Você está na página 1de 15

Profª. Msc.

Francisco Pessoa de Paiva Júnior

Licenciatura Plena em Química – Modalidade EAD

MATEMÁTICA II

Unidade I – Função de Várias


Variáveis
Tópicos desta aula:
- Função de várias variáveis;
- Domínio de função de várias variáveis;
- Limites de Função com várias variáveis;
- Derivadas de função com várias variáveis
Função de várias variáveis

Funções de Duas Variáveis

Seja D um subconjunto de R2. Chama-se uma função de D em R toda relação que associa um par ordenado (x, y)
pertencente a D um número real indicado por f(x, y). O conjunto D é o domínio da função e f(x, y) é a imagem
de (x, y) ou o valor de f em (x, y).

Gráficos de Funções de Duas Variáveis

Seja f(x, y) uma função de duas variáveis x e y. O gráfico da função é o conjunto

{ (x, y, z)  R3 | z = f(x, y) e (x, y)  D }


Portanto, o gráfico de f(x, y) será representado em R3.
f(x, y)
y
x
Função de várias variáveis

Domínio de Funções de Duas Variáveis

O domínio é definido como a região na qual as variáveis independentes estão definidas.

Para uma função de uma variável, , o domínio é o conjunto no eixo que contém os valores que a variável
independente pode assumir, ou seja, o domínio pertence ao conjunto dos reais .

Agora, para as funções de duas variáveis, o domínio será uma região no plano , pertencendo ao 𝑅2

Exemplo: Determine o domínio de cada uma da função 𝑓 𝑥, 𝑦 = 𝑦 − 𝑥2


Função de várias variáveis
Limite e Continuidade

De modo análogo às funções de uma variável, também é definido o limite para funções de duas variáveis.
O limite de f(x, y) quando (x, y) tende ao ponto (x0,y0) é o numero L, se este existir.

Caso L seja igual a f(x0,y0), f é contínua em (x0,y0).

Teorema 1
São contínuas em todos os pontos de seu domínio as funções:
polinomiais nas variáveis x e y;
racionais nas variáveis x e y.

Por exemplo, seja a função f(x, y) = 2x +3y. Segundo o teorema acima, esta função é contínua para todo (x,y)
pertencente ao domínio de f, pois se trata de um polinômio. Em particular esta função é contínua no ponto
(3,4), pois
Função de várias variáveis

Teorema 2
Se f(x, y) e g(x, y) são contínuas em (x0,y0), então serão também contínuas em (x0,y0) as funções:
Função de várias variáveis

Derivadas Parciais

A derivada parcial de uma função de duas variáveis f(x,y) em um ponto de seu domínio (x0,y0) consiste em fixar
uma das variáveis, por exemplo y no valor y0, e variar x do valor x0 para x0+∆x.
Daí a derivada parcial de f(x,y) em relação à x no ponto (x0,y0), é definida da seguinte forma:

Este resultado mostra a taxa de variação de f(x,y) no ponto (x0,y0), dada uma variação infinitesimal em x,
mantendo y constante.
Da mesma forma, a derivada de f(x,y) em relação à y no ponto (x0,y0), consiste em fixar a variável x no valor x0,
e variar y do valor y0 para y0+∆y
Função de várias variáveis

Por exemplo, seja a função f(x,y) = 2x + 3y. Calcular

a)

𝜕𝑓
b) 𝜕𝑦
(4,5)

Solução:
a)

𝜕𝑓 𝑓 4, 5+∆𝑦 −𝑓(4,5) 2.4 +3 5+ ∆𝑦 −2.4 −3.5 3∆𝑦


b) 𝜕𝑦 4,5 = lim = lim = lim =3
∆𝑦 →0 ∆𝑦 ∆𝑦 →0 ∆𝑦 ∆𝑦 →0 ∆𝑦
Função de várias variáveis

Função Derivada Parcial

Se calcularmos fx e fy num ponto genérico (x,y), obteremos duas funções de x e y.


A função 𝑓𝑥 𝑥, 𝑦 é a derivada parcial de f em relação à x.
A função 𝑓𝑦 𝑥, 𝑦 é a derivada parcial de f em relação à y.

Por exemplo, seja f(x,y) = ln(x2 + 2xy). Para se calcular a derivada desta função em relação à x, mantemos a
variável y constante e derivamos como se fosse uma função de uma variável.

𝜕𝑓 1
e = (2𝑥)
𝜕𝑦 𝑥 2 +2𝑥𝑦

Note que neste caso foi utilizada a regra da cadeia


Se quisermos calcular esta derivada no ponto (1,1), basta substituir no resultado acima:

𝜕𝑓 2
e 𝜕𝑦
(1,1) = 3
Função de várias variáveis

Diferencial de uma função

O diferencial de uma função f(x,y) representa a variação da função f, quando x e y sofrem variações ∆x e ∆y a
partir ponto (x0,y0), e é definido como:

Em geral, para sabermos se uma função é diferenciável utilizamos o seguinte teorema:

Teorema
𝜕𝑓 𝜕𝑓
Seja f uma função com duas variáveis. Se as derivadas parciais 𝜕𝑥 e 𝜕𝑦 são contínuas num conjunto aberto A,
então f é diferenciável em todos os pontos de A.
Função de várias variáveis

Exemplos:

1) Determine o domínio de cada uma das seguintes funções:

a) 𝑓 𝑥, 𝑦 = 𝑥+𝑦−2

1
b) 𝑓 𝑥, 𝑦 =
𝑥+𝑦−2

Solução:
a)

b)
Função de várias variáveis
2) Usando a definição de derivada parcial, calcule 𝑓𝑥 e 𝑓𝑦 da função 𝑓 𝑥, 𝑦 = 4𝑥𝑦 2 no ponto (-1,2)

Solução:
Função de várias variáveis

3) Calcule a diferencial total de f, em um ponto genério (𝑥0 ,𝑦0 ) nos seguintes casos:

a) f(x,y) = ln(2𝑥 2 − 3𝑦 2 )

b) 𝑓 𝑥, 𝑦 = 𝑥 2 sin 𝑦

Solução:
a) b)

Você também pode gostar