Você está na página 1de 6

FÍGADO

* Cápsula: muito delgada, composta tecido conjuntivo, muito susceptível a algum tipo de trauma.
Por cima, há a serosa: peritônio.

* Dividido em lóbulos por meio de tecido conjuntivo

* Veia central ou centro-lobular: é a veia que está no centro do lóbulo hexagonal, recebendo
sangue dos ramos da V. porta e da A. hepática própria, que chegam por meio dos capilares
sinusoides.

O que está eosinofílico (rosa) são hepatócitos; os cordões não corados são os capilares sinusoides;
* Tríade portal

* Ramos da A. hepática própria: revestido por epitélio pavimentoso simples e com camada
muscular mais espessa

* Ramos da V. porta

* Ramo do ducto biliar: revestido por epitélio cúbico simples

Seta: ramo da V. porta

Estrutura intermediára: ramo do ducto biliar

Estrutura à direita: ramo da A. hepática própria

* Capilares sinusoides: onde há mistura de sangue da V. porta e da A. hepática própria. Estão em


contato íntimo com os hepatócitos. São capilares dilatados, ramificados, irregulares, fenestrados e
com células endoteliais descontínuas.

* O sentido do sangue é centrípeto: da periferia ao centro

* O que pode estar presente na parede dos capilares sinusoides? Células de Kupffer e
endotélio

* Células de Kupffer (macrófagos do fígado): fazem a fagocitose de partículas estranhas que


chegam no fígado.

Kc - Células de Kupffer (mais achatadas)

H - Hepatócitos (com núcleos mais circulares)

* Espaço de Disse: espaço entre o hepatócito e o capilar, onde há a emissão de pequenas


vilosidades. Contém as células de ito, que armazenam vitamina A e produzem matriz extracelular.

* Hepatócitos: em conjunto, formam cordões irregulares. São produtores de bile, sendo que o
sentido de drenagem é centrífugo: do centro para a periferia, através do canalículo biliar (um
pequeno canal dentro dos hepatócitos), até chegar no ducto biliar.
* Conceito de lóbulo hepático clássico: formato hexagonal, com os espaços-porta nas
extremidades e a veia centro-lóbular como eixo central.

* Conceito de lóbulo portal: triangular; enfatiza-se a função exócrina de bile; o eixo é o ducto
biliar,na tríade.

* Conceito de ácino-hepático: relacionado com a perfusão sanguínea e com a patologia; presença


de um eixo menor (linha entre dois espaços-porta) e um eixo maior (entre duas veias centrais); As
células mais próximas do eixo menor são as que primeiro recebem o sangue, logo, se tiver lesão de
perfusão, as células mais afetadas serão aquelas distantes do eixo menor (3). Já se tiver um
metabólito, as células mais afetadas serão aquelas próximas do eixo menor (1).
* Coloração que destaca fibras reticulares

Espaço porta

Veia central
Capilares sinusoides

Você também pode gostar