Você está na página 1de 2

REFORMA RELIGIOSA

- Acontece no século XVI

- Século XI – Cisma do Oriente

- Igreja católica:

1. Distancia em relação ao povo – os participantes do clero eram geralmente da nobreza


(opulência)
2. Clero corrupto - aliciamento, venda de praticas

*Simonia: comercio de cargos ou relíquias – como nobre, tem poder político, mas não
religioso, então oferece uma quantidade de dinheiro para a Igreja para que ela nomeasse
o filho do nobre como bispo – comercio de objetos sagrados (fio de cabelo de Maria
Madalena, garrafa com ar da gruta que Jesus nasceu..)

3. Comercio de cartas de indulgencias – adquire o perdão de Deus

- 1517: Monge Agostiniano (Martinho Lutero) resolveu protestar publicamente sobre o


comércio de indulgencias – criticava a Igreja Católica e o papa – 95 teses colocadas nas portas
da Catedral.

- Martinho Lutero teve proteção dos nobres alemães – Lutero se tornasse líder de uma nova
religião.

- Traduziu a bíblia para o alemão apresentando uma nova interpretação de salvação – se dá


pela fé e pela livre interpretação da bíblia.

- Martinho Lutero diminui de 7 sacramentos para 2 sacramentos.

- 1536: João Calvino (Calvinismo)

- Um homem não pode fazer nada para se salvar, o homem nasce salvo ou condenado –
predestinação – em vida, o homem vai buscar os sinais da salvação, tentando saber se esta
salvo ou condenado através do trabalho, através dele você tenta melhorar sua condição de
vida.

- Calvinismo: apoio dos setores burgueses.

- 1531: Reforma Anglicana

- Henrique VIII (pertencia a família Tudor, que governava a Inglaterra desde o fim da Guerra
das Duas Rosas) era casado com Catarina de Aragão (pertencia a família Habsburgo –
espanhola) – nascimento de Mary Tudor, se um dia virasse rainha da Inglaterra, os filhos não
iriam carregar o sobrenome Tudor, carregaria o sobrenome do pai. Para isso não acontecer,
Henrique VIII precisaria ter um filho homem com Catarina, porém ela não conseguia mais
engravidar.
- Henrique VIII queria pagar a Igreja para se separar de Catarina de Aragão, mas o Papa não
aceitou, porque ele queria que um Habsburgo assumisse o trono. Portanto, Henrique VIII
rompe com a Igreja Católica pelo Ato de Supremacia podendo criar uma nova religião crista
tendo como chefe o rei.

- Henrique VIII casou-se com Ana Bolena, tendo uma menina, Elisabeth Tudor.

- A partir de 1545, a Igreja Católica convocou um concilio (reunião da cúpula da Igreja) em um


mosteiro, Concilio de Trento – Reforma Católica ou Contrarreforma.

- Decisões tomadas pelo Concilio de Trento:

1. Reafirmação de todos os dogmas


2. Proibição de comercio de cargos e relíquias
3. Proibição das cartas de indulgencias
4. Restauração do Tribunal do Santo Oficio
5. Índices de livros proibidos (INDEX)
6. Companhia de Jesus (ordem de padres soldados) – jesuíta

- Contexto em que a Igreja Católica perdeu muitos fieis, um dos motivos de participar da
colonização ibérica.

Você também pode gostar