Você está na página 1de 21
FundamentosFundamentos Fundamentos dede de TelecomunicaTelecomunicaççõesões Telecomunicações
FundamentosFundamentos Fundamentos dede de TelecomunicaTelecomunicaççõesões Telecomunicações

Software Radio

Fundamentos dede de TelecomunicaTelecomunicaççõesões Telecomunicações Software Radio ISEL-DEETC-SST B.E.S.T.E. 1 1
Fundamentos dede de TelecomunicaTelecomunicaççõesões Telecomunicações Software Radio ISEL-DEETC-SST B.E.S.T.E. 1 1

ISEL-DEETC-SST

B.E.S.T.E.

1 1
1
1

SumSumááriorio

Sum Sum á á rio rio Conceito de S oftware Radio Vantagens Funcionamento Conceito de Cognitive

Conceito de Software Radio oftware Radio

VantagensSum Sum á á rio rio Conceito de S oftware Radio Funcionamento Conceito de Cognitive Radio

FuncionamentoSum Sum á á rio rio Conceito de S oftware Radio Vantagens Conceito de Cognitive Radio

Conceito de Cognitive Radio Cognitive Radio

Problemas de segurançaS oftware Radio Vantagens Funcionamento Conceito de Cognitive Radio Desafios tecnológicos FT – Software Radio 2

Desafios tecnológicosS oftware Radio Vantagens Funcionamento Conceito de Cognitive Radio Problemas de segurança FT – Software Radio

DefiniDefiniççõesões

Defini Defini ç ç ões ões Hardware Radio - O sistema rádio é realizado através de

Hardware RadioDefini Defini ç ç ões ões - O sistema rádio é realizado através de componentes hardware

- O sistema rádio é realizado através de componentes hardware e só pode ser modificado através de intervenção física

Software Controlled Radioe só pode ser modificado através de intervenção física - Apenas algumas funções de controlo são

- Apenas algumas funções de controlo são realizadas por software (ex. potência e canal). A selecção das bandas de frequência e tipo de modulação são realizadas por hardware.

DefiniDefiniççõesões

Defini Defini ç ç ões ões Software Radio - o sistema inclui um módulo de transmissão

Software Radio - o sistema inclui um módulo de transmissão em que os parâmetros de emissão (gama - o sistema inclui um módulo de transmissão em que os parâmetros de emissão (gama de frequências, tipo de modulação e potência de emissão) podem ser alterados por software sem exigir alterações no hardware

A conversão A/D e D/A é colocada o mais próximo possível da antena permitindo completa programação das bandas de RF, modos de acesso ao canal possível da antena permitindo completa programação das bandas de RF, modos de acesso ao canal e modulação

VantagensVantagens

Vantagens Vantagens O sinal de rádio é processado numericamente: possibilita o uso de métodos dificilmente

O sinal de rádio é processado numericamente: possibilita o uso de métodos dificilmente realizáveis usando electrónica analógica; numericamente: possibilita o uso de métodos dificilmente realizáveis usando electrónica analógica;

Os algoritmos de processamento de sinal podem ser corrigidos, actualizados ou substituídos sem qualquer alteração no hardware; de sinal podem ser corrigidos, actualizados ou substituídos sem qualquer alteração no hardware;

Um sistema genérico de hardware pode implementar vários sistemas diferentes ; hardware pode implementar vários sistemas diferentes;

Carregamento/actualização realizada “over the air” (download) . (download).

SistemaSistema convencionalconvencional

Fonte: Reza Moazzami lecture slides
Fonte: Reza Moazzami lecture slides

FT – Software Radio

6 6
6
6

SoftwareSoftware DefinedDefined RadioRadio

Software Software Defined Defined Radio Radio Antena RF IF Baseband ADC/DAC LNA IF-A LPF DSP L.
Antena RF IF Baseband ADC/DAC LNA IF-A LPF DSP L. O. (variável) L. O. (fixo)
Antena
RF
IF
Baseband
ADC/DAC
LNA
IF-A
LPF
DSP
L. O.
(variável)
L. O.
(fixo)

SoftwareSoftware DefinedDefined RadioRadio

Software Software Defined Defined Radio Radio Antena RF IF Baseband LNA IF-A ADC/DAC DSP L. O.
Antena RF IF Baseband LNA IF-A ADC/DAC DSP L. O. (variável)
Antena
RF
IF
Baseband
LNA
IF-A
ADC/DAC
DSP
L. O.
(variável)

SoftwareSoftware RadioRadio

Software Software Radio Radio Antena RF IF Baseband LNA ADC/DAC DSP FT – Software Radio 9
Antena RF IF Baseband LNA ADC/DAC DSP
Antena
RF
IF
Baseband
LNA
ADC/DAC
DSP

MMéétodostodos dede amostragemamostragem

M M é é todos todos de de amostragem amostragem a) RF, b) IF e c)
M M é é todos todos de de amostragem amostragem a) RF, b) IF e c)

a) RF, b) IF e c) BB

AmostragemAmostragem aoao ritmoritmo dede NyquistNyquist

Amostragem ao ao ritmo ritmo de de Nyquist Nyquist a) Sinal em banda de base, b)
Amostragem ao ao ritmo ritmo de de Nyquist Nyquist a) Sinal em banda de base, b)

a) Sinal em banda de base, b) Sinal de banda limitada

Vantagem: Mínimo teórico de amostras Desvantagem: Filtro de anti-aliasing tem de exibir “rápida” banda de transição

Desvantagem: Filtro de anti-aliasing tem de exibir “rápida” banda de transição FT – Software Radio 11

FT – Software Radio

11 11
11
11

SobreamostragemSobreamostragem

Sobreamostragem Sobreamostragem a) Sinal em banda de base, b) Sinal de banda limitada Desvantagem: Usa número
a) Sinal em banda de base, b) Sinal de banda limitada
a) Sinal em banda de base, b) Sinal de banda limitada

Desvantagem: Usa número de amostras maior que o mínimo teórico Vantagem: Filtro de anti-aliasing pode exibir maior banda de transição

o mínimo teórico Vantagem: Filtro de anti-aliasing pode exibir maior banda de transição FT – Software

FT – Software Radio

12 12
12
12

SubSub--amostragemamostragem

Sub Sub - - amostragem amostragem Como o sinal de RF é de banda limitada, usa-se
Sub Sub - - amostragem amostragem Como o sinal de RF é de banda limitada, usa-se

Como o sinal de RF é de banda limitada, usa-se intencionalmente o fenómeno de aliasing para converter a frequência do sinal

Futuro:Futuro: CognitiveCognitive RadiosRadios

Futuro: Futuro: Cognitive Cognitive Radios Radios Cognitive Radio – software radio que monitoriza o seu ambiente:
Futuro: Futuro: Cognitive Cognitive Radios Radios Cognitive Radio – software radio que monitoriza o seu ambiente:

Cognitive Radio

software radio que monitoriza o seu ambiente:

utilizadores nas proximidades, interferências, localização, elevação

configura-se de forma automática por forma a maximizar a eficiência e reduzir a interferência

TecnologiasTecnologias aa implementarimplementar numnum CRCR

Tecnologias a a implementar implementar num num CR CR Um CR terá sensores de posi cionamento

Um CR terá sensores de posicionamento (GPS ou Galileo) cionamento (GPS ou Galileo)

Terá que monitorizar o seu ambiente espectral em tempo real , usando por exemplo FFTs de banda monitorizar o seu ambiente espectral em tempo real, usando por exemplo FFTs de banda larga.

Para seguir as alterações no seu ambiente e na sua localização, implementará algoritmos para aprendizagem e raciocínio automáticos . u ambiente e na sua localização, implementará algoritmos para aprendizagem e raciocínio automáticos.

Para obedecer à etiqueta de comunicações deverá “ouvir” antes de “falar” . “ouvir” antes de “falar”.

Para ser “justo” deverá encontrar uma solução de compromisso entre as suas exigências e as exigências dos restantes utilizadores tomando a solução de compromisso entre as suas exigências e as exigências dos restantes utilizadores tomando decisões num ambiente competitivo - utilização da teoria dos jogos.

Comunicará com o seu utilizador usando uma sofisticada interface interface homem-máquina . interface homem-máquina.

CRCR funcionamentofuncionamento conceptualconceptual

– – funcionamento funcionamento conceptual conceptual Ambiente Ambiente Transmission Espectral Espectral
Ambiente Ambiente Transmission Espectral Espectral Sinais RF Sinais RF Monitorização Monitorização Espectro
Ambiente
Ambiente
Transmission
Espectral
Espectral
Sinais RF
Sinais RF
Monitorização
Monitorização
Espectro disponível
Estatística de ruído
Volume de tráfego
Espectro disponível
Estatística de ruído
Volume de tráfego
Recepção

Potência de transmissão e gestão do espectro

Medição de canal e modelização
Medição de
canal e
modelização
e gestão do espectro Medição de canal e modelização Capacidade de canal disponível Potência de transmissão

Capacidade de canal disponível

Potência de transmissão e gestão do espectro
Potência de
transmissão e gestão
do espectro
Potência de transmissão e gestão do espectro Recepção Medição de canal e modelização Capacidade
Recepção
Recepção

Medição de canal e modelização

Capacidade de canal disponível

Estação A

Estação B

DesafiosDesafios

Desafios Desafios Processadores (DSPs) de elevada velocidade Conversores A/D rápidos: – Frequência de amostragem –

Processadores (DSPs) de elevada velocidadeDesafios Desafios Conversores A/D rápidos: – Frequência de amostragem – Resolução (8 bit, 16bit, 32bit,…) –

Conversores A/D rápidos:Desafios Desafios Processadores (DSPs) de elevada velocidade – Frequência de amostragem – Resolução (8 bit,

Frequência de amostragem

Resolução (8 bit, 16bit, 32bit,…)

Linearidade

Custoamostragem – Resolução (8 bit, 16bit, 32bit,…) – Linearidade Consumo Dimensões FT – Software Radio 17

Consumode amostragem – Resolução (8 bit, 16bit, 32bit,…) – Linearidade Custo Dimensões FT – Software Radio

Dimensõesde amostragem – Resolução (8 bit, 16bit, 32bit,…) – Linearidade Custo Consumo FT – Software Radio

ProblemasProblemas dede seguranseguranççaa

Problemas Problemas de de seguran seguran ç ç a a O download de software maligno (

O download de software maligno ( wireless terrorism ) ou em mau funcionamento representa sérios riscos download de software maligno (wireless terrorism) ou em mau funcionamento representa sérios riscos de segurança para os dispositivos e para as redes onde operam

Uso não autorizado de uma aplicação e de serviços da rede

Ataques Denial of Service no dispositivo ou em toda a rede através de modificação de software não autorizada (frequência, potência, modulação)

Um vírus que altere a frequência e potência de emissão poderá impedir a comunicação entre sistemas

Se o vírus se propagar entre Software Radios

Solução: Autenticação do softwareimpedir a comunicação entre sistemas – Se o vírus se propagar entre Software Radios FT –

ConclusõesConclusões

Conclusões Conclusões A flexibilidade dum Software Defined Radio possibilita vantagem únicas – Possibilidade de

A flexibilidade dum Software Defined Radio possibilita vantagem únicas Software Defined Radio possibilita vantagem únicas

Possibilidade de fazer modulação, desmodulação, geração de sinal, codificação, etc., em software

Rápida introdução de novos serviços

Dispositivos podem ser reconfigurados dinamicamente através do download de novos módulos de software.

Suporte de vários standards

Reconfiguração automática coloca problemas de segurança (vírus, ataque de DoS, etc.) segurança (vírus, ataque de DoS, etc.)

Limitações tecnológicas: Processadores e conversores A/D rápidosReconfiguração automática coloca problemas de segurança (vírus, ataque de DoS, etc.) FT – Software Radio 19

ProjectosProjectos emem cursocurso nana EuropaEuropa

Projectos Projectos em em curso curso na na Europa Europa Project Name$ Objectives and technological focus

Project Name$

Objectives and technological focus

 

FIRST

Feasibility demonstration of Intelligent Multi-mode Terminals for Second and Third generation mobile systems (GSM 1800, TD-CDMA). http://www.era.co.uk/first/First.htm

 

SORT

Set the requirements for adaptive Radio Access including the definition of a functional architecture and digital signal processing; develop real-time hardware demonstrator consisting of an anti-aliasing filter, an ADC converter and the functional blocks to be developed for channelisation and sample rate adaptation (GSM, W-CDMA). http://www.ifn.et.tu- dresden.de/~sort/welcome.html

 

SUNBEAM

Development of innovative base station array processing architectures and algorithms for UMTS that are sufficiently flexible to support a range of architectures and Software Radio techniques. http://www.project-sunbeam.org/

 

M3A

Integrates existing network protocols into a single mobile platform permitting data delivery via different access means (GSM, DAB, HIPERLAN), switching communications between them as and when necessary. http://m3a.hiperlan.org/

 

PROMURA

Design of a programmable chipset in SiGe BICMOS which will encompass the RF and IF stages of a mobile terminal, compliant with most important wireless communication standards all over the world, allowing channel selection and signal demodulation to be performed in the digital domain.

 

SHUFFLE

Creation of a novel architecture for efficient, scalable & robust real time control of resources in 3rd generation mobile systems.

 

CRUMPET

Implement, validate, and trial tourism-related value-added services for nomadic users (across mobile and fixed networks).

 

SLATS

Design and development of software architecture as well as of software library elements implementing the base band functionality of GSM and W-CDMA for real-time implementation on a selected DSP platform. http://193.246.252.83/systemeng/slats/

ReferênciasReferências

Referências Referências www.sdrforum.org H. Harada, R. Prasad, “Simulation and Software Radio for Mobile

www.sdrforum.orgReferências Referências H. Harada, R. Prasad, “Simulation and Software Radio for Mobile Communications”, Artech

H. Harada, R. Prasad, “Simulation and Software Radio for Mobile Communications”, Artech House, 2002 Software Radio for Mobile Communications”, Artech House, 2002

R. L. Hill, S. Myagmar, R. Campbell, “Threat Analysis of GNU Software Radio” Analysis of GNU Software Radio”