Você está na página 1de 3

A radio cidade 97,9 ocupa um cargo a longa data como a radio

mais sintonizada em Campo Grande e região, onde grade parte


desse publico se faz de pessoas com uma faixa etária elevada,
juntamente de classes sociais de baixa renda. Apesar da
diversificação de programas praticamente todos os eventos
transmitidos pela emissora acabam tendo uma abrangência
especifica atingindo um pequeno percentual de um publico
diferenciado.

Em todo o Brasil está ocorrendo um franco crescimento das


classes sociais de baixa renda assim fazendo com que grande parte
do mercado volte os “olhos” a essa população que se faz em
maioria no Brasil, não sendo diferente em Campo Grande, devido a
essa ocorrência a radio esta em um patamar privilegiado, atrelado a
um crescimento constante e progressivo na audiência. Devido a
esses fatores a radio detém uma melhor absorção do mercado
comercial, fazendo com que sua receita seja a mais elevada em
comparação com as demais rádios.

Se aproveitando da grande audiência que a rádio recebe todos


os dias, estou apostando em uma maior diversificação do setor
acoplada a o seu site (www.cidade97.com), para a tentativa de uma
maior conquista de “território” fazendo com que grupos de classes
sociais como “A” e “B” e um publico de uma menor idade também
sejam abordadas por nossa transmissão.

Essa proposta não é para a alteração na grade de


programação já existente na rádio, mais sim para a criação de um
programa exclusivo e transmitido via internet através do site, com
uma programação voltada a um publico na diferenciado do já
existente hoje, sem a intervenção de propagandas comerciais
fazendo com que a música seja interrompida, mas não deixando de
fazer uma comercialização através de banners digitais ocasionando
um aumento da receita da rádio, alem da conquista de um novo
mercado.

O Programa.

O site da rádio é um ponto onde algumas modificações devem


ser feitas para uma maior acessibilidade do publico e sua
freqüência garantida e constante. Como esse projeto busca atingir
um target (alvo) diferenciado do já existente, a programação
também será diferenciada.

No próprio site criaremos um link para o acesso a uma nova


página, onde haverá informações dessa nova programação on line
voltada para os novos espectadores da radio, alem de ter a
possibilidade de escutar o programa em horário especifico (13:00 às
16:00 horas). Um locutor (já existente na rádio) fará pequenas
intervenções na programação musical para informar o nome das
músicas (que estavam no ar) alem da possibilidade de fazer drops
de noticias em parceria com os noticiários da televisão.

Embarcando na onda de redes sociais, entro dessa nova


pagina, junto a essa nova programação, criaremos um CHAT, onde
os visitantes do site poderão conversar através de mensagens
instantâneas escutando a nova grade musical.

O porque do horário.

Como dito anteriormente a radio Cidade já possui um publico


de baixa renda e idade elevada, nossa proposta é de conquistar o
“outro lado da moeda”.

Hoje grande parte de alunos do ensino fundamental, médio e


até do ensino superior que estudam na parte matutina, logo após as
aulas se deslocam as suas casas onde em uma maioria se dirigem
a frente do computador e fazem buscas por musicas e redes
sociais.

Como as rádios convencionais necessitam da veiculação de


mídias comerciais e demandam de um espaço grande entre as
transmissões musicais, as maiorias dos ouvintes não optam por
esse meio de comunicação.

Outro fator que não pode deixar de ser relevante é a legislação


no Brasil, onde inúmeros programas com a finalidade de fazer o
download de arquivos musicais foram casados, processados e
interditados com fins de acabar com a pirataria e respeitar os
direitos autorais dos músicos.

Estilos musicais.

Dentro da radio cidade, sua grade musical é praticamente toda


“sertaneja” (preferência estadual) com algumas variações em
programas específicos.

Já na cidade on line, essas variações serão mais constantes e


sempre atualizadas, assim tendo o foco voltado a diversificação de
estilos. As musicas que prevalecerão na cidade on line serao
(tecno, dance, hip hop / hap, pop, sertanejo universitário, ECT...)

Particularmente estou apostando todas as minhas fichas nesse


projeto e tenho certeza que com isso em ação será em “chega pra
lá” na concorrência. Mais uma vez embarcando no crescimento nas
classes de baixa renda sei que esse novo programa agradara todo
e qualquer tipo de publico seja ele rico, pobre, novo, velho, homem
ou mulher.

Se aprovado o projeto todos os detalhes de infra-instrutora e


investimento serão discutidos com a empresa Master Case onde
marquei uma reunião para elaborar a reformulação dos sites das 5
rádios.

Vinicius Paloschi