Você está na página 1de 14

CATEGORIA DENOMINAÇÃO

Extremamente
A
Remota

B Remota

C Improvável

D Provável

E Frequente

Tabela de avaliação de frequencias (Fonte: MORGADO 2000)


DESCRIÇÃO
Conceitualmente possível, mas extremamente improvável
de ocorrer durante a vida util do processo/instalação

Não esperado ocorrer durante a vida util do


processo/instalação
Pouco provavel de ocorrer durante a vida util do
processo/instalação
Esperado ocorrer até uma vez durante a vida util do do
processo/instalação
Esperado ocorrer varias vezes durante a vida útil do
processo/instalação

ias (Fonte: MORGADO 2000)


Categoria Descrição

I Desprezível

II Marginal

III Crítica

IV Catastrófica
Descrição / Características

Sem danos ou danos insignificantes aos equipamentos, à propriedade


e/ou ao meio ambiente;

Não ocorrem lesões/mortes de funcionários, de terceiros (Não


funcionários) e/ou pessoas (indústrias e comunidade);

O máximo que pode ocorrer são casos de primeiros socorros ou


tratamento menor.
Danos leves aos equipamentos, à propriedade e/ou ao meio ambiente
(os danos materiais são controláveis e/ou de baixo custo de reparo);

Lesões leves em funcionário, terceiros e/ou em pessoas.

Danos severos aos equipamentos, à propriedade e/ou ao meio


ambiente;

Lesões de gravidade moderada em funcionários, em terceiros e/ou em


pessoas (probabilidade remota de morte de funcionários e/ou de
terceiros);

Exige ações corretivas imediatas para evitar seu desdobramento em


catástrofe.
Danos irreparaveis aos equipamentos, à propriedade e/ou ao meio
ambiente (reparaçao lenta ou impossivel);

Provoca mortes ou lesoes graves em várias pessoas (em funcionário,


em terceiros e/ou em pessoas).

Categoria de Severidade das consequencias


Severidade Frequência Risco
I - Desprezível A - Extremamente Remota 1 - Desprezível
II - Marginal B - Remota 2 - Menor
III - Crítica C - Improvável 3 - Moderado
IV - Catastrófica D - Provável 4 - Sério
E - Frequente 5 - Crítico
Frequencia
A B C D E

C IV 2 3 4 5 5
o
n
s
e III 1 2 3 4 5
q
u
e II 1 1 2 3 4
n
c
i
a I 1 1 1 2 3
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCOS - APR
ATIVIDADE: LOCAL
CATEGORIAS
PERIGO CAUSAS DETECÇÃO EFEITOS
FREQ. SEV. RISCO
PR

RECOMENDAÇÕES
ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCOS - APR
Atividade: Limpeza de tanque/silo LOCAL: Porto de Niterói
CAT. CAT. CAT.
ITEM TAREFA PERIGO DANO CONTROLES EXISTENTES RECOMENDAÇÕES
FREQ. SEV. RISCO
Uso de EPI (protetor Realizar medições
1 Ruído Perda auditiva auricular), avaliação D III D+III=4 quantitativa de ruido no
audiométrica (ASO) ambiente de trabalho
Cansaço, irritação,
Revezamento para
dores nos membros, Disponibilizar água no
descanso, fornecimento de
dores na coluna, local de trabalho.
água fresca nas
2 Calor artrite, lesões D III D+III=4 Realização de Índice de
proximidades do local,
circulatórias,doenças Bulbo Termometro de
utilização do
de pele, Globo (IBUTG)
exaustor/insulflador.
Desitratação.

Utilização de EPI (botas e


luvas de PVC, macacão
Doenças respiratórias,
tyvek, mascara de proteção Fornecer macacão em
quedas, doenças de
3 Umidade / Pó respiratória, óculos de D III D+III=4 PVC para trabalho com
pele, doenças
proteção, drenagem de toda Hidrojato
circulatórias
e qualquer água parada e
Ambiente de sucção do pó.
Trabalho
Manter as cargas,
Contusões;
equipamentos, conteiners,
Arranjo físico Escoriações;
4 caçambas, fora da área de D II D+2=3
inadequado Luxações, desgaste
grande circulação e
físico.
organizados.

Medidor de gases no local


Realizar treinamento no
de trabalho, treinamento
Condições Asfixia; aparelho medidor de
5 específico para trabalho em B III B+III=2
atmosféricas Intoxicação. gases a todos os
Espaço Confinado. Abertura
membros da equipe
de Permissão de Trabalho.

Radiações Queimaduras, lesões


6 não- nos olhos, na pele e Uso de protetor solar B III B+III=2
ionizantes nos outros órgãos
Animais Envenenamento,
7 Dedetização do local B II B+III=2
peçonhentos reações alérgicas
Utilização de colete salva
vidas ao manusear mangote
Aprisionamento de
Impacto junto na beira do cais, amarrar os
membros, entorse,
Passagem dos a objeto; mangotes com corda de
escoriações e lesões Utilizar bandeija de
8 mangotes até o Mangote nylon quando os mesmo D II D+2=3
diversas, contenção
tanque contendo estiverem batendo;
contaminação do solo
produto Tamponar os mangotes para
e/ou mar
que não caia resíduo sobre o
solo e/ou água.

A supervisão da limpind
Abertura de
juntamente com o
válvula de
responsável da embarcação
alimentação
Bloqueio de Intoxicação, asfixia e ou planta deverão verificar
9 dos Tanques D II D+2=3
válvulas morte. se todas as válvular de
e silos
alimentação dos tanques
durante a
e/ou silos estão fechadas e
limpeza
bloqueadas

Solicitar auxilio ao realizar


abertura da boca de visista,
Queda da Luxação, fratura, identificação do material
tampa do aprisionamento de antes de abrir, inspecionar o
Abertura do
tanque; membro, derrame de local antes da abertura. Uso
tanque (porta de
10 Queda de resíduo na área de EPI segundo a FISPQ do D II D+2=3
visita vertical
nível contida, exurra de produto. Manter Kit
e/ou horizontal)
diferente e resíduo na abertura da ambiental no local, verificar
mesmo nível boca de visita. se as válvulas estão
fechadas, manter o mínimo
de pessoas no local.

Falha no
equipamento Conhecer as funcionalidade
de detecção do medidor de gases, ter o
de gáses, certificado de calibração em
Intoxicação, asfixia e
aferição dia, ter treinamento em
Medição de morte;
11 incorreta do Espaço confinado de acordo C III C+3=3
Gases Danificação do
aparelho; com a NR 33;
equipamento ou perda.
Queda de Amarrar o medidor a uma
nível corda para realização da
diferente e do medição inicial.
mesmo nível
Impacto por
Ao manipular os mangotes
queda do
Posicionamento na beira do cais deve se
mesmo nível; Aprisionamento de
12 de mangote no utilizar colete salva vidas. B II B+II=1
Mangote membro.
tanque Amarrar em estrutura firme
contendo
com cordas de nylon.
resíduo

Contaminaçã
o química
(manipulação
de lama de Utilização de EPI (Macacão
perfuração, Alergia e diminuição tyvek, óculos de proteção,
cimento, óleo da capacidade bota de segurança, cinto de
diesel, pulmonar, irritação nos segurança, viseira, luvas de
Entrada no salmoura, olhos, dermatose. PVC).Entrar somente após a
13 D III D+II=3
tanque/silo barita, agua Piso escorregadio, abertura de PT, verificar se
de queda de nivel todos os itens de resgates
lastro,etc.); diferente e mesmo está na frente de serviço.
Piso nível. Treinamento em Altura
escorregadio, conforme NR 35.
queda de
diferente e
mesmo nível

Manipulação
de lama de
perfuração,
cimento, óleo
diesel, Alergia e diminuição Realização de inspeção das
salmoura, da capacidade ferramentas antes de iniciar Fornecimento de creme
14 Limpesa Manual barita, agua pulmonar, irritação nos a atividade, utilizar os EPI D III D+III=4 de proteção contra
de lastro e olhos, dermatose; recomendados para produtos químicos
etc., uso de atividade
ferramentas
danificadas,
lesão
ergonomica
Cortes de membro por
pressão de água,
entorse, luxações,
fraturas, respingo
Jato de alta contaminado nos Fornecimento de Viseira,
pressão; olhos, contaminação óculos de proteção, Inspeção de segurança
Jateamento de
15 Piso dos pulmões e Treinamento específico em D III D+III=4 rotineira no equipamento
água
escorregadio. cultanea, perda de jateamento, uso de potas de de hidrojato
visão; PVC com ante derrapante.
Queda de mesmo nível
ou diferença de nível;
Queimadura, morte

Incendio,
vazamento Contaminação do solo Extintor posicionado
no caminhão, e da água, lesões estrategicamente, manter kit
Acionamento do falha na auditivas, lesões ambiental no local,
16 D III D+II=3
vácuo manobra da oculares, realização preventiva dos
válvula, queimaduras, danos equipamentos e check list
rompimento no equipamento diário do veículo.
do mangote

Escada do
tanque/silo Utilização do cinto de
Queda por diferença
Saída do escorregadia; segurança conectado ao
de nível, entorse,
tanque/silo e Materiais tripé, auxilio no transporte de
lombalgia, luxações,
17 recolhimento do espalhados mangote e equipamentos, D II D+II=3
queimaduras químicas,
Material e na área de inspecionar piso e escadas
contaminação do solo
equipamentos circulação; no interior e exterior do
e/ou água.
Mangote com tanque/silo
resíduo
Riscos identificados na atividade de limpeza de tanques/silos
item Estapa da Atividade perigo controle existentes
Jato de alta
pressão, falta de Fornecimento de oculos de
15 Jateamento de água oculos de segurança e viseira, uso de botas
segurança e de PVC com ante derrapante
viseira
Incêndio,
Extintor posicionado
vazamento no
estrategicamente, manter kit
caminhão, falha de
ambiental no local, realização de
16 Acionamento do vácuo manobra da
manutenção preventiva dos
válvula,
equipamentos e check list do
rompimento do
veiculo diario.
mangote

Aprisionamento de
membros, impcto
junto a objeto, Fechar PT, uso de luva, Kit
Saída do tanque e queda do mesmo ambiental no local, auxilio no
17 recolhimento do nível e por transporte do mangote, inspecionar
equipamento diferença de nível, piso e escadas no interior e
mangote com exterior.
resíduo
aprisionado
Crítico 0
Sério 5
Moderado 8
Menor 3
Desprezíve 1

Você também pode gostar