Você está na página 1de 5

c 


 
   
Ao definirmos os fenômenos psicológicos e os fenômenos sociológicos é preciso
relacioná-los dentro da ordem dos fatos e das ciências, o que caracteriza a chamada
psicologia coletiva.

No entanto, ͞só há sociedade de seres vivos͟ (p. 181), pois os fenômenos sociológicos
pertencem à vida. A sociologia e a psicologia são ligadas pela biologia, ou seja, só
estudam pessoas de carne e osso que vivem ou que já viveram.

A psicologia ͞humana͟ é uma parte da biologia constituída pela antropologia que


considera o homem ser vivo, consciente e sociável.

As sociedades humanas são sociedades animais que possuem traços semelhantes,


porém existem também outros traços que as distinguem e as colocam em outra
ordem.

A psicologia não é apenas humana, pois envolve outras características sociais, já a


sociologia é extremamente humana, porque só estuda os fatos observados no
comportamento do indivíduo.

Para Mac Dougall a sociologia no fundo é uma psicologia coletiva. Porém, se as


sociedades só contivessem indivíduos e se nestes os sociólogos só considerassem os
fenômenos de consciência, talvez dessa forma a sociologia ou a psicologia coletiva
fosse apenas um capítulo da psicologia.

A descrição que Mac Dougall faz do ͞Group of Mind͟, do espírito de grupo é


insuficiente, pois na sociedade, há outras coisas além das representações coletivas. Ei -
las:
1° Há coisas e homens, havendo por tanto algo que é físico, material, quantitativo e
numérico. Essas coisas e esses homens são reunidos, são denominados, são
classificados, repartem-se de acordo com os lugares, o tempo, etc. Existem os
chamados fenômenos morfológicos.

2° Porém não há fenômenos morfológicos numeráveis. Existem também fenômenos


estatísticos que se baseiam na fisiologia, isto é, no funcionamento da sociedade a qual
ela está envolvida. Dessa forma, o sociólogo dispõede testes e de medidas que servem
ao psicólogo como ponto de partida para o julgamento crítico.

3° Enfim, atrás de todo fato social, há história, há tradição, há linguagem e hábitos.


Sendo assim, todo e qualquer fato social mesmo parecendo novo e revolucionário está
carregado de passado e de circunstâncias de ordem histórica e geográfica.
Mesmo quando o espírito do individuo está tomado inteiramente por uma emoção ou
atividade coletiva, ele detém uma consciência de caráter pessoal. Então, acabe a
psicologia investigar.
c 

 

 
 
 
  

O estudo da parte psicológica da teoria das representações coletivas e das praticas
coletivas depende necessariamente de três ciências além da sociologia que são: da
estatística, da história e da psicologia,onde ela nos permite compreender,traduzir
fatos de forma coerente e cientifica. A psicologia é capaz de fornecer informações,
idéias e conceitos úteis para a sociologia. Existem idéias a respeito do estudo da
consciência como um todo,dentre elas:noção de vigor mental e da debilidade mental
ou nervosa,noção de psicose, noção de símbolo,noção de instinto.
ð ?  
    Existe na Polônia e na Austrália um fato curioso,porém
normal por lá,que se tem por nome de ͞Tanatomania͟, onde pessoas que se
julgam pecadoras ou enfeitiçadas,se permitem morrer, e o mais estranho
morrem sem motivo aparente e em algumas vezes na hora prevista. Durkheim
fala em uma de suas obras da raridade do suicídio em períodos de grande crise
social,como guerras e revoluções e cita a coragem e a fraqueza em
determinados momentos da vida.

 ?   A noção de idéia fixa, foi substituída pela idéia de psicose por
neurologistas franceses e psiquiatras alemães. Onde se tem a hipótese que o
estado de toda consciência possui uma força de desenvolvimento que abrange
todo o ser psicológico. As idéias da consciência individual, devido a sua
capacidade de desenvolvimento e persistências,aumentam quando praticadas
pelo grupo em conjunto. O doutor Leroy consegue explicar pela
conservação,no sono, de impressões da infância que também se conhece por
͞liliputianos͟.

 ?                Segundo pontos de
vistas mais antigos os estados mentais na sua maioria não são elementos
isolados,onde o pesquisador Head e o doutor Mourgue concordam com tal
ponto de vista. A palavra ͞estado mental͟ vai além de símbolos,signos e de
imagens. Segundo Durkhein só há comunicação humana através de
símbolos,sinais comuns, permanentes,exteriores aos estados mentais
individuais que simplesmente são sucessivos. Na maioria das representações
coletivas não são mais representação única,mais sim arbitraria. Um exemplo de
tais afirmações seria: um rito aranda ou arunta para a obtenção de água
cantava:͟ngai,ngai,ngai...͟, onde não sabia o que era,nem que muito menos eu
era uma onomatopéia que imita o som das gotas da água caindo sobre a rocha;
a compreensão de tal palavra e sentido é possível pela palavra-símbolo.

 ?    Nenhum sociólogo penetrou muito nesse subterrâneo onde
se tem fatos ricos. Os homens só podem ter símbolos e se comunicar através
deles,por que tem instintos.Exemplos de proliferações de instintos são: as
exaltações e os êxtases. Rivers demonstrou a necessidades-limites,onde elas se
relacionam. A vida social é apenas um instinto gregário hipertrofiado, que pode
ser alterado,transformado e corrigido. 
c 
Ö Ö  Ö    Ö
 Ö  Ö   
Ö  

 !"#$$#

%#& # ## #'##"#&##'
 $!"(# )%(#  *#+#(###
#!,##$$- (+##

 #"  #   # + #   # .$ &/0 $
#+# $& ( # ##  ##
( $ $ $# ##(   /   $
#$##'

  !" #"  # # .$#1 # # & #,# #( #
$!,#(#+#(# !,#/ &#"##&#
##$2##&###

.$(!"#$##(%
$

$$#2$##"##!,#$#&
 

Ö"##+#+##(&#$#2#

##+#+##( (####(
"#"&#### #

3 #  )  $# # #" $#   /  
#(%$%#%# 

/ ##$##$4#-#+
& !"$#1

### (%#% ## !,#($#
#" !,# /  .$ $#!   $( #% #!,# # ##(
####$# ##

3$%#.#  / %$/ # $##$###
  $##   #5 %  $  &#!"   # & /  & 
#&# #$/ #$/ # #'$

6   .$( # # !,#( # $## # # ( #" %
#+#/ #%#!,#*-#(#!#
&%

  % * %# # #+# #   !"(   # 
 ( %$

  $ #  * %  #   !"( $$ $ #$
( #5$/ #$,#/  $-(
#2(&#2$#2

 /  # #(  $#  $###  # *#   #  # # % 
( .!" '.#(   !# $-# $ #$# #
#

$##/ #($#2&#2("$#
$#(#%

3##%$*/ #&###(&.$'#(/ &*
#$#-7#($$##*$ 

 # #    -( # # /   # (  #2 
&#2# 4#

.$#!"   ##/ (/  % / #" #
$ % ( # (   * &+#( -)(   * #( #
     # (   # # 1 $( #$+ 
#

&# -%& #(
#  1  ( #( ( $   (   5    
$ *&7#( $.(
 /   %  #  $ 5  8 $#   !" ##
&7#




c 
ùuestões colocadas à Psicologia.
Algumas questões são colocadas à psicologia pela sociologia. Entre elas, uma é
considerada urgente pois é o estudo do homem de forma completa e indivisível,o que
muitas vezes não acontece,já que a psicologia também destina-se a estudá-lo de forma
compartimentada, dividida em faculdades. Mas esse homem seccionável não é
encontrado pela sociologia na suas estatísticas e nas histórias dos povos.
1°.       A sociologia exige da psicologia uma teoria que estabeleça uma
relação entre os compartimentos da mente e entre eles e o indivíduo. Mostra-se
importante o estudo dos instintos,pois a maioria dos homens instintivos,ou ͞totais͟,na
realidade, o homem ͞civilizado͟, aquele que consegue controlar seus instintos e atos
existe apenas em pequeno número e formam uma pequena parcela da elite humana.
A maioria dos homens apresentam-se de forma ͞total͟, completamente afetados por
qualquer choque mental e é esse homem comum que a sociologia encontra no dia -dia
e na história. Logo, deve ser considerado importante o estudo dessa ͞totalidade͟
humana pela psicologia.
2° `  Os estudos dos efeitos da expectativa deveriam ser aprofundados,na
sociologia. Na sociologia, é um dos fenômenos que mais se aproximam do psíquico e
do fisiológico ao mesmo tempo. Essa expectativa que nos leva a deduzir ou a justificar
algo que ainda não aconteceu. Ela está presente na ordem social, pois essa idéia é
apenas uma expectativa das pessoas,na arte, na loteria, nos estados de tensão
popular.Ela apresenta-se como um fato que condiciona um espaço social e por ele é
condicionado,sendo assim, importante para a sociologia.