morrer a
qualquer momento. Um dia decidiu sair sozinho e, com a
permissão da mãe, caminhou pela rua em que morava,
olhando as vitrines e as pessoas que passavam. Ao passar
por uma loja de CDs, notou a presença de uma garota, mais
ou menos da sua idade, que parecia ser feita de ternura e
beleza.
Foi amor à primeira vista. Abriu a porta e entrou, sem
olhar para mais ninguém. Aproximando-se timidamente,
chegou ao balcão onde ela estava. Quando o viu, ela deu-lhe
um sorriso e perguntou se podia ajudá-lo em alguma coisa.
Era o sorriso mais lindo que ele já havia visto, e a emoção
foi tão forte, que ele mal conseguiu dizer que queria
comprar um CD. Pegou o primeiro que encontrou, sem nem
olhar de quem era, e disse:
- Esse aqui.
- Quer que embrulhe para presente? - perguntou a
garota, sorrindo ainda mais.
- Ele balançou a cabeça para dizer que sim e disse:
- É para mim mesmo, mas eu gostaria que você
embrulhasse.
Ela saiu do balcão e voltou pouco depois com o CD
muito bem embalado. Ele pegou o pacote e saiu, louco de
vontade de ficar por ali, admirando aquela figura divina.
Daquele dia em diante, todas as tardes voltava à loja de
discos e comprava um CD qualquer.
Todas as vezes a garota deixava o balcão e voltava com
um embrulho cada vez mais bem feito, que ele guardava em
sua gaveta, sem sequer abrir.
Ele estava apaixonado, mas tinha medo da reação dela, e
assim, por mais que ela sempre o recebesse com um sorriso
doce, não tinha coragem para convidá-la para sair e
conversar. Comentou isso com sua mãe e ela o incentivou
muito a chamar a garota para sair. Um dia, ele se encheu de
coragem e foi para a loja. Como todos os dias, comprou
outro CD e, como sempre, ela foi embrulhá-lo. Quando ela
não estava vendo, escondeu um papel com seu nome e
telefone no balcão e saiu da loja correndo.
Alguns dias depois o telefone tocou e a mãe do jovem
atendeu. Era a garota perguntando por ele. A mãe,
Prof. Isaac Martins

desconsolada, nem perguntou quem era, começou a soluçar


e disse:
- Então, você não sabe? Faleceu na semana passada.
Passados alguns dias, a mãe entrou no quarto do filho,
51
para olhar suas roupas e ficou muito surpresa com a
quantidade de CDs, todos embrulhados e guardados em sua
gaveta. Ficou curiosa e decidiu abrir um deles. Ao fazê-lo,
viu cair um pequeno pedaço de papel, onde estava escrito:
- Você é muito simpático, não quer me convidar para
sair? Emocionada, a mãe abriu outros CDs e também
haviam os papéis que diziam o mesmo.

Assim é a vida: não espere demais para dizer a alguém


especial aquilo que você sente. Não deixe a oportunidade
escapar, aja rápido. Para tudo ainda dá tempo.
SuperMotivado - volume 1

52
Palavra do Dia: TEMPO

“O Tempo é o melhor
remédio para tudo”.

O tempo, na maioria das vezes, pode ser considerado


nosso maior aliado. Só ele pode apagar cicatrizes dando-nos
coragem para uma nova etapa.

Era uma vez uma ilha, onde todos os sentimentos viviam


juntos: Felicidade, Tristeza, Conhecimento, Paciência e
Amor.
Um dia, ouve-se a notícia de que a ilha iria afundar no
oceano e desaparecer para sempre. Todos os sentimentos
prepararam seus barcos para fugir.
O amor foi o único que ficou para trás. Ele não podia
suportar a ideia de abandonar a ilha. Mas, a água começou a
subir cada vez mais, e quando ele percebeu que realmente
estava em perigo, resolveu pedir por socorro.
O barco da Riqueza passou por perto e o Amor chamou:
Prof. Isaac Martins

- Riqueza, pode me levar com você?


Ela respondeu:
- Não posso, há muito ouro e prata aqui em meu bote.
53
Não há lugar para você.
O Amor, então, viu a vaidade em seu barco de espelhos e
reflexos e gritou:
- Vaidade, ajude-me, por favor!
- Não posso ajudá-lo, Amor. Você está todo molhado
e irá estragar meu belo barco - respondeu ela.
A Tristeza estava também muito perto, e o Amor suplicou
por sua ajuda:
- Tristeza, deixe-me ir com você.
Com os olhos baixos, ela lhe respondeu:
- Ah, amor, estou tão triste que prefiro ir sozinha!
A Felicidade também passou pelo Amor, mas estava tão
preocupada com sua alegria que nem mesmo o ouviu
chamar.

De repente, um idoso apareceu e disse:


- Venha, Amor eu o levo.
O Amor ficou tão feliz, que até mesmo esqueceu de
perguntar o nome de quem o ajudava.
Quando chegaram em terra e desembarcaram, o Amor
encontrou o conhecimento e lhe perguntou quem era aquele
senhor que o havia ajudado.
- É o Tempo - respondeu o Conhecimento.
- Mas por que ele me ajudou?
- Porque apenas o tempo pode entender a grandeza
SuperMotivado - volume 1

do amor!

Para muitos, o tempo é um inimigo; para os sábios, um


aliado!
E é você que vai decidir o que ele será!
54
Parte IV

Seja Diferente
Ao nosso redor encontramos
pessoas honestas, boas, educadas e
super talentosas, porém algumas
estão no piloto automático. Vivem
na ilha do quem sabe um dia.
As frases de tais são: quando
eu conseguir isso farei aquilo,
quando me aposentar terei tempo e
só estou aguardando a
oportunidade para conseguir.
Você, guerreiro, deve pensar
diferente, lembre-se do que você
leu nesse livro, o ontem é passado
o amanhã é o futuro e hoje é uma
Prof. Isaac Martins

dádiva, um belo presente.


A última parte desse livro vai
ajudá-lo a agir e pensar diferente.

55
Palavra do Dia: CRIATIVIDADE

“Cinco por cento das pessoas pensam.


Dez por cento das pessoas pensam que
pensam. Os outros oitenta e cinco por
cento preferem morrer a pensar”.

Na vida enfrentamos situações que exigem soluções


rápidas. Em tais ocasiões necessitamos de muita
criatividade. Criatividade é olhar as coisas com outros
olhos, é tentar solucionar problemas de maneira diferente.
Veja esta história:

Um senhor muito rico vai caçar na África e leva junto um


cachorrinho para não se sentir tão só naquela região.
Um dia, já na expedição, o cachorrinho começa a brincar
de caçar mariposas e quando se dá conta já está muito longe
do grupo de caçadores.
Em seguida ele nota que se aproxima uma pantera
correndo em sua direção. Ao perceber que a pantera irá
SuperMotivado - volume 1

devorá-lo, pensa rápido no que fazer. Vê alguns ossos de um


animal morto e se coloca a mordê-los.
Então, quando a pantera está a ponto de atacá-lo, o
cachorrinho diz:
- Ah, que delícia esta pantera que acabo de comer!
56
A pantera para bruscamente e sai apavorada, correndo do
cachorrinho e vai pensando:
- Que cachorro bravo! Por pouco não come a mim
também!
Um macaco, que estava trepado em uma árvore perto e
que havia visto a cena, sai correndo atrás da pantera para lhe
contar como ela foi enganada pelo cachorro. Mas o
cachorrinho percebe a manobra do macaco. O macaco
alcança a pantera e lhe conta toda a história. Então, a pantera
furiosa diz:
- Cachorro danado, vai me pagar! Agora vamos ver
quem come a quem!
- Depressa! Vamos alcançá-lo - disse o macaco.
E saem correndo para buscar o cachorrinho. O cachorrinho
vê que a pantera vem atrás dele de novo e desta vez traz o
macaco montado em suas costas.
- Ah, macaco safado! O que faço agora? - pensou o
cachorrinho.
O cachorrinho, em vez de sair correndo, fica de costas
como se não estivesse vendo nada, e quando a pantera está a
ponto de atacá-lo de novo, diz:
- Macaco preguiçoso! Faz meia hora que eu o mandei
trazer outra pantera e ele ainda não voltou!

Em nossas vidas devemos cultivar a criatividade,


principalmente em situações adversas.
Prof. Isaac Martins

57
Palavra do Dia: VONTADE

“Quando for fazer algo,


faça-o com muito afinco”.

Você faz as coisas com vontade? Tudo o que fazemos devemos


realizar como se fosse para nós.
Às vezes nos sentimos pressionados para realizar tarefas que não
gostamos de fazer. Como ficar no trabalho após o expediente, ir ao
casamento de uma pessoa de que você não gosta muito, ter que visitar
alguém e muito mais. Porém, devemos fazer tudo com vontade, não
importa o que seja.

A história que se segue fala sobre isso:


Um velho carpinteiro estava para se aposentar, e contou isso ao seu
chefe. Seu chefe ficou triste pelo fato de perder um dos seus melhores
carpinteiros.
Seu chefe pediu que ele construísse uma última casa como um
favor especial. O carpinteiro aceitou. Mas com o tempo, era fácil ver
que ele estava fazendo as coisas sem vontade.
SuperMotivado - volume 1

Quando o carpinteiro terminou seu trabalho, o construtor veio


inspecionar a casa e entregou a chave da porta ao carpinteiro e disse:
- Esta é a sua casa. É o meu presente para você!
Imagine a vergonha que sentiu esse carpinteiro.

Assim acontece conosco. Construímos nossas vidas de maneira


58
distraída, reagindo mais que agindo, desejando colocar menos do que
o melhor.

Nesse dia tudo que fizer, não se esqueça de fazer o seu melhor,
como se fosse para você.
Prof. Isaac Martins

59
Palavra do Dia: FELICIDADE

“Para uma pessoa ter sucesso,


necessita de honestidade,
habilidade e felicidade”.

Ser feliz é um dom que poucos possuem. No entanto,


todos podemos cultivar essa qualidade, observe este conto:
Oi, meu nome é Felicidade. Faço parte da vida daqueles
que têm amigos, pois ter amigos é ser feliz. Faço parte da
vida daqueles que vivem cercados por pessoas como você,
pois viver assim é ser feliz!
Faço parte da vida daqueles que acreditam na força do
amor, que acreditam que para uma história bonita não há
ponto final.
Eu sou casada, sabia? Sou casada com o Tempo. Ah! O
meu marido é lindo, ele é responsável pela resolução de
todos os problemas. Ele reconstrói corações, cura
machucados e vence a tristeza.
SuperMotivado - volume 1

Juntos, eu e o Tempo, tivemos três filhos: a Amizade, a


Sabedoria e o Amor. A amizade é a filha mais velha, uma
menina linda, sincera e alegre; ela une pessoas, pretende
nunca ferir, sempre consolar.
A do meio é a Sabedoria, culta, íntegra e sempre foi
60
apegada ao pai, o Tempo. A Sabedoria e o Tempo andam
sempre juntos!
O caçula é o Amor. Ah, como esse me dá trabalho! É
teimoso, às vezes só quer morar em um lugar. Eu vivo
dizendo:
- Amor, você foi feito para morar em dois corações, não
apenas em um.
Acredite sempre na sua família. Acredite no Tempo,
na Amizade, na Sabedoria e principalmente no Amor.
Prof. Isaac Martins

61
Palavra do Dia: FUTURO

“Há males que vêm para o bem”.

Todos desejamos o melhor. Claro que queremos uma


vida sem problemas e sem dificuldades, mas não é isso o
que acontece. Por diversas vezes confrontamo-nos com
situações altamente complicadas, e acabamos culpando os
outros por tal situação. No entanto, devemos sempre
lembrar que é nas dificuldades que nascem as
oportunidades.

Conta uma história que após um naufrágio um único


sobrevivente agradeceu a Deus por estar vivo e ter
conseguido se agarrar à parte dos destroços para poder ficar
boiando.
Este único sobrevivente foi parar em uma pequena ilha
SuperMotivado - volume 1

desabitada e fora de qualquer rota de navegação.

Com muita dificuldade e restos dos destroços, ele


conseguiu montar um pequeno abrigo para que pudesse se
proteger do sol, da chuva e de animais.
62
Nos dias seguintes a cada alimento que conseguia caçar
ou colher ele agradecia. No entanto, um dia quando voltava
da busca por alimentos, encontrou o seu abrigo em chamas,
envolto em altas nuvens de fumaça.

Terrivelmente desesperado, ele se revoltou e gritava


chorando:
- O pior aconteceu. Perdi tudo, Deus, por que fizeste
isso comigo?

Chorou tanto, que adormeceu, profundamente cansado.

No dia seguinte bem cedo, foi despertado pelo som


de um navio que se aproximava.
- Viemos resgatá-lo - disseram.
- Como souberam que eu estava aqui? - perguntou ele.
- Nós vimos o seu sinal de fumaça.

Esta história nos mostra que apesar de nossas


dificuldades, de nossas lutas, devemos confiar no futuro.

Devemos lembrar que amanhã é um outro dia e que


poderemos virar o jogo da nossa vida.
Prof. Isaac Martins

63
Palavra do Dia: TOLERÂNCIA

“Existem 10 fraquezas contra as quais


todos nós devemos tomar cuidado.
Uma delas é o hábito de tentar colher antes
de semear e todas as outras se acham
reunidas no hábito de arranjar desculpas
para justificar cada erro que cometemos”.
Napoleon Hill

Não esqueça que a tolerância é vital para vivermos bem e


melhor.
Observe o círculo em que cada um está:
Um diretor de empresa com poder de decisão gritou com
seu gerente porque estava com muito ódio naquele
momento.
O gerente, chegando em casa, gritou com sua esposa,
acusando-a de gastar demais, com um bom e farto jantar.
A esposa, nervosa, gritou com a empregada que acabou
quebrando um prato que caiu no chão.
A empregada chutou o cachorrinho, enquanto limpava os
cacos de vidro.
O cachorrinho saiu correndo de casa e acabou mordendo
SuperMotivado - volume 1

uma senhora que ia passando pela rua.


Essa senhora foi à farmácia para fazer um curativo e
tomar uma vacina, e gritou com o farmacêutico, porque a
vacina doeu ao ser-lhe aplicada.
O farmacêutico, chegando em casa, gritou com sua
64
esposa, porque o jantar não estava do seu agrado.
Sua esposa, tolerante, um manancial de amor e perdão,
afagou seus cabelos e beijou-o, dizendo:
- Querido, prometo que amanhã farei o seu prato
favorito. Você trabalha muito, está cansado e precisa de uma
boa noite de sono. Vou trocar os lençóis da nossa cama por
outros bem limpinhos e cheirosos para que você durma
tranquilo.

Naquele momento rompeu-se o círculo do ódio, porque


se esbarrou com a tolerância, a doçura, o perdão e o amor.

Se você está ou se colocaram você em um círculo de ódio,


seja tolerante, lembre da técnica do cinco (daqui a cinco
anos do que você vai se arrepender?).

Lembre-se de que as qualidades acima farão com que


você consiga quebrar o círculo do ódio.
Prof. Isaac Martins

65
Palavra do Dia: IGUALDADE

Somos todos iguais...”.

Apesar das diferenças que possuímos, todos somos


iguais. Observe esta história.
Diante de uma vitrine atrativa, um menino pergunta o
preço dos filhotes à venda.
- Entre 30 e 50 dólares - respondeu o dono da loja.
O menino puxou uns trocados do bolso e disse:
- Eu só tenho 2,37 dólares, mas eu posso ver os
filhotes?

O dono da loja sorriu e vários cachorrinhos apareceram.


Um dos cachorrinhos vinha mais atrás, mancando de forma
visível.
SuperMotivado - volume 1

Imediatamente o menino apontou aquele cachorrinho e


perguntou:
- O que é que há com ele?
O dono da loja explicou que o veterinário tinha
examinado e descoberto que ele tinha um problema na junta
66
do quadril, sempre mancaria e andaria devagar.

O menino ficou animado e disse:


- Esse é o cachorrinho que eu quero comprar!
O dono da loja respondeu:
- Não, você não vai querer comprar esse. Se você
realmente quiser ficar com ele, eu lhe dou de presente.

O menino ficou transtornado, e olhando bem na cara do


dono da loja, com o seu dedo apontado, disse:
- Eu não quero que você o dê para mim. Aquele
cachorrinho vale tanto quanto qualquer um dos outros e eu
vou pagar tudo. Na verdade, eu lhe dou 2,37 dólares agora e
50 centavos por mês, até completar o preço total.
O dono da loja contestou:
- Você não pode querer realmente comprar este
cachorrinho. Ele nunca vai poder correr, pular e brincar
com você e com os outros cachorrinhos.
Aí, o menino abaixou e puxou a perna esquerda da calça
para cima, mostrando a sua perna com um aparelho para
andar.
Olhou bem para o dono da loja e respondeu:
- Bom, eu também não corro muito bem e o
cachorrinho vai precisar de alguém que entenda isso.

Por isso, não importa o quanto você tem, não importa o


Prof. Isaac Martins

grau de escolaridade, não importa quantos idiomas você


fala, o que importa é o modo como somos com as outras
pessoas e como as ajudamos.

67
Palavra do Dia: CAMINHO

O que sabemos é uma gota,


o que ignoramos é um oceano”.
Isaac Newton

Há pessoas em nossa vida que são especiais, não por


serem bonitas, inteligentes ou por terem bens, mas por
estarem sempre de alto-astral. Qual o segredo disto? Uma
delas relatou:
Pela manhã eu acordo e digo a mim mesmo:
- Tenho dois caminhos: escolher viver de bom humor
ou escolher estar de mau humor. Faço o máximo para
escolher o primeiro.
É claro que você encontrará situações desagradáveis,
você pode escolher ser vítima da situação ou aprender algo.
Prefira aprender algo com isso! Diante de uma reclamação
você pode aceitar a reclamação, ou ignorá-la.
A vida consiste em escolhas. Quando você tira todos os
SuperMotivado - volume 1

detalhes e enxuga a situação, o que sobra são escolhas,


decisões a serem tomadas.
Escolha reagir às situações. Escolha ser feliz em vez de
ter razão.
Em suma: a escolha é sua, você escolhe como quer viver a
68
sua vida!
Lembre-se: todos os dias temos que escolher o caminho
de viver a vida em sua plenitude e viver por completo.
Prof. Isaac Martins

69
Palavra do Dia: AMIZADE

“Mas há um amigo mais


chegado do que um irmão”.
Provérbios 18:24

Num mundo extremamente competitivo, agitado e


individualista é muito difícil ter um amigo. Para saber se
você tem, primeiro precisamos saber as características de
um verdadeiro amigo.
Um verdadeiro amigo é leal, sincero, diz coisas de que às
vezes não gostamos e que não queremos escutar, visa
sempre ao nosso bem, dá conselhos, escuta-nos quando
necessitamos e não visa ao interesse.
Às vezes, temos muitos amigos, mas não passam pela
principal prova pela qual um amigo precisa passar: ter amor
genuíno, não o amor de um casal, mas sim um amor que se
preocupa, que dá a sua vida pelo outro, isso é ser amigo.
E nós só descobrimos se temos amigos nas dificuldades.
SuperMotivado - volume 1

Há a história de um jovem e seu amigo que estavam em


uma batalha, e um dos jovens disse:
- Meu amigo não voltou do campo de batalha, senhor,
solicito permissão para ir buscá-lo - disse um soldado ao
70
seu tenente.
- Permissão negada. Não quero que arrisque a sua vida
por um homem que provavelmente está morto - replicou o
oficial.
O soldado, ignorando a proibição, saiu, e uma hora mais
tarde regressou, mortalmente ferido, transportando o
cadáver de seu amigo.
O oficial estava furioso:
- Eu não falei que ele estava morto?! Agora eu perdi
dois homens! Diga-me: valeu a pena trazer um cadáver?

E o soldado, moribundo, respondeu:


- Claro que sim, senhor! Quando o encontrei, ele ainda
estava vivo e pôde me dizer: tinha certeza de que você viria!

Colegas você encontra em sua vida,


companheiros existem muitos,
Porém, amigos são raros!

Amigo é aquele que chega quando todo mundo já se foi.


Prof. Isaac Martins

71
Palavra do Dia: FLEXÍVEL

“Suas atitudes determinam


sua altitude”.

Diariamente nos confrontamos com situações que


exigem que sejamos flexíveis. Atuamos como verdadeiros
atores e atrizes, desempenhando os nossos papéis nas
diversas situações.
Fazemos o papel de pai, mãe, funcionário, empresário,
médico, enfermeiro, só para citar alguns de nossos papéis.
O segredo de tudo é sermos flexíveis e sabermos separar
esses papéis.

Esta é uma história de um homem que contratou um


carpinteiro para ajudar a arrumar algumas coisas na sua
fazenda.
O primeiro dia do carpinteiro foi bem difícil.
SuperMotivado - volume 1

O pneu do seu carro furou, a serra elétrica quebrou,


cortou o dedo, e ao final do dia o seu carro não funcionou.
O homem que contratou o carpinteiro ofereceu uma
carona para casa.
Durante o caminho, o carpinteiro não falou nada.
72
Quando chegaram à sua casa, o carpinteiro convidou o
homem para entrar e conhecer a sua família.
Quando os dois homens estavam caminhando para a
porta da frente, o carpinteiro parou junto a uma pequena
árvore e, gentilmente, tocou as pontas dos galhos com as
duas mãos.
Depois de abrir a porta da sua casa, o carpinteiro
transformou-se. Os traços tensos do seu rosto
transformaram-se em um grande sorriso, e ele abraçou os
seus filhos e beijou a sua esposa.
Um pouco mais tarde, o carpinteiro acompanhou a sua
visita até o carro.
Assim que eles passaram pela árvore, o homem
perguntou:
- Por que você tocou na planta antes de entrar em casa?
O carpinteiro respondeu:
- Ah! Esta é a minha Árvore dos Problemas. Eu sei que
não posso evitar ter problemas no meu trabalho, mas estes
problemas não devem chegar até os meus filhos e minha
esposa. Então, toda noite, eu deixo os meus problemas nesta
árvore quando chego em casa, e os pego no dia seguinte. E
você quer saber de uma coisa? Toda manhã, quando eu volto
para buscar os meus problemas, eles não são nem metade do
que eu me lembro de ter deixado na noite anterior.

Tenha também a sua árvore das dificuldades, ou seja, seja


flexível.
Prof. Isaac Martins

73
Palavra do Dia: AUTO-ANÁLISE

“Se você não sabe para onde


está indo, todo caminho o
levará a lugar nenhum” .
Henry Kissinger

Você já parou para escrever em um papel quais são as


suas qualidades e defeitos?
Às vezes evita-se fazer isso por que se você descreve
suas qualidades as pessoas ao seu redor dirão que você é
convencido, se falar de seus defeitos é muito crítico.
Sem isso estamos em um oceano sem rumo.
Faça uma autoanálise e depois saiba lidar com as suas
qualidades e transforme seus defeitos em oportunidades.

Um homem plantou uma rosa e passou a regá-la


constantemente. Antes que ela desabrochasse, ele a
examinou e viu o botão que em breve desabrocharia, mas
notou espinhos sobre o talo e pensou.
SuperMotivado - volume 1

- Como pode uma flor tão bela vir de uma planta


rodeada de espinhos tão afiados?
Entristecido por este pensamento, ele se recusou a regar a
rosa, e antes mesmo de estar pronta para desabrochar ela
morreu.
74
Assim é com muitas pessoas.
Dentro de cada indivíduo há uma rosa: são as qualidades
dadas por Deus.
Também temos muitos espinhos que são as nossas falhas.
Muitos de nós só olhamos os espinhos, os defeitos que
possuímos. Isso é uma falha!
Fazemos isso e nos desesperamos, achando que nada de
bom pode vir de nosso interior. Nós nos recusamos a regar o
bem dentro de nós, e consequentemente, isso morre.
Esquecemos do nosso potencial.
Algumas pessoas não veem a rosa dentro delas mesmas.

Portanto, lembre-se de seu potencial.


Um dos maiores dons que uma pessoa pode possuir ou
compartilhar é ser capaz de passar pelos espinhos e
encontrar a rosa dentro de outras pessoas.
Portanto sorria e descubra as rosas que existem dentro de
você e das pessoas que ama!

Você é uma pessoa especial, uma rosa rara e principalmente


um supermotivado!
Prof. Isaac Martins

75
76
SuperMotivado - volume 1
RECOMENDAÇÕES PARA VOCÊ CONTINUAR
MOTIVADO:

SAGRADA, Bíblia, Salmos e Provérbios.


RIBEIRO, Lair. O sucesso não ocorre por acaso. Editora Objetiva
LUZ, Daniel Carvalho. Insight. Editora DVS, 2001
LUZ, Daniel Carvalho. Insight II. Editora DVS, 2002
RANGEL, Alexandre. O que podemos aprender com os gansos,
Editora Original, 2003
ZELINSKI, Ernie J. Levando a vida numa boa. Sextante, 2003
COVEY, Stephen R. Os sete hábitos das pessoas altamente eficazes.
Best Seller, 2005/1989
HATELEY, B.J. Gallager. Um pavão na terra dos pinguins. Elsevier,
2005
HATELEY, B.J. Gallager. Sim na terra do não. Elsevier, 2006
URBAN, Hall. Palavras positivas, mudanças significativas. Sextante,
2007
HERALD, Justin. Atitude. Fundamento Educacional, 2004
BRUCH, Heike. A arte de fazer as coisas certas. Elsevier, 2004
LUZ, Daniel Carvalho. Fênix, o despertar para uma vida plena, 2004
JOHNSON, Spencer. Picos e Vales. Best Seller, 2009
READER´S, Digest. Revista Seleções. Editora Reader´s Digest
Brasil Ltda. Publicação mensal
_____ www.sorria.com.br
_____ www.institutoim.com.br
_____ www.isaacmartins.com.br

Esclarecimentos:
Os contos, fábulas e histórias contidas neste livro foram extraídas de diversas
fontes, a saber, páginas na internet, e-mails enviados de colaboradores e acervo do
autor. Caso alguém conheça os autores e os mesmo não estiverem na bibliografia,
Prof. Isaac Martins

envie um e-mail para incluirmos na próxima edição.

Caso tenha um conto e deseja compartilhar conosco, envie-nos teremos o prazer


em receber.
E-mail: atendimento@institutoim.com.br

77

Você também pode gostar