Você está na página 1de 14

01- A criança entre os 3 e os 7 anos constrói uma série relações entre os significantes e os significados

das coisas que povoam o mundo que a rodeia. Isso se dá no que se refere a objetos, pessoas e idéias. O
mundo vai adquirindo um sentido através dessas relações que a criança vai estabelecendo e dos
comportamentos que ela vai introjetando e aprendendo das pessoas que são para ela mais significativas.
A identificação da criança com modelos permitirá que ela se torne:

A) mais criativa
B) mais inteligente
C) menos infantil
D) menos egocêntrica
E) menos egoísta

02- Carlos, com quatro anos de idade, vem apresentando comportamento diferente do habitual em sala
de aula. A professora de Educação Infantil que via nele uma criança afável e cooperativa tem-se
confrontado com situações em que ele bate e morde os colegas e estraga os materiais coletivos (jogos,
Imobiliário escolar, brinquedos). Consciente da importância do sistema familiar nessa fase da vida, a
professora chamou os responsáveis e verificou que eles estão em processo de separação. Em vista dessa
situação o professor deve:

A) punir a criança para que ela não repita na escola tais comportamentos
B) entender que o comportamento da criança pode ser influenciado pelas questões afetivas
C) aproveitar a situação e abordar esse assunto na sala de aula
D) entender que a criança tem necessidade de liberar sua agressividade
E) procurar proteger a criança com problemas familiares

03 - A escola assim como a família, tem, entre outras, a função de fazer com que as crianças
desenvolvam características de personalidade e comportamento que sejam consideradas adequadas. Os
estudos sobre o comportamento humano sugerem meios para reforçar ou enfraquecer uma determinada
conduta. Em relação a este tema estamos falando de:

A) brincadeiras e deveres
B) atividades escolares e atividades extra-classe
C) reforço positivo e reforço negativo
D) atmosfera escolar e atmosfera doméstica
E) pais e mestres

04 -O Referencial Curricular Nacional para a Educação infantil é uma proposta aberta, flexível e não
obrigatória. Sua função e:

A) contribuir com as políticas e programas de Educação Infantil apoiando os sistemas de ensino


estaduais e municipais
B) E sistematizar os conhecimentos a essa etapa educacional levando em conta as práticas sociais
C) desenvolver práticas pedagógicas e sociais que reflitam ma construção de um projeto educativo
D) considerar as especificidades afetivas, emocionais e cognitivas das crianças respeitando seus
direitos.
E) respeitar à dignidade das crianças considerando as diferenças sociais e culturais

05- Promover uma proposta de Educação Infantil voltada à educação para a cidadania é aliarmos o
acesso ao conhecimento e a formação de indivíduos criativos, autônomos, capazes de agir futuramente
no seu meio cultural. Para tal, a escola pode fornecer instrumentos básicos ao exercício e à construção
da cidadania:

A) enfocando os conhecimentos gerais


B) enfatizando os aspectos cognitivos
C) ensinando criticamente
D) priorizando a linguagem oral e escrita
E) preponderando o processo sócio-afetivo

06 - A Lei n° 11.274, sancionada em 02 de fevereiro de 2006, que estabelece as diretrizes e bases da


Educação Nacional dispondo a duração de 9 anos para o ensino Fundamental, com matrícula
obrigatória .a partir dos 6 anos de idade se propõe a assegurar:

A) maiores oportunidades de aprendizagem no período da escolarização obrigatória.


B) atendimento integral da criança em seus diferentes aspectos
C) tempo mais longo de convívio escolar
D) aprendizagem mais significativa e ampla
E) estratégias que contribuam o desenvolvimento.
07 - Segundo Émília Ferreiro, a afirmativa:"não se deve ensinar, porém deve-se permitir que a criança
aprenda" é perfeitamente aplicável à dinâmica do processo de alfabetização. Portanto, escolha a
alternativa que melhor expresse a prática da sala de aula na Educação Infantil:

A) estimular as crianças a interagirem com a língua escrita nos mais variados contextos
B) explorar semelhanças e diferenças entre textos escritos pelas crianças e professores
C) incentivar a curiosidade da criança em compreender o que os adultos escrevem
D) elaborar aulas de alfabetização na Educação Infantil visando repercussões no Ensino fundamental
E) organizar o contato com a leitura e a escrita de modo que a criança compreenda o sistema alfabético.

08 - É comum registrar nos objetivos expostos, nas introduções de planos manuais e programas de
alfabetização, que a criança deve alcançar o prazer da leitura e que deve ser capaz de se expressar por
escrito.
As práticas convencionais levam a que a expressão escrita a se confundir com a possibilidade de repetir
fórmulas estereotipadas, levaria a pratica de uma escrita fora do contexto sem nenhuma comunicativa
real.
Marque a alternativa abaixo que é capaz de restabelecer uma verdade no nível das práticas escolares:

A) o professor deve exigir do aluno um respeito cego para com o que o texto diz;
B) o professor deve privilegiar textos de narrativa e a literatura de ficção
C) a escola deve acreditar que a escrita regula a promoção para o ano seguinte
D) o professor deve entender que a escrita é importante na escola porque é importante fora da escola
E) o professor deve despertar a curiosidade e a ousadia diante da língua escrita

09 - Os estudos de Emilia Ferreiro foram de grande valia para a compreensão do insucesso


escolar, principalmente das crianças oriundas das classes populares, porque mostrou que as
crianças começam processo de alfabetização muito antes de entrar na escola. Sendo assim, a idéia
principal que deve sustentar a proposta pedagógica na alfabetização é:

A) - a leitura de histórias infantis


B) - o contato com todo o tipo de material escrito
C) - o trabalho com a escrita do nome da criança e dos outros
D) - o trabalho com letreiros, rótulos e textos.
E) -a leitura de contos populares

10 - Um processo avaliativo mediador não entra em sintonia com um planejamento rígido de


atividades, com rotinas inflexíveis, com temas previamente definidos para unidades de estudos, em que
os conhecimentos já construídos pelas crianças não são levados em conta. Por isso devemos refletir
sobre:

A) -a necessidade dos rumos do trabalho se tornarem flexíveis para absorver novas temáticas;
B) -as ações e reações da criança, como sugestão para a continuidade do trabalho;
C) -a necessidade das crianças encontrarem um espaço estimulador alinhado ao trabalho do professor;
D) -a impossibilidade de uma avaliação mediadora acontecer em um espaço pedagógico
improvisado;
E) -a preocupação com a realização das atividades, com os objetivos centrados em cumprimento.
11 - O tema da avaliação na Educação Infantil é complexo porque é diretamente
dependente da observação das crianças em sua permanente exploração do mundo. Nesse
caso a avaliação não se trata de um diagnóstico de capacidades, mas de uma apreciação da variedade de
ações e pensamentos que as crianças apresentam em seu processo de desenvolvimento. Para isso,
devemos levar em conta:

A) a proposta pedagógica que leve em conta a diversidade de interesses da criança, proporcionando um


ambiente rico em experiências.
B) a necessidade de um olhar investigativo e observador sobre as ações das crianças
C) a necessidade de uma ação do professor como mediador das conquistas das crianças, incentivando
suas descobertas
D) a concepção do conhecimento englobando seus múltiplos aspectos
E) a criação de espaços de reflexão e troca de experiências entre professores

12 - Para chegar a um sistema alfabético de escrita a criança percorre um caminho longo e amplo
chamado psicogênese em que interferem simultaneamente o corpo, a afetividade e a inteligência, assim
como o contexto social e cultural em que o aluno está inserido. A psicogênese é |um processo e "o
sentido de um processo se define por seu valor funcional dentro de um sistema" (Sara Pain, 1979).
Dessa forma, levando em conta as idéias acima, podemos dizer que a aprendizagem se dá:
A) pela percepção mundo real de quem aprende
B) pelo estabelecimento de relações lógicas de quem
C) pela repetição de modelos apresentados de quem aprende
D) pelas funções neurobiológicas de quem aprende
E) pelas funções do organismo de quem aprende em relação com o seu meio.

13 - Ser um professor de Educação Infantil numa perspectiva inclusiva requer uma série de estratégias
organizativas e metodológicas em sala de aula, de acordo com a afirmação acima assinale a reposta
correta:

A) remover barreiras arquitetônicas ambientais mobiliárias.


B) conhecer as características do aprendiz e as características do contexto escolar.
C) reconhecer direitos de acessibilidade que assegurem a mobilidade com autonomia e segurança.
D) examinar todas as variáveis do processo educativo Escolar.
E) envolver pessoas da escola e da comunidade que permitam elevar os níveis de participação dos
alunos

14 - Ser um professor de Educação Infantil numa perspectiva inclusiva requer uma série de estratégias
organizativas e metodológicas em sala de aula. De acordo com a afirmação acima assinale a resposta
correta o sentido da inclusão na Educação Infantil significa possibilitar à criança, uma melhor
inserção na sociedade, a partir do(a):

A) convivência com as diferenças


B) favorecimento de seu desenvolvimento e aprendizagem.
C) estimulação das habilidades.
D) diminuição da discriminação.
E) envolvimento com a comunidade escolar.

15 - Com muita freqüência ensina-se às crianças apontar e a escrever numerais, acreditando que se
ensinam conceitos numéricos. Porém, o mais importante é que ela construa a estrutura mental de
número. Sendo assim, o trabalho de matemática na Educação Infantil deve privilegiar:

A) a escrita repetida da seqüência Numérica.


B) a associação algarismo e figura.
C) as brincadeiras que necessitam recorrer á contagem para resolver seus problemas cotidianos.
D) O pensar sobre as quantidades, o fazer correspondências e relações com os números na vida
cotidiana.
E) A troca de idéias entre às crianças.

16 - Nos últimos tempos, os jogos se tornaram objeto interesse das diferentes áreas de pesquisa
científica, brincadeiras e jogos são espaços naturais na vida da criança e na rotina da Educação Infantil
nas escolas. Na construção dos conceitos matemáticos, os jogos podem se constituir em um importante
espaço de intervenção do (a) professor;

a) permitem uma participação ativa e prazerosa da criança.


b) contrapõem a necessidade de um ambiente rígido para aprenndizagem da matemática
c) são estratégias didáticas quando as situações são planejadas e orientadas visando à aprendizagem.
d) incentivam a resolução de problemas.
c) facilitam a vivência das regras necessárias ao bom relacionamento social

17 - O educador Paulo Freire desenvolveu uma rica temática sobre a questão da formação docente. Em
sua obra "Pedagogia da Autonomia" ele defende que a reflexão sobre a prática se torna uma exigência
para o professor. Para isso o professor precisa:

A) dominar o conteúdo.
B) alcançar a produtividade de seus alunos.
C) desenvolver uma docência critica.
D) manter um nível de aproveitamento "ótimo".
E) criar um ambiente agradável.

18 - Caminhamos, desde a concepção da Educação Infantil, considerando um espaço onde as crianças


são as flores ou sementes e as professoras uma jardineira. Na atual visão da educação infantil,
consideramos um espaço onde a criança e o professor são cidadãos, sujeitos ativos, cooperativos e
responsáveis. Nesse sentido, o professor de hoje deve procurar:

A) formar crianças inteligentes.


B) ensinar às crianças a resolverem problemas
C) mostrar caminhos comprovadamente corretos
D) reproduzir práticas já bem sucedidas
E) propor atividades com sentidos reais e desafiadoras.

19 - Dos 3 aos 6 anos a criança parece dotada de uma energia interminável que é extravasada
principalmente através de atividades motoras (correr, pular, subir, descer, etc...) e exploradoras.
Começa a perceber o que é capaz de fazer e a imaginar o que será capaz de fazer futuramente. A
criança começa a funcionar com níveis de fantasia e faz-de-conta. Segundo Erick Erickson, a criança
passa por sentimentos de iniciativa e de culpa que significam, respectivamente, confiança:

A) em sua própria iniciativa e culpa por falhar, o que levaria à perda do amor dos pais.
B) nos pais e culpa por ter de abandoná-los.
C) nas outras crianças e culpa por falhar, que levaria a perda do amor de seus pais.
D) em sua própria iniciativa e culpa por falhar com seus Professores.
E) em sua escola e culpa por falhar com seus professores.

20 - Entre as idades de 2 a 7 anos o pensamento da criança é caracterizado pelo aparecimento de novas


capacidades. A criança se torna incrivelmente apta a representar (pensamento) e menos dependente de
suas ações sensoriais-motoras presentes para direcionar o comportamento. A esse período Piaget
chamou estágio pré-operacional e nomeou vários tipos de representação que têm relevância no
desenvolvimento. Assinale a resposta que contém esses tipos de preparação pela ordem de
aparecimento:

A) linguagem falada, imagem mental, desenho, jogo simbólico, imitação deferida.


B) imitação deferida, jogo simbólico, desenho, imagem mental, linguagem falada.
C) imagem mental, desenho jogo simbólico, imitação deferida, linguagem falada.
D) desenho, jogo simbólico, imitação deferida, linguagem falada, imagem mental.
E) jogo simbólico, imitação deferida, linguagem falada, imagem mental.

21 - A Lei n° 9394/96, que estabelece as Diretrizes e Bases de Educação Nacional, relaciona, no artigo
13, as incumbências dos professores. De acordo com a legislação, a alternativa que indica corretamente
as ações docentes previstas é:
A) participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino e informar os pais e
responsáveis sobre a freqüência e rendimento dos alunos
B) zelar pela aprendizagem dos alunos e assegurar o cumprimento dos dias letivos e horas-aula
estabelecidos
C) estabelecer estratégias de recuperação para os alunos de menor rendimento e elaborar e executar a
proposta pedagógica da Escola
D) colaborar com as atividades de articulação da escola com as famílias e a comunidade e elaborar e
cumprir planos de trabalho, segundo a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino.
E) ministrar os dias letivos e horas-aulas estabelecidos e participar integralmente dos períodos
dedicados ao planejamento pedagógico, técnico-administrativo e financeiro do estabelecimento de
ensino

22- Os Parâmetros Curriculares Nacionais propõem uma mudança de enfoque em relação aos
conteúdos escolares: ao invés de um ensino em que o conteúdo seja visto como um fim em si mesmo,
um ensino que considere esse conteúdo como um meio para o desenvolvimento de capacidades
que permitam aos alunos produzirem e usufruírem dos bens culturas, sociais, e econômicos.
Assim, é correto afirmar que os conteúdos curriculares, de acordo com os PCN, devem ser:

A) a finalidade precípua do ensino x£*ís^iisi....


B) o suporte de todo desenvolvimento cognitivci dos aluíl|a.
C) a base para a formação do homem partici|ante, críticbl;:|f
autónomo ||,
D) os componentes das disciplinas básicas p||a uma boéÈ
formação dos alunos f" ^ilga,,,.,-:/
E) o objeto maior do planejamento cu.r:riculaj:.;::íí::-.:.

23 - "A concepção de avaliação dos Parâmetros


Curriculares Nacionais vai além da visão tradicional, que focaliza o controle externo do aluno mediante
notas ou conceitos, para ser compreendida como parte integrante e intrínseca ao processo
educacional." (PCN)
Pode-se afirmar que a avaliação contemplada nos PCN deve ser compreendida corno um fator de:
A) orientação pgr.a o aluno na busca de melhores notas ou conceitos^H, ii,
B) intervenção do pFi^s.spí :com o objetivo de recuperar os alunos com dificuldades tíè
aprendizagem
w; ajuste entre o que foi ensinado e as notas ou conceitos obtido^: após o uso de instrumentos
avaliativos
D) mudalça da íefiminologia de notas para conceito
E) reflexão-contínua do professor sobre sua prática
educativa

24 - "Quando entro em uma sala de aula devo estar sendo um ser aberto ã indagações, à curiosidade, às
perguntas dos alunos, a suas inibições; u m ser crítico e inquiridor, inquieto em face da tarefa que tenho
- a de ensinar e não a de transferir conhecimento." (Paulo Freire)

Os professores que se identificam com o autor, no_texto apresentado, concebem o processo ensino-
aprendizagem como:
A) transmissão do conhecimento do professor que ensina para um aluno que aprende
B) relação recíproca na qual se destacam o papel dirigente do professor e a atividade dos alunos
C) mediação entre os conceitos universais e a capacidade cognitiva dos alunos
D) assimilação ativa de conhecimentos e de operações mentais tanto do professor quanto do akuró
E) difusão e domínio dos conhecimentó:S-:sistematizados e a organização dos mesmos.
"'li::, .i!'
25 - Libâneo, "a educação corresponde (,,,) a toda modalidade de influências e inter-
relações que convergem para formação de traços de personalidade social e do caráter, implicando
uma concepção de mundo, ideais, valores, modos de agir, que se traduzem em convicções
ideológicas, morais, políticas, princípios de ação frente a situações reais e desafios da vida prática. ^
"'%,. \
Desse conceito, pod|$se inferir que educação é:
A) urn,:ífp|^uto das "":f&^^>épedagógicas conforme os
propóftos dà|::jeis e regulamentos vigentes
B) uma: instituição social que se ordena no sistema escolar de um país, em u%determinado
momento histórico
||i|,,um processo <fe transformações sucessivas tanto no
'sénltíç;;:,; histórico quanto no do desenvolvimento da
personalidade
Df|jj:íòbjeto;*de estudo da Pedagogia que coloca a ação educativa como tema de pesquisas e de
experimentações
científicas
E) :úma preocupação governamental em países economicamente desenvolvidos e em
desenvolvimento

26 - "Um projeto de ensino-aprendizagem será tanto melhor quanto mais estiver articulado à
realidade dos educandos, à essência significativa da área de saber, aos outros educadores (trabalho
interdisciplinar) e à realidade social mais geral. (Celso Vasconcellos)
Um plano de ensino com a qualidade prescrita pelo autor passa necessária e ordenadamente, pelas
seguintes etapas:
A) análise da realidade, avaliação, identificação das formas de mediação, realização interativa e
projeção de finalidades
B) análise da realidade, projeção de finalidades, identificação das formas de mediação,
realização interativa e avaliação
C) análise da realidade, projeção de finalidades, avaliação, identificação das formas de mediação e
realização interativa
D) análise da realidade, realização interativa , projeção das finalidades, identificação das
formas de mediação e avaliação
E) análise da realidade, identificação das formas de mediação, projeção das finalidades,
realização interativa e avaliação

27 - Considere as funções abaixo:


I - Explicitar princípios, diretrizes e procedimentos do trabalho docente.
II - Assegurar a racionalização, organização e coordenação do trabalho docente.
III - Facilitar a preparação das aulas: selecionar o material didático em tempo hábil.
IV - Assegurar a unidade e coerência do trabalho docente.
A alternativa que indica corretamente a função ou funções a serem consideradas no planejamento
escolar é:
A) apenas a l B) l e IV C) II, III e IV
D) l, II, III e IV E) II e III
28 - Nos PCN (p.52), lê-se: "A abordagem construtivista integra, num único esquema explicativo,
questões relativas ao desenvolvimento individual e 'a pertinência cultural, à construção de
conhecimentos e à in te ração social. Os três postulados que fundamentam a abordagem construtivista
do conhecimento são:
A) 1 - a existência do mundo exterior independe do
observador
2 - a realidade não é construída pelo sujeito cognoscente 3-o conhecimento é a representação da
realidade dada
B) 1- a existência do mundo exterior depende do observador
2- a realidade é construída pelo sujeito cognoscente
3- o conhecimento é uma representação da realidade
construída
C) 1- a existência do mundo exterior independe do
observador
j2- a realidade é construída pelo sujeito cognoscente 3- o conhecimento é urna descrição da realidade
dada
D) 1- a existência do mundo exterior não afeta o observador
2- a realidade é construída pelo conhecimento
3- o conhecimento é uma ligação com o mundo exterior
E) 1- a existência do mundo exterior afeta o observador
2- a realidade não é construída pelo conhecimej^s«mm,..
3- o conhecimento é uma construção das realjdade :íí;íl|;:..

29 - Professores que, com uma visão crítica da


•^-iedade e das possibilidades e limitações da)
educação, fazem de sua prática cotidiana uma luta para
a construção de um sociedade democrática identificam
a Educação com a função: Í:S%
A) redentora B) transfórrrjadora C) conservadora
D) reprodutora E) técnica "::;|| \^..,,^
30 - Exigir que urh aluno que ainda não atingiu o estágio das operações concretas:!: resolva problemas
matemáticos: que requerem esse nível de desenvolvimento, provavelmente vai fazer com que ele, ao
invés de tentar compreendê-los, busque, no terreno das adivinhações, as formas de resolvê-las. É de
fundamental importância que o professor conheça as etapas do desenvolvimento cognitivo do aluno
para adequar o ensino a cada uma delas. O teórico que muito contribuiu para esse conhecimento foi
Piaget, que estabeleceu â seguinte sequência de etapas do desenvolvimento:
A) sensório-motor, pré-operacional, operações formais e operações concretas
16) pré-operacional, operações concretas , operações formais e sensório-motor
C) pré-operacional, sensório-motor, operações concretas e
operações formais
D) sensório-motor, operações formais , operações concretas
e pré-operacional

E) sensório-motor, pré-operacional .operações concretas e operações formais


31 - "O único bom ensino é o que se adianta ao
desenvolvimento". Esta frase de Vygotsky sintetiza
suas ideias sobre a "zona próxima) de
desenvolvimento".
O professor, ao pôr em prática no cotidiano escolar a
teoria de Vygotsky, terá com preocupação inicial:
A) reduzir sua ação à observação da turma e de cada aluno
em particular
B) fornecer exemplos concretos dos assuntos que estão
sendo tratados na aula ":ít|::., -;
C) conhecer o nível de conhecimento cognitivo dos alunos,
ou seja, suas descobertas, opiniões e suas ideias
D) estabelecer uma disciplina |fgida: a fim de |juè todos
tenham tempo e espaço para as Manifestações
E) buscar conhecimentos produzidòSíflÒs diferentes campos
do saber relacionados ao desenvolvtnento infantil

(HARPER,B. et ai. Cuidado , Escola! São Pauto :


Brasiliense, 1984,p.61)
A figura mostra uma prática bastante utilizada na escola tradicional: o professor transmite
conhecimentos a um aluno que os recebe sem questionamentos. Hoje, para dirigir e estimular o
processo de ensino, o professor, que vê no aluno um sujeito de sua aprendizagem, se utiliza de meios,
os mais variados possíveis, para organizar as atividades de modo a desencadear uma assimilação
consciente dos conhecimentos e o desenvolvimento das capacidades cognoscitivas e operativas do
aluno.
Para isso, a escolha e organização dos métodos de ensino, deve corresponder à necessária unidade
assim representada:
A) método - conteúdos - disciplina
B) método - teoria - apresentação da matéria
C) método - objetivos - conteúdos
D) método - tarefas - provas
E) método - conteúdos - programas
33 - O Estatuto da Criança e do Adolescente prevê, no art.54, que .entre outros , é dever do Estado
assegurar à criança e ao adolescente:
l. Ensino fundamental, obrigatório e gratuito, inclusive para os que não tiveram acesso na idade
própria.
!!. Progressiva extensão da obrigatoriedade e
g rã tu idade ao ensino médio.
III. Atendimento no ensino fundamental, através de
programas suplementares de material didático-escolar,
transporte.alimentacão e assistência à saúde.
Com relação às afirmativas acima está (ao) correia (s):
A) l, II e III B) l e II apenas C) II e III apenas
D) II apenas E) III apenas

34 - "A Escola é o lugar do entrecruzamento do projeto coletivo e político da sociedade com os


projetos pessoais e existenciais dos educadores. É ela que viabiliza a possibilidade de as ações
pedagógicas dos educadores tornarem-se educacionais, na medida em que as impregna das finalidades
políticas da cidadania que interessa aos educandos." (SEVERINO, António J. in Terezinha Rios)

O instrumento de que a escola dispõe para discutir e explicitar de forma clara os valores pessoais e
políticos é o:
A) Planejamento do Sistema de Educação
B) Planejamento Curricular
C) Projeto Político Pedagógico
D) Projeto das Secretarias de Educação
E) Planejamento de Unidades de Experiências

34

De Pauto Freire, em "Pedagogia da Autonomia":


"Não [se deve pensar] apenas sobre os conteúdos pragmáticos que vêm sendo expostos ou discutidos
pelos professores das diferentes disciplinas mas, ao mesmo tempo, a maneira mais aberta (...) ou
fechada (...) com que este ou aquele professor ensina." Ligando-se a história em quadrinhos de Afo ao
texto de Paulo Freire, conclui-se que ambos apontam na direção de uma atitude do professor que pode
ser adjetivada como:
A) dialógica B) autoritária C) submissa
D) indiferente E) permissiva

- Considerando: 1 - P = professor; A= aluno e C = conhecimento; 2 - Setas como indicadores das


relações que se estabelecem no processo ensino-aprendizagem. Assinale a representação gráfica dessas
relações em uma perspectiva construtivista do conhecimento:

38 - Toda práxis educacional busca a consecução de


determinados objetivos de maneira intencional e
sistemática. Há dois níveis de objetivos: os gerais e
específicos.
AU planejar o P roje to "Salvem o Planeta", um professor
registrou os seguintes objetivos
I - Desenvolver a consciência ecológica.
II - Identificar as causas do aquecimento global
Pode-se afirmar que:
A) l é um objetivo específico e II é um objetivo geral
B) II é um objetivo específico que leva à consecução de l
C) II nada tem a ver com l
D) l e II são objetivos gerais
E) l e II são objetivos específicos

39 - Quando os professores exercem sua atividade


docente sem clareza da filosofia de educação que os
inspira, perdem a consciência dos valores e finalidades
subjacentes às suas ações. Dessa forma, permanecem
no senso comum que se manifesta em uma:
A) visão ingénua da educação como redentora da
sociedade
B) atitude de criticidade de sociedade e de escola
C) concepção de educação como reprodutora das
desigualdades sociais
O) percepção dos condicionantes extra-escolares
E) percepção da escola como espaço de luta para a
mudança social

40 - Os estudos sobre a psicogênese da escrita de


Emília Ferreiro e Ana Tebetosky foram uma
contribuição fundamental para que muitos professores
percebessem que, diversas vezes, "erros" são
construções das crianças no processo evolutivo do
conhecimento do sistema alfabético de escrita. Assim,
passou-se a entender que, quando uma criança, no
início do processo, escreve cavalo para representar
cavalo, significa que ela:
A) não consegue distinguir os sons das letras
B) percebe que falta uma letra na palavra
C)faz corresponder cada letra a uma sílaba
D) relaciona a pauta sonora da palavra à representação
escrita
E) esta no periodo alfabético da escrita